Home Avaliações JAC T6 em versão chinesa esbanja força com turbo e agrada pelo...

jac-t6-avaliacao-NA (2)

O JAC T6 é conhecido na China como S5, mas por ter similaridade de nome com o cupê da Audi, a marca chinesa vai vende-lo com a nova designação no Brasil. Ele é o segundo SUV da Jianghuai Automobile Company, empresa sediada em Hefei, província de Anhui, China.

De porte médio, o modelo é fruto da cooperação da JAC com a Hyundai, que já fez nascer o modelo Rain, primeira geração do Santa Fé. O JAC T6 deverá chegar ao Brasil em outubro, sendo mostrado no Salão do Automóvel. No entanto, não virá como esta versão para o mercado chinês que o NA avaliou por 5 dias.

O JAC T6 deverá chegar com motor 2.0 JetFlex – sem tanque de gasolina no cofre do motor – e potência em torno de 155 cv com etanol. A transmissão de seis marchas sai para dar lugar à de cinco marchas. No carro testado, o 2.0 Turbo entrega 176 cv e é a opção de acesso com este motor no mercado chinês.

Outras duas versões apresentam o mesmo 2.0 de 136 cv da J6. Lá, este custa 109.800 yuans ou R$ 41.822. Aqui, o T6 Flex deverá custar em torno de R$ 70.000. Ou seja, será mais barato que as versões topo de linha de EcoSport, Duster e Tracker, além de ficar muito distante de seus primos coreanos e outros SUV médios, que estão na faixa dos R$ 100.000. Mas vai valer a pena?

jac-t6-avaliacao-NA (45)

Por fora…

O JAC T6 2.0 Turbo chegou ao Brasil junto com um lote de unidades de testes, que já percorrem o país para adaptação do modelo às nossas condições de rodagem. Este exemplar é o único não alterado e representa exatamente o que o consumidor chinês encontra nas concessionárias de seu país.

O estilo é moderno e atraente, especialmente pelo conjunto frontal. O visual lembra – e com razão – o Hyundai ix35, que lhe empresta a base. No entanto, a semelhança fica mais pelo desenho das janelas e das colunas C. O conjunto é até certo ponto harmônico, pois a traseira tem forte inspiração do Audi Q5 e destoa um pouco do conjunto.

Na parte frontal, os faróis duplos apresentam acabamento escurecido, mas não dispõem de LEDs diurnos. O desenho é interessante. Já a grade do motor é pequena e apresenta friso cromado com o logotipo da JAC, uma estrela de cinco pontas. O para-choque tem grade em formato de “U” invertido, além de faróis de neblina com frisos cromados. O ângulo de ataque da base do protetor facilita a transposição de obstáculos no fora de estrada.

jac-t6-avaliacao-NA (46)

As rodas de liga leve aro 17 tem desenho agradável e apresentam pneus 225/60 R17. Como o JAC T6 2.0 Turbo é volumoso, elas até parecem aro 16 em uma primeira impressão. Os para-lamas dianteiros apresentam apliques cromados, assim como friso na base das janelas. Os retrovisores tem repetidores de direção em LED, assim como rebatimento elétrico (apenas através de um botão interno).

Com toda a base da carroceria com proteção plástica de cor preta, o veículo fica visualmente interessante na cor branca. O teto apresenta barras longitudinais cromadas, enquanto a traseira tem lanternas (e luz auxiliar de freio) em LED e para-choque com sensores de estacionamento e duas saídas de escape com acabamento cromado. Nesta versão não há câmera de ré. Também não sabemos se será disponibilizada na versão brasileira.

jac-t6-avaliacao-NA (52)

Por dentro…

O ambiente interno do JAC T6 2.0 Turbo é bom. O painel é contemporâneo, mas apresenta acabamento em plástico duro, infelizmente. O JAC J5, por exemplo, tem a parte superior emborrachada. Os difusores de ar apresentam filetes cromados, enquanto um friso prateado percorre o conjunto frontal de um lado para o outro.

A central multimídia e o ar condicionado manual apresentam acabamento em preto brilhante, o mesmo que reveste o console sobre o túnel da transmissão. As portas apresentam plásticos duros, mas o centro é revestido em couro caramelo, enquanto puxadores, maçanetas e apliques superiores são prateados. O volante de estilo Chevrolet também tem acabamento nesse tom, assim como a base da alavanca de mudanças.

Passam uma boa impressão os comandos dos vidros, de acabamento cromado e iluminados. Pena não ter função de um toque para todos os vidros. Aliás, a chave deveria ter fechamento global dos vidros e rebatimento dos retrovisores. Quem sabe na versão flex. Já a iluminação do painel e instrumentos é azul e o cluster tem boa visibilidade, tanto de dia quanto de noite, ao contrário da J6, por exemplo. Um display central apresenta autonomia, tempo de viagem, velocidade e consumo médio de combustível, além do hodômetro.

jac-t6-avaliacao-NA (54)

A central multimídia deverá ser trocada por uma em português ou inglês e/ou sistema de som 2din com CD player. A unidade testada é muito lenta e quase chega a travar. Tem até navegador e bluetooth, mas o primeiro é apenas funcional na China. Já o ar condicionado é manual e provavelmente será assim na versão flex. Ele esfria bem e garante conforto.

