Home Marcas Chevrolet Nova S10 2012: Imagens e impressões ao dirigir (183 fotos)

Nova Chevrolet S10 2012 138 Nova S10 2012: Imagens e impressões ao dirigir (183 fotos)




Nova S10 2012. Esse é o nome da arma da GM para manter-se na liderança do segmento de picapes médias no mercado brasileiro. A Nova S10 2012 chega com tudo renovado, mostrando a força de quem quer manter a liderança e também surpreender a concorrência. Mas será tudo isso mesmo?

Inspirada na picape Chevrolet Colorado Concept, a Nova S10 2012 surge como novo produto global da GM, desenvolvida no país para atender vários mercados ao redor do mundo. Aqui, a Nova S10 2012 quer manter a posição que conquistou nos últimos 16 anos, e para isso oferece versões LS (voltada para o trabalho), LT e LTZ.

Além das versões de acabamento e equipamento, a Nova S10 2012 ainda entrega as opções de tração 4×2 ou 4×4, bem como transmissão manual de cinco marchas ou automática com seis. Por fim, se pode escolher entre motor Flex ou diesel.

Os preços estão em uma faixa que vai de R$58.868 para a versão cabine simples LS Flex 4×2 até o topo de linha LTZ diesel 4×4 automática, que sai por R$135.250. A oferta de versões e preços da Nova S10 2012 chega ao total de 12 opções.

Nova Chevrolet S10 2012 031 Nova S10 2012: Imagens e impressões ao dirigir (183 fotos)

Primeiras impressões

Para quem está acostumado a ver a antiga S10, a Nova S10 2012 traz apenas a logomarca da Chevrolet em relação à antiga geração, pois foi totalmente renovada. O porte impressiona e lembra a rival Toyota Hilux 2012.

A comparação não poderia deixar de existir, já que a maior ameaça que a S10 poderia ter no mercado parte do modelo japonês. Com visual robusto e moderno, a Nova S10 2012 agrada bastante no primeiro contato.

A frente é alta e traz faróis puxados com lente estilo projetor, grade dividida por barra com a logomarca da Chevrolet estampada, frisos cromados e pára-choque envolvente com dois protetores pretos e faróis de neblina compõem a cara da Nova S10 2012.

Na linha lateral, dois grandes vincos surgem junto ao eixo dianteiro e se prolongam até o pára-choque traseiro, tendo perda de continuidade no caso da versão com cabine dupla. Aliás, ela e a versão cabine simples serão as duas únicas opções da Nova S10 2012 para o Brasil. No entanto, você já sabe que a GM anda testando a versão com cabine estendida por aqui.

A traseira da Nova S10 2012 ficou encorpada e apresenta lanternas com LED, que se projetam para fora em dois corpos diferentes. O para-choque é dividido em duas partes por causa do suporte da placa, que deixa totalmente livre a tampa da caçamba. Os estribos laterais garantem maior conforto e segurança na hora de entrar e sair do interior do veículo.

As novas rodas de liga leve aro 16 e 17 polegadas (LTZ) possuem desenho agradável e traduzem o espírito de robustez da Nova S10 2012. Os retrovisores são grandes, cromados e com indicadores de direção incorporados na versão LTZ. Este item agradou até a “natureza” do ambiente que a Nova S10 2012 deverá conviver (vide foto na galeria).

Por dentro, o desenho de duplo cockpit, já conhecido em outros modelos da GM, retorna para transformar o ambiente interno em um espaço mais agradável para condutor e passageiros. O acabamento melhorou muito em relação ao modelo anterior e também diante de algumas rivais nacionais.

O painel traz instrumentação inspirada no Chevrolet Camaro, com desenho retangular dos mostradores e a iluminação geral por LED na cor azul, bem como volante com centro encorpado e equipado com bons comandos remotos para telefonia, controle de cruzeiro e sistema de áudio.

O console central tem uma tela multifuncional para o sistema de navegação e mídia, mas chama menos a atenção do que o novo comando do sistema de climatização. Em formato circular com tela digital ao centro e comandos nas extremidades, a peça agrada bastante em termos de estilo.

O painel da Nova S10 2012 emprega materiais de bom tato e de qualidade aparente, revelando um cuidado maior no visual, algo esquecido em alguns modelos de picapes do mercado, que insistem em manter uma aparência simples demais para veículos que custam muito acima de R$100.000 nas versões topo de linha.

