Hyundai Mercado

Nas parciais de junho, Hyundai passa a Volkswagen e chega ao terceiro lugar

novo-hb20-turbo-impressões-NA (32)

A primeira quinzena de junho ainda não chegou, mas dados preliminares das vendas do mês já apontam um novo terceiro colocado. A Hyundai passou a Volkswagen, de acordo com os licenciamentos de veículos somados até o dia 13.

Foram 7.178 unidades vendidas da marca coreana contra 6.593 da alemã, representando assim 11,4% e 10,5% de participação. Em ascensão, a Hyundai pulou da sexta posição para a quarta, deixando Ford e Renault para trás. Com isso, o fabricante tem pela frente somente GM e Fiat. Entre os 10 mais vendidos, HB20 em segundo e HB20S em nono.

[Fonte: O Mundo em Movimento]





  • Eduardo Brito

    Que isso heim VW? Pra quem já foi líder vários agora em quarto? Que faaassseeee

    • Cristiano_RJ

      Enquanto a VW insistir em sua política de pacotes opcionais caríssimos, acredito que continuará a perder mercado para a concorrência que vem atuando com uma fórmula mais moderna, definindo algumas poucas versões com seus itens todos de série.

      • Mr. Car

        Esta é a política que gosto: três versões. O carro básico tem “isto”, o intermediário tem “isto” + X, e o topo tem “isto” + X + Y. Pacote fechado de equipamentos para os três.

        • Yuri Ravitz

          Pois é. Mesma forma que eu acredito que deveria ser…

        • saulo

          Se nao me engano, é o que a Honda faz.

          • Jackson A

            Honda, Toyota, Nissan…

            • Peuooo

              das talvez 5 meses atrás 4 grandes montadoras, as unicas que fazem isso é a Ford e agora a Chevrolet.

            • Bruno Wendel Marcolino

              Peugeot, Citroen,Renault(eu acho) e até a Ford.

              • Edson Fernandes

                Renault faz sim. Veja que as versões quase sempre são: Expression, Dynamique e para Clio “Autentique”. Ainda tem o privilege que hoje só o Fluence utiliza a nomenclatura.

                • Bruno Wendel Marcolino

                  Sim, mas se não me engano tem alguns opcionais em cada versão, como na authetique que não tem AC e DH de série, na Expression que a tela multimidia é opcional(no caso de Sandero e Logan que no lançamento era assim, hoje realmente não sei)

                  • Edson Fernandes

                    Sim, mas ainda assim são opcionais aceitaveis. Você paga pouco por eles e tem equipado.

                    Na VW por exemlo ao contrário do que faz a Renault, vc até pode ter uma central, só que ele te joga para vc ter que aceitar outros opcionais que vc não gostaria.

                    Porque daí ao invés de aumentar R$1000, aumenta R$5000 (ou mais).

                    • Bruno Wendel Marcolino

                      Sim, com certeza.

                      O pior na verdade é Fiat e VW.

                    • dougkmt

                      Falaí, Edson.
                      E os “famosos” pacotes de R$ 15.000 da VW… É brincadeira hein mesmo. Merece apanhar um pouco!!

                    • Edson Fernandes

                      Orra se merece! Até tenho vontad ede um Golf, mas … paciencia…rs

                      E essa foto? Pegou um GTI agora? rs

                      Abs!

                    • dougkmt

                      Vontade não falta, mas não tô com tempo ($$$), haha. Mas que nada, essa foto eu coloquei desde que o NA migrou pro Disqus.

                      Ainda tô com o mesmo Golf 1.4 Highline DSG. Mas já tenho pesquisado a próxima troca. O problema dos preços terem subido tanto é que hoje fica bem difícil comprar outro Golf. Em 2014 eu paguei 76 mil. Se eu for com esse valor na concessionária, eu tiro no máximo o 1.6 Comfortline, que não tem a menor chance de entrar na minha garagem nos precos atuais. Outra coisa inusitada é que se roubarem meu carro (e o seguro pagar), eu ganho praticamente os mesmos 76 mil depois de quase 2 anos de uso.

                      Outro que entrou na minha lista foi o 208 GT, mas ele não tem todos os itens que considero obrigatórios. Vamos ver. :)

                    • Edson Fernandes

                      Vc está numa sinuca de bico…rs

                      Atualmente carros para substituir o que vc tem no Golf é dificil. Eu acabei pegando um Fluence…. e estou bem contente com ele.

                    • dougkmt

                      Pois é. Tenho pesquisado também o DS3 com pacote conforto e tecnologia (aqui vale o parênteses: faróis de LED com bi-xenônio sensacionais!!), justamente pelas ausências de itens no 208 GT: rebatimento elétrico dos retrovisores externos, retrovisor interno eletrocrômico, isofix. O ruim é que eu perderia o espelhamento do celular na CM que não tem no DS3. E ambos andam mais que o Golf 1.4 Highline, só que bebendo mais, kkk.

                      E o Fluence? Pegou 0 km? Qual versão?

                    • Edson Fernandes

                      Esse é o problema. O DS3 com esse item custa mais que o 208 GT…rs

                      Ou seja… está ficando dificil se manter no mesmo nivel de carro, porque ou faltam itens ou porque ninguem ainda oferta o que o Golf possui.

                      Eu peguei ele usado. Infelizmente não deu para encarar os preços e aumentos dos 0km. Eu peguei a versão Privilege com o pacote opcional de epoca que agregam teto solar e o farol de xenon. Ou seja… ele é completo de tudo…rs

                      Mas por exemplo a central dele, não é touch e sequer tem espelhamento…rs

                    • dougkmt

                      E sobre o Fluence Privilege, carrão! Pacote realmente completo com bom desempenho!!

                      E o que ficou na garagem, o C3 ou o Xsara? Hehe

                    • Edson Fernandes

                      Obrigado!

                      Vendi os dois na verdade…rs

                      Sinceramente, ter dois carros é super legal, mas com esposa desempregada, uso dos carros levados ao minimo (no ano passado eu vendi os dois), rodando muito pouco, tendo forçadamente que rodar com ambos…. não deu outra… falei pra esposa que iria abrir mão de um deles.

                      Minha ideia era ter dois carros. Mas os custos para manter dois carros que rodam muito pouco era muito alto. (junta IPVA, seguro de um, car system do outro, gasolina…. era pesado. Na verdade, por rodar pouco, era considerado percurso “dona de casa” o que mostrava um rodar muito pesado onde gastava muito em tudo.

                      Para vc ter ideia, eu comecei a deixar de fazer meus passeios, viagens, entre outros para manter carro. Isso começou a ficar chato. Eu gostava muito dos dois carros, mas não dava para manter carro sozinho podendo ter um segundo carro apenas se o outro precisasse de manutenção.

                      Então vendi inicialmente o Xsara por ser automatico e ser o que mais consumia combustivel. Fiquei triste com a venda, porque eu fui deixando o carro de pé e justamente no momento “mais saudavel” que deixei o carro foi qdo o vendi. Ao menos vendi por R$1000 abaixo da tabela, pelo estado que deixei o carro (que era impecavel). Troquei peças do interior que estavam com detalhes quebrados, peça que faltava, detalhe que achei que estivesse desgastado e por aí vai. Parte mecanica sobrou para eu ter que trocar muita coisa que já estava no fim de vida…

                      Não me arrependo e curti muito o carro. Mesmo sendo automatico, o bichinho era forte e fazia muita curva. Destaque muito grande para um carro devorador de curvas que, deixou muito carro de mesmo porte para trás mesmo sem pretensão de exatamente querer correr.

                      Já o C3 foi um dilema: Rodava pouco, porém precisava de um carro para o dia a dia. Porém, meu joelho já estava reclamando de todo transito que eu tinha que pegar, pois ele ficava inchado. O médico chegou a dizer que eu estava proibido de dirigir porque iria me fazer mal.

                      Na epoca para ajudar fui mandado embora do serviço e aí já viu né? Considerando essas duas situações (demissão e joelho) comecei a ver carros automaticos usados apenas como motivo de substituição ao C3. E eis que então fiz um curso de desenvolvimento pessoal, passei 1 mes do que deveria ser ferias (porque me demitiram faltando 1 semana para as ferias) e quando “voltei das férias” estava empregado.

                      Aí juntando que fui mandado embora com o que eu já tinha, comprei numa reviravolta absurda o Fluence. DEtalhe: Deixei em poupança o dinheiro dos carros vendidos. O C3 só descontado o valor de troca de pneus… pq seria tabela do carro… 7 anos de muito uso bacana e um carro robusto.

                      Alias, teria os dois carros numa boa…rs mas sendo racional, iria mais voltado ao compacto devido ao carro que já possuo hoje…rs

                      Mas falando de hoje, faço de tudo com um carro que é superior aos demais que tive, tem mais itens de conforto e aproveito bastante…rs

                      Por enquanto me vejo manter ele durante alguns anos… vamos ver no futuro qual será o proximo…rs

                    • dougkmt

                      Comentário bacana, meu! Apesar da demissão, conseguiu emprego rápido e, de quebra, de carro novo! :)

                      Mas é isso aí, 2 carros hoje em dia é algo irreal pra mim também. Se eu procuro o melhor que eu posso pagar, já não daria pra comprar o 2º porque já gastei o que podia com o 1º, HAHAHA. E vc conseguiu quase a tabela pelos 2 Citroen, o que é algo místico para os haters de franceses….

                      Valeu pelo relato, Edson!! Eu já não passo tanto tempo igual a antes nos blogs automotivos – acho que já disse isso pra vc ou pro Cristiano -, mas sempre bom retomar a conversa com as pessoas sensatas. Abraços

        • Eu entendo e respeito o que você disse, e acho que fica mais simples para o consumidor escolher. Mas particularmente prefiro o esquema da VW e da Fiat. Vamos supor que a segunda versão tenha vidro elétrico atrás, teto solar, dois airbags laterais, DVD no painel… Mas eu quero apenas o teto solar e os airbags adicionais! O problema que eu vejo, mais que a política de opcionais, são os preços desses, e coisas que deveriam ser de série serem opcionais.

          • rgrigio

            Exatamente. A possibilidade de configuração (encomenda) do carro é muito boa. O problema é um só! O preço!

            • José Eduardo Borba

              Mas isso encarece, a padronização, aumenta a eficiência e reduz os custos do processo.

              • Edson Fernandes

                Nesse caso tanto para o consumidor como para a fabricante que pode também na linha de montagem determinar X versões de um, Y versões de outro e Z versões do outro.

                Fica até mais facil determinar aquele que tera o maior mix de vendas e porque será o que terá a maior produção em escala.

