Kia Mercado

Kia Motors no Brasil pode se beneficiar de importação mexicana

kia-kx3-oficial-1

A Kia Motors do Brasil está em compasso de espera para o início da produção no México, onde a montadora sul-coreana investe US$ 1 bilhão para fabricar 300.000 carros por ano, visando prioritariamente o mercado americano.

A representante da marca no Brasil, de acordo com o site Automotive Business, tem esperança de elevar as vendas com a importação de veículos a partir do México. O grupo Gandini já teria feito um pedido de cota para trazer carros daquele país.

O primeiro seria a nova geração do Cerato, que começa a ser feito no México a partir de maio de 2016. O segundo seria o Novo Rio, mas este só chegaria aqui no segundo semestre, embora a importadora tenha pretensão de adiantar sua chegada para casar com as Olimpíadas do Rio.

Mais adiante, a empresa acena com o KX3, o SUV compacto que a Kia Motors vende atualmente na China e que pode ser fabricado no México. Com dólar a R$ 4, a representante da marca pretende manter a cota de 4,8 mil veículos trazidos da Coréia do Sul.

Outra esperança de recuperação das vendas seria o fim do IPI majorado de 30%. A sobretaxa é criticada por outros países, especialmente Europa e Japão, mas fontes do governo já acenariam para seu fim, visto que o dólar a mais de R$ 4 já é uma barreira contra as importações.

Na época em que foi criado, o IPI de 30% estava atuando em um mercado com dólar a R$ 1,60. Hoje, seria muito difícil manter os preços de importados ou carros com componentes importados com a atual cotação, mesmo sem o IPI adicional. Conforme já publicamos, o governo quer implementar um Inovar-Auto 2 e com ele a extinção do IPI majorado.

A Kia pretende manter as vendas em 24 mil unidades esse ano e também em 2016. Em 2011, a importadora vendeu mais de R$ 85 mil unidades. Outra fonte de importação da marca para o Brasil é o Uruguai, onde são fabricados 5 mil exemplares por ano do caminhão leve Bongo.

[Fonte: Automotive Business]

Agradecimentos ao Matias Dutra Leitte.





  • Tosca16

    “R$ 85 mil unidades” corrija NA !

    • Deadlock

      Esse valor não dá 2 unidades.. Mas, o México vai ser a salvação da Kia no BR.

      • Tosca16

        hum, vamos ver !

  • tjbuenf

    E por que não fazer um IPI dinâmico neste caso? Com dólar a R$ 1,6 o imposto era de 30% e com dólar a mais de R$ 4 as coisas ficam ruins, então faz um imposto variável, ora

    cotação do dólar em determinado dia d é x

    IPI para importação feito no dia d é :

    30% se dólar inferior a R$ 1,6
    -0,125x+0,5 se dólar de R$ 1,6 a R$ 4
    0% se dólar superior a R$ 4

    • Mr. Bola de FOGO!

      Cara cuidado, assim tu toma o lugar do Levy…

    • Filipe Machado

      Agora eu duvido o governo abrir mão de tudo – mesmo com dolar a 4 reais, eles precisam fazer caixa de qualquer jeito – 0% não, mas pelo menos uns 2% eles vão tungar

    • Jad Bal Ja

      Que tal simplesmente acabar com essa porcaria e deixar a concorrência reduzir os preços e o governo que vá a mer**

      • Jonas Sales

        Cara concordo com você.

    • Bruno Wendel Marcolino

      ta contratado!

  • Cyro

    Será mesmo que cai esse IPI??
    Nunca vi o governo negar um impostinho a mais, pelo contrário…

    • Junoba

      Concordo, eu acho impossível cair esse imposto, já que a meta do governo é aumentar, não diminuir. Além de que, ´´liberando“ as importações sem essa restrição, vai entrar mais concorrência no mercado, e subir as vendas dos que já estão por aqui. Já que muitas empresas chinesas e indianas deixaram de entrar no Brasil por causa de tanto imposto. Isso teria um efeito cascata, reduzindo as vendas das montadoras que fabricam aqui, gerando mais desemprego local e agravando a crise, mesmo se for uma porcentagem pequena.

      • !Marcelo Surf!

