_Destaque Crossovers Nissan

Nissan Kicks ganha nota A nos testes de consumo do Inmetro

nissan-kicks-apresentação-NA (16)

Antes mesmo de fazer sua estreia no mercado (algo previsto apenas para agosto), o novo Nissan Kicks teve seus dados de consumo revelado pelo Inmetro. O crossover compacto teve nota “A” na comparação relativa na categoria e nota “B” na comparação absoluta geral do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), e recebeu inclusive o selo Conpet de eficiência energética.

O Kicks testado pelo Inmetro foi o SL, topo de linha, com motor 1.6 litro flex (o mesmo da dupla March e Versa, com 111 cv e 15,1 kgfm) e transmissão automática do tipo CVT, além de direção elétrica. Com etanol, o modelo registrou consumo de 8,1 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada. Já com gasolina, o consumo foi de 11,4 km/l e 13,7 km/l, respectivamente, com emissões de CO2 de 108 g/km.

nissan-kicks-apresentação-NA (21)

Para efeito de comparação, o Honda HR-V EXL, com motor 1.8 e câmbio CVT, teve 7,1 km/l e 8,5 km/l com etanol e 10,5 km/l e 12,1 km/l com gasolina, com notas “A” na comparação relativa na categoria e “C” na comparação absoluta geral, sem o selo Conpet.

No caso do Jeep Renegade Sport (única versão com todos os números de consumo), com motor 1.8 flex e câmbio manual de cinco marchas, teve consumo de 6,7 km/l e 7,4 km/l com etanol e 9,6 km/l e 10,7 km/l com gasolina, com notas “B” e “C”.

O Ford EcoSport, na versão SE com motor 1.6 e câmbio automatizado PowerShift (conjunto oferecido também na variante FreeStyle), registrou consumo de 7,2 km/l na cidade e 8,3 km/l na estrada com etanol e 10,2 km/l e 12,1 km/l, respectivamente, com gasolina, com notas “A e “C”. Com motor 2.0 e transmissão automatizada, os números foram 6,6 km/l e 8,0 km/l com etanol e 9,7 km/l e 11,5 km/l com gasolina, também com notas “A” e “C”.

nissan-kicks-apresentação-NA (23)

Outro rival é o Peugeot 2008, que na versão Allure com motor 1.6 aspirado e câmbio automático de quatro marchas teve consumo de 6,8 km/l e 7,9 km/l com etanol e 9,4 km/l e 11 km/l com gasolina, com notas “B” e “C”. O topo de linha Griffe com motor turbo e caixa manual registrou 7,3 km/l e 8,2 km/l com etanol e 10,2 km/l e 11,6 km/l com gasolina, com notas “A” e C”.

Frente aos concorrentes, o Nissan Kicks, nos testes do Inmetro, registrou os melhores números de consumo.

Versa ganha nova central multimídia e opções de pacotes

March e Versa com câmbio CVT

Além do Kicks, as versões do March e do Versa equipadas com transmissão automática CVT também apareceram na tabela do Inmetro. Ambos os modelos estão previstos para serem lançados no mercado neste mês ou, no mais tardar, em junho.

O March, na versão SV, com motor 1.6 e câmbio CVT, registrou consumo de 7,8 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada com etanol e 11,7 km/l e 14,5 km/l, respectivamente, com gasolina. A variante topo de linha SL teve os mesmos números. A classificação foi “A” na comparação relativa na categoria e “B” na comparação absoluta geral, com selo Conpet.

No caso do Versa, nos modelos SL e Unique, com motor 1.6 e transmissão CVT, os números de consumo foram 7,8 km/l na ciade e 10 km/l na estrada com etanol e 11,6 km/l e 14,1 km/l, respectivamente, com gasolina, também com classificações A e B e selo Conpet.

Confira a tabela completa do Inmetro.





  • Bruno Silva

    Começou bem. Falta Latin N-Cap (não esqueci da vergonha que o March passou), equipamentos e preço.

    • Leonel

      4 estrelas seriam muito bem vindos (apesar de não saber o quanto brasileiro em geral realmente se preocupa com isso…).

      • Felippe

        te garanto que a maioria se preocupa mais se vai ou nao ter uma cmm e rodao do que para a segurança do carro kkk, ja vi até alguns falarem aqui no forum que TCS e ESP é frescura kkkk

        • Leonel

          É só ver o nível de vendas de Corolla e outros que sequer tem essas tecnologias de segurança…enfim né.

          • Felippe

            Verdade, o corolla é um bom carro, mas é aquele caso que voce paga muito mais por menos, e o argumento é sempre ” mas é um Toyota”, eu compraria fácil um C4 Lounge THP ou um Jetta 1.4 TSI, Focus sedan, ao invés do Corolla , melhores opções não faltam

            • Leonel

              Sem dúvidas Felippe. Com a chegada do novo Civic e, principalmente, do Cruze (que irá oferecer o 1.4T em todas as versões), começo a ver ainda mais o Corolla como uma opção menos “saudável” de compra.