O volante tem apenas comandos de áudio e telefonia, mas é revestido em couro. A regulagem, no entanto, é somente de altura. Falando em ajustes, os faróis e a instrumentação também apresentam opções de posição e intensidade. No assoalho, há um comando manual para abertura do tanque. Já próximo da alavanca de mudanças, estão as entradas USB (padrão BR) e auxiliar, bem como tomada de 12V (única em todo o veículo) e isqueiro.

Entre os bancos, um porta-copos sem tampa e um porta-objeto sob o apoio de braço central estão presentes. O porta-luvas tem pouco espaço, mas apresenta iluminação, assim como os para-sóis com espelhos e luzes de posição nas portas. As luzes de leitura dianteiras são individuais.

Há também porta-óculos e um espaço para o botão do teto solar, não disponível nessa versão. Aliás, o botão de partida também tem seu lugar, mas só oferecido na opção topo de linha na China. Não sabemos exatamente se tudo o que está no JAC T6 2.0 Turbo será oferecido no JAC T6 2.0 JetFlex.

jac-t6-avaliacao-NA (25)

Os bancos são revestidos em couro em dois tons – preto com centro e costuras duplas em tom caramelo – e os dianteiros não apresentam regulagens elétricas ou aquecimento, itens presentes na opção mais cara na China. Isto é certo, o acabamento interno da versão flex será totalmente preto. No assento traseiro, existem três apoios de cabeça e tem até Latch para cadeirinhas de criança, mas o cinto do passageiro central é subabdominal.

Há também um apoio de braço central com dois porta-copos, que são completados por porta-garrafas nas portas. Ou seja, levar bebida a bordo não será problema. No entanto, uma fonte 12V atrás faz falta, da mesma forma que difusores de ar adicionais. Os encostos dianteiros são equipados com porta-revistas e a luz interna funciona como luz de leitura.

Com rebatimento 2/3, o banco traseiro amplia os 505 litros do porta-malas, podendo assim chegar a 1.100 litros de capacidade máxima. A tampa traseira tem comando elétrico na chave e apresenta fechadura para abertura interna em caso de sequestro ou criança presa. Uma cobertura retrátil deverá ser oferecida, embora estivesse ausente no JAC T6 2.0 Turbo avaliado. Há iluminação, porta-objetos lateral e estepe fino. O espaço é bom para levar as malas em uma viagem mais longa.

jac-t6-avaliacao-NA (11)

Por ruas e estradas…

O JAC T6 2.0 Turbo não virá à princípio ao mercado nacional. A ênfase da JAC Motors é oferecer uma opção flex, a fim de atender o consumidor brasileiro, que mesmo no segmento de SUVs médios, não dispensa a opção de abastecer com etanol. Comercialmente é bom para quem vende, mas não dá para comparar motor aspirado com motor turbo, por melhor que o primeiro seja.

Então, para quem está esperando pelo flex, é bom mesmo não andar nesta versão. Por dois motivos. O primeiro é óbvio e já foi citado acima. O segundo é que esta versão é voltada para o mercado chinês. Ou seja, apresenta características que não vão agradar os brasileiros.

O motor 2.0 Turbo do JAC T6 se mostrou um pouco ruidoso e áspero, talvez aí teremos mais um mudança no que diz respeito à isolamento acústico. Ele entrega 176 cv a 5.200 rpm e bons 26,9 kgfm entre 2.000 e 4.000 rpm. Aliás, é exatamente acima da rotação menor que a força do propulsor realmente aparece. As retomadas são pontuais e o modelo não deixa a desejar nesse quesito, oferecendo bom desempenho na maioria das condições de tráfego.

Por ser bem mais leve, o JAC T6 2.0 Turbo não dá trabalho adicional para manter a rotação acima desse nível, a fim de permanecer desperto. No JAC T8, por exemplo, quando conduzido na cidade, garantir essa rotação se mostrou mais difícil. A primeira marcha (são seis) é bem curta e até a quarta marcha, dá para explorar bem a força do motor. Os engates são precisos, mas falta maciez. A embreagem tem acionamento suave.

jac-t6-avaliacao-NA (12)

As quinta e sexta marchas são mais longas, especialmente a última, que praticamente serve apenas para cruzeiro. Pisando mais forte, o motor nem parece que tem turbo. Enfim, é apenas para reduzir a rotação e garantir menor ruído e consumo em cruzeiro. O JAC T6 2.0 Turbo roda a 2.100 rpm a 110 km/h e nessa condição, marcou 11,5 km/litro. Na cidade, o modelo fez 8,0 km/litro.

