Crossovers Mitsubishi

Mitsubishi New Outlander Diesel faz média de 19,8 km/l em viagem de SP a Brasilia

mitsubishi new outlander sp brasilia 1

Recém-lançado no mercado brasileiro, o New Outlander Diesel foi submetido a um teste real de consumo. O utilitário-esportivo da Mitsubishi percorreu um trecho de São Paulo a Brasília sem a necessidade de parar em um posto de combustível para reabastecer. No total, o modelo rodou 1.161 quilômetros, utilizando 58,48 litros de combustível, registrando média de consumo de 19,85 km/l.

“Nós sabíamos que o New Outlander Diesel era um veículo econômico, mas esse resultado nos surpreendeu. Optamos por fazer um percurso real, por estradas e ruas que milhares de pessoas passam todos os dias, provando que o veículo é, além de resistente e potente, muito econômico”, destaca Reinaldo Muratori, diretor de engenharia de planejamento da Mitsubishi Motors.

mitsubishi new outlander sp brasilia 2

O Mitsubishi New Outlander Diesel percorreu o trajeto em condições normais, respeitando o limite máximo de velocidade nas rodovias, entre 80 e 110 km/h, parando nas praças de pedágio, fazendo ultrapassagens de caminhões em trechos de mão simples, andando com velocidade reduzida durante as obras na BR-050 e enfrentando diferença de temperatura ambiente (15°C em São Paulo e 34°C no Distrito Federal).

Desde o momento da saída de São Paulo, o SUV teve seu teste acompanhado por um auditor de uma empresa especializada, que lacrou o tanque e esteve o tempo todo próximo ao veículo.

O New Outlander conta com um motor 2.2 litros turbodiesel, com turbocompressor de geometria variável, que proporciona maior torque e economia de combustível, dotado de quatro cilindros, 16 válvulas, DOHC com injeção direta Common Rail, turbo e intercooler, com 165 cavalos de potência e 36,7 kgfm de torque, entre 1.500 e 2.750 rpm.

Galeria de fotos do Mitsubishi New Outlander Diesel





  • Mr. Bola de FOGO!

    Ótimos números para um carro desse porte e peso.

  • Foxtrot

    Que a nossa gasolina é um lixo não é novidade para ninguém, mas e quanto ao nosso diesel? Presta?

    • Hilquias Santos

      Fox, desde 2012 com a entrada da nova norma de emissão de poluentes o Provonve P7 (equivalente ao Euro 5), além da mudança na concepção da exaustão dos motores, também foi obrigado uma mudança na composição do óleo Diesel. A partir de Janeiro de 2012 entrou em circulação a venda do Diesel S50 e rapidamente depois o S10 (você já deve ter percebido isso nas bombas de Diesel), substituindo o até então S1800 e S500. As diferenças:

      “Resolução da ANP nº 42[8] apresenta a seguinte nomenclatura para o óleo diesel rodoviário:

      “Art. 3º Fica estabelecido, para feitos desta Resolução, que os óleos diesel A e B deverão apresentar as seguintes nomenclaturas, conforme o teor máximo de enxofre:

      a) Óleo diesel A S10 e B S10: combustíveis com teor de enxofre, máximo, de 10 mg/kg.
      b) Óleo diesel A S500 e B S500: combustíveis com teor de enxofre, máximo, de 500 mg/kg.
      c) Óleo diesel A S1800 e B S1800: combustíveis com teor de enxofre, máximo, de 1800 mg/kg”.

      Então, hoje o óleo Diesel é mais ”puro” (se podemos assim dizer) que o Diesel vendido até 2011. Além disso a BR também distribui o ”Diesel Podium”, prometendo “Alta performance com teor de enxofre de até 10 mg/kg (ou ppm)”.

      Espero ter ajudado! Na internet tem vários documentos sobre o Diesel S10, dá uma fuçada que tem muita coisa legal.