              • De acordo, mas convenhamos que é ridículo o preço. Como pode o ar de um carro custar o dobro de ar para refrescar um ambiente 10 vezes maior? E pintura que custa 200 reais na Argentina e aqui sai por 1500?

                • Emerson

                  O custo de uma pintura metálica é praticamente o mesmo de uma sólida, por isso nos EUA é cobrado o mesmo preço para qualquer cor. Mas aqui no Brasil se aceita que cobre mais.

          • Edson Fernandes

            O problema Alessandro é que as duas sacaneiam: Ela te da a opção como você bem disse, só que tem um porém: Vamos dizer do Fox.

            O Fox tem as versões:
            – X (não tem nome de versão)
            – Trendline
            – Comfortline
            – Highline

            Aí você viu o opcional de cntral multimidia com integração Car Play e Android Auto (a topo de linha) e quer teto solar.

            Digamos que você selecionou a versão 1.0 Trendline. O configurador vai te dizer: “Esses itens selecionados não são compativeis com o pacote ofertado. Para isso você deve aceitar ou não as opções abaixo”.

            E aí ele te coloca um produto que custaria teoricamente R$45000 (supondo ok?) e oferta isso:
            – Pacote Highline, motor 1.6 16v
            – Acabamento highline com predisposição para radio
            – Bancos superultraflex
            – Pacote conforto
            – Pacote tecnologia

            E aí sim o preço: de R$45000 você pula para R$72000 (supondo tbm) que aí sim você poderia ter o que você quer. Ou seja… tal opcional que na teoria poderia ser escolhido a parte, te obriga a mais de um pacote sem que vc queira. Ou seja… não é interessante ao consumidor.

            O proprio Golf sofre disso. Eu mesmo gostaria de um Golf apenas com o pacote elegance (porque os itens desse pacote me atraem) e o ACC. Mas o ACC só oferta com o pacote exclusive que custa + R$20000 de um carro já com preço alto (o Golf Highline de “entrada” custa R$96000 automatico).

            Ele pula para quase R$120000 por conta desses opcionais.

            Veja que na VW tanto separar opcionais como desejar um pacote está abusivo. Por isso ela tem perdido o mercado.

            Eu gosto do Fox e considero até superior a alguns compactos de nosso mercado, mas esse tipo de pratica limita e muito as opções do produto.

            • Ah sim, tem essa questão também. Opcionais atrelados a pacotes que só fazem sentido dentro da questão de engenharia veícular, e não pelo gosto do cliente. Quando eu comprei um Peugeot, queria colocar retrovisor elétrico. Mas era um opcional atrelado ao ar digital! Ou seja, se eu quisesse apenas mudar a posição do retrovisor sem sair do banco, teria que mudar a temperatura do ar no botãozinho! Sem problemas, se o pacote não custasse 1500 reais… Claro, faz sentido porque a central do retrovisor é o mesmo do ar, mas isso tem que ser resolvido na engenharia do carro, não repassando para o cliente uma condição que não faz sentido. É como se para ter ar condicionado obrigassem a levar trava elétrica!

              • Edson Fernandes

                Bem… no passado me lembro que a Fiat era “inteligente”. Quando lançaram o Palio que hoje é o Fire mas no acabamento de epoca ELX, ela tinha a seguinte opção:
                – Ar condicionado
                – Direção hidraulica
                – Kit Celebration II

                Se vc selecionasse o ar condicionado, era obrigado a ter direção hidraulica e o vice-versa para a direção. Ao adicionar o kit celebration II, vc tinha os dois, mas era obrigado a ter vidros elétricos! (e era outro kit!)

                Na epoca me lembro bem pq fui olhar a versão 1.4… mas me deparei que só teria condições para o 1.0…

                Então ficaria assim… R$31000 no 1.0 e com opcionais (Ar R$5500 e Direção R$1500 ou kit celebration II R$4500 e kit “high tech” R$2500).

                Ou seja, o kit celebration II era muito valido, só que obrigava a pegar algo que ficava bem caro.

                Então num Palio 1.0 com ar e direção, quase R$40000. Aí no 1.4 a conta pulava para preço de Punto ELX 1.4 que já ofertava tudo que vc queria. E no entanto, eu não teria condições de arcar.

                Aí foi de onde eu pude ver as demais que praticavam o mesmo absurdo de preços e sem querer peguei o C3…rs

                Tá vendo? Deveria ter pego o C3, teria retrovisor elétrico desde o GLX sem precisar do ar digital (eu gostaria se tivesse como opcional em 2008, só veio a ter na versao 1.4 em 2011).

                No caso da Peugeot eu acho que era mostrar que o carro era mais completo. O 206/207 e 208, já são sistemas multiplexados (ao contrário do 206 1.0 que era um sistema mais simples porém controlava tudo em uma coisa só) que permitem que vc possa disponibilizar um sistema sem ter que agregar outro.

              • Bruno Wendel Marcolino

                Na fiat eu pedi um simples radio(nem usb tinha, isso em 2014) e era obrigatório vir o retrovisor elétrico. Com isso o preço de um radio simplório, que só lê mp3 no CD, custou 1.200.

                O radio deve custar uns 50 reais para a Fiat e o espelho elétrico no máximo uns 100 e olhe lá, isso jogando alto.

                Ai o carro na fipe, 0km, era 33 mil, com opcionais saiu 37.900.

                Até ai tudo bem, mas fui tentar trocar de carro uns 6 meses depois pois não gostei dele, e a fipe do ano/modelo(14/14) dele era 30 mil, na revenda deram 29 mil…..ou seja.. perdi 8.900 por causa dos opcionais, se a versão fechada fosse 37.900, provavelmente a fipe no outro ano seria no minimo uns 32 ou 33 mil ai eu não teria perdido tanto. Fora que comprei financiado, ai complicava mais.

                Mas pelo menos a minha mãe gostou do carro e fiz um rolo com o dela, um Gol G3 pelado 2005, pra mexer no espelho tinha que ir no dedo mesmo, porque não tinha comando do retrovisor interno kkkkk
                Porém o carro estava impecável, com apenas 38 mil km, nada a fazer na lataria, consegui 12 mil ai ela me deu mais 3 mil e dei de entrada num 207 1.4 seminovo que alias, estou até hoje e é muito superior ao Siena EL, sem comparação. Paguei 23.900 no 207 com 48 mil km rodados só, todas revisões feitas, show de bola o carro.

          • Bruno Wendel Marcolino

            Mas com isso há o problema dos opcionais não contarem valor numa troca por um novo por exemplo, há o problema de ter um opcional que tu quer e não pode colocar sem por algum outro kit, problema de espera para o carro chegar da fabrica, pois muitas vezes tem que esperar outro lote de produção, etc.

            Esse tipo de opcional, teto solar, central multimídia, roda de liga, etc, acho que deveriam ser opcionais mesmo em marcas que ofertam versões fechadas, porém outro como vidro elétrico, radio, ar condicionado,, direção, todos devem ser por versões.

            Mas cada um tem sua visão, mas o mercado praticamente exigiu que carros sejam vendidos por versões, visto que a Fiat e a VW são praticamente as únicas com essa politica(não lembro de outras).

            • Sobre o valor dos opcionais não constarem na venda, eu sei que isso acontece, mas sinceramente irei pagar equipamentos para meu uso, não para o próximo dono. E opcional pode não acrescentar valor ao carro, mas aumenta a liquidez, o que de certa forma é dinheiro.

              “..Esse tipo de opcional, teto solar, central multimídia, roda de liga, etc, acho que deveriam ser opcionais mesmo em marcas que ofertam versões fechadas, porém outro como vidro elétrico, radio, ar condicionado,, direção, todos devem ser por versões..”

              Perfeito. E diria que até vidro elétrico deveria ser opcional. Agora, equipamentos de segurança não.

              E concordo com sua conclusão. O mercado quer assim, e sinceramente ele liga pouco para o que eu quero! Hehehe

              • Bruno Wendel Marcolino

                Mas não se trata de os opcionais serem pra mim ou pro futuro dono.

                Sendo pra mim ou pro dono futuro eu vou perder dinheiro, pois na troca da muita diferença com o que se pagou, em vendas particulares tudo bem, mas em CCS e até revendas menores, não tem jeito, é pela Fipe.

                Mas tranquilo, deixamos assim hehe!

                • Mas isso é uma questão mesmo na diferenciação de versões. Bem menor é claro, mas relevante. Já vi isso com o Ágile e recentemente com o HB20. Você tem a versão básica por 30 mil e a versão intermediária por 35 mil. Não gostou do carro, vai querer vender a versão que você pagou 35 mil por 30, 29, 28 mil.. Muitas pessoas pensam “Porque vou comprar um HB20 plus usado se posso comprar um zero com esse valor?”. A resposta é simples, é pelos equipamentos a mais que essa versão tem, mas muita gente não enxerga valor em equipamentos que saem do básico ou dão menos valor rem relação ao fato do carro ser usado. E por isso versões completas desvalorizam mais. E nosso problema é agravado porque entre a versão básica e a top cabe um universo, por causa da fraqueza do real.

        • José Eduardo Borba

          Exatamente. Isso de acessórios só encarece e empobrece os carros. A Fiat já começou a mudar isso no Mobi. Espero que esntenda para toda linha.

          • Edson Fernandes

            Infelizmente deveriam haver baixas nos demais, um Punto para ter um motor 1.8 só que com performance até as vezes abaixo de outros 1.6 rivais, custa para cima de R$60000. E para ter itens como do Fiesta ou 208, quase R$70000 porque “são pacotes separados”.

        • Edson Fernandes

          Eu não veria problemas de ter um carro com diversos opcionais se esses opcionais tivessem preço justo e compativel com o mercado. E a VW ainda te obriga a selecionar um opcional e se ele não for compativel com o que o carro precisa ter, vc selecionar uma cacetada de outros sem sua vontade.

          Ou seja, por isso preferimos versões fechadas. Melhor pagar pelo pacote sabendo que dentro dele pode haver coisas que não seriam de interesse, mas que ao menos estão ali.

          Não me conformo que o Jetta COBRA A PARTE pelo ar de duas zonas na versão de R$90000!

          • Thales Sobral

            Opcional vai acabar custando caro porque envolve sair da padronização. Além disso, o opcional não “valoriza” o usado.
            Essa estratégia de 2 a 4 versões para o mesmo carro, sem opcionais, tende a favorecer eficiência, mercado de usados, e simplificar na hora da escolha. E o mercado parece ter gostado dela, tanto que os fabricantes estão cada vez mais migrando para esse modelo.

