Home Coluna Alta Roda Luzes de uso diurno

drl Luzes de uso diurno




Uma das maiores discussões técnicas sobre segurança no trânsito envolve o sistema DRL, sigla em inglês para luzers de uso diurno. Até hoje não há consenso mundial sobre a obrigatoriedade. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) apenas recomenda e ninguém pode ser multado por deixar de ligar faróis baixos durante o dia, exceto em túneis. O CTB exige lanternas acesas sob chuva forte ou neblina. No sul do País, porém, policiais rodoviários costumam obrigar os motoristas a trafegar com faróis acesos nas estradas, atitude com certeza incorreta.

Na Europa estudou-se o assunto por mais de 20 anos pela importância do conceito de ver e ser visto. Os quatro países nórdicos mais a Islândia obrigam a iluminação diurna automática há décadas. Afinal, trata-se de países com longos invernos e incidência menor de luz natural. Do outro lado do Atlântico, o Canadá também a impôs. Ocorreram debates nos EUA porque havia queixas de incômodo visual. Simplesmente se permitiu o uso e os fabricantes de veículos foram liberados para escolher o sistema DRL.

Países próximos da Linha do Equador, em geral, nem ao menos recomendam, pois o sol brilha quase sempre. Ligar faróis baixos comuns durante o dia, de fato, causa algum incômodo. Tanto que lâmpadas para uso diurno emitem menos luz. No sistema DRL, as lanternas traseiras permanecem apagadas, sem conflito com a visibilidade das luzes de freio. Depois de muitas pesquisas, a maioria da União Europeia decidiu permitir ou mesmo recomendar, salvo alguns países do extremo sudeste que mantêm proibição. Alguns relatórios concluíram que colisões diminuiriam de 5% a 15%, além de beneficiar pedestres e ciclistas, embora nada consensual.

Entre as desvantagens estariam o aumento de consumo de combustível e de emissões de poluentes, queima de lâmpadas, baterias descarregadas ou menos duráveis e tendência ao “mascaramento” se milhares de veículos nas estradas e ruas acendessem os faróis simultaneamente. Entretanto, a iluminação por leds (diodos de luz) resolveu parte das dúvidas. Consomem pouca energia, duram mais de 5.000 horas (praticamente por 250.000 km, vida útil média de um automóvel) e emitem luz branca e forte o suficiente para ótima visibilidade diurna. Seu preço caiu bastante com o avanço tecnológico.

A vantagem decisiva é que a carreira de leds pode formar qualquer contorno luminoso que os desenhistas de veículos possam imaginar. Dessa forma, o efeito de homogeneidade com potencial de atrapalhar a noção de distância ou de profundidade, desaparece. Motocicletas de faróis acesos, em meio aos carros, por exemplo, não seriam confundidas. Lanternas dianteiras de leds, incluindo a função DRL, ficam permanentemente acesas, logo ao ligar a ignição. Cumprem as especificações técnicas de todos os países da comunidade que as exigem, recomendam ou permitem.

A partir de 1º de janeiro de 2011, de forma paulatina, a maioria dos novos modelos – os mais caros já usam – virá equipada de série com esse dispositivo. Alguns fabricantes de lâmpadas, entre eles a Philips, oferecem kits adaptáveis aos para-choques dos carros em circulação. Aqui, custam em torno de R$ 400,00.

RODA VIVA

MERCADO de carros baratos no mundo será cada vez mais disputado. Tanto que na China a GM e sua associada local Wuling decidiram criar uma marca específica, a Baojun, especializada nesse tipo de modelo. O desenvolvimento será no país asiático, mas ali ao lado, na Coreia do Sul, a GM Daewoo tem engenheiros brasileiros trabalhando e poderão dar uma boa ajuda.
DIRIGIR um híbrido pleno por uma semana traz novas experiências. É preciso explicar aos manobristas que basta tocar no pedal do acelerador do Ford Fusion Hybrid para que se movimente sem nenhum ruído ou indicação do motor em funcionamento. Se a bateria estiver bem carregada e dosando a aceleração, pode-se manter apenas o motor elétrico até uns 60 km/h.
QUALQUER necessidade de um pouco mais de desempenho e o motor a combustão entra automaticamente em uso. No início não fica muito fácil gerenciar o acelerador a fim de manter o modo elétrico puro. O Fusion Hybrid, em cidade, é muito econômico, perto dos 15 km/l. Faz bem ao meio ambiente, mas a economia de combustível não compensa a diferença de preço.
INFORMAÇÕES de bastidores apontam resistência de técnicos de trânsito até a aprovação da polêmica resolução do Contran sobre indicação de pontuação. Será exigido reconhecer assinaturas do dono do carro e do real infrator. Além de trazer um grande problema na locação de veículos, proprietários sem carteira de habilitação continuar a não receber pontos referentes às multas.
EMBORA com pequena redução depois do aperto na fiscalização, ainda continua preocupante o nível de não conformidade de óleos lubrificantes. Prejuízo ao motorista pode ser até maior em relação a combustível adulterado. Há poucos meses os índices de fraudes estavam em torno de 24% entre as amostras recolhidas. Caiu para 20% algo inaceitável.