      • Foxtrot

        Me lembro de ter visto algumas coisas sobre o S10-S50, mas n imaginava que antes era S-1800. Me lembro também de ter visto nos comentários aqui no NA que ha mistura de Bio-diesel no Diesel assim como Etanol na Gasolina, vou ver se acho algo sobre isso.

        • Hilquias Santos

          Exato. Hoje, a mistura de biodiesel no diesel derivado do petróleo é de 7% (Biodiesel B7). Isso é ótimo para o meio ambiente. Algumas frotas utilizam 100% de Biodiesel nos seus veículos. Ainda não são todos os postos que vendem 100% Biodiesel.

          Olhando o site da BR agora, eles dizem que só vendem diesel S10 e S500.

          Só pra ter uma ideia, uma breve comparação da emissão de partículas do S10 e S500:

          O S500, tem 500 partículas por milhão de enxofre e o S10 tem 10 partículas por milhão de enxofre. Daí tu tira a diferença.

          Os veículos P7/Euro 5 podem reduzir em até 63% a emissão de Óxidos de Nitrogênio NOx e em até 80% a emissão de materiais particulados, comparando os veículos P5/Euro III.

          Além do numero de cetano:

          S500 e S1800 é de até 42, o S50 até 46 e o S10 é de 48, isso numa escala de 40-60, onde maior o numero quer dizer um menor atraso na ignição e uma melhor qualidade da combustão resultando em menos ruídos, diminuição das emissões de poluentes, mais desempenho e um motor menos fadigado.

        • ACELERANDO

          Faltou o Hilquias dizer que o Diesel S50 subiu de R$1,80/l para R$2,75 ( depois que surgiu o S10) e o S10 custa hoje por volta de R$2,90. S500 praticamente não existe mais nos postos e os motores novos só podem ser abastecidos com S10.
          Ando com uma Frontier que pode ser abastecido com S50 ou S10, o consumo é maior uns 10% na S10.
          O que quero dizer é que o S10 traz benefícios sim, mas não é de graça!

          • radiobrasil

            Vi problemas com pelo menos 4 Amaroks que abasteciam com S50 num posto. O dono do posto simplesmente trocou o s50 pelo S10 sem realmente “secar” o tanque, e a mistura s50 + s10 por algum problema resultava em algo parecido com agua. As 4 Amaroks em 3 dias tiveram suas bombas queimadas.

            • ACELERANDO

              Acho que as Amaroks só devem ser abastecidas com S10, mas já ouvi sobre o posto ter que fazer uma limpeza rigorosa no tanque antes de colocar o S10, estranho eles não serem compatíveis.
              Eu tenho abastecido as vezes S10 mas a maioria das vezes S50 e não tive problemas até o momento.

          • Hilquias Santos

            É porque o Fox só questionou a qualidade. Como o meu diesel é um “TD” ainda, não tenho problemas com queima de bomba, mas prefiro usar o S10.

            Mas valeu aí, cara! Aqui eu ainda consigo um pouco abaixo dos 2,90.

  • gmf

    Recentemente com um Focus Titanium Turnier Diesel na Alemanha consegui média de 22km/l na estrada andando a 130km/h. Autonomia de 965km. Quando vi o up! TSI gasolina fazendo 16km/l ri!

    • M.Hahne

      Também adoro os carros a diesel, mas comparar com gasolina é sacanagem. Outra comparação injusta é resultado pratico com medidas do inmetro. Tem relatos de donos de up fazendo esses mesmo 22km/l.

    • Franco da Silva

      16 na cidade. O up “regular” faz 21 na estrada, o TSI deve fazer de 23 pra cima. Com essa “gasolina” brasileira cheia de etanol. Se colocar gasolina mesmo vai pra 30/L na estrada.

      • E o Golf 1.4 tsi faz 18 km/l em velocidades entre 110 e 120 km/h.

        • Filipe Augustus

          Eu tenho uma Corolla Fielder Automática 2005 Gasolina, que faz 17 na estrada, andando a 110,120! Se bobear o Golf faz até mais!

