Chevrolet EUA Híbridos Sedãs

GM prepara Novo Cruze Hybrid – Seria a chance do Mercosul ter um híbrido local?

novo-cruze-usa-1

A GM já anda testando a versão híbrida do Novo Cruze. O sedã da Chevrolet em breve terá uma opção ecológica no mercado americano, que poderia ser compartilhada com outros mercados, especialmente China e Brasil.

Ainda não se sabe qual o propulsor do Novo Cruze Hybrid, mas apostas são no novo 1.5 Ecotec usado no Novo Volt ou no 1.8 Ecotec do Novo Malibu Hybrid. O primeiro entrega 101 cv, enquanto o segundo despeja 140 cv.

Equipado com baterias de lítio e um motor elétrico combinado, o Novo Cruze Hybrid terá interior igual ao do modelo a gasolina, destacando-se a multimídia MyLink com Car Play e Android Auto, OnStar e um aplicativo de gestão de energia, entre outros.

Com a produção do Novo Cruze na Argentina, a versão Hybrid poderia ser fabricada também na região, chegando aqui sem imposto de importação ou IPI majorado. Se o projeto de IPI zero para elétricos e híbridos que tramita no congresso, levar em consideração produto do país vizinho, então o modelo poderia chegar com um preço realmente competitivo.





  • Pacheco

    Seria otimo. Porem deve vir no preço do Fusion Hibrido.

    • Deadlock

      Deviam lançar carros menores híbridos ou elétricos, pois vão ter um bom mercado no Brasil, tendo em vista que o povo vai ter que continuar sustentando uma petrolífera falida (o petróleo é nosso?), ou seja, vão continuar cobrando os olhos da cara dos combustíveis por aqui, ou até aumentando os preços, enquanto o resto do mundo aproveita os preços baixos do petróleo.

      • Peninha

        Tambem acredito que deviam lancar carros menores, mas o ponto é que carros elétricos e híbridos são mais caros, e sem apoio fiscal do governo, eles irão continuar restritos.

        Em outras palavras, mesmo se lançassem aqui um Leaf, seu valor seria comparável ao de sedans médios topo de linha, o que o afastaria do perfil do comprador de carros pequenos e o transformaria num carro de nicho.

        • Pacheco

          Por isso que acho que deveriam lançar Up, Ka e Onix hibrido. A Ford deveria investir no Ka e Fiesta com motor Hibrido.

      • ObservadorCWB

        Cara, estive nos EUA recentemente e até os grandalhões SUVs de lá já possuem modelos híbridos.

        • Deadlock

          Sim, lá muitos têm consciência ecológica, apesar da gasolina barata a *US$ 0,52/L. o Prius vende horrores por lá e eles gostam de desfilar nesses híbridos. Além disso eles têm incentivos.

    • Peninha

      Ao contrario, o Fusion é de um segmento acima (sedan grande), entao o Cruze vai ser necessariamente mais barato. Seria na verdade uma otima pedida, possuo atualmente um Fusion Hibrido e o carro é sensacional. Faz por volta de 15km/l na cidade e 18Km/l na estrada, sem pisar muito.

      Com a gasolina beirando os R$4,00, é uma economia e tanto.

      • duduEAS

        Qual foi a diferença de preço entre ele e a versão 2.0 turbo? Essa diferença é viável?

        • Rude Voleur

          É uma boa pergunta, mas a diferença tende a tornar-se cada vez mais viável à medida em que o preço da gasosa aumenta e não dá sinais de que vá baixar.

        • Peninha

          A diferenca é em torno de 7 mil reais (menos se negociado melhor). Com a gasolina a R$ 4,00, essa diferenca se paga rodando menos de 16 mil Km.

          Dependendo de quanto voce roda entao, em 1 ano isso se paga.

          • Pacheco

            Sem falar todo o conforto que o Hibrido proporciona. Eu acredito que vale muito a pena.

            O problema é saber como esse carro vai estar usado daqui a 5 anos.

          • Deadlock

            Excelente negócio, achei pequena a diferença considerando o preço do Fusion a gasolina.

      • Pacheco

        Então amigo… o problema é que o Fusion é “barato” no Brasil.

        Se oCruze LTZ 1.4 ja falam em 110 mil reais, não duvido que o Hibrido chegue a uns 130 mil.

        • Gustavo73

          E.você acha que o Fusion não irá subir de preço?

    • Boleta7

      Acho que viria por menos. Além de ser um carro menor, pode ser fabricado no mercosul, oq ajudaria bastante no preço.
      Não to dizendo que vai ser uma pechincha, mas acredito que não vai ser uma exorbitância.

  • Wolfpack

    Contra qquer tipo de incentivo a qquer montadora ou tipo de veículo. Tirar dinheiro dos impostos para dar pra montadora, só na Banania mesmo.

    • Gustavo73

      Negativo, elétricos e híbridos tem desconto nos impostos no mundo todo. A questão aqui é que os descontos não cheg ao consumidor.

    • Rude Voleur

      O mundo inteiro dá incentivos fiscais a estes veículos para que se tornem atrativos para o consumidor, justamente porque custam mais caros. Alguns países dão descontos até no imposto de renda do consumidor que compra um elétrico ou híbrido

  • Rodrigo A.

    Com este novo governo argentino, não seria nada impossível que isso acontecesse.

  • V12 for life

    A questão principal é, será que haverá vendas suficientes para justificar a produção na Argentina já que mesmo que seja aprovado esses incentivos a tecnologia por si só já é mais cara, ainda mais tendo que importar motores e bateria.

    • DiMais

      podendo ser exportado para outras regiões pode ser rentável, a moeda argentina anda em baixa também, logo está barato produzir por lá e o novo governo pode ajudar dando um empurrãozinho nas exportações.