Com bom espaço na frente e atrás, o ambiente interno do JAC T6 2.0 Turbo é projetado para dar conforto em viagens longas. A ergonomia é boa para o condutor e a posição de dirigir é confortável. Os bancos são firmes, mas não cansam e atrás, um adulto de 1,80 m não se sentirá apertado se o condutor/passageiro de mesma estatura estiverem na frente. A altura do teto é boa e não deixa raspar a cabeça. Naturalmente, o quinto ocupante terá menos conforto.

De vidros fechados, o ruído interno do JAC T6 2.0 Turbo ficou um pouco acima do desejável, conforme já dito acima. Ao contrário do T8, ouve-se pouco a turbina e o ronco é áspero e pouco agradável. A suspensão tem ajuste muito macio, privilegiando o conforto, mas deverá ser mais firme e menos barulhenta que a do modelo testado. O SUV da JAC dispõe de ESP e TCS para dar mais segurança, assim como assistente de partida em rampa e controle de descida.

Airbags laterais e de cortina não estavam presentes nessa versão. A direção é elétrica, mas tem ajuste muito leve em baixa, ficando mais firme de forma progressiva. Ela também apresentou ruídos – já visto em alguns carros chineses não adaptados… – em piso irregular. Os freios são um pouco baixos, mas é outro item que deve ser modificado aqui no Brasil. Ainda assim, apresentaram funcionalmente normal. A estabilidade é satisfatória, apesar da moleza da suspensão, que filtra bem até certo nível, embora ressentindo-se disso.

jac-t6-avaliacao-NA (23)

Por você…

O preço em torno de R$ 70.000, segundo intenção da JAC Motors, se mostra competitivo, já que se trata de um SUV médio com belo design, bom nível de equipamentos (espera-se no mínimo os mesmos da versão) e com motorização flex, uma preferência “quase” nacional.

Ainda não sabemos como ele andará com 155 cv e nem como será seu consumo, já que terá cinco marchas, o que deve ajudar nesse aspecto. O que podemos imaginar é que o JAC T6 2.0 JetFlex será mais confortável e silencioso, embora naturalmente ande menos. A garantia de seis anos vai ajudar também. No entanto, a ausência de câmbio automático será muito mais sentida do que nos rivais de porte compacto.

Com ar condicionado, direção elétrica, trio elétrico, alarme, rodas de liga leve aro 17, sensor de estacionamento, ESP, TCS, ABS, HSA, DSC, airbag duplo, computador de bordo, multimídia com MP3/USB/Aux, bluetooth, faróis de neblina, sensor crepuscular, bancos em couro, entre outros, o JAC T6 em versão brasileira será uma opção muito interessante no mercado. Já o turbo, quem sabe mais para frente… Se vai valer a pena? Provavelmente sim.

Medidas e números…

Ficha Técnica do JAC T6 2.0 Turbo

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 4 em linha, turbocompressor e intercooler
Cilindrada – 1997 cm³
Potência – 176 cv a 5.200 rpm (gasolina)
Torque – 26,9 kgfm entre 2.000 e 4.000 rpm
Transmissão – Manual de seis marchas

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – ND
Velocidade máxima – 190 km/h

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Multilink
Elétrica

Freios
Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 17 com pneus 225/60 R17

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.475 mm
Largura – 1.840 mm (sem retrovisores)
Altura – 1.670 mm
Entre-eixos – 2.645 mm
Peso em ordem de marcha – 1.505 kg
Tanque – ND
Porta-malas – 505 litros

Galeria de fotos do JAC T6 2.0 Turbo:



  • Rafael

    volante do cruze, painel da ix 35 e por fora parece um audi!

    • F.tavares

      Copiar um texto de alguém é plágio, copiar vários, é monografia!A JAC tirou os estagiários da sala e fez um carro bonito, só pecou feio na opção de cambio…A sorte está lançada, né!

    • Wellington Myph13

      "Nada se cria, tudo se copia."

      • cavevolution

        Ctrl+C, Ctrl+V.

    • Stelmo

      Hyundai e JAC motors são parceiras!

      • Gerson

        Foi a primeira coisa que pensei…kkkkkkkkkkkkkkk…volante de Cruze e aparência de IX35….sem falar no centro do painel que lembra o do Focus e o velocímetro e conta giros do Camaro…..kkkkkkkkkkkkkkkk…essa JAC , sei não viu

        • Igor

          amigo não exagera , pega um óculos e vê isso melhor , o quadro de instrumentos é igual ao do IX35 não tem nada de Camaro ali

    • Jonas

      Bom, melhor copiar coisa boa do que algumas porcarias que temos no mercado!

  • Marcelo_1986

    É um carro muito bonito. Espero que a JAC não bote um preço salgado nele (como é chinês, deveria ser mais barato quê os demais rivais), e mais, espero que ele venha com os itens de segurança citados na matéria.

    OBS: Apesar de eu ainda não ter confiança com as montadoras chinesas (não é preconceito), fico feliz em ver que elas estão se esforçando para ter carros com qualidades.

