Montadoras podem pagar a conta da renovação de frota

23/02/2016

mercado-carros

O governo já disse que não tem como conceder incentivos fiscais para uma renovação da frota no Brasil, visto que precisa de recursos por conta do ajuste fiscal. Assim, a conta do programa deve cair no colo das montadoras.

A ideia é fazer com que proprietários de carros com mais de 15 anos e caminhões com mais de 30, entreguem seus veículos pelo preço de mercado em troca por novos, que teriam descontos de 10% a 12%. Os usados seriam reciclados.

No entanto, as montadoras já estão concedendo descontos para seus veículos por conta da crise no mercado nacional. As empresas já disseram que é difícil reduzir a margem de lucro com as vendas em baixa. O programa é fundamental para reativar as vendas e recuperar parte do prejuízo com a recessão.

No caso do governo, não incentivar a renovação da frota – que geraria um reaquecimento do mercado – pode ser impopular, ainda mais na atual situação econômica do Brasil. Estudos estão sendo feitos, mas até o momento a ideia, que partiu do Ministério da Fazenda, ainda não foi aceita. E agora, quem pagará essa conta?

[Fonte: Folha]













  • Cristiano_RJ

    Não existe almoço grátis. As montadoras não vão pagar conta nenhuma. A conta será devidamente repassada ao consumidor.

    • Bruno Brasil

      E ja pagamos, vai la dar o seu usado em troca, é menos de 70% da tabela se estive inteiro, se não tiver, nem pegam…

      • Você não dá seu usado para o fabricante.

        Edit: Vender, não dar!

        • Lima Informática

          Menos de 70% da fipe, o amigo acima expressou certo… você dá!

          • Meu ponto foi outro. Seu carro deixado na concessionária não vai para VW, Ford, Fiat, Mercedes…

            • Lima Informática

              Sim eu sei, na verdade é a css, que aliás tem um custo… além do risco pois tem que dar garantia no usado… até por isso eles pagam menos que a fipe e vendem mais que a fipe…

    • Blessa

      Alguém já viu esse governo ou algum outro pagar alguma conta aqui no Brasil? Quem paga sempre vai ser consumidor, nesse país não há outra possibilidade.

    • Matheus_P

      Mamaram DEMAIS de 2007 até 2013, mandaram todo o lucro pras matrizes no exterior, mas agora, na hora do “furo mais embaixo”, não é com elas…

      • Deadlock

        Quem mamou foram outras pessoas, tanto que a fonte secou…

    • Deadlock

      Governo faliu, não paga mais nada, é cada um por si…

      • cepereira2006

        O pixuleco ainda rola. Tanto que ela não cortou os próprios gastos.

  • Rodrigo

    “Montadoras podem pagar a conta da renovação de frota”

    hahahhahahaha…………. Piada do ano!!!! Parabéns NA estamos fevereiro mas vcs já ganharam o oscar da piada do ano.

    • LSM300C

      E o mais interessante será ver o cliente chegando com um gol 1999, receber 10% do valor de um zero e ter dinheiro para pagar os outros 90%.

      • Deadlock

        E com um monte de contas para pagar… De fato, é a piada do ano, que só está começando.

        • Rodrigo

          Que banco vai aprovar esse financiamento filé? hahahahaha….

          • Leonardo Brito

            O banco não vai aprovar, o dono de um carro com mais de 15 anos não tem renda pra arcar com um financiamento isso sem contar que muitos proprietários simplesmente não querem se desfazer do carro que ja tem para pegar um que terá que pagar por anos. Este é um programa que nunca vai decolar.

  • De um jeito ou de outro, sempre é o consumidor que pagará a conta.

    • edbil

      Ótima observação. Infelizmente aqui no nosso país há a impressão que o dinheiro do governo é de ninguem, é só meter a mão.

    • Deadlock

      Qual o problema disso? Quem compra deve pagar. Se houvesse menos Estado, teríamos muito mais dinheiro para gastar.

  • MIN💀S

    O governo prefere ver o metalúrgico desempregado do que reduzir os impostos.

