Lançamentos Mercedes Benz Sedãs

Mercedes-Benz Classe C nacional chega com motor flex

Primeiro modelo da Mercedes-Benz produzido na nova fábrica de Iracemápolis (SP), o Classe C em sua versão nacional chega ao mercado com novidades. O sedã, carro mais vendido da marca no País, agora é equipado com uma motorização flex, que de acordo com a empresa foi desenvolvida “exclusivamente para atender às demandas do mercado brasileiro”.

O novo Mercedes-Benz C 180 Flex Fuel é equipado com um motor 1.6 turbo de quatro cilindros em linha, com turbocompressor, injeção direta de combustível e comando duplo variável, capaz de desenvolver 156 cavalos de potência, a 5.300 rpm, e 25,5 kgfm de torque, entre 1.200 e 4.000 rpm, com gasolina ou etanol. O conjunto inclui ainda funções como o ECO start/stop e diferentes modos de condução. Para receber a nova tecnologia, nenhum dos sistemas originais do veículo foram alterados.

“Atualmente, o C 180 representa 43% do mix de vendas da família Classe C, portanto acreditamos que com essa nova alternativa de motorização e o início da produção local, ele continue conquistando os resultados significativos dos últimos anos”, afirma Holger Marquardt, diretor geral de Automóveis na América Latina e Caribe da Mercedes-Benz.

Ao que tudo indica, o preço do Classe C nacional é o mesmo do modelo importado, vendido por R$ 144.900.





  • Andre Luiz Melo

    Muito mais negócio do que o A3 1.4, custando um pouco mais , porém maior , de uma categoria acima e mais equipado. Agora discutir com os fãs de Corolla Altis e Focus a mais de 100 milhas nas versões top , ou até um endeusado Fusiun, é perda de tempo. Como já disse , que compra um terno de R$ 100,00 num supermercado é um público diferente de quem compra um terno Armani, mesmo que sejam parecidos e de qualidade semelhante.

    • Gustavo73

      Infelizmente não é esse o valor do C180.

      • Marcos megdA

        A c180 foi oferecida uma versão promocional nesse valor. Claro que sem alguns itens como xenon e leds

        • Gustavo73

          D no ano passado,as de lá pra cá os preços subiram e muito.

      • Andre Luiz Melo

        Realmente vc está com a razão. Na época do lançamento, a C250 me foi oferecida pelo preço de R$ 180.000,00 , não sei qual era o valor oficial da tabela na ocasião, e já inclusive me ofereceram a C180 (na concessionária da Mercedes por R$ 119.000,00). Imaginei que a versão nacional seria oferecida pelo preço postado pela NA de R$ 119.000,00 . Já vi que alegria de brasileiro dura pouco …..

        • Gustavo73

          A MB divulgou uma tabela com os.preços mais altos já no início do ano.

        • Luiz camurça neto

          André, R$ 119.900,00 foi sim a versão de entrada em Julho/2015, ano/modelo 2015/2015, e em campanha promocional limitada. Em agosto continuava em promoção, porém a R$ 124.900,00. Já que esse carro tinha preço de R$ 129.900,00 na época.

      • Andre Luiz Melo

        Xiiii , editaram o texto (rs). O dólar subiu e agora está por R$ 144.900 (rs rs rs)

      • Luiz camurça neto

        Esse é o preço sim da versão C180. É porque existem mais duas variantes que é C180 Avantgarde e C180 Exclusive.

        • Gustavo73

          Eles mudaram os valores na reportagem. Antes estava 119mil reais.

    • Gran RS 78

      Um pouco mais? O A3 sedan custa apartir de 104 mil reais. Esse C180, mesmo que tenha mais itens de série custa 40 mil reais a mais. Uma diferença e tanto, mesmo para quem tenha dinheiro.

      • Andre Luiz Melo

        O comentário meu foi em cima do valor inicial do texto da NA que era abaixo de 120 mil dilmas . O texto foi editado e foi para mais de 144 mil moluscos….. .

        • Gran RS 78

          KKK 144 mil moluscos foi boa. Eu li a noticia agora, então o valor o NA já tinha corrigido.

