Home Hatches Nova Mercedes-Benz Classe B 2013: avaliação completa


novo mercedes classe b 2013 fotos 2 620x465 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa




Aos poucos, a Mercedes-Benz vai descobrindo como vender seus modelos de entrada. Nas primeiras gerações de Classe A e B, a marca alemã achou que apenas o prestígio da estrela de três pontas bastaria. Os resultados foram carros sem graça e com pouco apelo de vendas. Agora, com a estreia de uma nova plataforma média – chamada de compacta nos padrões da marca –, a chance para a redenção apareceu.

E a nova geração do Classe B, que chega agora ao Brasil, mostra um exemplo disso. A proposta continua sendo de um familiar, mas com um design – e comportamento – mais agressivo. Que o deixa mais próximo ao público mais jovem – exatamente quem a fabricante tenta alcançar com seus veículos de entrada.

novo mercedes classe b 2013 fotos 1 620x826 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

Em dez meses na Europa, a tentativa se mostrou certeira. Foram vendidas mais de 100 mil unidades – um recorde para a marca. Por aqui, a expectativa é bem mais comedida. A apresentação do modelo teve direito até à presença de Dieter Zetsche, o CEO internacional da Mercedes, mas a projeção é comercializar somennte 500 unidades do Classe B até o final do ano. O que dá uma média de pouco menos de 200 carros mensais. É menos do que a Classe C vende, mesmo sendo mais cara, por exemplo.

A principal estratégia para tornar o novo Classe B mais atraente que o anterior foi dar um aspecto mais esportivo ao modelo. O carro ficou mais baixo, comprido e largo. A engenharia em si também mudou. A suspensão traseira deixa de ser do tipo eixo de torção para se tornar uma independente multilink com braços de alumínio, que tem construção mais refinada.

novo mercedes classe b 2013 fotos 3 620x868 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

O desenho da carroceria ficou mais agressivo, graças principalmente aos vincos nas laterais. O próprio formato do carro ficou ligeiramente diferente, agora com uma espécie de meio termo entre perua e minivan. A aerodinâmica também melhorou. Até os retrovisores foram remodelados para provocarem menos arrasto. No total, o coeficiente aerodinâmico, o cx, é de apenas 0,26.

O trem de força evoluiu drasticamente. Os modelos importados para o Brasil vêm equipados com um motor 1.6 com turbo e injeção direta – que inclusive deve equipar a próxima geração do Classe C – com 156 cv e 25,5 kgfm de torque equipado com o sistema start/stop que ajuda na economia de combustível. Já o câmbio é um automatizado de dupla embreagem e sete marchas. A antiga geração usava uma transmissão CVT, bem menos adequada a uma tocada mais “nervosa”.

novo mercedes classe b 2013 fotos 4 620x826 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

Mesmo assim, a funcionalidade continua sendo um dos trunfos do modelo. O porta-malas leva 488 litros, que podem ser ampliados para mais de 1.500 l com o rebatimento dos bancos traseiros. O espaço interno é garantido graças à boa distância entre-eixos de 2,70 metros.

A Mercedes irá importar o Classe B com dois níveis de equipamentos. A de entrada é chamada apenas de B200 Turbo e tem preço de R$ 115.900. Para isso, traz sete airbags – com nove áreas de proteção –, ABS, controles de estabilidade e tração, rádio com tela de sete polegadas, ar-condicionado automático, cruise control, faróis de neblina, freio de estacionamento eletrônico e volante com acabamento em couro.

novo mercedes classe b 2013 fotos 5 620x382 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

A mais equipada é a B200 Turbo Sport, com preço de R$ 129.900. Ela adiciona rodas de 18 polegadas, faróis bi-xenônio, luzes diurnas de leds, sistema de estacionamento automático, bancos de couro e acabamento especial no interior. E, para fazer valer o “sobrenome”, ainda recebe uma ajuste de suspensão mais rígido. Mais uma prova da troca de caráter da Classe B.

Primeiras Impressões - Da estética à dinâmica

A mudança de status da Classe B é evidente. Conquistada principalmente por causa do design, muito mais harmonioso. Sai o desenho estranho, muito achatado, para outro mais esportivo. Do lado de dentro, o conforto predomina. Os 2,70 metros de entre-eixos e os 1,55 m de altura dão excelente amplitude no interior. Mesmo quem vai atrás pode desfrutar de bastante espaço em qualquer direção.