    • Thales Sobral

      Governo não pode reduzir impostos agora. Gastou tanto que vai ter que vir nos nossos bolsos pra pagar a conta.

    • !Marcelo Surf!

      E outra, nos anos em que houve redução do IPI, aumentou a arrecadação no geral por conta da explosão no consumo. Agora, com o consumo em baixa, nem adianta aumentar nada que não vai arrecadar mais, a conta não fecha.
      Difícil entender a equipe econômica deste desgobierno que reduz impostos quando o consumo está em alta e aumenta impostos com o consumo em baixa.
      O pior é que a maioria dos brasileiros adoram a PresidAnta do Blefe e o Molusco mais honesto de toda a galáxia.

      • afonso200

        estocar vento,

        • !Marcelo Surf!

          rss, ou a mosquita da zika.

          De fato o Dr. Molusco é o mais honesto do mundo porque ele só concorre com ele mesmo, já que ele é o único molusco no mundo que fala kkk

    • rafa93

      Seria bom se apenas os metalúrgicos estivessem recebendo demissão, há vários setores sendo afetados e não há equidade nos auxílios do governo, as montadoras já receberam bilhões e alguns setores praticamente estão sendo dizimados sem auxílio algum.
      Estamos perdendo 10 anos de desenvolvimento econômico em três, sem contar que ainda não estamos no fundo do poço, espero muito que essa situação traga algum aprendizado ao povo brasileiro, principalmente político.

    • MIN💀S

      O Brasil vai precisar de uns 20 anos para se “despetizar”!!!

      • Rodrigo

        Exatamente, eu duvido que Lula seja preso ou Dilma seja deposta. O PT destruiu a democracia do Brasil. Onde no mundo um partido que compra a câmara de deputados federais com dinheiro publico roubado, consegue a reeleição a presidência de um pais.

        Escapamos de virar Republica Bolivariana do Brasil, mas o estrago foi enorme!

        • Matheus_P

          Não fique tão tranquilo assim… ainda não nos livramos… Tem água pra rolar ainda, infelizmente

        • duhehe

          No mesmo lugar onde esse mesmo partido, já sabendo do absurdo cometido aparelhou todos os outros poderes para se safar.
          O poder judiciário esta podre, é só cabo eleitoral petista.

    • edbil

      Já basta de intervenção do governo. Os metalúrgicos já foram muito beneficiados com estes programas de redução de IPI e até hoje são com este lay off patrocinado pelo FAT. Tem gente indo para rua em todos segmentos do comércio e indústria. Não há porque olhar só para eles. Ou você acha que merecem algum privilégio?

      • Lima Informática

        Concordo plenamente!

  • Dafomg

    “E agora, quem pagará essa conta?” O trouxa do brasileiro que é obrigado a trocar de carro pra mostrar pro vizinho.
    “No entanto, as montadoras já estão concedendo descontos para seus veículos por conta da crise no mercado nacional. As empresas já disseram que é difícil reduzir a margem de lucro com as vendas em baixa.”
    Que piada, aumentaram 20% e dão desconto de 5%, a margem de lucro é muito pequena mesmo. Acho que vou até fazer uma doação pras montadoras.

    • Thiago garcia

      kkkkkkkk doação pras montadoras foi ótimo…tadinha elas precisam né, tão passando fome inclusive a volksvagem que cobra em um gol R$ 60.000,00. É piada mesmo

    • Rafael Yashiro

      “Acho que vou até fazer uma doação pras montadoras.”
      Bem colocado.
      Os preços subiram estratosfericamente e depois dão descontos irrisórios.

    • Retrato do Papai

      podiam criar a campanha “carroça esperança”

  • fschulz84

    Bom, a única certeza que tenho é que nem governo e nem as montadoras irão pagar a conta.

  • Gavlan The BeerMaster

    Os Huezileiros….

  • Fernando Bento Chaves Santana

    “No entanto, as montadoras já estão concedendo descontos para seus veículos por conta da crise no mercado nacional” ¬¬

  • Osni Duarte

    Mais do mesmo. Não sairá do papel.

