_Destaque Hatches Lançamentos Nissan Sedãs Test Drive zslider

Nissan March e Versa 2017 finalmente ganham câmbio CVT – Confira impressões ao dirigir

nissan-march-versa-2017 (1)

A linha 2017 dos modelos March e Versa agora recebe uma importante novidade, o tão esperado câmbio CVT. A transmissão chega para as versões SV e SL do hatch, enquanto o sedã também a oferece na opção topo de linha Unique, mas como item de série. Todas são equipadas com motor 1.6 nessa configuração.

Antes, porém, a dupla da Nissan recebeu ajustes na composição de versões e preços, que partem de R$ 38.790 no March e R$ 44.690 no Versa. A linha 2017 apresenta alguns diferenciais tais, como a inclusão dos pacotes Multi (exceto Versa) e Pack Plus nas versões de entrada. A diferença de preço para as versões manuais, no caso do CVT, é de R$ 4.800 (exceto Unique, que custa R$ 1.600 a mais em relação ao SL CVT).

nissan-march-versa-2017 (36)

O March 1.0 S agora dispõe de retrovisores na cor do carro, enquanto a versão 1.6 S oferece vidros elétricos nas quatro portas. Já o Versa 2017 ganhou vidros elétricos nas quatro portas nas versões 1.0 Conforto, 1.0 S e 1.6 S, além de Isofix a partir da 1.6 SV e multimídia MultiApp a partir da SL.

Outra alteração foi o novo pacote acústico na linha 2017, que consiste em melhor revestimento do cofre do motor contra ruídos, especialmente no reforço da parede de fogo, a fim de tornar a condução mais prazerosa.

nissan-march-versa-2017 (25)

XTronic CVT

Os Nissan March e Versa 2017 adotam o câmbio automático CVT, que está em sua terceira geração e conta com alguns diferenciais incorporados aos carros em relação às versões manuais. A instrumentação passa a dispor de display informativo da marcha selecionada e o aviso de Overdrive desligado. A engenharia da Nissan também reduziu atritos dos componentes internos da caixa para obter melhor rendimento e durabilidade.

Sem mudanças no visual, as versões CVT só apresentam o badget da marca XTronic na tampa do porta-malas. Por dentro, a alavanca apresenta botões de destravamento e da função Overdrive Desligada. O seletor tem posições “L” (Low), “D” (Drive), “N” (Neutro), “R” (Ré) e “P” (Parking). O câmbio pode ser destravado com a chave em caso de pane.

nissan-march-versa-2017 (23)

A Nissan divulgou números de consumo das versões CVT de March e Versa. Ambos receberam nota “A” na classificação do Inmetro. Com etanol, o Nissan March 1.6 obteve 7,8 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada, enquanto faz 12 km/l na cidade e 15 km/l na estrada quando equipado com gasolina. O Nissan Versa 1.6 16V fez 7,8 km/l (cidade) e 10 km/l (estrada) e 12 km/l (cidade) e 14 km/l (estrada) com gasolina.

O custo das revisões até 60.000 km somam R$ 2.344 nos March e Versa com transmissão CVT XTronic, sendo uma revisão a cada 10.000 km com os seguintes valores: R$ 249 (10.000), R$ 379 (20.000), R$ 359 (30.000), R$ 499 (40.000), R$ 359 (50.000) e R$ 499 (60.000). A garantia é de três anos e sem limite de quilometragem, tendo assistência 24 horas.

Confira abaixo os preços dos Nissan March e Versa 2017:

• March 1.0 Conforto – R$ 38.790
• March 1.0 S – R$ 41.690
• March 1.6 S – R$ 46.190
• March 1.0 SV – R$ 44.690
• March 1.6 SV – R$ 49.290
• March 1.6 SL – R$ 53.590
• March 1.6 SV CVT – R$ 54.090
• March 1.6 SL CVT – R$ 58.390
• Versa 1.0 Conforto – R$ 44.690
• Versa 1.0 S – R$ 47.990
• Versa 1.6 S – R$ 50.690
• Versa 1.6 SV – R$ 53.190
• Versa 1.6 SL – R$ 59.890
• Versa 1.6 SV CVT – R$ 57.990
• Versa 1.6 SL CVT – R$ 64.690
• Versa 1.6 Unique CVT – R$ 66.290

nissan-march-versa-2017 (11)

Impressões ao dirigir

Itatiba/SP – Durante o test drive promovido pela Nissan, andamos no March 1.6 SL CVT. Equipado com motor 1.6 16V de 111 cv a 5.600 rpm e 15,1 kgfm a 4.000 rpm, o compacto mostrou novamente sua boa performance, mas agora com um conforto adicional, o câmbio CVT.

Com a nova caixa de transmissão – que reúne basicamente duas polias variáveis, uma cinta de aço e um conversor de torque – o March 1.6 SL CVT apresenta um comportamento diferente daquele visto anteriormente no manual. O funcionamento do motor passa a ser mais linear e suave. No trânsito urbano, a rotação geralmente fica abaixo de 2.000 rpm.

A aceleração é gradual e sem trancos, como é característico do câmbio CVT. Não há simulação de marchas, o que privilegia exatamente a proposta original, economia. Nas retomadas, uma boa surpresa. O ajuste das relações é muito rápido e o giro some muito rapidamente até os 4.500 rpm se necessário. Isso ocorre graças ao sistema “Lock-up” com Active Slip Control, que prioriza acelerações vigorosas de forma rápida e linear, segurando a polia e soltando o torque gradualmente.

nissan-march-versa-2017 (12)

Na estrada, rodando a 110 km/h, a rotação fica em 2.000 rpm, mas igualmente é fácil atingir 6.000 rpm se o pé for bem pressionado no acelerador. As retomadas de 100 para 120 km/h nem necessitaram de tanto, alcançando 5.000 rpm. A variação de rotação também é interessante para uma condução mais econômica.

Após uma retomada vigorosa, ainda mais para um carrinho de 999 kg e que vai de 0 a 100 km/h em 9,3 segundos (com etanol), a rotação cai de 5.000 rpm para 3.000 rpm, ambos a 120 km/h, mantendo assim o motor cheio. Mas uma leve aliviada no pedal, faz o ponteiro cair para 2.500 e até 2.000 rpm.

No modo O/D, a rotação pula de 2.000 rpm para 4.000 rpm imediatamente, da mesma forma que ocorre no Sentra 2.0 CVT, por exemplo. Com respostas muito boas do conjunto motriz, essa função chega a ser dispensável em caso de condução esportiva. No máximo, a manutenção de giro alto para subidas ou declives longos, enquanto o “L” fica apenas para trechos mais curtos.

nissan-march-versa-2017 (29)

Em termos de ruído, o nível acústico do novo revestimento introduzido pela Nissan reduziu um pouco a invasão do ronco do motor 1.6 dentro do habitáculo, mas poderia ser melhor. Apesar disso, durante o teste não chegou a incomodar, mas deveremos observar melhor durante a Avaliação NA.

Nos demais quesitos, o March 1.6 SL CVT se comportou bem, tendo boa estabilidade, ajuste de suspensão razoável e boa dirigibilidade, contando com uma levíssima direção elétrica. Notamos a falta de dois itens que podem ser associados com o conforto do CVT: piloto automático e apoio de braço para o condutor. Não estão presentes nem como opcionais. Fica para a próxima, quem sabe.

No geral, o March com câmbio CVT agradou, sendo até um pouco melhor do que o esperado, graças ao bom casamento entre motor e câmbio, reforçada por uma boa gestão nas relações das polias, que faz essa transmissão continuamente variável surpreender pela resposta ao acelerador e suavidade durante a condução.

