Home Hatches Nova Mercedes-Benz Classe B 2013: avaliação completa

novo mercedes classe b 2013 fotos 2 620x465 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa




Aos poucos, a Mercedes-Benz vai descobrindo como vender seus modelos de entrada. Nas primeiras gerações de Classe A e B, a marca alemã achou que apenas o prestígio da estrela de três pontas bastaria. Os resultados foram carros sem graça e com pouco apelo de vendas. Agora, com a estreia de uma nova plataforma média – chamada de compacta nos padrões da marca –, a chance para a redenção apareceu.

E a nova geração do Classe B, que chega agora ao Brasil, mostra um exemplo disso. A proposta continua sendo de um familiar, mas com um design – e comportamento – mais agressivo. Que o deixa mais próximo ao público mais jovem – exatamente quem a fabricante tenta alcançar com seus veículos de entrada.

novo mercedes classe b 2013 fotos 1 620x826 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

Em dez meses na Europa, a tentativa se mostrou certeira. Foram vendidas mais de 100 mil unidades – um recorde para a marca. Por aqui, a expectativa é bem mais comedida. A apresentação do modelo teve direito até à presença de Dieter Zetsche, o CEO internacional da Mercedes, mas a projeção é comercializar somennte 500 unidades do Classe B até o final do ano. O que dá uma média de pouco menos de 200 carros mensais. É menos do que a Classe C vende, mesmo sendo mais cara, por exemplo.

A principal estratégia para tornar o novo Classe B mais atraente que o anterior foi dar um aspecto mais esportivo ao modelo. O carro ficou mais baixo, comprido e largo. A engenharia em si também mudou. A suspensão traseira deixa de ser do tipo eixo de torção para se tornar uma independente multilink com braços de alumínio, que tem construção mais refinada.

novo mercedes classe b 2013 fotos 3 620x868 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

O desenho da carroceria ficou mais agressivo, graças principalmente aos vincos nas laterais. O próprio formato do carro ficou ligeiramente diferente, agora com uma espécie de meio termo entre perua e minivan. A aerodinâmica também melhorou. Até os retrovisores foram remodelados para provocarem menos arrasto. No total, o coeficiente aerodinâmico, o cx, é de apenas 0,26.

O trem de força evoluiu drasticamente. Os modelos importados para o Brasil vêm equipados com um motor 1.6 com turbo e injeção direta – que inclusive deve equipar a próxima geração do Classe C – com 156 cv e 25,5 kgfm de torque equipado com o sistema start/stop que ajuda na economia de combustível. Já o câmbio é um automatizado de dupla embreagem e sete marchas. A antiga geração usava uma transmissão CVT, bem menos adequada a uma tocada mais “nervosa”.

novo mercedes classe b 2013 fotos 4 620x826 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

Mesmo assim, a funcionalidade continua sendo um dos trunfos do modelo. O porta-malas leva 488 litros, que podem ser ampliados para mais de 1.500 l com o rebatimento dos bancos traseiros. O espaço interno é garantido graças à boa distância entre-eixos de 2,70 metros.

A Mercedes irá importar o Classe B com dois níveis de equipamentos. A de entrada é chamada apenas de B200 Turbo e tem preço de R$ 115.900. Para isso, traz sete airbags – com nove áreas de proteção –, ABS, controles de estabilidade e tração, rádio com tela de sete polegadas, ar-condicionado automático, cruise control, faróis de neblina, freio de estacionamento eletrônico e volante com acabamento em couro.

novo mercedes classe b 2013 fotos 5 620x382 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

A mais equipada é a B200 Turbo Sport, com preço de R$ 129.900. Ela adiciona rodas de 18 polegadas, faróis bi-xenônio, luzes diurnas de leds, sistema de estacionamento automático, bancos de couro e acabamento especial no interior. E, para fazer valer o “sobrenome”, ainda recebe uma ajuste de suspensão mais rígido. Mais uma prova da troca de caráter da Classe B.