            • Edson Fernandes

              Sem duvida. Mas antes isso era motivo de reclamação porque te obrigava a pagar mais por menos. Hoje se inverteu. Ter mais opcionais faz ficar mais caro e te obriga indiretamente a pegar uma lista de opcionais que deveriam ser livres.

              Além do que, prejudica na hora de produzir. E o consumidor por isso também é afetado: Porque se pede um produto com um opcional especifico que nenhuma versão agrega ou quando agrega é algo raro, ele que paga o pato ao se sujeitar a esperar. O que me chateia é o fato de muitas concessionarias para prejudicar o consumidor, não fazer essa solicitação no momento da venda.

      • Boi Vermelho

        Pois é. Na hora de escolher não adianta nada, porque a agência nunca tem o modelo com os opcionais que o cliente quer… Acabam empurrando algo do estoque, porque se for escolher muito o preço aumenta e tem espera.

        Aí na revenda apanha novamente, porque o que vale na tabela é o carro de base.. Os opcionais no máximo ajudam a acelerar uma venda ou atrair mais interessados (no particular). Mas quem entrega na troca por um novo sai perdendo

        • Ailton

          Pura verdade.

      • Deadlock

        Fora revisão de 6 em 6 meses.

        • what_the_hell??

          Pela notícia do próprio NA, a Ford passou a adotar revisões anuais para Eco, KA e Ranger e em breve será tb para toda a linha

          • Rodrigo Alves Buriti

            Já adotou no Focus (ano passado) e Fiesta (esse não lembro se foi ano passado ou esse ano).

            Realmente, eu cheguei a pagar uma revisão para andar 1700km em seis meses, não achei ruim nem caro, só achei desnecessário.

        • carroair33

          A VW tem uma grande divida para ser quitada,devido aos escandalos,por isso pratica preços mais elevados e revisoes mais curtas,estao tentando arrecardar capital para pagar a divida bilionaria!!!

          • E porque essa era a política antes dos escândalos? Estava juntando dinheiro para o 7×1? Os teóricos da conspiração não pensam?

      • Ailton

        Essa política de 40 opcionais por modelo e revisões semestrais pra garfar o cliente, vão afundar com a VW. Será que só os seus executivos não percebem!?

        • what_the_hell??

          Pelo menos o povo parece já ter percebido: segundo notícia no NA, a VWBR registrou o pior resultado da montadora em todo o mundo!

          • automotivo

            Vendas do gol e da saveiro, despencaram na parcial de junho, e up! não reage.

            • Edson Fernandes

              Passou o efeito novidade né?

              Quando a pessoa percebe que apesar da telinha é o mesmo carro, entende que não vale a pena.

              Apesar de ainda contar com um motor 1.0 mais moderno.

      • Leonel

        Justamente o que eu ia falar, Cristiano, muito bem colocado. Acrescento ainda o pós-venda e os preços que estão se tornando cada dia mais abusivos. Qualidade nos produtos que vendem tem, isso não temos dúvida, porém bom produto com estratégia ruim trás resultados ruins como este.

      • what_the_hell??

        Eu não sou contra a política de pacotes adicionais ou de itens adicionais! O problema da VW são os preços absurdos de tais pacotes!
        Visitei uma ccs VW outro dia e fiquei espantado com o aumento dos preços dos carros! Até para o padrão Brasil de preços/aumentos, a alemã consegue ser a campeã disparada no quesito aumento de preços (e ganhando de 7×1)!
        O resultado estamos vendo no mercado: queda das vendas da marca e notícia de q a VWBR registrou o pior resultado da montadora em todo o mundo!
        Uma pena, pois na minha casa tivemos VW por um bom tempo e gostávamos bastante da marca!

      • Blessa

        Concordo, mas também temos que levar em conta a linha Gol e Fox que estão sendo remendadas a muito tempo, por mais que sejam carros honestos, não agradam mais ninguém, o motor 1.0 tsi que poderia elevar as vendas dessas linhas, ficou exclusivo para o UP que literalmente não caiu no gosto popular, ladeira a baixo para a VW.

        • Edson Fernandes

          Ainda assim teriam como vender bem. Só que um Fox “com telinha” é para cima de R$50000 pq para ter a “telinha” vc se obriga a ter outros opcionais (porque ela informa opcionais separados, lindo e maravilhoso isso, mas muitos deles são incompativeis se não vc não selecionar outros opcionais).

    • cepereira2006

      A VW tem 5 entre os 10 modelos que mais subiram de preço no ano. Muita arrogância. A concorrência agradece.

    • ObservadorCWB

      E o que falar dos problemas mecânicos ? Da simplificação associada a nacionalização de alguns produtos ? Das revisões caras e semestrais ? VW perdeu a noção do mercado. Se bem que vendia GOL…

      • th!nk.t4nk

        O Gol G5 queimou demais a marca. Um carro que teve até recall de motor, freio que parava de funcionar do nada, painel dando pane, pára-brisa trincando do nada, etc. Um pesadelo. Teve gente que chegou a trocar de motor 2 vezes!

        • Edson Fernandes

          Mas pior que a versão denominada “G4” não foi.

          Quer dizer, curiosamente o “G5” ainda é superior.

        • Thales Sobral

          O Gol “G5” foi líder da categoria até ser ser substituído pelo “G6”. Não é por causa desses problemas que ele caiu não…

      • José Eduardo Borba

        O Golf é um exemplo. O modelo MSI é uma afronta aos brasileiros! Não que não pudesse ter um modelo mais fraco, mas aumentar o 1.4 só pra por o MSI no mesmo preço é um desrespeito! Se fosse 59 no Vascão, 65 no intermediário e 69 no aut, esse 1.6 MSI estaria bem justo. Em 2014 o higjline era 65 e vinha da Alemanha! Foi só a inflação? E os impostos de importação que não são mais pagos?

  • Bruno Silva

    Ah se o Etios fosse mais bonito! A Toyota passaria a VW tbm tranquilo. Quando chegar o Ix25, creio que a Hyundai vá ainda mais pra cima, pena que a linha importada é mal trabalhada, poderia estar vendendo bem mais. Esse mês promete, acho que a Toyota passa a Ford.

    • Marcus Fenix

      Se o Etios fosse bonito, já teria atropelado todo mundo!!! Seria líder!!!

      • Fábio

        Tb apostaria nisso e se o Honda Brio fosse bonito e fosse lançado aqui, ninguém lembraria de Fiat, VW, GM e Ford.

      • Jackson A

        Sem duvida, era líder direto.

      • invalid_pilot

        Se a minha vó tivesse pinto seria meu avô…

        Infelizmente o SE não faz verão.

        Mas a Toyota tem qualidade, sem dúvida

        • Mr. Car

          Se a sua avó tivesse pinto seria um traveco, isto sim, he, he, he!

      • jkpops

        Concordo contigo se tivesse o design parecido com o do corolla com o mesmo preço atual vendia 15 mil unidades/mês juntando hatch e sedan..

      • Derek

        Eu mesmo teria comprado um Etios se ele não fosse tão feio.

        E para não dizer que eu só ligo para “beleza”, acabei optando pelo up! que, apesar do visual sem graça, é um carro muito bom.

      • what_the_hell??

        Tb acho que a Toyota só não vende mais pq não quer!
        Já melhoraram bastante o painel do Etios, agora é mudar radicalmente o visual externo e melhorar só um pouco o acabamento para o carro dobrar as vendas! Não é nenhuma missão impossível!!
        Mas uma coisa me deixa feliz: os dois carros mais vendidos do país (HB20 e Onix), que são modelos populares/simples, oferecem câmbio automático de verdade e de 6 marchas! Isso, a meu ver, parece um sinal de evolução do consumidor que não aceita mais esses automatizados ou AT4 (exceção para o do Etios que, se for igual ao do Corolla, deve ser bom)!
        Perguntei a um amigo se ele estava gostando do Bravo Dualogic, e ele respondeu “eu já me acostumei!”. Eu realmente não quero um carro para “me acostumar” com algo tão vital como o câmbio!

        • Thiago

          Concordo com você, mas minha mãe tem o Peugeot 208 e gosto do cambiozinho automático AT4, existem câmbios melhores? Sim, existem, mas para mim não é algo que fala, nossa que câmbio ruim, ou que me faz não comprar o carro no caso do Peugeot 208 e 2008. Em se tratando de automatizado que eu já tive aí eu realmente pensaria duas vezes antes de comprar, como o caso do Imotion. Mas se a Peugeot trazer o cambio AT6 acredito que vai crescer expressivamente.

          • Edson Fernandes

            O atual AT8 (é o modelo do cambio) dela melhorou muito. Ele é bem suave e não perde em nada para outros cambios, pena é ser um carro que não é tão economico.

            • Thiago

              Pior que é verdade, o câmbio melhorou mas o consumo não rs. Aliás tem que fazer muita força para ele fazer uns 7 no álcool na cidade, acredito ser fruo das 4 marchas que esticam mais, não sei palavras de um leigo no assunto câmbio.

              • Edson Fernandes

                Thiago, verifique se o cambio do carr ode sua mãe passou por recalibração. Pois a Peugeot andou promovendo alterações para que as trocas ocorram em regimes de rotação menor.

                Se fosse eu pelo menos, na maioria dos casos usaria o modo sequencial para evitar o aumento de rotação… ainda que eu considere esse comando um tanto devagar nesse cambio. Mas a Peugeot andou promovendo e as trocas ocorrem entre 2000 e 2500rpm.

    • Zoran Borut

      O problema do Etios não é tanto o design externo, é mais o interno mesmo. O carro todo transmite uma sensação de simplicidade e baixo custo que nem o atual acabamento preto com black piano e painel digital consegue disfarçar. Precisaria de um interior totalmente reformulado para agradar o brasileiro.

      • Malokeyro

        Já viajei de Etios e o motor ronca bastante. A forração acústica é fraca também.

        • Boi Vermelho

          Já viajou de Gol/Voyage?

          • Malokeyro

            kkkkk, pior

          • Marcus Fenix

            Quando viajo, prefiro alugar um Uno do que um Gol. O carro ruim é Gol. Só entusiasta da VW gosta do Gol!!!

            • Boi Vermelho

              Aí discordo. Prefiro mil vezes Gol ou qualquer VW que Fiat em geral.
              No mais, prefiro alugar um UP!… Esse faz dar pena de Uno, Palio
              O Ka também é razoável, assim como HB20

              • Marcus Fenix

                Já vai fazer dois anos que não viajo para fora do Rio onde eu moro, mas assim que eu viajar para longe que é quando recorro a alugar um carro, vou testar um UP, mas confirmo o que eu escrevi. Gol é horrível, não gosto de carro baixo e o barulho do motor é estranho!

