Ford Lançamentos Pickups zslider

Nova Ford Ranger tem estilo renovado com mais tecnologia e segurança – Preços partem de R$ 99.500

ford ranger 2016 america do sul 1

A Nova Ford Ranger 2017 chega ao mercado nacional com visual renovado, maior segurança e nível tecnológico ampliado, tendo ainda como destaque a garantia de cinco anos e novo plano de manutenção.

Disponível inicialmente apenas com cabine dupla, a picape da marca americana chega nas versões XLS com motor diesel 2.2 manual ou automático, além de XLT e Limited com motor diesel de cinco cilindros 3.2, enquanto a versão 2.5 Flex é oferecida somente nas versões XLS e XLT.

ford-ranger-2017-NA (2)

A Ranger 2017 vem com motor 2.2 litros diesel de quatro cilindros com 160 cv e 39 kgfm entre 1.600 e 2.500 rpm, no caso da XLS. O 3.2 litros diesel de cinco cilindros entrega 200 cv e 47,9 kgfm entre 1.750 e 2.500 rpm. O câmbio é manual ou automático, ambos de seis marchas, com tração 4×4 e acionamento eletrônico. A versão 2.5 Flex tem 173 cv e 24,8 kgfm.

Mais sofisticada, a Nova Ranger foca na segurança, trazendo de série sete airbags, freios ABS, controles de estabilidade e tração, aviso de utilização do cinto de segurança, cintos de segurança de três pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes e sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis de série.

ford-ranger-2017-interna-NA (2)

A versão XLS inclui direção elétrica, diferencial traseiro blocante, ar-condicionado, SYNC com tela de 4,2 pol., AppLink e Assistente de Emergência, banco do motorista com ajuste de altura e lombar, retrovisores elétricos, faróis de neblina, iluminação na caçamba, rodas de liga-leve de 17 polegadas e faróis com acabamento escurecido.

Na XLT, a Ranger 2017 vem com estribos laterais, santantônio tubular e vários itens cromados – grade do radiador, grade do para-lama, faróis, capas dos retrovisores, maçanetas e para-choque traseiro. A opção também oferece ar-condicionado automático e digital com controle individual para o motorista e passageiro, bancos e volante revestidos em couro, sensor de estacionamento traseiro, monitoramento de pressão dos pneus e chave programável MyKey.

ford-ranger-2017-interna-NA (27)

Além disso, a XLT vem com SYNC com tela “touch-screen” de 8 polegadas, navegação, câmera de ré, duas entradas USB, leitor de cartão de memória, comandos de voz para áudio, telefone, navegação e climatização. No painel de instrumentos traz duas telas de 4 polegadas configuráveis por comandos no volante, bem como console central com compartimento climatizado, descansa-braço central integrado ao banco traseiro, faróis com ajuste de altura, retrovisores com piscas e rebatimento elétrico, faróis com projetores e abertura e fechamento global das portas e vidros.

ford-ranger-2017-interna-NA (5)

Na versão Limited, há ainda câmera de ré e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, além de farol alto automático, sistema de permanência em faixa, controle anticapotamento, alerta de colisão e controle de cruzeiro adaptativo, bem como SYNC com tela de 8 pol. e navegador GPS, bancos revestidos em couro, ar-condicionado automático e digital de duas zonas, banco do motorista elétrico em oito posições, sensor de chuva, espelho retrovisor interno eletrocrômico, faróis com acendimento automático, protetor de caçamba, capota marítima, rodas de liga-leve aro 18, faróis com projetores e acabamento cromado, para-choque traseiro, maçanetas e retrovisores com acabamento cromado, santo antônio estilizado, bagageiro de teto e estribos laterais.

Em termos de manutenção, a Nova Ranger 2017 tem revisões a cada 10.000 km ou 12 meses. Com recomposição de preços, a picape da Ford teve uma redução de até 39% na XLS. No caso da versão Limited, que tem plano com três revisões e custo total de R$ 2.464,00, sendo 10.000 km (R$ 648), 20.000 km (R$ 808) e 30.000 km (R$ 1.008). A redução foi de 34%. A cesta de peças ficou 55% mais barata. Em breve, impressões, detalhes e mais imagens.