              Pessoas dizem que pagam barato na “cesta de produtos” e manutenções, mas aí pagam R$10…R$15 mil à mais para ter menos carro. Enfim, questão de gosto né.

              • MauroRF

                Concordo plenamente! Além disso, digo o mesmo em relação a imóveis. Tem gente que paga mais caro em apartamentos menores cujo condomínio é mais baixo. Aí, aqueles apartamentões grandes, geralmente mais antigos e com menos unidades por andar, porém, com condomínio mais caro, ficam encalhados, mesmo custando o mesmo que o apartamento menor (ou até mais barato) e oferecendo mais conforto. Isso é muito comum aqui em Santo André – SP. Mas aí vai do que a pessoa quer. O apartamento maior de mesmo valor do menor, mas com condomínio mais caro, costuma ter bem menos liquidez. Guardando as proporções, é o mesmo caso do Corolla. É o mercado.

              • Leandro

                Toyota cobra no preço do carro a manutenção que as pessoas acham ser barata..

              • Cláudio Modesto

                Será que o Cruze realmente será 1.4T em todas? Acho que só na LTZ, mas esperança é a última que morre.

                • Leonel

                  Cláudio, todas as informações à respeito do Cruze ditam que ele terá esse motor em todas as versões, incluindo a de entrada. Além disso, a versão topo de linha, segundo boatos, deve ficar R$15 mil ou mais abaixo do Civic 1.5T, esse sim, só em versão topo de linha.

              • pablorj

                Cara, a mecânica Honda e Toyota é inegavelmente mais confiável do que Ford, Fiat, Chevrolet, Citroen etc. Mecânicos renomados e que trabalham com isso há décadas, preferem as japonesas. Não adianta ficarmos no achismos da internet… tem que ver na vida real.

                Nesses 10 mil a mais do Corolla, vai um pós venda muito superior, a famosa cesta de peças mais barata, uma mecânica mais confiável e que tende a lhe trazer menos dor de cabeça e de bônus uma revenda mais fácil e menos desvalorizadas do que os demais. No final das contas, você pode até ter economizado…

                Compare as peças de um Jetta e de um Corolla, para voce ver como a Toyota é mais barata.

                Enfim, tem gente que prefere dar esses 10 mil a mais e levar isso tudo pra casa.

              • Felippe

                Isso sem falar no painel de monza do novo corolla kkk

            • MauroRF

              Isso é igual ao iPhone, custa bem mais caro “porque é um iPhone, porque é Apple”. O Galaxy da Samsung tá indo pro mesmo caminho. Um tempo atrás, eu estava procurando um celular com configuração intermediária. Um Galaxy como eu queria era mais de 32k. Achei um smartphone Lenovo Vibe (A7010) que tinha tudo o que eu queria, mas paguei 1169. E é uma máquina boa (com exceção da câmera traseira, que achei apenas normal, não é excepcional) e tem bons recursos. Como eu tenho máquinas Lenovo faz 8 anos e nunca tive problemas (e minha máquinas sempre foram adquiridas com bom custo-benefício, tal qual o celular), continuo apostando na marca, e gastando o que considero justo. Bom, tudo depende do que as pessoas querem: se quiserem liquidez, um carro confiável, baixo valor de manutenção e o perfil da pessoa for conservador, acredito que ela apostará no Corolla. Meu dedo coçaria pelo Focus, mas como tive uns bons problemas com a Ford por causa de um Fiesta PowerShift que tive, a Ford eu não procuro mais. Na verdade, eu fiquei realmente “traumatizado” com o péssimo atendimento que tive da Ford. Embora eu não seja uma pessoa conservadora, acabei optando por um City justamente por causa do pós-venda. Como todos que conheço que possuem um Honda sempre falaram muito bem do pós e eu passei poucas e boas na Ford, decidi que era melhor ser conservador neste momento e pegar um carro das “japas”, mesmo sabendo que ia levar mais por menos. No meu caso, eu não queria ter mais dor de cabeça com o pós. Por enquanto, estou satisfeito com o carro e principalmente com o excelente atendimento da Honda. Já levei o carro duas vezes, uma para tirar um barulho (e eles procuraram resolver mesmo, se empenharam, totalmente ao contrário da Ford) e outra, infelizmente, porque bateram no meu carro. As duas portas esquerdas precisaram ser trocadas, meu seguro cobriu o serviço de reparo na CSS da Honda, fui novamente muito bem atendido, o consultor ia me ligando posicionando do andamento, o serviço ficou impecável, não há nenhum desalinhamento, barulho, nada. A vendedora me liga de vez em quando e pergunta se está tudo bem, se está gostando, se tenho alguma queixa quanto à CSS etc. É um nível de atendimento totalmente diferente da Ford, anos-luz à frente. Talvez seja aí que a Honda e a Toyota fidelizem seus clientes. Como eu disse, coço o dedo sim por um Focus ou C4, mas o bom atendimento que tive até agora da Honda me faz repensar se devo deixar isso para trás, entende?