                • Boi Vermelho

                  Realmente é baixo e o ronco do motor é feio. Concordo!!

                • Baixo na verdade é uma característica do carro, e não um defeito, mas entendo sua preferência. E o melhor argumento contra o motor do Gol é que ele tem um barulho estranho? Curioso, qual seria a diferença do barulho do Gol para do Fox? E do Palio, Onix, Étios, HB20, Sandero…

                  • carroair33

                    Ola Alessandro,vc deve estar feliz com essa noticia a sua querida HYUNDAI se posisionado no topo da tabela,legal,é o que te falei,um “rostinho bonito” faz milagres

                    • -Olhei na minha conta e não caiu nada lá. Porque ficaria feliz? Quem tem HB20 é minha irmã, meu carro é Kia. E é indiferente posição do ranking. E Hb20 tem qualidades para estar onde está, como tiveram Fusca, Monza, Gol, Tipo, Palio, Onix… Sério que tem gente que torce para fabricante de carro? Achei que fosse só Tifosi… Bem, tem gente que torce para político…

                    • carroair33

                      Pois bem,entao me ajuda,fala pra mim 3 QUALIDADES do HB20 mas sem falar que é bonito,tem linhas fluidas etc…..

                    • -Motorização eficiente. Baixo consumo com bom desempenho.
                      -Boa política de equipamentos e opcionais.
                      -Preço competitivo no segmento dele.
                      -Robustez mecânica.
                      -Câmbio automático moderno e eficiente.
                      -Seguro.

                    • carroair33

                      Como falava um humorista “MAIS OU MENOS” baixo consumo,nem tanto o 1.6 era classificaçao B do imetro,equipamentos concordo com vc,preço nem tanto,com mesmo valor da pra comprar um ETIos,ROBUSTEZ MECANICA ainda é cedo pra falar o carro foi lançado em 2013 ainda tem que provar isso,cambio automatico concordo,embora tem muitos compativeis com ele,seguro tambem concordo, resumindo,é melhor que muitos,mas nao é o melhor de todos esta na media

                    • São 3 versões de motorização. Porque você não fala a nota das outras? Porque você não é imparcial. Você tem uma verdade e não irá mudar, mesmo mostrando fatos. Etios foi lançado quando mesmo? Você usa o discurso de robustez para um e em um carro lançado no mesmo ano diz que não dá para avaliar. Ah, pela fama da marca? Diz então os problemas com Tucson e i30 que já rodam no país há anos.
                      De qualquer forma concordo com sua conclusão. Mas quando é que você me viu escrever que ele era melhor opção que outros carros?

                    • carroair33

                      Pode nao pareçer mas sou imparcial sim,e tambem sei que vc nao disse isso,mas vc tem em seus comentarios tendencia a promover HYUNDAI e muito disso é pq vc tem KIA que nao verdade sao uma so e como a maioria aqui fala muito mau do ETIOS ignorando as qualidades do carro e atentando somente a bezeza ou nao do carro

                    • Tenho Kia desde a semana passada, e é meu primeiro carro da marca Minha irmã tem Hyundai há um mês. E minha posição sempre foi essa. E engraçado que sempre me falaram que eu defendia a VW e a Toyota. Mas todo mundo sabe que admiro a VW, minha marca preferida é Ford e meu sonho é um Fiat. Agora, quando me viu falando mal do Étios? E porque não poderia? Ele é um Veyron, um Rolls Royce? Eu critiquei dois pontos dele que podiam melhorar. Mas para alguns falar isso é um sacrilégio.
                      Você não lê meus comentários, e se lê não entende, tanto que é o único aqui que acha que defendo Hyundai. E isso porque você tem dificuldade de leitura, algo infelizmente muito comum no país, onde as pessoas tem dificuldade de entender um texto simples e não tem humildade para reconhecer isso. E você está equivocado: Eu disse sim que você é parcial.

                    • carroair33

                      Se vc defendia VW e TOYOTA, admira A VW sua marca preferida e a FORD e seu sonho é um FIAT e vc tem um KIA taí um bom exemplo de pessoa que se contenta com tudo (to falando de carro) legal pra vc nao ha problemas parabens!

                    • Não defendo fabricantes, defendo idéias e a liberdade de uma pessoa comprar o que quiser. Já gostei muito de carro, hoje sou só usuário como muitos aqui. Priorizei moradia e abri mão de um carro por um tempo. Precisando novamente, escolhi um que podia gastar uns trocados. Aí vou te dizer que das marcas que escrevi acima, que estavam andando e com documento em dia, e com a única exigência de mecânica Ok e com ar funcionando, só encontrei duas: Toyota (Lexus. Acredite se quiser) e Kia. Ainda ganhei um 4×4 ainda.. Não encontrei um VW, Fiat ou Ford nas condições acima.

                    • Mr MR8

                      Há uns 30 anos atrás, a imprensa brazuka só falava na exportação de Voyage e Parati brasileiros p/ os EUA, como se fosse uma grande conquista da VWB. O que aconteceu? Foi um fiasco, pq na mesma época a Hyundai estava entrando de sola nos EUA com compactos melhores, mais modernos e mais em conta…

                    • Pacheco

                      Lembro que a VW produziu aqui o Golf VR6 de 200cv manual para os EUA. Tanto que lançou uma tiragem limitada dele para o nosso mercado e hj é um carro raro e quando acha, querem uma fortuna.

                    • Dezen Seide

                      Desculpe a pergunta, mas vc tem qual Kia?
                      Comprei um Soul pra minha esposa e queria compartilhar experiências com a marca Kia

                    • Acho que não poderei ajudar. Meu Kia é 97!
                      O que posso dizer do atendimento da concessionária é que são bem atenciosos. Não tinham peça no estoque, e me informaram uma loja independente que tinha.
                      No mais, um jipe judiado pelo tempo, mas tem seus méritos! Heheh

                    • Edson Fernandes

                      Pelo jipe… é um sportage?

                    • Sportage “Excadrill” 97 MRDI. Só para constar, o Vectra anterior chamava Kraken! Hehehe

                    • Edson Fernandes

                      eheheheheh

                      Imaginei! Esse Sportage de fato é um tanque! Muito robusto e dizendo de caracteristicas mecanicas, bem superior ao atual.

                  • Edson Fernandes

                    E o curioso é que… nessa versão de gol (da terceira geração) ele é bem mais silencioso. O que a VW não corrige e eu já pude testar nessa geração são os famosos barulhos vindo do painel.

                    Pelo menos em dois vaoyges e um gol que andei tinham. Já o Fox é silencioso…rs

            • Lofin

              Viajo e alugo carros regularmente pela minha empresa.

              Seu comentário destoa bastante do que eu vejo nas locadoras: Gol, up e Ka em falta e Uno e Sandero sobrando.

            • Na verdade, só “entusiasta”. Gol tem mecânica mais eficiente e um câmbio melhor de operar. Para quem gosta de DIRIGIR, isso é o essencial.

              • what_the_hell??

                Realmente, a VW tem em mãos ótimas opções de motores e câmbios, certamente os melhores da categoria (1.0 TSi e câmbio manual)!
                Falta disponibilizar o 1.0 TSi e câmbio automático de verdade ao menos para o Fox! E sem aumentar 10k por isso, vale lembrar!

              • Renato Duarte

                concordo com você,,, aqui em casa temos 3 carros, sendo um Fiesta, um palio e um Gol G5,, e adivinha qual câmbio é mais macio e tem o melhor escalonamento? Do Gol, na minha opinião

                • Até a posição mais baixa do Gol é preferível para entusiastas (Particularmente não gosto, porque no Gol especificamente eu que não sou nenhum gigante não tenho uma posição perfeita. Já no Palio canso menos em viagens). Claro, entre a ineficiência mecânica da Fiat, que inclui o câmbio de “alavanca enfiada na areia”, a eficiência da VW na mecânica mas com posição ruim para os mais altos, fico com o meio termo, que aliás tem um equilíbrio excelente entre os extremos: Fiesta. O que já contraria o colega que diz que só entusiasta do Gol gosta dele. Mas para quem usou como argumento “barulho estranho do motor”…

                  • Lofin

                    “…câmbio de alavanca enfiada na areia”

                    Essa era a definição que eu buscava há anos!

                  • automotivo

                    Essa do banco do gol é clássica, numa viagem de uns 400kms, quase não saio do carro com tanta dor nas costas, pra ajudar. Parece q estou atolado no carro. Possui um ano 94. Muito bom econômico, desde então não quiz mais Gol.

                    • Fiz uma viagem com o Gol para praia, Campinas até Litoral Norte. Tive que para no Frango Assado por causa da dor nas costas. Fora que você fica atrás da coluna B do carro para dirigir. Mas o desempenho do 1.0 era muito satisfatório e eu podia entrar mais rápidos nas curvas, graças ao equilíbrio do carro. Voltei com um Palio 1.3. A potência e torque adicionais não permitiam um desempenho muito melhor que do Gol, por causa principalmente do desenho das rodovias, onde tanto fazia um 1.0 ou 1.3. Mas com o Palio entrava na curva mais devagar, e o uso da alavanca de câmbio não era muito natural. Mas não precisei parar, porque o Fiat não me cansou. Ou seja: O certo é um Gol para subir a Tamoios, mesmo com motorização inferior porque ele é mais eficiente, mas o Palio é mais confortável

        • Daysan Medeiros

          Etios é muito fraco… batedeira enorme… n compraria um carro desses nunca.

          • Ernesto

            Fraco? Já viajei algumas vezes com Etios Sedam e não vi problemas de desempenho e muito menos de barulho.

      • carroair33

        AQui no pais de tolos o pessoal prefere um rostinho bonito do que a qualidade

        • No mundo inteiro o design faz parte da percepção de qualidade que o consumidor tem sobre determinado modelo. Há muitos custos envolvidos na concepção e execução de um bom design, não é questão de “tolice”, é questão do que cada um valoriza em um carro. Na maioria dos casos, sim, o design conta e muito.
          Não é atoa que grandes marcas investem pesado na contratação de grandes profissionais da área de design industrial. Na Kia, o chefe de design virou até presidente da marca, tamanha foi a ascensão da montadora após a releitura de formas dos seus modelos efetuadas por Peter Schreier.
          Não é que o design substitua a qualidade de um produto, é que ele sem dúvida faz parte dela.