Os difusores de ar ficam ao lado do conjunto e possuem bom aspecto. Já o túnel da transmissão ficou mais prático e funcional, contando com porta-copo e botão para o controle da tração (somente 4×4).

A alavanca da transmissão automática está em boa posição. Já a versão manual é apenas mais alta, mantendo a mesma posição. Há porta-objeto no apoio de braço central, que é um dos 23 espaços disponíveis no interior da Nova S10 2012 (inclusive dois porta-luvas), que podem acomodar copos, garrafas e outras coisas pequenas.

Falando em acomodar coisas, na versão cabine dupla, o banco traseiro pode ter o encosto baixado ou o assento levantado, facilitando o transporte de objetos que não poderiam ir na caçamba de carga. As portas possuem acabamento bastante resistente à riscos e os comandos elétricos dos vidros estão em ótima posição, embora o dos retrovisores fique junto à coluna A, obrigando o condutor a esticar mais a mão para acioná-lo.

Detalhes cromados no acabamento da LTZ, bem como revestimento em couro nos bancos e volante revelam maior atenção – já mencionada – em relação à qualidade do habitáculo. O espaço interno é condizente com o porte e proposta do segmento, sendo que o motorista ainda pode contar com banco com regulagem elétrica.

A coluna de direção também possui regulagem de fácil manuseio e os vários comandos funcionais ficam ao alcance dos dedos do condutor. No geral, o ambiente interno da Nova S10 2012 agradou tanto quanto a parte exterior.

Já a caçamba de carga com bom espaço para vários tipos de objetos, que podem ser presos por ganchos ou protegidos pela capota marítima. Além disso, há opção de um santantonio junto à cabine e rack no teto da versão cabine dupla. O vidro traseiro é protegido por grade na versão cabine simples.

Nova Chevrolet S10 2012 154 Nova S10 2012: Imagens e impressões ao dirigir (183 fotos)

Tecnologia embarcada

A Nova S10 2012 traz muitos itens novos em relação ao modelo anterior, começando por uma alteração completa no conhecido bloco 2.4 Flex, que entrega 147 cv e 24,1 kgfm com etanol e 141 cv e 22,3 kgfm com gasolina. Já a nova opção diesel tem 2.8 litros e entrega 180 cv e 47,9 kgfm, com 90% do torque entre 1.700 e 2.800 rpm.

Esse bloco diesel da Nova S10 2012 é totalmente novo em relação ao anterior, e traz a tecnologia recirculação de gases EGR, que dispensa o uso de aditivo baseado em uréia para redução da emissão de poluentes.

Além disso, ele já chega apto a beber mistura de 10% de biodiesel. Outra inovação é a turbina de geometria variável com segundo estagio de acionamento elétrico, trabalhando de forma diferente em baixa e alta rotação, o dispositivo garante maior suavidade no funcionamento do motor, especialmente durante a partida ou desligamento.

As transmissões manual e automática possuem corpo feito em alumínio, garantindo maior resistente e menor peso, bem como um novo sistema de tração 4×4 com acionamento eletrônico. Aliás, um detalhe interessante é a opção de desligamento dos eixos na versão 4×4, para que o veículo possa ser movimentado por outro veículo em determinadas situações.

O desenho da carroceria permitiu boa redução no coeficiente aerodinâmico que é de 0,46 com capota marítima e 0,48 sem, bem como no geral, os componentes do chassi, suspensão, motor, transmissão, carroceria, entre outros, foram testados por mais de 3 milhões de km em vários lugares do mundo.

A capacidade de carga da Nova S10 2012 varia entre 925 kg e 1.303 kg dependendo da versão, com volume interno da caçamba de 1,57 m3 na cabine simples e 1,06 m3 com cabine dupla. O tanque tem capacidade de 76 ou 80 litros. Mais detalhes sobre versões, equipamentos e itens técnicos podem ser consultados em matéria anterior.

Nova Chevrolet S10 2012 113 Nova S10 2012: Imagens e impressões ao dirigir (183 fotos)

Rodando com a Nova S10 2012

A GM realizou o evento de apresentação da Nova S10 2012 na noite do dia 14 em Campinas, que contou com a presença da diretoria da empresa e show da cantora Adriana Calcanhoto. No seguinte, a GM finalizou a apresentação e disponibilizou para a imprensa nacional e latino-americana três testes no Campo de Provas de Cruz Alta, em Indaiatuba/SP.

