A Hyundai suspendeu a implantação de uma fábrica de equipamentos pesados no interior do Rio de Janeiro, segundo o Diário do Vale. O secretário de Indústria, Tecnologia e Serviços da Prefeitura de Resende, Edgar Moreira, recebeu um e-mail de um diretor do grupo coreano Hyundai, informando que o projeto foi suspenso.

A mudança na posição da Hyundai pode ter como um dos motivos uma pendência envolvendo a cobrança de uma dívida de R$ 1,7 bilhão da Asia Motors. A marca pertence à Kia, que por sua vez é controlada pela Hyundai.

O débito se refere à diferença do imposto de importação: montadoras que têm fábricas no Brasil pagam a metade desse tributo para trazer seus veículos produzidos fora do país, em comparação com quem não tem fábricas locais.