Jeep Renegade mantém os preços em março

24/03/2016

jeep-renegade-sport-flex-avaliação-NA (44)

UPDATE: Os valores do Jeep Renegade continuam no patamar anterior. No configurador, onde confirmamos os valores, a pintura metálica estava incluída, por isso houve essa variação de preços Após aumento nos preços das versões diesel e das revisões, agora o Jeep Renegade vem com mais uma alta nos valores. Desta vez, são os preços das versões Flex, preservados nos últimos reajustes, ficaram em média R$ 1.400 mais caras.

A versão de entrada permanece em R$ 68.990, tendo ainda uma versão PCD automática por R$ 69.990. De quebra, as versões Sport e Trailhawk 2.0 diesel também ficaram mais caras. O SUV da marca americana ainda ganhou uma cor nova, a vermelho tribal por R$ 1.400.

Confira abaixo os preços novos do Jeep Renegade com o último reajuste, feito em fevereiro:

• Renegade 1.8 Flex – R$ 68.990 (sem aumento)
• Renegade 1.8 Flex AT6 PCD – R$ 69.990 (sem aumento)
• Renegade Sport 1.8 Flex: R$ 74.990 – R$ 76.390
• Renegade Sport 1.8 AT6 Flex: R$ 81.990 – R$ 83.390
• Renegade Longitude 1.8 AT6 Flex: R$ 88.490 – R$ 89.890
• Renegade Sport 2.0 Diesel 4×4: R$ 105.990 – R$ 107.490
• Renegade Longitude 2.0 Diesel 4×4: R$ 117.990 – R$ 119.490
• Renegade Trailhawk 2.0 Diesel 4×4: R$ 127.990 (sem aumento)

Agradecimentos ao Ricardo Braga.













  • SK15

    A raiva q meu dinheiro não sobe nessa proporção…

  • Cristiano_RJ

    Que delícia. Eu quero é mais!

    • CharlesAle

      “Jeep Renegade tem novo aumento de preços, agora são as versões Flex”
      O carro é lerdo, mas os aumentos são ágeis rsrsrsrs..

      • Cristiano_RJ

        rsrsrs… essa foi boa!

      • Davi Millan

        Daqui a pouco o Renegade será vendido em imobiliárias e não mais em concessionárias. Ele não precisa pagar IPVA e sim IPTU e “valoriza” mais que a poupança.

  • Marcos Vinicius

    Olha, comprar um carro 0km esta cada vez mais difícil para quem da valor ao sues rendimentos, o jeito é aguentar firme o rojão e ficar com o carro que você tem em mãos, de preferência quitado!

    • Davi Millan

      Eu queria muito comprar um carro zero, mas do jeito que está é quase impossível. Não quero comprar um HB20S Premium com o que posso (com teto de 70mil) e no caso ou vou comprar pela primeira vez um seminovo (C4 Lounge Tendance THP com 20mil km por 67.990) ou acabo fazendo nada e esperando dias melhores com meu Cerato…

      • Darwin Luis Hardt

        pra quem nao pretende ficar muitos anos com um carro vale bem a pena um seminovo ou usado mesmo. Eu fiz isso e foi muito bom, porém comprarei um zero ano que vem mas porque pretendo ficar com ele por uns 8 anos. Já que o meu vai fazer 10 anos de vida, então sei que um zero vai durar 8 tranquilo.

        • Davi Millan

          Eu estou com o meu carro atual (que comprei zero) a mais de 3 anos e está com 50mil km. Ainda não troquei porque gosto do carro, não me da problemas e não pretendo dar ele quase de graça e sem falar que com o dinheiro que tenho não consigo comprar o que realmente gosto. Então ou eu parto para um seminovo ou fico com o meu por mais tempo e compro o que quero depois.

          • Darwin Luis Hardt

            Se tu acha teu carro confiável e duradouro, fica com ele até quase se acabar. Porque é nos 3 primeiros anos que ele praticamente desvaloriza tudo o que pode e depois cerca de uns mil ou 1500 por ano só. Já que carro não é investimento, em time que ganha não se mexe (me refiro se está satisfeito com seu carro atual).