          • Sim, mas esse valor de 18 km/l é facilmente alcançado.

            • Edson Fernandes

              O meu C3 faz facilmente na média de 100km/h por volta dos 17~18km/l.

              Só para citar que apesar de não ser um motor moderno, também é super economico. Para comparativo, eu faço praticamente médias do up pois também acompanho no dia a dia um dono daqui da empresa.

              • Sim, já consegui médias muito boas com motores e carros considerados antiquados (ex.: 18,5 km[gas]/l e 12,5 km[alc]/l num Polo Sedan 2.0 a 100-110 km/h), mas no caso do Golf as médias urbanas são muito boas mesmo em engarrafamentos.

                • Edson Fernandes

                  No caso do C3, eu considero boas também, mas a diferença de potencia / torque do Golf não deixa margem para considerar um belo trabalho automotivo naquele motor (e conjunto).

          • Janduir

            Descida? Os testes de revistas falam em 12,9 km/l somente a versão gasolina…

            • Filipe Augustus

              Indo para Atibaia, consegui essa média, e com um Civic ano 2000 no mesmo percurso, consegui pouco mais de 18 por litro!

    • OCosta

      E eu ri mais ainda de você, por dois motivos comparar a autonomia de dois carros com tipos combustíveis diferentes muito justo né? E outra mesmo se fossem os dois a gasolina, existe muita diferença da qualidade da gasolina da Alemanha pra nossa mijolina. Ta entendendo legal do assunto.

  • lheu

    sem ar condicionado ligado. vidros fechados.

  • Paulo Henrique

    Economia muito boa, sou mais o up

    • Bruno Wendel Marcolino

      kkkk, pelo preço da Outlander tu leva uns 4 up! TSI kkkk

  • V12 for life

    Realmente impressionante pelo porte do veículo, só falta ser bonito.

    • Anderson Rezende

      Eu achei que ficou muito bonito, mas como dizem: questão de gosto!

      • Rodrigo

        Eu também achei. Tem um quê de Rav4 que me agrada.

      • RafaCtba

        Este facelift fez muito bem ao Outlander.

      • Filipe Augustus

        Inclusive acho que a Mitsubishi deveria colocar uma frente baseada no Outlander na nossa L200, porque a nova ficou muito feia! E parece mais antiga que a atual!

        • Edson Fernandes

          Perfeito! Se colocassem, daria outra cara (por ser mais bonito) a L200.

    • radiobrasil

      Na verdade só trocaram parachoques e lanteras na frente e traseira. Se olhar na lateral é IGUAL a versão mais feia que não foi muito bem aceita.
      Eu fiz o test-drive na versão GT, mas achei TERRÍVEL o custo/benefício.

  • roberto

    Por 174k, deveria fazer 50 km/l, né não?

    • Prof.X

      Sobre qual logica?

      • ObservadorCWB

        Acho que nas entrelinhas ele quer dizer que pela diferença entre o gasolina e o diesel, fica difícil “valer a pena” com este consumo. o proprietário teria que andar muito além do normal para valer a pena. Mas apenas acho…

        • radiobrasil

          Sem falar que o torque é parecido entre a Diesel e a V6. Mas a v6 tem muito mais potencia.

  • Ric53

    O SUV mais bonito do mercado na minha opinião!

    • radiobrasil

      E eu não consigo gostar… e mesmo achando “feio” eu fiz o test-drive na versão GT. Detestei o interior também.

  • moncorongo

    O duro é pagar no carro o quanto ele custa aqui na bananalândia…

  • Pedro Cunha

    Fantástico…. por mais incrível que pareça, sendo um sujeito que rode bastante, mesmo custando bem acima dos R$100K, o Outlander vai “se pagar” em pouco tempo.

    • dCarvalho

      Pagar-se? Duvido um pouco!