    • Até porque,acredito que seja pouquíssimas pessoas que ficam com um carro quinze anos
      E tenha condições financeira para comprar um carro 0KM,pois provavelmente trocariam o
      carro antes,e um veiculo com 15 anos tem um valor baixo ,pelo menos no caso dos carros Quanto ao desconto como já dito aumentam 15% e dão desconto de 10%.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    O que eu acho que vai acontecer:
    -Aumentarão a rigidez das inspeções veiculares para retirar das ruas os carros mais “inseguros” e “poluidores” – Quem tiver um carro velho mais ou menos será chumbado.
    -Implementarão IPVA e licenciamento progressivos onde os carros mais velhos pagarão mais imposto – Quem tiver um carro velho legalzinho vai pagar caro para andar nele.

    As montadoras ficarão felizes em vender mais. Pois muitos terão que abrir mão do “pois é”. E quem quiser andar de carro vai ter que assumir um carnezinho.

    • William

      Nem dá ideia que pode vingar

  • fellipealo

    10% de desconto? Podem esperar sentados eu renovar a minha frota.

    Senta e aguarda.

  • zekinha71

    Legal, o cara tem um Gol caixa 85 que deve valer uns 3K no ferro velho por kilo, vai vender e ganhar um carnê de 60k no Gol 2016.

    • No_Name

      O preço da sucata de ferro está por volta dos R$ 0,20/kg. Logo, se pesar 1000 kg, serão R$ 200.

      • zekinha71

        Aí que o cara não vai trocar mesmo.

  • Hernan Carlos Granda

    na argentina isso se chamo “plan canje” no ano 2000 ate 2001, e melhoro as vendas, mais o desconto era bem maior , chegaba a quasi 40% no caso de carros mas baratos, porque era uma suma invariavel de 4840 dolares que voce podia utilizar na compra de un zero , era para pessoas fisicas e mitade aportaba o estado nao cobrando impostos e a otra metade as montadoras

    • Ainnem Agon

      no hay entendido nada que ustedes hay hablado

    • Ander33x

      Esta es una gran idea Hernan, pero aquí, en la tierra de los plátanos es casi imposible verlo.

    • MauroRF

      Ustedes tienem suerte, creo que con Macri, su situación va a mejorar. Pero acá, tendremos que soportar la reina de la mandioca que quiere almacenar viento y duplicar la meta.

      Vocês têm sorte, acho que com Macri, a situação de vocês vai melhorar. Mas aqui, teremos que aguentar a rainha da mandioca que quer estocar vento e dobrar a meta.

      • edbil

        Essa onda Evo, Lula, Chávez, começou na Argentina com os Kirchner. Tomara que o Macri também seja o primeiro a encerrar este ciclo obscuro.

        • MauroRF

          Tomara mesmo, cara, vamos ver se o Evo já começa a cair agora também. Só assim para começar a fechar esse ciclo obscuro, como você definiu bem. E precisa começar a mudar o Brasil de cabo a rabo, não adianta ficar fazendo programinha daqui, dali, redução disso, daquilo. Mas, já viu, coisa séria aqui no Brasil só fazem quando não tem mais jeito.

      • Hernan Carlos Granda

        na argentina ha um medico muito famoso que fala que populismo faz empecinamento terapeutico, quando medicamento nao funciona se dobra a dosis

  • Bruno Albuquerque Borges

    Não entendi esse calculo de 10 a 12% meu celta com 15 anos vale muito mais, sendo, seu eu comprar um Gol 1.0 de 42 mil e o desconto se eu der meu carro é de 4.200 reais? Alguem me explica! ou é um desconto a mais ? tipo o valor do meu carro que deve estar gerando entre 10-11 mais os 10-12% de desconto?

    • Rafael Rodrigo

      Segundo caso, seu carro de 10k + desconto de 10%. Ou seja 14k de desconto!

      • leomix leo

        Aí ele financia o restante em 60 suaves prestações e paga 3 carros no final, coisa de louco ess nosso país.

    • Vitor Amaral

      Pelo o que eu entendi eles pagariam tabela FIPE no seu carro e ainda dariam mais 10-12% de desconto no preço do novo.

