Crossovers JAC Motors Montadoras/Fábricas

JAC Motors tem novo endereço em Camaçari – Produção do T5 começa em 2017

jac-t5-avaliação-NA  (60)

A JAC Motors divulgou em nota que tem um novo endereço em Camaçari/BA. A marca chinesa mudou os planos de produção para a cidade baiana, que agora serão concretizados em um local diferente, por conta do volume menor a ser fabricado.

O Grupo SHC, representante da JAC Motors no Brasil, já alugou um novo imóvel no Polo Industrial de Camaçari, onde o crossover T5 será montado em CKD a partir do primeiro trimestre de 2017. No antigo local, um novo empreendimento será instalado, sem relação com a montadora.

Com volume esperado de 20.000 unidades/ano, a instalação deve produzir inicialmente uma das duas opções do T5, podendo ser manual ou CVT. O investimento de R$ 200 milhões será 100% da SHC. Antes, porém, o projeto era produzir 100.000 unidades/ano em sociedade com os chineses. Em 2017, a JAC Motors trará importado o crossover T3, que já roda em testes no Brasil.

Agradecimentos ao Dr. Luiz Fernando Filho.





  • leomix leo

    É o carro que enterraram lá??? Kkkkk
    Será que ainda está inteiro????

    • Newton Freitas

      Pensei exatamente na mesma coisa kkk.

      Faz um tempo, saiu na quatro rodas um artigo falando sobre um jac j3 com altíssima quilometragem (ou foi em outro site.. Não lembro exatamente)
      E na matéria, dizia que o carro era bem forte e que estava naquela quilometragem sem nenhum problema constatado.

      • V12 for life

        Foi na quatro rodas.

      • Rude Voleur

        Eu li isso no teste de longa duração da Quatro Rodas, mas vai saber se é verdade…

    • Yuri Calmon

      J3 Zumbi

  • Mumm Rá

    Achei seu desenho muito bonito e sim é diferente e até ” estranho ” pois ela tem um Q de van

    Talvez siga um conceito utilizado pela GM ( e suas subdivisões ) no passado que usava uma base diminuida de van para a criação de SUVs

    Espero que faça sucesso e ajude a JAC a se firmar no mercado embora vivemos um período difícil economicamente e para piorar o governo dificulta quem não é das quatro grandes exploradoras

  • Tosca16

    Pelas idas e vindas, pelas diversas mudanças de planos e pelo fato de ser apenas CKD digo que a JAC não passa a mesma confiança da Chery, mas esta última mesmo com todo o investimento realizado não consegue sequer vender mais que a Lifan e Jac .

    • delvane sousa

      Fato. Enquanto não tiver uma fábrica de verdade no pais não dá pra confiar. Regime CKD pode ser interrompido a qualquer momento

      • V12 for life

        Provavelmente esse é o ponto principal para os chineses, se as vendas melhorarem retomam o projeto de fabricação nacional, caso contrário podem desistir de vez e o Grupo SHC procura outro parceiro.

    • Pedro Henrique

      não passa a lifan porque essa tem bons produtos, com boa motorização (também, origem japa) e com um bom preço, além de que pelo que percebo, as concessionárias estão mantendo firme…
      a chery precisa criar aquela confiança, precisa trazer produtos e produtos alinhados a nova politica da empresa, e precisa fazer oque a lifan ta fazendo (pelo menos na minha região) manter as css firme, achar gente com bala na agulha pra aguentar o tranco no começo

      • Tosca16

        Pera lá, o único produto que vende bem da Lifan é a X60 que ao meu ver não é tão superior ao Tiggo FL, aliás mecanicamente e em suspensão prefiro a Tiggo; mas reconheço que os equipamentos de série, design e espaço interno da X60 tem agradado bastante o consumidor. Nada que não possa ser revertido pela Chery com a vinda do Tiggo3, nem digo a Tiggo 5 porque já é um produto superior . De resto tenho que concordar contigo, aqui em Sergipe a Lifan chegou tem pouco tempo e com bastante força, o grupo Lifan Sergipe patrocinando tudo que tem direito .

        • Tosca16

          Vale ressaltar que a Tiggo é automática, mesmo sendo um AT de 4 velocidades é sim uma excelente opção pelo valor que estão cobrando.

        • Pedro Henrique

          o 530 tem bastante por aqui tbm…
          e a lifan é aquele negócio, não se destaca em nada, mas também não tem nada muito ruim pra se criticar.
          tipica marca: meh

          • Tosca16

            Sinceramente acho o 530 o pacotão chinês de outrora, recheado de equipamentos mas ainda muito a melhorar; da vez que entrei eu vi nitidamente falhas nos encaixes e rebarbas, coisa que não vejo no Celer, entretanto oferecia mais equipamentos de conforto que o Celer, e bancos em couro (não me recordo mas acho que eram sintéticos) … no geral não me convenceu, mesmo oferecendo mais que o Celer deve em ajustes, achei ruidoso por exemplo.

            • Pedro Henrique

              sim, concordo, tem muita coisa no 530 que tem que melhorar no acabamento interno..
              mas por fora acho o carro muito acertado, sério, acho mais bonito inclusive que prisma e cia
              ruido de motor é uma coisa que, até que não do muita bola, talvez seja porque eu curto de mais os carros ali dos anos 90 e tal, bom, não são aquele primor de isolamento kkkkkkkkkkk
              já rebarba é algo que não suporto e no 530 vejo (por fotos) alguns pontos claros de rebarba (principalmente na parte da manopla de cambio e console a frente dela) e encaixes mal feitos…

        • Paulo Lustosa

          Suspensão o Tiggo é melhor que o X60, mas será que o Acteco é superior ao 1ZZ-FE? Porque o principal triunfo que deve alavancar as vendas do X60 é a mecânica Toyota, que inclusive uma pessoa que era meu amigo comprou um X60 por causa do motor dele, que é do Corolla.

