Home Avaliações Imagem sofisticada do C4 Lounge anima as vendas da Citroën entre os...

citroen-c4-lounge-branco (2)

A concorrência entre os sedãs médios é das mais acirradas no mercado brasileiro. Foi exatamente para recuperar a boa fatia que tinha neste segmento que a Citroën lançou, em agosto último, o C4 Lounge. Na época, sua função era reconquistar as vendas do antecessor C4 Pallas nos áureos tempos das 1.200 unidades mensais, no final da década passada, e ainda acrescentar 25% ao total. A realidade, porém, teima em desmentir projeções.

O sedã da marca francesa tem cumprido a média de 900 emplacamentos por mês. Melhor que as 500 unidades do antecessor no fim de vida, mas longe das 1.500 previstas. Do total entregue até agora, 57% tem motorização 2.0 16V. Em toda a linha, a versão Tendance responde por 49%, a top Exclusive responde por outros 49% e para a básica Origine sobram apenas 2%.

Esse desequilíbrio entre as versões, a favor das mais luxuosas, tem um bom motivo: os modelos Citroën são vistos no Brasil como sofisticados. Foi essa imagem, inclusive, que sustentou o mercado para o extinto Pallas. Nesse ponto, o Lounge cumpre muito bem o papel sucessório, com a vantagem de ter um desenho bem mais equilibrado. No total, o modelo atual é 15 cm menor, mas mantém a mesma distância entre-eixos, de 2,71 metros.

citroen-c4-lounge-branco (1)

A frente ostenta a identidade visual global da marca usada atualmente, com grade emoldurada por frisos cromados que desenham, ao centro, os “chevrons” do logotipo da Citroën. Vincos bem pronunciados no capô e nas laterais empregam ao carro um toque mais agressivo e, ao mesmo tempo, imponente. Na frente, luzes diurnas de led formam um “L”, enquanto a traseira ostenta lanternas bipartidas com filetes de leds ligadas por um friso cromado. Tudo bem requintado.

Assim como o exterior, o interior do C4 Lounge também chama atenção pela beleza. O painel de todas as suas versões traz um material emborrachado similar usado no luxuoso hatch premium DS4. Mas além da estética refinada e do acabamento esmerado, faltam motivações tecnológicas para elevar o valor do carro a quase R$ 70 mil. Há apenas dois airbags frontais e o rádio, apesar de contar com CD player, MP3 e Bluetooth, tem um aspecto simples demais, sem muito charme. Destaca-se o ar-condicionado dual zone com saídas traseiras.

citroen-c4-lounge-branco (3)

O motor é o robusto 2.0 16V flex que animava o Pallas e que empurra a versão Allure do sedã Peugeot 408. O propulsor entrega 143 cv abastecido com gasolina e 151 cv com etanol no tanque. E tem seu torque máximo em 20,2 kgfm e 21,7 kgfm com gasolina e etanol a 4 mil rpm. O trem de força se completa com a transmissão manual de cinco ou automática de seis marchas, bem superior à utilizada no C4 Pallas, que tinha apenas quatro velocidades.

Sem opcionais disponíveis, o C4 Lounge Tendance Auto 6 tem preço de R$ 68.990. O francês encontra como principais concorrentes justamente os conterrâneos, em função da proximidade de preços. O 408 Allure automático custa R$ 67.990, enquanto o Renault Fluence sai a R$ 69.899 na versão Dynamique 2.0 CVT.

citroen-c4-lounge-branco (4)

Mesmo assim, a liderança no segmento de sedãs médios ainda está nas mãos de Honda Civic e Toyota Corolla, que têm preços bem mais elevados e motores mais fracos. Na sequência do ranking, vem o Chevrolet Cruze – nas três primeiras posições estão os sedãs médios “made in Brazil”.

Ponto a ponto

Desempenho – Os 143/151 cv com gasolina e etanol gerados pelo motor 2.0 se mostram justos na hora de mover os 1.489 kg do C4 Lounge. A aceleração de zero a 100 km/h ocorre em bons 9,6 segundos (8,9 s na versão com câmbio manual) e a velocidade máxima é de 208 km/h. As arrancadas são bem eficientes, mas as retomadas nem tanto. Mesmo pequeno, há um “delay” perceptível entre as pisadas no acelerador e as respostas do câmbio que aparece principalmente nas ultrapassagens. Nota 7.