          • carroair33

            Mas falar esse carro é bonito ou esse carro é feio é tao complexo que talvez isso nao tenha resposta,mas falar de qualidade é algo que chega ser palpavel

            • Errado. Existem carros que são quase unanimidade em termos da aceitabilidade de suas formas. Já outros são aceitos no âmbito das exceções. Isso é muito claro.
              Exemplos? Difícil alguém dizer que o HB20 tem um design feio. Difícil alguém dizer que o Etios Cross pode ser chamado de “bonito”. Claro, você vai achar um ou outro incauto que achará o coreano “horrível” e, dispendendo algum tempo na procura, também encontrará que ache o Toyota “lindo”, mas vamos convir que isto estará relegado às excentricidades, que é onde reside a subjeção do critério “beleza”. Até por isso prefiro dizer que um carro tem o estilo “controverso” do que propriamente “feio”.
              Errado também atribuir concretude absoluta ao conceito “qualidade”. Ela pode sim ser percebida, mas há muito de subjetividade no efeito manada que muitas vezes invade o mundo automotivo quando o assunto é confiabilidade de determinado modelo. Um exemplo? “Gol não quebra, pode comprar que é igual um jipe”. Nunca foi, quebrava sim e estava longe de ser um jipe, mas essa chegou a ser uma “verdade absoluta” no mercado por décadas, sendo quase um dogma inquestionável (isso se repete hoje em outros modelos do mercado).

              • carroair33

                Existe um fato que carro quebra sim,mas a frequencia é bem diferente veja os carros da PSA lotam as oficinas equanto a TOYOTA quase nao se ve

                • Pessoal precisa parar de comentar por “ouvir falar”. Tive carros zero km de várias marcas, usados de outras tantas, contato com os mais variados modelos por força de obrigações profissionais. Essa de “carro x quebra demais, carro y quebra de menos” é muito conto da carochinha.
                  Toyota possui um pós-venda diferenciado, que costuma resolver com agilidade pequenos problemas e ter um atendimento ágil e confiável que na maioria das vezes evita o “re-serviço”, ou seja, a volta do cliente à concessionária para refazer um serviço que não foi bem feito, o que é uma das coisas que mais pode irritar o consumidor. Mas os carros dela quebram sim, como não? Vale uma olhada em um ranking que acho bem interessante (carrosnaweb), que leva em consideração notas unica e exclusivamente de consumidores em um universo bem amplo. Há muita informação interessante lá, a começar pela nota de satisfação de proprietários de Corolla Altis, por exemplo.
                  Até 2014 nunca tinha me aventurado com carros de origem francesa. Hoje eu tenho um Lounge, minha esposa um 208, meu irmão um 307, minha irmã um C3. Olha, nada de muito diferente em termos de confiabilidade de qualquer outro carro que já tive na vida. O do meu irmão então, comprado usado (é 2007), se comporta como qualquer carro com mais de 100 mil km rodados, e não tem nenhum histórico de problemas imobilizantes, por assim dizer.
                  O 208 da minha esposa até posso falar algo bem positivo quanto a ele: é o primeiro carro zero com o qual tenho convívio que em mais de 20 mil quilômetros tenha zero ocorrências, mesmo considerando coisas mínimas, que tenham demandado observação em revisões. Todos os outros carros que já tive a oportunidade de conviver a partir de novos (de variadas marcas) apresentaram alguma necessidade de intervenção em garantia, seja por problemas pequenos (falha em limpador de para-brisas, rangido na estrutura de banco, peças desencaixadas), seja por problemas mais sérios (homocinética estalando, rolamento de roda roncando, diferencial roncando, vazamento de óleo, etc). Portanto, vá por mim, um cara já com uma estrada comprida na relação com carros e que se despiu dos preconceitos mais arraigados na crença geral: experimente deixar de ser fiel a uma marca (de qualquer coisa), você não ganha nada com isso. Você verá que as suas opções sairão de uns poucos modelos para um sem fim de carros que você pode escolher. Vai comprar um carro novo? Mostre ao vendedor que você está com opções em várias marcas e veja como muda a sua relação com ele. Fica a dica.
                  Ah, e essa de que há carros da PSA lotando oficinas… não existem carros da PSA lotando nada nesse Brasil, eles não vendem o suficiente nem para aparecer muito nas ruas… kkkkk. A concessionária da Peugeot em que faço a revisão do carro da minha esposa mesmo, está de dar dó: oficina completamente vazia.

          • Isso vale inclusive para outros ramos de atividade. Design vende, de doce a perfume, passando por carro, no Haiti e na Dinamarca…

          • automotivo

            “Aqui no país de tolos´´, parece uma frase tipica do complexo de vira-latas.

        • Ricardo Leite

          Nem tanto, quando une beleza e qualidade, as vendas bombam, como no caso do Corolla, que oferece poucos mimos pelo que cobra.

          • automotivo

            outras qualidades são levadas em conta. Dificil unamidade em tudo. Aliás alguém disse q ´´toda unanimidade é burra´´.

      • Uma lista de equipamentos condizente com o preço pedido também seria ótimo. Mas enquanto a Toyota não inserir na linha Etios um design que ao menis nai atrapalhe, o potencial de vendas do modelo vai continuar com alguma limitação.

      • José Eduardo Borba

        Já pensou se colocassem o painel do Corolla anterior? Venderia mais que todos os concorrentes somados! Kkkk

        • Edson Fernandes

          E eu já vi gente que adaptou! Vi uma foto de um Etios com interior de Corolla! A unica funcionalidade que não foi possível agregar foi a do ar digital (os sistemas e compressor do ar não admitem a mesma funcionalidade no caso do Etios).

          A sorte é que tinha o tablier da versão GLi que ele também adaptou (fica simples porém era o que precisava para combinar).

          No Etios pareceu ser um painel moderno…rs

    • Gomes

      Se Etios fosse bonito o custo de produção seria maior. Até as dobras e os vincos da chapa de aço influenciam no custo. A Toyota não briga pela liderança aqui, mas sim pela rentabilidade e perenidade do negócio. Nós pensamos com cabeça de consumidor, eles com a de empresário. Se são líderes no segmento seda médio, chega a ficar entre os 5 mais vendidos e cobram mais de 100mil e não tem nem controle de tração, é porque tem gente que paga e eles se aproveitam da força da marca. Mérito deles. O Etios não é bonito, mas vende mais que Moby…

      • Marcus Fenix

        Se eu fosse o presidente da Toyota Brasil, teria trazido o Yaris, os japoneses da matriz na época teriam me chamado de louco, mas hoje ele seria líder absoluto, estaria exportando para toda américa latina e os japoneses da matriz estariam lambendo o chão que eu piso!!!

        • Edson Fernandes

          Só que daí o presidente do Japão te interrompe e diz que quer produto barato e que o Yaris é menos rentoso.

          Possivelmente a vinda do Etios foi por ordem de fora e não daqui que deve ter tido alguma leitura de mercado para dizer a respeito. Mas qdo a fabricante quer insistir com a entrada de um produto, não tem como. Agora, acredito que pelo menos a Toyota do Brasil poderá ter condições de barganhar na atualização melhorias relacionadas ao desenho e outras sobre o produto em si.

      • Derek

        Não precisava de muito. Lançaram o carro com peças do interior que saiam na mão, bastava puxar. Poderiam posicionar o velocímetro na frente do motorista e não no meio. Poderiam ter apenas um pouco de bom gosto no desenho do painel. Enfim, nada que custasse mais dinheiro e nada mais do que a concorrência já faz pelo mesmo preço.

        • Lucas Lira

          Horrível aquele painel centralizado!

          • what_the_hell??

            O painel centralizado eu até admito, pq deve reduzir bastante os custos para produzir aqui e nos países onde o lado do motorista é contrário ao nosso.
            Mas a feiura, sobretudo externa, não pode ser admitida no ano de 2016! Talvez em 1993 eu pudesse admitir um design daqueles, e se fosse num preço muito bom!

            • Lucas Lira

              Entendo, o exterior é horrível também, rs…

      • Linkera

        1 – O Etios não é da mesma categoria que o Moby
        2 – O Etios foi lançado há 3 anos e o Moby há 2 meses, muita gente nem sabe que ele existe
        3 – O Etios amargura 25% a 30% de vendas comparado aos seus REAIS concorrentes: HB20 e Onix
        Comparação nonsense está sua…

        • automotivo

          4- Faltou falar das promoções das TV´s, depois do lançamento, pra não ´´boiar´´ nas CSS

      • carroair33

        Nao é bonito relativamente,mas tem qualidade construtiva e qualidade mecanica,agora ,o HB20 so vende bem pq è um rostinho bonito

        • Leonardo C.

          Não mesmo, o HB20 não vende apenas por ser um rostinho bonito, ele tem qualidades que provam seu mérito. É um carro com acabamento bem feito, bons motores. Temos um 1.0 em casa e posso afirmar isso.

          • carroair33

            vc so vai poder dizer que um carro é bom depois de muito tempo e com uma boa km o hb20 so tem 3 anos como o pessoal conclui isso?

            • Leonardo C.

              Quase 4 anos de vendas, isso já é um bom tempo para dizer se o carro é bom ou não, pois assim como existem pessoas que rodam 5.000 km em dois anos, existem as que rodam isso em 2 meses (meu caso, as vezes até mais). Qualidade construtiva e mecânica ele tem sim, se não tivesse já estava amargando em vendas e não teria esse sucesso todo.

        • Edson Fernandes

          Ah tá… e o HB20 não tem qualidade construtiva e qualidade mecanica?

          • Essa doeu… rs.

          • carroair33

            construtiva tem agora mecanica so o tempo ira provar s tem!

            • Edson Fernandes

              Só o tempo? O HB20 já tem 3 anos de mercado… temos exemplos de Tucson, i30, Azera, entre outros que provaram que a Hyundai está bem madura. Além disso, não se esqueça da Kia também.

              O motor kappa 1.0 veio do Picanto e o 1.6 do Cerato/Veloster.

              Logo, a considerar que alguns desses (incluso o hb20) já tem mais de 100000km rodados e muitos aí já passaram por manutenções das mais caras, dá para dizer que são confiaveis sim. Tanto que o consumidor demonstra que além de gostar, confia no produto e o mantém entre os mais vendidos.

              Há critérios subjetivos que cabe a cada um avaliar, eu achei ele bem durinho e menos espaçoso que se comparado ao Onix… mas ele tem arremates e um silencio a bordo interessante. Isso claro, minha opinião.

              Agora, veja o que é reclamado no carro e verá que a parte mecanica está bem longe de ser a ruim. No maximo a suspensão com curso curto, entretanto, sem apresentar quebras.

    • Ailton

      Tenho visto muitos étios depois que lançaram o automático.

      • Deadlock

        Até o etios sedan, por conta do automático, está vendendo mais que o Fox e o Up, que só têm automatizados, que são muito ruins.

