Lançamentos Mitsubishi Pickups

Mitsubishi L200 Triton 2017 ganha quatro novas versões e parte de R$ 89.990

L200 Triton Outdoor MT 1

Enquanto a nova geração não chega, a atual Mitsubishi L200 Triton segue sendo vendida no mercado brasileiro com novidades. Desta vez, para a linha 2017, a picape passa a oferecer quatro novos modelos: Savana AT, Outdoor AT, Outdoor MT e Outdoor 2.4 Flex 4×2, além dos modelos HPE 3.5 Flex, HPE 3.2 Diesel MT e AT, GL 3.2 Diesel MT e GLX 3.2 Diesel MT já oferecidos anteriormente.

No caso da L200 Triton Savana, o diferencial fica por conta do câmbio automático de cinco marchas em relação a versão anterior. O modelo dispõe ainda de novas rodas de liga-leve de 16 polegadas com pneus Scorpion MTR 255/70 R16, snorkel, rack de teto e duas caixas para acessórios na caçamba. Há ainda sistema multimídia Power Touch, bancos com capa em neoprene e tapetes de borracha.

Para comemorar a chegada da nova versão, a Mitsubishi vai comercializar 200 unidades na cor Azul Atlântico.

L200 Outdoor Flex Traseira

Já a L200 Triton Outdoor está disponível em três configurações diferentes, cada uma com visual próprio e características externas de personalização. Os modelos contam com peças pintadas em cinza Stone Gray.

No modelo AT, há grade Full Stone Gray, faróis de dupla parábola com máscara negra, rodas aro 16 com pneus ATR 265/70 R16 – 50% on-road, 50% off-road e peças em Stone Gray, como a moldura do farol de neblina, wheel flare, para-choque traseiro e o de impulsão, que é novidade nesta versão. Entre os equipamentos, a picape oferece ar-condicionado automático e comandos de áudio e controle de cruzeiro.

A versão MT traz whare flare, grade com frisos, para-choque traseiro e de impulsão, moldura do farol de neblina e as rodas aro 16 em Stone Gray, além de skide plate em aço carbono, retrovisores em material black e caçamba mais longa.

L200 Outdoor Flex_Painel

As versões dispõem do motor 3.2 turbodiesel de 180 cv e 38 kgfm. Há ainda a Outdoor Flex, com motor 2.4 Flex de 142 cv e 22 kgfm, além de moldura do farol de neblina, wheel flare, rodas de 16 polegadas (com pneus ATR 265/70 R16) e frisos laterais em Stone Gray, skide plate em aço carbono e retrovisores e maçanetas em material black.

Na topo de linha HPE também há novidades. O modelo recebeu nova grade, luz diurna em LED ao lado do farol de neblina, skid plate na cor prata no para-choque dianteiro e faróis com máscara cromada.  Entre os equipamentos, há bancos em couro, sistema Power Touch com GPS, DVD e Bluetooth, ar-condicionado automático, direção hidráulica, controle de cruzeiro, volante multifuncional, keyless para abertura e fechamento das portas, rodas aro 16 e retrovisores com rebatimento elétrico e sinalizadores em LED.

A Triton HPE está disponível com motores flex e diesel. O diesel tem 3.2 L DID-H, 16 válvulas, DOHC com injeção eletrônica direta Common-Rail, corrente de comando e turbo intercooler frontal, com 180 cv a 3.500 rpm e torque de 38 kgfm a 2.000 rpm, acoplado a um câmbio manual ou automático. Já o flex usa um 3.5L V6 MPI, 24 válvulas, SOHC, com potência de 205 cv a 5.000 rpm e torque de 33,5 kgfm a 3.500 rpm com etanol e 200 cv a 5.000 rpm e torque de 31,5 kgfm a 3.500 rpm com gasolina.

A linha L200 Triton 2017 está disponível em oito opções de cores: Branco Alpino, Prata Cool, Prata Rhodium, Preto Ônix, Cinza Londrino, Marrom Barroco, Vermelho Mônaco e Verde Pantanal, além da L200 Triton Savana AT na cor exclusiva Azul Atlântico para as 200 primeiras unidades.