    • Louis

      É confuso mesmo, estão sonhando. Aliás, este governo só faz trapalhadas.
      Vou lá entregar um Chevette enferrujado que vale R$ 2500, e conseguir 10% de desconto em um Cayenne 0km.

      • Rafael

        Kkkkkk vale comprar um Fusca podre por 1000 reais por fora e ganhar 10% de desconto no Golf GTI na troca?

  • leomix leo

    Ainda vai demorar, mais no dia que eu for obrigado a trocar de carro por causa de capricho desse governo insano, eu vendo o mesmo e ando somente de Bike… _|_ aqui pra vc Dilma…

    Ps.: meu carro é 2012 e quero ficar com ele uns 6/7 anos, estou investindo em meu conforto(minha casa) pois não durmo dentro de carro…

    • pgoytaca

      Acredito que não tenha como obrigar, apenas incentivar a renovação. Se for realmente apenas um incentivo, tipo ao trocar o carro de 15 anos pelo 0km pagar metade dos impostos poderia ser algo bom. Mas tem que criar uma série de regras pro pessoal não usar o jeitinho, como comprar uma Brasília velha pra pegar desconto numa sw4.

  • Bruno Brasil

    “…difícil reduzir a margem de lucro com as vendas em baixa…” Ué, o q se faz então ? Aumenta ?! PQP, eles acham q somos otários mesmo…

  • Ricardo

    12% de desconto ainda é pouco para me convencer comprar um caro 0km!

  • Bruno Brasil

    Quer ajudar governo !? Inverte a tabela de imposto, quem tiver carro mais novo, paga menos, aposto q isso ja vai fazer um monte de gente trocar e sem dizer da verdadeira renovação de frota e um plano de manutenção periódicas em antigos, mas vê se os cabeças de vento pensam nisso..
    Eu tenho um carro 2009, eu não vou pegar outro 0km, pq vai dar na mesma e vou pagar mais imposto, vou dar um talento no meu e ficar com ele, sem dizer q o mercado ja não paga nada nele mesmo…

    • Fábio

      Geralmente quem tem carro novo tem mais condições financeiras e quem tem carro velho tem menos. Se o governo propõe cobrar mais de quem tem menos ele vai receber é pouco de quem tem muito e nada de quem tem pouco. Entendeu? Não tem como retirar um carro zero sem pagar os impostos, mas o contrario, ficar rodando com o carro velho sem pagar imposto é só não ter fiscalização. o que no Brasil é isso aí.

      • Artur

        Mas o carro velho tem valor menor de mercado e, portanto, o valor proporcional do IPVA será inferior ao do carro novo do mesmo jeito.
        O que o amigo quis dizer é que, se aumentasse a alíquota do IPVA de carros mais antigos gradualmente, os caras procurariam trocar seus veículos com maior frequência.
        Eu, por exemplo, tenho um tio que tem uma Brasília do fim dos anos 70, anda com ela pra baixo e pra cima e não troca de carro só para não pagar IPVA. E isso porque o homem tem dinheiro! Rsrs

        • Tosoobservando

          Em varios estados acima de 10 anos nao paga, outros é 15 anos. Se pensar no dano que um carro velho traz, da pra perceber como as coisas aqui na banalandia sao pensadas de maneira ridicula. Imposto de carro devia ser pelo seu peso e tamanho (dano ao asfalto e vias) e pelas emissões (dano ao meio ambiente).

          • Artur

            Concordo plenamente.

          • 0terceiro

            Aqui em MG, pra sei isento, acho que é só com 30 anos, e como carro antigo (tem que passar em avaliação, receber placa preta e etc).

            Pela tabela que achei na net, todo carro de 1985 para trás paga o mesmo valor de IPVA.