          • Tosca16

            Não é mecânica Toyota, é apenas um projeto “plagiado” que por ser cópia tem sincronismo e até intercâmbio de algumas peças em comum; ao menos era assim no 620 que usava a mesma correia dentada do Corolla 1.3 se não estiver enganado; mas se vc ver nos vídeos apesar de elogiado por ser baseado numa mecânica conhecida há pontos ruins, a exemplo dos rolamentos de qualidade inferior (nos modelos 320 e 620, X60 não sei). E sinceramente esta informação é mais para quem acessa em fóruns e tal, que discutem e pegam vídeos e tal; boa parte ou na verdade a maioria foi na X60 pelo design, espaço interno e nível de equipamentos de série, além do bom serviço que a Lifan tem feito em promover o carro.

      • Tosca16

        Vale ressaltar que a Tiggo é automática, mesmo sendo um AT de 4 velocidades é sim uma excelente opção pelo valor que estão cobrando.

    • Ernesto

      Na Chery falta divulgar os produtos.

      • Tosca16

        Verdade, marketing pífio.

        • sepchampions

          Tinha que ter feito que nem a Hyundai com um diferencial a melhor: um banco forte R$ bancando financiamentos agressivos.

  • delvane sousa

    O problema dos chineses é que eles pensam no Brasil a curto prazo. Se quiser estabelecer aqui tem que entender que é um pais de altos e baixos. Hoje crise, amanha vende bem, crise de novo.
    Se quiser estabelecer aqui tem que fincar bandeira e aguentar, como as 4 grandes e a Hyundai mais recente.
    Como diz aquele ditado, o Brasil não é para amadores.

    • Tosca16

      A Chery tá fazendo isso, investiu errado mas fincou os pés no mercado brasileiro; vende até menos que as conterrâneas mas continua com os investimentos e se tudo der certo a longo prazo pode ser a única que se salve definitivamente das conterrâneas. Faço somente a crítica a falta de planejamento inicial, o pouco investimento com o marketing e sobretudo a demora em trazer seus novos produtos ao nosso mercado.

      • Jorge Osório Cortese Magalhães

        Ressalto a falta de uma ao menos razoável política de marketing. A grande maioria das pessoas não conhece o Celer e muito menos sabe que é feito no Brasil.

        • Tosca16

          Desenformação à parte friso também que o consumidor de um modo geral ainda não é instruído a pesquisar e fazer uma compra consciente .

  • Pedro Henrique

    ta sentindo esse cheirinho?
    calote

    • leomix leo

      O governo aqui da Bahia não liberou o empréstimo milionário deles, acho que isso prejudicou bastante a instalação da fabrica deles por aqui. Moro em Feira de Santana e toda vez que vou para o litoral norte, passo pela frente desse mundo de terreno que foi doado, fico imaginando o tombo que eles iriam dar se conseguisse esse dinheiro.

  • afonso200

    sera que vai agora

  • Louis

    Tenho pé atrás com a JACa.

  • Renato Alves

    JAC vamos voltar a ser competitiva né, Os preços atuais estão proibitivos!

  • Douwe

    E vão vender esses carros onde, pelo Mercado Livre com entrega pelos Correios? O site da JAC tem mais endereços de oficinas autorizadas do que de concessionárias.

    CKD + INSTALAÇÃO ALUGADA + representante ao invés da própria matriz + mentiras sobre a mega fábrica que prometiam + marca chinesa + poucos pontos de venda + rejeição aos carros chineses no Brasil…isso não me cheira bem.

  • Vanderlei Santos_JAC_J6_2012

    A promessa da jac era manutenções baratas quando comprei no final de 2012. Hoje me admira quem compra um jac tendo uma manutenção quase 3x mais cara (até 60.000) do que um hb20 por exemplo.
    O grupo shc devia ter feito contrato com fabricantes locais para oferecerem peças de reposição a preço de paralelo. Fidelizando o cliente já que conta com uma venda muito menor que as outras grandes que pecam no pós-venda. Menor número de veículos de vendidos poderiam fazer um pós-venda a nível Toyota que hoje é o mais elogiado pelo que vejo.

  • jkpops

    A Lifan está bem colocada no mercado oferece um bom carro por um bom preço sem enganação. Deve continuar inovando pra prosseguir crescendo essa sim já era pra estar montando pelo menos o X60 em terras brasileiras e com cambio automático e motor flex a chery vacila muito já passou da hora dela lançar um comercilal /utilitário com preço imbátivel pra gerar escala e assim aumentar sua fama no mercado quem lembra como a hyundai chegou aqui? Vendendo suas H-100 a JAC fez tudo certo no inicio mas se perdeu no caminho na época que o Faustão fazia os comerciais da JAC eles estavam vendendo bem era a hora exata de abrir o leque para os fabricantes de auto-peças paralelas e tambem firmar contratos com metalurgicas como Fra-le metal leve cofap monroe etc pra abastecer o mercado com peças de reposição a baixo custo não sei se a JAC vai longe não pode até que consiga um nicho pois a entrada dos motores flex na linha já é um bom começo..



Send this to friend