Preços da nova linha da L200 Triton:

L200 Triton Outdoor 2.4 Flex 4×2 – R$ 89.990
L200 Triton Outdoor 3.2 Diesel M/T – R$ 119.990
L200 Triton Outdoor 3.2 Diesel A/T – R$ 134.990

L200 Triton Savana Diesel MT – R$ 138.990
L200 Triton Savana Diesel AT – R$ 146.990

L200 Triton HPE 3.5 Flex AT – R$ 129.990
L200 Triton HPE 3.2 Diesel MT – R$ 137.990
L200 Triton HPE 3.2 Diesel AT – R$ 149.990

L200 Triton 3.2 GL Diesel M/T – R$ 105.990
L200 Triton 3.2 GLX Diesel M/T – R$ 111.990

Galeria de fotos da Mitsubishi L200 Triton 2017





  • Gavlan The BeerMaster

    Essa de 120k Diesel tá um bom negócio.
    É Toro, te cuida.

    • L200 sem ESP? Pa$$o.

      • Gavlan The BeerMaster

        Sério….

        • th!nk.t4nk

          Mas falando sério: se fosse só pra usar no campo, a falta do ESP talvez nao fosse tao séria. Mas vai pra essas estradas de pista simples do interior, e vê a velocidade com que o povo anda com essas L200. Ter ou nao ESP pode ser a diferença entre morrer amanha ou viver até os 90 anos. Eu nao riria dos compradores da Toro.

          • Renato Coletta

            Quando um Fiat toro sofrer ua acidente, colisão forntal, ou latera, ou trazeiro na rodovia, ai vc vai ver quem morre prinmeiro…

    • Portuga Goleta

      A Toro custa 20 mil menos do que isso… falando em Diesel manual

      • Gavlan The BeerMaster

        Mas a Toro é um Renegade com caçamba, essa L200 muito mais picape mesmo câmbio AT (falando em termos técnicos é bem amsi preparada para o trabalho e o Off-Road que a Toro), não é a toa que existe uma copa inteiramente dedicada a ela a L200 Rally CUP.

      • gladson januario

        A Toro é uma boa novidade no mercado, isso é verdade. Mas cara, a Toro é outro público, quem gosta de fazer offroad vai de Triton, e vai bem. Sei que você só viu o preço e tal…..mas o preço final da L200 não é 120000R$, dai se tira facil uns 5 mil. A Toro deve ser um ótimo veículo, mas Triton é mais robusta, foi feita para ser maltrada mesmo. A Toro não aguenta 20% do que a Triton aguenta.

        • Hiboria

          A Toro é para um público diferente, uma família com um sítio/chácara que precisa de um 4×4 mediano para não parar em dia de chuva. Já a Triton é uma picape para trabalho, fazendeiro e tem que ser muito mais robusta. A dirigibilidade das duas deve ser muuuito distinta, a Toro é praticamente um Sedan/SUV enquanto a L200 vai mais para o lado de um “caminhão”.

        • th!nk.t4nk

          Resumindo, pro cara que usa a pick-up 99% do tempo na cidade comprar a L200 é jogar dinheiro fora, já que nunca vai usar toda a robustez dela e ainda por cima vai ter que aguentar a falta de conforto de um veículo sobre chassi (sacolejo, dureza da suspensao, posiçao de dirigir “de caminhao”, etc).

    • Denis

      E tem mais, a L200 é sim duvida a melhor opção de picape 4×4 do mercado!!!!!

    • Felipe

      Depende… Onde cabe uma L200 cabe uma Toro, mas onde cabe uma Toro… Só um exemplo. Fora que a da Fiat é novidade.

      • Gavlan The BeerMaster

        Toro é picape pra passeio, L200 trabalho<<<Trilha/Rally.

