Home Asiáticos Impressões Mitsubishi Outlander 2.0 2012

outlander leitor 1 Impressões Mitsubishi Outlander 2.0 2012




Lançado em março deste ano e mantendo o mesmo visual do modelo anterior, o Outlander 2012 apresenta várias novidades em relação ao seu antecessor. Novos itens de conveniência, conforto e segurança foram adicionados ao catálogo básico, ao passo que o novo motor 2.0 substitui o antigo 2.4. A má notícia é a perda da tração 4×4, agora disponível apenas no modelo top de linha, o Outlander GT.

Dentre as novidades da linha 2012, o Outlander 2.0 L conta com teto solar, buetooth, regulagem elétrica do banco do motorista, acendimento automático de faróis e sensores de chuva. O acabamento interno também ganhou um upgrade: bancos e portas agora vem forrados com couro de série.

O carro, que já contava com airbags frontais, passou a vir com também com bolsas laterais e de cortina. Outra novidade interessante é a borboleta para troca de marchas manuais atrás do volante, antes exclusiva do modelo top. O volante conta ainda com controles do piloto automático e do sistema de áudio.

outlander leitor 2 Impressões Mitsubishi Outlander 2.0 2012

Quanto à perda da tração 4×4, a explicação é que a Mitsusbishi optou por “trocar” o recurso pelos itens de conveniência aqui descritos. O objetivo da marca foi rechear o carro de atrativos e manter o preço na faixa de R$ 100 mil. A estratégia de mercado acabou atingindo outro ponto do carro: o motor. Explicamos: no Brasil, motores até 2.0 pagam menos IPI e, com esta diferença, a fabricante “banca” os novos itens de série do modelo.

Analisando os números da Fenabrave, a estratégia deu certo. As vendas saltaram de uma média de 250 unidades/mês (praticamente a mesma de 2010) para 461 em maio. Pode-se dizer que os clientes toparam perder a tração 4×4 e receber em troca os itens de conforto da nova versão. Faz sentido: perde-se um item que se usa eventualmente e recebe-se itens de conforto e segurança que fazem a diferença no uso cotidiano.

O Outlander vem com todos os itens obrigatórios desta categoria: freios ABS, ar condicionado automático, espelhos, vidros dianteiros e traseiros elétricos e piloto automático (cruise control). Os diferenciais do modelo ficam por conta do sistema de abertura do porta-malas e recolhimento dos bancos traseiros. Batizado de Flap-Fold, o sistema tem a tampa bi-partida e permite recolher os bancos traseiros por acionamento elétrico. Basta acionar um botão no porta-malas e os bancos traseiros se recolhem, aumentando a capacidade de carga de 715 para 2.000 litros.

outlander leitor 5 Impressões Mitsubishi Outlander 2.0 2012

Na cidade

Rodando em Belo Horizonte por um mês, o carro apresentou média de 6,5 km/l. Pode parecer pouco, mas temos que levar em conta que estamos falando de um veículo que pesa mais de duas toneladas e Belo Horizonte não é exatamente uma cidade plana. O câmbio CVT (continuamente variável) é extremamente suave, pois não existem trocas de marchas e os consequentes trancos.

Para quem prefere as trocas manuais, há a possibilidade de cambiar na própria alavanca ou ainda através das borboletas atrás do volante, que simulam 6 marchas pré-definidas. Encontrar a melhor posição de dirigir não é tarefa difícil, graças à regulagem elétrica do banco do motorista. O volante conta com regulagem de altura, mas falta o ajuste de profundidade.

outlander leitor 6 Impressões Mitsubishi Outlander 2.0 2012

Na estrada

Fomos de Belo Horizonte a Araxá para conhecer melhor o comportamento do Outlander na estrada e sentimos que a troca do motor 2.4 pelo 2.0 não prejudicou a potência do carro. Na verdade, houve uma pequena redução, de 170 para 160 cavalos. Porém, a queda do torque máximo, de 22 para 20 Kgfm, prejudica um pouco nas ultrapassagens.

