China Jeep Segredos-Flagras SUVs

Jeep Renegade chinês terá motor 1.4 Turbo e dupla embreagem com sete marchas

renegade-china-2016-4

O Jeep Renegade será fabricado em breve na China, graças à joint-venture entre Guangzhou e Fiat. O modelo pré-produção foi flagrado e aparentemente não possui alterações estéticas exclusivas para aquele mercado.

renegade-china-2016-1

No entanto, de acordo com fontes locais, o Jeep Renegade chinês terá motor 1.4 MultiAir Turbo de 140 cv, que vai trabalhar com a caixa de dupla embreagem TCT, mas com sete velocidades e tração dianteira.

renegade-china-2016-2

No entanto, comenta-se que a versão 4×4 terá o câmbio automático ZF 9HP de nove marchas, também com o mesmo motor 1.4 Turbo. Por fim, as opções de entrada serão equipadas com o propulsor Tigershark 2.4 e câmbio manual.

renegade-china-2016-3





  • Luciano Lopes

    Que palhacada da Fiat do Br em remendar um motor totalmente inadequado ao otimo carro que e o Renegade. Unico no mundo a usar um 1.8 16v defasado, mas tem milhares comprando, fazer o que ? A Peugeot usa um moderno 1.6 Turbo no 2008 e ninguem compra ! A culpa do nosso mercado e dos consumidores.

    • Mr. Bola de FOGO!

      Isso se chama corte de custos, além do mais esse tipo de motor não cabe no mercado br, segundo as fabricantes… Se vai todo custo(000) e beneficio (100%³)

    • dallebu

      Na Europa tem o E-torq 1.6 como motorização entrada…

      • João Martini

        Tem o 1.6 Multijet que é diesel..

        • Rafael Alves

          E o E-torq 1.6 de 115 cv como opção de entrada. Aqui também temos o 2.0 diesel.

          • João Martini

            Agora que achei. Será que esse motor é feito no Paraná e mandado pra lá?

            • Rafael Alves

              Deve ser, pois, nunca ouvi falar de fábrica desses e-torq em outro lugar se não aqui.

            • Edson Fernandes

              Sim, é feito aqui e exportado para a Europa colocar no carro (motor, ECU e cambio)

              • Jose Silva

                tem uma série de veículos da fiat na europa que usa etorq 1.6. É um motor muito bem aceito por lá, essa crítica só existe aqui no Brasil.

                • Edson Fernandes

                  A diferença especifica é que lá quem compra essas versões de baixa litragem já tem uma expectativa de atender ao proposto. Diferente do Brasil que o cara acha quesempre o concorrente tem que andar menos que o carro que vc escolheu.

                • Leandro Pimenta

                  é para atender o Leste Europeu

                  • Jose Silva

                    Itália, Turquia, outros… Geral. Mas a preferência lá é diesel de baixa litragem.

    • Deadlock

      O mercado chinês é muito mais competitivo que o brasileiro, hoje, é o mercado mais competitivo do mundo, à frente de EUA e Europa. A verdade é que não tem como comparar o Brasil com a China hoje. Eles estão anos-luz à frente de nós.

      • Perivaldo Silva

        O nosso mercado pode não ser tão competitivo, mas a volks trouxe o 1.0 TSI com injeção direta. Quando a empresa quer e pode, ela faz. A Fiat não quer, ou não pode?

        • sheldonDS3

          e lançou o up tsi, antes mesmo do que na europa…kkk

          • Perivaldo Silva

            Isso, isso, isso…

          • Deadlock

            É que o UP micou na Europa, pararam de investir por lá. Aqui lançaram o TSI porque estava vendendo pouco. É o mercado…
            Porquê a GM não coloca motor turbo no Ônix? Porque o mercado não exige…

            • sheldonDS3

              Não foi isso não…

              O projeto estava sendo desenvolvido em parceria entre as engenharias de lá e daqui…… aí o acabou sendo mais rápido…. talvez porque tinham menos projetos aqui…

              • Jose Silva

                mas o TSI não fez o UP decolar e nem dar um salto nas vendas. É o melhor 1.0, mas o carro é feio, não caiu nas graças do povo… Aqui para ser aceito tem que ser bonitinho mesmo que seja ordinário.