Confira abaixo os preços da Nova Ford Ranger 2017:

Nova Ranger XLS 2.5 Flex MT 4×2 – R$ 99.500
Nova Ranger XLT 2.5 Flex MT 4×2 – R$ 109.500
Nova Ranger XLS 2.2 Diesel MT 4×4 – R$ 129.900
Nova Ranger XLS 2.2 Diesel AT 4×4 – R$ 142.900
Nova Ranger XLT 3.2 Diesel AT 4×4 – R$ 166.900
Nova Ranger Limited 3.2 Diesel AT 4×4 – R$ 179.900

Galeria de fotos da Nova Ford Ranger 2017:





  • Pacheco

    Um excelente carro. Eu aluguei a XL 2.2 na Unidas e me apaixonei. Imagino como deve ser magnifica a versão Limited 3.2 Auto.

    • rodrigo

      nao crie expectativas, o motor 2.2 é muito mais esperto e duravel que o 3.2.. a ford fabrica esses motores 2.2 ate mesmo pras land rover’s por ser um otimo motor..

      • Alexandre Monteiro

        Realmente o motor 2.2 é surpreendente, mas o 3.2 é melhor sim, mais esperto e mais suave, o problema é que sempre se compara a xls 2.2 manual com a ltd 3.2 aut., como o forte desse cambio 6R80 da ford é o conforto e a durabilidade, termina passando essa sensação de que o motor 3.2 demora a encher.
        Você falou que o 2.2 é mais durável, mas praticamente não existe histórico de problemas no motor 3.2, o que houve nas 3.2 2012, 2013 e algumas 2014, foi a mangueira de arrefecimento do cambio que se rompia e como o sistema utiliza o fluido de arrefecimento do motor, esse superaquecia e batia. Outros casos de problemas com o 3.2 estão casos de reprogramação para mais de 280cv em conjunto com pneus de dimensões bem acima dos originais, como o câmbio, a caixa de transmissão, os diferenciais e semi-eixos são todos super dimensionados pois são oriundos das F150, sobrava para o motor as presepadas dos seus proprietários.

        • rodrigo

          entao, eu tive uma ranger 3.2 aut. e realmente nao achei interessante, justamente pelo cambio dela ser muito ruim nas hora de retomada.. eu participo de um forum off road que tem topicos de todas as marcas e modelos, a ranger 3.2 atualmente esta tendo problemas na mangueira do intercooler, parece estar rachando e estourando, pessoal esta tudo doido atras de canos de inox pra colocar no lugar, pois o fabricante ainda nao considerou um recall pra essas mangueiras.. tambem ja vi ranger automatica ser trocado 2 vezes o cambio..a de um amigo meu comprou junto comigo estourou 2x a turbina, porem ele fez essa tal reprogramacao entao nao da pra botar culpa na picape.. na minha opiniao ainda nao é uma picape confiavel e bem resolvida, eles tiveram 4 anos pra arrumar esses problemas, vamos ver nesse novo modelo se foi resolvido algum detalhe desses

          • Alexandre Monteiro

            Pois é, esse problema das mangueiras da pressurização já tinha ouvido falar também, não precisa fazer de inox, a turma do troller já “desenvolveu” um kit de silicone que no troller (esse atual com a mec. da ranger) parece ter resolvido o problema, no troller foi até pior, pois tinham carros originais de fábrica já com algum tipo de vazamento na pressurização.
            Tenho uma XLT 3.2 aut. e também ouvi casos de turbinas sendo trocadas precocemente, porém em todos os casos ou a ranger tinha sido “chipada” ou o DPF tinha sido removido. Rodrigo você está no grupo do whatsapp Ford Ranger Trucks? Quase todos os participantes do 4×4 brasil forum, que postavam no grupo da Ranger estão por lá.

            • rodrigo

              heheheh sim estava, sou o dametto la do grupo que comprou a nova hilux.. mas sai um pouco pra da um tempo em grupos..

              • Eric Palamar Blaca

                poxa agora fiquei triste…tenho uma s10 lt aut 12/13 com 100mil km e acho q ja esta na hora de trocar… queria trocar nessa nova ranger…mas com esses problemas sei não…até pq a s10 nunca me deixou na mão.

                • Alexandre Monteiro

                  Seguindo seu raciocínio, como minha ranger nunca me deu nenhum tipo de problema, todas as rangers não darão problemas. Com certeza você não acompanha nenhum fórum sobre 4×4, pois se acompanhace veria que a S10 apresentam muitos problemas. Acredite você tem mais sorte do que ganhador de loteria.

                  • Lucas

                    Eu também ganhei na loteria então, porque tinha uma s10 LTZ 12-13 e nunca fiquei na mão. Pelo contrário, se mostrou um carro muito resistente. No início do ano eu a vendi.

              • fbl

                parabéns pelo tanque de guerra adquirido. fez muito bem.