Por Fernando Calmon


Outras notícias:
  • Mauricius

    Eu discordo, acho que o farol baixo deve estar aceso o tempo inteiro nas estradas. Canso de ver carros sem os faróis acesos durante uma chuva fininha, ou um dia nublado. Quando se está atras de um caminhão a sua visibilidade é muito limitada pois o caminhao despeja grande quantidade de água e assim você não consegue ver um carro que está muito longe.

    ESTRADA = Fárol aceso! não custa nada!! e não atrapalha em nada!

    Pode estar sem nuvens, com sol e mesmo assim eu ligo os faróis, não vejo motivos para deixar desligados, afinal NÃO CUSTA NADA, NAO ATRAPALHA e ainda AJUDA OS DEMAIS MOTORISTAS A TE VER.

  • maka

    luzes diurnas não atrapalham em nada, se falar que atrapalha não pode dirigir a noite então, como o MINQiz_ disse. Os leds só vão melhorar isso, pois são muito faceis de ver de longe e não ofusca a noite.

    só pra informação: nas estradas argentinas é OBRIGADO trafegar com luzes acesas, nas cidades não lembro mas creio que não. isso ajuda muito, pois nas retas gigaantes muitos carros de 'camuflam' naquela "aguinha" na linha do horizonte e com o farol é carro é visto bem antes.

  • Assuero G3

    ainda não entendo pra que serve esse roda viva

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=726433731 João Paulo Roquete

    Audi foi a primeira! agora a linha land rover, porsche, ferrari tá tudo com led!

    • Jhon_Fla

      Aqui em BSB sempre vejo audis com essas luzes acesas, acho muito massa!!!

  • _Hofmann_

    acho que as luzes diurnas ajudam bastante em condições de baixa visibilidade. no Brasil, por exemplo, acho desnecessário, pois as situações de baixa visibilidade são bem menores que na Europa, onde grande parte do ano há neve, neblina, pouca luminosidade. aqui, baixa visibilidade, só quando chove muito ou faz neblina (nesse caso, é só ligar o farol), pois o sol atinge muito o Brasil.

    • felpsarantes

      Eu concordo que o país não tenha grandes problemas de visibilidade, mas nos poucos momentos de baixa visibilidade, a quantidade motoristas que ligam os faróis é muito pequena.
      Aqui em minha cidade estamos em época de fortes chuvas, e contam-se nos dedos o número de veículo que nestas condições utilizam os faróis.
      Além disso, mesmo com sol, numa estrada não é tão óbvio se enxergar um carro escuro sem faróis.

      Por isso eu acho que a medida é interessante, mesmo que o farol durante o dia seja necessário em poucos momentos.

      • Fredxyz

        Numa visibilidade piorzinha acho que o farolete ja resolve sem ofuscar.

  • Tutsdf

    acho que qualquer ato que venha a ajudar a segurança no transito, mesmo que em porcentagens baixas seja otimo =D

  • Wow02

    policiais rodoviários costumam obrigar os motoristas a trafegar com faróis acesos nas estradas, atitude com certeza incorreta.
    por que?

    • osmar_jose

      exatamente o que ia dizer… incorreta uma ova, não sei de onde tiram que incomoda, eu não me incomodo nem um pouco com quem anda com as luzes acesas, inclusive faço isso também… em estrada pista dupla não há problema, mas em pista simples, acho essencial.