    • Fabricio Conchon

      Comparar um carro que está custando na faixa dos 140 mil, com o audi a3 1.4 sedan que uma busca rápida nos principais sites de anúncios de caros pode ser encontrado na faixa de 90 mil.. (alguns 2015 por 85 mil) é realmente difícil… quanto a Corolla e Focus, tudo bem… mas não vejo exatamente em quais quesitos (fora a grife), o c180 seja melhor que um fusion, mesmo em sua versão de entrada (muito mais barata que a 180)… E já vou editar pq vi agora que seu comentário era sobre o preço anterior… 119… que frente aos 100 mil do a3 até realmente fazia sentido…. mas mantenho o que penso na comparação com o fusion… acho que só tem mais griffe, mas pra mim são carros equivalentes.

  • Gustavo73

    115 mil NA?! Na FIPE está por 143 mil.

    • Pacheco

      Acho que nem o A200 está sendo vendido por 115 mil.

      • Gustavo73

        Essa é 136 mil.

        • Marcos megdA

          Classe A200 pode ser encontrada em algumas concessionárias por 107mil. Já a C180 nem a versão promocional ja antiga se acha por menos dr 130mil

          • Gustavo73

            Essa Classe A de 107 deve ser a versão sem o facelift.

            • Marcos megdA

              Exatamente, mas nao chega a ser um negócio ruim

              • Gustavo73

                Com os valores que os carros da categoria alcançam hoje não é. O que de fato é uma pena.

                • Marcos megdA

                  Concordo

          • Gran RS 78

            São modelos 14/15 Okm sem a reestilização. Os modelos reestilizados estão apartir de 130 mil reais.

            • Marcos megdA

              Modelos 15/15

              • Gran RS 78

                Dá no mesmo, pois o que vale na hora da venda é o modelo e não o ano de fabricação.

                • Marcos megdA

                  Nesse ponto sim.. Mas um modelo 14/15 ficou bem mais tempo parado na cc

                  • Gran RS 78

                    Isso é verdade.

    • V12 for life

      Realmente está errado, esse foi o valor na época do lançamento quando as outras duas versões do C180 custavam 138 mil.

  • ObservadorCWB

    O NA está meio “por fora” quanto ao preço dos importados. Mesmo nacionalizado duvido e sou capaz de apostar que não custará “apenas” 115.000. O dólar deveria cair muito mais para este patamar. Veremos as diferenças deste MB para o “original”. Tomara que desta vez não pesem a mão no preço. Lembro da Classe A. Muito avançada na cronologia dos carros brasileiros, mas pecava pelo tamanho e preço. Acho que algo semelhante se vê na pequena Tiguan da VW hoje em dia.

  • Lucas

    Esse carro já ultrapassou os 140 mil reais. Por favor, atualizem o valor apresentado na “notícia”. Não estamos mais em 2014.

  • GPE

    Pelo menos não caparam o carro em nada. Ainda assim, o preço está absurdo

    • Marcos megdA

      Esperamos que nao eheheh
      Podiam é dar uma segurada no preço, pq ta foda

  • DTF

    Isso se não subir o preço…

  • mrvintage

    Esse carro é um espetáculo, classudo, sem exageros, na medida certa. Macio, e o motor é bem esperto, o coeficiente aerodinâmico, e sua relação peso/potência o tornam perfeito para o uso no dia dia, o consumo está entre os melhores de sua categoria, e o acabamento/design interno deixa a concorrência no chinelo. Sem falar que a Mercedes não depenou nenhum de seus modelos como a Audi fez, manteve todo carro original, e com os mesmos itens de segurança que o garantiram as 5 estrelas no Euro ncap.

  • fbl

    Excelente carro. A C200 w205 conheço muito bem e so tenho elogios. A C180 também tem otima mecanica e é muito confortável. Só deveria ser um pouco mais equipada.

  • Gran RS 78

    Meu amigo comprou uma C200 a exatos 11 meses atrás e pagou 160 mil reais. Tive o prazer de andar nela e fiquei de queixo caído pela qualidade do acabamento, silêncio a bordo e estilo. Eu tenho um X1 e a diferença de maciez e na qualidade dos materiais em favor da Mercedes é notável. Se eu fosse comprar um sedan médio premium, com certeza seria uma Classe C.

