_Destaque Nissan

Nissan desembolsa US$ 250 mi para patrocinar os Jogos Olímpicos Rio 2016

nissan-kicks-NA (87)

Como forma de melhorar sua imagem e divulgar o novo Kicks (sobretudo no mercado brasileiro), a Nissan apostou nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Durante uma entrevista, o CEO da Nissan-Renault, Carlos Ghosn, revelou que a montadora japonesa desembolsou US$ 250 milhões (algo em torno de R$ 780 milhões) para patrocinar o evento.

Segundo o executivo, trata-se de uma aposta em uma economia golpeada [do Brasil] que está à beira da recuperação. Quando isso acontecer, a expectativa é que as duas empresas consigam registrar um crescimento de 50% em sua quota de mercado.

“Parece que se não estamos na parte inferior, não estamos muito longe disso”, disse Ghosn após o revezamento da tocha olímpica no Rio de Janeiro1. “Agora é o momento em que você precisa reforçar a sua atividade e se comunicar, especialmente quando há uma ofensiva de produto”.

Nissan cars at the Rio 2016 Olympic fleet / Credit: Nissan

Para conquistar tal crescimento, a Nissan aposta no novo crossover Kicks. A expectativa da fabricante é emplacar 50 mil unidades do modelo na América Latina nos próximos 12 meses.

“Como Nissan, precisamos melhorar a notoriedade da marca, o que obviamente não é o caso para algumas de nossas concorrentes que estão muito bem estabelecidas”, afirmou o executivo. “Participar dos Jogos Olímpicos é uma boa maneira de aumentar essa consciência, especialmente quando você tem novos produtos e boas coisas para oferecer ao público”.

Para os Jogos Olímpicos, a Nissan cedeu cerca de 4,2 mil exemplares de seus modelos, que estão sendo usados como transporte para os atletas e, no caso do Kicks, responsável por comandar o comboio que cruzou 326 cidades do Brasil em 95 dias.

[Fonte: Detroit News]





  • AlemãoMoreira

    Caramba é muita grana hein, mas se investiram isso é porque vão recuperar tudo.

    • Deadlock

      Dinheiro jogado no lixo. Ninguém vai comprar só porque patrocinou a olimpíada. Vai ser difícil recuperar com os carros atuais da Nissan, que estão pra lá de defasados, com exceção, é claro, do Kicks.

      • Gustavo73

        A propaganda é mundial. O evento é no Rio, mas as Olimpíadas são o maior evento esportivo do mundo. O foco nem de longe é só o Brasil.

        • Antonio Carneiro

          Ele deve ser algum PhD em Marketing… O cara da profecia daí de cima

      • Rafael Oliveira

        Sentra tá desatualizado??

    • Piloto

      Vão nada.
      Esse patrocínio foi acertado há vários anos atrás com a organização da Olimpíada, quando a economia brasileira ainda estava em alta, a Nissan não podia imaginar o buraco em que se meteria.
      A Nissan tomou um enorme prejuízo, pois esse ano de 2016 era pra ser um ano de grandes vendas alavancada pelo patrocinio, mas infelizmente foi justamente o pior ano em décadas de vendas de automóveis.

      • Bruno Pires

        Olimpiadas é mundial o marketing vai muito além do Brasil. A Nissan vai recuperar fácil esse investimento, Nos USA e Europa ela vende muito bem e pelo que andei vendo as vendas no Japão tem crescido muito nós últimos anos.

  • CanalhaRS

    Esse 780 milhões não incluem os 4.200 carros?
    É muito capim…agora tiram no couro do consumidores.

    • Cléber_V

      Achei curioso que, nas provas de ciclismo, tinha até algumas finadas Livinas como carro de apoio.

  • Felippe

    Essas Olimpiadas é um buraco negro, não tem dinheiro que de fim no festiva de gastos, poderiam usar esse valor e dar descontos nos carros, ai sim as vendas iam melhorar

  • Raone

    E o monte de besta sendo voluntario nessa Olimpíada, em quanto empresas, políticos e figurões enchem o Cúelho de dinheiro!

    • le0gt-r

      São os volunOTÁRIOS.

