Europa GM Governamental/Legal Mercado Montadoras/Fábricas Vauxhall

GM pode sair do Reino Unido por conta do Brexit

vauxhall-ellesmere-port

O chamado Brexit está criando uma crise no setor automotivo europeu. Com a saída do Reino Unido da União Europeia, as consequências para a indústria automobilística britânica podem ser consideradas catastróficas, se as previsões de especialistas se concretizarem.

De acordo com a consultoria LMC Automotive, a GM deve fechar as portas e levar a mudança para o continente, mais precisamente Alemanha ou Polônia. Os custos de produção sem o livre comércio seriam inaceitáveis para a operação britânica da montadora, centrada na marca Vauxhall.

Comenta-se que a planta de Luton deve permanecer aberta até 2025, já que recebeu investimentos recentes para produção de comerciais leves da Vauxhall. No entanto, a histórica Ellesmere Port poderia fechar já em 2021, quando chega a nova geração de carros da Opel/Vauxhall.

A fábrica já estaria funcionando além do prazo por conta dos elevados custos. Um quarto das peças para fabricação dos carros são importadas do continente, o que deixa sua situação ainda pior. A LMC não se limita apenas à GM. A consultoria foi enfática em afirmar que todas as montadoras instaladas no Reino Unido devem sair por causa das taxas de importação da UE.

[Fonte: TTAC]





  • Marco

    Sei não, mas acho que os ingleses deram um verdadeiro tiro no pé. Vão se arrepender muito por isso.

    • Willian

      Sò por um tempo, depois eles vão voltar a crescer. A União Europeia é uma piada.

      • alex

        Fiquei curioso sobre o pq de piada, sempre achei algumas resoluções da União Europeia relativamente boas, mas qual sua opinião, meu conhecimento é um pouco “raso”?

        • Marcelo Nascimento

          Também não entendi. Pra mim o livre comércio e o livre trânsito já são excelentes. Pra mim piada foi uma autoridade inglesa dizer que gostariam de continuar na zona do livre comércio.

        • Hugo Borges

          Alex, vamos pensar em imparcialmente, sem falar em direita e esquerda. Então vamos lá, o mundo é globalizado, existe forte comércio entre países e acordos são mais do que necessário para garantir menos impostos para o seu produto chegar mais barato no país vizinho.

          Os britânicos, alegando sua superioridade perante os europeus e com esse discurso errado de que “estamos bancando a UE”, abriu mão do livre comércio entre esses países, essa situação, por si só, já é ruim para qualquer país globalizado.

          A Europa é o que é hoje por causa da UE, existem países capengas mas até hoje existem resquícios da crise de 2008.

          • fschulz84

            Em minha opinião, por mais que não admitam, acho que, além de tentar se livrar de ajudar a carregar a UE nas costas, junto a outros países, vem outra questão que poucos discutem… A questão migratória…

            Para mim, a decisão do UK de sair também passa por este ponto….

        • Rafael Yashiro

          A única coisa que existe de bom na UE é esse livre comércio, de resto não tem nada bom.
          Alemanha, França e RU são os que sustentam o bloco inteiro, mas o retorno que eles tem com isso são irrisórios. Existem muitos países pesados nesse bloco, como Grécia, que não produzem nada e vivem sugando dinheiro do bloco. Lembram quando a Grécia estava falida (ainda está tecnicamente) e que estavam implorando para a Alemanha dar mais dinheiro a eles? Pois é, só servem para sugar recursos. Outra é que blocos econômicos só servem para impedir o livre comércio de verdade, pois sempre são impostas regras de que só quem está no bloco pode negociar com quem está dentro, quem é de fora são impostas uma série de barreiras para dificultar negociações, ou seja, não passa de uma medida protecionista disfarçada.
          Esses grandes conglomerados irão ameaçar bastante, com ameaças de fechamento disso e aquilo, apenas com o intuito de forçar opinião pública, mas no final das contas todos irão sentar em suas mesas e negociar normalmente.
          O RU é um mercado grande, rico, até parece que uma pá de empresa irá desistir de uma hora para a outra apenas por conta de uma briguinha besta.
          França e Alemanha agora ficaram com um peso ainda maior nas costas.

          • Gabriel Daveran

            Ru não participa da UE….. qualquer bloco economico tem seus elos mais fracos.

      • Mario

        Concordo com o Willian. O UK se sairá bem nessa. A UE está com os dias contados. Das grandes potências, a Alemanha está ficando uma big potencia, e tanto o UK, França e Italia estão perdendo terreno para os alemães. Então, é uma questão de tempo para o UK se recuperar, afinal eles mantém parcerias com a China e USA, “pequenos” consumidores mundiais! Se França e Italia insistirem na UE, ficarão escravos da Alemanha.