Galeria de fotos dos Nissan March e Versa 2017:

Evento a convite da Nissan.





  • Tessio R R Bonafin

    Pra quem já dirigiu, entre Etios e March manuais, qual tem o câmbio melhor, com engates mais precisos e curtos? Obrigado.

    • Edson Fernandes

      Tessio, eu acho que são parelhos nesse aspecto. Eu só acho que a posição de dirigir do Etios é mais baixa que se comparado ao March que parece mais poltrona.

      Entretanto, considero o March com um motor bem mais forte e com uma pegada mais divertida.

      • Em termos de consumo, o March se saiu melhor, e o Etios sedan se saiu melhor que o Versa. Ambos como o melhor consumo do mercado.

        Etios 1.3 auto VS Etios 1.5 auto VS March 1.6 auto
        12 e 13 (cidade estrada)
        12 e 13
        12 e 15

        Etios 1.5 auto VS Versa 1.6 auto VS City 1.5
        12 e 15
        12 e 14
        12 e 15

        Curioso o Etios sedan ter consumo melhor que a versao hatch. Resumindo, em termos de consumo o melhor hatch compacto automatico do mercado é o March, e o melhor sedan é o Etios sedan.

        • Tosca16

          Eu acho que aquela “bundinha” do Etios Sedan é pura aerodinâmica (ironia).

          • Se bobear nem ironia é. hehehe. Alguem sabe me explicar? O sedan tem melhor aerodinamica? Mas nao houve o mesmo resultado no Versa. Será que aquele teto bulmerangue do March faz tanto efeito assim?

            • Tosca16

              Vai saber, bom, eu acho o desenho do Etios Sedan com um caimento maior que o Versa, além disso dá a impressão, não sei se é de fato, de ter uma traseira mais protuberante…

            • Rodrigo

              Sedãs possuem coeficiente de arrasto aerodinâmico normalmente melhores que suas versões hatchs devido à queda menos abrupta na traseira, beneficiando consumo.
              Isso ocorre pois em um veículo hatch essa queda abrupta gera turbulência de ar logo abaixo do vidro (na região entre o fim do vidro e a base do pára-choques), aumentando o arrasto e, consequentemente, o consumo.

              • Entendi. Eu esqueci tambem do fator peso. O Versa é bem maior que o March, e pesa algo de 100 kilos a mais. Deve ser por isso que mesmo com aerodinamica melhor, o March se sobresaiu. Já o Etios sedan quem tem peso quase igual ao hatch, a aerodinamica se sobresaiu.

                • Rodrigo

                  Na pratica o que vai influenciar o consumo em estrada (ou melhor, acima de 90 km/h) é mais a fluidez aerodinâmica. Isso em termos gerais, não falando especificamente do Etios sedã ou Versa. Lógico que o fator peso influencia também, mas 100 kg a mais de peso não vai ser o fator preponderante.

                  • Kyfkd

                    Exatamente rodrigo, e inclusive esse é um dos motivos que os Sedans não tem limpadores na traseira, pq tecnicamente eles são auto-limpantes em alta velocidade (mais juro que as vezes faz falta rs, principalmente na cidade)…

                    • Rodrigo

                      E como faz! Eu tenho um daqueles rodinhos de pia guardado no porta-malas pra eventualidades, pq quando pega estrada com chuva acaba sujando tudo e prejudicando a visibilidade traseira.

            • Thales Sobral

              Normalmente o Sedan tem melhor aerodinâmica que o hatch sim.

            • Sergio

              Geralmente Sedans possuem melhor aerodinâmica sim! A “cauda” ou porta malas dão fluidez para o ar! Mas depende tb da aerodinâmica de cada modelo!

          • Deadlock

            Vc acertou no chute. O hatch, por ter traseira que acaba abruptamente, gera mais turbulência (que gera resistência ao movimento) do que um sedan, em que, devido à extensão do porta-malas, gera um fluxo mais laminar (conceito de mecânica dos fluidos), que gera menos resistência. Por isso os sedans tendem a consumir menos combustível.

          • Redpeak77

            “bundinha” linda (ironia)².

            • Tosca16

              Só acho saliente kkkk.

        • Caio Ferrari

          Os números não eram esses. O Etios era 13,2 estrada e o March era 14,5 estrada. Não sei porque o inmetro arredondou todos os números de gasolina

        • Edson Fernandes

          Deve ser a forma como a resistencia ao vento e calibração recebida no carro se porta. Talvez um ajuste no cambio para respostas mais rapidas (com trocas em menor regime de rotação, ou o conjunto propicie melhor aproveitamento)

          Mas é achismo o que eu disse. Espero que esses compactos em transito pesado façam consumos bons.

    • O March tem engates mais curtos e precisos. O câmbio do Etios me pareceu longo demais, na verdade a única coisa (fora o desenho, claro) que não gostei no carro.

    • ASI

      March, com certeza. Mais leve e com projeto mais moderno.
      Etios é um carro feito para mercado indiano…

    • Douglas

      Eu teria que ter um contato mais longo com eles para saber com certeza qual o melhor câmbio, pois me pareceram bem próximos.
      Não gostei do câmbio de nenhum dos dois, acho os engates do meu Sonic manual melhores.
      O que não gostei mesmo do March foi o banco alto, mesmo que a pessoa abaixe ainda fica alto, igual a porcaria do banco do Onix.
      Já do banco do Etios eu gostei.

      • Marcus Fenix

        Sobre bancos altos ou baixos, a maioria prefere bancos altos, principalmente motoristas com pouco tempo de carteira e o cambio do March pra mim é o melhor dos carros ditos populares!

    • DGA

      O March tem o motor um pouco mais potente aliado a um bom câmbio de cinco marchas, enquanto o Etios tem a vantagem de possuir um bom câmbio de 6 marchas aliado a um bom motor. Como produto no geral, vá de Etios, seja manual ou automático, pois está um patamar acima do March nos quesitos que realmente fazem a diferença, que são suspensão, manutenção, confiabilidade e prazer ao se dirigir.

  • Esses carros precisam de um design revisto. No mais, já possuem um ótimo pacote com preços até atrativos perante o mercado.

    • Edson Fernandes

      Mas ainda falta Ubaldir.

      A exemplo do preço, vc trocaria o 208 que sua esposa usa por ele?

      • É, não trocaria. Mas eu estou falando mais das versões mais de entrada, onde o 208 não opera. O 208 mais barato já beira os 50 mil.

        • Edson Fernandes

          Infelizmente a distorção de preços está grande no mercado. Não sei até quando será suportado pelo mercado esses aumentos constantes.

  • lheu

    Finalmente!!!! Agora sim posso considerar como opção de troca

  • Edson Fernandes

    Parabens Nissan! Tem o mesmo conjunto no Nissan Note e RETIRA do March e Versa o controlador de velocidade???

    São detalhes, apenas detalhes que conseguem ferrar com a vida. Putz grila, um carro que na versão 1.6 SV automatica custa a partir de R$54000 não tem o INFERNO do controlador automatico de velocidade???

    E para “priorizar” não ofertam encosto de braço. Nem que se fosse ao estilo do C3: Onde o encosto é feito a partir da lateral dos bancos. Nissan, que vc colocasse R$200 a mais no preço, PORQUE NÃO COLOCOU OS ITENS????

    Eu vou rodar no Etios e March. Mas por uma besteira dessas, é ridiculo Nissan.

    • Silvio Filho

      Maninho, se não me engano nem mesmo o hb20 possui piloto automatico. Algo que acho inaceitavel.

      • Felipe S. Rangel

        O Onix possui. Isso contou muito pra mim. Nem o New Fiesta SE disponibilizava. O Etios também possui.