  • CharlesAle

    Na minha opinião, a melhor das picapes médias..Pois não perde nada para a Hilux.

    • Come On!!

      O único problema é que dizem que ela é a mais “gastona” de todas. Pra mim também é a melhor das picapes, mas essa questão de economia de combustível é algo a se pensar na hora da compra.

      • Daniel

        Mas justiça seja feita… Tem um cilindro a mais lá bebendo né?!

        • Come On!!

          Sim, mas não deixa de ser algo importante. Como diria um amigo meu, tudo se explica, mas nada justifica. A S10 consegue tirar a mesma potência do motor com um cilindro e 0.2 litros a menos.

          • th!nk.t4nk

            Mesmo valor de potência é uma coisa. Já o comportamento é outro.

            • Come On!!

              E o consumo também. O que estou querendo dizer é que a Ford é excelente em equipar seus carros, mas isso não faz a venda de uma picape ou SUV, vide Hilux e SW4 por exemplo. Nessa categoria a durabilidade e economia do motor e um pós venda de qualidade contam bem mais do que 7 airbags.

              • th!nk.t4nk

                Hilux se vale da fama da Toyota. A durabilidade é boa sim, mas não é proporcional às vendas. A fama conta muito mais neste caso.

                • fbl

                  e a fama vem de onde num carro de trabalho? ainda nao entende isso?

      • !Marcelo Surf!

        E também o pós venda medíocre.

  • Leonel

    Realmente, muito interessante, não há de se criticar a Ford por falta de “recheio” em seus carros. Curiosidade, Toro Volcano ou uma XLS por R$139 mil ? Penso que para quem compra a Volcano (única com câmbio AT, na versão Diesel) pode economizar pouco mais e já ir de Ranger hein, não ?

    • Eduardo Mello

      Categorias bem diferentes….uma é uma picape de verdade, a outra de enfeite!

      • Robinho

        Falou tudo!

    • Sabatino

      Nem todos querem uma pickup daquele tamanha para andar nas cidades brasileiras. Toro è para o Brasil, as pickups media para os americanos. Se a Fiat quisesse lançar uma media de verdade seria muito façil visto que tem o Fiat Fullback ou poderia usar qualquer Ram. Mas o Toro ofereçe algo diferente que as outras medias.

      • Gabriel Oliveira

        ela não é a base da l200? se não me engano as montadoras tem esse acordo, onde uma entra com o carro, a outra n pode entrar.

        • Sabatino

          Normalmente nao. Na europa tem L200 e o Fiat Fullback.
          Outros exemplos: Peugeot 107/Toyota Aygo; Fiat Sedici/Suzuki Sx4, Mazda Mx5/Fiat 124 (estao todos no mesmo mercado).
          Normalmente tem acordo entre montadoras do mesmo grupo (come Chevrolet nos Eua e Opel na Europa; ou Chrysler nos Eua e Lancia na Europa)

      • Eduardo Mello

        Talvez tenha me expressado mal. Acho válida a Toro em sua proposta. Mas comparar com uma camionete de chassis de verdade é impossível. Não serve para grandes cargas, nem para puxar um jipe, por exemplo, nem para repetidas saídas off road (faria seu monobloco deformar com o passar dos anos), ou seja, não tem como comparar maças com bananas….

    • José Eduardo Borba

      Vou de Toro msm. Pego a Diesel mecânica. E antes que critiquem minha escolha, aqui em casa já tivemos 9 Rangers e atualmente uma Hilux. Mas na prática não vejo no que uma ranger possa ser tão superior a Toro.

      • th!nk.t4nk

        Pra cidade a Toro é mais confortável que todas as demais pickups no mercado. Não tem com comparar, estrutura monobloco te dá o conforto de um carro, sem aquele balanço maldito em cada falha no asfalto.

        • Eduardo Mello

          e ta dá uma fragilidade muito maior, diga-se de passagem.

          • th!nk.t4nk

            Na cidade? Negativo. Monobloco pra cidade é perfeito. Não tem lógica alguma ficar arrastando um chassi pesadão no asfalto.

            • Eduardo Mello

              Concordo. Monobloco é para camionetes menores de cidade.

          • Paulo Albuquerque

            vc fala como se a Toro fosse se partir ao meio,quero tentar entender o pq dela ser fragil,serio mesmo me explica ai,vlw.

            • Eduardo Mello

              Faço trilha. Dentre os jipes, há as Cherokees, monobloco. Sim, algumas racham ao meio, por isso uma cherokee hj vale metade do valor de um willys veio ou um samurai.