Estabilidade – A suspensão do C4 Lounge é firme e gerencia bem os movimentos da carroceria. Mesmo sem controle eletrônico de estabilidade, o carro não decepciona nas curvas quando está em velocidade de cruzeiro. O conjunto eficiente transmite segurança na estrada. Nota 8.

Interatividade – Os comandos essenciais são bem posicionados e têm leitura clara. O volante multifuncional chama atenção pelo tamanho exagerado, mas não chega a prejudicar a direção. Até passa a impressão de se tratar de um carro com proporções maiores que as reais. Nota 7.

Consumo – O InMetro classificou o Citroën C4 Lounge Tendance com câmbio automático como “D” tanto em sua categoria quanto na listagem geral, com média de 5,7 km/l e 8,3 km/l na cidade com etanol e gasolina e 7,9 km/l e 11,2 km/l com etanol e gasolina em ciclo rodoviário. Nota 5.

citroen-c4-lounge-branco (5)

Conforto – O carro é bastante silencioso, mesmo em velocidade mais altas. A suspensão, apesar de firme, absorve razoavelmente os impactos provocados pela baixa qualidade das vias nacionais. Os bancos até são agradáveis para viagens longas, mas o lugar para o quinto passageiro não é dos mais ergonômicos. Nota 8.

Tecnologia – O C4 Lounge é feito sobre a plataforma da segunda geração do C4 hatch francês, lançado na Europa em 2010. Trata-se de uma evolução da base usada no primeiro C4 e ainda é razoavelmente moderna. Já o motor é robusto, porém antigo – já nem é utilizado na Europa. Além disso, não há maiores recursos tecnológicos no modelo. Nota 7.

Habitabilidade – Com portas grandes e bom ângulo de abertura, a entrada no sedã é fácil mesmo para ocupantes acima de 1,85 m. O espaço interno é generoso e o porta-malas tem boa capacidade de 450 litros. Falta uma quantidade maior de porta-objetos. O espaço abaixo do apoia-braço dianteiro é pequeno, assim como o localizado à frente do câmbio. Nota 8.

Acabamento – A cabine causa boa impressão. O painel é revestido com material emborrachado e o tecido das portas tem um toque suave. Os materiais plásticos usados também transmitem a sensação de qualidade. Há uma certa atmosfera de requinte no interior. Nota 8.

Design – Os vincos acentuados do capô transmitem uma imagem imponente à visão frontal do C4 Lounge, assim como os laterais inseridos nas caixas de rodas traseiras. A grade dianteira é harmoniosa, com frisos cromados de um farol a outro que formam os “chevrons” da Citroën, e a traseira, também de bom gosto, foge do lugar-comum. Mas é no desenho do perfil que mora a elegância do sedã francês, com sua musculatura muito bem entalhada. Um conjunto que chama atenção nas ruas. Nota 9.

Custo/benefício – Na farta disputa do mercado de sedãs médios, o C4 Lounge Tendance tem uma lista de equipamentos que não chega a impressionar, mas também não decepciona. E sai das concessionárias por R$ 68.990. Um Peugeot 408 com o mesmo conjunto mecânico é ligeiramente mais barato, por R$ 67.990, enquanto o terceiro franco-argentino do segmento, o Renault Fluence, vai a R$ 69.899 na versão Dynamique 2.0 CVT, com seis airbags. Na Toyota, um Corolla custa cerca de R$ 9 mil a mais, diferença que em um Honda Civic, cai para R$ 6 mil. Nota 7.

Total – O Citroën C4 Lounge 2.0 Auto6 Tendance somou 74 pontos em 100 possíveis.

citroen-c4-lounge-branco (6)

Impressões ao dirigir – Equilíbrio de forças

O Citroën C4 Lounge chama a atenção nas ruas. Entre os sedãs médios, é um dos que mais esbanja beleza por onde passa. E o mesmo pode se dizer de sua cabine, que recebe um revestimento emborrachado luxuoso. Mesmo o volante de grandes dimensões, que causa certo estranhamento à primeira vista, tem seu charme. E não prejudica a busca pela melhor ergonomia em função da eficiente regulagem de altura e profundidade.

