Holden Sedãs

Holden anuncia fim de linha do Commodore para setembro

holden commodore

A Holden anunciou de forma oficial nesta semana que deixará de produzir o Commodore. O sedã deve abandonar a linha de produção no dia 13 de setembro. Apesar disso, a montadora prepara a chegada de uma nova versão do modelo no mercado.

O novo Holden VF Commodore Series II deve começar a ser vendido em outubro e oferecerá um novo painel, com direito a uma versão atualizada do sistema de entretenimento. Além disso, a versão SS ganhará um motor V6 supercharged de 6.2 litros e sistema de freios Brembo, escape bimodal, volante com borboletas no modelo automático, entre outros.

Ao que tudo indica, a Holden contará com um enorme estoque de modelos VF Series II, que deve durar até 2018.





  • V12 for life

    Seria um V8 supercharger não? A GM não tem um V6 6.2 mas sim V8, e nos Estados Unidos o SS com esse equipamento é esperado a muito tempo, inclusive que deve chegar próximo dos 588cv oferecido pelo Camaro ZL1.
    É uma pena não ter mais interesse das marcas generalistas em produzir veículos dessa categoria aqui, seria um bom motivo para tocar o projeto de um possível acordo automotivo com Estados Unidos e Canadá.

    • Bittencourt

      Realmente, tudo indica que seja um V8 na verdade.

    • Alessandro Rodrigues

      Sim, será um V8 LS3.

  • Paulo_Lustosa

    Esse V6 Supercharged de 6.2L não será um V6 3.6 biturbo no lugar?

    • Alessandro Rodrigues

      Não, será um V8 LS3.

      • Paulo_Lustosa

        Mas o Commodore já usa o LS3 nas versões R8, Clubsport R8 e Senator Signature, fora o LSA no GTS, sendo que na série VF II irá para o V8 LT1 aonde usava o LS3 e o LT4 aonde usava o LSA. Acho bem provável usar uma versão de baixa potência do LT1 no SS se permanecer o V8, ou se não o uso do V6 3.6 Alloytec biturbo amansado em relação aos Cadillac para receber gasolina comum, que é o diferencial do SS em relação aos que citei acima, que fazem parte da linha HSV e usam combustível premium, ainda atualizando o resto dos motores para injeção direta, como aconteceu com a série VEII quando atualizou os 3.6 V6 de injeção multiponto pra injeção direta.

        • Alessandro Rodrigues

          Agora que tu comentou, realmente, não tinha lembrado que o LS3 já era usado. A notícia que eu vi era desatualizada. Em busca de informações corretas, o que encontrei foi que o novo motor será um L99, um up do LS3. Pelo que li, serão 421cv a 5900rpm. As opções de desligamento de cilindro estarão presentes. Mas basicamente continuará sendo o mesmo V8 6.2, com up’s pontuais. Me parece também que agora será compatível com o combustível E85. Esse motor será usado no Caprice, também.

          • vini_B

            Sem LT1? Uma pena..

            • Alessandro Rodrigues

              Pois é, eu sinceramente esperava que fossem utilizar o LT1.

          • Paulo_Lustosa

            Será que não vai ser 408 cv não? Que o L99 é usado no Camaro, embora acho que poderá ser usado também o Ecotec3 de 420 cv amansado, que embora seja um motor projetado pra pickup, o corte de 6300 rpm e o fato dela queimar gasolina comum e etanol já facilita bastante.

            • Alessandro Rodrigues

              O L99 gera de 304 a 310kW, o que daria potência de 309 a 421cv. Fica a incógnita sobre como a GM aproveitará isso. Creio que o tipo de gasolina e alguns pequenos ajustes, ele deverá entregar os 421cv tranquilamente.