  • Everton Lourenço

    Com esse preço ai dá pra comprar Audi, Mercedes, Bmw, Volvo, semi novo é claro.. Mas jamais um Ford..

    • Rodrigo Alves Buriti

      Ainda me pergunto como as pessoas continuam confundindo categorias, públicos e tipo (novo x usado) só pela questão preço…..
      Tenho apartamento na praia e costumo levar caiaque, bike e “tralhas” para onde vou, as vezes por estradas de barro mesmo ou dunas de areia. Uma BMW nunca iria chegar lá e, se chegasse, com certeza iria chorar ao vê-la toda mal tratada.

      Gostaria de saber quanto tempo a pessoa espera uma peça Ford de produto nacional e uma peça Audi, MB, etc para quem usa o carro constantemente e diariamente.

    • Louis

      A comparação só é válida para alguns casos, onde a pickup seja sub-utilizada, por exemplo, quem compra pickup e nunca carregou carga e só anda na cidade.

    • fschulz84

      Ah sim, então coloque 400kgs de ração animal no porta-malas de um Audi A4 ou uma BMW 320i

      Cada comparação…

      • Everton Lourenço

        Não me referi aos feirantes, comerciantes, fazendeiros e afins que realmente necessitam de um carro com características que aguentem carga amigo… Mas sim aos que utilizam na cidade, dia-dia, até pq não é todo mundo que vai colocar 400 kgs de ração em um carro.. Pelo menos aqui onde eu moro é raro ver isso.. Tanto em caminhonetes como em qualquer outro carro.. A comparação foi apenas PREÇO, sem pensar em categorias, nichos etc..

        • fschulz84

          Neste ponto, você está correto.

          Conheço bastante pessoas que compra SUV gigante ou caminhonetes médias para andar sozinho na cidade e no máximo pegar uma estradinha de terra 2 vezes ao ano…

          Mas o “jamais um Ford” soa bem hater… Parece até um famoso membro do blog do up que aparece de vez em quando aqui (vulgo Ken) que só entra em notícias da Ford para denegrir.

      • Robinho

        kkkkkkkkkkkkkkkkkk, boa!

    • Uislei

      O povo falando de Pickups e vc vem falar em carro de categoria completamente diferente. Tá complicado, viu?

    • zekinha71

      Quero ver colocar 2 metros cúbicos de lenha em um A3.

      • Robinho

        kkkkkkkkkkkkkkk

      • Rmx

        Um S3 de 300 pocotos com um reboque kkkkkk coitada da lenha ! Kkkkk

        • zekinha71

          Aí vai virar palito de dentes kkkkkkk.

    • Robinho

      ???????

  • Marcos Lopes

    e pensar que em 2013 a XLT flex saia a 75k…

    • José Caio

      O mas não tem nada a ver né. A Ranger subiu de categoria.

      • Marcos Lopes

        Em 2013 quando saiu essa nova geração a xls inicialmente era 68k e a xlt 75.
        subiu de categoria porque trocou a grade e colocou cmm ?
        eu tinha nessa época a geração anterior dela (2010 xls ) comprei por R$ 54.

        É exatamente o mesmo carro ( com nova grade e painel) só que 47% mais caro.( inflação acumulada [ipca] no período foi de 24,6% )

        • José Caio

          Realmente não justifica o aumento absurdo, mas veja bem, comparado ao aumento da Hilux que particularmente pra mim não é mais carro que a Ranger, até que esta dentro da realidade cruel do Brasil.

    • José Eduardo Borba

      Em 2012 meu pai comprou uma XLT Diesel por 96!

  • zekinha71

    E assim o sonho de ter novamente Ranger vai ficando cada vez mais longe.

  • The Monster Man

    Preços da versão cabine dupla?

    • Erlandio Ramos

      Lá no começo do texto tem escrito assim: “Disponível inicialmente apenas com cabine dupla, a picape da marca americana chega nas versões XLS com motor diesel 2.2 manual ou automático, além de XLT e Limited com motor diesel de cinco cilindros 3.2, enquanto a versão 2.5 Flex é oferecida somente nas versões XLS e XLT”. Então………

  • V12 for life

    Que loucura 13 mil por um cambio automático, onde isso vai parar.

    • th!nk.t4nk

      Importado. Vai parar quando o governo parar de destruir o valor do Real.

