Híbridos Honda Japão Sedãs Tecnologia

Honda anuncia Clarity com condução autônoma

honda-clarity-autonomo-1

A Honda anunciou que apresentará o sedã híbrido Clarity no evento G7 Ise-Shima Summit. O modelo movido por células de combustível deverá apresentar alto nível de automação para condução em ruas e estradas, mas provavelmente de forma limitada.

A Honda não deu detalhes sobre o Clarity autônomo, mas a escolha do sedã abastecido por hidrogênio é uma forma de mostrar o futuro que a marca japonesa deseja. Um avançado software de gerenciamento de dados controlará diversos sistemas hoje existentes, tais como alerta de mudança de faixa, alerta de colisão, controle de cruzeiro adaptativo, estacionamento automático, reconhecimento de sinais de trânsito, entre outros.

Câmeras de alta resolução e radares farão uma varredura em torno do veículo, detectando outros carros, pedestres, ciclistas, motos, etc. Além disso, deve reconhecer semáforos e observar o desenvolvimento do tráfego para melhor orientação. Hoje em dia, com navegadores dando informações de tráfego, a tecnologia deve também aproveitar essas informações para traçar sozinha uma rota mais rápida e segura, independente do condutor.

O Honda Clarity faz parte do programa FCV e será vendido inicialmente apenas no Japão e nos EUA, mais especificamente na Califórnia, onde seu preço será de US$ 60.000 (sem incentivos) e terá ainda um plano de leasing de US$ 500. A recarga de hidrogênio será garantida por três anos e o tempo para encher o tanque é de somente 3 minutos. A autonomia é de 480 km.





  • Felipe

    Haja saquê pra abastecer esses estúdios de design automotivo no Japão!

  • CanalhaRS

    Esse deve ser do mesmo desenhista que fez o novo Prius. Impossível ficar mais feio.

  • francis

    Tem que aprender muito com os Tesla….

  • GPE

    Que susto!

  • Gustavo Miranda

    Puxa, o conceito original é tão bonito, nem precisava de retoques para lançar. Realmente há um certo receio nas empresas que possuem a maioria do portfolio dependente de gasolina em fazer um carro elétrico atraente…

  • Redpeak77

    Acho que se eliminassem essas duas “entradas de ar” nas laterais, iria limpar bastante o desenho, se é que existe necessidade delas.
    Uma coisa é certa… se desenvolverem sistema de condução autônoma para rodar no Japão, o mesmo deve conseguir rodar até no Brasil, já que lá muitas ruas não tem calçadas por serem muito estreitas e nelas os postes se misturam aos pedestres às bicicletas e aos carros estacionados…