        • vini_B

          Acho difícil usarem o 3.6 Alloytec/High Feature TwinTurbo, esse motor por mais que seja de essência da GM (quando aspirado) ele tem suas variações, o LF3 e LF4 foram tunados pela Cadillac portanto pertencem à ela, do jeito que a Cadillac é egoísta duvido muito que irá compartilhar uma tecnologia sua com a Holden do qual ela não tem nenhuma grande ligação. Os novos LT1 e LT4 deverão entrar em cena como você mesmo disse, são ótimos motores e com certeza o 3.6 TwinTurbo da Cadillac não fará falta alguma.
          Quero mesmo ver é a nova geração do LS7, o HSV W427 é um sonho de consumo!

          • Paulo_Lustosa

            Sobre o 3.6 V6 TT da Caddy acho impossível também, porém vale lembrar que esse motor foi projetado na Austrália e apareceu primeiro num protótipo chamado Holden Torana TT36, que usava esse motor biturbo com injeção multiponto e 375 cv. Se o carro a GM da Austrália quiser continuar a oferecer o modelo e transferir a produção para os EUA como vai ser feita pro Chevrolet SS, pode ser que isso se torne uma realidade, mas é apenas especulações.

            • vini_B

              Vendo o que vocês disseram ali em cima acho que consegui entender mais, eu dei uma pesquisada e vi que esse L99 existe mesmo desde 2010 na versão automática do Camaro SS, na verdade a Holden que está atrasada em relação aos motores, o atual 6.0 L77 é uma variação do antigo LS2 e possui no máximo 367cv, ou seja, o 6.2 LS3 só vai entrar em cena agora com 421cv para o Holden Commodore SS.

              O 6.2 LS3 só equipava o HSV VF R8/R8 SV/Senator e Chevrolet SS, então se o Holden Commodore SS irá só agora evoluir para o LS3/L99 então o próximo passo para o HSV VF e Chevrolet SS será o LT1 de Geração V, já que ambos já possuem a última versão do 6.2 LS3 de Geração IV.

              Agora a grande incógnita mesmo é em relação ao HSV VF GTS e Vauxhall VXR8 GTS, tanto eles quanto o Camaro ZL1 deverão usar o LT4, mas e a potência? Se tiverem a mesma potência do Corvette Z06 e CTS-V será um problema..

              Sobre o conceito apresentado pela Holden eu não tinha conhecimento mas talvez seja uma modificação feita por eles mesmos, assim como a Cadillac modificou o 3.6 Alloytec/High Feature de forma independente.

              Pela lógica vai ficar mais ou menos assim:
              Holden Commodore SS – 6.2 V8 LS3/L99 421cv
              HSV VF R8/R8 SV/Senator e Chevrolet SS – 6.2 V8 LT1 461cv
              HSV VF GTS e Vauxhall VXR8 GTS – 6.2 V8 Supercharged LT4 649cv

  • Foxtrot

    O Commodore UTE também vai sair de linha?

  • vini_B

    Pensei que iria sair de linha definitivamente, poderiam somente colocar no título que ele seria reestilizado como qualquer outro modelo.

    • celso

      Exatamente, é isso que o título sugere: o fim de linha.
      Mas não passa de uma repaginada no modelo.
      Péssimo título.

      • Leandro Cazzeri Sasso

        Concordo com vocês. O título se refere à morte da linha toda, mas na verdade se trata de que uma nova geração vai vir… Chegou a me dar uns momentos de tristeza. Adoro esse carro! Mas N.A, você viajou nesse titulo!

        • vini_B

          Esse carro nem precisa de reestilização, só uma mudança para novos motores seria ótimo, carro perfeito!

  • Gabriel

    Então é possivel que o Chevrolet SS no EUA passe por mudanças tbm?

    • Alessandro Rodrigues

      O L99 não é exatamente ”novo”. Os carros da Holden, na questão de motorização estavam um pouco atrasados em relação aos EUA. Creio que lá, já seja usado o L99 desde 2014.

  • Sandro

    Tomara que o novo modelo não seja algo com cara de ovo coisa comum em todos os carros atuais. Carro com cara de carro e não de porcaria é coisa rara no mercado automobilístico atual.