                • Leandro Pimenta

                  bonitão é o KA e HB20; carro ultra compacto é sempre feio

                • João Silva

                  Na verdadeo UP não vende pq é muito caro e o povo acha que está abaixo do gol

    • Minerius Valioso

      A única justificativa seria a falta do câmbio automático. De resto eu concordo.

    • Martini Stripes

      Complicado, o mercado pede flex, fazer um motor turbo com injeção direta ficar flex custa bastante, por isso recebemos mais lentamente novidades do tipo.

      • Oliveira17

        É por isso que dou ponto pra vw por ter colocado o tsi no up, excelente carro. Em termo de design é muito subjetivo, eu particularmente gosto.

        • Mario

          Excelente carro 1.0, com preço fora da categoria, por isso está encalhando. Não adianta querer ser mais realista que o rei.

          • Oliveira17

            Todos os carros no huehue tem preços fora da realidade. Os huehue sempre preferem pagar mais caro por carros que oferecem apenas design e frufru.

      • sheldonDS3

        1.0 tsi, 1.6 thp, já são flex….. o da bmw idem, o 1.4 tsi também……. então não tem mta desculpa…..

        • Martini Stripes

          Tem sim, custa, se sem fazer eu vendo, pra que fazer? A BMW faz mas não recomenda, tanto que o tempo de revisão cai pela metade.
          E as metas de consumo são mais brandas que a Euro6. Pq o lobby da industria precisa mandar o maquinaria antigo da Europa pra algum lugar. Manda pra Subdesenvolvido. Enquanto não tivermos a nossa industria, ficaremos com as rebarbas.

    • Leônidas Salazar

      Em toda Europa, o Jeep Renegade é oferecido na versão de entrada com o motor 1.6 aspirado a gasolina de 110 cv e 15,5 kgf.m a mais de 100 mil reais, no caso do Renegade o Brasileiro estar muito bem servido, por mais de 100 mil reais, agente compra uma versão Sport 2.0 turbo diesel de 170 cv e 35,7 kgf.m de torque, com tração integral e câmbio automático ZF de 9 marchas.

  • 1945_DE

    ÉH! Para o mercado brasileiro serve a porcaria do E-torq remendado. É lamentável a situação do mercado automobilístico brasileiro.

    • Oliveira17

      O peugeot 2008 tem um motor turbo excelente, mas os huehue preferem as antiguidades.

      • Rafael

        Mas em contrapartida peca pela falta de cambio automático. Essa categoria de suvs compactos é ridícula, cobram caro por modelos da moda que custam mais que um sedan médio, andando menos e bebendo mais( no caso do renegade e hrv), ou então colocam um motor ótimo(thp) mas não existe a opção de cambio AT.

        • Oliveira17

          Infelizmente é assim.

    • Jose Silva

      Colega, existe RENEGA DE 1.6 ETORQ na europa, e pelo que acompanhei as matérias de lá o carro está tendo boa aceitação e o motor tem sido elogiado pela confiabilidade e baixa manutenção. Essa crítica só existe no Brasil…

  • Peter Bishop

    Esse 1.4 aqui não chega!

    • Jose Silva

      e porque chegaria ? A FIAT tem o Linea 1.4 Turbo em 2007 e não foi aceito, as vendas do Punto T-jet são bem abaixo das expectativa desde o lançamento 2008, o Bravo t-jet segue o mesmo patamar do punto, vende pouco. O 1.4 Turbo é importado, pra que investir nele se a diferença de preço para o 2.0 Diesel seria mínima ? Definitivamente quem reclama não entende.