      • Pedro Cunha

        Como eu disse, no caso de um sujeito que rode “muito”(entenda-se como um sujeito que rode 30mil km ou mais anualmente), esse consumo aliado ao conjunto do carro que oferece conforto, comodidade, tecnologia e desempenho, formam um ótimo caso de “custo x benefício”. Não disse quê o carro seja um popular ou algo do tipo.

        • Fabiana Gravanetto

          Você tem uma séria deficiência em matemática.

          30.000 km

          Média diesel deve ser na casa dos 15 km/L (rodoviário e urbano). Na gasolina uns 9 km/L.

          (30.000/15)*3 = R$ 6.000,00

          (30.000/9)*3,3 = R$ 11.000,00

          Econômia de R$ 5.000,00 ao ano.

          Agora faça as contas de quantos anos levará para tirar a diferença, levando-se em conta o custo de oportunidade, manutenção e seguro muito mais alto no diesel. NÃO SE PAGA.

          • Pedro Cunha

            Minha conta até pode estar errada, e a sua, talvez até certa. O único detalhe dessa matemática toda e você me apontar uma picape 4×4 diesel atual que consiga essa média(na prática), bem como uma similar á gasolina que também se enquadre nessa marca.
            **Números do manual do proprietário não contam.

  • Darwin Luis Hardt

    entao essa é a primeira camionete da primeira mitsubishi que nao bebe?

    • Anderson Rezende

      A L200 do meu vô acho que fazia uns 16km/l na pista, mas não andava nada também kkkkkkkkkkkk

    • Marcelo Amorim

      Ja ia falar isso,tive 3 carros Mitsubishi diesel,uma L200 HPE,uma Pajero Sport e uma Full,o consumo rodoviario era 10 km/l,8km/l e 9.5 km/l,respectivamente.

  • Doyle

    primeira mitsubishi realmente linda em todos os ângulos, fabricada atualmente

    • dCarvalho

      Menos, bem menos…

  • afonso200

    tirei meu chapéu, pena seu preço alto, tem que rodar uns 400mil km pra valer

  • FFS

    É cara? É….Mas quando for vender, perdeu bem menos valor que a versão a gasolina. Então esta conta de quanto se rodaria com a diferença, não vale. E se confirmar a fama de econômica, daí sim….Pago mais caro, mas vendo mais caro….e com menor desvalorização.

    • Pablo Lourenço

      Balela

      • Pablo Lourenço

        • Raphael Melo

          Pedro, qual é esse app?

          • Pablo Lourenço

            Fipecar

            • Edson Fernandes

              É o que eu falo, se o pessoal tivesse a noção do mercado de usados e a diferença de N modelos para ter esses valores, veriam que os ditos “bom de revender”, “vende com melhor preço” seriam desmitificados.

              A questão é que muitos carros que sequer são bem falados, tem bom comercio. E isso faz toda a diferença.

              Mas tudo bem.

      • FFS

        Balela? Se este é teu “argumento”….Eu tenho carros Diesel em casa desde 96….não sou comentarista de internet. Coloca aí a desvalorização do modelo a gasolina.

        • Pablo Lourenço

          Já ta ai

          • FFS

            Desvalorização maior no modelo flex….mas se tu é feliz com uma pickup a gasolina, só lamento por ti.

            • Pablo Lourenço

              Tenho triton hpe a diesel. Nunca tive pickup a gasolina. Só estou mostrando que essa máxima que camionete diesel desvaloriza menos não vale para esses modelos novos, isso devia valer pras d20, f1000, f250 antigas.

              • FFS

                Bom, já que tens conhecimento pelo menos do tipo de carro que estamos discutindo. Porque não tens uma a gasolina? Porque não compensa. A desvalorização real, de mercado, é maior e ficam encalhadas para vender. Carro diesel sai fácil e a diferença de desempenho é maior. É uma discussão que nunca vai ter fim, e já pensei como tu, mas depois de ter um a diesel, e fazer as contas reais, não estes indicadores….nunca mais. Hoje, no cenário atual, o diesel.

                • Pablo Lourenço

                  Agora concordo com vc, a liquidez da diesel e bem maior. Vc vende 10 pick diesel a e uma a gasolina.