      • DougSampaNA

        só se for o TOP, o meu é o do meio e não tem não…HB20 1.6 confort Style…2014

        • Augusto

          Tenho o HB20 Premium AT 2015 e não possui o “piloto automático” (controle de cruzeiro)

      • Edson Fernandes

        Concordo e não possui mesmo! Um carro de R$65000! (na versão de topo)

    • Leonel

      É, cada montadora comentendo suas falhas. Mas penso que a oferta do CVT e as melhorias aplicadas foram de bom gosto, mas realmente, isso que citou ficou aquém.

    • Wellington Myph13

      Cara, estava pra te falar, eu acho que você vai acabar ficando com o Etios…
      Faça uma boa avaliada no conforto dos bancos… Sai de um up! e estou com um March 1.6 agora, e não estou conseguindo me acertar direito no acerto do banco, pois o volante só vai pra cima e pra baixo, os pedais são perto, mas o volante é mais pro fundo, e o cambio também, então você não pode ir muito pra frente com o banco pois os pedais ficam muito próximos, e mais longe você acaba arcando pra frente durante o dia sem perceber… No Etios não tive esse problema, apesar do volante também não vir pra frente, os pedais são mais para o fundo, então fica uma posição mais confortável de dirigir…
      E o March é barulhento de motor, tudo bem que com o CVT isso deve sanar bem o problema, e pelo que li recebeu melhor isolamento, mas o Etios me pareceu mais acertado pra uma condução diária e continua do dia a dia…

      • DougSampaNA

        Pois é, ultimamente a ergonomia tem pesado mais pra mim na escolha de um carro, não adianta ser um show se não nos acomoda legal, lembro até hoje das dores nas costas que tinha por causa do banco do meu Classic..odiava ter dor quase todo dia.

      • Edson Fernandes

        Nesse caso preciso testar os dois mesmo. Fica dificil de te dar esse parecer. Entretanto agradeço pela dica da condução do March.

    • Eduardo Brito

      Parece que a Nissan fez as verões CVT nas coxas. Só colocou o cambio e nada mais. E pelo jeito o March e Versa só vão ganhar esses itens na próxima geração.

      • Jackson A

        “Só colocou o cambio e nada mais”

        Vc realmente leu a matéria ?

        • Eduardo Brito

          Eu li, só remanejou as versões e trocou o revestimento acústico. Grande coisa…

          • Lucas Furtado

            Também notei isso. Só o CVT de novo mesmo. O isolamento é consequência, porque CVT grita muito em giro alto. Tenho um Sentra CVT.

      • Edson Fernandes

        Isso me estranha. No atual cenário ela deveria ter visto isso. Ela deve mirar diretamente o Etios porque é seu concorrente direto.

        E o March tem atributos que poderiam agradar mais, abre mão de um item bacana e que tem facil em um produto? E veja… não se trata de uma adaptação, ela possui o chicote que tenho certeza que é o mesmo do note… só abdicou do recurso.

    • George

      O mais engraçado disso tudo é que o Peugeot 208 com o novo motor 1.2 tem piloto automático. Não é uma heresia? rsrsrs

      • Matthew

        Verdade, mas todas as marcas têm suas economias porcas. A mesma Peugeot coloca a portinhola do tanque de combustível com chave pra dá pro frentista. No March o acionamento é interno por alavanca.

      • Edson Fernandes

        Heheheheheh pois é… qdo vi tbm achei engraçado… porem util. O legal é que o do Peugeot inclusive acata trocas de marcha com ele ativo.

    • Marcus Fenix

      Sim, o encosto de braço até dá para adaptar um dessas casas de acessórios, mas o piloto automático é um diferencial que dita sim na hora de fechar o negócio!

    • DougSampaNA

      Edson, o March SV 1.6 CVT a preços de 54k, faz de novo a Nissan ter a OPORTUNIDADE de detonar as vendas do Fit, mas parece que não aprendem né? Será que decorre da miopia dos parceiros franceses?

      • Zoran Borut

        Creio que a maioria dos consumidores não enxerga o Fit como concorrente de March e outros compactos.

        Edit: concorrente mesmo seria o Note, infelizmente a Nissan decidiu priorizar os depenados…

      • Edson Fernandes

        Não porque o Duster que não tinha até antes do facelift aplicado, teve tal item. E só para citar outros franceses… o 208 desde a versão 1.2 já possui tal item.

        Isso é mal da fabricante em não enxergar que isso seria um diferencial bem interessante até existir a adoção de itens de segurança e um bendito controle de profundidade do volante.

    • Lucas Furtado

      Concordo totalmente. Cambio nenhum combina mais com piloto automático do que CVT. Tenho um Sentra 08 CVT e uso muito o piloto, na cidade mesmo. Eu estava esperando sair o preço e as especificações do Versa, para ver se trocava o Sentra, mas desisti tanto pelo preço do CVT quanto por não ter o piloto automático. Obrigado Nissan.

      • Edson Fernandes

        Mesmo com essa falta, eu vou querer conhecer o produto. Quero avaliar, mas hoje já não fico animado com esses compactos, novamente.

        Outro pnto que me chateou foi na Toyota que anunciou no lançamento das versoes automaticas que teria o tal controle automatico de velocidade e justamente na avaliação do Etios 1.3 automatico, tal item ficou apenas para as versões 1.5, que batem de preços com o March e encostam perigosamente nos preços dos produtos acima.

    • Fernando

      Nossa, que burros! Dois itens fundamentais num automatico. Sem esses itens, eu nao compraria pois utilizo muito em viagens.

    • Redpeak77

      Tenho dois carros. Um maior, com os dois itens, que uso mais para viajar e o outro sem nenhum, que uso na cidade, em trajetos curtos. Não me fazem falta na cidade. No outro carro, uso exaustivamente esses itens, quando viajo.

      Mas sabendo que, no Brasil, muita gente compra o carro para fazer tudo (trabalhar sozinho e viajar com quatro passageiros), poderiam ser sim esses itens oferecidos como opcionais.
      Será que corrigem isso no próximo ano-modelo?

  • Pedro Henrique

    ALELUIA!!
    podia ter aproveitado a deixa pra por o painel do versa no march….

    • Edson Fernandes

      Se ficaram com a pobreza de não ter colocado o bendito controlador de velocidade, imagina o mesmo painel?

      Me deu uma certa decepção, confesso.

      • Felipe S. Rangel

        Pra mim o Piloto automático é decisivo. Rodo 50 km por dia em rodovias. E só uso o controlador de velocidade que, felizmente, o Onix tem.

        • Jackson A

          Realmente vai de pessoa pra pessoa, nunca usei, acho bem inútil pra min.

          • Marco

            Não acho fundamental. O meu carro tem, e quando uso, é em estradas retas. para andar a 50/60 km/h, nem penso.

          • Magnamox

            Eu achei meio depressivo e com certeza iria dormir no volante…rsrs

        • Edson Fernandes

          Felipe, eu uso no meu carro também (fluence).

          E para meu tipo de uso que por vezes pego vias de 50km/h ele faz toda a diferença. Confesso que deu uma brochada por conta disso.

          • João Cagnoni

            Controlador de velocidade que vocês dizem é o limitador de velocidade ou piloto automático? Essa nomenclatura gera muita confusão. Eu só uso o limitador de velocidade no meu carro, se estou em uma via de 100km/h sempre tem um ser andando a 90km/h pra inviabilizar o piloto automático.

            • Guilherme Eduardo

              Em vários casos há confusão sim. Existe o limitador de velocidade e o controle de cruzeiro (os nomes podem variar).