      • Ernesto

        A Fiat lançou o Linea 1.4 Turbo e não disponibilizou um câmbio automático decente. Esse, pelo que eu acho, foi um dos motivos por não vender bem, portanto, erro de estratégia da Fiat. Quanto à diferença de preço, será que seria tão pequena a diferença? Lembre-se que motor diesel paga mais imposto.

  • DiegueteCG

    Ai ai ai, será que vai demorar pro motor turbo decolar aqui no Brasil?

    • ObservadorCWB

      Com o pessoal exigindo “FRÈXIS” ????

      • Edson Fernandes

        Mesmo assim temos turbo flex aqui. BMW, VW, PSA….

  • Lobo

    Poderia ter vindo com esse 1.4T né dona Fiat.

  • Bahov

    Fui conhecer o Renegade e o carro me surpreendeu, ótimo acabamento, bom espaço interno e bem equipado desde a versão de entrada. Os vendedores estão muito bem preparados e apresentam o carro de forma clara e honesta, como há muito tempo não via.

    Mas na hora do test drive a decepção: Realmente esse motor não aguenta o carro, acelera como 1.0. E o pior, o computador de bordo estava marcando média de 3,9Km/L (sei que no curto percurso de test drive o consumo é elevado, mas esse valor também é demais).

    • Jose Silva

      por existe o 2.0 TURBO, para quem quer mais.
      Será que é difícil de entender ?

      • Ernesto

        Como assim, difícil de entender? Pegue um Renegade Sport 1.8 e outro Sport Diesel e veja a diferença de preço. Não é qualquer um que pode pegar o Sport Diesel que, além de bem mais caro, ainda tem uma bela diferença no preço do seguro. Entendeu a reclamação?

        • Jose Silva

          Esse é o preço de um motor importado e o outro produzido no Brasil. Você acha que se colocar o 1.4 T-JET conseguiria um preço próximo do 1.8 ? Nunca, basta ver os preços das linhas T-JET, o renegade t-jet ficaria próximo do 2.0 e todos iriam falar que não compensa pois mais uma merreca pega o 2.0. O Renegade 2.0 é caro no mundo inteiro, gira em torno de $25,000 euros com impostos locais….

          • Ernesto

            São mais ou menos R$20.000,00 de diferença entre o 1.8 e o 2.0 diesel. Colocando o 1.4 Tjet pode ser que fique uns R$5.000,00 mais caro que o 1.8. Vale a pena? Provavelmente, já que é um carro diferenciado (é um Jeep e não um Fiat, certo?) e não teria tanta reclamação de pouco desempenho.

            • Jose Silva

              Só que o “pode ser” não joga. T-jet é importado da Itália, 100% de taxa de importação fora o euro beirando R$5. Além do mais não é flex, não atenderia o público alvo e o preço final ficaria no mínimo 5.000 mais barato que o 2.0 diesel, ou seja, inviável… Acha mesmo que não fizeram o estudo para implementar esse motor ? ! Teoria da conspiração, socialismo, comunismo e outras são todas muito lindas na teoria, na prática são outros 500, outra realidade.

              • Ernesto

                O que socialista tem a ver com nosso debate? E que eu saiba, e creio que a maioria aqui concorda, é que o 1.4 turbo atenderia sim o público alvo. O carro não é de marca premium aqui no Brasil? E, sinceramente, ainda não acredito que o Renegade com esse motor ficaria somente 5 mil a menos que o Renegade Diesel. O Renegade Diesel, além de pagar mais imposto por causa do combustível, tem tração 4×4.

                • Jose Silva

                  É claro que você não acredita, afinal, você não fez um estudo de caso de quanto custa um punto 1.8 e depois um punto t-jet, quanto custa um bravo 1.8 e depois t-jet e assim por diante.
                  Acreditar é crença, números são matemática e Matemática não mente.