Primeiras Impressões - Da estética à dinâmica

A mudança de status da Classe B é evidente. Conquistada principalmente por causa do design, muito mais harmonioso. Sai o desenho estranho, muito achatado, para outro mais esportivo. Do lado de dentro, o conforto predomina. Os 2,70 metros de entre-eixos e os 1,55 m de altura dão excelente amplitude no interior. Mesmo quem vai atrás pode desfrutar de bastante espaço em qualquer direção.

O acabamento é apenas correto para um carro da faixa de preços do Classe B. Claro que tem algum requinte inerente a um Mercedes, principalmente na versão topo de linha, que conta com um belo detalhe de alumínio no meio do painel. Mas não chega a ser arrebatador.

novo mercedes classe b 2013 fotos 6 620x465 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

A parte inferior do painel, por exemplo, é de plástico rígido. Outro ponto onde a segunda geração da minivan não impressiona é na lista de equipamentos. Não que seja ruim, mas itens como GPS, sensor de estacionamento, teto solar ou bancos com regulagem elétrica não estão disponíveis nem como opcionais. O que mostra que a marca ainda confia – e muito – no próprio prestígio.

Mas é com o motor ligado que a segunda geração da minivan mostra o quanto evoluiu. O motor 1.6 turbo é eficiente na tarefa de mover os 1.400 kg do carro. A faixa de torque máximo, entre 1.250 e 4 mil rpm, deixa o carro esperto no trânsito urbano. Quando necessária, a transmissão de dupla embreagem entra em ação com trocas extremamente rápidas.

novo mercedes classe b 2013 fotos 7 620x412 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

Mesmo assim, a proposta do monovolume é de uma direção mais pacata. O acelerador é muito macio e há um certo “delay” entre o ato de comprimir o pedal e o motor ganhar giros. A direção segue a mesma tendência e é leve. A suspensão tem um calibre fino, bem no meio entre esportividade e conforto, o que dá ao carro boa estabilidade em curvas.

O problema é que a ideia de dar suavidade ao rodar parece ter passado longe da escolha das rodas. Na versão topo, as rodas de 18 polegadas com pneus de perfil 40 deixam o carro duro demais, algo inadequado para uso familiar. Para tentar amenizar a impressão geral, ao final do test-drive, a Mercedes avisou que os carros testados tinham um acerto de suspensão mais rígido do que o que será de fato entregue aos consumidores.

novo mercedes classe b 2013 fotos 8 620x434 Nova Mercedes Benz Classe B 2013: avaliação completa

Ficha técnica – Mercedes-Benz Classe B

Motor: A gasolina, dianteiro, transversal, 1.595 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, turbocompressor, intercooler, comando duplo no cabeçote. Acelerador eletrônico e injeção direta.

Transmissão: Câmbio automatizado com sete marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Oferece controle de tração.

Potência máxima: 156 cv a 5.300 rpm.

Aceleração 0-100 km/h: 8,4 segundos.

Velocidade máxima: 220 km/h.

Torque máximo: 25,5 kgfm entre 1.250 e 4 mil rpm.

Diâmetro e curso: 83,0 X 73,7. Taxa de compressão: 10,3:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson com molas helicoidais. Traseira do tipo four-link com molas helicoidais e amortecedores a gás. Oferece controle de estabilidade.

Pneus: 225/40 R18.

Freios: Discos ventilados na frente e sólidos atrás. Oferece ABS.

Carroceria: Monovolume em monobloco com quatro portas e cinco lugares. Com 4,35 metros de comprimento, 1,78 m de argura, 1,55 m de altura e 2,69 m de distância entre-eixos. Oferece sete airbags.

Peso: 1.425 kg.

Capacidade do porta-malas: 488 litros.

Tanque de combustível: 56 litros.

Produção: Rastatt, Alemanha.

Lançamento mundial: 2012.

Lançamento no Brasil: 2012.

Itens de série:

Versão B200 Turbo: Volante em couro, airbags frontais, laterais, de cortina e de joelho para o motorista, sensor de chuva, cruise control, rádio/CD/MP3/AUX/Bluetooth com tela de 7,5 polegadas, ar-condicionado dual zone, rodas de 16 polegadas, start/stop, faróis de neblina, computador de bordo, freio de estacionamento eletrônico, ABS, controle de estabilidade e tração.