A saída é recorrer às reduções através das borboletas do volante. Fáceis de usar e ergonomicamente instaladas, são úteis ainda para reduzir antes de entrar em uma curva mais fechada. Quanto ao consumo, notamos uma melhora em relação ao modelo anterior. Parte da BR-262, que liga Belo Horizonte ao triângulo mineiro é duplicada e outra parte tem pista simples. Na parte duplicada, mantendo o carro entre 110 e 120 Km/h, medimos 10 Km/l. Na parte simples, entre 80 e 90 km/h, o consumo chegou a 12 km/l. Nada muito diferente de seus concorrentes.

É claro que tivemos que excluir os trechos de serra, quando o consumo aumenta consideravelmente, principalmente nos trechos de pista simples (viajamos durante a semana, quando o trânsito de caminhões nos obriga a uma condução mais lenta e cuidadosa).

outlander leitor 7 Impressões Mitsubishi Outlander 2.0 2012

RISE System

O Outlander é um dos modelos da Mitsubishi que contam com o sistema RISE – Reinforced Impact Safety Evolution. Trata-se de um sistema projetado para manter a rigidez estrutural e proporcionar a absorção programada de impactos. De acordo com o fabricante, o modelo recebeu pontuação máxima em testes de impacto.

Pausa para o cafezinho

O computador de bordo do Outlander, além das funções básicas como medidor de consumo, autonomia, temperatura, odômetros parciais, temperatura e aviso de revisão, traz uma interessante função: um alerta que avisa a hora de fazer uma pausa na viagem. O alerta mostra uma xícara de café na tela toda vez que um período pré-programado for completado.

Concorrentes

O Outlander, classificado como um crossover médio (mede 4,67 metros), acaba por concorrer com modelos de menor porte, graças ao seu posicionamento de preço no mercado. Dentre estes, destacam-se Honda CR-V, Chevrolet Captiva, Hyundai ix35 e Kia Sportage em suas versões top de linha. No andar de cima, o Outlander concorre com as versões básicas de SUVs maiores , como Kia Sorento, Hyundai Santa Fé, Volvo XC60 e Dodge Journey. O crossover da Mitsubishi parte de R$ 99.900,00 na versão 2.0 L e chega a R$ 126.900,00 na versão 3.0 GT.

Por Fernando Antinarelli.


  • jttrainer

    eu nao consigo gostar da traseira desse carro….

    acho interessante da mitsubishi eh que ela eh sempre escondida, nunca aparece muito etc, mas mesmo assim consegue um bom numero de vendas

    • Romulo_Max

      Antes eu só não gostava da traseira, depois que botaram a frente do Lancer eu não gostei de mais nada. :S
      Pelos preços praticados alguns concorrentes são bem mais interessantes.

      • kiko1974

        Tb Não gosto! Olha, essa história de que 4×4 só se usa as vezes me incomoda!!! 4×4 nao é só pra off-road, melhora MUITO a estabilidade e dirigibilidade do carro, especialmente em pista escorregadia, ENTAO FAZ FALTA SIM!!!!!!!!!!
        E esse consumo????? que história é essa de tirar os trechos de serra do consumo médio???? agora medimos consumo só no plano? só em retas? Se for assim as mediçoes de consumo só valem pros pampas gaúchos.

        • RSM

          não acho justo considerar trechos de serra em um teste de consumo, qualquer carro consome muito mais. e se o carro têm controle de estabilidade o 4×4 só faz falta na neve ou em lamaçal brabo mesmo, porque de resto se tiver ao menos bloqueio do diferencial dá pra passar por muitas suiituações difíceis, como o fusca que não usava homocinética e veja o que ele faz, virou até bugre.

          • kiko1974

            Discordo de tí quanto ao 4×4. Seu comentário estaria perfeito se rodássemos em estradas européias…. com nossas estradas, o 4×4 faz falta sim, principalmente na chuva. Esse carro aí só não fica perigoso por causa do motor manco. Dizer que esse motor de 150 cv pra um carro de 2 toneladas está de bom tamanho é palhaçada…. quanto ao fusca…. dizer o que? morro de saudades de um que tive!!!!!!! subia até parede.