  • Senhora Liberdade

    o preço dela e suas concorrentes nao deveria passar de 50K, isso da versao top

  • Rodrigo

    Tem muita gente que usa camionete pra passear na cidade, ai realmente melhor pegar um novo A4 aí por 160mil, muito mais status.
    Mas pra quem realmente precisa de pick-up seja na roça, seja pra carregar moto, caiaque ou seja o que for aí vejo a ranger como a melhor opção, ainda mais agora completa com 7 airbags desde a de entrada. E algumas equipamentos que não tem na concorrência e na própria ford só tinha no edge ou fusion top. Gostei de ver, pena que acho que infelizmente isso vai influenciar pouco nas vendas, S10 vem com mudanças em breve(poucas), frontier ano que vem chega geração nova, amarok, e principalmente triton tem que se mexer.

  • Robinho

    Com certeza a mais bela do mercado!

  • Anderson Rezende

    E essa versão com acabamento cinza, sem cromados, não vem para o Brasil?

    • Rodrigo

      Qual?
      Aquela da Tailândia?

      • Anderson Rezende

        Parece ser da Austrália, não sei se tem essa versão Wildtrack na Tailândia

    • Lucas086

      Mais bonito assim do quê essa ruma de cromados.

      • José Eduardo Borba

        Os cromados são características das Pick-ups Ford. Só a anterior a essa, que fugiu a regra! Olha as F250, a frente é puro cromo! PS. F250, a última caminhonete de Homem, q se vendeu no Brasil.

        • HelderV6

          Dodge RAM manda lembranças

  • Rodrigo

    Preços que deveria ser um pouco mais razoável

  • Kaian Reis

    E pensar que em 2014 quase comprarmos uma XLS flex 0km por 69,900 só não compramos porque meu pai fala que picape a Gasolina não presta

    • Marcos Souza

      seu pai tá quase certo, o problema é fazer 6,5-7,5 KM/L na cidade, essa versão flex é bem beberrona, se gasolina não for problema é uma otima compra…

  • Guilherme Borella

    Monstro!! Linda!!

  • José Eduardo Borba

    Subiram de mais! A Flex ta muito cara! E a Diesel, custava 110 um dia desses.

  • Hugosw

    É uma pena que eles não oferecem no motor a gasolina.

  • GABRIELCSFLORIPA

    Prefiro gastar menos e pegar um pick-up a diesel, no caso a Toro por 95 mil.

  • Luciano Assunção

    O mix deveria ter colocado a versão XLT com o motor 2.2 Diesel aut na faixa dos R$ 150k seria uma boa opção ser considerada.

  • Leandro Santos

    Muito caro. Mas vai fazer o preço da antiga baixar mais. Melhor assim.

  • Mr. Car

    R$ 99.500,00 até a semana que vem. Aproveitem. Aliás, este negócio de carro aumentar de preço toda hora está me fazendo sentir um revival amargo do tempo da hiperinflação, onde as coisas custavam um preço de manhã, outro de tarde, e outro de noite.

    • Alexandre Maciel

      Cara, guardadas as especificidades de cada situação, hoje se pode dizer até que se assemelham porque naquele tempo, se a pessoa deixasse o dinheiro no banco, ele era “corrigido”. Hoje o dinheiro não tem correção e tudo sobe, apesar de em espaços de tempo maiores.

  • Leandro

    Na minha opinião, esse interior melhor 100%.

  • Artur

    É tanto cromado que ofusca a vista! :D

  • rodrigo

    acabamento do interior parece ter ficado lindo nas fotos, ate que entra no youtube e ve um video sobre ela e ja se percebe o plastico mediocre e de baixa qualidade tipico da FORD..

  • Luiz Ramos Jr.

    carro de rico…cada vez mais se afastando da classe média.

  • HelderV6

    O pessoal reclama do consumo , q eh alto realmente, mas paga 100 bolsonaro em 1 carro e se importa com consumo cara….enche o tanque e pisa fundo meu…

  • Alexandre Monteiro

    Esses dias caiu uma chuva bem forte em Fortaleza, uns 4 dias de chuvas bem intensas mesmo, um amigo meu tinha trocado recentemente a Triton dele por uma C180, não conseguiu chegar no aeroporto e perdeu o vôo, só quem tinha pickups médias, grandes, troller, suvs (de verdade) e ônibus conseguia trafegar pela cidade. Pickups médias são verdadeiros canivetes suíços, só quem já teve sabe do que estou falando.

  • KevinGR

    gostei de mais dessa ranger, mas 100 mil reais pra andar numa picape flex de 0 a 100 mais lento que veloster, manual e 4×2 é complicado, fosse esse preço na diesel 2.2 manual tava mais coerente.

    Por falar nisso as ranger flex CD do modelo antigo estão em promoção por 73 mil reais.



Send this to friend