              LIMITADOR: só te deixa acelerar até aquela celocidade. Você trava em 60km/h, você pode acelerar e freiar que ele não te deixa passar disso, e se tirar o pé do acelerador a velocidade cai. Geralmente pisar até o final do acelador libera o limite na hora e o carro passa disso, para uso em emergências.

              CONTROLE: o carro mantém a velocidade que você marcou, freiando e acelerando por você. Não precisa nem acelerar, dá até pra fazer alongamento no pé/tornozelo direito. Mas se você tocar no freio ele desliga na hora.

              Em maio desse ano a oportunidade de dirigir um Mercedes GLC 250 que tinha esses dois sistemas.

              OBS 1.: Se falei algo errado falem!

              OBS.: N.A. poderia fazer uma matéria explicando como funciona, com fotos e vídeos se possível.

              • Marcelo

                O piloto automatico nao freia, a nao ser os adaptativos. Se vc estiver em uma descida por exemplo e a velocidade passar da programada o maximo que ele faz é cortar o giro…freias nao freia.

                • Marcos Souza

                  Mas ele faz freio motor. O meu pelo menos faz freio motor em descidas íngremes…diminui de sexta pra quinta e as vezes até quarta pra segurar a velocidade

              • João Cagnoni

                Meu C4 tem os 2 sistemas.

                • Guilherme Eduardo

                  Bom demais! O N.A. poderia fazer uma matéria sobre esse sistema e mostrar quais carros tem até uma certa faixa de preço.

            • Edson Fernandes

              É o piloto automatico. Esse nome entre as fabricantes está sendo extinto devido a gerar confusão qdo se fala de condução autonoma. Além do que, a tradução de cruise control foi errada.

              Não entendo o motivo pelo qual “controle de cruzeiro” não poderia se adequar.

              Infelizmente se vc pegar muito trecho com bastante movimentação não dá mesmo. Eu consigo usar em trechos especificos como Marginal tiete/pinheiros e estrada. Usar na cidade quase sempre é isso que acontece ou com movimento na estrada.

              O brasileiro tem medo de andar no limite da via achando que o carro está marcando para cima (como eram os carros dos anos 1990 e ainda assim apenas alguns). Outro ponto que percebo é que carros visor digital ou com piloto automatico tendem a se aproximar mais o velocimetro da velocidade real. (o meu fluence por exemplo costuma marcar 2km/h a menos da velocidade indicada no velocimetro).

              • João Cagnoni

                Acredita que semana passada eu peguei a marginal pinheiros inteira com o limitador ligado até a ponte Eusébio Matoso, eu precisava entrar e tinha um cara do lado na mesma velocidade. Acelerei pra entrar, no mesmo segundo que pisei vi o flash do radar… Eu estava errado, mas foi muito azar, acelerei exatamente em cima do radar. Estou esperando a cartinha chegar…

              • João Cagnoni

                Ah, o C4 tem tipo um “degrau” no final do acelerador que dá um “gás” no carro, reduz marcha e ultrapassa o limite do limitador. É bastante útil também.

                • Edson Fernandes

                  Isso é comum em carros automaticos. O meu tbm tem.

                  É que eu uso o controlador… o limitador me “obriga” a deixar o pé no acelerador. Mas que azar da multa hein…

        • Rafael Oliveira

          para mim é inutil, nunca utilizei em carro automático, mas já usei em carro manual o C4 VTR do meu pai tem, acho que isso ferra no consumo e para quem chega a rodar quase 5.000km, pode dar um tanque de diferença no final do mes..

  • zekinha71

    Em setembro de 2014 comprei o March 1.6 S por 37K, e ele já veio com vidro elétrico nas 4 portas.

    • Ubiratã Muniz Silva

      o preço deles subiu muuuuuuuuuuuito.

      em maio de 2014 eu comprei o 1.6SV (geração antiga) por 38990. Um ano depois, foi o 1.0 SV da patroa (3 cilindros) pelo mesmo preço. Agora esse é o preço do 1.0 “Conforto” que nem trava elétrica tem.

      Tava querendo um CVT desses, mas tendo que voltar só de diferença quase o valor cheio que paguei no meu carro há 2 anos não dá.

    • Rafael Oliveira

      Em dezembro de 2014 paguei 43.500 no 1.6 SL

  • Felipe S. Rangel

    Olha que pode ser uma opção quando for trocar meu Onix At6. Vou avaliar com calma. E quanto à suspensão? Mais firme, mais macia?

    O Onix segura demais as marchas, espero que o Etios ou March adiantem as trocas.

    • Edson Fernandes

      Felipe, ela é ligeiramente mais macia que o Onix. (mas o Onix já é macio)

      Sobre a questão de marchas, o March tem cambio CVT, ele não vai ter as trocas de marchas como vc está acostumado. Ele é do tipo que vc a depender da pressão no acelerador, ele mantém um determinado regime de rotação por minuto.

      Dá para vc adquirir velocidade estando em 2000rpm de 30km/h até 100km/h problemas. Ou seja, não há a interrupção por troca de marchas como de outros cambios.

      Para vc ter ideia, com meu Fluence no dia a dia, ele não passa de 2000rpm sendo o comum o rodar em 1500rpm. Eu acredito que o March seja igual nesse aspecto. Só lamento a falta do controlador de velocidade.

      No Onix eu ainda acho menos o controlador dele, que te avisa que está ligado mas tem um velocimetro digital. Há carros com velocimetro analogico que vc liga o cruise control e vc não tem uma ideia exata da velocidade programada.

      • Felipe S. Rangel

        Muito obrigado, Edson. Quando postarem as novas reportagens se, puderem, relatem (por favor) se ele possui banco traseiro bipartido e quais as diferenças de conteúdo entre as versões. Já vi algumas como a polegada das rodas, acabamentos cromados e outros.

        A ausência de banco traseiro bipartido é um problema sério que terei se considerar a compra de um Etios, por exemplo. Utilizo muito esse recurso no Onix.

        O Gm 1.4 At6 é muito fraco, coitado.

        Valeu!

        • Lucas Vilanova

          Espere a reestilização do Onix, acho melhor!

        • Matthew

          Outro exemplo de economia porca… do ano-modelo 2016 em diante o Onix não vem mais com banco traseiro bi-partido e iluminação no porta-malas nem na versão LTZ, coisa que o meu LT tem. Nosso mercado tá perdido.

          • Felipe S. Rangel

            Puxa vida, não sabia!! Acho que não rola mais trocar de carro nesse país. Todos estão caros, perdendo itens…

        • Edson Fernandes

          Já te antecipo, o March tbm não possui. Essas coisas começam a existir em carros considerados “Premium” ou de algumas fabricantes que podem equipa-lo com o banco com esse repartimento.

          Exemplo : VW Fox.

          • Felipe S. Rangel

            Puxa vida! Muito obrigado, Edson.

            Esse item é tão importante pra mim. Possui um filho e às vezes preciso carregar objetos que não cabem no porta-malas. Rebato 1/3 ou 2/3 e tudo se acerta.

            O Fox do meu pai (Confortline 2016) também não possui. Vi ontem que o Sandero só disponibiliza nas versões mais caras. Me falaram que o Onix deixou de ter, mesmo na LTZ.

            Que país esse? A gente só paga mais caro pelas coisas e na maioria das vezes elas pioram com o tempo. Já bastam impostos, corrupção, a má qualidade nos serviços básicos…

            • Edson Fernandes

              E ainda né… vc pensa em trocar de carro pensando… “Puxa vou querer um mais novo porque esse aqui estão aparecendo os probleminhas de idade” aí o mesmo ou outros compactos vão sendo capados onde em teoria a maioria nem usa o recurso, conclusão, o cara te capa o carro em algo que vc necessitaria.