          • jttrainer

            o 4×4 da mais seguranca ao condutor melhora a dirigibilidade e estabilidade do carro como o kiko falou….

            exemplo, uma carro com tracao traseira com esp na chuva e um AWD com esp na chuva, qual vai ter estabilidade melhor? seguranca nunca eh pouco..

          • lachard

            Caro RSM, controle de estabilidade não compensa falta de tração integral em nenhuma situação, são duas coisas completamente diferentes

    • GAbRieLGUIMA

      Escondida é a SUZUKI, ela voltou em 2008 e até hoje têm gente que não sabe!

      Já a Mitsubishi vejo muito comercial dela na TV fechada.

      • jttrainer

        o representante da mitsubishi eh o mesmo da suzuki, faz parte da politica deles n aparecer mto, tanto que ate com a mitsubishi nao se ve seus carros nos comparativos… eh dificil ela ceder, o mesmo deve acontecer com a suzuki..

        • Romulo_Max

          De fato Suzuki não cede veículos pra imprensa, nem revista especializadas como Quatro Rodas e Autoesporte, nem programas de Tv.
          O que é uma pena, pois aposto que não desabonaria a marca. Se existe alguma lógica nessa "estrategia" eu ainda não entendi qual é. :S

          • Leandro1978

            Pois é,não empresta por que? Não confia no próprio produto? Acha-o muito superior ou inferior à concorrência? Como o consumidor médio vai saber se compensa ou não? Queiram ou não, os testes, comparativos, etc, acabam promovendo o veículo. Muitas vezes esqueço de comparar com a Mitsubishi devido a isso, e olha que estou sempre de olho nas novidades, agora e o consumidor médio?

      • Leandro1978

        Ocorre o mesmo com a Hyundai e Subaru. A Caoa representa as duas. A primeira até teve algumas propagandas retiradas do ar por serem enganosas, a segunda nem se lembram…

    • Armando_Perez

      Eu não consigo gostar dessa frente, pra mim noto que é gambiarra.

  • Burton_PA

    é um carro confortável, bonito, e pensei q fosse mais caro.

    P.S.: só não gosto pq lembro do meu ex-chefe, aquele #$#$##$#$:@

  • Fernando_B

    Acabaram com a frente tentando deixa-la com cara de Lancer…

  • GAbRieLGUIMA

    Acho esse carro lindo! Principalmente depois que mudou a frente, só achei ruim a MMC do Brasil mudar o nome do carro de Airtrek para Outlander.

    • Miguel Osterroht

      Não são carros diferentes?

      Esse Airtrek sim é um carro sumido, minha vó tem um, muito bom de dirigir, mas na época custava 99 mil, e o carro é muito pelado e só co 4 marchas, osso…

      • granrs78

        A Outlander substituiu a Air track.

  • RicRB

    Acho que essa versão visa o custo x benefício!!!
    Mas todo Mitsubishi tem que ter tração 4×4!!!
    Pena, a Mitsubishi não ceder carro pra teste!!! ia gostar de ver um por aqui!!!

    • mandabala

      Verdade, preço super competitivo!

  • _Hofmann_

    a versão 2.0 é muito interessante levando em conta que oferece bem mais que ix35, sportage, cr-v e rav4 em termos de custo-benefício. mas o preço da versão V6, 127mil, é tão elevado que, com mais 10mil eu levo um XC60 T5 Dynamic com teto panorâmico… tá certo que ambos tem 240cv e mais de 30kgfm de torque, mas o XC60 tem motor 2.0T, acabamento de primeira linha, sistemas de segurança a perder de vista, enfim, é um Volvo…

  • fse

    Pra quem só faz uso do carro em asfalto e cidade esse Outlander acho uma boa opção. A retirada do 4X4 fez bem pra ele, ja que 99% nem fazem questão disso.

    • jttrainer

      mas depende, se a tracao for integral ela ajuda na estabilidade do carro tbm

  • feu

    pra mim esse carro é sensacional, pode ser uma briga interessante com o tiguan.