        • what_the_hell??

          Nisso eu concordo!
          Qualquer câmbio At de verdade é melhor que essas tranqueiras automatizadas monoembreagem!
          Tá na hora de as montadores verem isso! Vejam os números de vendas: os 2 carros (populares) mais vendidos oferecem AT de verdade e de 6 marchas!

      • José Eduardo Borba

        Acho uma compra bem racional. Tirando aparência, ele não fica longe de um city e custa uns 15 mil a menos. Pra vc ver, pelos mesmos 60 de um Etios sedan aut completo, vc pega um Sandero RS, mas são carros para públicos bem distintos. Para o mesmo público dele, tem o Cobalt custando 70 mil. Ou seja, o Etios hoje é bem comparável. E o exterior melhorou consideravelmente. O interior é sóbrio de mais, mas não é feio.

    • Cebola Frita

      Se o Etios fosse bonito por fora e com um belo painel, ele engolia o Onix/HB20/Gol/Palio tudo junto. Ficaria o mesmo abismo entre Corola e os demais sedãs médios.

    • Caio

      Se o Etios fosse mais bonito custaria a mesma coisa que custa o FIT!!!

    • Edson Fernandes

      E para vc ver né…. bem que a CAOA poderia ter essa visão para reduzir os preços a patamares aceitaveis…

  • pedro rt

    to torcendo pra toyota entrar logo nesse bolo e passar pra tras a ford e vw

    • saosao

      Para isso ela deveria lançar mais modelos. Se viesse um Auris ou Yaris, seria muito bom.

      • Marcus Fenix

        A Toyota não merece nosso respeito. Nunca vou perdoa-la por ter trazido aquela porcaria de Etios no lugar do Yaris!!! Imagine que louco seria a disputa de vendas do HB20 vs Yaris

        • saosao

          afffff….
          vai lá comprar Classic ou Palio fire então fio.

      • Dick Buck

        Não sei por qual motivo a Toyota não traz o Auris, disputaria a liderança dos hatches médios fácil.

        • Marcus Fenix

          Ele compartilha a plataforma com o Corolla, ou seja é falta de vontade!!!

          • Edson Fernandes

            Marcus, ao que parece o “nosso” Corolla não usa a mesma plataforma que o Auris do Japão. Talvez esse fosse um entrave para o mesmo não existir no nosso mercado, tal qual foi o Corolla que perdeu sua versão perua (Fielder)

        • Pedro

          Concordo. A Toyota ia ser no mínimo a terceira ou segunda maior montadora do país se simplesmente trouxesse o Auris e o Yaris para cá. É tão simples… Dá até uma certa “raiva” por eles não fazerem isso.

          • Rafael

            Nesse caso além do custos de investimento que não devem estar valendo até então, acredito que ela não aumenta seu portifolio de veículos justamente para não perder na qualidade do pós venda, que teoricamente é o seu diferencial, com um aumento de modelos.

            • what_the_hell??

              Mas qualquer empresa organizada iria se programar para aumentar a rede de ccs para atender a demanda com eficiencia! Até pouco tempo atrás ninguém acreditava q a Jeep fosse dar certo, que tinham poucas ccs. E, aparentemente, o Renegade está vendendo bem e o número de ccs cresceu abusrdamente!
              Ou seja, nenhuma empresa que visa ao lucro pode se esquivar de crescer sob o argumento de que não vai dar conta!

        • Portuga Goleta

          Hatch médio é uma categoria praticamente morta no Brasil, não está vendendo nada.

        • carroair33

          A TOYOTA ja é a MAIOR do MUNDO que interessa a ela ser lider aqui na BANANIA??!!!

  • Marcus Fenix

    E a FIAT já deve estar vendo a Hyundai no retrovisor!!!

    • jkpops

      Fiat é lixo único carro bom mesmo era o uno quadrado tá certo que era um bateu morreu do KCT mas com 10 reais vc esquecia de abastecer meu irmão tem um encostado de canto que tá só o fio da rabiola mas o miserável não quebra nem com reza braba kkkk vai acabar de ferrugem mas motor e cambio estão lá firmes e fortes…

      • Boi Vermelho

        Tive um desse… Um ótimo transporte individual de baixo custo.
        Era de um senhor.. Faleceu, entrou em inventário, comprei barato. Fui de 40k a uns 100k km, com muita dignidade (dentro do possível)
        Carro que fazia 16,5 no ciclo mistro (gasol – flex)… Desempenho bem aceitável
        Robusto e durável, difícil quebrar alguma coisa…
        Só que um vazamentinho sempre tem, porque Fiat né.. Mas coisas que não fazem o carro parar
        Mille Fire Flex 2006 2p branco, só com ar quente.. Faltava só a escada no teto
        O chato é que num MIlle desse ninguém te dá a vez… Te tratam como coitado no trânsito, kkkk
        Obs.: e melhor de tudo… comprei por 14 e vendi por 13,500
        Economia é o foco

      • Marcus Fenix

        Sim a FIAT precisa melhorar muito em capricho, mas não a vejo tão ruim quanto comentam, se pensarmos que 1/4 dos carros que estão nas ruas são FIATs. Na hora do trabalho sujo sempre lembram dela. Seja a Strada e Fiorino para carga, Uno ou Palio para rodar o dia inteiro nas instalações de telefonia e TV por assinatura, Viaturas da policia Weekend que pulam nos quebras molas e caem nos buracos das ruas, taxistas com Siena e Grand Siena…

        • Ailton

          Vixi… só velharia kkkkkkk

          • Robinho

            kkkkkkkkkkkkk

      • Marcelo Alves

        Meu avô mora em fazenda e tem um Uno 2007 (desde 0km) e nunca fez manutenção naquilo, só troca de óleo mesmo. O carro fica só na poeira ou no barro, deve lavar umas 2x por ano só. Correia dentada, velas, etc.. nunca trocou, e o carro nunca deu problema hahaha!!

      • leandro

        So fala isso quem nunca teve um punto strada ou palio sw imagino o bravo q nave deve ser pena a fiat ficou com motores velhos.

        • Lofin

          Meu amigo tem um Punto há 2 anos e DIVERSOS problemas, incluindo compressor do ar-condicionado que parou de funcionar, limpador do pára-brisa que parou de funcionar (2x) e farol de neblina que caiu do pára-choque dianteiro. Fora o farol traseiro que vive embaçado.

          Eu já tive um Bravo Absolute e foi um dos piores carros da minha vida.
          Nunca vi uma montadora aproveitar tão mal o espaço interno de um hatch médio. Ridiculamente apertado para quem anda atrás.
          Fora o câmbio manual que deveria ser considerado uma ofensa a sociedade moderna e o eTorq 1.8 que eu, sinceramente, nem sei como descrever de TÃO ruim.

          • what_the_hell??

            Faço minhas as suas palavras!
            Tive um Bravo Absolute por 4 anos e relato:
            Pontos positivos: acabamento, suspensão, direção bem leve, Blue&me.

            Negativos: Ele anda pouco e bebe muito! Como ele só desenvolve a rotações bem altas, ele acaba bebendo demais! Eu não conseguia fazer nem 7km/l na cidade com gasolina! Na estrada ia pra 10 km/l na gasolina.

            E eu tive muito trabalho pra vender o carro, e olhe que ele era bem equipado (era o absolute), couro original, Kit high tech e kit esportivo (rodas 17, aerofolio e saias)… com pouco mais de 30mil km rodados em menos de 4 anos! Demorou quase 5 meses pra conseguir vender por um preço 30% abaixo da FIPE!

            Outra coisa: eu realmente não gostei do Dualogic, por isso na época comprei um manual. Até fiz o teste no Dualogic Plus depois mas tb não gostei! Além dos trancos, o câmbio é muito indeciso!

            E realmente, o espaço no banco traseiro era inexplicavelmente pequeno!

          • leandro

            Comcordo contigo em espaço atraz e motor etorq o meu punto era 1.6 porcaria mesmo mas troquei por um new fieta q tem motor e caixa superior mas em chassis e acerto de suspensão nen se conpara

  • Implakmotoffroad

    essa fiat é sacana coloca o carro no preço de 50 mil mas quando voce configura ele o preço vai pra 70 mil roubo vou de reno sandero rs mesmo

  • thi

    SE NAO MUDAR DESENHO ,NAO ANDA AQUI NO BRASIL . VERGONHA VOLKSWAGEN !!!

  • SDS SP

    Merecido HMB. Oferece o produto mais equilibrado dentre os populares (Linha HB20), além do bom serviço de pós vendas.

    VW e as outras chamadas “grandes” terão que se reinventar, pois a previsão é de que as asiáticas fiquem com uma fatia ainda maior do mercado na próxima década.

  • Pedro Evandro Montini

    Uma picapinha mais robusta derivada do HB20 seria interessante. Algo diferente da Saveiro ou da Strada, com um porte um pouquinho maior, mas menor que a Toro.

    • Marcus Fenix

      Ela tem o projeto pick-up Santa Cruz, falta tirar do papel. Ela deveria se livrar da CAOA, fazer um facelift urgente no Tucson e nacionalizar o Elantra!

      • Pedro Evandro Montini

        A Santa Cruz seria relativamente grande e luxuosa. Quase um nicho. O ideal seria utilizar a plataforma do HB20 e fazer uma picape um pouco maior que as duas que citei, mais larga e alta também, porém sem chegar no porte da Toro. Como se fosse uma “picape crossover”.

        • José Eduardo Borba

          Uma Oroch da Hyundai.

  • ChalMust

    Não tem produto e não tem preço adequado … não tem mercado!! Simples.

  • Fábio

    Uma marca (aliás 2 marcas contando com a Ford) que tem meio século no mercado brasileiro, deixar ser uma coreana novata sambar na cara delas! Merecido pela incompetência da VW e pela competência da Hyundai.
    E isso pq nem chegou o Creta/ix25.

    • what_the_hell??

      Bem lembrado, qdo chegar o Creta eu acho que a Hyundai vai brigar pela liderança!

  • The Monster Man

    Preços altos x carros fracos, feios e mal equipados, está ai o resultado.

  • Mr. Car

    Para mim, não faz a menor diferença quem esteja em primeiro lugar, que não torço por marca. O importante é que haja uma divisão bem igualitária do mercado entre elas. Com cada uma sentindo que pode alcançar o topo e usar isto como instrumento de marketing, além da luta constante para se manter lá e também por se distanciar das outras, me parece natural que se intensifique a concorrência, resultando em maior oferta de equipamentos e briga de preços, favorecendo assim, o consumidor. Ou será que não, he, he?