              Te falo isso porque qdo adquiri o Fluence, foi justamente pela pobreza do que enxerguei em compactos. Onde um tem algo, outro falta e vc nunca acha aquele que poderia o melhor nas escolhas.

  • Jurandir Filho

    Preço veio salgado, estava na expectativa por um march AT por menos de 50 mil, Etios continua sendo o automático mais barato…

    • Jackson A

      Por causa dos equipamentos…

      Por enquanto as versão capadas não vão ter CVT.

      • Edson Fernandes

        Na verdade a unica 1.6 que não terá é a S. Mas poderia colocar, bateriam de frente com todos os produtos.

        • Jackson A

          Por isso botei “por enquanto” não demora muito chega pra outras.

      • Jurandir Filho

        Deviam lançar uma versão “S” com cambio automático, como fez a toyota com o etios… por esse preço melhor o hb20

        • Mr. On The Road 77

          O povo hoje quer versões mais completas. A diferença na prestação fica pequena, 50, 60, reais. É assim que o povo pensa.
          Quem compra a vista que se dane.

  • Tosca16

    Quero ver o que vão alegar agora; o pessoal busca de tudo para justificar a não compra de um Nissan…

    • Edson Fernandes

      Eu mesmo já dizia isso antes, mas confesso que o controlador de velocidade fará falta. Mais do que encostos de braço.

      • Tosca16

        O pessoal aqui é engraçado, ” as japonesas são as melhores… ” ah e um Nissan ? “Nissan é um boa marca mas … fora que não tem isso… ficaram de trazer versão X, até hoje nada… pós venda é isso, é aquilo… “

        • Fanjos

          É só ela trazer os carros que tem no EUA e vender por um preço compativel dos concorrentes que ela ganha respeito. A Nissan só traz o refugo do mundo para cá. Cade o Note, Maxima, 370Z, GTR,Murano,Quest,Pathfinder, etc, etc

          • Tosca16

            Quero ver se o pessoal pagaria para ter tais Nissan aqui… falar é fácil, mas quando chega nas revendas se for mais caro, mesmo sendo infinitamente superior aos concorrente o pessoal torce o bico na hora.

            • Fanjos

              Então venda mais barato ué, até conseguir a admiração do consumidor. Qual o problema com isso?Capacidade para ganhar clientes ela tem, basta querer.

              • Tosca16

                A Nissan não é nenhuma chinesa da vida que tem que por preços abaixo da concorrência não, o maior erro dela ao meu ver é este, de se inferiorizar localmente em relação a Toyota e Honda; mas eu gostaria de ver se um consumidor brasileiro saberia reconhecer isso, porque falar é fácil; mas na hora de decidir a compra o mesmo consumidor que pede carro A ou B vai continuar comprando o de sempre.

                • Tosca, não adianta a empresa querer esfregar o currículo dela em outro país para dizer que tem que cobrar no mesmo patamar que dos concorrentes dela já estabelecidos aqui. Acha que se a Mercedes chega-se na Alemanha agora, oferecendo a mesma qualidade que oferece, mas sem décadas de mercado como a BMW ela poderia colocar os mesmos preços da Bavara baseando-se apenas na qualidade dos carros? Pense em outros produtos: Celulares, Sabão em pó, refrigerantes, cerveja… Se você quer ganhar mercado, o preço é um excelente chamariz. Mesmo Toyota e Honda quando chegaram aqui oferecendo automóveis de passeio tinham essa premissa. Só passaram a cobrar bem mais quando foram cultuadas.

                  • Tosca16

                    Mas temos que ver que a Nissan não desembarcou agora no mercado brasileiro, o que deveria ao meu ver é tentar mudar este estigma errado de ser uma marca abaixo das conterrâneas, mas para isso ela tem que mostrar bons produtos e serviço; eu acredito que a longo prazo a mesma consiga, e quando disse nos preços não era somente elevar porque a concorrente cobra mais, mas se o produto dela for melhor, e mais tecnológico não vejo porquê, em algumas categorias é claro, querer cobrar abaixo das conterrâneas . E algumas economias bestas poderiam até serem evitadas, mas tudo gera um custo adicional, ninguém vai sacrificar seu lucro, isso eu garanto.

                    • Ah sim… Temos Pathfinder e Sentra tão velhos quanto os primeiros Civic’s. Mas quando foi inaugurado a fábrica em Sumaré? E em Resende? Temos que ver isso.

                    • Tosca16

                      Se forem levar isso em consideração nenhuma marca “novata” cresce, porque sempre vão dizer que a outra tem X anos a mais de mercado, X anos a mais que fabrica aqui… a Nissan já passou disso, não cola mais essa de “novata”, de marca desconhecida do consumidor .

                    • Cresce, cresce sim… Honda cresceu, Toyota cresceu, Peugeot cresceu…. Sabia que a Renault é mais velha de Brasil que a Fiat? Não acho que a fórmula de construir uma fábrica aqui seja a única que funciona, mas alguma diferença de estratégia a Renault teve para a Fiat, assim como a Nissan teve para Honda, Toyota e Peugeot, não acha? A construção de fábrica pode ser uma dessas coisas.

                    • Tosca16

                      Bom, vou pegar seu comentário, salvar e depois vou um dia falar da Chery aqui; se for fábrica o fator determinante para o sucesso a longo prazo, bom, ela tem … Agora voltando, claro que tem erros e acertos; nenhuma marca cresce ou diminui de participação à toa, o que ao meu ver não podemos limitar é o crescimento mediante o tempo que a mesma está no mercado, Ford é um bom exemplo, das 4 consideradas grandes é a que mais tem sofrido ultimamente.

                    • Tosca16

                      Pode colocar a Volkswagen também se quiser, para quem já ostentou liderança com o Gol por longos anos .

                    • Tosca16

                      Ah, entendi; sim sim, concordo…

              • Matthew

                A Nissan já fez isso no Brasil… há uns 10 anos ela vendia aqui o 350Z, Murano, Xterra, Pathfinder. O showroom era lindo, mas não vendia quase nada. Só quando começaram a fazer uns carros nos padrões da Banânia, começando com o Livina, é que a marca deslanchou aqui no país.

          • Apenas como adendo, nem mesmo os americanos veem a Nissan no msm nivel de Toyota e Honda. Na América Latina são bem populares por conta do preço e manutenção barata. Mas concordo que no Brasil só tem o fim do resto da Nissan. Qdo trouxerem carros melhores, vão vender melhor.

            • Tosca16

              E não tinham alguns líderes de mercado lá ? Então o pessoal é confuso demais, porque sempre vejo alguém dizer que nos EUA a Nissan é respeitada, tem modelos que vendem muito bem e até líderes em mercado.

              • Fanjos

                Minha irmã tem um Nissan, meu pai tem Toyota e sabe qual é a principal diferença?
                – Custo de manutenção, a Nissan e muito, mas muito cara, qualquer pecinha de um March custa uma fortuna
                – O tratamento pós venda da Nissan é muito mixuruca, em nada se assemelha a Toyota, ou Honda, é muito inferior.

                • Tosca16

                  Bom, acompanho o ADG lá da High Torque, apesar dele elogiar muito os japoneses de vez em quando ele fala isso, que também se estende aos coreanos da KIA em especial; mesmo assim os Nissan dão pouca manutenção e apesar de mais caros são bons produtos.

                  • João Cagnoni

                    O ADG é muito cabeça quente, fala muita besteira e sempre volta atrás. Não acho errado ele admitir os erros, mas ele fala muita coisa precipitadamente. Também não gosto da moral que dão pra ele, tudo que ele fala vira verdade, sendo que ele não é engenheiro. Apesar disso, assisto diariamente os vídeos dele e gosto bastente, mas sempre com o “filtro” ligado pra não cair em conversa.

