Lexus Recalls Sedãs

Lexus chama 109 unidades do sedã ES350 para recall

lexus es 350

A Lexus, divisão de luxo da Toyota, anunciou nesta terça-feira (7) um recall para o sedã ES350 no Brasil. De acordo com o divulgado da montadora japonesa, 109 exemplares produzidos entre junho de 2006 e setembro de 2011 podem apresentar um defeito no airbag dianteiro do passageiro.

Nas unidades envolvidas, caso o airbag dianteiro do passageiro seja acionado, poderá ocorrer a dispersão de pequenos fragmentos metálicos da carcaça do deflagrador, junto com a bolsa deflagrada, e atingir os ocupantes do veículo, com risco de danos materiais e de lesões físicas graves aos ocupantes do veículo.

A campanha será realizada em duas etapas. A primeira, com início em 8 de junho de 2016, promoverá a desativação do airbag dianteiro do passageiro e a fixação de etiqueta adesiva no painel do veículo. O tempo de reparo desta etapa é de 1 hora, aproximadamente.

Já a segunda etapa, com início previsto para 7 de fevereiro de 2017, a Toyota convocará os proprietários dos veículos para a substituição do deflagrador do airbag dianteiro do passageiro, a reativação do sistema e a remoção da etiqueta de alerta. O tempo de reparo desta etapa é de 1h30, aproximadamente.

Para maiores informações, inclusive para agendamento do serviço, os proprietários deverão entrar em contato com a Rede de Concessionárias Autorizadas Lexus e/ou Toyota, para agendamento prévio. A relação de concessionárias autorizadas está disponível nos sites www.toyota.com.br e www.lexus.com.br.

Confira abaixo a relação dos modelos envolvidos:

Modelo Data de fabricação Chassis envolvidos
Código alfanumérico Últimos 8 dígitos do chassi
ES350 07/07/2006 a
13/09/2011
JTHBJ46G*
JTHBK1EG*
62034990 – 92286473
A2374242 – C2472897

 





  • Bruno Silva

    Que? “Já a segunda etapa, com início previsto para 7 de fevereiro de 2014”.

    • Pacheco

      O carro vai fazer voltar a 2014? eu quero um… preciso voltar naquele tempo e evitar o caminho que segui na empresa que me jogou nessa crise.

      • Fabio Marquez

        Também queria voltar nessa época e guardar mais grana.

      • Já anotei todos os resultados da mega sena pós 2014. Agora é só voltar no tempo kkkk. Sonho de todo mortal.

        • Pacheco

          Com certeza… eu iria sair avisando tudo o que vai acontecer. Até a Dilma eu ia… ah não, não ia não… kkkkk

    • É recall no DeLorean

  • Alexandre

    Cade os fã boy dos japoneses? Se fosse o grupo VW ou GM já cairiam matando…

    • Diogo Oliveira

      Grupo VW hã? Como assim? Os Brasileiros AMAM a VW mais do que tudo, e AMAM mais ainda criticar a FCA.

    • Os fanboys dos japoneses e todos os demais sabem que é recall dos airbags da Takata, das quais atingem as marcas que voce cita, inclusive Ferrari. Se informe.

      • fbl

        O povo é mongo demais, caramba… FaZer recall nao é errado. Errado é nao fazer recall quando deveria ser feito…

      • Alexandre

        Meu parcinha! A questão não é essa, sem querer alongar o assunto e também não haverá um tréplica por parte minha, mas o ponto é: se fosse as montadoras citadas por mim anteriormente haveria muito mais “haters” do que estou vendo atualmente nesse artigo. Outra coisa, não me julgue, você sequer sabe o quanto eu sei de carros da mesma maneira que não sei o quanto você sabe!

      • Thiago

        O corolla chegou a ter as vendas suspensas por decisão judicial no episódio da aceleração involuntária, medida muito mais grave que um recall. Se não me engano, o último automóvel que sofreu esse tipo de restrição foi fiat tipo nos anos 90, que pegava fogo (“fire” engine). No caso do estilo a fiat, mais experiente, se antecipou e assinou um TAC (termo de ajustamento de conduta) com Ministério Público, evitando assim a suspensão das vendas.

  • Adonis Saidler

    Cara de carro chinês!

    • T1000

      quando vejo um sempre fico na dúvida se não é um Lifan. Os logotipos são quase iguais!

      • Jurandir Filho

        Engraçado, também pensei a mesma coisa, kkk, pode ser a marca japonesa p..ca das galáxias, mas que tem cara de lifan tem

  • Louis

    Sempre os air-bags….

  • Edson Fernandes

    Olha… sei que ninguem tem exclusividade sobre esse assunto do air bag… mas que eu ficaria ferrado da vida de desativarem o air bag como campanha para depois colocar é um absurdo. Só por mera curiosidade… em outros países segue dessa forma como solução? Quero dizer, é respeitado que seja considerado um ADESIVO como medida cautelar e solução dos air bags?

    Não estou pegando no pé mas me deixa preocupado como essa solução é sofrivel. Quer dizer… ande sem o carona do seu lado pq ele pode correr o risco de ferimentos graves enquanto não se troca… ok… sei que não é exatamente culpa da fabricante…. mas o fato é que há casos onde a pessoa está rodando anos com esse risco!

    Enfim, só me preocupar a maneira de “solução” de um recall. E o pior: Leva 1 hora para isso, sendo que será um scanner para desativação + um adesivo que eu sinceramente não gostaria de colocar pois poderia até a marcar o plastico / cobertura onde ele for instalado.

    • Querido, a prioridade são os carros das pessoas de primeiro mundo. O Brasil que é sub-desenvolvido fica por ultimo, isso é obvio kkkkk. Fala sério, isso ocorre em TODO e qualquer ramo. Pesquisa na internet se o creme Nivea que voce usa tem as mesmas composicoes da Nivea da alemanha (terra natal), ou da Nivea Japan (japinhas pele de porcelana). Tanto como navio e aviao, ficam bem visiveis. Primeira classe tem as regalias, e a classe economica vai todo espremido. kkkkkkk. Filme Titanic fica bem visivel isso.

      • Edson Fernandes

        Na verdade esse negocio de “classe economica” sempre se ferra…rs

        Mas vc está certo, até creme “Victoria Secrets” tem mais qualidade que qualquer produto topo de linha nacional. E falo por conhecimento (para variar, em uma empresa que fazia a composição do produto e a outra que dava a flagrancia…rs) e não vem me cantar não (me chamando de querido…rs) pois seu negocio é enganar…rsrsrrr

        Brincadeiras a parte, estou ciente disso, a ponto de ver restaurantes com carnes que sequer podemos comprar mesmo no melhor mercado/açougue/frigorifico aqui… e por aí vai.

        Mas é triste isso.

        • Mas pagamos 18 reais nas Havaianas! E não gastamos nada no prego que achamos na rua para consertá-las.