              • Cristiano França

                Seu comentário explica claramente o porque Honda e Toyota vendem mais. Será que o povo não entende que nos dias de hoje ninguém tem tempo a perder com carro que fica dando problema aqui e acolá.
                Mesmo que alguns tenham uma condição financeira relativamente controlada, isso não reflete a realidade da maioria da população e sim, aqui nesse país injusto, o preço de revenda de um carro conta muito.

              • Felippe

                Os carros e o pos venda sao bons mesmo, mas é como voce falou, sao carros igual ao iphone, voce sempre vai pagar mais por menos ou para se ter a mesma coisa que os outros que sao bons e mais barato

    • ObservadorCWB

      Mas é um modelo pré-produção ? Quem garante que depois tudo continuará igual ? Para mim uma pesquisa séria seria escolhendo na fábrica, aleatoriamente um carro e levando imediatamente para testes. Este negócio de testar antes é furada. Desabona até o INMETRO.

      • Rafael Oliveira

        E o tal teste do Latin Ncap do UP com um modelo pré-produção? Pode ter certeza que com o DieselGate, isso foi analisado com cuidado..

        • ObservadorCWB

          Não entendi. Sua posição é que os resultados são iguais ?

          • Rafael Oliveira

            Saindo o próximo resultado que será igual você vai entender.

        • Gustavo73

          O Up não foi testado um pré produção. O que significa antes da produção de vendas. Além disso o re teste já foi feito e obteve a mesma nota. Engraçado que o Corolla tem r sido testado em um.impacto com a versão nacional e no lateral a americana vendida no Caribe ninguém reclamou.

      • Edson Fernandes

        Pera, nesse caso, os testes são de bancada. Não são “testes de rua” o que ajuda a evitar esse tipo de problema. Entretanto, ninguem sabe até conseguir rodar em um, se o motor dará conta de levar com facilidade o carro com esse motor.

        Para mim parece que será como uma CR-V: Anda chocho mas é economica. Como meu olhar será o March, me parece promissor esse consumo.

      • Gustavo73

        Não é pré produção. O carro já está sendo produzido em escala e sendo estocado no México para ser vendido aqui.

        • ObservadorCWB

          Valeu !!!

          • Gustavo73

            O carro precisa estar homologado, para isso preciso ser um carro de produção normal.

    • Wellington Myph13

      Ele já ganhou 4 estrelas, pecou feio com 1 na segurança para crianças, mas vai ter Isofix de série no 2017… Deve ficar 4/3… mesma média de HB20.

    • Gustavo73

      O March nacional obteve 4 estrelas, longe de ser ruim.

  • Quero ver é o peso do carro. De qualquer forma, o desempenho não deve ser ruim, e sim mediano. Esse motor é derivado do Tiida 1.8, e tem boa elasticidade e baixo consumo. Agora é esperar os preços e equipamentos.

    • Matthew

      Me parece que ele é algo menor que o HR-V, tá mais pro Fit… um hatch de teto alto.

      • Felippe

        o HR-V tem o mesmo porte do Fit, ja vi os dois estacionados lado a lado

        • Ernesto

          Dimensões dos 3 carros, HRV, FIT e Kicks. respectivamente:
          Altura: 1586 mm / 1535 mm / 1590 mm
          Largura: 1772 mm / 1694 mm / 1760 mm
          Comprimento: 4292 mm / 3998 mm / 4295 mm
          Entre-eixos: 2610 mm / 2530 mm / 2610 mm
          Peso: 1265 kg / 1052 kg / o peso do kicks eu não achei

        • Marco

          Rapaz, por favor, olha as fichas técnicas antes de dizer isso.

          • Felippe

            Os dois estacionados lado a lado nao se percebe diferença nenhuma no porte deles, ate porque de olhar na “ficha técnica” as diferenças sao de no maximo 3cm em todas as medidas

    • Yuri Lima

      Se ele for leve como seus irmãos de plataforma (March/Versa), mesmo com 1.6 vai andar junto ou melhor que seus concorrentes 1.8.
      O Versa 1,6 anda melhor que muito sedan médio 1.8, como o Cruze. Esse 1.6 no Versa sobra no carro.
      No Kicks deve ser apenas suficiente, como os 1.8 da concorrência. Se ele vier com um 1.8 ou 2.0 sobraria e muito pro carro.