      • bailascomigo72

        Exatamente por "incomodar" (na verdade não incomodam, desde que se use farois baixos) é que quem vem na direção contrária tem noção mais exata do que vem do outro lado, a distancia, a velocidade, etc.
        Sem farol, mesmo em boas condições de visibilidade, um carro prata (pouco comum?) se "funde" com o asfalto, e sem farois ele se torna visível muito em cima, o que pode (como de fato já aconteceu) causar acidentes.

    • DCald

      Pois eh… as unicas reclamações que tem sobre isso é "incomodo visual" a perda do destaque das motos com farol aceso e o aumento do consumo(ridiculamente desprezivel)…
      Pra mim, só há incomodo visual se o cara estiver com um farol fora das especificações e desregulado (ou com farol alto)…
      O ganho com segurança certamente é muito melhor do que meia duzia de incomodados (por nada)… Já vi acidente envolvendo 4 carros – (com o meu seria 5, mas graças a Deus consegui desviar) feio acontecer as 3horas da tarde em um dia apenas nublado, pq o cara não viu que vinha um carro cinza de frente com ele… se o cara estivesse com o farol aceso, certamente o acidente teria sido evitado…

      Se se preocupassem mesmo com segurança, iriam era fiscalizar o povo que anda de farol apagado a noite… que não sabe a diferença entre farol e lanterna (já vi gente chamando de "luz de cidade"… eita vontade de pegar uma marreta e incorporar à face daquele que pronunciou tamanha baboseira)

      Eu ando com farol aceso de dia ou de noite, minhas medias de consumo são melhor que a média geral e nunca vi ninguem ficar ofuscado ao meio dia, perder o controle e cair dentro de um rio…

      • Alex_abade

        Concordo que a luz baixa ajuda na visibilidade durante o dia mas não se pode esquecer que os carros brasileiros, na maioria, não possuem um dispositivo, que cita no texto, que faz toda a diferença onde a luz de freio não acende. E eu sinceramente odeio quem anda com o farol ligado em carros que a luz traseira de sinalizaçao pode ser confundida com a luz de freio pois em certos momentos, como neblina por exemplo, fica muito dificil diferenciar se a pessoa está freiando ou nao…

        • DCald

          Alex, isso não procede… ou será que a noite vc acha que tá todo mundo freando???
          Não se acende a luz de freio, e sim a luz de posição.
          Se alguem não consegue distinguir luz da lanterna da luz de freio precisa reaprender a dirigir ou ir a um oftalmologista!

          • Alex_abade

            DCald, a questão nao é achar que estao freiando é nao ver quando freiam. Alguns carros, principalmente os mais antigos, usam a mesma luz para sinalizaçao e freio(aquelas que acendem 2 polos me esqueci o nome agora) e devido a claridade do dia muitas vezes se torna dificil de ver se a luz esta acionada pois algumas sao fracas e/ou a lanterna é "fosca". Um exemplo é o tempra que usa uma lus para freiar e sinalizar e muitos deles tem uma luz fraca que, em uma neblina por exemplo, é dificil de ver se ela esta ao menos acessa.
            E sim eu consigo distinguir se uma luz esta acessa ou não e sou a favor da luz de uso diurno. E se este dispositivo que nao liga a luz de freio fosse tao inutil ele nao seria obrigatorio em alguns lugares como cita o texto, nào é mesmo?

            • Hugo Vinícius

              Ou pior: pegue o Sentra ou o Fusion. O primeiro tem seta vermelha, em vez de âmbar. O segundo usa a lâmpada para lanterna, freio e seta. Uma vez eu não sabia se o Fusion à minha frente estava freando ou ligando a seta ou ligando a lanterna, quando estava para ultrapassá-lo.
              Ah, já ia me esquecendo: é o Fusion antigo.

        • bailascomigo72

          Amigo, a luz de neblina traseira só se acende com os dianteiros. Daí se conclui que:
          - Infelizmente há boys demais no Brasil, de todas as idades, cores, sexos. Ligar farois de neblina na cidade é quase obrigação! Daí junto, de brinde, vem a luz traseira, quando só deveriam ser ligados em específica situação.
          - Na estrada já sou a favor do uso de farois de neblina, por aumentar o campo de iluminação, desde que a situação não seja de transito intenso, e deve-se observar que a luz de neblina traseira DEVE ser única, ou seja, apenas do lado esquerdo ou no centro (peugeot 206/7), não tendo como se confundir com a luz de freio (na verdade ela incomoda mais do que confunde).