O motor 2.0 litros surpreende nas arrancadas, mas não é tão bom nas retomadas. Principalmente por conta de uma certa lentidão do câmbio automático. O tempo entre a solicitação no pedal do acelerador e a resposta do trem de força é longo. No uso urbano, essa lentidão nem é tão perceptível, mas no ambiente rodoviário causa incômodo. Impressiona o bom isolamento acústico do veículo: pouco se escuta do propulsor, de ruídos aerodinâmicos e arrasto dos pneus dentro da cabine.

citroen-c4-lounge-branco (7)

O C4 Lounge tem detalhes que valorizam a vida a bordo. Caso do ar-condicionado automático, que é dual zone e conta com saídas traseiras, o que torna a climatização de todo o interior mais eficiente. O espaço interno é bom para quatro passageiros viajarem.

O quinto passageiro, além de sofrer com um aperto na área de ombros, enfrenta um encosto mal desenhado – já que na verdade é o apoio de braços rebatido. Pelo menos a suspensão, apesar de firme, filtra razoavelmente as irregularidades do piso, tão familiares aos motoristas brasileiros.

citroen-c4-lounge-branco (8)

citroen-c4-lounge-branco (9)

Ficha técnica – Citroën C4 Lounge 2.0 Auto6 Tendance

Motor 2.0: A gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.199 cm³, quatro cilindros em linha, com quatro válvulas por cilindro. Injeção eletrônica multiponto e acelerador eletrônico.

Transmissão: Câmbio automático de seis marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira.

Potência máxima: 143 cv e 151 cv com gasolina e etanol a 5.250 rpm.

Aceleração 0-100 km/h: 9,6 segundos.

Velocidade máxima: 208 km/h.

Torque máximo: 20,2 kgfm e 21,7 kgfm com gasolina e etanol a 4 mil.

Diâmetro e curso: 77,0 mm x 78,9 mm. Taxa de compressão: 10, 5:1.

Suspensão: Dianteira tipo Pseudo McPherson, independente, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos e barra estabilizadora. Traseira de travessa deformável, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos e barra estabilizadora. Não possui controle de estabilidade.

Pneus: 225/45 R17.

Freios: Discos ventilados na frente e sólidos atrás. Oferece ABS com EDB.

Carroceria: Sedã em monobloco, com quatro portas e cinco lugares. 4,62 metros de comprimento, 1,79 m de largura, 1,50 m de altura e 2,71 m de entre-eixos. Oferece airbags frontais.

Peso: 1.414 kg em ordem de marcha.

Capacidade do porta-malas: 450 litros.

Tanque de combustível: 60 litros.

Produção: El Palomar, Argentina.

Lançamento no Brasil: 2013.

Itens de série: ar-condicionado automático dual zone com saídas traseiras, volante multifuncional, computador de bordo, freios ABS com EBD, trio elétrico, airbags frontais, faróis de neblina, direção eletro-hidráulica, rádio/CD/MP3/Bluetooth, sensores de estacionamento traseiro, crepuscular e de chuva, retrovisor interno eletrocrômico e coluna de direção ajustável em altura e profundidade.

Preço: R$ 68.990.

Por Auto Press



  • Diego

    74 pontos em 100 possíveis

    Outra nota sem pé nem cabeça.

    • http://www.motorpasion.com.br Focusman

      Todos os carros tiram essa nota nesses testes…

    • Edson Roberto

      Se tirou até 75 é razoavel. Se tirou acima de 80 é maravilhoso e se tirar menos que 70 é ruim… essa é a formação de notas do Auto Press…rs

    • Bruno Alves

      Avaliação da Auto Press é bem estranha mesmo. Outra coisa que eu desaprovo, mil fotos do exterior e uma do interior.

  • DimitriDiegoli

    Uma coisa que gosto na Citroen é que quando eles lançam um modelo novo, é realmente um modelo novo e não um facelift como outras marcas fazem.

    • Edson Roberto

      Como assim????

      Vc sabe que esse carro utiliza:
      – Plataforma de gerações anteriores
      – Motor do ano 2000 (com melhorias)
      – Componentes em comum (não falo da funcionalidade, falo das alavancas de acionamento, entre outras coisas)
      – Radio que veio no 3008…

      Isso para citar os triviais. Um dos pontos mais criticos que foicitado inclusive no consumo é o peso devido a plataforma ser datada. o consumo do carro é ruim.