Preço: R$ 115.900.

Versão B200 Turbo Sport: Adiciona rodas de 18 polegadas, faróis bi-xenon, luzes diurnas de led, sistema de estacionamento automático, acabamento do teto na cor preta, direção paramétrica, suspensão mais rígida, bancos de couro e acabamento especial no interior.

Preço: R$ 129.900.

Por Auto Press


  • zzzepa

    (….a marca alemã achou que apenas o prestígio da estrela de três pontas bastaria….)…e a dona toyota acha diferente…com relação ao Etios…vai quebrar a cara..aos poucos o mercado vai mudando..nem que seja a passos de tartaruga…sobre o mercedes classe B ….?..bonito,…..normal ……sem muito apelo…

  • TTropicthunder

    Interior lindo com motor maravilhoso!

    • mjprio

      Tudo bem, mas o Punto TJet dá 152HP com motor 1.4 e sem injeção direta. A menos que a pressão da turbina seja bem baixa não acho esse número tão impressionante. A diferença é que um motor MB foi feito pra durar!

      • Jurkaum

        Não faça uma comparação tão rasa entre FIAT Punto e MB Classe B…
        Não é necessario nem aprofundar muito, o Punto é um compacto e o Classe B é um monovolume, categorias diferentes.
        Sugiro que o sr ande nos dois e tire suas conclusões, sem se basear em numeros.

        • XandeeM

          Fora que esse motor do classe B pode desenvolver mais do que esses 156 cavalos se a MB quiser…para a proposta do carro essa potência é o suficiente.

  • afonso200

    publico jovem ??????? me diz aee quem esta fazendo facul, ou fazendo estagio consegue atingir isso, se fosse nos eua sim

    • luta4ever

      Tenho um colega de faculdade que vai todo dia com uma Classe B da geração passada.

      • XandeeM

        Aqui em Salvador tem um aluno da UFBA que anda numa humilde X5..

        • AventadorMan

          Em floripa tem ja vi 2 R8 na facul de medicina vai entender né heheheh

          • Id_Moreira

            Ah, faculdade de medicina tem muito filhinho e filhinha de papai, com carros pra provar isso! Na universidade em que ensino, no sertão da Bahia, acontece isso no curso de Direito: a diferença no poder aquisitivo entre os alunos do curso de direito e os de licenciatura se vê no pátio da universidade: no turno de licenciatura, várias motos, um ou outro carro popular; no turno de Direito, ford edge e similares…

    • Rafael_rec

      No meu tempo de faculdade eu usava um Clio e costumava estacionar ao lado de CLS, XC60, SLK, Classe B e Série 3 de alguns filhinhos de papai, isso em contar a infinidade de SUVs e picapes médias. Porém a coisa mais desproporcional era um cara que usava uma Doge Ram para ir á faculdade. O pessoal do estacionamento deixava todo dia a mesma vaga reservada pra ele, pois caso ele parasse o seu caminhão em outra vaga ninguém entrava ou saia do estacionamento até que ele saísse.

      • Pedro_Rocha

        No meu tempo de faculdade eu ia de Mercedes com motorista à disposição. O modelo era um OF-1313 customizado pela Ciferal.

    • Herr Russo Tragik

      na FGV você vê Ferraris, Lamborghinis e até pasmem, Bentley Continental Supersports…

  • W_Costa

    Peruazinha bonitinha e com grandes números, principalmente os do preço!!!

  • Diego

    B200 Turbo Sport ou mais R$ 5 mil num BMW 320i com bancos elétricos e ar digital?

    • marcfreitaz

      São propostas BEM diferentes amigo…

      • sergiopsy

        BMW na cabeça, propostas diferentes ou não, antes uma BM, mas quem vai andar com isso ai tá pouco se lixando com a proposta do carro ou não, afinal não vai ser ele ou ela quem vai comprar.