        • th!nk.t4nk

          Perfeito. E daí aqui vale lembrar: hoje em dia tem muito mais gente usando pick-up pra passeio do que pra trabalho pesado. Isso só justifica mais ainda a opçao pela Toro pra muita gente.

        • Felipe

          Quem define o uso da picape é quem compra.
          Para trabalho ou para o lazer/passeio, há fatores em jogo como consumo, potência, espaço para passageiros e carga, segurança…

          Quem precisa trabalhar com picape e não tem espaço em casa, deixa 1/3 da caçamba da L200 na calçada por que ela não cabe na garagem. Tá serto!

          • Gavlan The BeerMaster

            Depende da sua casa, no minha cabe dois carros e ainda sobra espaço…
            Pra minha família que vive no circuito Cidade-Sítio-Cidade, não pensaria duas vezes em comprar uma L200. Agora tem gente que quer pagar de agroboy-agrogirl não posso fazer nada a respeito, para fazer trilha nas estradas do sítio boto fé que essa Toro nem aguenta o primeiro morro.

            • Felipe

              Moro em um apartamento e a vaga de garagem é sob pilotis. Lá, em qualquer vaga há espaço para uma L200, mas para qualquer uma das picapes deste porte ficarem perfeitamente estacionadas, é preciso manobrar… Manobrar bem, por que as áreas de manobra são apertadas para este tipo de veículo. Não é à toa que só 2 moradores do prédio tem picape no piso onde fica minha vaga. Uma das picapes fica posicionada de frente para o portão… Enfim…
              Fora a questão do espaço (que pra muita gente é relevante), tem a destinação do veículo. Nunca usei uma L200 para trilha. E sequer cheguei perto de uma Toro (embora já tenha visto o modelo camuflado na rua), Sei pelos reviews que a L200 encara uns desafios… Mas se a proposta é essa, prefiro esperar um review da Toro antes de dizer que a L200 vence o páreo.
              Ademais, o seguro, o consumo, as revisões, o uso, o tamanho, a rede assistencial e até o valor de revenda somam ou subtraem pontos de cada uma na hora da compra… Há quem não se preocupe com isso, mas… meu caro, são raras pessoas.

  • EJ

    A impressão que tenho, é que a MMC vai esperar surgir o primeiro facelift da horrenda nova Triton tailandesa, pra só depois disso lançarem aqui no Brasil, importada ou montada. Ou isso, ou modificam do jeito que puderem eles mesmos (já fizeram isso no passado recente, não ficou muito bom no TR4 nem na L200, mas pelo menos tentaram).

    • Gran RS 78

      Pelo que eu andei lendo em outros sites, a Mitsubishi vai lançar a nova geração no meio do ano e irá conviver um tempo com o modelo atual, como já aconteceu anteriormente com a L200 antiga.

  • KevinGR

    Gosto muito da L200 mas já esta na hora de fazer uma bela atualização nela.

    Principalmente no cambio, no peso e motores flex

  • shdn2010

    Dois volantes que me dao arrepios de olhar, o da triton e da nissan!

  • Gran RS 78

    E faltou o NA dizer que a L200 2017 teve aumento de preços, só pra variar um pouco.

  • seichonoie

    Mitsubishi e Fiat tão fazendo carros juntos

  • Leonel

    Hilux TOP batendo a casa dos 200k enquanto a Triton sai por 150k. Não é por nada, mas não há justificativa nesses quase 50k de diferença. No mais, eu acho uma palhaçada isso, deveria ter lei proibindo este tipo de lançamento antes do segundo semestre. Primeiro de Março e falamos em lançamentos 2017, vou te falar…

    • JMG

      Não que chegue a valer 50k, mas Hilux tem 5 estrelas no crashtest, 7 airbags, controle de tração e estabilidade, controle de rampa e de descida, bloqueio do diferencial traseiro…..
      Ranger Limited tem os mesmos equipamentos da Hilux e custa 163mil.
      Não sei o Pq da Mitsubishi não colocar controles de tração e estabilidade na Triton e na Pajero Dakar…..
      A polícia de Brasília decidiu não utilizar mais a Pajero Dakar como viatura, Pq foram 20 capotamentos e no ultimo um policial morreu.
      Nos dias de hoje tinha que ser equipamento básico em qualquer picape ou Suv.