                    • Tosca16

                      Eu acho ele um cara tão de boa, ele tem as opiniões dele pessoais e tem as que ele recomenda por experiência própria, como qualquer outro da área dele também tem; só que há determinadas coisas que ele fala e tem repetidas vezes mostrado, como o caso dos vazamentos crônicos dos motores E-TorQ, nem por isso ele diz odiar aquele motor, até fala que fora isso é uma boa linha da Fiat … Recentemente ele mudou a concepção com as velas da Bosch, algo que acho completamente natural, depois de anos as coisas tendem a ter mudado.

                    • Tosca16

                      E o fato dele não ter formação não desmerece o trabalho dele, claro que quando não se tem propriedade no que se fala melhor não opinar, repetidas vezes ele diz que acha que pode ser isso mas enfatiza que não tem formação em engenharia e até pede a ajuda de quem tenha a devida informação…

                • João Cagnoni

                  Lembrei do limpador traseiro do March que custava 500 reais e “subtraíam” quando você estacionava na rua…

                • Rafael Oliveira

                  Então é melhor trocar de concessionária. nunca tive nenhum probelma de antedimento na que levo o meu March, isso porque faço revisões a cada, 2-3 meses, nunca tive empurroterapia….kkkkk..

                • Custava nos antigos. A linha nacional e o Sentra tem peças mais baratas que a média. Já o antigo March 1.0 com mecânica Renault Clio tem custo de peças três vezes superior ao francês argentino.

              • Hyundai tb vende muito lá, mas são vistos como carros baratos, e só. Não que a Nissan tenha uma má fama, longe disso, mas não é tão bem avaliada como as outras duas japas.

                • João Cagnoni

                  A Hyundai é vista como marca barata e confiável, assim como as japonesas. Não muda nada.

          • Marco Antônio

            nois vai de “kicks” no forevis!

          • João Cagnoni

            Sem falar que lá fora não existe Nissan sem câmbio CVT, é uma palhaçada cobrarem a mais dos brasileiros.

        • Edson Fernandes

          Então, eu acho bem interessante o pacote de itens de série do March. Entretanto, acho essa falta absurda já que existe essa configuração no Nissan Note que tem praticamente todo o sistema para acatar o controlador de velocidade.

          Mas realmente é um carro bem estrategico no itens de série.

    • Louis

      Como proprietário de um Nissan, vejo da seguinte forma:
      Nissan, em termos de qualidade e confiabilidade, está praticamente no nível de Toyota / Honda, carros muito robustos e sem complicações na manutenção. Diferença no pós-venda, onde Toyota e Honda já fizeram nome forte por aqui. E os carros da Nissan não têm um desenho muito atrativo (pelo menos os vendidos por aqui).

      • Tosca16

        Concordo muito com o design, as vezes a Nissan pecava nisso .

    • DougSampaNA

      Preço!!! 54k um March 1.6 CVT é um chute entre as pernas; eu esperava que não passasse dos 52…51890 ou 51790; mas 54.090,00…continuo com o HB20 1.6, que por ser AT4 não gera o mesmo conforto do CVT, mas faz o mesmo papel sem os buracos dos automatizados.,

  • sushiman

    Etios e march bom

    • Tosca16

      Eu queria ver se a Nissan tivesse colocado um AT de 4 velocidades no March para o pessoal aqui descer o sarrafo, dizendo que era um absurdo … E mesmo fosse mais barato do que este CVT o pessoal aqui não perdoaria, mas o Etios é o suprassumo, é um Toyota.

      • Marco Antônio

        Não tem piloto automático… Isso mostra o quanto um carro é necessidade particular e individual, nunca é igual pra todos. Mas os motivos para não comprar um Nissan nunca acaba. kkk

        • Tosca16

          kkkkkk; só faltam dizer que o AT do Etios é melhor do que qualquer CVT da Nissan, e não duvido ter gente que acredite nisso.

          • Marco Antônio

            klkkkkkkk embora 4800 não seja nenhuma bagatela pelo CVT, torço para ter descontos lá na loja. Afinal, não acho que vá melhorar muito para os compactos da nissan. Porém, vender menos do que vende é que não vai. kkkk

            • edson

              pelo menos aqui na minha região não conto com isso: numa me pediram 2K de frete e em outra – do mesmo grupo – me pediu 48K num 1.0 SV quando o preço sugerido no site era 42.390…Como no momento eu não preciso realmente trocar de carro, apenas gostaria, vou espera mais um pouco…Apesar de não ser tão otimista, ainda espero que as condições melhorem um pouco para nós consumidores…

              • Marco Antônio

                QUer ver piorar e muito, vá para o Nortenordeste. Quando meu pai negociou o Versa dele o SV era 45 mil na tabela, não fizeram por menos de 48 mil nem lascando. Na época o SL custava por tabela 48, mas a Css no PA pedia 51 mil pelo SL. A diferença já dá a gasolina de ida e volta pro sudeste. kkk Visitar os parentes aqui em MG kkkkk

  • Leonel

    Gostei ! Parabéns Nissan, muito melhor que oferecer um AT4…
    12 KM/L na cidade com motorização 1.6 ? Achei ótimo ! É uma boa eficiência, significa que fizeram o trabalho de casar o motor e câmbio muito bem feito, bacana !

    Valores das revisões são bem atrativos e outro ponto interessante é não haver limite de KM, excelente para quem anda muito. O March é uma compra mais racional que Etios e City, este último, por sua vez, começa em R$60 mil (manual), enquanto o Versa topo de linha custa R$ 66.290 (com CVT!).

    Para não dizer que sou só elogios a Nissan, achei um pouco caro o câmbio, R$4.800. R$4.000 estava de bom tamanho.

    • Eu já acho que vai micar, está bem mais caro que o Etios. Mas pelo menos está dentro dos preços dos outros concorrentes.

      • Leonel

        Não quero ser chato, mas eu só vejo tu defendendo a Toyota em absolutamente tudo. Deixando isso de lado, acho que micar é bem exagerado. Não dá para reclamar do conjunto mecânico e “recheio” do March.

        O maior diferencial é o Etios ter AT4 (éca) em todas as versões, enquanto o March somente nas duas últimas, porém, não diferente do que HB20 e Onix fazem (que sempre estão na liderença).

        • Esquece esse lance de AT4, o Etios Sedan tem consumo melhor que o Versa; E eu nao fico defendendo a Toyota nao, eu enalteço o que tem que ser enaltecido. Por sinal, eu nunca compraria o Etios, carro feio demais. O mais feio que já vi em toda minha vida. Ok, sei que carro nao é para ficar desfilando, mas prato feio, a comida fica sem sabor.

          Ah, e sem esquecer que eu torço tambem pela Nissan, afinal todo asiatico está na minha lista de torcida. kkkk

          • Leonel

            Entendo, mas não consigo esquecer uma empresa, que pega um câmbio ultrapassado e velho e coloca em um “lançamento”. É bom, casa bem com o motor e etc, ok, não duvido disso porque a Toyota sabe fazer isso. Mas diante da tecnologia e condições atuais, tinha que ser um AT6 ou CVT.

            É mais econômico e menos potente, enfim, acho que os 12 km/l estão de bom tamanho para um 1.6 aspirado.

          • Mr. On The Road 77

            Ter consumo melhor (pouca coisa) não significa ser melhor. Um AT4 é pior que um CVT, na minha opinião.
            E o Versa é mais potente também.

            • At4 é sim pior que cvt. Isso é fato. Quanto ao consumo, pouca coisa é grande no final de uma jornada.

              • Caio Ferrari

                E como é a durabililidade desse CVT?
                Pq o AT 4 é pra vida toda.

