_Destaque Eventos Jeep SUVs Test Drive

Jeep comemora 75 anos de história com expedição na Chapada dos Guimarães

jeep-experience-NA (19)

A Jeep está comemorando 75 anos e, para celebrar no Brasil, fez sua segunda expedição pelo país, chamada Jeep Experience, mas agora na Chapada dos Guimarães, localizada no município homônimo, há 77 km de Cuiabá/MT.

Durante o Jeep Experience, foram apresentados os três modelos da série comemorativa 75 Anos, composta por Wrangler, Renegade e Grand Cherokee. O primeiro é uma releitura moderna do clássico de 1941 e vem com uma série de itens exclusivos e personalizados, sendo equipado com motor V6 3.6 Pentastar de 284 cv e câmbio automático de cinco marchas, custando assim R$ 229.900.

jeep-experience-NA (21)

Além dele, o Jeep Renegade 75 Anos também oferece visual e acabamento personalizados com a temática da marca e versões 1.8 Flex automático de seis marchas ou 2.0 diesel com transmissão de nove marchas, ambos baseados na versão Sport. Com 2.000 unidades, tem preços de R$ 88.890 e R$ 116.890, respectivamente.

Por fim, o Grand Cherokee 75 Anos surge custando R$ 279.900. Baseado na versão Limited, o SUV de luxo tem visual frontal diferenciado em relação à versão normal e conta com detalhes e acabamento exclusivos. O motor é o V6 3.6 Pentastar com 286 cv e câmbio automático de oito marchas. Trata-se também da primeira versão no Brasil com Start&Stop.

jeep-experience-NA (15)

Trilhas na Chapada dos Guimarães

Para o percurso, a Jeep disponibilizou somente o modelo Renegade para os jornalistas convidados, sendo versões desde a Sport até a Trailhawk, mas todas equipadas com motor diesel e logicamente com tração nas quatro rodas. O roteiro – dividido em três partes – levou o grupo em locais especiais da Chapada dos Guimarães.

No primeiro percurso, visitamos a Crista do Galo, uma formação rochosa bem vertical localizada em um morro com trilha de 80 metros de altura. Localizada na base da Chapada, o acesso é feito por estrada de terra com várias valetas, buracos, muita areia e um riacho que “arranca placas”.

jeep-experience-NA (6)

Outro destaque foi na segunda trilha, onde o grupo de Jeep Renegade e veículos de apoio – Cherokee, Grand Cherokee e Wrangler – chegou ao topo da Chapada dos Guimarães, onde a estrada termina em um estacionamento tomado por muita areia, de difícil transposição.

Após quase um quilômetro de trilha por área preservada – onde sair da trilha resulta em multa, por exemplo – chegamos à borda da escarpa, onde é possível ver a “Cidade de Pedra”, formação rochosa que lembra uma cidade. Além da vista panorâmica de toda a região, incluindo a “Crista do Galo” e a nascente do Rio Claro.

jeep-experience-NA (17)

Por fim, a última parada foi na cachoeira “Véu de Noiva”, localizada em outra parte do parque da Chapada dos Guimarães, onde a entrada é restrita e bastante controlada, pois se trata de uma área de preservação ambiental. A vista do local permite ainda vislumbrar espécies de pássaros nativos e vegetação característica do local.

Durante as duas últimas trilhas, repletas de areia, pedra e outras dificuldades, incluindo nuvens de poeira que escorriam pelos vidros do Renegade, a organização da expedição Jeep fez um intervalo de atividades off-road em uma área abandonada, que pouco necessitou de adaptação para os testes com o SUV compacto.

jeep-experience-chapada-dos-guimaraes-NA (27)

Transposição de enormes valetas, descida com alto ângulo de ataque, manobra com inclinação lateral excessiva, passagem longitudinal sobre vala e subida íngreme foram alguns dos obstáculos propostos para o Jeep Renegade, que acabou surpreendendo mais no off-road do que no evento de lançamento, realizado em Niterói e Maricá, litoral do Rio de Janeiro.

Os grandes ângulos de ataque e saída permitem descer e subir planos muito inclinados, enquanto a suspensão multilink apresenta bom curso para transposição de valas, buracos e depressões. O motor diesel 2.0 de 170 cv confere ao modelo grande capacidade de tração e força, assim como o gerenciamento do câmbio automático de nove marchas.

jeep-experience-chapada-dos-guimaraes-NA (24)

Mesmo assim, o Jeep Renegade raspa bem o fundo em uso extremo (fato comum no off-road), mas graças ao sistema de tração com modos de areia, lama, neve e auto, além de pedra (Trailhawk), o SUV feito em Pernambuco consegue gerenciar as forças entre os eixos e em cada roda, conseguiu sair-se bem nas situações encontradas. As áreas protegidas do assoalho garantem a segurança dos componentes vitais do veículo.

Por enquanto, a Jeep não divulgou planos para envolver os clientes em eventos como esse. Para a imprensa, a ideia é realizar um Jeep Experience por ano em outras regiões do Brasil, complementando o tradicional evento da marca, realizado no deserto de Moab, nos EUA.

Galeria de fotos do Jeep Experience na Chapada dos Guimarães:

Viagem a convite da Jeep.





  • Lucas086

    Fã da Cheroka, muito linda… e queria ver o Hr-v e Kicks chegar onde o Renegade andou.

    • Louis

      Esta não é a proposta de HRv e Kicks…Se fosse um Renegade 4×2 também não chegaria.

      • Lucas086

        Pelo menos o renegade tem todas as propostas .

        • André

          A Duster 4×4 chega.

      • EDU

        Verdade o Hrv e o Kicks sao suv de shopping kkkkk

        • Louis

          O Renegade 4×2 também.

    • Pacheco

      Eu sou suspeito para falar… sou mais que fã da Jeep e a Grand Cherokee é meu carro predileto. Ainda vou voltar a ter um.

  • CanalhaRS

    Teve 75 unidades roubadas por crackers nos EUA. Faz parte da comemoração também? hehehehehe…

    • gabriel moraes

      lol

  • Mr. Car

    E eu lá vou colocar meu jipão bacanudo na terra? Para isto tem o Toyota Bandeirante, he, he!

    • Louis

      Ou um Jimny basicão de tudo hehehe
      Se eu fosse trilheiro, não ia querer o conforto do ar-condicionado…

    • Pacheco

      Pior q eu coloquei minha XK. KKKKK

  • Miguel

    Desculpem, mas desde que eu conheci o Grand Cherokee quando criança sou #TeamJeep hehehehe.
    Grand Cherokee, Cherokee e Renegade pra mim são incríveis. Vamos ver agora como fica o Compass.
    Mas fazer uma trilha dessas deve ser muito legal!

    • Pacheco

      Eu me tornei Jipeiro com meu Grand Cherokee.. e olha que era velinha, uma 2006 V8. Em breve estarei com uma 11/12 e quem sabe consigo comprar um 0km ainda nessa década.

  • Freaky Boss

    Lugar bacana. Já fui lá.
    E carro para trilha é o mais alto possível do solo e 4×4 mesmo, não tem jeito.



Send this to friend