Hatches México Mercado Nissan

México: Nissan Tsuru pode ser substituído pelo Novo Tiida chinês

nissan-tiida-2018-1

O Nissan Tsuru é um best seller mexicano e o preferido de taxistas, que após a saída do clássico Volkswagen “Vocho” (Fusca), ganhou espaço. No auge, vendia entre 3 mil e 4 mil unidades por mês, mas em 2016, soma pouco menos de 13 mil unidades até março.

nissan-tiida-2018-2

Derivado do Sentra dos anos 80, o singelo sedã da Nissan está com os dias contados. Quem virou a ampulheta foi o Latin NCAP que, após o desastroso teste de segurança do modelo, deu a pior classificação possível.

nissan tiida 2017 1

Para substitui-lo, a Nissan poderia lançar mão do Tiida Sedan antigo ou desenvolver um sedã barato em casa. No entanto, a marca japonesa estaria de olho no Novo Tiida chinês, que recentemente ganhou um facelift.

tsuru

Desde a saída do Tiida hatch (o sedã ainda é vendido na terra dos Astecas), a Nissan só dispõe do March com hatch no lineup mexicano. Assim, o Novo Tiida chinês figura como única opção. O problema é que o nome Tsuru recentemente ficou manchado por conta do péssimo resultado no Latin NCAP. Resgatar esse nome será uma tarefa bem difícil.

[Fonte: Al Volante via Ferd]





  • Maçaranduba o Porradeiro.

    O que é mais feio, o nome ou o carro….?

    • francis

      Tsuru ou Etios… ó duvida cruel

      • Edson Fernandes

        Pelo menos um deles foi feito nos anos 80 né…rs

  • Cléber_V

    Traz pro Brasil que eu troco o meu, Nissan!

    • Gian

      Também sou fã de carteirinha do Tiida.

    • Edson Fernandes

      Alias, falta um hatch médio na Nissan ou Renault. Gostaria tbm de um hatch médio porém com preço aceitavel.

    • Carolina V.

      Sempre gostei do Tiida, e assim como alguns, também sinto falta da nova geração (hoje ele e o Pulsar são o mesmo veículo). A Nissan deveria trazê-lo de volta.

  • Rodrigo

    Na época em que morei no México o Logan era vendido como Nissan, junto com o Symbol (que lá se chamava Platina). Mas agora o Logan voltou a ser Renault por lá, logo a opção mais viável dentro da marca seria uma versão mais simplificada do Versa para atender os taxistas.
    Curiosidades sobre o mercado mexicano: os caras gostam muito de sedãs. Tanto que por lá as versões mais vendidas (e as mais baratas) costumam ser sedãs. Sendo que os hatches costumam ter uma denotação mais esportiva, completa e mais cara. Não a toa os carros mais vendidos de lá eram VW Bora e VW Jetta (os nomes são o contrário dos vendidos aqui), Nissan Tiida Sedã e esse Tsuru. Além do Chevy (Corsa sedã com frente diferente da nossa).

    • Edson Fernandes

      Lá é o Sail chines não?

      • Rodrigo

        Agora acho que é o Aveo (anterior ao Sonic).

    • Carolina V.

      Além do Platina (Clio Sedan ou Symbol rebatizado), a Nissan ofereceu também o Aprio que era uma versão rebatizada do Logan.

  • Leandro

    Tem alguma coisa errada com essa matemática. Se no auge vendia entre 3 e 4 mil unidades, e agora até março vendeu 13 mil, não mudou nada as vendas.

    • saosao

      Vai ver que o auge foi janeiro, fevereiro e março de 2016 rsrss

  • Newton Freitas

    O tiida chinês é semelhante ou igual ao Pulsar europeu, ambos são veículos bonitos.

  • Guilherme Batista

    A frente desse Tiida parece muito com os subarus da geração passada e a traseira achei que tem vincos demais, mas mesmo assim achei o conjunto bem bonito

  • Martins Junior

    Na primeira foto, achei parecido com um Subaru Impreza hatch!

  • Felipe

    Mancada da Nissan não substituir o Tiida por aqui. Por ter forte participação no México, um hatch Nissan como esse Tiida faria sucesso lá.

  • Franco da Silva

    O Tiida sedã da geração anterior é uma das coisas mais feias já vistas. E o pior: vem de um carro (hatch) que era até bonito na época!