O acabamento é apenas correto para um carro da faixa de preços do Classe B. Claro que tem algum requinte inerente a um Mercedes, principalmente na versão topo de linha, que conta com um belo detalhe de alumínio no meio do painel. Mas não chega a ser arrebatador.

novo mercedes classe b 2013 fotos 6 620x465 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

A parte inferior do painel, por exemplo, é de plástico rígido. Outro ponto onde a segunda geração da minivan não impressiona é na lista de equipamentos. Não que seja ruim, mas itens como GPS, sensor de estacionamento, teto solar ou bancos com regulagem elétrica não estão disponíveis nem como opcionais. O que mostra que a marca ainda confia – e muito – no próprio prestígio.

Mas é com o motor ligado que a segunda geração da minivan mostra o quanto evoluiu. O motor 1.6 turbo é eficiente na tarefa de mover os 1.400 kg do carro. A faixa de torque máximo, entre 1.250 e 4 mil rpm, deixa o carro esperto no trânsito urbano. Quando necessária, a transmissão de dupla embreagem entra em ação com trocas extremamente rápidas.

novo mercedes classe b 2013 fotos 7 620x412 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

Mesmo assim, a proposta do monovolume é de uma direção mais pacata. O acelerador é muito macio e há um certo “delay” entre o ato de comprimir o pedal e o motor ganhar giros. A direção segue a mesma tendência e é leve. A suspensão tem um calibre fino, bem no meio entre esportividade e conforto, o que dá ao carro boa estabilidade em curvas.

O problema é que a ideia de dar suavidade ao rodar parece ter passado longe da escolha das rodas. Na versão topo, as rodas de 18 polegadas com pneus de perfil 40 deixam o carro duro demais, algo inadequado para uso familiar. Para tentar amenizar a impressão geral, ao final do test-drive, a Mercedes avisou que os carros testados tinham um acerto de suspensão mais rígido do que o que será de fato entregue aos consumidores.

novo mercedes classe b 2013 fotos 8 620x434 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

Ficha técnica – Mercedes-Benz Classe B

Motor: A gasolina, dianteiro, transversal, 1.595 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, turbocompressor, intercooler, comando duplo no cabeçote. Acelerador eletrônico e injeção direta.

Transmissão: Câmbio automatizado com sete marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Oferece controle de tração.

Potência máxima: 156 cv a 5.300 rpm.

Aceleração 0-100 km/h: 8,4 segundos.

Velocidade máxima: 220 km/h.

Torque máximo: 25,5 kgfm entre 1.250 e 4 mil rpm.

Diâmetro e curso: 83,0 X 73,7. Taxa de compressão: 10,3:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson com molas helicoidais. Traseira do tipo four-link com molas helicoidais e amortecedores a gás. Oferece controle de estabilidade.

Pneus: 225/40 R18.

Freios: Discos ventilados na frente e sólidos atrás. Oferece ABS.

Carroceria: Monovolume em monobloco com quatro portas e cinco lugares. Com 4,35 metros de comprimento, 1,78 m de argura, 1,55 m de altura e 2,69 m de distância entre-eixos. Oferece sete airbags.

Peso: 1.425 kg.

Capacidade do porta-malas: 488 litros.

Tanque de combustível: 56 litros.

Produção: Rastatt, Alemanha.

Lançamento mundial: 2012.

Lançamento no Brasil: 2012.

Itens de série:

Versão B200 Turbo: Volante em couro, airbags frontais, laterais, de cortina e de joelho para o motorista, sensor de chuva, cruise control, rádio/CD/MP3/AUX/Bluetooth com tela de 7,5 polegadas, ar-condicionado dual zone, rodas de 16 polegadas, start/stop, faróis de neblina, computador de bordo, freio de estacionamento eletrônico, ABS, controle de estabilidade e tração.

Preço: R$ 115.900.

Versão B200 Turbo Sport: Adiciona rodas de 18 polegadas, faróis bi-xenon, luzes diurnas de led, sistema de estacionamento automático, acabamento do teto na cor preta, direção paramétrica, suspensão mais rígida, bancos de couro e acabamento especial no interior.

Preço: R$ 129.900.

Por Auto Press


Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.