      • MauroRF

        Cara, o Cruze deve ser fraco mesmo. Tenho um City 1.5 dessa segunda geração e, outro dia, na Castello Branco, veio um me pedindo passagem, colou na minha traseira com farol alto e tudo, resolvi acelerar para ver se ele me acompanhava e, depois dos 170 km/h, ele teve dificuldade de andar junto comigo, achei estranho. Ou o cara não sabe dirigir ou o Cruze é fraco mesmo. Não sei se é por causa do peso do Cruze, do motor e do câmbio, que por ser AT convencional rouba potência. Detalhe: não gosto de correr, mas naquele dia eu quis ver na prática o quanto o Cruze andava. O City, em reta, vai até 190 km/h no ponteiro, já testei duas vezes. A velocidade real não sei qual seria.

        • T1000

          Que péssima postura.
          Eu odeio que façam isso comigo.
          Não é porque eu estou ultrapassando que quero apostar corrida.
          Não se coloca a segurança dos outros em risco.

          • Ernesto

            Eu também não gosto disso. Se a pessoa está em determinada velocidade e aumenta porque você pede passagem, é pra gente ficar um tanto puto com isso.

            • Jackson A

              Realmente, é uma atitude infantil.

            • T1000

              Um tanto não, muito puto.
              O CTB é explícito, se alguém está pedindo passagem, esta deve ser dada.
              Ele inclusive prevê que a passagem pode ser pedida por piscada de farol e buzina.
              Tem gente ainda que se ofende quando alguém pisca farol.
              Gente r i d í c u l a.

            • Lyn

              Nem esquento, o cidadão me deixando imprimir minha velocidade de cruzeiro nem me importo se ele ficar apostando corrida sozinho.

              • ViniciusVS

                O problema é que é um popular 1.5, até ele conseguir deixar vc andar na sua velocidade… melhor e mais seguro é sair da frente.

        • HenriqueHJ

          Ou pode ser que o ponteiro da gasolina estava caindo rápido.

        • Mr. On The Road 77

          Ou ele simplesmente não quis correr… kkk

        • Romualdo Vieira

          Não sei pra quê ter essa titude! Quando ocorrer isso novamente (alguém pedir passagem), sugiro que o Sr dê a passagem, ou na impossibilidade, sinalize com seta pra esquerda que não é possível naquele momento. Mostrará mais educação e teremos um trânsito melhor em rodovias e evitará possíveis brigas e mortes. Muito mais saudável, não?

        • Lyn

          Lendo esse comentário percebi que o que deve ter de gente que acha que me deu “pau” na estrada não deve estar no gibi. rs

          • ViniciusVS

            Dono do cruze confortável dentro do carro, enquanto o outro estava quase cortando giro do Popular dele comprovando que o carro é fraco ( leva dois dias para chegar nessa velocidade)…

            É o tipo de gente que só atrapalha o trânsito. e é o que mais vejo na rodovia, 1.0 na esquerda fazendo besteira e quem tem carro mais forte na faixa do meio ou direita andando tranquilo e curtindo a viagem…

        • Daniel

          Cara, isso não prova nada o desempenho do Cruze… só prova que vc é um (escreva aqui seu xingamento preferido).

          O cara veio pedindo passagem pq certamente ele estava mais rapido que vc e não pq queria apostar corrida!
          Vc tinha que sair para a direita e não acelerar para não atrapalhar a ultrapassagem…
          Agora, “Com farol alto e tudo…” vc queria o que? que ele usasse um megafone pedindo pra vc fazer o favor (na verdade, vc tem a OBRIGAÇÃO!) de sair?

          Vamos ao CTB (que vc não conhece, ou desrespeita deliberadamente):

          Capítulo III – DAS NORMAS GERAIS DE CIRCULAÇÃO E CONDUTA
          Art. 30
          Todo condutor, ao perceber que outro que o segue tem o propósito de ultrapassá-lo, deverá:
          I – se estiver circulando pela faixa da esquerda, deslocar-se para a faixa da direita, sem acelerar a marcha;
          II – se estiver circulando pelas demais faixas, manter-se naquela na qual está circulando, sem acelerar a marcha.
          Parágrafo único. Os veículos mais lentos, quando em fila, deverão manter distância suficiente entre si para permitir que veículos que os ultrapassem possam se intercalar na fila com segurança.

          Capítulo III – DAS NORMAS GERAIS DE CIRCULAÇÃO E CONDUTA
          Art. 40
          O uso de luzes em veículo obedecerá às seguintes determinações:
          […]
          III – a troca de luz baixa e alta, de forma intermitente e por curto período de tempo, com o objetivo de advertir outros motoristas, só poderá ser utilizada para indicar a intenção de ultrapassar o veículo que segue à frente ou para indicar a existência de risco à segurança para os veículos que circulam no sentido contrário;

  • Mauro Schramm

    O consumo do Kicks ficou muito bom, melhor do que a concorrência. No caso do Versa CVT, apesar de não ser ruim, perde para o Honda City.

