Honda Mercado

Honda consegue recorde de vendas no Brasil em 2015; HR-V foi destaque

novo-honda-hr-v-NA-test-drive (4)

Graças ao HR-V, a Honda fechou 2015 com recorde de vendas. Durante o ano passado, a montadora japonesa conseguiu comercializar 153.395 veículos no mercado brasileiro, superando a marca de 2013, até então o melhor ano da empresa no País. Com isso, a marca teve alta de 11% em relação ao ano anterior e um market share de 6,2%, o maior da sua trajetória por aqui.

O Honda HR-V foi responsável por 33,3% das vendas da fabricante, com 51.159 unidades emplacadas, se posicionando na liderança entre os modelos da marca e também entre os SUVs compactos. O segundo modelo mais vendido da empresa foi o Fit, com 42.485 vendas, seguido do City, com 26.413, e o Civic, com 31.101. Os importados CR-V, Accord e Civic Si somaram, juntos, 2.225 emplacamentos.

Nas vendas para modelos com necessidades especiais, foram 15.737 veículos em 2015, um aumento de 60% em relação a 2014, também o melhor ano de vendas nesse segmento até então. O City foi o carro mais vendido para esse público, com 7.490 exemplares comercializados.

“Em períodos de instabilidade econômica, o cliente busca um produto de qualidade aliado a um conjunto de serviços e diferenciais que proporcionem mais segurança e custo-benefício no momento da compra. Uma rede de serviços pós-venda consolidada, estrutura eficiente de distribuição de peças, eficiência no consumo de combustível e bom valor de revenda são alguns atributos que diferenciam os nossos produtos e serviços e contribuem para a preferência do consumidor pela nossa marca”, disse o vice-presidente Comercial da Honda Automóveis, Roberto Akiyama.

Para 2016, a Honda espera vendas estáveis, no mesmo patamar do ano anterior.





  • EJ

    Valor da marca aumentando ainda mais no Brasil após notícias como essa. O lado ruim é que cada vez mais o fabricante ganha carta branca para cobrar o preço que quiser. Porém como a Honda tem até fábrica pronta que não está sendo utilizada ainda, que continue prosperando, o país está numa fase terrível.

  • Zé Mundico

    Resumindo: carros bons, confiáveis, na medida certa, boa revenda e bom pós-venda. Resultado: marca consolidada no mercado.
    Ah, tá caro?… então compra Fiat!

    • Rodrigo

      Tipo isso…

    • kravmaga

      Mas eu ficaria mais satisfeito se a Honda estivesse conseguindo esses recordes com a venda de Accords ou Civics.

      O HR-V não é um carro ruim, mas é caro demais e oferece pouco (como é regra no segmento de SUVs). Mas realmente é uma compra melhor do que os concorrentes do segmento para a grande maioria das pessoas.

      E já vi que a meta do ano deverá ser a venda do Civic com motor 2.0 mesmo, porque o 1.5 turbo ficará só para dar mais valor ao modelo.

    • Junoba

      Como se Fiat fosse barato…

    • fbl

      boa.

  • Lord Saboteaur

    Um amigo meu trabalha na Honda, ele comenou que no discurso do fim de ano, o presidente falou que a formula de sucesso foi: muito trabalho em equipe, nao vender carros populares (nem apostar nesse mercado/classe), oferecer produtos de alta qualidade e ao inves de dar descontos de IPI e tal dar um pos-venda de primeira…

    • Rodrigo

      Em algum momento de 2014 ou 2015 (não estou bem certo) o presidente da Honda mundial afirmou que o objetivo da marca para os próximos anos é melhorar a qualidade de seus produtos e serviços ao invés de focar em maior volume de vendas. E acho que estão certos. Cliente satisfeito não muda de marca. E o boca-a-boca é a melhor propaganda.

    • alexandre

      É por aí mesmo. O segmento na qual a Honda atua é menos sensível à primeira onda da crise, que tá aniquilando o poder de compra da classe menos favorecida.

    • fbl

      Como os carros para os consumidores do mundo real são para alguns anos e não para um simples teste de pista, as pessoas optam pela robustez e pos venda confiavel da honda e da toyota por exemplo. O sucesso dessas marcas com HRV e Corolla é totalmente explicavel. Nao adianta ter 178cv e um cambio tosco, um pos venda tosco…a má fama se espalha rápido…rsrs

    • kravmaga

      O problema de vender carros populares é que a venda deles exige grande esforço de vendas. No caso de pessoas físicas, os esforços são voltados para financiamentos com taxas mais baixas e mais prestações. E no caso de pessoas físicas, precisam dar descontos generosos para vencer licitações e concorrências.

  • Notem que em nenhum momento a marca falou em preço mais baixo que os concorrentes. Ou seja, o objetivo é ter um pós venda melhor que a concorrência e cobrar por isso. E olha que empresas que pensam dessa forma no Brasil estão indo longe. Aqui no RS tem uma rede de supermercados Bourbom (ZAFARRI) que cobra mais carro que a concorrência, todavia organização e atendimento da de 10 a zero.

    • Robson Rogerio

      E estão chegando em SP, aqui na zona oeste tem o Shopping Bourbon e o Zaffari fica dentro do shopping.

  • Martini Stripes

    E tem gente falando que não inaugurou Itirapina por causa de vendas. Eu acho que é estratégia de mercado mesmo, pq antes iria pra algum outro mercado que não atendeu as vendas. E com a alta do dólar, precisaram sentar e refazer contas pra onde mandariam o carro.

    • Rodrigo

      Se os japas da Honda forem espertos (e tenho certeza que são), aproveitariam a desvalorização do R$ para intensificar as exportações.
      E estão dizendo por aí que um novo SUV abaixo do HR-V está sendo exaustivamente testado para ser apresentado já esse ano no Salão do Automóvel. E estão dizendo também que não será um remake do Fit Twist, apesar do Fit servir como base… Pode até ser que o motor 1.0 Turbo Eathdreams estreie nele.

  • João Carlos

    Em que pese a confiabilidade da marca e o pós venda, mas R$ 82.900,00 é muito para um carro sem ar condicionado automático, comandos no volante, pintura no cofre do motor, e nem um mero indicador de temperatura externa. Um carro pra quem é fanático pela marca, nunca teve um carro ou gostou somente do estilo externo e está na onda dos suves.

  • Airplane

    Com a eleição do novo Civic como o Carro do Ano 2016 nos EUA a Honda vai vender mais ainda quando ele for lançado aqui.

  • Cesar Mora

    Honda e Toyota mostraram como se consagrar o mercado Brasileiro… diga-se a Hyundai esta seguindo muitos dos passos e hoje já consegue resultados bem consistentes, VW e Ford eu vejo como as que mais sofrem das 4 grandes, uma vez que a Fiat assumiu para sí a fatia de baixo do mercado e a GM tem um publico muito fiel. se as duas ( Ford e VW ) não mudarem a forma de ver o mercado, vão estar em poucos anos disputando uma posição de coadjuvante apenas…



Send this to friend