Crossovers Nissan Segredos-Flagras

Nissan Juke de segunda geração chega em 2017 com motor 1.0 turbo

nissan gripz concept 1

Enquanto a Nissan lança no Brasil o novo Kicks, lá no mercado europeu a marca está projetando a segunda geração do Juke. O novo crossover compacto deverá fazer sua estreia por lá no primeiro semestre de 2017 e contará com uma série de melhorias em relação ao modelo atual, o que inclui novas tecnologias.

Segundo o chefe-executivo da montadora japonesa, Shiro Nakamura, o novo Nissan Juke vai manter boa parte das características visuais da geração atual, mas com linhas mais convencionais e seguindo a linha de outros modelos da fabricante. A dianteira, por exemplo, será inspirada no Qashqai, ao passo que a traseira vai manter o formato pronunciado da primeira geração.

O interior do novo Nissan também terá uma série de alterações, com direito a materiais de acabamento mais refinados e um sistema de entretenimento com suporte a Apple CarPlay e Android Auto.

nissan gripz concept 2

O Juke 2018 será construído a partir da nova plataforma modular CMF (Common Module Family) do grupo Renault-Nissan. Com isso, ainda de acordo com o executivo, o novo crossover deverá ser mais leve e maior, com aumento no espaço para as pernas dos ocupantes de trás, além de ser mais barato para ser produzido.

A nova base vai permitir ainda a adoção de uma nova linha de motores, o que inclui um 1.0 litro turbo de três cilindros a gasolina, 1.6 litro turbo de quatro cilindros a gasolina com até 190 cavalos de potência e um 1.5 litro turbodiesel. A gama pode dispor ainda de uma versão híbrida.

Antes de ser apresentado em forma de produção, o novo Nissan Juke deverá aparecer como conceito, provavelmente durante o Salão de Detroit, em janeiro, ou o Salão de Genebra, que acontece em março.

[Fonte: Auto Express]





  • fschulz84

    Será que vão arriscar a fazer um Juke-R nessa geração também? :)

    • Pacheco

      Deveria… curti esse conceito.

  • Franco da Silva

    Se “depenar” bem esse conceito aí, vira um Kicks!
    Já é uma pista…

    • Solaire Of Astora

      Só que sem motor turbo.

  • Estevão Gonçalves

    Fiquei muito desapontado com a Nissan ao lançar o Kicks.
    Estava esperando o lançamento pra trocar de carro mas me decepcionei primeiramente pelo carro que é muito simples, nem acreditei quando vi o interior, parece carro popular, nem apoiador de braço possui, o motor é fraco para o porte do carro e claro o preço cobrado é muito elevado!
    Vou de HRV ou mudando o coceito, gostei do custo beneficio do Cruze comparado ao kicks, que pelo mesmo preço de entrada, levo um carro muito mais completo e com um motor anos luz mais eficiente!
    Nissan, vcs cagaram no pau!

    • Gustavo73

      Também fiquei desapontado com o Kicksno quesito preço. Mas ele ébem mais barato e mais equipado que o HRV. Falando do motor seu desempenho não é tão aquém do HRV 1,5 seg na aceleração de 0-100. O Cruze tem um bom cxb levando em consideração o powertrain,mqs não é mais equipado que o Kicks.

      • Martini Stripes

        Repondi na conversa aqui em cima. Achei que ele ficou muito bem encaixado no preço, compare com todos os concorrentes do segmento em suas versões topo e vai ver que está bom sim.
        O motor será suficiente pra 90%. Quem realmwnte precisar de motor, vai de HRV ou Jeep Diesel

        • Gustavo73

          Acho caro justamente por achar os concorrentes também caros, já que custam como médios, mas são compactos. O HRV é capado, e a diferença no desempenho não acho que tenha relevância para o consumidor dessa categoria.já que em aceleração e retomadas fica abaixo do 2seg. O Renegade flex anda menos e tem menos mala, além de custar até mais com nívelde equipamentos parecido 105 o Limited Edition. O Renegade Diesel foge e muito dos preços, e ainda tem que colocar os opcionais. Então olhando só a categoria não é um absurdo. Mas acho caro.

          • Martini Stripes

            Caro tbm acho, mas os custos dos carros não mudam muito devido ao tamanho. Tem muita tecnologia no Kicks.
            Já disse várias vezes, o preço de um produto é definido pelo custo+lucro, se eu conseguir aumentar o lucro, ok, se baixar muito, eu páro de vender.
            Nosso cerebro associa tamanho vs preço, o que é um erro. E as indústrias se aproveitam disso, não apenas em carros. Olha o up!, um ótimo projeto mas tem design diminuto, apesar de ser do tamanho de um uno, mas mais espaçoso e seguro, o Mobi por sua vez, é apertado e sem mala, mas parece maior, no primeiro mes cheio já superou o rival.

            • Gustavo73

              Concordo com relação a formação de preços. Mas as diferenças entre um compacto e um médio estão mais na qualidade construtiva e outras soluções maos caras como materiais usados na construção e acabamento. O tamanho é o de menos. E os médios modernos tem tanta ou mais tecnologia que o Kicks. Quanto ao Mobi as vendas com mês cheia não seriam agora em julho? E ainda temos que ver se sustentam, sem levar em conta as duas paralisaçõesna fábrica da VW devido a problemas com os fornecedores.

    • Martini Stripes

      O 0-100 é igual a um Fiesta 1.6.
      Anda mais que Eco e Renegade.
      O conjunto mecânico parece eficiente, Inmetro deu nota A, as médias do instituto sempre são menores que na vida real.
      No segmento SUV ele está bem colocado sim, e esses 90 é pela top, que tem mais itens que todos os concorrentes.
      Veja os preços de todas os concorrentes nas versões topo e seus acessórios, Vera que está muito bem colocado.

  • Roger Rosato

    Pra quem achava que não dava pra ficar mais feio…

    • Fernando Caldas

      Por isso q a vw ainda vende carro…

  • Antônio

    Não sei quem é o novo designer da Nissan, mas está de parabéns!!! ousado!, sabemos q a versão de produção pode variar bastante… mas eu gosto muito de ousadia!

  • Seven23

    Pelo menos, esse conceito não vai se tornar o próximo Fairlady Z.

  • Fernando Caldas

    Espero q venha com paddleshift dessa vez. To qrendo o juke tem uns 2 anos mas nunca lançam o maldito paddle!



Send this to friend