                  • Pablo

                    O disel na ponta do lápis só vale para quem roda muito para recuperar a diferença. Antes o motor gasolina sofria, mas hoje uma s10 com 200 cv anda bem.

                    Tanto é q o disel não é para todos q tem muita land rover na gasolina. Cara roda pouco. Menos de 3k por mês.

                    • Raphael Schiavon

                      Se levar em consideração o preço do seguro, aí a vantagem do diesel sobre a gasolina some mesmo!

                    • GPE

                      Na prática, isso se reflete em mais de 15 anos de uso pra tirar a diferença, considerando apenas o consumo (esquecendo q a manutenção e seguro do carro a diesel são mais caros) pra uma pessoa que rode uma média de 15 mil KM ano. Resumindo, não compensa.

                    • dCarvalho

                      Pois é, isso deixando de considerar os outros gastos, não é? Essa discussão diesel x gasolina é interminável porque as pessoas analisam as caminhonetes sob perspectivas diferentes. Para que não haja briga é muito simples: Precisará de muito torque? Trabalhará com a caminhonete? Gosta de ouvir a turbina piar? Não se importa muito com o quanto será pago por isto? Vá de diesel. Usará o carro somente para shopping/trabalho/viagens? Busca um melhor CustoXBenefício para teus fins mas não abre mão de uma caçamba? Vá de flex.

                    • Pablo

                      O povo só lembra da relação preço na bomba e consumo, mas tem o seguro que arranca ate as cuecas com a manutenção. É só imaginação a economia, contra dados e contas não a argumento.

                    • FFS

                      A mesma diferença que tu vai ter na venda…. Ninguém usa o carro até se desintegrar. Já fiz esta conta….gastaria o dobro em combustível, andando em um carro mais fraco. Olha a quantos rpm estes 200cv aparecem… O torque então, nem se fala.

                    • Pablo

                      Por isto que a conta diz, para se pagar, em media é depois dos 3 km por mes.
                      Exemplo, x5 v8 para final de semana, uns 8 mil km por ano. Sera que o dísel se paga ???

  • Bruno Wendel Marcolino

    essa re-estilização fez bem a Outlander, ficou bem bonita, na minha opinião, e é um prazer ler essa especificação de motor:

    “2.2 litros turbodiesel, com turbocompressor de geometria variável, que proporciona maior torque e economia de combustível, dotado de quatro cilindros, 16 válvulas, DOHC com injeção direta Common Rail, turbo e intercooler, com 165 cavalos de potência e 36,7 kgfm de torque, entre 1.500 e 2.750 rpm.”

    Show de bola.

    Pena ser absurdamente cara por aqui….

  • Hebert Saul de Souza

    instala a geringonça de Hidrogenio no carro.. srsrs + 40%.. tipo UP com 20 KM, faz 24. srsrs

  • radiobrasil

    Não consegui andar na diesel, mas ela tem mais torque e menos cv que a GT v6. Em “desempenho” qual seria a diferença? Velocidade final?

  • Túlio Leal

    Qual o preço de um desses na ccs? 150 temers?

    • radiobrasil

      A 2.0 pega por 116, a gt a partir de 140… a Diesel ta mais de 170!!!

      • Túlio Leal

        Cacilda!! Essa diesel é muito cara!!!

        • Danilo

          sw4 por mais de 200mil mandou abraço! rsrsrs Sqn

  • Caçador de homens marciano

    80 – 110?Até um MAVECO com comando FEROZ pra borrachão faz média boa.

    • saosao

      Vc quer o que? que fosse testado a 160km/h? me fala onde tem estrada que permite isso que eu vou lá agora.

      • radiobrasil

        Autobahn… Alemanha rsss

  • Janduir

    Amigos, consumo em estrada o correto é ser medido no mínimo rodando uns 500km. Não adianta zerar o pc de bordo e na descida dizer que seu carro faz 20km/l gasolina…