    • lachard

      ele é bem maior que o Tiguan

  • BlueGopher

    Parece que o comprador brasileiro se preocupa mais com a estética e os acessórios do carro do que com o recheio, a mecânica.
    A embalagem é sempre o mais importante fator de compra.

    • vinicarioca

      parece? só parece?

      aeuauuae

      brasileiro não liga a minima pra mecânica… durante um seminário na faculdade em que o tema escolhido pelo grupo era competitividade… falei que o Agile era um corsa travestido 94, e o professor disse que tinha um Agile e ficou triste de descobrir que foi feito de trouxa.

  • spok

    Esse carro é todo insosso, tentaram melhorar colocando forçadamente a frente do lancer, o que acho que nao deu muito certo. O interior nao tem atrativo nenhum, parece que esta faltando botao, basicamente igual o ASX.
    Por fim as vendas ja falam por si só. Esse carro nao agrada, nem pelo custo beneficio nem pelo design.

  • mandabala

    Devem ser as melhores possíveis! Lanterna traseira eu acho impecável!

  • higojoseph

    lindo…

  • http://soundcloud.com/brunodefreitas BrunoSDeFreitas

    Muito linda, conheço muito bem o modelo 2,4 anterior (2010) (que tinha um ótimo custo-benefício), pois oferecia motor potente (170cv), AWD, e quase os mesmos recursos desta nova versão 2,0 pelo mesmo preço. Eu acho que foi um grande erro da Mitsubishi retirar o AWD e o motor 2,4 da versão de entrada, prefiro mil vezes refinamento mecânico do que parafernalhas eletrônicas. Mas continua sendo um lindo crossover.

    • richoll

      Tenho uma 2.4 2011, e fiz um test drive na 2.0, sem comparação, parece uma enceradeira, esta vendendo mais porem não troco pela 2.0 nunca, o texto fala que a diferença de potência é pequena mas na realidade é muito grande, 2.4 faz 0-100 em 10.7, bate muito carro pseudo esportivo nacional.

  • João Paulo Vizioli

    Um ótimo carro, mas eu o prefiro com a frente anterior (que ainda existe no mercado japonês).

    Tem um bom motor e câmbio e é bem desenhado. O que peca é o acabamento interno… No modelo japonês o painel e o revestimento das portas (com um tecido/couro ínfimo nesta parte, como o do carro mostrado aqui) são de plástico duro e áspero, sujeito a riscos.

    Mas não é só o Outlander não… é toda a linha Mitsubishi… Saudades dos acabamentos dos anos 90, muito mais caprichados.

  • RafaelPimenta

    ja nao gosto da nova lancer por causa da frente e tmb da traseira. esse carro ficou mto estranho com a frente da lancer. MTO BEM MITSUBISHI. QUEM DIRIA VC RECICLANDO DESIGN DO SEUS CARROS PARA SEREM USADOS EM OUTROS CARROS. KKKKK

  • Tiago_Beneditto

    Boa opção de compra, uma pena que agora é 4x.2, pois a Mitsubishi tem como característica principal
    a tração 4×4.

  • Corvo

    Acho caro pelo que é…não é 4×4 e motor 2.0….o bom é o cambio cvt mas segundo a QR esse cambio demora muito a responder…

  • mikaelbrian

    plastico do painel parece vagabundo, o que que esse carro tem que ele pesa + de 2toneladas ele é blindado contra tiro de tanque de guerra ?

    • lachard

      Tambei achei o peso exagerado

    • richoll

      Tem q ver de perto, o plastico é duro mas não vagabundo, 2.000kg, vc já viu o tamanho do crossover? o carro não é blindado mas a segurança dele contra impactos é impar, foi por isso minha escolha para meu carro familiar.

  • italofigueiroa

    Tô fora.

  • GarfieldMix

    Acho esses carros da Mit RIDICULOS!!!
    Eles não emprestam o carro pra avaliação de revistas e meios de publicidade, tudo deles é por propaganda.
    100 mil num 2.0 tosco é sacanagem!!!

    Deveriam colocaro ASX no lugar da TR4 (e aposentar esse jurássico) e colocar o Outlander no lugar do ASX.