          • eds2010

            Discordo que as luzes de neblina seriam obrigação. Já se fala o motivo pelo qual são usadas: Neblinas! A luz traseira mesmo do 206, Fox, Gol, C3 são bem incomodas em situação normal pois são bem fortes. Tão mais fortes que as de freio por exemplo.

            Quer usar o farol de neblina dianteiro? legal, esse nao incomoda e pode ser utiliza como guia de fato (na falta do DRL), mas discordo dos traseiros. Prefiro que fique aceso as luzes de posição que essas sim se enxerga sem ofuscar. (apesar de acima reclamarem de nao distinguir do freio em algumas situações).

            Na estrada eu concordo com o que disse.

  • MINQiz_

    Muitas pessoas se confundem, acham que tem ligar os faróis para conseguir enxergar a noite.
    Porém, para a efetiva segurança de todos os que participam do trânsito, é essencial que se faça SER VISTO pelos outros.
    Faróis acessos durante o dia, mesmo nas cidades, não ofuscam ninguém e só ajudam.
    Quem disser que se sente incomodado com faróis durante o dia, não pode dirigir a noite….

    • heliofig

      Concordo em número, gênero e grau com o MINQiz_.

      É ridículo cruzarmos com veículos com as lanternas (e não faróis) acesas nas condições de chuva, neblina ou fumaça. São absolutamente inúteis. Cruzamos com caminhões de luzes apagadas ou com lanternas acesas, carros com lâmpadas azuis nas lanternas (outra inutilidade absolutamente invisíveis à distância), sob neblina e sob chuva, e estes caras não percebem que não estão colaborando em nada com a segurança deles mesmos – pois são eles que não são vistos. Mas eles vêem os que acendem os faróis…

    • TMZ

      Concordo contigo.
      Nao intendo uma coisa, na estrada, os farois baixos nunca me incomodaram. A unica coisa que incomoda sao farois desregulados e uma pratica que fique sabendo a pouco tempo, que algumas pessoas mexem nos seus farois do lado esquerdo fazendo com que o mesmo so fique ligado a luz alta, isso so da pra fazer em carros com farois monoparabola e o duro que o nao so carros fazem isso, mas caminhoes, carretas etc. Sempre cruzo com um carro ou caminhao que faz esse tipo de modificacao.
      Agora, uma pratica que NUNCA funciona, pelo menos nunca percebi, e o uso da meia luz do carro. Mesmo com forte chuva onde fica meio escuro ou na hora do crepusculo nunca funciona. Agora por que em vez de ligar essa meia luz os caras nao ligam a luz baixa. Uma vez quase presenciei um acidente, onde o cara estava atraz do caminhao num dia chuvoso, a chuva tinha parado mas a pista muito molhada e ainda estava meio escuro por causa do tempo, numa reta o cara tirou pra ultrapassar e nao viu que vinha um carro em sentido contrario. O cara tava com a meia luz ligada. Se tivesse com o farol baixo ligado o cara viajava com mais seguranca. Ate no Paraguay, pra vc trafegar numa estrada vc tem que andar de farol ligado, pois se um policial te pegar andando com elas apagadas, vc eh multado.
      Pra mim, acho que a luz baixa na estrada e mais seguranca.
      E minha humilde opiniao.

      • bailascomigo72

        O que me incomoda na estrada são carros escuros sem farois ligados, e em chuva os caras ACREDITAM que estão sendo vistos…

    • DCald

      Exatamente, se o cara se sente incomodado é pq tem fotofobia (acho que é esse o nome) e dai meu filho, não era para estar dirigindo, pois uma simples lampejada de farol pode deixa-lo momentaneamente ofuscado e causar um acidente…

      • diegogerman

        Eu tenho por sinal alto indice de fotofobia, tanto que ate evito pegar estradas a noite. Mas não me incomodo de jeito nenhum com farois acesos durante o dia…

    • Andre_RJ

      Excelente!

      Resumiu com perfeição: as lanternas ou luzes de posição não existem para serem usadas com o veículo em movimento. O correto é usar o farol baixo mesmo em vias iluminadas e acendê-los tão logo as condições de visibilidade se tornem precárias.

      Quando o Sol está se pondo atrás de você em uma estrada, estar com os faróis baixos acesos podem salvar sua vida.

