Home Hatches Honda prepara terreno para produzir Brio, diz jornal


Honda Brio na linha de produção Honda prepara terreno para produzir Brio, diz jornal




Ao contrário do que havia sido divulgado anteriormente, a Honda não transferiu a maior parte da produção do City de Sumaré (SP) para sua fábrica na Argentina para ampliar o volume de produção do Civic no território nacional. Pelo menos é o que indica o jornal Brasil Econômico, que revelou que a marca japonesa prepara terreno para produzir o Brio, compacto de baixo custo vendido na Índia, que poderá chegar por aqui para brigar com os futuros Toyota Etios e Hyundai HB20.

“Este ano vamos continuar a produzir o Civic e o Fit no Brasil. Há mercado no país para absorver a produção maior desses modelos. Em 2013, vamos negociar um novo carro”, diz Jair dos Santos, presidente do sindicato dos metalúrgicos de Campinas e região. Atualmente, a unidade paulista produz 620 carros por dia. Com a chegada do Brio na linha de produção, esse número deverá saltar para 700 unidades diárias. A Honda espera fechar 2012 com 138 mil carros produzidos por lá.

Vale ressaltar que o Brio utiliza a mesma plataforma dos irmãos maiores Fit e City, o que viabilizaria a produção do compacto na unidade de Sumaré, assim como na fábrica hermana da Honda, já que o sedã está sendo fabricado por lá. Com isso, cogita-se que a produção do Honda City se torne uma exclusividade da planta argentina, dando um espaço ainda maior para o Brio no Brasil, atendendo tranquilamente a demanda do mercado.

No mercado indiano, o Brio é oferecido nas versões E, S, S (O) e V. Os preços vão de R$ 14.500 a R$ 18.700. O Honda vem equipado com o motor 1.2 litro i-VTEC com 88 cv de potência e 11,2 kgfm de torque. De acordo com o fabricante asiático, o Brio roda até 18,4 quilômetros com um litro de gasolina. Já no Brasil, espera-se que o carro se posicione em uma faixa de preço entre R$ 35 mil e R$ 45 mil, talvez com os motores 1.4 e 1.5 que equipa o Fit.

[Fonte: Brasil Econômico]


Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.