    Mas já que é Brasil e o povo é otário…

    • FeraSX

      Pois é no Brasil o povo é otário mesmo, a maioria não sabe a diferença de um Utilitário esportivo de um crossover…

      Compra TR4 esperando acabamento de ASX,
      e bota o ASX no barro achando que é uma TR4.

      Lamentável

      • GarfieldMix

        Em momento algum falei que é pra botar o ASX na lama!
        O foco é:
        TR4 = Antiga, jurássica
        ASX = Caro demais pro q oferece
        PAJERO SPORT = saiu de linha
        PAJERO DAKAR = não tá no lugar da sport pq a diferença de preço é grande
        Outlander na configuração antiga até poderia encarar uma coisa mais leve pela tração (e não pelos pneus)

        A mit fez um péssimo posicionamento de marketing dos produtos.

  • FeraSX

    Fui ver o Outlander ontem porque estou comparando pra trocar o carro da minha família.

    Existem carros melhores por mais, mas comparando com os outros asiáticos de preço similar Sportage, Ix35.. adicionando alguns opcionais… Outlander deixa todos pra trás, pra mim a melhor compra.

    Esse pessoal que fala mal nunca viu um carro de verdade de perto ou só deve andar de X5 pra cima,
    porquê o carro é incrível…

  • RSM

    o carro tá lindo e o nível de equipamentos ficou realmente interessantíssimo.

  • Gabriel_Nint

    Putz, tirar a tração 4×4 foi demais.
    Um tio meu tem a versão com a frente anterior, e apesar de não gostar muito do carro, por dentro e por fora, ele é muito bom. Tem um motorzão e não quebra por nada (meu tio é um ogro :P).

  • SilasCoul

    Carro muito caro. 100mil reais num 2.0 com interior todo de plástico? tem concorrente pelo mesmo preço com motor e acabamento melhor, ex: tiguan 200cv, santa fé v6 …

  • http://www.noticiasautomotivas.com.br Roxmmp

    Eu acho muito bonito esse Outlander, sinceramente não conheço o carro, mas além do visual agressivo, a XC60 ainda povoa meus sonhos

  • JHerzévRN

    A versão 3.0 não vale a pena, de jeito nenhum, com essa grana compra-se um Freelander ou um XC60. E aos que dizem que o Outlander é muito superior aos concorrentes, ledo engano, fizemos um test-drive em um quando minha mãe foi trocar o Airtrek dela e ele ficou na mesma média dos outros. É bonito sim, mas não é a oitava maravilha que dizem por aí.

  • Leandro1978

    Teria que compará-los, mas, caso fosse optar por modelos neste segmento e faixa de preço, não deixaria de considerar a Tiguan também, apesar de menor, tem uma excelente base mecânica (2.0 TSI, câmbio Tiptronic, 4Motion) e é muito bem equipada (ABS/ASR/ESP, 6 air bags, ar dual zone, etc).

  • Luis Felipe CD

    Eu acho lindo e se tivesse grana,…

  • kikofar

    Gosto muito desse crossover… mas não consigo "engolir" essa frente! Muito feia, na minha opinião.

  • MajorAutomotivo

    Esse carro não tem um tampão basculante para o porta-malas?

  • fbmj

    Por esse preço simplesmente não há nada melhor que um Ssansgyogyuonshdhd Kyros, tem tido o que é ítem se séries e até os opcionais dos outros, motor diesel mercedes, só não é tão bonitinho mas….]

  • InfinitiAndBeyond

    Também acho o Sorento e o Journey boas opções pelo mesmo preço

  • Romulo_Max

    Minha lista de modelos que considero superiores são: Santa fé (vi a venda essa semana por 102mil), Volvo XC60, até a Captiva seria uma se não tivesse um acabamento tão fraco. Sportage no dia que começarem a cobrar 10mil a menos do q cobram hoje.
    Os que não estão no texto, mas estão na minha lista são: peugeot 3008 (é crossover, mas contra a Outlander sem 4×4 vai mto bem), Subaru Forester, Land Rover Freelander, Suzuki Grand Vitara. A Toyota RAV4 tbm seria um caso a se considerar.