                  Acha que a Jeep não tem departamento que realiza os estudos de caso ? Temos que parar com esse achismo e crença, uma coisa é acreditar, quem sabe, poderia…. A outra são números, estudo de caso, viabilidade do projeto. Pelo amor de deus, parem com amadorismo !

                  • Ernesto

                    De tabela um Punto 1.8 Sporting está custando R$56.580,00 enquanto o Punto Tjet custa R$69.310,00, uma diferença de R$12.730,00. Aí temos que considerar que o Tjet tem alguns equipamentos exclusivos que o diferenciam do Sporting. Além destes equipamentos exclusivos que encarecem o Tjet, para fazer uma comparação de custo do motor 1.4 Turbo para o 1.8 Etorq no Renegade, temos que tirar o custo da tração 4×4 do Diesel. Quanto você acha que custa uma tração 4×4? Só nessa conta básica já percebemos que nunca que o Renegade com motor 1.4 Turbo ficaria próximo do Renegade 2.0 Turbo Diesel. E já que você diz que as pessoas utilizam o achismo, mostre aí a sua planilha de custos para provar que os preços ficariam próximos.

  • Mayck Colares

    Vai ser interessante ver o desempenho com 2 câmbios diferentes em um mesmo motor.

  • Frederico

    Enquanto isso, no Brasil… PQP!

    • Jose Silva

      No brasil temos opção bem melhor, um 2.0 diesel turbo.
      para de chorar.

  • Fábio

    Sou mais um que reclama desse motor 1.8 Etorq capenga pra justamente a FCA tomar vergonha na cara e colocar um motor mais potente e adequado ao peso do carro.

  • José Eduardo Borba

    Chupa Brasil!

  • Bruno Leite

    1.8 etorq é bom!
    se fosse ruim, nao venderia 10 mil por mes

    • Marcelo Ceno Dutra

      Você deve ter carro mil no mínimo.

      • Jurandir Filho

        Que se for VW up anda mais que o Renegade kkkk

    • Perivaldo Silva

      Você tem um Renegade com motor 1.8 Etorq? Fale-me o que achou do motor no uso diário. Pq se for por vendas o melhor carro do Brasil está entre Palio x Onix…

  • kravmaga

    Os brasileiros não merecem nem motores turbo e nem câmbios automatizados de dupla embreagem porque vão dizer que não combinam com nossa gasolina lixo, com o pavimento lunar, que o câmbio faz barulho ao passar por piso ruim ou que trepida… Vão dizer que desempenho não importa para SUVs, que não dá para correr muito por causa dos radares, etc.

    Brasileiro quer mesmo é visual chamativo e acessórios e isso o Renegade nacional tem.

    • leandro

      Incrível como ainda não apareceu ninguém pra falar mal do powershift da Ford.. Sempre que tem alguma matéria sobre qualquer automatizado de dupla embreagem a galera que nunca teve começa a meter o pau…
      Quem tem está satisfeito, são poucas exceções que deram defeito e acho que por mal uso..
      Logo aparece alguém aqui e diz “ah que o vizinho da prima do cunhado da minha vó disse que o dele deu defeito”

      • Victor Hugo

        Da defeito mesmo. Quem não sabe o mimimo de pisar no freio puxar o freio de mão e colocar no P quando o carro parar, vai dar mesmo.

  • Minerius Valioso

    Venho fazendo duras críticas ao e-Torq no Jeep Renegade, baseado em inúmeras avaliações da imprensa. Mesmo sendo um motor utilizado só no modelo pernambucano (se tivesse pelo menos bom torque em baixa, como tinha o velho Família II), ainda há quem justifique sua colocação. Ainda podem existir aqueles estúpidos argumentos de que o carro não é para correr e pilotar…

    Acho justificável sim a venda dele com essa porqueira. O carro com o motor está fazendo muito sucesso.

    Por fim, essa é a teoria do valor subjetivo posta em prática.