            • Davi Millan

              Valeu pela dica!! Realmente, se não for para comprar algo que eu quero 100% (C4 Lounge e agora o Peugeot 208 GT) melhor continuar com o meu, guarda dinheiro e quando eu tiver dinheiro para pagar a vista vou fazer isso. O problema é que o que eu junto só da para amortizar o aumento dos carros. Mas fazer o que, afinal eu gosto do meu carro também.

              • Darwin Luis Hardt

                to na mesma situação que a tua. Aumenta o preço conforme junto dinheiro, hehe. Por isso, pela primeira vez, acho que pagarei umas parcelas porque vai faltar pouco pra juntar 100% do valor a vista. Vou acabar parcelando uns 10%.

                • Davi Millan

                  Para quem anda empregado e está estável (funcionário público) é tranquilo financiar. Agora eu não tenho coragem e fico para pagar à vista, mas quem está estável e/ou as parcelas não chegarão nem a 20% do salário é uma boa financiar com juros zero e até melhor se tiver uma grana guardada para não descapitalizar.

  • afonso200

    apenas 1mil reais o valor do cambio AT, é o cambio AT mais em conta do mercado, mas nas outras veroses nao

    • Matthew

      Mil e tantos reais pra essa faixa de preço até que não é algo significativo, podendo até ser eliminada a diferença na negociação. O problema é que são sucessivos aumentos que ao fim de de 1 ano faz com o carro ficar até 8 mil dilmas mais caro. Fora a política de opcionais de algumas montadoras, cobrando absurdos por pacotes de equipamentos. O novo Gol Highline da VW, que teoricamente era pra ser o mais completo da linha, ainda tem mais um pacote plus mega blaster completo pelo qual cobram mais de 3k e inclui um monte de firulas que não deveriam custar nem metade disso nos dias de hoje, como banco de couro sintético, acedimento automático dos faróis, retrovisor eletrocrômico e controle de cruzeiro, coisa que até o Frágile tinha de série. A Jeep também trabalha com pacotes pro Renegade. Alguns preços até parecem interessantes, mas basta por um ou dois pacotes já vai pro espaço.

      • Gustavo73

        Versão exclusiva para PCD.

        • Matthew

          Eu me referia aos aumentos médios praticados.

    • Gustavo73

      É porque essa é a versão exclusiva para PCD

  • rafa93

    o Brasil necessita de uma teoria econômica específica, já que os fundamentos da economia moderna não funcionam por aqui.
    demanda aumenta, preço aumenta.
    demanda diminui, preço aumenta.
    dólar aumenta, preço aumenta.
    dólar diminui, preço aumenta.

    • Matthew

      Na verdade a teoria econômica já prevê esse tipo de comportamento nos mercados de concorrência oligopolística, onde poucas empresas dominam aquele segmento e podem coordenar os preços praticados, implicitamente, bastando uma fazer a sinalização de mercado para as demais acompanharem. No caso do Brasil ainda há o agravante de políticas públicas que reduzem ainda mais a concorrência no mercado doméstico, como as alíquotas para importados e exigência de conteúdo nacional nos carros produzidos aqui, sob o pretexto de estimular a atividade industrial e o emprego. A teoria dos jogos também explica porque não há racionalidade em baixar preços, do ponto de vista do produtor. E como o país se encontra nesta situação de crise, é só jogar a culpa pra cima do governo, do dólar ou qualquer outra coisa que as pessoas aceitam pacificamente, embora haja, de fato, alguns fatores objetivos que aumentem o custo de produção, mas não na proporção destes constantes aumentos.

      • rafa93

        meu comentário foi de cunho irônico, pois não dá para levar a sério nosso mercado automotivo com esses aumentos, mas, de qualquer forma suas considerações são relevantes, principalmente pelo seu conhecimento em economia.

  • The Monster Man

    Desisti de comprar um Longitude Flex no segundo aumento, hoje é que não compro mais, o preço deste carro está desproporcional ao que oferece, mas a FIAT nunca soube cuidar de seus carros caros, matou o tempra, o marea, o linea e agora vai matar o Renegade.

    • CharlesAle

      Segundo fanboys, não é Fiat, é Jeep!!! só 99% do carro é Fiat rsrsrs

      • Murilo Soares de O. Filho

        Não vamos ser hipócritas…estão no mesmo grupo, então compartilham equipamentos, plataforma e outras coisas, como qualquer grande grupo.