Na primeira avaliação, pudemos conhecer as capacidades da suspensão da Nova S10 2012 em obstáculos que exigiram grande esforço do conjunto chassi/suspensão/tração/carroceria, mostrando o bom ângulo de ataque e fuga da picape da Chevrolet.

Depois foi a vez de enfrentarmos 4 km de estradas de terra com a Nova S10 2012, que se mostrou bastante adequada à proposta off-road. A tração 4×4 (que pode ser engatada até 120 km/h) manteve sempre o veículo nas mãos do condutor, garantindo maior segurança.

O desempenho do motor diesel foi satisfatório em todo o percurso, garantindo sempre disposição para vencer os (poucos) obstáculos colocados no caminho da Nova S10 2012. Mas a destreza em transpor dificuldades do terreno ficou evidente diante de uma rampa com alto grau de inclinação, vencida com o uso de tração 4×4 com reduzida. Esta opção é engatada apenas com o veículo parado e em neutro. Para quem gosta de enfrentar barro, poeira ou seguir o “mau caminho”, a Nova S10 2012 se candidata como opção muito interessante.

Por fim, o último trecho do teste de rodagem com a Nova S10 2012 foi em pista pavimentada por cimento, concreto, asfalto, paralelepípedos, entre outros. Em piso extremamente ruim, o veículo se comportou bem, filtrando grande parte dos muitos defeitos. A estabilidade também foi satisfatória, bem como frenagem e ruído interno, cujo isolamento acústico é muito bom. A direção exige esforço mínimo e o raio de giro é muito bom, facilitando as manobras.

Nós avaliamos primeiro a Nova S10 2012 CD LTZ 4×2 Flex. Nesta versão, a suavidade do funcionamento do motor 2.4 Flex garante conforto e respostas razoáveis ao comando do acelerador, mas em subidas e retomadas de velocidade, onde se exige mais do motor, o desempenho foi mediano. A alavanca de câmbio manual é mais alta que a automática e possui engates precisos, embora não tão suaves. Já a embreagem tem acionamento macio.

Já a Nova S10 2012 CD LTZ 4×2 diesel se mostrou mais adequada ao peso do veículo, não só pela potência maior, mas também pelo enorme torque disponível já a partir de 1.700 rpm. Mesmo com transmissão automática, o modelo ofereceu boas respostas ao acelerador e muita disposição em subidas, trocando as marchas de forma suave e na medida correta.

Rodando a 100 km/h, o bloco 2.8 turbo diesel funcionava a apenas 1.600 rpm, produzindo bom nível de ruído e garantindo conforto. Deve proporcionar também um bom rendimento em consumo de óleo diesel, mas isso só será conferido quando fizermos uma avaliação mais completa da Nova S10 2012.

Mesmo exigindo mais da Nova S10 2012 em determinadas situações durante o teste em piso pavimentado, o controle esteve sempre nas mãos do condutor, mesmo em curvas bastante fechadas ou em frenagens mais fortes em superfície irregular, não demonstrando tendências exageradas em sair de traseira.

Nova Chevrolet S10 2012 241 Nova S10 2012: Imagens e impressões ao dirigir (183 fotos)

Mercado

Apesar de líder de mercado a 16 anos, a S10 carecia de uma renovação completa há bastante tempo. A Nova S10 2012 chegou para satisfazer o consumidor que esperou anos por uma resposta adequada da GM diante da chegada de rivais poderosas.

E agora, a Nova S10 2012 chega para enfrentar um terreno com muitos obstáculos colocados pelas concorrentes, cujo time ainda não está completo. A briga promete ser boa e a GM já projeta vendas de 4.000 unidades por mês.

A busca por novos clientes vai levar a Nova S10 2012 aos confins do país, onde 41% dos donos colocam suas picapes para rodar em estradas de terra e 47% deles usam o veículo para trabalho. Ou seja, a força que move o mercado de picapes fica bem longe dos grandes centros urbanos, e é por lá que a Nova S10 2012 quer continuar reinando.

Galeria de fotos da Nova S10 2012:

Evento a convite da GM.



Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.