    • Raimundo A.

      Teria que ser melhor, pois o motor é menos potente. Os concorrentes estão com cavalaria na casa dos 130cv ou pouco mais, enquanto o Kicks não chega aos 120cv. Assim, seria obrigação sendo um motor moderninho e de cavalaria inferior aos outros entregar um consumo melhor. CVT e possivelmente peso menor reforçam isso. Agora, como ficaria se ele usasse o motor 2.0 Flex do Duster ou do Fluence?

      • Brasileiro

        Cavalaria não é tudo num motor.

      • Mauro Schramm

        Kicks é mais eficiente em 14% em relação ao Ecosport 1.6 DCT-6 e 23%(!) comparando com 2008 1.6 AT4, seus concorrentes com motorização semelhante e igualmente sem pedal de embreagem.

        Chega ser mais econômico até que o 2008 THP MT, que possui motor mais moderno e não conta com a comodidade do câmbio automático.

        Acredito que a potência máxima do motor pouco influencia na medição do consumo, visto que é conseguida em regimes extremos e certamente fora dos parâmetros de teste (além de pouco usada no dia a dia).

      • Stéfano

        Não necessariamente. Percebe que (se não é um erro da matéria) no EcoSport 1.6 temos mesmo consumo que o 2.0 mais potente? Obviamente o motor menos potente sofre mais e consequentemente bebe mais. Logo, também podemos concluir que o carro provavelmente terá um desempenho minimamente razoável.

      • Edson Fernandes

        Considerando que possuo um Fluence… acho que o consumo iria ser bem maior que se comaprado a esse 1.6.

        Só que seria interessante um kicks 2.0 para ver se de fato o “corpão” do Fluence faz diferença ou se seria o motor “o problema” do consumo.

        • Ricardo Alves

          O problema do seu Fluence é o câmbio. O mesmo motor do seu carro no Sentra com um CVT de uma geração acima que é essa do Kicks é muito mais econômico. Compare lá no Inmetro.

          • Edson Fernandes

            Mas na pratica Ricardo, tenho vizinho que possui o Sentra anterior e outro com o atual e confirmando é que o consumo é parelho. Ainda depende do tipo de rodar, eu pego transito pesadissimo, hora do rush, não passa de 19km/h de velocidade média… só vai melhorar se não pegar tanto transito.

            MAs as médias batem se comparar de igual.

      • T1000

        O carro é pesado. Esse motor no March eu fazia 16~17km/l com gasolina viajando a 120km/h na Castello Branco.

      • Erick

        Essa quantidade de cavalos não quer dizer nada. O que manda é Torque e relação peso/ potência. Exemplo claro disso é o Renegade que com esse motor 1.8 E.torQ de FIAT Pálio Weekend, não tem capacidade pra competir nem com carro 1.0 em termos de números. Aliás, esse motor ta queimado o filme da Jeep no Brasil. O motor 2.0 do Duster é ultrapassado e não desenvolve um benefício que justifique a adoção em um veiculo que tem como objetivo principal o Custo/ Benefício. Pode ser que mais pra frente adotem um 1.8 ou 2.0 da própria linha Nissan de forma que o Kicks ganhe uma versão 4×4 como citado no lançamento do produto.

      • Ricardo Alves

        Não devemos citar o Duster pelo fato do motor ser o Renault que a Nissan nunca utilizou, tampouco o Fluence que utiliza motor Nissan mas com câmbio CVT uma geração anterior ao novo Sentra. Se pegarmos o consumo do Novo Sentra CVT no Inmetro vemos que ele é muito mais econômico que o Fluence CVT, com esse conjunto do Sentra no Kicks creio que pelo fator peso seria bem econômico.

    • T1000

      Esse motor é top, eu fazia 16~17km/l com gasolina viajando a 120km/h na Castello Branco.
      A Renault que é vacilona, não coloca este motor na linha Sandero Duster.

    • Henrique Becker

      Nos EUA é diferente (talvez o INMETRO ande com o overdrive desligado) lá o versa fez 36mpg no MT e 40mpg no CVT na rodovia. O versa e o sentra são uns 10%, em média, mais econômicos nas versões com cvt do que nas versões mt, segundo dados disponibilizados no eua, sendo que o cambio que será usado aqui (fabricado no méxico por uma empresa japonesa) vai ser exatamente igual ao vendido nos modelos americanos.

  • Miro Saraiva

    Vale lembrar q na real da pra ser melhor do q o divulgado pelo inmetro ao contrário dos valores de testes de revistas

  • invalid_pilot

    Entao pelo jeito só versão 1.6…
    Quero ver preço disso e como vai andar.