        • th!nk.t4nk

          BS. A França só enfraqueceu economicamente porque teve uma sucessão de governos de esquerda, e o estado ficou inchado demais (mas mesmo assim continua bastante forte e presente). Não teve nada a ver com ficar na sombra da Alemanha. Já os italianos sempre foram problemáticos, não vamos fazer de conta que isso seja algo novo. Mesmo assim eles têm se recuperado. Quanto ao UK, as perspectivas são ruins a curto prazo, e piores ainda a longo. Se perderem os bancos (e alguns já indicaram que vão cair fora sim), a coisa pode ficar bem séria.

          • lait

            Se os bancos italianos implodirem(como mostram sinais) eles vão levar boa parte da zona do euro para o buraco. A Inglaterra pulou fora do barco na hora certa..

            O mais engraçado é ver essas grandes multi-nacionais, mídia, enfim todos os grandes benecifiados desse grande esquema chamado união européia esperneando.. acho que veneza vai afundar com tantas lágrimas..

    • João Paulo

      Qual é um dos principais mercados europeus para a indústria automobilística alemã? Será que é a Romênia, a Lituânia, a Grécia, Malta talvez? NÃO! Entre os principais compradores do germânicos está o Reino Unido, país rico e com população de alto poder aquisitivo. A União Europeia e os governos nacionais ainda não digeriram a decisão dos britânicos, e nesse ressentimento todo tem enfatizado que não fecharão tão facilmente acordos de livre comércio e circulação de pessoas com a terra da rainha. Num terrorismo midiático que vem desde antes do resultado do Brexit os eurocentricos tem “alertado” que no caso da saída do Reino Unido as empresas optariam pelo continente e os cidadãos ingleses, escoceses, galeses e norte-irlandeses teriam que retornar para sua terra. Em tais mensagens ignoram propositalmente duas coisas, que a Inglaterra é o lar de milhares de europeus que acabariam tendo que voltar para seus respectivos países também, e que o mercado consumidor britânico é muito importante para ser desprezado de qualquer maneira. No final das contas, quando a emoção passar e a razão voltar a falar mais alto, é bem provável que fechem tratados assim como os que a Suíça e a Noruega tem com bloco.

      • Louis

        O Reino Unido se livrou dos burocratas de esquerda da União Europeia.

        • th!nk.t4nk

          É o que continuam repetindo: “nos livramos de quem mandava na gente”. Legal, joinha heim :) Só faltou pensarem no que fazer com a saída da indústria e dos bancos, mas beleza, meros detalhes!

          • Tosoobservando

            Eu ja disse e vc insiste, saem uns, entram outros, agora as grandes industrias estao na China, Coreia do Sul e India, muito mais rentavel atrair industrias destes países.

      • th!nk.t4nk

        O Reino Unido vai continuar comprando carros, inclusive os alemães. A diferença é que serão importados. Pra Alemanha pouco afetará. Já para os britânicos…

        • Tosoobservando

          So nesse seu comentario ja tem uma constatação boa para o RU, eles vao comprar mais carros de luxo nacionais, como Jaguar, Land Rover, Bentley etc.. ao inves dos “importados” alemães. Ponto para o Brexit.
          E os alemães tambem vao compra estes modelos importados…

        • João Paulo

          Totalmente sem sentido o que você disse! O Reino Unido vai continuar oferecendo produtos e serviços para o continente. Se os europeus fecharem as portas para os britânicos eles retrucam na mesma moeda e dificultam o comércio com a Europa. É óbvio que será ruim para os alemães caso os ingleses passem a comprar mais carros americanos e asiáticos.

    • DinhoRoxxx

      Os países que mantém a união europeia tem problemas com os pequenos gastando de mais, é basicamente isso.

      O mesmo que acontece no Brasil, os Estados que mais produzem dinheiro são os que menos recebem da união, isso mais cedo ou mais tarde vai dar problema.

  • Marcus Vinicius

    Que a primeira ministra da Inglaterra acelere em dar incentivos fiscais para as montadoras se não for assim só vai sobras a Jaguar/Land Rover e talvez a MINI !

    • th!nk.t4nk

      A BMW já deu sinais de que vai diminuir a produção do Mini, possivelmente fabricando o carro em outro país da UE. Land Rover deve ir pelo mesmo caminho, e Jaguar nem comento. Não vai sobrar nada.

  • Boris

    Pior pra GM.

    • Zé Mundico

      Que nada, bobinho, Fábrica pode ser transferida para qualquer lugar e na União Européia o que não falta é mão de obra capacitada.

