História Japão Montadoras/Fábricas Nissan

Nissan, o gigante nipônico que se juntou aos franceses

nissan-dat

Nissan DAT

Em 1914, Masujiro Hashimoto fundou a Kwaishinsha Motor Car Works, lançando de imediato seu primeiro automóvel, o DAT. O nome significa as iniciais dos investidores que apostaram no projeto, mas alguns anos depois, DAT passa a ser a denominação da empresa, chamada DAT Jidosha & Co. Ltd.

Com poucos consumidores de automóveis, a DAT se preocupou em fornecer caminhões. Após o fim de Primeira Guerra Mundial, a empresa passa a produzir veículos militares. Em 1926, a montadora se junta à Jitsuyo, que produzia caminhões com peças importadas dos EUA.

nissan-70

Nissan 70

Nissan

Em 1931, A DAT lança um carro pequeno na faixa de entrada, sendo chamado de Datson ou “filho de DAT”. Mas três anos antes, Yoshisuke Aikawa funda a holding Nihon Sangyo. Para atuar na Bolsa de Tóquio, ao grupo adotou a abreviação “Nissan”.

Em 1933, a empresa já era conhecida como Nissan e passa a ter o controle acionária da DAT Motors. Ela rebatiza o Datson como Datsun, pois “son” também significa “perda” em japonês. Com o “sol”, a marca poderia ganhar novos horizontes. O grupo acabou juntando 74 empresas e se tornou o quarto maior do Japão durante a Segunda Guerra.

nissan-austin-a40-somerset

Nissan-Austin A40 Somerset

Houve muitas mudanças de controle acionário nos anos 30, sendo que a Nissan Motor chegou a pertencer à Hitachi, por exemplo. Durante a guerra, a empresa criou uma nova marca de carros, chamada Dowa. A montadora tinha parcerias com engenheiros americanos e com a inglesa Austin, neste último caso especialmente após o conflito.

Os primeiros carros da Datsun tinham origem Austin. Em 1960, a Nissan estabelece sua filial nos EUA, mas comercializando carros com a marca Datsun. Dois clássicos dessa época são os modelos Fairlady e 240Z. Três anos mais tarde, a empresa se funde com a Prince Motors e de lá saem os famosos Skyline e Gloria.

nissan-fairlady-z-t

Nissan Fairlady Z T

EUA

Nesse mesmo ano, a Nissan começava a produzir carros no México, a fim de atender a demanda americana. Com a crise do Petróleo, a busca por carros mais econômicos colocou a marca japonesa em evidência nos EUA, embora o governo aplicasse sobretaxas para reduzir as importações.

Em resposta, a Nissan e outras japonesas começaram a produzir nos EUA no começo dos anos 80. Por volta da mesma época, estabeleceu uma planta em parceria com uma empresa local na Grécia. A Nissan, que queria transformar o país em base exportadora para todo o continente, mas com problemas relacionados com o governo grego, escolheu o Reino Unido para essa tarefa.

nissan-silvia

Nissan Silvia

Nos anos 80, a Nissan fez parceria com a Ford e chegou a fabricar o Volkswagen Santana no Japão, entre 1984 e 1990. Alfa Romeo, GM e LDV também fizeram negócio com a empresa nipônica. Em 1983, a marca Datsun começou a deixar de ser usada e em 1985, estava extinta do lineup.

Quatro anos depois, a Infiniti surge nos EUA como divisão de luxo que, no entanto, só chegou ao Japão em 2014. A divisão Nismo é outra importante ferramenta da montadora para personalizar e preparar seus carros, seja para rua ou pista.

nissan-200sx

Nissan 200SX

Renault-Nissan

Em 1999, a Nissan enfrenta uma grave crise financeira e a tábua de salvação é uma fusão com a francesa Renault, comandada por Carlos Ghosn. As duas empresas passam a compartilhar componentes e plataformas desde então, atendendo a interesses comuns. A Daimler compra 3,9% do grupo em 2010 e fecha acordos técnicos, enquanto a russa AvtoVAZ passa a ser controlada em 2012.

Atualmente a Renault-Nissan tem parcerias com a Daimler, Dongfeng, AvtoVAZ, Ashok Leyland e Mitsubishi, sendo esta última para o mercado de kei car no Japão. Recentemente a Datsun voltou como submarca para o mercado de carros baratos, atendendo inicialmente Índia e Rússia.

nissan-skyline-gts-t-coupe

Nissan Skyline GTS T Coupe

Modelos como Fairlady, Skyline, Qashqai, Juke, os esportivos “Z”, GT-R, Leaf, Sentra, BlueBird, Sylphy, Almera, Altima, Pathfinder e Micra, por exemplo, tornaram a Nissan muito famoso e popular em vários mercados do mundo, especialmente nos EUA e Ásia. A atuação global faz seu lineup ser um dos mais diversificados da indústria.

nissan-march-canvas-top

Nissan March Canvas Top

Brasil

Em 2001, a Nissan estabelece sua primeira fábrica no Brasil, que fica dentro do complexo Ayrton Senna da Renault, localizado em São José dos Pinhais/PR. A planta começa fazendo a picape Frontier e o SUV XTerra, retirado de linha mais tarde. Alguns anos depois, começou a fabricar as minivans Livina e Grand Livina, que acabaram sendo retiradas do mercado no começo de 2015.

nissan-sentra

Nissan Sentra

Em 2014, a Nissan inaugura uma moderna planta para uso exclusivo em Resende/RJ, onde produz atualmente os modelos March e Versa. De 2001 até 2015, 500 mil veículos foram produzidos. A expectativa atual é pela chegada do crossover Kicks, que deve acontecer durante as Olímpiadas do Rio em 2016. O modelo é de projeto liderado pela filial brasileira e será global.