      Tudo isso ajuda na hora de pensar que ser "novo" não é ser tão novo assim. Um carro que todo mundo critica mas é novo é o Civic. Mudou pouco o desenho, mas o que tem por baixo é realmente novo. Agora… ele tem motor, cambio, entre outros pormenores tbm de geração anterior do Civic. Percebe que as alterações par anosso mercado nem sempre são alterações 100% reais?

      • DimitriDiegoli

        Me referia 'novo' no sentido de design, de modelo, já que é isso que a maioria da população, ao comprar um carro novo, olha. Não vejo as pessoas indo comprar um carro novo por usar ou não a plataforma de outro carro e etc. Vejo a Citroen sempre inovando nos desenhos de seus modelos novos o que atrai ao comprador que procura 'coisa nova' no mercado e não apenas 'remendos' feitos.

        • Leo

          "Me referia 'novo' no sentido de design, de modelo, já que é isso que a maioria da população, ao comprar um carro novo, olha." ==> significa que inovando no design, a maioria da população vai comprar, somente pelo design.

          e depois vem "Vejo a Citroen sempre inovando nos desenhos de seus modelos novos o que atrai ao comprador que procura 'coisa nova' no mercado e não apenas 'remendos' feitos" ==> uhum, citroen vende horrores mesmo. kkkkk

          • AugustoSeide

            Affs… menos, bem menos, por favor.

          • carfanbra

            ==> comprador de Hyundai painel de plastico com pagamento em 60x detectado

      • mgbalbo

        Você foi gentil ao citar o 3008, o RD4 é usado em trocentos outros carros inferiores e com configurações do rádio inferiores.

  • https://www.facebook.com/PortugaCordeiro Magnao Cordeiro

    Na boa , esse carro é lindão e cheio de mimos , Se eu tivesse $$$ teria um fácil!

    • luke

      Se tivesse $$$$$$$
      é só vender teu volvo.

      • https://www.facebook.com/PortugaCordeiro Magnao Cordeiro

        Cara , meu Volvo num vale 20 mil , o da minha esposa vale uns 22 , o 960 vale 12 conto . . . . hsauhsuahsau . . . . .o Peugeot 405 STi vale uns 12 ou 13 , nem se eu vender todos os carros de casa num dá pra comprar . . . . hehehehehe . . . .mas assim , eu compraria se eu tivesse $$$$$$$ pra rasgar , porque eu me recuso a pagar IPVA de carro novo . . . .

  • Pedro_Rocha

    Um bom carro, mas com defeitos que o impedem de chegar no TOP5. Já a THP é bastante interessante.

    • AugustoSeide

      Que defeitos, o Civic é o mais próximo da perfeição então!???

      • Pedro_Rocha

        Os japoneses oferecem menos mas oferecem com qualidade, principalmente no pós-venda. O Corolla por exemplo, mesmo usando um AT4 não deixa o motorista na mão na hora de ultrapassar (tenho um GLI 2011).

        Quanto ao novo, vou fazer um test drive na próxima semana para ver como ficou o câmbio CVT.

        • vitor hugo

          Para isso experimente o fluence da renault.

        • Edson

          Não é bem assim, um colega está com um corolla 2012 AT parado na Css, porque o carro está reduzindo de quarta para primeira, ele quase saiu pelo vidro da frente na primeira vez em que o carro apresentou este defeito, resultado: aguardando novo câmbio; meu vizinho comprou um civic 2013 e com dois meses de uso a pintura do para choque dianteiro soltou, havia sofrido retoque (péssimo) na autorizada em decorrência de uma colisão no pátio. Em resumo se você compra carro japonês e tem problemas falam que é azar, se compra carro francês e dá problemas, quem mandou ser burro. Na família tenho um peugeot 207 sedan e um fluence 2011 e nenhum dos dois apresentou problemas até agora.

  • Juliano

    Achei o painel bem bonito!

    • mgbalbo

      Sério ? É o ponto fraco no interior na minha opinião. O do THP já dá uma quebrada no visual sem graça que esse rádio antigo causa. Mesma sensação de quando você ve o painel do DS3 boring e do DS3 bacana.

  • http://www.youtube.com/watch?v=u-HuNO9FPPg dudupruvinelli

    Acertei!! Chutei 74 antes mesmo de ler a matéria!