    • suguii

      Pois é… gostei bastante desse modelo, só espero que o Senhor Esfiha (Sérgio HABIB) não destrua essa carro no BR (huehue)…. será uma boa opção no segmento…

    • Célio Marcos

      Se a sua falta de confiança em montadoras chinesas não é preconceito, o que é então?

      • yagogabriell

        É mercado. Mal chegaram e já querem se achar "as Alemãs", assim não dá!

  • andrevidigal

    algumas duvidas:
    1) o que eh USB padrao BR ?
    2) qual consumidor brasileiro (especificamente de SUV) prefere flex?
    3) de onde saiu que brasileiro gosta de suspensao “esportiva” com essa ***** que sao nossas estradas?
    4) por que nao manter o motor turbo e revolucionar o segmento?

    Resumindo: eu, como consumidor brasileiro, iria adorar um SUV pequeno 2.0 turbo AUTOMATICO com suspensao confortaval (desde que tivesse ESP)

    • silasrana

      1) Os carros chineses, em sua maioria, trazem entrada mini-usb nos rádios. O próprio J3 era assim e outros chineses também. Era necessário um adaptador pra ligar os pendrives. Acho que, finalmente, alguém entendeu que o padrão USB normal é melhor…

    • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

      Quem prefere flex? Quem paga um preço que vale a pena no álcool… estado de São Paulo quase inteiro, boa parte do Paraná, Rio de Janeiro, são alguns lugares…. são poucos lugares em comparação com o Brasil todo? Sim, mas já se engloba aí uma população de uns 30/40 milhões de pessoas.

      Sim, o carro Flex fica mais gastão do que o carro que é monocombustível, mas o consumidor leigo não sabe disso. O que ele sabe é da liberdade de escolha do combustível que quer usar, dependendo da época do ano.

      • HelderBH

        Se engloba uma população de 40 milhões de pessoas jamais será a preferência nacional, já que população brasileira supera os 200 milhões, portanto, no máximo 20%.
        Eu odeio motor flex e infelizmente como não tinha opção comprei o segundo carro da minha família com o maldito motor flex, que, como apresentado até o momento é uma idiotice sem tamanho, pois, o motor perde o grande apelo de desempenho quando utilizado o etanol e gasta um absurdo, com gasolina então é pior ainda.
        O dia em utilizarem tecnologia prá valer nestes motores (turbo, comando de válvulas variável, injeção direta, etc poderá vir a ser interessante.

    • Pacheco

      amigo… brasileiro realmente prefere suspensao mais firme. vide os carroa americanos q sao endurecidos pra vender no Brasil.

      quem ja dirigiu os chrysler e jeep sabe do q estou falando. freio mole e suspensao maria mole

    • erickluuh

      Uma andorinha não faz verão, aposto que se eles mantivessem o motor T, não iria render tanto $$$, afinal, "é chines", e sobre motor flex, se não fosse importante Hyundai, Kia, não teriam aderido a "moda".

    • Felipe AG

      Assino embaixo. A JAC poderia ter inovado, palavra predileta das montadoras nos dias de hoje, mas parece que fazer mais do mesmo: a m*** de motor flex é uma praga que nunca mais vai nos abandonar. Tudo graças ao Lula. Outra: se vier com suspensão dura, estilo VW, pode assinar o atestado de óbito. SUV deste tamanho com suspensão "esportiva" ninguém merece.

  • Rafael_rec

    Passo.

  • oravlá

    Agora entendi porque não vi nenhuma publicação reclamar do desenho ser igual ao do Hyundai Ix 35, pois a base desse JAC é do próprio Hyundai. Vocês, para mim, foram os primeiros a esclarecer isso, obrigado !!!

  • https://www.facebook.com/ederson.lima.7 Ederson Lima

    Unica coisa que matou esse carro foi essa traseira de AUDI, fica a sensação de está com uma cópia (o que é de fato)!

    • Tosoobservando

      A beleza deste carro é exatamente ele ter traseira Audi. Vc vai andar na rua com um carro parecido mas pagou metade do preço. O importante é o carro ser bom, economico, bonito e barato.

      • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

        Parecido por fora né, por dentro nem falo nada.

        • Edson Roberto

          Tem que falar sim Eber! O maximo que puder…rs

      • https://www.facebook.com/antonioluiz.cardoso.52 Antônio Luiz Cardoso

        Econômico?não sei. Bom, duvido (vide as tranqueiras J3). Seguro, piada (mesmo motivo anterior). Então, R$70mil nisso não é barato. É roubauto!

  • Augusto

    Frente da IX35
    Traseira da Q3
    Chines nada inventa tudo se copia

    • Gerson

      Volante de Cruze……..

    • gusgm

      Pelo menos eles copiam algo e nos?

    • PAULO

      Pelo menos copiam algo que vale a pena,,,,,,,,,,,,imagine se fosse ; FRENTE E TRASEIRA DA SPIN….KKKKKKKKK.

    • johnnyburanelo

      na china a JAC fabrica Hyundai
      o ix35 empresta a Base para o T6…. inclusive sao montados juntos….