    • 4lex5andro

      o peso argentino vale trinta centavos de real, fora que o conjunto de tributos lá é mais simples que o brasileiro ..

      nao por acaso varios carros de maior valor agregado (como fluence, focus, peugeot 408, c4 sedan) tem sido produzidos na argentina , onde perdem menos valor em impostos, ate chegar nas nossas concessionarias..

  • Rude Voleur

    Eu não acho que essa ideia de híbrido vá colar na cabeça do consumidor “médio” pelos próximos 15 anos. O Brasil é um país que evolui a passos de tartaruga em termos de mentalidade.

    – Por que eu pagaria a mais por um híbrido, se eu posso comprar um motor projetado 20 anos atrás e andar do mesmo jeito? E como é que Zezinho da oficina vai saber mexer nisso? E vai ter peça na loja do Djalmão? E na hora da revenda?

    Aí a coisa vai…

    • Pacheco

      Isso vai mudar de forma forçada com a gasolina custando 5 reais até Dezembro.

      Quando descobrirem os Hibridos que são economicos e rendem mais, uma grande parcela dos consumidores irão se interessar.

    • Castle_Bravo

      Petróleo por menos de US$30.00, o carro híbrido vai morrer em todo mundo, quem sabe daqui há algumas décadas?

    • pgoytaca

      Nunca pesquisei, mas a manutenção dos híbridos deve ser bem pesada. Digo isso porque deve ter toda a manutenção dos motores convencionais mais a troca ocasional do conjunto de baterias, que devem ser bem caras e para mim tira um pouco essa áurea de carro “limpo”. De qualquer forma quanto mais opções melhor, cada um escolhe o que é melhor pra si.

  • DiMais

    o que sempre disse ser sensato, ter versões elétricas/híbridas/alternativas dos carros convencionais ajudaria muito mais na aceitação desse tipo de propulsão com o público geral e não bizarrices como Leaf ou Prius (que ok, tem melhores acertos aerodinâmicos e as pessoas percebem de longe que o proprietário é ‘cool’).

  • Antonio

    Porque deixar o Brasil para privilegiar a argentina?
    A GM deveria repensar na origem do CKD desse novo cruze, onde tudo mostra que e mais viável a montagem desse carro aqui.
    Primeiro porque ela está sendo negligente consigo mesma, e segundo, e por dar preferencia para a montagem na argentina, isso soa como um jogo sujo, politicamente falando, ate parece que ela esta aparelhada com o golpe neoliberal contra um pais que lhe serviu e serve de berço quando lhe é conveniente, são muitos itens favoráveis aqui e muitos contra lá, começando pela comparação em ganho por conversão das moedas, o peso argentino x o no$$o real, para quem quer exportar, pagar com a moeda estrangeira em qualquer produto aqui e no minimo 20% mais barato que qualquer outro pais industrializado, outro fato e que a gm tem dois parques de montagem aqui que está ficando ocioso, e terceiro e que se querem competirem em novidade, tem de fazer como a japonesa Honda esta fazendo, vai continuar a montar seu novo Civic aqui, uma mega ckd de montagem em Itirapina sp, parabéns a Honda, por usarem a razoabilidade e não as picuinhas pioiticas latino-americanas.

  • Antonio

    Porque deixar o Brasil para privilegiar a argentina?
    A GM deveria repensar na origem do CKD desse novo cruze, onde tudo mostra que e mais viável a montagem desse carro aqui.
    Primeiro porque ela está sendo negligente consigo mesma, e segundo, por dar preferencia para a montagem na argentina, isso soa como um jogo sujo, politicamente falando, ate parece que ela esta aparelhada com o golpe neoliberal contra um pais que lhe serviu e serve de berço quando lhe é conveniente, são muitos itens favoráveis aqui e muitos contra lá, começando pela comparação em ganho por conversão das moedas, o peso argentino x o no$$o real, para quem quer importar, pagar com a moeda estrangeira em qualquer produto aqui e no minimo 20% mais barato que qualquer outro pais industrializado, outro fato e que a gm tem dois parques de montagem aqui que está ficando ocioso, e terceiro e que se querem competirem em novidade, tem de fazer como a japonesa Honda esta fazendo, vai continuar a montar seu novo Civic aqui, uma mega ckd/skd de montagem em Itirapina sp, parabéns a Honda, por usarem a razoabilidade e não as picuinhas politicas latino-americanas.

    • Deivid

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.
      Quanto cobra pelo show de standup?

      • Antonio

        Bem mais do que a .. lhe pagou para ofuscar o focus que ilumina esse labirinto, como> vassoura de PALHA e bucha de AÇO

    • kravmaga

      “politicamente falando, ate parece que ela esta aparelhada com o golpe neoliberal contra um pais que lhe serviu e serve de berço quando lhe é conveniente”

      O Macri, mesmo com pouco tempo de governo, está dando um banho nos governos petistas, que estão só afundando o país na lama e miséria.

      Agora a Argentina está com o papa, um presidente bom, tem vinhos e carne melhores que os nossos e ainda por cima fabrica a maioria dos melhores modelos que são vendidos no Brasil. Só falta dar um 7×1 na seleção brasileira de futebol para acabar de vez.

      • rvmattos

        lacrou!

      • Antonio

        Vai com eles, e já vai tarde! pois toda essa fantasia macrista que lhe enfeitiçou, tem duração de uma estação, corra! pois o picolé do maná neoliberal logo comerá a se derreter

  • Gabriel

    Se o negocio é ecologia e economia, podia ser feito com o ecotec 1.0 turbo em conjunto com o motor elétrico, seria ainda mais econômico.