  • roddyscott

    Ainda dentro do assunto… aquele pessoal que anda de lanterna a noite, PRINCIPALMENTE taxistas. Isso deveria ser extremamente proibido pois não só é perigoso como também ignorância, tendo em vista que o farol serve para ver e ser visto e não apenas para constar um pequeno foco de luz ali. As pessoas deviam se informar mais, ou pensar que se o seu automóvel não está iluminando a pista, não vão lhe ver e o risco de acidentes é imenso!

    • eds2010

      Eu sinceramente acho que no Brasil acendimento automatico dos farois deveria ser obrigatorio. As pessoas por ignorancia os mantem desligados (luz de posiçõa apenas) e por isso podem ocasionar acidentes. E eu nao entendo como um dispositivo tao simples desses é renegado a opcionais carissimos em nossos carros. Existe ate um brasileiro que fez um dispositivo igual porém mais eficiente que ja foi patenteado mas nnehuma montadora quis usar.

      Revoltante como a segurança no Vbrasil não é levada a serio (pelas pessoas)

  • mateuswp

    Philips agradece.

  • Izael

    Tenho um C5 modelo novo q tem o farol diurno…
    F… eh a galera buzinando pra avisar toda hora q o “farol ta aceso”
    Kkkkkkkk
    Eh engraçado…

    • DCald

      Qdo morava no Rio, muita gente me avisava que eu tinha "esquecido" o farol ligado… em SP e PR isso não acontece, o povo já tá mais acostumado…

      Agora, no Rio o pessoal deveria achar que eu era um ET… carro sem pelicula, farol aceso, usava a seta pra mudar de faixa, não estacionava em lugar proibido, não ultrapassava pelo acostamento… etc… hehehe (amanha to indo pro Rio, já vou até me preparar psicologicamente para aqueles motoristas malucos… hehe)

  • PossanteNervoso

    Quando viajo sempre vou com as luzes ligadas, principalmente pelo fato de meu carro ser cinza e se tornar quase invisível na estrada, ele se camufla mesmo. Aprendi isso desde o dia em que deixei de morrer em um acidente graças a um farol ligado, eu ia fazer uma ultrapassagem e só consegui ver o carro que vinha em sentido contrário porque este estava com os faróis ligados. Ando com o farol baixo, se tiver só na lanterna não serve de nada. NUNCA me senti ofuscado porque um carro passou de dia com os faróis acesos por mim, nem na cidade nem na estrada. Tocando no assunto, não sei se é um costume de todos os países europeus, mas esse ano quando viajei à Croácia e Bósnia-Herzegovina pra visitar familiares via muitos carros com os faróis acesos, praticamente todos.

    • DCald

      Na estrada lá é obrigatorio…

    • spectrum84

      Concordo plenamente. o carro cinza, até o prata dependendo da iluminação fica camuflado. Moro em Brasília, era final de tarde, nublado, não estava escuro, fui fazer um cruzamento e qdo vi de primeira parecia que estava livre, olhei bem e vi que vinha um Siena cinza claro (não era prata) na minha direção. Se to com pressa e vejo de relance, com certeza iria bater no Siena… Acho que deveria ser obrigatório sim o uso de farol…

  • DCald

    O pessoal fala que aumenta o consumo de combustivel… então deveria proibir sistema de som, vidros e travas eletricos, regulagem eletrica dos bancos… aquecimento dos bancos, etc…
    Sempre tem uns tontos para ser do contra de tudo, mesmo que seja bom e maravilhoso (assim como tem os tontos para defender as coisas ruins e desastrosas)…

    Alias, já foi provado que o maior desperdicio de combustivel esta relacionado a pneus descalibrados (que tbm afetam a segurança!!!)

  • Cil

    Para mim, pelo menos em caso de BR, desnecessário. Para o pedestre durante o dia já tem faixa, que muitas vezes não são usadas, além da visão do mesmo… se for cego, ter ou não luz não vai resolver o problema. De noite, os faróis já estão todos ligados, então, vale o mesmo dito acima. O pedestre quando quer passar na frente de um carro ele passa e pronto. O motorista que se vire.

    O mesmo vale para os carros nesse Brazil ensolarado. Exceto em caso de chuva, onde faróis devem ser acesos de todo jeito, não vejo mesmo nenhuma necessidade dessas lampadas.