      • th!nk.t4nk

        E quando defendo a Ranger o povo já vem com paus e pedras. Sinceramente nao entendo essa obcessão com marcas. A Hilux nao vale essa diferença de jeito nenhum.

    • Ricardo

      Concordo! Cada vez mais cedo lançando carros de outro ano, deveria aparecer no documento o mês de produção para o consumidor saber se não está comprando um carro um ano mais velho do que realmente é!

      • 0terceiro

        Mas no carro vai escrito o ano de produção.
        Tanto que é ano 2016/modelo 2017.

        • Ricardo

          Mas não o mês! É diferente um carro fabricado em março de 2016 para dezembro de 2016, é quase 1 ano de diferença!

  • Rbs

    Essa de R$ 89.990 é pra procurar confusão com a Toro não é?

    • JMG

      Acho que a Toro Flex anda mais q esse 2.4 de 140cv da Triton…!!! Kkkk

      • Ítalo Figueirôa

        Acho que são 2 bombas essas flex…

        • Ricardo

          Devem fazer uns 4km/l. Hahaha

          • Sergio Moro

            só pra combater o ‘achismo’

            • Ricardo

              Ambas uma merda!

        • Pedro Rocha

          Pelo menos a Toro tem câmbio automático.

  • Marcello Caetano

    2017 com essa carinha de 2005?

    • Denis

      Pode esperar sentado, a nova geração ainda vai demorar um pouco para chegar!!!!!

  • JP

    Um motor 2.4 de 142 cv e um 3.5 V6 de 205.
    Quanta tecnologia !

    • JMG

      Verdade……tecnologia de 15-20 anos atrás!!! Motor 3.2 diesel e só 38kgfm de torque…..enquanto Ranger e S10 estão com 48 e 50kg.

  • Ítalo Figueirôa

    Eu bem que disse que não existia 2.4 Flex AT… permanecem as mesmas configurações de antes, mudando apenas as versões…

  • marcelo

    Um motor 3.5 flex q fornece somente 31,5 kgfm com gasolina já diz tudo sobre o estágio tecnológico desse Jurássico Park. Realmente MIT Brasil não tem nada a ver com o resto do mundo, sem falar nos 38 kgfm da diesel 3.2. Vergonhoso,fora a forração eucatex da cabine.

    • Marcelo Amorim

      Esse motor 3.5 é o mesmo motor das Pajero Full de 1998 a 2003,só muda que é flex.

  • pedro rt

    nunca gostei da L200, design esquisito e qdo da problema prepare o bolso…

  • Ricardo

    E tem branquinho que paga 150 mil na Hilux!

    • 0terceiro

      Deve ter amarelinho também.

      • Pedro Rocha

        E pretinho também.
        Dos 3, quem vai ser chamado de racista sou eu.

    • Pedro Rocha

      Auto-censura politicamente correta detected.
      =D

  • Murilo Rodrigues

    Ta ai um ótimo veículo para andar nas cidades do interior do Brasil, essa aguenta o tranco!

    Toda vez que vou para São Paulo Capital e vejo uma caminhonete média (Hilux, L200, S10 e cia) eu fico me perguntando o porque e qual a necessidade de ficar rodando com uma caçamba que nunca vai ver carga alguma e ocupando um Put@ espaço aonde já não tem…….

    • th!nk.t4nk

      A necessidade é mostrar né. Imagem é tudo na Banânia.

    • Rodrigo

      Concordo.
      Eu mesmo uso uma saveiro cross e vai muito bem na terra, no barro, To satisfeito!!
      Já tive triton 2009, Amarok 2012, e pro meu uso foi bom que economizei em seguro caro ipva.



Send this to friend