    • Jackson

      Tenho a mesma opinião. Pouco me interessa se a minha marca é a mais vendida e o meu carro esteja em primeiro lugar. O que eu quero é custo benefício, pagar um valor justo, ter economia, conforto, segurança e pouca manutenção. Eu não ganho royalties por exibir determinado produto. Compro o produto para eu usar e não para os outros.

      • what_the_hell??

        Tb não torço por marcas, mas fico feliz em ver que uma marca “nova” vem mexendo o mercado! Sobretudo uma marca que esse ano adotou o câmbio AT de 6 marchas e motor 1.0 turbo em sua linha “popular”. Mesmo o 1.0t sendo menos moderno q o da VW!

    • Edson Fernandes

      No Brasil depende da fabricante. Se o objetivo é focar naliderança de vendas, pode até ser, mas não é toda fabricante que é avida por isso. Hoje a Fiat deve estar pensando a maneira de se comercializar pois a liderança por produto não deve ser mais ser considerada.

      Talvez na quantidade, mas ainda assim, tenho minhas dúvidas. Quando as empresas tiverem a mesma visão de mercado para estarem na liderança, pode ser que isso seja benefico.

  • Para quem tentou empurrar o fox no lugar do Polo para ter um exemplo, merece cair ainda mais.

    • Lofin

      Amém, irmão.

      • what_the_hell??

        E pior: tem um ótimo motor (1.0 TSi) e excelentes câmbios automáticos para colocar no Fox e não coloca! Se até o HB20 tem AT6, pq o Fox tem q ser só com automatizado monoembragem??
        Pior q ela só a Fiat, que só tem Bravo e Linea com esses automatizados, não tem automático de verdade!
        Se continuar assim, daqui a pouco postaremos R.I.P. VW!

    • Jurandir Filho

      É isso aí, tive um polo e à época era um verdadeiro compacto premium, mas a VW, como sempre, quis lucrar mais com o Fox, se f..deu

      • Lofin

        Também tive um Polo.

        Que saudade, cara..

        • Jurandir Filho

          O meu era da primeira geração (aqui no Brasil) , “quatro-olhos” 2.0 hatch, completinho, tinha air-bag e freio a disco nas 4 rodas, primazia entre os compactos, ainda mais em 2002…

          • Lofin

            Tive um 09/10 1.6 hatch, Comfortline, com bancos de couro, som original e ar-digital. Comforto, economia, espaço, desempenho.. Esse carro unia tudo.

            R.I.P.

          • Edson Fernandes

            Lembrando que em 2002, havia Clio, C3, 206… todos eles tinham versões em consonancia com o Polo. Primazia?Talvez não, mas é fato que o Polo foi um dos que trouxe mais conteudo aos compactos.

            • Jurandir Filho

              Qualidade de construção, o polo tinha soldas a laser Edson Fernandes, se hoje colocar o polo antigo num crash test, se sairá bem melhor que muitos modernosos atuais

              • Edson Fernandes

                Sem dúvida. Só disse que em comparação, esses também estava com os itens bem em consonancia ao mercado principal.

                Eu em conversa com o Ubaldir citei exemplos de coisas que tanto o Polo como o C3 ao decorrer dos anos em coisas “que as pessoas não veem” retiraram.

                Repare que o C3 quando veio era 1.6 (bem caro por sinal) e tinham itens em detalhes como revestimnto que com os anos foram retirados. Mas questão é que todos os compactos atuais considerando aqueles que tem apenas 2 air bags e ABS, perderam e muito do que eram esses compactos do inicio de 2000.

    • José Eduardo Borba

      E Golf MSI no preço do TSi importado!

  • invalid_pilot

    Ta na hora da dona VW fazer revisão anual com preço fixo e carros em pacotes completos e com preço pé no chão.

    Modelo de negocios deles nao cola mais

    • Malokeyro

      Troca de óleo a cada 5.000 km e caro. Se não trocar o óleo ou colocar um mais barato o motor bate.

      • Marcus Fenix

        Desde o motor VHT 1.0 que nem a própria VW confia mais em seus motores!!!

        • Boi Vermelho

          Não confia mesmo.. E isso é REAL
          Quando eu tive um VW zero, após 3 anos eles me mandaram um e-mail oferecendo um modelo zero km, pois minha garantia iria acabar
          Dá pra acreditar?!
          Em vez de, sei lá, perguntarem se eu estava contente…
          Olha o argumento de vendas dos caras. Tiro no pé, dos grandes

      • Curioso, meu carro era 2012 e o óleo era trocado a cada 10 mil. De onde você tirou esse 5 mil?

        • Ernesto

          O pessoal se empolga quando é para falar mal de uma marca que não gostam.

        • Acho que ele quis dizer que pela revisão VW ser de 6 em 6, a gente acaba trocando óleo com 5 mil km.
          Comigo sempre é assim, nunca faço 10 mil km em 6 meses

          • Sim, mas aí seria correto dizer que a troca acontece há cada 6 meses. Falar 5 mil km é mentira e induz ao erro.

        • Malokeyro

          Só o teu então, tive dois motores que fundiram do nada. Um com 10.000km e novamente aos 20.000KM. E outro com 40.000.
          Por isso amo a Vw.
          Obs, os meus eram 1.0, o 1.6 dura um pouco mais.

          • Será que só o meu mesmo? O recall se não me engano foi de 400 mil motores. Isso não dava dois anos de produção do Gol. Logo, teoricamente os outros 6 anos de venda saíram sem o problema. Mas independente do problema, a troca é com 10 mil. Falar que a troca é com 5 mil é MENTIRA, o que faz da pessoa um mentiroso.

            • Malokeyro

              Sempre respeitei suas postagens no N.A., mas voce não saber que as trocas são de 5.000 em 5.000 é um absurdo.
              E os motores continuam fundindo a rodo. Trabalho no ramo de seminovos há 10 anos e coitados dos donos de VHT 1.0, toda semana aparece um com o motor batendo.
              Não estou querendo desfazer da marca Vw, estou contando experiencias que ocorrem cotidianamente em todo Brasil com os motores VHT (DE 2007 A 2012). Sinto muito em decepciona-lo quanto aos motores da sua querida Vw.

              • Não se preocupa, não ganho um real de fabricante nenhum, e fora Ferrari acho estranho fábrica ter torcida. E claro, existe milhares de pessoas como você que são testemunhas dos motores fundindo, de carros da Fiat se desmontando… Provar? Hahaha… Aí a pessoa precisa atingir um grau de maturidade que alguns não tem. Bom, entre a recomendação do fabricante, minha experiência pessoal e alguém que jura que os motores fundem todo dia sem poder provar… Huum… Deixa ver em quem acredito

            • Malokeyro

              Se informe melhor por gentileza.

              • Hehehehehe… Opa, até aqui o mantra do PTismo? “Se informe mais”, “Vai estudar história”, “A mídia golpista”… Cara, você pode ser maloqueiro, mas vermelho é soda…
                E não comece frase por pronome pessoal oblíquo.

  • Luis Burro

    Estaria bem melhor se tivesse modelos em outras categorias.

  • Boi Vermelho

    Vejo alguém sempre dizendo que SE o Etios fosse bonito… SE o Up! não fosse como uma caixa de sapatos (em forma)… SE isso, se aquilo..
    Pois bem, na minha nobrehumilde opinião, carro popular por carro popular, meu amigo.. Quer beleza onde? Pra mostrar pra quem?
    Sempre critiquei quem comprava aqueles Gol Power, Highline, Palio ELX etc, carrinho popular todo cheio de frique-froque pro vizinho babar… Mas permanece sendo um carro popular
    Tem que focar no que o carro é… Um popular é um transporte minimamente adequado. Rodas de alumínio, cromadinhos e etc, PRA MIM, chega a ser ridículo o cara pagar… Porque mostra o quanto é ignorante e manipulado pelo consumismo exacerbado.. (e pela vontade de passar uma imagem [fake] por meio dos bens..)
    EU sei que tem gente que gasta os tubos em rodão 17, esses nem comento.. Muitas vezes abre mão de um A/C por isso…
    “AH, mas rico pode se gabar de BMW Z4, seu opressor?”
    Sim, rico pode… Simple as that
    É verdade, bem de luxo é pra rico. Pobre tem que focar na utilidade, o mundo não é justo.
    Conclusão: compre um Etios, um Up… São melhores que os outros… Embora mais feios, mas vão te dar menos dor de cabeça, menos seguro que Gol/fox, menos amigos do alheio botando zóio que Gol/Fox/Hb20… Feio por feio, de popular vai estar sempre feio.
    Ainda mais feio se for aquele Etios TOP. Gol highline, hb20 pepper, ou então Onix com aros 17″, sonzeira hi-end que vale 1/3 do carro… Pq aí aparece a feiura da alienação
    [espero que ninguém se ofenda, pois é uma opinião. E se ficar ofendido, azar]

    • Jackson A

      ” Quer beleza onde? Pra mostrar pra quem? ”

      Pra min mesmo, se chama, “auto satisfação”.

      • Boi Vermelho

        Beleza, se vc tem pra custear esse luxo
        Mas quem procura carro popular não tem
        Esse é o ponto que eu defendo…
        A pessoa tem que cair na real e entender que quando ela NÃO TEM, ELA NÃO TEM… E não adianta viver de fingimento

  • Cassio

    Aí sim, fomos surpreendidos novamente!

  • Cassio

    Aí sim, fomos surpreendidos novamente!
    Quero ver a hora que a Hyundai perceber que a CAOA tá atrapalhando.

    • carroair33

      A CAOA é a ERVA DANINHA DO SETOR AUTOMOBILISTICO

      • José Eduardo Borba

        Já eu vejo a CAOA como a marca que fez a Hyundai dar certo! Apesar de tudo, os caras foram muito competentes. Sem falar que ele junto com o Grupo da Mitsubishi, são “Fabricantes Nacionais”.

        • Muito competentes, até medida provisória conseguiram comprar! kkk

  • Lucas086

    A VW está colhendo o que plantou. Lança o Jetta com o ótimo TSI 1.4 sem ser flex, carros com vários opcionais que nas outras são de serie (mesmo caso da Fiat), e tantos outros fatores. Um amigo olhou no site da VW na seção ofertas o golf msi por R$ 69,990, quando chega na concessionaria, inventam uma historia e oferecem acima da tabela.

    • Davi Millan

      Putz, oferecer Golf MSI acida da tabela é de doer. Deve ser aquela promoção sem carro na troca que anda bem comum hoje em dia.

