Jeep lança Renegade brasileiro na Argentina

15/02/2016

Jeep_Renegade_Sport NA (6)

Fabricado no Brasil, o Jeep Renegade acaba de ser lançado na Argentina. O crossover compacto está disponível por lá, pelo menos por enquanto, apenas na versão de entrada Sport, com motor 1.8 litro a gasolina de 128 cavalos de potência, acoplado a um câmbio manual de cinco marchas e tração dianteira.

Entre os equipamentos de série, o Renegade “argentino” dispõe de airbags frontais, freios ABS com EBD, controle de estabilidade e de tração, Isofix, controle de balanço do reboque, entre outros. Itens de conforto e conveniência não foram divulgados, mas deve seguir a mesma lista da versão vendida no Brasil, com ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico, luzes diurnas, sensor de estacionamento traseiro, sistema de som com seis alto-falantes, entre outros.

O modelo tem preço sugerido de 398,7 mil pesos. A Jeep deve oferecer em breve outras versões, como a Sport Plus (ainda sem detalhes revelados), e modelos com tração nas quatro rodas.









  • Matthew

    Dessa vez nem arriscaram converter o preço do modelo pra Real pra não dá discussão kkkkkkkkkk

    • Lipe

      Dá mais de 100 mil reais…
      Versão básica manual

      Os carros não são tão caros aqui, principalmente agora que estão sendo produzidos em solo nacional e/ou países com acordos comerciais.

      A questão da distribuição de renda é um problema de desigualdade social… Precisa de mais políticas públicas e ações afirmativas para tentar alguma igualdade substancial

      Mas a população não apoia… Nem mesmo os pobres não apoiam. É engraçado como as pessoas que, mesmo não tenho propriedade alguma e sendo escravos da desigualdade brasileira, detestam que se fale em capitalismo distributivo

      Acho que é vergonha de reconhecer que é pobre… Ainda mais na internet, onde é fácil fingir ser bem de vida

      • Matthew

        Logo aparece alguém falando que essa conversão é burra, que pelo salário médio argentino é muito mais fácil comprar carro lá do que cá etc

        • Tosoobservando

          Pior que nao é, eles tao fudidos mesmo, e o Macri vai demorar alguns anos pra reverter isso, talvez em 8 anos de governo (se for reeleito) nao consiga apagar o estrago de anos de esquerdismo burro. É igual aqui, mesmo que se troque o governo vai demorar uns 15 anos pra consertar o estrago do petismo.

          • shdn2010

            Olha 15 anos seria ótimo pq do jeito que as coisas andam por aqui com tantas falcatruas é capaz do pt ficar mais alguns anos e continuarem dizendo que estao querendo tirar eles do poder pq querem dar o golpe.

        • Alisson Bona

          medico argentino (salario fixado pelo governo) 7.000 pesos
          medico brasileiro (salario fixo do mais médicos) 10.000 reais
          Daria para comparar salários de analistas do governo federal e da policia federal, lá também é menos…
          Fora que nem pense que o valor é este mesmo, é fácil trocar real por peso pagando 0,2 para baixo, só conhecer as notas argentinas, que são super fáceis de ser falsificadas.

      • Rude Voleur

        Rapazes, esperem só o tempo de eu esquentar a pipoca porque esse comentário vai dar barulho…

      • Pedro Evandro Montini

        No meu entendimento, “capitalismo distributivo” é liberdade econômica, propriedade privada e baixíssimos impostos, pois, quem toma de quem trabalha e gera riqueza são os governos.

        • ObservadorCWB

          O cara quer “capitalismo distributivo” assim: os profissionais liberais e empresários paga e “distribuem” seus impostos para a corrupção brasileira. Tudo bem ser otimista, mas o sujeito é um lunático achando que a DiLLma está fazendo capitalismo distributivo….acho que até os Yankees estão melhores, pelo menos o “chapeiro do McDonalds” consegue comprar um Civic.

      • Rodrigo Pasini

        Comparar com um país que está acabado é fácil, agora vai e compara com um país de primeiro mundo.
        E se não quiser também não precisa comparar, é só esperar um tempo e comparar com a própria Argentina, da forma que as coisas estão indo, logo logo estaremos muito pior que eles.

      • Tosoobservando

        kkkkk os Kichner acabaram com a Argentinha e agora os pseudo genios da terra brasilis ficam comparando o brejil com ela. Quando eu fuil la em 2006 eles ja diziam que a Argentina tava pior que o Brasil, entao a situação que estao hoje nao é novidade. Agora falar que carro no Brasil nao é caro baseado nos preços atuais de la é piada de mal gosto kkk Vc é da Anfavea?

        • Lipe

          Se vc mora num brejo ou brejil, eu não

        • Louis

          Acho a Argentina um pouco melhor que a Banânia, apesar de que serão sempre países atrasados. Macri pode ajudar, mas basta sair um pouco da lama, que logo colocarão outro populista no poder. Questão de cultura.
          Agora, Banânia é PerdaTotal…

    • Lipe

      O éder não viu não
      Este blog está às moscas, até nem vou entrar mais aqui

    • Tygra

      No câmbio de hoje daria R$-107.649,00. Ou seja, considerando apenas a conversão simples, está bem mais caro que aqui.

  • sushiman

    Vc viu preço do Fiat Toro?

    • Matthew

      Sim.

  • Zé Mundico

    Se compararem os dois valores em dólar (valor brasileiro e valor argentino) vai dar bem próximo. O preço real é em Dólar.

  • Perneta

    Se não me engano eles não dispõem de Diesel S10 por lá.

    • Felipe

      Na verdade, já há diesel apropriado para motores Euro V por lá sim.

  • Fabiano

    Tá no preço uma coca cola lata tá R$ 13,00

  • Thiago Porto

    É pq o Brasil só exporta porcaria pra Argentina, não é comentaristas de plantão?

    • Menos, amigo. Renegade não é nada de mais.

      • Thiago Porto

        pro Padrão America Latina?
        É sim!

  • Felipe

    Hahahahah… Renegade está em todas!