        • “…O que o amigo quis dizer é que, se aumentasse a alíquota do IPVA de
          carros mais antigos gradualmente, os caras procurariam trocar seus
          veículos com maior frequência…”

          Eu não sei em que país vocês vivem, mas no meu quando começarem a cobrar impostos dos que tem carros mais velhos as pessoas não correrão atrás para comprar carros mais novos, mas simplesmente deixarão de pagar os tributos e rodarão irregularmente. Vão apreender seu carro? Comprarão outro também irregular até serem pegos de novo. E vão passar de pagar pouco imposto a nenhum. Entenda, em nenhum momento entro no mérito disso ser correto, o melhor a fazer, higienista ou não. A questão é que muitos que tem um carro velho não passarão a ter condições de ter um carro novo só porque a lei irá obrigá-los a fazer. Sei que é uma questão complexa e sempre que vou discutir em exatos 18 minutos e 30 segundos eu não consigo mais identificar que se trata de uma discussão sobre melhorias no mercado automotivo ou se é algum ode ao fascismo (O que com certeza passaria longe de ser seu caso).

          • Fábio

            Justamente isso que eu quis dizer. Atualmente já tem uma porção de pessoas que não paga nada, imposto, multas e etc. Preferem ficar rodando irregularmente até dar uma “má sorte” de ter seu carro impedido de usar. Contas que passam do valor do carro em muitas vezes.

            • Entendi Fábio. Na verdade pensei em outro tipo de pessoa, mas dentro desse ponto ainda. A questão é que para muita gente existe a solução simples e eles tendem a considerar eventuais problemas sociais dessa um efeito colateral aceitável. O que ninguém pensa é que esse problema social, um detalhe para alguns, pode se tornar um problema maior que aquele que se propôs resolver. Imagine que eu seja um trabalhador formado em ensino profissionalizante que ganhe cerca de 800 dólares por mês, algo razoável no Brasil. De quem é a culpa por não conseguir trocar de carro?

              -Minha que não fiz faculdade para ganhar 5 mil dólares?
              -Do empresário que só deposita 800 dólares de salário na minha conta, mas gasta 1600 dólares comigo e é considerado o problema do país? Mesmo que se aumentar meu salário para 4000 dólares ele passe a faturar menos do que gasta?
              -Do mercado que diz que um carro acabado com 15 anos custe 4000 dólares?

          • Artur

            Mas aí você está tratando a exceção como regra. Na minha família – não somos ricos – ninguém usa de artimanhas para tentar sonegar impostos, e creio que todo brasileiro honesto (acredite, a maioria ainda é assim) também não o fará.
            Se isso começar a ocorrer, é só intensificar a fiscalização em cima de automóveis antigos.
            O que eu disse também não é para aumentar imposto a fim de torná-lo escorchante, mas sim parar com essa palhaçada de isenção para carros velhos – mais inseguros, com maior probabilidade de quebrarem e causar acidentes e mais poluidores – aumentando proporcionalmente a alíquota conforme a idade do veiculo até que atinja um certo nível limite (tipo uns 6% sobre o valor da tabela FIPE, por exemplo).
            Agora uma coisa eu não entendi: o que tem a ver o fascismo com essa história?

            • Artur, não me referia as artimanhas. Meu foco era outro: Você pensa nas consequências sociais dessa medida? Não quis contrapor o brasileiro honesto com o brasileiro desonesto. Estou tentando abrir o horizonte de análise por um prisma que talvez muitos aqui não conhecem: O outro lado da moeda. Imagine que você diga para um pequeno empresário que usa uma Towner, uma Pampa, Saveiro, Fiorino, Strada… Que eles não poderão trabalhar com esses carros a não ser que eles paguem duas vezes o valor do carro para trabalhar. A culpa não é dele que um carro desses hoje em dia custe cerca de 40 mil reais. Acredite, se falar que se a pessoa não tem condições de ter um carro de 40 mil não deveria nem existir, seria aplaudido por muitos aqui. Pois bem, agora imagine que eu tenha uma condição privilegiada e falasse que alguém que não tem um carro de 100 mil reais não é gente. Muitos do que me aplaudiram iriam me vaiar e me chamar daquele austríaco, dizer que sou higienista e tal. Mas qual a diferença? Nos dois casos se usa um critério pessoal para dizer o que é melhor para outras pessoas e para sociedade que estou inserido. Se eu tiver um carro de 50 mil, vou dizer que quem tem carro de 40 mil deveria pagar pelo ar que respira. Se tivesse um carro de 100 mil iria rir da cara de quem tem um carro de 80 mil. Se tivesse um carro de 200 mil falaria que não considero homo sapiens quem tem um carro de 150 mil. Mas acharia injusto receber crítica de alguém que tivesse um carro de 400 mil. Será que as pessoas que tem um carro de 15 anos não tem um carro mais novo por falta de condições financeiras ou por priorizarem outras coisas? Temos destino para milhões de carros que rodam hoje nessas condições? Como vê há muitas questões nesse aspecto.
              Sobre o fascismo: E se eu te contar que já li na internet que quem não tem dinheiro para comprar um carro zero ou “semi-novo” com ar, múltiplos airbags, ABS, ESP não deveria ter carro você me perguntaria se eu ando lendo comentários de Mussolini?