  • Fabio Marquez

    Depois é só tirar do lombo dos “consumidores”. Uma facada na revisão aqui, um ágio ali, sonega um pouco…

    • João

      Ah, sim, e vc queria o quê? Que as empresas vendessem carros com prejuízo?
      Obs.: sonegar não tem nada a ver com isso. Sonegar é coisa de criminoso, bandido

  • João

    Publicidade é a alma do negócio, todo mundo sabe.
    E as Olimpíadas… “Pouco” destaque? Simplesmente o mundo inteiro cobrindo o maior evento esportivo do planeta.
    Tirando as baixas medalhas do Brasil (só se pensa em futebol aqui, e nem nesse esporte não ganhamos mais), estou curtindo bastante as Olimpíadas. É muito bonito ver pessoas extremamente determinadas no que fazem, vencendo seus limites, alcançando objetivos, recebendo a glória da medalha, etc. Aliás, uma ótima oportunidade para passear no RJ com segurança do Exército em cada esquina, rs.
    A história daquele rapaz que ganhou no tiro é muito bonita: treinava em sua garagem. Isso deveria tocar um pouco os brasileiros, que só andam reclamando de tudo sem se esforçar pra nada. Nada cai do céu…

  • Li que a Globo vendeu 6 cotas de publicidade das olimpíadas a 255 milhões cada uma. Muito empresário gosta de afirmar que o maior problema do Brasil é o custo do funcionário. Me questiono até que ponto um funcionário que ganha 1.500 por mês, mesmo que custe o dobro para a empresa, seje o problema do alto custo brasileiro. vejo que a publicidade, que inclui cache milionários, custos de criação e divulgação altíssimos como o maior custo das empresas. Um exemplo é o escândalo atual da vivo envolvendo sua presidente de marketing.

    • João

      Mais-valia é um assunto polêmico…
      Estamos calculando um novo investimento, no qual cada funcionário operacional rende, no mínimo, 4x o seu custo…

      O maior problema é: juros p/ compra de equipamentos // preço de equipamentos em si, pois além dos juros altos, não há grande desconto p/ compras À vista // preço de combustível veículos // ALUGUEL DE SEDE (isso mata)…

      E o custo com funcionário é definido em acordo coletivo com sindicato. Paga-se o mínimo admitido em lei e nas convenções… Tudo previamente calculado. Se não vale a pena, não contrata.

      Funcionário só dá prejuízo p/ aquele mini-micro-empresário que tem um mercadinho e nem paga os direitos trabalhistas do coitado, aí quando manda embora, toma naquele orifício em um passivo enorme p/ recompor.

    • Emilio

      Depende, para pequenas e médias empresas que é algo em torno de 75% das empresas aqui no Brasil, o custo da mão de obra é muito alta. Agora, os numeros com publicidade são realmente vultuosos, também fico impressionado com isso…

    • Hélio

      parei no seje

    • Rafael Oliveira

      Você acha barato o imposto sobre o trabalhador? Você acha que é ruim a possibilidade de deixar aberto o FGTS e 13 para o trabalhador negociar como já foi antes da CF de 88? Te garanto que muita gente esclarecida vai preferir negociar um salário maior e em contra-partida não ter estes deneficios, afinal será possivel investir e ter um retorno minimo de 0,8 ao mês, contra um beneficio que você tem 0,3 ao mes e outro que não tem nenhum.. no final do ano pode-se ter um ganho minimo de uns 6-8%? É ruim mesmo sindicato é a maior maldição do brasil querer todos iguais e só eles lucram…

    • Edson Fernandes

      Sua EX presidente de marketing.

  • delvane sousa

    Pra mim é insignificante esse patrocínio. Que adianta fazer propaganda se não tem uma rede extensa de concessionárias ou um pos venda decente?

    • André

      A minha é de 230 mil e também fechou, mas as Citroen/Peugeot continuam abertas.

      • Pedro Rocha

        Em todo o Estado do Rio de Janeiro a cobertura da rede de css Nissan é precária, havendo apenas 4 css e 3 no Grande Rio. Fora da região metropolitana, apenas em Resende. Enquanto isso, cidades economicamente importantes como Campos dos Goytacazes, Macaé e Petrópolis não possuem representação da marca.
        A Renault também tinha esse problema no RJ, mas está corrigindo isso com grande rapidez e já está com boa presença na região.