  • Fabricio Jacob

    O problema da Nissan Brasil é justamente ter tao poucos modelos disponiveis. Deixou de trazer o Tiida Hatch do Mexico e simplesmente nao colocou nada no lugar. É um otimo carro, com uma excelente relacao C/B. Nem se esforcou pra trazer o Note ou o Pulsar. Juke ou Rogue entao, nem pensar.
    Esse Tiida chines é ainda maior e mais bonito que o Tiida atual, mas provavelmente nunca vai chegar aqui.
    Uma pena.

  • Douwe

    Em um acidente com esse Tsuru se tiver mais que um ocupante tem que fazer exame de DNA pra poder saber de quem são os pedaços encontrados.
    Um verdadeiro lixo, já peguei um Tsuru táxi na Cidade do México e achei que não ia chegar vivo ao aeroporto. Imaginei o desespero dos meus pais ao receberem os restos mortais do filho feito carne moída.

    Esse Tiida chino ficou bem bonito. A Nissan deveria vendê-lo aqui, com preço abaixo dos hatches médios tradicionais. Por 60 mil venderia bem, como opção entre o March/Versa e o Sentra.

  • Fil

    Não faz sentido substituir o Tsuru que custa uns 140 mil pesos pelo novo Tiida Chinês ué custaria pelo menos o dobro. A substituição só pode ser pela produção na fábrica, que deixaria de produzir um para produzir o outro, mas de mercado não faz sentido algum.

  • Rafael Barroca

    Esqueceram o Note, apesar da categoria de minivan dada pela imprensa, é mais Hatch que muito Hatch que tem por aí.

  • Rafael Barroca

    Andei nesse Tsuru semana passada em Cancún. Carro terrível em ergonomia, mas de motor de funcionamento suave e quase sem ruídos.

  • Diogo Oliveira

    Tó impressionado que a Nissan não produziu o Tsuru aqui, ele tem uma cara de Brasileiro…

  • Paulo Eduardo

    Jesus! Um Sentra de 1994 fabricado e vendido até hoje! É o Classic mexicano, kkk Mas não, não acredito que o nome Tsuru permaneça manchado devido a questão da segurança. Nada que uma boa campanha publicitária com foco na segurança não reverta. O problema é que para ser aceito pelos taxistas a Nissan vai ter que prover uma versão sedan do novo Tiida.

  • Carolina V.

    A Nissan poderia trazer o Almera, um sedã vendido em alguns países europeus como a Rússia, obviamente sairia mais caro que o Tsuru, porém seria um substituto à altura.

  • Matéria sem sentido, por diversos fatos:

    – Tiida Hatch já vendeu por lá, e foi descontinuado. Seu par, o Tiida Sedan segue em vendas até hoje, já em modelo 2017. Se o Tsuru fosse descontinuado, o mesmo poderia decrescer o preço em alguns poucos degraus e assumir o seu lugar tranquilamente.

    – Desconheço o caso de uma montadora substituir um sedan por um hatch. Pode existir, mas de fato ainda não conheço.

    – Não há venda de modelos chineses da Nissan no México, mas sim a linha Nissan em tendência com o mundo, com exceção de Tiida e Tsuru, ambos na linha de entrada extremamente populares.

    – Nissan Tiida Hatch é o mesmo Nissan Pulsar no mundo, ou seja, um hatch médio do Sentra ( que é de quatro gerações acima do Tsuru), que por lá, já custa mais de $ 230.000 MXN, e já tem o Nissan Note por $ 190.000 MXN, logo, o Tiida entraria nesse vão… só que: Tsuru custa a partir de $ 141,300 MXN, $ 20.000 MXN a menos que o March, o que deixaria o Tiida Hatch sem sentido como eventual substituto.

    Ao final, pode-se dizer: não há qualquer lógica ou sentido em a Nissan trazer o Tiida Hatch para o México, exceto se o mesmo entrar no line-up americano, e não seria para substituir o Tsuru. Para o lugar do longevo nipônico, ou entra o antigo Tiida Sedan com uma re-estilização e adoção do nome, ou o Datsun Go Sedan, isso se não houver na pauta um novo sedan aos moldes do velho carro.

    Outra coisa engraçada de ler é que no auge, o Tsuru vendia de 3.000 á 4.000 unidades mês e atualmente vendeu pouco mais de 13.000 unidades até março, ou seja, mais de 4.000 unidades/mês, ou seja, se não tiver erro nessa informação, o carro estaria em seu auge de vendas até março deste ano.



Send this to friend