              • Artur

                Ah sim, nesse sentido, concordo com tudo o que você disse.

      • Tosoobservando

        Isso é muito relativo, quem tem carro velho nem sempre tem menos grana. E outra, o governo tem de taxar carro pelo dano que ele causa, tipo nos Eua que o imposto é sobre o peso do carro, e na europa é sobre as emissẽos de poluentes.

    • Artur

      Muito bem observado! Se o IPVA fosse aumentando seu percentual gradativamente conforme a idade do veículo a partir de alguns anos (tipo, aumentasse 0,5% ao ano a partir do décimo ano de uso, por exemplo) e o novos fossem isentos por um período ou pagassem menos imposto do que pagam hoje, todo mundo se esforçaria para trocar seu automóvel por um mais novo ou zero km.

  • William

    Do jeito que a crise se perpetuará neste ano de 2016 é possível conseguir um desconto próximo a isso sem a “ajuda” do governo. Sendo que esse “desconto” será abatido referente aos constantes aumentos que TODAS as montadoras fizeram durante o ano de 2015 e nesse início de 2016.

    Montadora querendo diminuir o lucro exorbitante que possui aqui no Brasil? JAMAS! Enquanto o governo petista continuar com o protecionismo para “garantir emprego” as montadoras ficam com o poder na mão.

    LACRA 13!

    • Fábio

      As montadores estão com queda nas vendas mas vc pode acompanhar aqui mesmo na NA que os aumentos estão normais, de vento em poupa. Ainda não chegamos na curva de reflexão que exige a montadora abaixar os preços. Mas vamos chegar, se o governo não ajudar será mais tranquilo ainda.

  • RVM

    Wowwwww

    NA fazendo piada. Que desconto o que….. noticia para criar polêmica.

  • RKK

    “No entanto, as montadoras já estão concedendo descontos para seus veículos por conta da crise no mercado nacional” ???? Como assim concedendo desconto se estão aumentando os preços dos veículos quase que mensalmente ???

    • Fanjos

      mensalmente ???

      xD

    • leomix leo

      Quinzenalmente é o mais certo. Kkkk Fanjos que o diga.

  • zeh

    …quem? quem ? paga sempre a conta?…essas montadoras nunca reduzirão suas margem de lucros…vão chorar as pitangas até a morte…imagine o colapso no mercado e usados?…

  • Airplane

    Sabe quando ? Nunca !

  • Wald Queiroz

    […] As empresas já disseram que é difícil reduzir a margem de lucro com as vendas em baixa.
    E quando foi que qualquer carro começou a vender muito e as empresas baixaram o preço? Totalmente o contrário! Diga-se de passagem os recentes HR-V e Renegade! Lembro quando lançaram o Hyundai Elantra 2.0 o preço operava na casa dos R$ 92.000,00, quando encalhou deram vários descontos seguidos que somados chegaram a quase R$ 19.000,00!! Agora se pergunta, quanto fica o lucro dessas montadoras, já que mesmo com um desconto monstro desse, ainda se tem lucro?

  • Wald Queiroz

    Quero ver quando o acordo de livre comércio com a Argentina findar em 30 de junho, as montadoras aqui sem poder exportar carro para lá. Como ficará?

    • Gustavo73

      Compramos mais carros da Argentina que eles de nós.

  • SK15

    Não sendo eu que pague uma conta com um novo “Meu Carro minha Vida” ou um “IPVAD (Imposto sobre a propriedade de veículos automotores dos outros)” está bom, pq aqui adoram curtir com a granas dos outros.