      • Boris

        A fábrica é o q menos importa. Quero ver se a GM abre mão de um mercado consumidor que paga na moeda mais forte do mundo

        • Gabriel Daveran

          Não sabemos por quanto tempo…. é mais importante imaginar que uma moeda que esta dentro de um bloco com vários países seja mais estável e tenha mais garantias que uma outra que está em apenas 1 país , independente quanto tempo ela tenha de existência…. um dos vetores positivos para a economia inglesa nesses últimos 50 anos foi de entrar na UE.
          E respondendo a outra parte sobre mercado consumidor…. com a queda econômica estimada para este país ( já estou tirando a escócia e a irlanda do N ) , quantos consumidores efetivamente terão ? quais são as expectativas mínimas salariais ?
          Não acredito que a Inglaterra será um país pobre com o tempo…. na verdade acredito que economicamente vão se manter de forma diferente…. mas a arrogância britânica destruiu parte do seu brilho.

          • pedro rt

            nao tem como eles ficarem pobres a cultura deles e completamente diferente da nossa, la a religiao do anglicanismo incentiva as pessoas a trabalhar e a gerar seus propios bens e riquezas, la rico e visto como trabalhador, justo e correto muito diferente daqui onde quase se impoe a condicao de ser catolico e pobre pra ir pro ceu

          • Boris

            A Libra sempre foi mais forte q o Euro e sempre será. A UE é uma bomba com Grécia e afins.

            • Gabriel Daveran

              Existem algumas economias pequenas que foram desfavoráveis para a entrada …. enfim …. não trabalho na UE nem sou cientista econômico ou politico e/ou social para prever que coisas assim iriam acontecer.
              Sobre o valor da libra ser mais alto está ligado justamente a valor de moeda e futuro. Qualquer moeda está a mercê de derrocadas , inclusive a libra. Nunca dê certeza de algo que não está em seu completo controle , alegar que a libra continuará sempre a ser a moeda mais forte não é prudente.
              O capital não tem cor , raça ou credo e muito menos coleciona bandeiras… é apenas dinheiro…. o mais forte é o mais forte , o inteligente muda e o mais fraco continua sendo fraco a não ser que seja inteligente em algum momento.

  • Zé Mundico

    A União Européia precisa mais da Inglaterra do que a Inglaterra da União Européia.

    • th!nk.t4nk

      Ahmm não. Essa é a visão que se tem do lado de fora. A realidade é que hoje a Inglaterra importa TUDO. Não produzem localmente quase nada. Ou seja, a Inglaterra precisa MUITO estar em blocos comerciais fortes, como a UE.

      • Tosoobservando

        Pois agora passarão a produzir, alias, voltarão a produzir, por necessidade, isso vai ser otimo pra economia deles, inclusive vao voltar a ter negocios massiços com as antigas ex-colonias que formam o chamado commonwealth. Vai ser bom pra todos.

        • th!nk.t4nk

          Produzir? Não sei se estão lendo as notícias, mas as indústrias estão é saindo, e não chegando hehehe. Vão é ficar ainda mais dependentes de importação. Simplesmente não tem lógica alguém optar por montar fábrica no UK, ao invés de qualquer outro país que esteja dentro da UE.

          • Tosoobservando

            Calma, deixa a poeira baixar, deixa esse terror midiatico acabar, vc vera.

  • CignusRJ

    Exagero. puro terrorismo midiático.
    Parece aquelas noticias sobre o atentado terrorista em Nice, em que de forma dissimulada distorce a verdade.
    “Caminhão mata 80 pessoas” ou “motorista de caminhão atropela dezenas de pessoas”
    A não ser que o caminhão ganhasse consciência e decidisse que estava farto dos humanos a verdade é, caminhão não é um ser vivo ele não decide nada. Quem atacou foi um terrorista que estava ao volante. E não foi um motorista de caminhão, foi um terrorista.
    A GM até poderia sair da Inglaterra por problemas gerenciais dela mas sair de um dos maiores mercados consumidores do mundo que paga em moeda forte é bobagem.
    Se não saíram da Venezuela que esta uma m… danada vão sair da Inglaterra?

    Ah procurem na internet os argumentos do Brexit e verão que muita coisa que eles dizem vc não sabia sobre a UE.

    • th!nk.t4nk

      Acho engraçado os brasileiros pró-Brexit sem nem entender a verdadeira dinâmica da UE. Quisera fosse só a GM saindo do UK. Muitas empresas grandes (não apenas montadoras) já sinalizaram que irão fechar as portas. O UK hoje já importa quase tudo, imagine daqui pra frente. Até os bancos estão caindo fora. Quem mais sai perdendo é o próprio UK.

      • Tosoobservando

        Vai sair uma e vao entrar outras varias de outras partes do mundo (principalmente India, Russia e China) sem os entraves da UE, o RU vai negociar sozinho, inclusive pode ate surgir mais industrias nacionais agora sem influencia de Alemanha e França.