    • MaiconMSouza

      dudu"prevê"nelli hahaha

      • bilharinho

        rs, que maldade. :-D

    • Pedro_Rocha

      Enquanto isso, acertei somente o nº 25 na Mega Sena ontem…

      : /

      • Pedro Arantes

        Coincidência… também só acertei o número 25. E acertei ele nos 3 jogos que fiz : /

  • mdscom

    Esse carro ficou lindo. Linhas discretas e harmoniosas, design elegante e ao mesmo tempo sem aquela cara de "tiozão" do Corolla. Na minha opinião é o sedã médio mais bonito do mercado. Se não fosse pelo consumo ruim, certamente entraria na minha lista de futuros candidatos a compra.

    • mdscom

      Isso é verdade, o Corolla está prestes a perder o status de tiozão. A versão nova ficou show, muito mais bonito que o civic inclusive.

      • ALVIN1982

        Perdendo o status de Tiozão e ganhando status de New Granfather… kkkkkkkkkk aquele frente já chegou com estilo vovô, mas aqueles tipo milionário rssr… Se fosse o Americano talvez não seria nem um pouco Tiozão, nem Vovô…

      • Edson Roberto

        Só vale dizer que infelizmente nem com o motor THP o sedan da Citroen é economico como se espera. Quer dizer, na cidade, porque o THP é bem economico na estrada.

    • jao_simonetti

      Ainda acho Focus e Elantra os mais belos da categoria. O 408 também entra no top3 final. E não tenho nenhum deles!

  • MM_

    Achei o desenho do exterior pouco inspirado, o interior muito bonito e a lista de equipamentos bem fraquinha

    • FabioHira

      Concordo, a Citroen já foi mais inovadora no design de seus carros…

  • Edu Machado

    Um belo carro, porém é desanimador a desvalorização dos franceses. Na minha opinião compraria este carro na versão THP que é excelente, com ótimo acabamento e bom desempenho.

  • bedotRJ

    Agora que a Citroën modernizou o câmbio, faltaria ainda modernizar o motor, que precisa assumir um compromisso melhor entre desempenho e economia. Talvez fosse o caso de deixar o 2.0 16v apenas para a versão de entrada e estender o THP à intermediária.

    Fora esse detalhe, o carro parece ser excelente, deixando prá trás os problemas de confiabilidade que tanto dificultaram a vida da Citroën em outros tempos. Briga em CxB com Fluence e Sentra pelo melhor CxB no segmento entre as versões mais baratas, aquelas que ainda podem ser compradas por 60k redondos.

    • Edson Roberto

      Discordo do custo x beneficio. Dureza… mas o Fluence consegue ter muito mais mimos que esse.

      Se olhar nos valores praticados em concessionaria vc toma um susto em quanto pedem em um Tendance se comparar com o 408 e Fluence.

      Agora, essas versões citadas de 60k, somente manuais. Até cambio automatico está voltando a ser algo "de luxo".

    • mis

      Acho que foi mesmo aqui no NA que eu vi, mas parece que a citroen vai modernizar sim esse 2.0, eles iriam lançar o carro com o mesmo 2.0 flex do pallas, e depois de um tempo iriam modernizar o motor, quem sabe eles modernizam esse ano como modelo 2015, isso se já não foi lançado o modelo 2015…

  • Leandro1978

    É um belo carro, mas que, ao menos para mim, parece melhor nas fotos que "ao vivo". Isso é algo que o 408 também "sofre" (repito, na minha opinião). Já o Fluence e o Sentra são o oposto, nas fotos são bem "sem-graça", mas ao vê-los pessoalmente, me deram a impressão de serem mais imponentes, mais bonitos. Fosse optar por um destes, ficaria com o Sentra ou o Fluence, mas esperaria alguns dias pelo Corolla, para ver como fica.

    • Edson Roberto

      E o fluence em especifico parece um gigantesco pessoalmente.

    • informecar

      O Corolla?? Como fica?? Fica MUITO mais caro do que os modelos citados por vc e entregando bem menos. Se quiser um Corolla ou Civic com o nível de equipamentos de um Sentra, C4 Lounge, Fluence ou 408, se prepare para desembolsar algo em torno de 10 mil a mais.