  • Cassiano Mafra

    Esse motor 1.6 é o K4M da Renault ou um origem Nissan?

    • CignusRJ

      Que eu saiba é Nissan.

    • Mauro Schramm

      Certamente é o mesmo motor de March/Versa.

    • Gian

      A Nissan atualmente só usa motores Nissan.

      Os motores Renault foram o 1.6 do Livina (que saiu de linha) e o 1.0 de 4 cilindros do March (que foi substituído pelo 1.0 de 3 cilindros Nissan).

    • Yuri Lima

      Não. Esse motor é o HR16 derivado do 1.8 da Livina/Tiida. Não tem relação com os Renault K4M.

      • Cassiano Mafra

        Maravilha, então ele também mantém a corrente de comando.

        • Yuri Lima

          Exato! Velas de iridium e dois bicos injetores por cilindro.

          • Cassiano Mafra

            Bacana, não sabia disso. Aqui em casa pretendemos comprar um compacto automático e a primeira opção era o Etios, agora com o March CVT o jogo muda.

            • Yuri Lima

              É um carrinho bacana. O March é melhor que o Etios, este só é bom por causa da rede Toyota, mas o produto em si é fraco.
              Tenho um Versa 2012 comprado 0km e com 87mil km atuais. Tudo 100%

            • Edson Fernandes

              Exatamente o mesmo que eu penso. Mas eu ainda irei de rodar no Etios automatico (minha mira é no 1.3 pelo preço) e testar claro o March 1.6. Se eu realmente for bem atendido na Toyota (coisa que nunca fui já tendo ido em 5 concessionarias diferentes) pretendo ver a diferença no desempenho entre a versão 1.3 automatica e 1.5 automatica.

              • Eric Martini

                Tive um Nissan March 1.0 por quase 4 anos. Adorava o carro. Econômico, ágil, na medida certa para o meu uso. Até que peguei um buraco e estourei um amortecedor. Moro em Cuiabá – MT. O orçamento das peças, (2 amortecedores, batentes, 4 buchas de suspensão dianteira) passou de 4 MIL REAIS na concessionária local (SAGA). Comprei as peças em São Paulo (pouco mais de mil reais) e realizei o conserto em uma oficina de confiança.

                … passei o carro pra frente.
                Agora ando de Logan. 1.6, completo, e uma porcaria. Outro que assim que terminar de pagar, passo pra frente.

                Achei muito lindo esse Kicks, mas fiquei com medo da Nissan.

                • Edson Fernandes

                  Infelizmente as experiencias não podem deixar de lado o que se passou.

                  Eu poderia ter um Nissan pq moro em SP de fato. Mas essa concessionaria SAGA em SP é muito mal falada tbm. Ninguem gosta muito e outra que é dor de cabeça é a Tokyo.

          • Rafael Sumiya Tavares

            Mais uma correção hehe, pra alguns mercados só tem um bico injetor por cilindro, não temos esse agradinho! A Nissan usa velas de platina. Sou dono, entusiasta e membro do Clube Nissan que bem capaz você já conheça!

            • Yuri Lima

              Os mexicanos daqui não têm velas de iridium? Ou só os BR? Nas especificações constam que sim. Sobre os dois bicos, bom saber.

      • Rafael Sumiya Tavares

        Yuri, se me permite, lhe faço algumas correções, o motor HR16DE é família HR, o 1.8 de Tiida/Livina é família MR, no Sentra/Fluence sendo usado o MR20DE.

    • Stéfano

      Nissan.

    • Ubiratã Muniz Silva

      Nissan, o mesmo do March/Versa, com bloco em alumínio e corrente de comando.

  • Leonel

    Ótimo inicio. Falta o preço realmente ser atraente como a Nissan vem prometendo. Esse interior, em minha opinião, deu um ar de sofisticação e de ótimo nível de acabamento, gostei.

    • Rafael

      Quando ela fala ótimo eu esperaria por 64900 a de entrada, 69900 a de entrada cvt e a top de linha Cvt por 79900. Mas acredito que teremos pelo menos 5000 a 10000 reais em cada preço. Será?

      • Leonel

        Olha Rafael, de entrada não sei se será esse valor, porém eu penso que a topo de linha estaria muito bem posicionada ficando nos R$79.900. Comentei em outro post que se não superar os R$80 mil na SL, provavelmente vai vender muito bem.

        • Rafael

          Mas meu medo é que o Hrv top de linha passa de 100 mil reais com pintura metalica. A versão mais barata Cvt já custa 84900 com pintura sólida (branca). Tá tenso ne?

          • Leonel

            Tenso é brincadeira…infelizmente a massa de consumidores brasileiros não “sabem comprar” e acabam aceitando preços abusivos. É só ver Gol passando dos R$65 mil e assim por diante. Enfim, acho que falta consciência por parte do consumidor também, culpar exclusivamente o governo é besteira.