    • fbl

      Na epoca fiz o test drive na 320i e na c200. Optei pela segunda pelo estilo e maciez, que me atenderia melhor na cidade. A BMW é realmente mais voltada pra esportividade e obviamente tao interessante quanto mas hoje pelo menos curto mais as classe C. Outra coisa que pesou a favor da MB foi o plano de manutenção bastante razoável, com as mesmas regras da maioria das marcas, 10 em 10mil km e de 12 em 12 meses.

      • Gran RS 78

        Parabéns pela escolha. Realmente uma coisa irritante nas BMW é sobre as revisões que são determinadas pelo carro, que no meu caso nunca ultrapassou os 6 mil Km ou seis meses. Já reclamei sobre isso na concessionária, e pelo jeito não foi só eu, e eles me disseram que não poderiam fazer nada, pois de acordo com eles, isso é uma norma internacional da BMW, inclusive ele me disse que a própria marca sabe exatamente o tempo que um modelo ficou na revisão, o que foi feito etc, pois segundo o consultor técnico, os computadores são interligados com a matriz, justamente para a marca ter um controle preciso sobre tudo o que esta sendo feito no carro, muito interessante se isso realmente for verdade.

        • fbl

          Pois é. Dei uma lida sobre esses pontos na epoca da compra e nao achei justo. Imagina aqui no Rio que só temos verão e inferno, transito caótico. O carro deve pedir revisao muito cedo e se as outras fazem em 10mil km pq a bmw tem que ser antes? Entao dentre as outras coisas que citei, optei pela classe c e nao tenho reclamações sobre o carro. Essa conexao com a fábrica tem tambem na mercedes atraves do aparelho de diagnóstico conectado ao carro em qualquer revisao. Acho ate que todas tem.

          • Gran RS 78

            Legal, não sabia que a Mercedes tbm tinha isso.Outra coisa que eu descobri é que os motores BMW não tem vareta para se olhar o nível do óleo, é tudo feito eletronicamente pelo carro. Por um lado é bom que se tiver algum problema, o sistema irá avisar, mas se der algum defeito nesse computador os proprietários não irão saber se o óleo está no nível ou se ainda tem viscosidade para não prejudicar o motor.

            • fbl

              É verdade. A Classe C tem a vareta do óleo. E por experiencia própria, ate as ccs MB e BMW podem fazer muita M na hora da sua revisão, então é mais uma coisa que é bom vc poder conferir.

        • Thiago

          Em uma concessionária da minha região eles regulam as revisões para ocorrer a cada 12.000km, é só pedir e não afeta a garantia. Na 328 do meu amigo foi feito isso.

          • Gran RS 78

            Eu já pedi para o consultor pelo menos colocar a cada 10 mil Km, mas ele falou que não poderia fazer isso. A minha sorte é que rodo pouco, pois se não, iria praticamente morar na concessionária para fazer as revisões, rsrs.

  • EDU

    Ue nenhum piloto vai vir reclamar que so tem 156 cavalos e o carro e manco e bla bla bla. Independente de ser caro um baita carro. Sou fan da marca .

  • Paulo A

    Vamos aguardar a chegada do A4 2017 ( e seu preço….).
    De fato, o acabamento dessa classe C dá uma surra na BMW.
    Entretanto, dirigir a 320i é muito melhor que a c180 (se equivalem no preço).
    Achei a bmw mais comunicativa e macia (impressões que tive), além de andar bem mais.
    Esperava um conforto maior dessa Meca….

    • Guilherme Eduardo

      Talvez seja o motor 2.0 VS 1.6 (ambos turbo) ou o câmbio conversor VS dupla embreagem.

  • Audi a5

    Na Europa a maioria dos táxis sao MB, classe E e C, nessa ordem, respectivamente. Grande parte do início e meados dos anos 2000, com cerca de trezentos ou quatrocentos mil km rodados e todos muito íntegros e conservados. Qual carro aguenta isso da mesma forma que uma MB?

  • Gusbar Kuati

    Tenho uma C180 do modelo retrasado, 1.8 turbo, meu pai tem uma dessas novas, 1.6 turbo, os números de torque e potência são iguais, mas é nítido que a 1.8 puxa mais forte.