      • Marco Antônio

        Pelo menos acho que não vai vender menos do que vende, se não a nissan vai ficar devendo. kkkkkkk

  • Gian

    Isso aí, Nissan.

    Um March SL CVT, com ar digital e câmera de ré, me atende 100%.

    • Marco Antônio

      Mas falta piloto automático.. Encosto de braço.. Se colocarem, vão arrumar outros motivos para não comprarem. Tipo, o preço. O design. A ruela das porcas.! kkkkk

      • Rafael Sumiya Tavares

        Pessoal fala demais e sabe de menos… Hoje levei meu March 1.6 SV 2015 pra revisão dos 40.000km, dá gosto de ver que o carro mantém a mesma firmeza de rodagem e não ter feito nada além de revisões básicas. Sucesso ao CVT que foi muito bem calibrado! Próximo carro será Nissan novamente!

        • João Cagnoni

          Nem Fusca refrigerado a ar apresenta problemas com 40 mil km.

          • Rafael Sumiya Tavares

            Conta essa piada pros donos de Ford Powershift…

        • Marco Antônio

          Aqui em casa também. Com um agravante. O versa de 2013 anda firme e com a mesma pegada de novo, só que transitando nas ruas horríveis e poeirentas do PA. Nissan realmente tem bons produtos, está perdendo a competitividade com os preços, mas dizer que preço de carro é caro é chover no molhado.

          • Zoran Borut

            Quando custa o mesmo que os concorrentes mas oferece mais conteúdo, passa a ser um diferencial. Foi a estratégia que fez a JAC vedner bem no começo, e logo a Ford imitou, recheando o Fiesta “Elza Soares” e investindo forte em propaganda, o que fez o modelo disparar nas vendas. O March tem um design interno muito mais palatável que o Etios, um motor mais potente, resta à Nissan saber anunciar suas vantagens.

            • Marco Antônio

              Sim, o marketing tem que ser bom. Mas acho que não vai vingar muito a dupla march e versa. Não vai ter um aumento expressivo nas vendas. Sou meio pessimista com a visão que os Brasileiros tem da Nissan.

      • Gian

        Kkkkkk
        Pra mim atende bem. Serião!
        E sou fã de CVT.

        • Marco Antônio

          To doido pra dirigir um cvt. Eu sinto muito prazer em dirigir um carro em baixas rotações, fazer boas médias de consumo. (isso em MTs) E nisso parece que os CVTs da vida são ótimos. kkkkkk

          • Gian

            Também dirijo dessa forma. Na grande maioria do tempo estou tentando melhorar o consumo!

            • Marco Antônio

              Cara, não sei vc, mas tenho 22 anos. Meus primos e até minhas tias corocas falam que eu ando devagar demais, na lei demais, cuidadoso demais. kkkkkkkkk Sou um anacronismo ambulante.

  • Marcus Vinicius

    Esse câmbio CVT é mexicano !

  • Mauro Schramm

    Cadê o piloto automático?

  • Vinicius Batista

    Ai vem a dúvida, trocar meu automatizado Fiat 500 com ESP e Piloto Automático por um CVT sem ESP e sem Piloto!? Sempre aguardo lançarem um carro melhor que o meu e que atenda minhas necessidades, mas sempre vem devendo em algo, negócio é pegar o 500 automático mesmo!

    • Wellington Myph13

      Em questão de Cambio e Motor qualquer outro é melhor, o problema é que o 500 vem bem servido em segurança com plataforma segura e ESP…
      Se você andar no March 1.6 CVT (Até mesmo no Etios 1.5 com AT4) vai sentir um abismo no rodar, COM CERTEZA, o pecado mesmo fica por conta de dever alguns itens de segurança e conforto pro 500…

  • Filipo

    Bom carro, mas quero ver quem dará R$ 58.000,00 num March, mesmo completo e automático. Muito caro! E este carro é quase um “kei car”.

    • Zoran Borut

      Kei car? As definições de exagero foram atualizadas com sucesso.

  • EJ

    57 MIL o Versa mais barato!! hahahahahaahahah (risada infinita). Fui na Nissan meses atrás, o SL completo (tem um pack plus, pack +, enfim, se equivale ao Unique anterior a linha 2016) estava 55. Do lado dele, tinha um Sentra MT por 59… ou seja…o Versa já estava suficientemente caro.

    Agora o SV,sem os mesmos itens do SL pack plus, parte a partir de 57k. É. Acho que nunca mais compro carro 0km…kkkk

    • Jackson A

      Faz quantos anos isso ? pq esses valores ai…O

      Sentra por 59?… cara….

      • EJ

        Anos? Março de 2016. Iria comprar um Versa SL Pack Plus (banco de couro, roda diamantada, central multimidia nova que lançaram pra linha 2016 – não era mais igual a do modelo comercializado até 2015, retrovisores com repetidores de direção…enfim…era um Unique antigo com nome SL) etc etc…

      • EJ

        Sentra por 59: Desova de estoque pra chegar o modelo novo. Não tem mais. E como estamos vendo, não estão mais ofertando Sentra MT. Sempre tem um carro que sobra no canto da concessionária, ainda mais em tempo de crise + publico brasileiro rejeitando MT.

        • Zoran Borut

          Ainda há alguns anúncios de Sentra 2015/2016 manuais zero km a esse preço.

  • Zé Mundico

    Gente, vamos ver a coisa do seguinte ângulo: hoje em dia não existe carro decente por menos de 48 mil. Automático é de 55 prá lá.
    Marca vai do gosto e conveniencia de cada um.
    Quando falo em carro decente, nem boto carro 1.0 no meio.

    • EJ

      Cara, cuidado ao falar isso (de carro 1.0) em tempos de downsizing…kkkk

      • Zé Mundico

        Entendo, mas estou me referindo aos carros 1.0 “clássicos” tipo Gol, Palio, Logan, Classic, Clio e outros com desempenho de motor de enceradeira.
        Claro que hoje já temos 1.0 turbo que é outra realidade.

        • João Cagnoni

          1.0 turbo não é tudo isso. Ele faz milagres no up por causa do baixo peso do modelo. Um 1.0 turbo em um sedan médio vai sofrer em cidades com subidas.

  • Fernando Sampaio

    Preços realmente semelhantes às versões do HB20 e HB20s… iria de Hyundai.
    A Nissan anda esquecendo a boa relação custo x benefício em seus carros. Muito não vai me admirar se lançarem o Kicks no mesmo patamar de HR-V, não vai colar…

    • Marco Antônio

      To bem achando que vai ser isso mesmo que vc falou. Nissan está perdendo o argumento que tinha. Custo x Benefício. Por isso as pessoas são conservadoras e vão de honda, toyota, fiat, vw, gm.. (as 3 ultimas não exprimem julgamento de valor)

  • Wellington Myph13

    Pecados da Nissan:
    Já que configurou um CVT pra aceitar motores menores, porque já não fez uma configuração pro March 1.0 e não saiu na frente com um CityCar 1.0 CVT?
    Porque raios economizaram no Piloto Automático? O apoio de braço pode até ser “perdoável”, mas se tivesse seria bem vindo…
    Subiram quase 2k dos preços de base… Caramba hein? Colocaram Alarme a partir da SV pelo menos?
    Porque não lançaram o CVT nas versões S também? Muita gente que só roda em cidade, e não se importa com “Mimos” extras, e usa pra trabalhar, então seria uma boa opção mais barata pra se ter…
    E laia não?

    • Mauro Schramm

      Realmente, a Toyota deu um show de posicionamento do Etios AT. E ainda por cima o bicho ficou econômico, mesmo com câmbio AT4.