            De qualquer forma Rafael, espero que isso ao menos se estabilize, senão vou continuar andando de usado por um bom tempo rsrs..

            • Rafael

              Eu também tô nessa de usado aí.. hehhe. Um Duster 2.0 AT com 2 anos de uso e baixa km sai por 50, 55 mil. Tudo bem que é mais feio, cambio pior, consumo pior. Mas ainda assim acho mais válido do que pagar 30-40 mil a mais em um HRV 0km. Vai de gosto. Pelo menos o Duster é espaçoso e encara bem uma trilha leve que não necessite de tração 4×4.

              • Leonel

                Pois é, eu penso que tem que se parar de comprar pela emoção (ao menos, a massa) e passar a usar a razão. Além disso, não se enfiar em dívidas pesadas só para ter um carro novo. Se parar e analisar a necessidade, o motivo da compra e etc, pode-se comprar muito mais consciente e não sair perdendo tanto dinheiro, mas enfim, vamos aguardar como o mercado irá se comportar nos próximos anos, assim como nossos amigos brasileiros.

                • Edson Fernandes

                  Mas vamos ser justos…. poderia existir mesmo na emoção, criterios funcionais e racionais para a escolha de um produto que atenda a expectativa de uso.

                  Particularmente eu opto pela racionalidade, porém mesmo com emoção, dá para se optar por opções nesse nicho de mercado que poderiam evitar a precificação abusiva.

                  • Leonel

                    Exato Edson. Quando me refiro a emoção, é não ser exclusivamente assim. Infelizmente, muitos compram por puro “status” ou por ser novidade e depois se arrependem.

                    A única coisa que eu vejo é que há uma massa que age desse forma, compram sem pensar, depois é que vão descobrir preços de manutenção, seguro, IPVA e etc. É nesse momento que começam a “cortar coisas” só para dizer que tem um carro X. Espero que nosso mercado progrida e esses preços voltem a um patamar aceitável, considerando Brasil, claro (não espero ver um Gol que hoje é vendido por R$65 mil custando R$30 mil…mas poderia ficar abaixo dos R$60 mil. Assim como vários outros modelos…)>

  • Mestre Fioda

    Gostei muito desse Nissan Kicks. Agora vamos ver os preços. Se chegar na mesma faixa de HR-V e Renegade não vai incomodar os dois primeiros. Outro ponto que pode acabar fazendo esse carro virar mico seria a Nissan iniciar as vendas do mesmo somente nas olimpíadas. Lançar o carro e demorar para vender é um grande erro.

    • Mauro Schramm

      A questão do início das vendas já está definida: coincidirá com o início das olimpíadas, conforme o seu temor.

    • Erick

      O carro foi apenas apresentado. O Lançamento oficial está marcado para o dia 5 de agosto de 2016.

  • Brasileiro

    Consumo melhor do que a concorrência, Interior achei mais agradável que os concorrentes.

  • RKK

    Boa notícia, é o SUV mais econômico do país. Mas isto tem o seu preço, no desempenho.

    • Mr. On The Road 77

      Ainda não temos como saber disso…

      • RKK

        Como não ? Foram medidos e tabelados.

  • The Monster Man

    Números excelentes.

  • fbl

    Nissan mandou bem de colocar cvt em march e versa. Era a opção que faltava nessa linha.

  • GPE

    Números excelentes. Ganhou com certa folga dos concorrentes

  • Redpeak77

    Bom sinal. Para quem procura economia, vem uma opção melhor no mercado.

    Que venha concorrer com os grandes e beneficie o consumidor!

    • Edson Fernandes

      Exatamente! Até agora o March CVT parece ser a minha escolha. Só falta mesmo ter certeza que terá controlador de velocidade. Se tiver, ele é forte candidato a ser meu carro do dia a dia.

      • Cassiano Mafra

        Eu não entendo a falta deste simples item nos carros nacionais. No Etios e Onix, somente com o câmbio automático, no HB20 não tem. A 320 de entrada também não tem. É algo barato e que no valor final do carro pouco muda. Até Sandero tem.

        • Marco Antônio

          Até o sandero RS tem..

  • HenriqueHJ

    De acordo com um outro site. os primeiros lotes só versão SL 1.6 CVT. com 116 cv parece que foi feito retrabalhado para render mais 5 cavalos. então o preço de lançamento deve bater fácil na casa dos 80 a 85 mil isso sem contar o ágio nas concessionárias.

  • Ricardo S.