  • Louis

    NA não colocou a parte que acho mais polêmica desta matéria da Foia: também está em discussão a criação de um fundo, com o aumento no valor do DPVAT, para que todos contribuam para indenizar quem entregar o carro velho. PIADA.

    • Artur

      Caramba! Só faltava essa mesmo! Esse governo não sabe mais o que inventar para tentar afundar de vez esse país…

  • Alexandre

    O governo já não sabe mais o que fazer. Coitado de nós povo Brasileiro

  • pedro rt

    o governo quer arrecadar o maximo possivel de todos nos pra ver se compra toda a JUSTIÇA pra barrar as investigacoes e impeachment…

  • Murilo Soares de O. Filho

    Falando sério, montadoras nem deveriam investir aqui, deixa como está as bagaças que fabricam aqui (não todas), pois pelo que estão cobrando, eu não troco meu carro, que aliás esta muito bom…sinto muito pelos que trabalham em montadora…não vou ajudar a pagar a conta de altos impostos, altos lucros e PLR para cambada que acha pouco o PLR de automotivas…pqp…para governo e automotivas.

  • EJ

    A história das fabricantes de automóveis aqui no Brasil é a seguinte: Não pagam conta “social” alguma. Em tempos de crise, elevam o preço do produto para ganhar mais por unidade, até o ponto limite que o consumidor aguentar. Se isso não adiantar, fecham as portas e saem do país (muitas marcas já fizeram isso no passado). Não existe isso de renovação de frota, compromisso com população…etc. São empresas, lucro, só isso. Se tudo falhasse, o Brasil viraria o Chile na questão automobilistica. Péssimo pra indústria (na verdade, horrível, muitos empregos perdidos), e ótimo pra população SE o governo não fosse tão ganancioso.

    • DinhoRoxxx

      Nem o governo tem compromisso com a população, o que dirá o empresário que tem compromisso com o lucro.

    • Tosoobservando

      Falam mal das montadoras mas e o governo? Acostumaram a cobrar a propina pra manter o mercado fechado. Sem concorrencia externa, elas fazem a festa. O governo sim devia arrumar um jeito de incentivar essa renovação, dando bonus ou descontos no imposto pra quem trocasse, assim nao teria como a montadora burlar.

      • EJ

        Meu ponto de vista é que nem governo, nem fabricantes mexerão uma palha pra mudar essa situação. 2015 já foi muito ruim pra indústria automobilística (exceto uma ou outra marca, o total de unidades vendidas tem sido ruim), 2016 não tem nada pra ser melhor que 2015, e em 2017 se não houver profunda mudança na maneira em que o governo enxerga esse setor, não mudará muito.

  • Andre Henrique Melo

    escuto esse blablabla desde seculo passado

  • sigma7777777

    Pô, incluam os carros com 10 anos para eu participar da festa, kkk. De qualquer forma eu pensaria duas vezes, pois não pago mais IPVA, kkk.

  • PrGirafales

    a Dilma nao governa mais o Brasil , nao consegue aprovar mais nada que ela quer, e fica naquela, cai nao cai, e quem paga a conta é o Brasileiro, pq nao vai nem pra frente nem pra tras, isso é pessimo, o ideia era esses cara largar o osso e deixar o Brasil voltar a crescer, mas, ate 2018 vamos sofrer um bocado ainda pq duvido que tirem eles do poder, só nos resta esperar

  • André Pessimista

    Sei sei, loucos pra criarem uma lei pra obrigar o povão a trocar de carro, provavelmente sob alguma falácia ecologica……

  • wilsonkikawa

    Papinho furado do Governo Federal, em outros países o imposto sobre os automóveisão baixissimos, a ponto de nem ser necessário, vendas de autopeças, tão grande é a oferta de produtos…Ms para isso o Governo teria que fazer um ajuste fiscal duro no róprio governo reduzindo op salário do Executivo e Legislativo…só assim sobrará dinheiro em caixa…E claro fazer cortes tambem!!!!