      • CignusRJ

        Quem apoia o Brexit? Se vc esta falando de mim, ledo engano seu. Eu não tô nem aí.
        O que eu disse é a maioria nem faz ideia dos motivos que levaram a escolha da saída por um simples motivo a imprensa, ao menos no Brasil, não divulgou. Eu , ao contrário da maioria, me dei ao trabalho de procurar a argumentação de ambos os lados, de conhecer os motivos racionais-lógicos de cada lado e por conhecer é que te digo que a imprensa deu uma visão parcial dos motivos e mesmo errada do que é o brexit.
        E para completar da mesma forma que é engraçado um brasileiro comum apoiar a saída da UE é tb engraçado um que apoie a permanência.

        Eu apoiaria uma saída do Mercosul caso ele não mude seus rumos.
        O Mercosul sonhado e prometido nos anos 90 e início dos 2000 não é este que vemos agora, o Brasil esta a reboque dos acontecimentos e só levando na b****. Como maior economia, maior população, maior extensão e maior peso da região e do Mercosul deveria sim dar as cartas.

        Mas durante estes últimos 13 anos só ficamos de 4 para eles.

  • pedro rt

    esse boicote vai durar pouco, so quem vai perder com isso nao e o BREXIT e sim toda a UE, com menos paises escorados em pedir ajuda a chances da inglaterra crescer ainda mais sao maiores vendo isso a medio e longo prazo

    • Gabriel Daveran

      Eu acredito que uma mudança da UE para com mudanças econômicas e de imigração serão feitas. É bem clara a posição que o bloco perdeu força, mas não que será fraco. Uma nova capital financeira será eleita logo mais. Condordo que os países economicamente são esses , porém em todos eles dê uma olhada em :
      – Índices de desenvolvimento humano
      – Índices de desenvolvimento técnologico
      – Número de escolas e centros universitários

      Ok . Agora vamos lá , com todas essa informações , agora vamos colocar :

      – Infraestrutura – transporte sobre trilhos( em kilometros )
      – Segurança pública
      – Serviços públicos que realmente funcionam

  • pedro rt

    so quem e rico na europa e a alemanha e frança o resto e tudo meia boca ou pobre e depende dos ricos em sua economia

    • th!nk.t4nk

      Ah tá, vamos ignorar completamente a existência dos países nórdicos então, além da Holanda, Suíça, Áustria, etc. A maioria são países fortes na realidade. Existe sim o leste europeu, mas são bastante estáveis e têm crescido ano a ano. Não confundir com países quebrados, como Espanha e Grécia. Estes sim são minoria.

      • fschulz84

        Exatamente… Países do centro leste europeu cresceram muito nos últimos 20 anos. Investiram pesado em turismo (Rep. Checa, Hungria, Croácia, Montenegro, Eslovênia e etc) e também em produção (Eslováquia, Romênia).

        Podem não ser “ricos” como a Áustria, por exemplo, mas já possuem indíces muito melhores que aqueles apresentados após a dissolução dos blocos comunistas.

  • Tosoobservando

    Vai sair a GM e vai entrar uma chinesa, alguma indiana, ou uma deles proprios, nao duvido que com essa independencia as montadoras britanicas tenham incentivo pra voltar a fabricar por conta propria. O Brasil devia fazer o mesmo em vez de ficar dando beneficios para as montadoras instaladas aqui, em detrimento do consumidor e do livre mercado.

    • th!nk.t4nk

      Não entram. Louco nenhum vai querer construir fábrica num país europeu que está fora do principal bloco comercial do continente. Seria extrema estupidez. Você pode montar a fábrica em qualquer outro país da UE e simplesmente exportar pro UK, o que faz muito mais sentido do que se quebrar todo pra exportar pra dezenas de outros países que dependem de acordos comerciais à parte.

      • Tosoobservando

        Estupidez? Vc esquece que no momento o maior mercado em expansão do planeta está na Asia, estupidez é depender do bloco e ficar sustentando burocratas dele, igual o Brasil faz com o falido mercosul.

        • th!nk.t4nk

          Aham, diz isso pra avalanche de empresas que estão fazendo planos pra cair fora do UK, e para as que estão optando cada vez mais por fixar fábricas na UE. Todos devem estar errados então, claro :)

          • Tosoobservando

            Calma meu amigo, no inicio vai ter esse nervosismo todo, as ameaças, etc.. assim como acontece aqui, as montadoras nao ameaçam o governo falando que vao fechar se nao derem beneficios? (depois fecham mesmo assim alegando crise). Se o nosso governo fosse mais livre e responsavel nao iria nessa onda e incentivaria o livre mercado. Vao umas e vem outras melhores.

            • th!nk.t4nk

              A longo prazo é a mesma coisa. Continuará fora do bloco, continuará como má opção de investimento pra quem visa exportar. Sò valerá a pena pra quem pretende vender no mercado local 100% de sua produção (humm a empresa de batatas talvez?).

              • Tosoobservando

                Aguarde..

  • DINEIROO

    Blocos econômicos não têm êxito. Fizeram o correto saindo.