  • iwaats

    A não ser que vire lei, não acho que estas luzes para uso diurno serão utilizadas.

    A maioria acha que a única função dos farois e lanternas é para que ele próprio enxergue melhor a via. Se muitos nem conseguem usar as posições que existem hoje, imaginem colocar mais uma posição no seletor?

    Caso isso fique no meio-termo, não duvido que alguma rede de concessionárias espertalhona coloque as luzes diurnas como um acessório com aquele "precinho camarada".

  • fudencio10

    "No sul do País, porém, policiais rodoviários costumam obrigar os motoristas a trafegar com faróis acesos nas estradas, atitude com certeza incorreta."

    Nunca vi ou ouvi isso NA MINHA VIDA,nem meu pai que perguntei,que tem 50 anos ouviu falar sobre isso,mais um mito,ou talvez no sul…ele se refira a SC…pois no "sul do RS" não tem isso não.

    • Leosena

      Essa tinha tudo pra ser uma matéria séria se não fosse essa mentirinha inocente e a propaganda "gratuita" da Philips. A propaganda ali tem ares de mensagem subliminar.

      • bailascomigo72

        Não importa. A matéria foi, sim, interessante, e mostrou quantos malucos temos por aqui que teimam em desobedecer não só a lei como a lógica.
        São aqueles que votaram no Tiririca, ou que acham que carro deve ser preto e prata com interior de couro preto, que motor deve ter grande capacidade cúbica…

  • diegogerman

    Ligar luz baixa durante o dia causa incômodo? Aonde? Nada a ver… Na Argentina por sinal, dirigi um trecho de estrada de uns 400kms, todo mundo lá é obrigado a andar com farol aceso durante o dia nas rodovias federais, e achei muito seguro e eficiente a lei por sinal.

  • 3dimensional

    Na falta dos DRL no Brasil, mesmo na cidade só ando com os faróis de neblina ligados.
    Acho importantíssimo!

    • bailascomigo72

      Errado, Boy! Neblina ofusca bastante, já que não tem a finalidade de ser "focado", apenas iluminar bastante a curta distância. E se seu carro tiver luz de neblina traseira e ligar junto, prepare-se pra tomar uma bela porrada dia desses…

      • 3dimensional

        Errado vc boy! hehe
        Meu farol de neblina é o elipsoidal e só ilumina bem em frente do carro e não mais que 2 metros adiante e nunca joga o facho acima da linha do joelho se vc estiver em pé na frente do carro por exemplo.
        Bem diferente dos farois de MILHA existentes por aí…
        Te GARANTO!

        E outra, os farois de neblina elipsoidais são sim focados no solo. Os de milha que não o são.
        Tenho neblina atrás sim mas só acende se eu quiser. Então não corro esse risco.
        Abraço!

  • jaydeero

    O meu A3 tem… e nem incomoda, não é ofuscante nem nada…

    Aliás, lindo o A5 na foto hein…

  • Cleiberst

    Sou profissional da área de prevenção de acidentes e como tal, adotei o uso de faróis baixos acesos em todos os percursos que faço, com veículos da empresa em que trabalho ou com o meu particular.
    Ver e ser visto são premissas para um deslocamento seguro no trânsito.
    Me preocupo também com a sinalização traseira de meu carro, por sempre utilizar os faróis acesos. Por isso, pra mim, a terceira luz de freio tornou-se item fundamental em um veículo.
    Adiconalmente, algumas empresas adaptam seus veículos para que o faról baixo se ligue assim que se dê a partida. Inclusive em ônibus e caminhões.

  • eds2010

    É como eu disse antes… acho que deveriamos não só ter obrigatoriamente as luzes DRL como também acendimento automatico dos farois. (não com seletor e sim automatico… por controle eletronico). Só teria seletores entre farol automatico, farol baixo e alto (alem do aulixar de neblina). Pois assim obrigaria as pessoas utilizarem querendo elas ou não mas oferecendo menos riscos de acidentes que se fosse com elas apagadas.

    Existe um projeto no Brasil e é muito eficiente. Só falta as montadoras recorrerem ao mesmo, pois é barato.

  • Fredxyz

    Creio que a luz de posição é útil quando começa entardecer, ou num tempo nublado leve. Se começa escurecer ou nublado mais intenso passo para o farol baixo. Nao seria isso?