  • Ander33x

    Eu vejo da seguinte forma, pra se querer ter renovação da frota os impostos dever ser invertidos, por exemplo quanto mais velho mais caro deve ficar o IPVA, ter após 5 anos que realizar inspeções veiculares para garantir a qualidade (não poluir) e segurança (checagem dos opcionais) dos mesmos.
    Reduzir os impostos do carro 0km, incentivar cada vez mais a reciclagem de veículos e dar incentivos progressivos a indústria para que se recupere mais e mais veículos velhos e usados, fazendo isso se tornar um ciclo infinito.

    Mas para nossa triste realidade é que nada saíra do papel isso sim.

    Maneiras existem, basta querer.

  • O último paragrafo denuncia que esta matéria da Folha foi paga pela MAFAVEA.

    “No caso do governo, não incentivar a renovação da frota (…) pode ser impopular, ainda mais na atual situação econômica do Brasil.”

    Como se o povo estivesse pedindo ao Estado um programa de renovação da frota veicular, né?

    Essas montadoras formam mais uma máfia no Brasil, que concorre com as inúmeras outras pra ferrar com a vida do povo.

  • Lauro Agrizzi

    O governo só quer parceria caracu. Todo mundo paga e ele fica com os impostos. Então ele deveria ficar sem os impostos que vão aumentar tipo IPI, ICMS, IPVA, PIS, COFins e um monte de desempregados na sua conta. Esse governo PT foi infectado pela ZICA, não tem outra explicação.

  • Alessandro Rodrigues

    Rapaz, não tem como reduzir a margem de 110% de lucro? Mas que dó!

  • Bispo

    plano do PT …… vai dar M…. by Nascimento.

  • Léo Faria

    O governo não vai assumir a conta e a rapaziada está reclamando? Um dos motivos pro país estar na merda é o governo assumir um monte de contas através de subsídios.

  • Ailton Maschio Gomes

    O governo reduz em 30% os impostos e as montadoras em 30% os lucros. Pela minha ignorância financeira, reduziria em pelo menos 20% o preço final. Com um aumento de 40% nas vendas, governo arrecadaria o mesmo ou até mais um pouco e montadoras continuariam lucrando pelo volume. Mas pergunta se as montadoras querem diminuir a gorda margem?!

  • Fábio Peres

    Pode ser que as montadoras abram mão de parte do lucro, para manter o volume de vendas. Ainda assim, nenhum acionista aceitaria essa loucura.

  • jkpops

    pagar ??????????? vão pegar seu Monza 1993 no valor de 4 mil reais só com a reciclagem desse fazem 2 ou 3 onix e vendem a 45 mil cada isso é balela quem tem su carrinho velho que continue com ele pois compra um carro novo só pra encher o rabo do governo com impostos…..

  • duhehe

    O que eu não entendo é
    Quem hoje tem um carro de 15 anos de idade, pretende trocar de carro, tem dinheiro para tanto e ainda não o fez ?
    Até pode existir algumas pessoas com esse perfil, mas completamente insuficiente para reaquecer o segmento.
    O que deveria ser lei é tempo de vida do carro, 20 anos de uso o carro perde a licença para rodar.

  • rodrigomalc

    Programa sem nexo algum….

    Se o cara que tem um carro de 15 anos quisesse trocar, já teria trocado!!! Se tem esse carro é das duas uma: ou não tem condições pra trocar por um 0km, ou simplesmente não quer, pq não acha que vale a pena o custo x benefício.

    Esses 10 ou 12% de desconto são irreais. Hoje estava vendo no site da Fiat que o Punto básico está na faixa de 49. Chega em qualquer concessionária, vc já consegue esse carro por 10 ou 12% a menos.

  • Cláudio Lima

    Não gostaria que o governo gastasse dinheiro com isso. Quanto mais gastos o governo tem mais impostos todos nós pagamos. Gostaria o nosso “querido” governo gastasse com educação, saúde e infraestrutura. Os milhões de reais em incentivos para as montadoras poderiam ser gastos em novas rodovias. Vão gerar milhões de empregos também.

  • Thiago Garcia de Lima

    Já to pagando os juros de um monte de caminhao de empresa que nao precisava.