Mercedes-Benz inaugura fábrica para produzir Classe C e GLA no dia 23

05/03/2016

mb-fabrica-usa

A Mercedes-Benz vai inaugurar sua mais nova fábrica no Brasil no próximo dia 23. A planta fica em Iracemápolis, interior de São Paulo, e deverá fabricar os modelos Classe C e GLA.

Com capacidade para 20 mil unidades por ano, a fábrica vai gerar 500 empregos diretos na região. O investimento total foi de R$ 500 milhões.

Essa nova fábrica pretende ampliar as vendas de carros de luxo da marca, onde o Classe C representa 46% das vendas. Em 2015, a Mercedes-Benz vendeu 17.525 veículos leves, alta de 46%.

A fábrica de Iracemápolis passa a ser a quarta planta da Daimler no Brasil, que possui instalações em São Bernardo do Campo, Campinas e Juiz de Fora, que produzem caminhões e componentes.

[Imagem ilustrativa]

Agradecimentos ao Giuliano Palardi.













  • tjbuenf

    Vendendo 20 mil carros por ano eles recuperam o investimento em menos de 12 meses. Mesmo em época de recessão esta fábrica parece ser ótimo negócio para Mercedes.

    • Paulo Estevinho

      Como vc chegou nesse prazo?

      • tjbuenf

        Ué, o investimento foi de R$ 500 milhões. Colocando por baixo um lucro de R$ 25 mil por veículo, esses R$ 500 milhões saem em 12 meses considerando o comércio de 20 mil carros/ano.

        • Paulo Estevinho

          Ah bom, vc tá chutando então.

          • tjbuenf

            Os valores estão dentro da realidade.

            • Mas não se esquece que com a venda de um carro lucra o fabricante e o concessionário. Até acho plausível lucro de R$ 20 mil em um carro de R$ 100 Mil. Mas quem fica com a maior parte? E não se esqueça que manter uma concessionária custa uma pequena fortuna, a começar pelo aluguel de uma loja bem localizada em grandes cidades.

          • Thales Sobral

            Tem muito chute mesmo, mas veja que ela vendeu 17 mil veículos em 2015, fabricando aqui pode ter mais margem pra baixar custos, e aumentar as vendas ou o lucro por unidade. Se a fábrica se pagar em 4 anos ainda é um baita de um negócio.

    • Tosoobservando

      Ae se tornariam lideres do setor?

      • Alessandro Rodrigues

        A Mercedes já foi líder, ano passado, seguida por uma pequena diferença da Audi e, por fim, BMW.

        • kravmaga

          Se a mercedes vendesse a C200 e/ou a C250 por um preço que pede hoje pela C180, acho que a BMW e Audi estariam enrascadas.

          O acabamento das Mercedes de entrada é realmente premium e melhor do que BMW e Audi (de entrada). Bastaria a MB ser mais generosa na oferta de acessórios e motorização para estourar em vendas.

          Mas eu já perdi as esperanças de isso acontecer no Brasil. Acho que só compraria um carro de marca premium se for morar no exterior, porque aqui não dá por 1001 razões, não só o valor de aquisição.

  • Mak Mak

    Vamos ver o quanto a Mercedes irá cabritar e fazer economias porcas nos seus carros fabricados aqui.

    • Matheus Carvalho

      Coisa que a BMW não fez! O mesmo carro vendido no Br é vendido fora! Com muita qualidade! ;)

    • Peninha

      Nao tem sentido a Mercedes comecar a fazer isso, consumidor de carro de luxo paga mais caro justamente para ter… luxo! Mesmo levando em conta a desinformacao dos consumidores, isso so serviria para gerar publicidade negativa e mandar os consumidores para outras marcas.

    • Luiz camurça neto

      Isso ocorreu com Audi/VW. Que os A3 sedan são fraquissimos, principalmente na mecânica, ficaram inferior aos anteriores

  • Rafael D.

    Bom investimento num nível de mercado onde a crise não afetou tanto. Passam a fabricar carros aqui, o imposto de importação é eliminado e cobram o mesmo absurdo (e até aumentam o preço). Com isso o lucro fica ainda mais alto e a fábrica vai se pagar em pouco tempo.
    Tomara que a MB quebre a cara, masa chance disso acontecer é muito pequena.

  • Eduardo Santos

    É, parece que o trio alemão foi na contramão da crise. Não sei se é impressão minha, mas marcas de luxo estão vendendo modelos de entrada no Brasil como nunca conseguiram. Pelo menos hoje em dia, aqui em Recife, é muito mais fácil ver Mercedes, BMW, Audi, Land Rover, Mini, Jeep (Renegade não vale) do que há 6 ou 7 anos atrás.
    Já carros como Accord’s, Camry’s e Passat’s são hiper raros de serem vistos. Juntando os 3, posso contar nos dedos quantos vejo dentro de 1 ano.

  • Freaky Boss

    Boa notícia, mas ninguém tem mais esperança que essas fábricas possam baratear esses produtos de forma considerável.
    E falando no trio alemão, para mim: BMW e Mercedes estão 1 degrau acima da Audi, em tecnologia mas principalmente em confiabilidade/durabilidade.
    Já entre Mercedes e BMW, aí a preferência fica em estilo/design e filosofia de projeto.