  • PH R Tavares

    Não gostei da cor de tijolo dos detalhes das portas e dos bancos e também da textura do centro do volante, não combina com os arremates! rsrsrs… E se essa turbina não for rolamentada com 3000 km,vai estar cantando como uma cigarra!!! rsrsrs…

  • CanalhaRS

    70 mil??? Num suv chinês??? Eu passo….

  • Ricardo

    Suspensão esportiva aham, meu civic 10 mil km balança tanto na rua que não dá nem pra ver a merda das horas!

  • paulo

    interresante eu axei..MT LOko

  • http://www.antoniodejulio.com.br Antonio De Julio

    Como andas a fábrica da JAC no Brasil?

    Gostei do porta-malas. Se passar no teste dos 60 mil, coitada da CacaEsport

  • Carlos

    Nunca vi nenhum brasileiro gostar de motor flex. Não sei de onde isso virou preferência nacional.

    • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

      Quem é leigo não sabe que carro flex fica mais gastão que o mono.

      • http://www.danielmorais.com Daniel Morais

        Vai em uma feira de venda de carros, onde a pessoa física vende pra pessoa física. Lá você vai constatar o tanto que o comprador se preocupa em saber se o carro é Flex ou não. Pra mim não importa se é ou não é flex, mas pra maioria importa, por mais que ela nunca abasteça etanol.

  • Cassianoccm

    Achei um tanto caro, deveria ter o preço mais parecido com o X60.

  • BispoX

    Chinês ???..ainda não confio !

  • Tosoobservando

    Nao entendo o "problema" de ser copia, se copiarem coisa bonita como esse ae pegou Hyundai e Audi, nao tem nada de mal, agora faz igual a GM e faz coisas como o Cobalt ou Agile, ae mata.

  • Claudio

    Ouço muita reclamação de pessoas que compraram carros Chineses pela falta de peças e a demora para conseguir, a casos de ter de que esperar 120 dias,

    • cignusrj

      Eu ouço reclamação semelhante de todo mundo q compra carro importado.
      Mas acredite tem fóruns de donos de carros onde se fala de substitutos de peças no mercado nacional.
      O mais complicado são faróis, lanternas e outras peças exclusivas.
      Mas aí os chineses tem uma facilidade, sites como freway, aliexpress q vc compra, paga frete pela DHL, paga 80% de imposto(dependendo do valor), chega em no máximo 7 dias e ainda paga menos da metade se for comprar em autorizada.

  • junior silva

    O que acontece com esses carros de teste? são destruidos ou vendidos?
    Já vi alguns j5 de estilo chines a venda e sempre fiquei em dúvida, acho que é o caso desses carros ai.

    • CarrosOrientais

      São vendidos! Eu mesmo já vi um J5 Chinês circulando nas ruas de Guarulhos, era um dos veículos de teste da JAC foram vendidos por um preço baixinho .

  • zeuslinux

    Bem, será uma opção interessante para quem estiver olhando entre Tucson, Duster e Ecosport com câmbio mecânico pelo maior porte e visual mais moderno e entre os chineses Tiggo e Lifan X60, porém essa decisão de não usar o motor turbo (mais forte) e de não oferecer câmbio automático, aliado ao preço similar da concorrência e boa fama ainda a conquistar da JAC, vai fazer com que o carro venda em patamares inferiores.

    Eu só me arriscaria a comprar se viesse com um câmbio automático de 6 marchas e motor 2.0 turbo, mesmo que não fosse flex. Não faço questão nenhuma de usar álcool.

  • REUSAN

    Éber, vcs andaram no carro? Ou foram só fotos?
    vlw!

    • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

      Claro que andamos… todas as nossas avaliações são feitas usando-se o carro por alguns dias… no contrário não teríamos como opinar sobre o desempenho e consumo do carro como fizemos no texto. Abs

      • REUSAN

        Rolou vídeo? Como das antigas ?

        • Edson Roberto

          Não, pois para faze-lo perde-se tempo e o Eber decidiu não fazer mais.

          • REUSAN

            blza!obrigado.

          • Magno

            Uma pena porque era um dos diferenciais do NA. Eu e quase todos aqui , ( eu acretido ) devem gostar muito dos testdrivers em vídeos como faz Carbuyer, Vrum entre outros, isso dá uma dinâmica a mais no teste do que o relato em texto, por mais bem escrito que seja.

          • junior silva

            Meu caro Edson, vcs tem que por em mente que não é só uma questão de tempo, e sim de mais um bom conteúdo do site, conteúdo esse muito bom.
            Numa boa Edson, o NA perdeu muito com isso, eu particularmente adorava as avaliações que além de confiáveis, abordava vários pontos, valeu, fica com DEUS.

          • Tosca16

            era o melhor do NA, todos aficionados por carro amam vídeos … Poderiam profissionalizar os vídeos e ser mais parecidos com matérias e não necessariamente onboard ( apesar que amo esses tipos de vídeos, são mais reais e de melhor esclarecimento para nós que vemos ) . Quem sabe um dia voltam, esse JACzinho passaria fácil dos 50.000 visualizações no youtube .