  • kaian

    possivelmente o próximo carro aqui de casa vai ser o novo Sentra SV

  • Pedro Henrique

    uma pena não terem falado muito de Carlos Ghosn, um brasileiro que foi O mito na salvação da nissan.
    tirou a empresa do túmulo e ta aí hoje, firme e forte.

    • Japa

      Realmente, o que ele fez com a nissan, após a fusão com renault foi incrivel, uma lenda concerteza!

    • V12 for life

      Realmente, ele já era o presidente da Nissan antes de 99 e já vinha recuperando a marca, foi devido a essa recuperação e os promissores projetos da Nissan que despertaram o interesse da Renault, oque foi benéfico para ambas.

    • Louis

      Brasileiro só porque teve o azar de nascer por aqui. Até sotaque estrangeiro ele tem.

      • Pedro Henrique

        na verdade não, os pais dele se casaram e moraram no brasil até quando ele tinha uns 5~6 anos… dai sim foram morar no exterior mas por causa de problemas de saúde de ghosn.
        o pai de ghosn é genuinamente brasileiro(com descendência libanesa) e ele também.

  • Marcus Fenix

    Hoje a Nissan é forte na Ásia, Europa, Canadá, EUA e México. Acorda Brasil!!!

    • Lean_

      Hyundai há menos tempo no mercado faz muito mais sucesso. Acho que falta à Nissan uma boa equipe de pesquisa de mercado, porque ela aparentemente não entende o gosto do brasileiro. Quer vender? Ofereça o que o mercado procura, com a qualidade requisitada e preço adequado. Se não vende, algum desses requisitos não está sendo cumprido. Qualidade a Nissan tem, preço também, falta oferecer o resto!
      Edit: Há também a possibilidade de ela estar satisfeita com o nível de vendas atual (que consideramos baixo) e por isso não investir na melhoria dos seus produtos(em minha opinião, Nissan necessita de reforma no design interno e externo de seus populares), de seu sistema de vendas e pós-venda(esse ao meu ver o calcanhar de Aquiles da montadora).
      Abrç

      • V12 for life

        Kicks e o próximo March indicam que ela está no caminho certo, vamos ver se isso se confirma.

    • Pedro Rocha

      Quem tem que acordar é a Nissan e equipar March e Versa com CVT.

    • pedro rt

      o país q ela vende mais e o mexico la e lider de vendas ha anos mas nao tem o modelo numero 1 de vendas q la e o chevrolet aveo

  • V12 for life

    Esta falando de Fairlady e os Z cars separadamente, quando Fairlady Z é apenas o nome adotado por todos os Z cars no Japão, desde de o 240Z até o 370Z passando pelo 300ZX.

  • Pipo pipo

    Vi outro dia no top gear o Godzilla, já vi uns dois aqui no Rio, gostaria muito de experimentar, mesmo eu sendo um motorista comum, tem que ser alucinante.

  • Bruno Silva

    Quase compramos um March final de semana. Porém, a negociação foi horrível, acabamos comprando um Ka SE, no mesmo preço do March S, que não vem nem com som…

  • Bittencourt

    Na minha opinião, esse Fairlady Z T é uma obra de arte!

    • Bruno Wendel Marcolino

      partilho da mesma opinião.

  • pedro rt

    provavelmente meu proximo carro sera um VERSA SL ou unique

  • Offline_Mode

    O march aí nas fotos achei mais bonito que o atual Hehehe

  • alemãoVP

    Parabéns ao NA por essas matérias contando a história das montadoras… são sucintas, fáceis de ler e sempre dão os fatos mais relevantes que incrementam nosso conhecimento a respeito da história automobilística… sempre acompanho com muito interesse essa seção.

    • Claudio Abreu

      Desculpe, alemão, mas ia dizer justo o contrário: faltou muita informação aqui. Para uma marca que teve tantas reviravoltas, numa história marcada de fusões, faltou destrinchar mais isso. NA foi, sim, relapso – olha a foto do Sentra que os caras me puseram aqui, meu deus!.. Dava pra melhorar, e muito.

      • alemãoVP

        Concordo contigo se a intenção for realmente destrinchar toda a história e tal, mas eu encaro as matérias de um blog como um ponto de partida apenas, e daí se o assunto me interessa eu mesmo pesquiso depois a história em outros canais e tal… acho que como ponto de partida é interessante sim, vc lê os pontos mais relevantes e caso o “resumão” interesse vc se aprofunda em outras fontes… acho que se fossem matérias longas pouca gente leria também… abraço!