  • jao_simonetti

    Não acho este carro bonito. Para piorar: Acho caro! O 408 THP 0km custa menos e oferece mais do que o Exclusive 2.0!

  • ultimate_rr

    Como não considero sedã médio sem ESP, a única versão interessante desse carro é a THP. Todavia, mesmo desconsiderando o fato do ESP, a THP continua sendo a única interessante. 2 airbags e esse consumo terrível não dá né…

  • luk4z_sl

    Não vejo nada demais nele. Acho aceitável a versão THP e só.

  • nightwishjp

    Engraçado é que falam mal desse 2.0, mas tenho quase que absoluta certeza que o critério é em relação ao 1.6 THP. Pq na realidade ele não faz feio nem em relação ao 1.8 do Cruze nem aos 2.0 do Corolla e do Civic.

    0-100Km em 9.6 é ruim?

    • AugustoSeide

      Acontece que a Citroen tem menos fãs que Chevrolet, Toyota e Honda.

      • nightwishjp

        É exatamente isso que eu penso. Acho críticas ao motor sem sentido, a não ser que falem do consumo, pq ele sempre foi meio beberrão mesmo. Mas falar do desempenho…

        • MM_

          O desempenho desse motor é muito bom e no C4 não achava muito gastão se levarmos em consideração o AL4

  • https://www.facebook.com/tomcosta82 Tom Costa

    O meu Tendance AT e eu estamos sendo muito bem tratado pela CSS de Belém. Me ligaram para marcar duas chamadas, o Recall e outra chamada que não disseram ainda do que se trata. Avisei que precisava realinhar a tampa da mala também e marcaram tudo junto para segunda, dia 10. Até agora, tudo bem. Depois do Recall tentarei fazer um texto para o carro da semana.

    • AugustoSeide

      Manda mesmo! Adorei esse novo C4 Lounge, e fico curioso para conhecer como é vivência com ele.

  • granrs78

    Estou vendo bastante desse modelo pelas ruas, acho que finalmente a Citroen acertou a mão em seu sedan.

    • Gustavo73

      No Rio vejo mais dele e do Sentra que o Focus sedan novo.

      • granrs78

        Aqui no interior de SP tbm tenho visto mais do C4 lounge e Sentra. Para falar a verdade ainda não vi nenhum Focus sedan, somente o Focus hatch.

      • MDBruder

        Com certeza, e te digo que tenho até visto um pouco mais do sentra do que do C4 Lounge.

  • Arthur_r

    Carro muito bem acertado esteticamente, porem falta pelo menos 4 air bags e ESP nesta versão, algo indispensável num carro de 68 mil….

    • informecar

      Algo inexplicável em um carro de 68 mil? Quer esses equipamentos de segurança e os demais que já existem no Lounge em outros concorrentes? Prepare para gastar no mínimo 10 mil a mais.

      • Flavio

        O Chevrolet Cruze começando em 72.900. Agora Civic e Corolla precisa dessa quantia mesmo…

      • MM_

        Fluence possui, Cruze também.

  • Sedici

    Esse encurtamento em relação ao Pallas deixou o Sedã com uma cara de compacto que quer ser grande… talvez um desenho diferente ali no vidro da porta traseira, aumentando a area envidraçada poderia ajudar a melhorar o visual da lateral.
    Com relação a motorização, as mudanças no cambio AT do 2.016V foram muito bem-vindas. E o acabamento, como é de praxe nos Citroen atuais, está um nivel acima dos concorrentes diretos.

  • Magnosama

    Se tivesse um motor mais eficiente, venderia mais.

    • luke

      Motor mais eficiente seria o do jetta 2.0 de 120 cv não!?

      • 5Hundred

        kkkkkkkk

  • http://meyercafe.tumblr.com/ MeyerCafe

    esse carro utiliza o mesmo motor que utilizava o antigo C4 VTr? aquele motor era muito bom! rodava 10/11km com ele na cidade e 14km/l na estrada! para um carro 2.0 era lindo. alem de ter baixo indice de manutenção.

    me entristece é ver esse painel pobre. a citroen deveria se esmerar mais.

    • nightwishjp

      Acabei de comentar isso aqui em cima: "Engraçado é que falam mal desse 2.0, mas tenho quase que absoluta certeza que o critério é em relação ao 1.6 THP. Pq na realidade ele não faz feio nem em relação ao 1.8 do Cruze nem aos 2.0 do Corolla e do Civic.