            • REUSAN

              Eu tb achava show, pois eram situações q nós motoristas normais usuais do dia a dia, estrada , cidade , espaço,acabamento e consumo .

            • junior silva

              Parece que não é só eu que quero a volta das avaliações, acho que pelo menos 90% querem a volta das avaliações, cabe ao NA essa decisão.

          • yagogabriell

            Era o melhor do NA. Esperava a semana inteira..rs

      • Tosca16

        Eber vê se conseguem o Tiggo automático , queria ver o desempenho do 2.0 naquele câmbio obsoleto de 4 marchas … querendo ou não é o mais barato nesse seguimento, se não comprometer muito o consumo e entrega de potência por que não ? Testem aê …

        • Alexdebrito

          Tiraram a melhor parte do NA e dizem que tomava tempo, materia ctrl C ctrl V qualquer blog faz. fica a dica.

          • REUSAN

            Esse videos de ir Css, pedir autorização, carro parado, e legal , o Rapaz faz um trabalho ,bkna ,mas ñ tem mesmo brilho! Mas o Éber e o chefe , ele sabe o que faz!

  • Baralho

    Pá de cal no jurássico Tucson.

  • JUNIOR COSTA

    Esses testes realizados até agora para mim nenhum é válido, cade o T6 flex sendo testado? Como vão lançar outro motor e os caras colocam o turbo nas estradas brasileiras para ser testado??? Quando eles resolverem colocar o verdadeiro motor que a Jac vai utilizar aqui, vai ser em cima da hora, qual credibilidade vai trazer sem rodagem nenhuma? É um carro com tecnologia e segurança, mas falta credibilidade para a marca para lançar esse carro entre 70 a 75 mil, se lançaram por esse preço vai encalhar nas revendas que já andam de pernas bambas.

  • Tom4x4

    Quando estiver aqui , com certeza farei um test-drive.

  • https://www.facebook.com/rodrigo.salvador.58323 Rodrigo Salvador

    eu achei muito bonito por fora,mais por dentro deixou a desejar,ficou muito feio.

  • Landrutt

    45 mil e estaria muitíssimo bem pago.

    • Tom4x4

      45 mil é um golzinho amigo, e por favor nao vem falar que o gol é caro , que carro nos EUA custa tals etcc..e bla bla bla

      • Landrutt

        E daí?

        • Tom4x4

          mimimimimimi

          • Landrutt

            Mimimi é o seu, amigo.

            • Landrutt

              zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

              moderação?

      • yagogabriell

        E é caro mesmo. Deveria custar a metade. golzinho fulerage custando 45 mil…e ainda tem gente para defender.

        • Tom4x4

          Claro que é caro , tudo é caro no Brasil , mas não adianta falar mais isso , ja sabemos que é caro ,tem que aceitar.

    • LinS_T2

      Vc é o rei do mimimi, hem?

  • leandro sz joyce

    quando a jac começar a produzir esse carro no brasil, vai ser uma otima opção, porque vai acabar com aquela velha historia de reposição de peças, pelo menos eu acho kkkk

    • Tom4x4

      A Fabrica diz que ta em andamento né, esperamos que saia da terraplanagem.

      • https://www.facebook.com/antonioluiz.cardoso.52 Antônio Luiz Cardoso

        quiném a fábrica da Kia na Bahia. Tomemos água de coco na rede.

  • Tosca16

    E começou de fato a entrada dos chineses, agora é só esperar o Beta 5 pela Chery e demais modelos chineses de maior qualidade e vamos a briga por mercado e consumidores naturalmente . Que venham e que venham logo, com mais opções e qualidade .

    • Magno

      Correto, que cheguem logo ! eu não tenho preconceito contra os carros chineses e, portanto não fico criticando sem conhecimento de causa como fazem muitos por aqui, se não tiver qualidade simplesmente não compro. Agora eles estão se aprimorando cada vez mais e com certeza; quem tanto critica hoje, é forte candidato a ter um amanha.

    • yagogabriell

      Mas não vai adiantar se essas empresas vierem pra cá pra praticar extorsões ao povo.

  • Thoughtlessness
  • godelemos

    Podem falar o que quiser, mas sem dúvida é mais bonito (subjetivo), mais barato e, aparentemente, mais seguro que a maioria dos seus concorrentes. Se fosse 60 mil, daria um trabalhão pra concorrência.

  • Danilo

    IX35, é vc? Audi Q1, está por ai?

  • Tadeu

    70k por um SUV Chinês que nem 6 airbags tem?? Não muito obrigado, antes quando AB2 e ABS não eram obrigatórios os chineses tinham esse diferencial, hoje em dia não tem mais diferencial nenhum(Ultimamente nem no preço). Ainda prefiro algum excelente semi-novo por aí.

  • Vanderlei

    Tenho um J6, e na cidade em Canoas/RS faz apenas 7km/l andando na manha, mesma marca do inmetro….