        Lembre-se que nenhuma montadora importa veículos pagando IPI de 30% pois este IPI incide somente quando a montadora ultrapassa as cotas e pelo que eu sei, todas montadoras importam dentro das contas. Por este mesmo motivo a kia reduziu drasticamente as vendas de veículos depois do inovar auto.
        Logo, para o desgobierno, tirar ou não tirar este imposto que ninguém está pagando, nem mesmo os importadores independentes que entram com liminares, não vai fazer diferença nenhuma.
        Contudo, na minha opnião, eles irão fixar um valor baixo para quem importa dentro da cota, com o intuito de aumentar a arrecadação, e irão reduzir este valor para quem importa acima da cota, para fazer uma diferenciação, tipo 5%/15%

    • Gustavogm

      Se cair vai ser por pressão da OMC. Vários países entraram com representação contra o Brasil, se a OMC acolher o Brasil tem que acabar com o imposto ou pode levar pesadas sansões.

  • Junoba

    A sobretaxa é de 30%, quando criaram o Inovar-Auto, mas já existia o IPI para importados, só que era menor. Atualmente só o IPI carros vindos de fora, é 45% a 47% dependendo da motorização. Do jeito que é escrito, leva a entender o leitor que a tributação é de 30%, mas na verdade foi o aumento que teve na época, que no caso foi em 2011. Além do IPI comum, ICMS, PIS, COFINS e outros.

    Na pior dos casos, se ultrapassar a cota se 4.800, veículos acima de 2.0 pagam mais de 100% de impostos sobre o preço.

  • Brasil_MG

    Talvez consiga reduzir o preço do KIA SOUL de R$ 90.000,00 para R$ 65.900,00 Visto que, este carro é um compacto altinho e atualmente está com preço super salgado.

    • Junoba

      Continue sonhando alto, e talvez quando o Brasil ´´nascer“ de novo, isso aconteça.

      Outra coisa, o IX25 que provavelmente vai chegar ao Brasil, estão chamando de SUV, só que aquele carrinho é apenas o Soul com facelift, e esse carro da Kia é apenas um Monovolume, tipo o Fox. Mas aquele trambolho é destinado a países emergentes, onde só tem gente com a mentalidade bem fraca, se é que tu me entende.

      • Brasil_MG

        Tô sonhando não amigo..só fiz um comentário.. não gosto de kia Soul e nem compraria um..Por mim a Kia pode vende-lo a R$ 120.000,00 que não fará diferença alguma..

  • Gustavogm

    Com o Dollar nas alturas agora era a hora da KIA investir numa fábrica no Brasil. Gastaria muito menos que outras que investiram quando o Real estava valorizado.

  • afonso200

    epoca que o NEW picanto 2011 ia bater de frente com o 500, mas o DESgoverno colocou essa barreira e dai ja ERAS, tenho um V6 importado ano 2011 melhor custo beneficio dos seminovos atualmente

    • Depende do conceito de cxb. Ir na oficina para o básico até que rola, passou disso, é um desespero.

    • Bruno Wendel Marcolino

      Picanto era 35k o mais barato né? Na época melhor que a maioria.

      • Vinicius Luz

        Bruno, em nov2010, minha esposa comprou um Picanto mec por R$ 33.100,00. Naquela época fiz diversos comparativos, com fox, palio, novo uno, celta, fiesta… todos tinham um valor parecido, mas o CxB do Picanto era imbatível, não só pelo acabamento, como pelos itens de série, que não tinham em nenhum desses citados.

        • Bruno Wendel Marcolino

          acho uma boa escolha, só não sei como são os valores cobrados em peças e revisões, mesmo que, são peças compartilhadas com o HB20, então acho que não são tão absurdas, fora o motor que é o mesmo 3 cilindros do HB20.

    • Lucas

      ruinday azera – melhor custo x benefício dos seminovos, isso pq um 2011 sai por menos de 50mil, um zero hoje é 100mil mais caro ^^

  • Vinicius

    Agora, a desculpa é o dólar nas alturas. Ok, vão tirar o IPI de 30% e não vão baixar os preços face ao praticado hoje, com o IPI de 30% e o dólar nas alturas. Logo, as montadoras continuarão ganhando… Mais!

    • Lucas

      Querem tirar o IPI pras montadoras poderem lucrar como lucravam antes ^^

  • Fábio

    Mesmo que o IPI acabasse duvido que a Kia iria abaixar os preços!!!

    • B_Bunny

      Acha? Seu achismo cansa!

  • Túlio Leal

    Inovar-Auto 2 = mais protecionismo, menos concorrência e produtos feitos “especialmente” para o Brasil (leia-se, defasados e de menos qualidade que os originais)

    • Marcos Souza

      Depois do “fusca Itamar” a Dilma vai lançar o fiat “tipo Dilma”, pq botar fogo no país já é pouco…vamos botar fogo nas estradas!



Send this to friend