    • Jose Silva

      na prática o motor tem muito torque em baixa, definitivamente você não conhece o etorq evo, é o melhor motor 1.8 aspirado do mercado de torque tanto em baixa como em alta, puxa a ficha técnica dele, olhe o gráfico no youtube do teste dele no dino da fullpower. O que falta é mais potencia acima de 5200 rpm onde está sua potência máxima

  • joao

    Enquanto isso, aqui no “bananil” motor jurássico e cambio de trator.

    • Oliveira17

      Kkkkkkkkkk

    • ObservadorCWB

      Mas possui “kit dignidade”…rsrsrs

  • Murilo Soares de O. Filho

    Todos nó ficamos revoltados, porem o nosso mercado é um lixo por vários fatores, carga tributária, perfil de nossos consumidores, custos de fabricação entre outros. Basta ver os câmbios de dupla embreagem de Ford e VW, há uma enxurrada de reclamações, nos Fiestas principalmente. No Golf, a VW tratou de trocar o Câmbio nas versões de entrada do modelo nacional. Outro detalhe, um carro com muita tecnologia embarcada acaba por gerar custos de manutenção mais caros, e o Brasileiro não quer pagar por isso, isso é triste mas é a mais pura realidade de nosso mercado, brasileiro quer carro com tecnologia de BMW a custo de manutenção de Mille Fire e Celta. Só deixo claro aqui que isso não reflete o meu pensamento, mas o mercado em geral, e as montadoras seguem o mercado. O Fato que nosso mercado está evoluindo, devagar, mas está, o que me assusta é o preço que pagamos por tudo isso.

  • SDS SP

    Pois é…Equanto isso, o “bonde do Renegade” lá do outro fórum defendendo o nosso recauchutado EtorQ.
    Se dependesse dessa turma estaríamos andando de carroças puxadas por burros…

    Uma pena, pois tirando a ineficiência do powertrain, o Renegade é um excelente produto.

    • Jose Silva

      colega, renegade tem duas motorizações.
      1.8 flex para atender o mercado flex o 2.0 diesel para quem quer mais. Nosso 2.0 diesel com cambio 9m é muito superior a esse 1.4, e não pense que se oferecer um 1.4 turbo aqui no Brasil por ser um motor também importado o preço ficaria próximo do 1.8. Vocês reclamam sem a mínima lógica.

      • SDS SP

        Amigo, estamos falando do desempenho do Flex que consegue ser pior do que o do meu Cruze AT (carro malhado por ser beberrão e com desempenho regular). A reclamação tem lógica por conta do Renegade flex ter os piores números de desempenho e consumo.

        Trabalho como fornecedor da FCA e só equiparam o Renegade Flex com o EtorQ por conta de falta de bugdet para desenvolvimento de um novo propulsor. Contudo, estamos cotando componentes para o Tigershark 2.0 que poderá ser importado do México. Com isso, a versão 1.8 Flex pode ficar restrita somente à versão de entrada.

        • Ernesto

          Legal essa informação do Tigershark 2.0. Existe previsão para lançamento?

        • Jose Silva

          E o que dizer o europeu com 1.6 110cv ? O desempenho não é grandes coisas, mas cumpre seu papel. Quem quer desempenho parte para o 2.0, é simples de entender. É inviável colocar o 1.4 se o preço vai ficar próximo do 2.0. E o 1.4 melhora 1 segundo no 0-100 em relação ao manual e automático mostrando que o problema não é o motor e sim o peso da estrutura do carro. Nem mesmo o 2.0 consegue uma aceleração de arrancada brilhante, mas é muito forte em retomada.

  • Bittencourt

    Chora, Brasil!