    Tirando isso gosto muito do carro, e tive apenas 1 estresse com o carro que está com quase 17k km.
    A capa do cambio veio com péssima qualidade, estava se quebrando e soltando pedaços, a capa era uma imitação de couro e estava se despedaçando como se tivesse 100 anos. Foi trocada no mês passado mas levou 1 ano para conseguir trocar.
    Mas não me arrependo….
    Troquei um prisma por este J6 para fugir do péssimo atendimento das "cc" da GM.
    Comprei o JAC principalmente pelos 6 anos de garantia. Acho que se é para pagar revisão, o minimo é esperar que o carro dure até o fim da garantia. Na primeira revisão de 3k gratis e na 2° de 10k com preço fixo foi tudo tranquilo.
    Foi uma grande aposta vamos ver no final de 6 anos.

    • https://www.facebook.com/diogenes.hickmann Diógenes Ricardo Schneider Hickmann

      Vanderlei esses 6 anos que a Jac são pura lorota. Tenho um um J3 e depois de comprar fui ler no manual que a garantia vale apenas para defeito de fabrica, ou seja, depois dos 3 meses tu está na mão deles $$$ (as peças são caríssimas). No Reclame Aqui há incontáveis reclamações a respeito da garantia, por exemplo teu carro tem 10000 km e mais de 3 meses de uso e do nada um amortecedor estraga sem dúvida tu vai ter que pagar porque a desculpa deles será desgaste natural.
      Quanto ao pós venda da JAC Porto Alegre é lamentável.

      • JSilva

        Diógenes, tive um problema similar no amortecedor direito do carro com 3 meses de uso, a CC trocou em 5 dias.

        Se acredita que está sendo mal atendido, recomendo entrar em contato com a ouvidoria da Jac Motors no site e relatar o problema ocorrido. Já tive alguns problemas, que foram resolvidos por lá! E olha que só tive carro Ford na vida, e comparado com os brasucamericanos, a Jac está excelente.

        Abraço!

  • Heisenberg

    Antes, pensava que esse T6 fosse uma cópia do ix35, mas depois que li no texto que o mesmo era oriundo de uma joint venture com a Hyundai na China, aí a ficha caiu.

  • netovskis

    Desculpe mas com 2 ou 3 puxadores na porta do passageiro fica difícil acreditar que a JAC deixou de fazer seus carros na base da marreta.

  • MarceloAmorim

    Eu teria coragem de pagar até 50k por esse carro,se bem que só esperar uns 6 meses que vai estar nesse preço no mercado de seminovos.

  • Felipe

    A moda é comentar que parece com esse ou com aquele. Que lembra um, que lembra outro… Os pneus são exatamente iguais aos da Tucson que aluguei uma vez…

  • gusgm

    O carro é bonito e bem completo, só precisa acertar alguns detalhes para ficar perfeito.

    Quanto ao preço, apesar que para nossa realidade um SUV médio importado tão completo como esse vir por R$ 70 mil, valer super a pena (ainda mais com a GM pedindo R$ 77 mil por um Tracker praticamente pelado), a JAC poderia ousar ainda mais e oferecer o carro por volta dos R$ 65 mil já com uma transmissão automática. Seria um gigantesco concorrente para os Suv compactos (Eco, Duster, Tracker…) e muito mais negócio que os SUV médios concorrentes que já estão sendo vendidos por volta dos R$ 100 mil.

  • erickluuh

    Parem de reclamar e paguem 80k por um Tracker com uma bicicleta ;)

  • portela_lucas_

    Chega fica cansativo ler os comentários. Procuro uma opinião boa, ou algo a se acrescentar e só vejo os leitores falando a besteira de que o carro é copia e etc. Na boa, Gurgel é carro bonito? brasileiro nem sabe copiar o que é bonito. O preço é uma audácia dos chineses com toda certeza, mas é a realidade do mercado. Por favor, todos nós sabemos que é plágio de carros famosos! Se for só para dizer essas besteiras, não comentem, pois estão estragando um espaço de informações extras que podem ser interessantes.

    • godelemos

      Perfeito…

    • https://www.facebook.com/antonioluiz.cardoso.52 Antônio Luiz Cardoso

      Você tem razão. Falemos sobre segurança nos carros da JAC. Falemos sobre a fábrica. Falemos sobre a confiança na marca.

    • Ubaldir

      Se não se quer comentários sobre o carro ser uma cópia em termos de design, então que não copiem, ora bolas. É igual carinha se tatuar inteiro, meter argola na orelha, piercing pra todo lado e querer que ninguém olhe pra ele. Nada contra o visual, mas que vai chamar a atenção vai.
      É a mesma coisa com os carros da VW: pode-se até não se importar com a mesma cara em todos os modelos da linha ( eu não me incomodo), mas é de se esperar que todos comentem a respeito, ou não? E comentam. Pode ir lá em qualquer reportagem sobre o Golf e verás que metade dos comentários são sobre a "cara de Gol" do carro.
      Portanto, mais que natural a profusão de comentários sobre a falta de originalidade chinesa, que é tão velha quanto a milenar cultura mandarim.

