Clássicos Conversíveis Esportivos Europa Jaguar Montadoras/Fábricas

Jaguar XKSS: Clássico britânico terá nove exemplares iguais aos de 1957

jaguar-xkss-2

Considerado o primeiro superesportivo do mundo, o Jaguar XKSS será revivido nos dias atuais pela Jaguar Land Rover. Serão nove exemplares construídos exatamente como eram feitos em 1957. Estas unidades vão substituir as que foram destruídas no incêndio da fábrica de Browns Lane, Reino Unido.

Feito para ser uma versão de estrada do famoso D-Type, o XKSS será revivido pela Jaguar Land Rover Classic graças às experiências obtidas com as reconstruções do E-Type “Lightweight”. Os exemplares serão feitos em Warwick, Inglaterra, onde a Jaguar possui uma oficina de montagem manual.

jaguar-xkss-1

Originalmente, foram fabricadas 16 unidades do jaguar XKSS, voltadas para clientes americanos. Mas, com o incêndio, nove se perderam. O modelo, em realidade, só surgiu por conta do tricampeonato do D-Type em Le Mans, entre os anos de 1955 e 1957.

Com isso, Sir William Lyons, fundador da marca, decidiu converter para as ruas 25 unidades novas do carro de competição, criando assim o XKSS. As mudanças foram mínimas, mas importantes, tais como a adição de porta do passageiro, para-brisa mais alto, fim da divisória entre os dois lugares e retirada do spoiler atrás do condutor.

jaguar-xkss-3

O motor do Jaguar XKSS era um seis em linha 3.4 de 250 cv e 33 kgfm, equipado com caixa de mudanças de quatro velocidades. O bólido britânico ia de 0 a 100 km/h em 5,5 segundos e tinha máxima de 230 km/h. As nove unidades que serão fabricadas, terão preços superiores a £ 1 milhão cada e vendidos exclusivamente para clientes selecionados e colecionadores.





  • Poperon

    Minha sala de estar aguarda ansiosamente essa estát… ops, quero dizer, esse carro magnífico!

  • Eduardo Jara

    Super Esportivo mesmo. Até hoje são poucos V6 de 250cv que vai de 0-100 em 5,5. Marca impressionante pra época.



Send this to friend