  • O Negociador.

    cada mercado tem o que merece

  • Cyro

    2 coisas que eu mudaria no Renegade: o motor (para 1.4T) e o porta-mala (tiraria o estepe).
    Fora isso é um bom carro, mas não compraria pois considero ele muito “apertadinho” dentro. (tenho 1,90m)

  • claudio

    RENEGADE é o carro do momento, com motor 1.8 ou 2.0 diesel……e para quem nao tem condiçoes de comprar vai um recado.
    CHUPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • E no Brasil a Fiat usa o “moderno”, beberrão e mega manco E-torq…, P… sacanagem, e o pior é que tem gente que está pagando caro por esse carro, que hoje se custasse 20 mil a menos em cada versão, eu com certeza teria um Longitude Flex, mas com esse preço atual eu prefiro ficar com meu Eco 2.0 que também é mega beberrão, mas pelo menos anda muito bem.

  • Bruno Wendel Marcolino

    uma salva de palmas para a Fiat BR que preferiu por Etorq 1.8 ao 1.4 T-Jet no Renegade.

    Clap Clap Clap

    • Jose Silva

      E ela preferiu um 2.0 diesel muito melhor que esse 1.4.

      • Bruno Wendel Marcolino

        em todas as versões?

        Ta “Serto” parceiro. Me refiro ao motor a GASOLINA/ÁLCOOL se não entendeu ou fez que não entendeu….

  • Vinicius

    Complexo de vira-lata (mode-on)

  • Mário Leonardo Pires

    Acho engraçado que a galera mete o pau por que aqui esse modelo tem o 1.8 etorq, mas não vejo ninguém elogiando que temos um ótimo motor diesel com cambio at…

    • Jose Silva

      isso campeão. No Brasil temos a melhor opção do mundo nesse carro, um motor 2.0 diesel super moderno turbo com um cambio 9m que chinela esse 1.4 turbo. E não pense que o 1.4 turbo chegaria a preço de 1.8 aqui.

    • Ernesto

      Será porque a diferença de preço entre Flex e Diesel em versões similares é uns R$20.000,00?

  • Jose Silva

    Vejo muita reclamação sem a menor lógica em cima do Renegade.
    Não, não é no Brasil que somente usa etorq, na Europa tem versão com motor Etorq 1.6 e é bem aceito por lá você criticando ou não.

    No Brasil temos duas versões de motorização, uma para atender o mercado FLEX e a outra para atender os que procuram mais. Será que é difícil de entender isso? Temos um 2.0 Diesel fantástico aqui com cambio 9 marchas, pra que 1.4 ? Ah mais o 1.4 blablabla… Meu acorda, não seja bobo, não faça papel de bobo. O 1.4 é importado da Itália, assim como o 2.0 é importado também, o custo de importação é caro, o 1.4 chegaria com preço próximo ou similar ao 2.0, fica praticamente inviável aqui, ou você importa um ou você importa o outro. O 1.4 não será flex, é importado, vem pronto da Itália, não faz menor sentido você investir neste motor no Brasil para tornar Flex e atender o mercado e oferecendo o valor final do produto quase no preço do 2.0.

    Se tivesse 1.4 aqui a crítica iria ser tão grande que todo mundo iria falar que o carro está caro e com mais ou menos de R$5.000 você leva o Diesel. A ignorância de algumas pessoas chegam a ser absurda.. Ah mais o 1.8 é um pouco devagar… Meu caro, você realmente quer um Renegade parrudo ? Existe o 2.0 diesel TURBÃO que mais parece um V6 quando acelera e retoma velocidade.

  • Leandro Pimenta

    motor melhor, câmbio melhor e multimídia melhor. Definitivamente a China está na nossa frente em termos de exigência do consumidor. E o pessoal aqui ainda tira sarro do “made in China”…

  • Gran RS 78

    O Renegade vendido no Brasil merecia um conjunto mecanico desses, e não o ultrapassado e-torque.

  • Alexandre Maciel

    Enquanto isso, o grupo FCA pegou o 1.6, arrombou as bocas e meteu no Renegade… tsc… tsc… tsc… e há quem engula isso.



Send this to friend