      • Lucas086

        E ele ainda disse, se arrumarem um no valor da promoção que está no site até hoje, ele comprava na hora, podia ser qq cor menos vermelho, mas o vendedor começou o mimimi, então ele se levantou e saiu.

        • Lofin

          Sei que é muito idealismo, mas eu formalizaria uma reclamação com a matriz.

          Temos que fazer nossa parte e mostrar essas más-práticas por parte dos concessionários.

          • José Eduardo Borba

            Numa CSS Toyota o vendedor disse a mim que o Corolla GLi pé de Boi, não estava mais sendo oferecido. Entrei em contato com o SAC da fábrica, no msm dia, outra CSS me ligou oferecendo o carro.

            • Essas japonesas são assim: na Honda me falaram tbm que o Fit DX de entrada quase não era mais feito, só pra me empurrar o LX automático mais caro

  • Daniel Pessoa

    Não há bem que sempre dure, nem há mal que não se acabe

  • afonso200

    epoca que vendia 20-26mil gol por mes, foi em 2011 as ultimas epocas

  • Derek

    Sinto um pouco pela VW. Dentre os nacionais, apresenta no momento as opções mais modernas de motorização e tem 2 carros que são referência técnica em seus respectivos segmentos: up! e Golf.

    Creio que o problema da VW seja o valor cobrado pelos seus carros. No caso do up!, a falta de “beleza” do carro deve afetar as vendas também.

    • ####Carlao GTS

      Beleza é subjetivo

      • Robinho

        é subjetivo mas conta, boa parte das pessoas que converso sobre carro, acha o Up feio, inclusive eu, deve ser um bom carro, mas é feio, assim como o Etios…eu particularmente não compraria.

        • Eu tenho um UP e sei que beleza não é um dos atributos dele, de fato.
          Apeasar de beleza ser subjetivo, a grande maioria das pessoas dita os padrões, e o UP não se encaixa nesses padrões.

        • ####Carlao GTS

          Meu 2p é top.

    • what_the_hell??

      De que adianta “ter” o motor mais moderno dos populares (1.0 TSi) e colocar apenas no UP? De que adianta ter o DSG ou até o Tiptronic na linha e só colocar I-motion para UP, gol e até Fox/Crossfox, mesmo cobrando preços extorsivos até dentro dos nossos padrões???
      De q adianta ter o carro médio mais moderno (Golf) e cobrar absurdos no preço inicial e opcionais a preço de ouro???

  • Diego Lip

    Pra quem já foi líder com mais de 60% de participação no mercado, a coisa tá ficando feia. Vamos ver se agora a “marca do povo” revê suas políticas e baixa seus preços.

    • FPC

      Mais fácil ela subir mais ainda os preços depois dessa notícia.

    • José Eduardo Borba

      Na década de 70 o Fusca sozinho representava 70%, das vendas! A VW corria solta!

  • Marcelo Alves

    Que nada, vocês é que olharam a lista do TOP 5 de cabeça para baixo!! kkkkkk

  • ####Carlao GTS

    HB20 Presta.

  • Joaquim Grillo

    Disse isso no começo do mês passado, daqui a pouco a Nissan passa ela também podem escrever.

  • Jurandir Filho

    E nem assim a VW desce do pedestal, é só baixar os preços que vira líder. Quer colocar o gol pra concorrer com hb20? Enche de equipamentos (ESP, por exemplo), coloca o 1.6 e o AT do Golf e vende por uns 5 mil a menos que o hyundai…

    • Lofin

      Acho que um bom, e sensato, primeiro passo seria ela parar com essa mania boba de cobrar R$ 2.880,00 reais por um ar-condicionado.

      • Jurandir Filho

        Essa VW é doida com esse lance de opcional, ex: em 2002 comprei um polo 2.0 hatch, vinha com air-bags de série, rodas de liga-leve, ar condicionado, etc. mas não tinha vidros e travas elétricas…. agora vem com trio elétrico e não tem ar condicionado…

    • Mas porque ele teria que concorrer com um carro oferecendo um item que o outro não tem (ESP)?
      Eu concordo com você, principalmente na questão do câmbio e no motor 1.6, embora acho que seria melhor o 1.0T. Mas já deu o Gol também, não?

      • Jurandir Filho

        Diferencial, se o carro é mais antigo (fato), que conte com mais itens de série, Gol já deu? Sim, mas o nome ainda é muito forte e vende bem…

        • De acordo Jurandir. Afinal quem está atrás é que tem que correr. Mas comentei para mostrar que não é o ESP que faz com que o Hyundai seja mais vendido..

          • Jurandir Filho

            Eu sei que ESP não é o que faz vender (vide corollla), mas foi só um exemplo, o motor 1.6 e um cambio automático de verdade, daria um upgrade nas vendas, mas claro, teria que custar menos que os concorrentes e vir completo

  • Neto

    O estranho é a Hyundai ser sempre o foco, mesmo que não seja líder sempre esta la a foto dele nas parciais e fechamento de mês…..

    • what_the_hell??

      Se em pouco tempo ela passou de 6 para o quarto lugar e ainda ameaçando o terceiro, estranho seria se ela não aparecesse! Não entendi seu comentário

  • Felipe

    É… HMB com dois modelos (HB20 e HB20S) em terceiro nas vendas!
    É o mesmo efeito que teva Jeep com a chegada do Renegade: Quase todo volume de vendas mensal da marca foi de apenas um modelo do catálogo.

  • Wagner

    Incrível que uma marca que tem apenas dois produtos nacionais (se não estiver enganado) e os outros importados esteja entre as três, passando a VW. A formula dos coreanos que tem apelo para a beleza dos carros deu certo, considerando os outros requisitos necessários para o sucesso. Por exemplo: o novo elantra é lindo. Se eles melhorarem a relação de preço e manutenção, logo vão dominar o mercado. São os carros mais acertados com relação ao design. As outras marcas para cada carro bonito tem três feioso.

    • Sedici

      Mesmo com o tal design que “cansa rápido” eu ainda prefiro o modelo do Elantra vendido aqui.

  • CanalhaRS

    Eu creditaria essa conquista do terceiro lugar mais a queda da VW que a ascensão da Hyundai. A coreana, como todos sabem, está com sua produção no limite e com apenas dois modelos nacionais. Se a produção for dobrada e entrar o iX25 na jogada, aí sim, ninguém segura os asiáticos.

  • Vitão

    Isso é o que acontece quem dorme no ponto. O mercado já alertava faz anos que a VW estava com sua estratégia nos antigos moldes, ou seja, um carro caro, com um monte de opcionais, inúmeros facelifts sem nenhuma novidade tecnológica, novos motores somente nas versões TOP de linha que possuíam preços proibitivos, aumentos consecutivos, péssimo pós-venda e qualidade ruim de seus produtos. Merece perder mercado sim senhor… Tomara que aprenda com esse erro.

  • Leo

    Tenho um carro médio e quando dirijo carros compactos, só dois conseguem me fazer sentir prazer: Fiesta e HB20. O resto está um pouco abaixo em dirigibilidade. (Não conheço o 208, porém). Isso tem muito a ver com a qualidade da plataforma e robustez da suspensão.

  • Gran RS 78

    Adorei ver a VW caindo pelas tabelas, pois onde já se viu cobrar caríssimo por seus modelos e ainda por cima a maioria dos itens são opcionais. Outra que eu quero ver despencando em vendas é a Fiat, que insiste em não atualizar seus carros, pois lá fora a marca oferece bons produtos e com motorização moderna, lembrando que o Brasil é o segundo maior mercado para a marca italiana, só perde para a Itália, imagina se fossemos os últimos então.

  • cepereira2006

    Vão culpar a crise e não a sua própria incompetência e ganância.

  • fbl

    Asiaticas tirando onda como sempre. Quem faz os melhores carros merece esse destino. Tirando as premium alemãs, claro rsrsrs

  • carnero

    DAS AUTO
    자동차

  • Tosoobservando

    Agora imagina se a Hyundai conseguisse fazer aqu uma versão do i10, tipo um HB10, ganharia do Up! e tambem o ix25 seria o queridinho disputando com Hr-V a liderança, ela ja seria 1ª no ranking.

    • Stewie Griffin

      Comparando unicamente o design (confesso que nunca vi um vídeo de avaliação desse i10) esse Hyundai certamente faria mais sucesso do que up!. Eu não chego a achar o VW feio, acho que é apenas (muito) sem graça mesmo. Mas esse coreano aí daria gosto de ver na garagem pelas manhãs.

  • Edson Fernandes

    hehehehe
    Complicado. A dureza é que vc abriria mão de um médio (e bem completo) para um compacto ainda que fosse com materiais bons. (inferiores ao Golf porém)

    Eu acho essa troca ardua porque não enxergo no mercado, carros superiores ao Golf no que ele ofereceu. Se eu não me engano, o seu é o Golf DSG com pacote elegance né?

    Tirando que no seu de itens que eu gostaria seriam o interior bege (curto mto…rs) e o farol de xenon, praticamente os itens a mais seriam além do que gostaria (se tivesse o pacote Exclusive com ACC eu acharia show de bola… mas os opcionais salgados da VW são complicados..rs)

    Dificil de encontrar um carro bem cadenciado para trocar no lugar. Algo de bom que te digo… a manutenção de ambos será proxima em preço (Golf x DS3).

    Mas eu iria me ressentir de voltar para a categoria de compactos.

    E vc está preparado para abrir mão de um carro sem pedal de embreagem? Me lembro que um dos motivos de compra do Golf DSG era justamente a necessidade de um carro sem pedal de embreagem…. e claro, a modernidade além do volante elétrico…rs

    • dougkmt

      Desculpa a demora, kkk.

      Mas o meu é um 1.4 Highline DSG básico. Perde os modos de condução, acesso e partida sem chave, navegação GPS, comandos de voz, e rodas 17″, que tem no pacote Elegance. Mas nada que eu sinta falta hoje em dia.

      Vc comentou sobre o pacote Exclusive. O valor é tão alto que eu acabo preferindo o GTI básico. Mas eu entendo quem defende e compra tal versão, pelos itens interessantes e maior tecnologia embarcada, como o ACC *-*

      Sobre o pedal de embragem, há um certo tempo que eu consegui adequar o meu horário de trabalho com o horário que eu realmente gosto, que é de tarde até noite. Isso evita trânsito na maioria dos dias (mas SP é imprevisível, rs). E ficando quase 2 anos com um carro automático, confesso que me acostumei bem e vc acaba tendo todo o conforto no rodar na cidade. Mas quando pego uma estrada… O certo seria ter 2 carros, mas ainda não consigo tal proeza, kkk.

      E sobre a direção elétrica, continua sendo requisito obrigatório!! :)