        • oscar.fr

          E como é a Peugeot aí? O fato da fábrica ser no estado muda alguma coisa? Pois aqui no bairrista RS havia uma clara preferência pelo Celta por ele ser um carro gaúcho (inclusive propagandas da Gm e das CSS da marca exploravam isso). Estive no Rio pela primeira vez recentemente e achei que tinham bastante Peugeot nas ruas (principalmente os antigos), apesar que no RS, ao menos na região de Porto Alegre, os franceses sempre terem vendido bem.

          • Pedro Rocha

            A Peugeot passou perrengue por aqui, assim como no restante do país, com o fechamento de css. Mas devagar eles estão voltando com a reestruturação, compartilhando áreas com a Citroen.

        • zekinha71

          Se a sede e a fábrica é no Rio está avacalhada desse jeito, imagina como está no resto do país.

    • Paulo

      Dizem que o pós venda melhorou. Porem a nissan peca em muita coisa ainda, como a baixa rede de CSS (a da minha cidade tbm fechou), peças abusivamente caras na css.

      • gnc03

        Tenho uma AirCross e vou te dizer que o pós venda da Eiffel (css Citroën da serra gaúcha) não tem igual, atendimento excepcional e respeito com o cliente o tempo todo, os franceses realmente tem mudado da água pro vinho, o único porém é o baixo valor de revenda que ainda assombra a PSA.

        • Paulo

          Mas a Nissan é Japonesa

          • gnc03

            Era Reply para delvane souza shshhs cliquei errado

    • Rafael Oliveira

      Melhor ser mal falada por não ter concessionárias do que ficar mal falada por serviços de má qualidade….

  • Mr Andrey

    Que negócios bizonho , mto dinheiro ,preferia que a nissan baixasse o preço dos carros em vez de patrocinar esses jogos de empresários ..

  • Lucas Mendonça de Castro

    Varada n’água!

  • amarelonãotemcota

    vende mais Renault no BR do que Nissan

  • oscar.fr

    Engraçado que a Nissan não consegue tirar proveito aqui no Brasil, como Honda e Toyota, do fato de ser uma marca japonesa.

    • Fanjos

      A Nissan tinha vários carros de imagem, como o 350Z e Murado, mas abandonou a ideia,se tivessem insistindo, trazido o Máxima, GTR, etc acho que com o tempo a imagem dela hoje seria muito melhor.

      • Edson Fernandes

        E iria deixar o carro enterrado nas revendas?

        Poderia ate ter tido, mas isso não sustenta a fabricante né? Ela apostou naquilo que acredita trazer mais lucros. E eu particularmente acho que Versa e March sustentam bem. Agora com a vinda do Kicks se ela souber trabalhar conteudo e preço do produto, ela pode se dar bem.

  • Cleidson

    As vans que são utilizadas na Olimpíada são Renault Master. Mas eles tiraram os logotipos e pintaram uns desenhos em cima. Embora seja do mesmo grupo, só pode aparecer o logotipo da Nissan

  • Fernando Sampaio

    Se dessem descontos nos carros, venderiam mais do que patrocinar isso -.-
    E sem contar que os carros da Nissan estão competindo com preços idênticos às outras montadoras, os carros deixaram de apresentar custo x benefício, que era seu chamariz. Os concorrentes são mais conhecidos e possuem o mesmo pacote de equipamentos ou superior.
    Apenas o Kicks, na atual linha, que supera de fato os concorrentes, os demais… superfaturados e pouco equipados.

  • zekinha71

    Por isso que quiseram cobrar 1.200 na revisão de 20k do meu March, que é pra compensar esses 250 milhões de Obamas.
    Mas dançaram fui na concorrência e só paguei 300.

  • Louis

    250mi jogados fora, para patrocinar esse circo.
    Nem jornal na TV estou mais assistindo, só passa olimíadas. Boicote total de minha parte.

  • Edson Fernandes

    Só lembra ao Ghosn que além de tudo, precisa investir em ATENDIMENTO.

    Não adianta mostrar produto se quando você chega na concessionaria não tem atendimento. Meu pai novamente quis conhecer o Versa e novamente foi ignorado. Ninguem o atendeu.

    Assim fica dificil né? Você mostra um produto, trás o interesse para as pessoas, as pessoas procuram, mas não tem quem possa apresentar/vender o produto.