    • ProfPR

      Pode isso Arnaldo, quer dizer, Éber ?

  • subway13
  • Louis

    O difícil será convencer alguém a pagar R$ 70 pilas num chinês…

  • fla_shun

    Quanto mais leio vejo que a ignorancia só cresce… assim como minha diversão!

    Belo descritivo NA!

  • claudio

    Cacasport <— estou rindo até agora.
    Para mim, só faltou câmbio automático nesse carro. Câmbio manual para mim já deveria ser 2ª opção. Coisa que acho chato aqui é que só lançam câmbio automático na versão top do carro. Imagina o march com câmbio automático na versão de entrada? Iria sair uns 31k~32k e com certeza iria aumentar e muito as vendas.

  • O_Corsario

    Quanta coisa ele perdeu no caminho da China para cá!

    • Junior Costa

      Amigo, a única coisa que vai mudar nesse carro é o motor, que é uma pena, deveria ser mesmo o turbo, seria um grande diferencial, mesmo não sendo câmbio automático, e para os amigos que não sabem, nem na china esse carro é vendido com câmbio automático, então esquece por enquanto, vai demorar um pouco. Todos sabemos que carro não é investimento e todos tem seu percentual de perda, mas ainda os chineses estão na liderança, esse carro depois de um ano deverá esta custando uns 55 mil, se realmente for vendido por 70 mil.

  • Pcjr10

    Não entendo, o Turbo nem virá para o Brasil. terá um motor fraco e cambio Manual! passo

  • granrs78

    Uma mancada sem tamanho se a Jac lançar esse belo modelo somente com cambio manual, pois quem paga mais de 70 mil em um carro, quer cambio automatico.

  • Ubaldir

    Ix35, é tu meu filho? Esses chineses não dormem no ponto. Copiam tudo mesmo.

  • johnnyburanelo

    preço por volta de 70 mil não está muito ruim não…. mas qdo a pessoa ta pagando isto em um carro, acredito que ele deseja cambio automatico….

    eu achei um otimo carro, e o JAC que foi testado por quatro rodas nos 60 mil km, foi aprovado, inclusive, considerado o melhor de todos os carros do longa duração, este mais novo e moderno deverá ser mekhir
    O ecosport novo, que será concorrente do T6, foi reprovado…

    a unica ressalva é a alta desvalorização que os carros da Jac tem… chegam a 50% em um ano, enquanto a média do mercado é 15 a 20

  • Diego

    Cara, o que mata a JAC é o nome dela "JAC" e essa logo marca com cara de produto falsificado.

  • oscar_fr

    Também acho que R$70.000 não está ruim não comparado a concorrência, o problema que mesmo não sendo caro, R$70.000 continua a ser muita grana em uma aposta.

  • https://www.facebook.com/leandro.nunesx Leandro Nunez

    nao entendo porque tantas criticas ao modelo, pessoas falando que o carro não presta porque é chines.. sem conhecimento algum, precisamos de mais carros assim aqui no brasil, com boa qualidade e preço atraente que nao seja abusivo, igual esta hoje em dia

  • Gustavo Guto

    Meu, RIDÍCULO não vir com o motor 2.0 Turbo! Um carro bonito e tudo mais. Não deve vender tanto assim só pela aparência, pra revolucionar mesmo tinha de vir com o turbão.

  • Vanderson Santos

    O carro é um mistura de Hyundai iX35 com Audi Q5. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK '

  • https://www.facebook.com/rafael.jandre Rafael Jandre

    Não reclama do China não! Duro vai ser ver a Hyundai lançar um "jipinho" feito em cima do HB20, com o mesmo motor 1.6 e custando 80 mil….

  • Gui

    Nossa, essa textura do centro do volante é MUITO terrível.

    • JUNIOR

      Também acho, tive a oportunidade de dirigir um JAC J3, e a textura do volante é estranha.

  • Fiatr

    Para esse carro vender tem que manter o motor turbo, suspensão confortável( com boa estabilidade,mantendo o ESP) colocar um bom cambio automático de 6 velocidades e o preço ser 68k no máximo!

  • JUNIOR

    ix35 é você disfarçada?

  • Romelli

    que venha com preço competitivo da materia e com cambio automatico

  • roberto

    O Tiggo automatico 2.0 por R$ 56.000 é muito mais negócio

  • HelderBH

    Senhor Habib, se quiser que este carro faça sucesso esqueça este motor 2.0 flex e mantenha o turbo adicionado de câmbio automático e pratique um preço decente.

    Veja a Tiguan que é o sonho de consumo (depois da Range Rover Evoque), só não vende mais em razão do preço estratosférico da Volkswagen e, mais ainda, basta ver a estatística de vendas dos veículos deste segmento (por modelo e tipo de câmbio) que ninguém quer câmbio manual.

  • Paulo Braga

    Traseira de KIA Sorento,de lado parece o IX35…kkkkk…esses chineses!

  • mquadros1

    70 paus, "queixo duro" e aspirado? "Nem a pau, juvenal"!!!