  • Felipe

    “Marca chique”

  • Lucas086

    Em novembro minha coroa pegou uma sport aut branca por 75, já atualizada, identificada pela redinha no porta malas, e ainda emplacada, só pagando o final de placa, hoje já não vejo custo beneficio, cada vez mais perto da hr-v, que anda um pouco mais e tem mais porta malas.

  • zeh

    pra ter um modelo deste carro precisa estar na lista da Odebrecht???? não para de subir…deveriam usar como combústivel de foguete..afh!

  • Isso é loucura. Ele e seus concorrentes não valem o que pedem.
    Deveria começar em uns R$ 55 mil e chegar, no máximo, a R$ 80mil.

    • Marco Antônio

      Em um mundo onde o Real vale alguma coisa, até poderia. Mas desvalorizado e na eminência de ficar cada vez mais desvalorizado, não me surpreende nem um pouco.!

  • tjbuenf

    De acordo com Moan, os veículos novos aumentariam, em média, 15% neste ano. Então, isso é só o começo….

  • Hugo Leonardo

    Ainda não atualizaram esses preços no site.

  • Lzu

    Título e texto confusos. “agora são os flex”… “De quebra, as versões Sport e Trailhawk 2.0 diesel também ficaram mais caras”… Mas na tabela observa-se que o Longitide Diesel aumentou e o Trailhawk não.

  • Murilo Soares de O. Filho

    O carro é bacana…mas os preços…

  • Louis

    Indexação voltou, bem-vindo aos anos 80.
    Obrigado a todos que colocaram os esquerdinhas no poder.

    E o que é pior, pesquisas indicam Marina no topo de intenção de voto do povão…. Banânio merece.

  • Ecko Bravo EB

    Fui até uma concessionaria pra obter maiores informações a respeito da versão pra PcD, achei um absurdo, o carro vem com um som chinfrim,sem farol de neblina, volante sem revestimento em couro, sem comandos de som no volante(no meu caso quando mais comandos no volante mais facilita devido minha deficiência), sem sensores de estacionamento e o cúmulo da “capação”, SEM ALARME !! Desisti da compra na hora!

  • cabra macho do renegade

    to nem aí, comprei o meu mais barato haha

  • Lzu

    A FCA só se preocupa com ela própria, nem nas concessionárias não pensa.
    Comprei o meu segundo Renegade (agora um Longitude Diesel) há um mês, a preço de Nota Fiscal (112 mil). No lançamento (quando comprei o flex) ele estava por 114.900 (109.900 + opcionais). O próprio vendedor me falou que ou faz isso ou não vende, pois o estoque é enorme. E ainda assim, só compra quem sabe que está fazendo um bom negócio. Eu não pagaria nunca o valor de tabela (11 mil a mais).

  • Ailton

    Pra mim pode subir ou abaixar. De qualquer forma esse carro não me convence!

  • Hugosw

    Já faz tempo que deixei de comprar carros zero km.
    Hoje o mercado de usados está super aquecido e há muitos modelos ótimos dos anos 2012 e 2013, estou prestes a comprar uma Captiva 2.4 2012 por 55mil. É um carro que está um patamar acima em conforto e espaço interno. E o consumo é o mesmo da Renegade Flex.

  • Gran RS 78

    Só pra provar que os aumentos sao pura sacanagem das montadoras, pois a versão de entrada nao subiu justamente para chamar os clientes para as concessionárias e a versão automática para portadores de necessidades especiais tbm nao subiu justamente para nao ultrapassar o valor máximo que é de 70 mil reais. Espero que as vendas caiam drasticamente para esse modelo, justamente para dar uma resposta para a Jeep com esses sucessivos aumentos de preços do modelo que nao tem mais justificativa para isso.

  • Peuooo

    o de 99 ja esta custando 108?? Caracas! Aplausos!

  • Anderson Araújo Souza

    No mês passado liguei na concessionária de Goiânia para saber os descontos para venda direta, e a vendedora me ofereceu essa versão PCD, mesmo eu não sendo deficiente. Pelo que sei, o carro só perde as rodas de liga e os faróis de neblina, quando comparamos as versões 1.8 PCD e a Sport AT6. Com essa diferença de preço enorme (R$13.400,00), compensa comprar a PCD e instalar os itens depois. Ainda mais pelo fato de eu achar as rodas da Sport horríveis…