    Não entendo as postagens a respeito da “vergonha” no Latin NCap. Os resultados mudaram muito no último teste, de dezembro de 2015, então as opiniões e críticas também devem mudar. Os resultados do Versa estão na média do segmento, os do March superiores às marcas tradicionais GM, Fiat e VW, exceto para proteção das crianças.
    Como o SUV é mais encorpado e de projeto mais moderno, apesar de ser a mesma plataforma dos menores, deve ter resultados semelhantes ou superiores aos irmãos, o que já é aceitável em termos de Brasil. Sem falar que achei bonito (o que é subjetivo), será o mais econômico e deve andar razoavelmente, pois será também o mais leve. Com câmbio moderno, acho que será uma excelente opção de custo x benefício. Opções de motores mais potentes custam beeem mais…

    • Gustavo73

      Concordo com quase tudo. Mas o March só tem pontuação superior ao Gol e Uno/Palio Fire. Já a GM bate o Onix.

  • Marco Antônio

    Interior do Kicks pretinho básico. Achei bem bonito!

  • Leandro

    Primeiro tapa na cara dos críticos já foi dado. Falavam que seria beberrão. Não será.

    • Ivan

      Segundo tapa virá no desempenho e prazer de dirigir, deve andar junto com HRV ou talvez bater alguns números de desempenho desse. Estou ansioso para ver os testes na pista. É a primeira vez que vejo um cvt com 0 a 100 inferior ao manual. O Nissan Lannia usa esse mesmo conjunto motriz e foi mais rápido no cvt.

  • Bruno Wendel Marcolino

    Olha, qualquer carro lançado tem que se puxar muito pra não ser letra A no INMETRO, principalmente compactos voltados para economia.

    Deveriam haver classificações mais especificas, como letra A nivel 1, letra A nivel 2 e assim vai até o 4 ou 5 por exemplo por exemplo, para pode separar bem quais são mais econômicos e quais não são, já que as letras B, C, D e E estão praticamente esquecidas. Pois um up! faz 13 na cidade por exemplo tem a mesma classificação que um HR-V que faz 10, isso é só um exemplo, não falei os números corretos, só exemplifiquei.

    • Rafael Oliveira

      Isso já existe!! As notas são na mesma categoria, no geral e uma terceira que não me lembro.

  • Ubiratã Muniz Silva

    Interessante.

    Tabela de consumos do March e Versa, ao contrário do que eu esperava, na cidade o manual foi mais econômico que o CVT.

    Na estrada, o CVT ganhou por 0,1 km/l.

    Agora a grande surpresa foram os 11,4 km/l do Kicks 1.6 CVT na cidade, usando gasolina. Para um carro BEM mais pesado que os que ele se deriva (e com o mesmo motor, na minha opinião, fraco para o porte), tá muito bom.

    Pena que é caro. kkkkk

  • Mr. On The Road 77

    Qual será o peso desse bichinho, hein?
    Quase o mesmo consumo do Versa com a mesma motorização e câmbio. Estou impressionado com esses números.

  • Tosca16

    Pelo visto as montadoras estão se preocupando mais com o consumo do que com a segurança, mas é bom ver que ambos, consumo e segurança tem sido valorizados no mercado .

  • João Silva

    Sendo o mais fraco faz jus a sua menor potencia

  • Cláudio Modesto

    Carro com tecnologia europeia de dos anos 2000. Motor lixo, consumo lixo, carro lixo. Impressionante como só vem resto pro Brasil. Liberem a concorrência franca permitindo importação direta, e diminuam os impostos aí os carros vão melhorar e poderemos falar em escala.

    • Fanjos

      Mas mas mas mas e o pixuleco dos políticos como fica? As empresas daqui financiam os políticos para conseguir amarrar as leis não para facilitar nossa vida e nem deixar ter um mercado livre, dando a desculpa de “manter os empregos” (eles estão pouco se lascando para isso).
      Agora, se vc reclamar é pq é reaça, coxinha, opressor que não quer ver o pobre voando de avião.

  • Victor Porto

    Considerando que na mesma tabela do InMetro, meu new fiesta faz 11 e 14 (cidade e estrada com gasolina), mas na realidade faz 6 e 12, devo considerar um consumo semelhante para o Kicks, ou talvez um pouco pior por ser mais pesado. Achei muito bonito tanto exterior quanto interior, mas esse motor de 111cv + CVT me deixa em dúvida quanto à performance..

  • Alfredo Massaranduba

    Né por nada não, mas pra que pôrra servem aqueles simulados de barras longitudinais em cima do carro???

  • WALTER oCAFAJESTE

    Mais um SUV com tração dianteira que ”mija” ao ver estradadinhas de terra… Que tendencia é essa? Sou mais a minha Frontier.

  • Sandro

    Esse Nissan Kicks ficou parecendo que cruzaram um carro de passeio com uma girafa. Pegam um carro de plataforma comum, colocam uma suspensão hiper elevada e falam que é crossover compacto. kkkkk



Send this to friend