Esportivos Lamborghini Lançamentos

Lamborghini revela Huracan com tração traseira e 580 cv

Lamborghini Huracan LP 580-2 1

A Lamborghini apresentou nesta terça-feira (17), durante o Salão do Automóvel de Los Angeles, o novo Huracan LP 580-2, versão do superesportivo com tração traseira. O modelo, além da nova tração, traz mudanças no motor V10 aspirado de 5.2 litros para entregar uma dose a menos de potência para “enfatizar o comportamento autêntico da tração traseira”, de acordo com a marca italiana.

O novo Lamborghini Huracan LP 580-2 agora desenvolve 580 cavalos de potência e 55 kgfm de torque, sendo que 75% está disponível a apenas 1.000 rpm. O conjunto apresenta ainda a tecnologia de desativação de cilindro, que faz com que o propulsor use apenas cinco dos dez cilindros quando a capacidade total não é exigida. Com isso, o consumo passa a ser de 8,4 km/l e as emissões de CO2 de 278 g/km.

Quanto ao desempenho, o Huracan com tração traseira e câmbio automatizado de sete marchas e dupla embreagem consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos, ou 0,2s mais lento que a versão com tração integral. A velocidade máxima é de 320 km/h, ou 5 km/h a menos. Já a relação peso/potência é de 2,4 kg/cv, contra 2,33 kg/cv do LP 610-4.

Lamborghini Huracan LP 580-2 6

No visual, o LP 580-2 apresenta novas entradas de ar no para-choque dianteiro, para aumentar o downforce nas rodas dianteiras. Há ainda um novo spoiler traseiro para melhorar o fluxo de ar e um difusor na parte inferior. As rodas são de 19 polegadas, com pneus Pirelli PZero desenvolvidos especialmente para o modelo.

Já no interior, há o novo sistema de entretenimento de segunda geração da Lamborghini no painel de instrumentos de 12,3 polegadas.

O Lamborghini Huracan LP 580-2 será oferecido na Europa por 150 mil euros, o que representa uma redução de cerca de 53 mil euros em relação ao LP 610-4.

Galeria de fotos do Lamborghini Huracan LP580-2





  • V12 for life

    A Lambo acha que seus clientes são incapazes de domar a mesma potencia sem tração dianteira, é uma pena.

    • dallebu

      Ferrari manda lembranças com a 488 GTB de 670 cv e tração traseira, pois graças á F1 ela desenvolveu (segundo os especialistas) a mais avançada tecnologia de controle eletrônico dinâmico do mercado, que otimiza o aproveitamento do torque e da suspensão pra que qualquer piloto seja capaz de extrair o máximo de seus carros.
      Já a Lambo usa apenas diferentes níveis de ação do ESP e um diferencial de deslizamento limitado.

      • V12 for life

        Esse é o principal motivo de quem gosta de Lambo não gostar da Ferrari, as Lamborghinis são carros ariscos qualquer um com dinheiro pode comprar mas só quem é realmente bom ao volante é capaz de tirar o máximo, já a Ferrari nivela todo mundo por baixo com tanta eletrônica.

        • Alfredo Araujo

          Jeremy Clarkson… é vc ?? rs

          • V12 for life

            Kkkkkkkkk

        • Luciano

          Fala isso não jovem… Pelo amor de deus não fala uma bobagem dessas…

          • V12 for life

            Bobagem? Tem muito especialista que concorda com isso.

  • Blessa

    Qual a lógica disso?

    • PEDAORM

      Jogar de lado!!!

    • Bittencourt

      Puristas querendo fazer purisses…

    • Gio

      Diversão!
      Neste caso não se trata de ser o mais rápido na pista, mas o mais divertido de dirigir.

  • PEDAORM

    Por fim não foi Balboni, e como esperado anda menos.

  • Pedro Cunha

    Huracàn std.

  • HelderV6

    E nada de câmbio manual….

  • Brenno

    Alguém chamou o papai?

  • Kadu

    Os pneus desse carro, em especial os traseiros, tem um perfil de altura bem maior que o outro Huracan.

    Já estou de saco cheio desses pneus de perfil ultra baixo. Essa banda mais alta tem um visual de carro esportivo da década de 70 que é bem mais atraente. Mas eu me pergunto por qual motivo eles escolheram esse pneu, porque com certeza não foi por razões estéticas.

  • Alexandre

    Design absolutamente perfeito!

  • GPE

    NA, certeza que é uma redução de um quarto do valor do carro somente pela redução da potência e pela tração traseira? Acho que valeria muito pena pegar esse! 53mil euros é muita grana