      0-100Km em 9.6 é ruim?"

    • MM_

      O C4 VTR era monocombustível. Esse aí é Flex como o C4 hatch.

  • Krestu

    Se esse fosse o preço do THP com a tela multimídia, dava pra encarar, pois seria um diferencial em relação aos concorrentes, já que é um dos que mais desvaloriza (e muito) no segmento. E a Citroen também podia ajudar.. Aqui na ccs em Curitiba falaram que nem vinha a Tendance e os preços praticados eram nada menos que 6 mil acima do preço do site, que tinha que incluir pintura, frete e o diabo a mais.. Aí você olha no site 74990, chega na ccs e o vendedor diz que na verdade é 80990, é de fo…

  • adrimed

    Carro já estão abusando no preo! nÃO vende tanto assim! 65.000 pelo THP tava de bao tamanho!

  • adrimed

    Tào achando tudo barato batendo quase os 100mil avacalhacao total! agora acho que por 50,000 pago por um! Avacalham de lá ,avacalho de cá!

  • Freaky_Boss

    Um parente tem o C4 hatch com esse motor 2.0 16v e o câmbio AT4. Já cansei de dirigí-lo.

    O câmbio é o lixo dos lixos mesmo (vergonha nacional para a PSA), mas esse motor, falar verdade, é valente demais! Na estrada não passo aperto para ultrapassar, e nem em subida forte com carro ultra pesado viajando. Motor forte mesmo.
    Eu não tenho simpatia alguma com citroen, porque não gosto do estilo mesmo, mas o carro tem 4 anos e nunca deu 1 defeito sequer. Justiça seja feita!

    Bom, é um testemunho que eu posso dar de um produto que eu conheço bem.

  • Luiz

    Estive agora no carnaval em Portugal, e só vi como taxi.

  • walter sitt

    Novo corolla com sempre vai reinar absoluto

    • carfanbra

      Novo corolla que nao vem nem com farol de milha? rs

  • vagaroo

    Todas as vezes que vejo um rodando, penso "que modelo da Volks é esse?" mesmo vendo o simbolos da Citroen!?

  • Pcjr10

    Achei uma involucao em relação ao c4 que parece ter muito mais " porte" Deveriam ter ido pela mesma linha.

  • NissanBoy

    Esse carro não tem acabamento muito bom não.. Na foto até aparenta..

    Fui olhar ao vivo, o volante quando não tem couro, parece volante de carro popular, aquele plástico DURO, não tem aquele toque emborrachado.

    Inaceitável num carro desse segmento..

    Esse plásticos do console central e parte central do painel também não passaram uma boa impressão.

    O acabamento perde para muitos do segmento. Até pro 308/408.

  • EUsou+EU

    Carro feio do além de frente..aff… a traseira ainda se salva.. mas falta sal…. beleza, só no interior… até um 308 é bem harmônico… passo..

  • Joel Santana

    O Sonic Sedã é muito mais carro que o C4 Lounge. Posso garantir isso. Além disso, o lindíssimo design do Sonic Sedã quebra pescoços de pessoas na rua

    • EUsou+EU

      Tá de brincaichon at me?rsrsrsr,

  • 3ic

    status??? quando olho para esse carro e me lembro que ele substituiu o pallas, da vontade de chorar no que se refere a design exterior e interior. como se fosse a vw aposentar o jetta e apresentar o Voyage como seu substituto.

  • ZAV

    é um carro razoavelmente bonito…..nada mais que isso

  • MDBruder

    Não consigo entender porque quando se tem uma matéria sobre um carro de um determinado segmento (sedan médio, por exemplo) as reportagens nunca citam os carros da Nissan. Neste caso específico eles citam 6 carros deste segmento, a matéria é do C4 Lounge que tem vendido 900 unidades/mes, e não cita o Sentra que tem vendido cerca de 1000 unidades/mes, ou seja, está a sua frente. Corola, Civic, 408, FLuence, Cruze e o C4 L.

    A matéria é comprada? A Nissan não paga nada por essas matérias? A Nissan tem alguma política com os jornalistas que os deixam todos P!@%@$%@ da Vida e ninguém os cita? Honestamente não consigo entender…

    Qual é a implicância em não compará-lo com os demais…???????