  • Leandro

    A Nissan capou o March tirando espelho na cor do carro, vidros elétricos traseiros, maçanetas cromadas internas e agora ‘voltou’ na versão S. Quando lançou tinha tudo isso e tinha um excelente custo benefício.

  • Mr. Car

    Entre um March SV CVT por R$ 54.100,00 e um Etios XS 1.5 hatch automático por R$ 52.650,00, fico com o Toyota.

    • Lyn

      No march vs etios hatch é espancamento do etios mas entre versa e etios sedan eu pensaria com mais carinho no nissan.

      • Mr. Car

        Aí eu teria que analisar os sedans. Meu foco atual são os hatches.

  • Jackson A

    Preço de outros Hatch’s Full para comparação:

    New Fiesta 1.6 + PS6 = ……69.490
    HB20 1.6 + AT6 = …………….66.735
    208 1.6 + AT4 =………………..66.580
    Palio 1.6 + Dualogic5 = …….64.721
    Gol 1.6 + Imotion5 = …………63.187
    Onix 1.4 + AT6 = ……………..59.740
    March 1.6 + CVT = …………..58.390
    Etios 1.5 + AT4 = ……………..57.545

    • Eu ri quando vi o Palio kkkkkkkk.

      • Jackson A

        Palio e Gol são as piores piadas.

    • O problema dessa comparação é que o March é pequeno perante Onix e HB20, o consumidor vê esses dois como modelos que podem custar mais caro que o March. Além de já ter avaliado os 3 por uma semana (o Onix por 1 ano) eu fiquei uma certa vez com um March alugado por 30 dias em Portugal, e a diferença de tamanho era considerável. O March dava só para a situação ali em questão, dois adultos e só. Mas as nossas malas enchiam o porta-malas e o banco traseiro quase até o teto.

      • Jackson A

        é só a mérito de curiosidade de preços mesmo.

      • Felipe S. Rangel

        Isso é importante. Realmente o Onix passa a sensação de ser maior. Esses dias comparei com um Sandero e nem achei o Onix tão pequeno. Já o Etios e o March parecem ser menores mesmo.

  • Lyn

    Nunca achei que digitaria essas palavras mas o toyota etios esta com um melhor cxb nas versões automaticas. Resta agora ver o desempenho e o consumo dos nissan para ver se vale a pena pagar um pouco mais.

  • Kaian Reis

    Um momento, acabou a versão Unique com câmbio manual?

  • Jackson

    Eu ainda vou aguardar comparativos entre os dois, mas inicialmente o Etios 1,3 saiu na frente como minha opção.

    • Marcus Fenix

      Sim, não deixe de fazer teste drive em ambos. Nos manuais fiz em ambos e o March é bem mais divertido. Foi o melhor carro da categoria que já dirigi até hoje! Estou muito ansioso para testar o com CVT!

      • Jackson

        Também pretendo fazer test drive em ambos, mas achei o March muito caro. Melhor se a Nissan entregasse câmbio CVT deste a versão básica do 1,6. A Toyota começa com câmbio automático a partir da versão 1,3.

  • fbl

    Muito boa essa nova safra de carros “populares” com cambio automático tradicional, como march, etios e hb20. Era o que faltava para quem atura o transito caotico dos grandes centros. Assim é possivel ter algum conforto na turma de entrada, ja que esses automatizados mono embreagens sao horrorosos e precisam de macete pra dar menos tranco. A VW deveria colocar um cambio automatico/automatizado descente no Up TSi.

    • Felipe S. Rangel

      Boa!

    • Guilherme Eduardo

      Concordo. Fata algumas coisas, mas no geral estamos tendo mais opções de carros pequenos sem embreagem, isso é ótimo para quem usa na cidade para trabalho (ir e voltar do trabalho ou mesmo trabalhar com o carro).

    • Jackson

      Eu tenho um Up mas se a Volks ofertasse um automático eu trocaria o meu. Agora o automatizado, sem possibilidade. Assim sendo, a única opção é trocar de marca.

  • Vanderlei Santos_JAC_J6_2012

    Meu sonho de ter um carro automático está distante, mas o March 1.6 SV CVT – R$ 54.090 achei caro, ou o etios está barato…
    Concorrência com etios vai ser braba!

  • Lucas Furtado

    Ninguém aqui achou caro a CVT por 4.800?

  • Ricardo Blume

    Gosto muito desse carrinho mas por esse preço fica difícil.

  • Lucas086

    Munca pensei que diria isso, mas acho que prefiro um hb20 confort style. Quase 60 em um March, mesmo o top, esta caro, 4,800 reais em um câmbio que tem a lenda de ser mais barata de ser fabricada? Até gosto do March, apesar de acha-lo pequeno, mas por esse preço, não dá.

  • Celso

    Há 2 péssimas coisas em nosso mercado: nos carros mais caros o câmbio manual está ficando cada vez mais raro; já nos 1.0 é raro haver a opção automática. Em mercados desenvolvidos temos opções pra todos os gostos, não essa situação de só oferecer manual aos 1.0 e só automático aos mais caros.

    • Jackson

      No Brasil carro automático ainda é considerado luxo.

  • Anderson Freitas

    Achei bem caro, levando em consideração o HB20 1.6 AT ta saindo por 54.600

  • Alexandre Taromaru

    Alguém me confirma que esse carro não possui conversor de torque e sim embreagem?

    • Flauber Gouveia

      Câmbio CVT não possui embreagem. Sim, o câmbio CVT do March/Versa tem conversor de torque.

      • Alexandre Taromaru

        Ainda esperando a resposta. Cvt possui embreagem sim (vide Fit 1a geração).

        • O Nissan X-Tronic não tem embreagem. Seu acionamento se faz por polias.

          • Alexandre Taromaru

            Quero saber se usa embreagem ou conversor. O que tem dentro do câmbio eu sei.

            • Você leu o que escrevi? CVT da Nissan, nem da Toyota, não trabalham com conversor de torque, nem embreagem. Pesquise sobre câmbios CVT. Normalmente os mesmos não usam embreagem ou conversor de torque, mas sim sistema de pressão hidráulica ou sistema eletrônico para o ajuste das polias e dar o contínuo funcionamento.

              • Alexandre Taromaru

                Eu li e para deixar claro não perguntei de polias e correias. Quero saber como acontece o acoplamento e desacoplamento do câmbio nesse carro. Li que a Jatco usa embreagem nesse caso e gostaria da confirmação. Mas esquece.

      • marco

        existe dois tipo da cambio cvt com conversor de torque e com embreagem

  • Flauber Gouveia

    Sou um consumidor da Nissan (já estou no meu terceiro), mas acho que 58K num March é demais. A expectativa era que o CVT adicionaria em torno de R$ 3.500,00 ao preço do carro, mas acabou beirando os R$ 5.000,00. Resta ao mercado aceitar ou não esses preços. Acredito que passada a novidade (o apressado sempre come cru), dá pra negociar a 55K o March 1.6 SL. Nesse patamar de preços é possível comprar um Sentra SV 2014 (ainda em garantia) ou talvez até um SL. Cabe ao consumidor fazer a escolha.

  • PCPartsFan

    O Volantão em formato de esfirra está lá,mais cafona impossível

  • Joao Paulo Cintra

    Com preços da Nissan nesse patamar, não só no March e Versa como também no Sentra, cujo preço também disparou, dá para saber de onde está vindo o dinheiro para a empresa patrocinar os jogos olímpicos.

  • Cesar Mora

    O March merecia ter o mesmo cluster do Versa, muito mais bonito e menos simplório…..

  • Renato Dias

    Só falta o Versa ser menos feio.

  • Rinaldo Olimpio de Lima Filho

    Sério mesmo que nenhuma versão vem com banco traseiro bipartido?



Send this to friend