      • mmcinza

        Extamente isso. Tenho um amigo que tem uma BMW 320 e 2 filhos pequenos. A BMW ele usa no dia-a-dia para trabalhar, mas quando tem que sair com a família e filhos, é impraticável colocar 2 cadeiras de criança no banco do carro e sentar confortavelmente no banco dianteiro do carro alemão, ou seja quando isso acontece, ele tem que usar a Captiva da esposa.

        • marcfreitaz

          As vezes o pessoal daqui faz umas comparações… "não é importante a proposta", amigo, dirigir uma BMW nas nossas ruas é algo dificil, ainda mais se tiver filhos novinhos ainda, por que nessa hora é necessário o conforto e o espaço.

  • FilipeLafuente

    Ai, como eu gostaria de fazer parte deste público jovem! haha

  • Gustavo73

    Senhora Mercedes, vcs olharam o mercado antes de trabalharem o preço. Pelo preço da versão TOP encontramos a XC60 e a V60 e VW Passat Variant.

    • sergiopsy

      Propostas diferentes, mas preços iguais, geralmente pessoas que andam nisso ai não compram carros apenas ganham de seus papaizinhos. Pois se fossem compradores jamais comprariam algo com preço tão absurdo.

      • XandeeM

        Então qualquer um no Brasil ganha carro do papaizinho,até parece que é so a classe B que tem preço alto…existem relações custo/benefício muito piores!

    • HuBrFe

      haha Mercedes E63 AMG ou Mercedes Actros 4844…

    • Gustavo73

      Entender oque são carros com propostas familiares, Isto é quem vai comprar qualquer um desses modelos tem família e filhos no máximo adolecentes. Precisa de um bom porta-malas e se vai comprar uma marca premium (MERCEDES) deve esperar um carro bem equipado. Todos os modelos que mostrei aqui atendem este mesmo público só que são ou mais espaçosas XC 60 mais esportivas V60 se essa é a idéia da MB trazendo um carro com rodas aro 18´ ou bem mais equipadas Passat Variant, que por 130k virá alem do que a Mercedes tem com GPS teto solar, auxilo em estacionamento e radar que mantem a distancia do modelo da frente e sensor de fadiga mais mala e mais motor. Sim A Série B está fora do preço deveria custar mesmo sendo uma Mercedes 10k a menos…

  • SilasCoul

    Avaliação fraca, sem muito detalhe para um carro desse nível.

  • Sr_Andante

    Os atributos são bastante atraentes, nos fazem sentir que estamos na Alemanha…. Só um pequeno detalhe nos acorda para a realidade de que estamos no Brasil : O PREÇO ! É, povo, aqui não temos saída mesmo. É um excelente carro, motor, câmbio, mas 99k já estaria muito bem pago.

  • Felix_S

    115 mil é bem caro, mas infelizmente os carros mais "sofisticados" custam todos acima de 100 mil…

  • CanalhaRS

    O carrinho evolui muito mesmo, mas ainda o acho meio sem graça, talvez por falta de uma personalidade mais definida.
    Agora esse preço nem vou comentar…..Brasil é a terra dos sultões….só pode.

  • zemarreta

    Imagino que com essa altura ele deve ter raspado bastante em quebra molas, etc.

  • Daniel Ramos

    Esse carro é incrivel, essa nova transmissão caiu como uma luva pro carro, bem economico, enfim, tai um tipo de carro que dispensa comentarios, a avaliação tá ótima, agora me digam….voce acha que eu troco esse MERCEDES por um SW4?! NUNCA.

  • LanternaCar

    Acho que prefiro a BMW X1 do que esse Classe B. Tem uma proposta mais esportiva. Se tiver idrive então !!!!!
    E são carros concorrentes….

    • Konell

      Uma x1 xdrive 28 custa quase 200 mil reais… um é um SAV é outro é uma perua minivan.

  • zeuslinux

    Um carro de 115 mil (na versão mais barata) não vir com bancos de couro é triste, mesmo sendo um Mercedes…

  • macaense

    Carro simplório e preço alto

  • joaooficial

    Ninguém vai escrever uma palavra sobre o câmbio automatizado?????????????????

  • Porcodio

    Gostei das fotos dos bancos traseiros.

  • michelsu2006

    Sem dúvida nenhuma compraria um XC 60.