Audi Lançamentos SUVs Test Drive

Novo Audi Q7: Detalhes e impressões ao dirigir

novo-audi-q7-impressões-NA (11)

O Novo Audi Q7 chega ao Brasil totalmente renovado e agora em uma geração mais sofisticada. O utilitário esportivo topo de linha da marca alemã desembarca com preço sugerido de R$ 399.999, que se eleva com os pacotes de opcionais que somam R$ 89.500, acrescentando ainda mais tecnologia ao veículo.

Feito sobre a plataforma modular de motor longitudinal MLBevo, ela difere daquela do Novo A4, por exemplo, por conta da armação da carroceria feita quase que exclusivamente em alumínio. Com isso, o Novo Q7 perdeu 325 kg, o peso de um piano grande. Mais leve, o SUV ganhou em eficiência energética e dirigibilidade.

Para o Brasil, o Novo Q7 vem somente na versão Ambition com motor V6 3.0 TFSI de 333 cv e 44,7 kgfm a partir de 2.900 rpm. A transmissão é automática de oito marchas e a tração é integral Quattro com diferencial central e variação de torque, além de distribuição 40/60, 70/30 ou 15/85 para eixos dianteiro e traseiro, respectivamente. O SUV da Audi vai de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos com máxima limitada em 250 km/h. O consumo melhorou em 28%.

novo-audi-q7-impressões-NA (5)

Há seis modos de condução: Comfort, Dynamic, Auto, Efficiency, Individual e Off-Road. O Novo Q7 vem também com suspensão pneumática adaptativa (seis níveis de altura) como opcional (R$ 32.000), além de eixo traseiro direcional com acionamento elétrico para manobras e curvas/mudança de direção acima de 60 km/h. Nesse último caso, as rodas são direcionadas no mesmo sentido das dianteiras. Esse sistema faz parte do pacote tecnológico, que custa R$ 32.000 e ainda inclui faróis Full LED e visor noturno.

Outro opcional do Novo Q7 é o conjunto de assentos adicionais no porta-malas, que possuem acionamento elétrico para rebatimento e elevação do encosto. Custa R$ 20.000 e converte o utilitário esportivo em um carro de sete lugares. No pacote Side Assist, o modelo ganha proteção de ocupantes antes de uma colisão e com o carro parado, pode até travar as portas se notar a presença de um carro passando ao lado. Este grupo sai por R$ 7.500.

novo-audi-q7-impressões-NA (36)

No visual, o Novo Audi Q7 impressiona pelas linhas mais proeminentes em relação ao anterior, destacando-se o conjunto ótico e a grade com novo formato de inspiração 3D, que agora é o layout da linha Q na marca. O estilo geral é sóbrio e elegante, tendo ainda lanternas traseiras de LED e rodas de liga leve aro 20 polegadas.

Por dentro, o ambiente novo impressiona. O quadro de instrumentos digital Audi Virtual Cockpit tem tela de 12,3 polegadas, mas sua configuração é diferente daquela vista no Novo TT, sendo específica para o modelo. No entanto, os mostradores principais são semelhantes, tendo o tamanho ajustado para maior ou menor, a fim de garantir maior visibilidade do mapa e informações.

novo-audi-q7-impressões-NA (29)

O HUD holográfico no para-brisa também é destaque, reproduzindo inclusive o sentido da navegação. O volante em couro com base de alumínio é vistoso e tem ajustes elétricos. Ele tem comandos também para o cluster digital, além de mídia, telefonia, navegação, entre outros. Os paddle shifts garantem as trocas manuais, que também podem ser feitas na alavanca.

Esta, por sinal, tem formato quadrado. O console central tem base de alumínio com freio de estacionamento eletrônico, Start&Stop, MMI multitouch com base para escrever e botão de navegação separados, entre outros. O visual é muito interessante, assim como o painel com difusor de ar estendido para o lado do passageiro. No alto, uma tela retrátil da multimídia com 8,3 polegadas. O Novo Audi Q7 tem ar condicionado de quatro zonas com displays nos botões.

audi-q7-2016-impressões-NA (29)

Além disso, o novo SUV da marca germânica emprega central de entretenimento com várias opções de conexão e mídia, incluindo 4G LTE, DVD, Car Play, Android Auto, entre outros, além de som Bose 3D com 19 alto-falantes e 558 watts de potência. Outra novidade é o Start&Stop 2.0, que permite desligar o motor momentos antes do veículo parar totalmente, economizando mais combustível.

O Novo Q7 ainda oferece teto solar panorâmico, abertura elétrica do porta-malas com o uso dos pés, acabamento em couro e ajustes elétricos dos bancos com memória (2), controles de ar na segunda fileira, entre outros. Com amplo espaço para cinco e mais dois ocupantes com alguma restrição para pernas, o Novo Q7 tem 890 litros no porta-malas, que podem virar 2.075 litros com as fileiras traseiras rebatidas (caso haja opção de sete lugares).

novo-audi-q7-impressões-NA (24)

Apesar do bom conjunto, no entanto, faz falta o ACC (controle de cruzeiro adaptativo). A Audi diz que em breve lançará um novo produto no Brasil com essa tecnologia, que adiciona identificação de sinalização e ajusta a velocidade aos limites da via. Assim, o modelo traz apenas piloto automático e limitador de série. A direção elétrica adaptativa vem no pacote, permitindo eliminação de correção em deslocamento da carroceria e ventos laterais.

novo-audi-q7-impressões-NA (1)

Impressões ao dirigir

O Novo Audi Q7 não impressiona apenas pelo conteúdo generoso e a gama de opções que custam o mesmo que um carro médio. O SUV de luxo realmente oferece muito em conforto e dirigibilidade. Com o menor peso, a sensação de leveza durante a condução fica nítida.

O propulsor 3.0 TFSI de 333 cv e 44,7 kgfm entrega muita disposição em qualquer situação, surpreendendo em respostas rápidas mesmo no fora de estrada. As retomadas são excelentes para um veículo desse porte, que pesa 1.970 kg. No modo Dynamic, a opção Sport entra automática e eleva o giro para dentro da faixa vermelha sem cerimônia.

novo-audi-q7-impressões-NA (46)

A suspensão adaptativa rapidamente se ajusta à performance, garantindo estabilidade e controle. Pode-se mudar as marchas de forma manual nesse modo, tanto no volante como na alavanca, pouco confortável em relação à anterior. O HUD e o Audi Virtual Cockpit são muito funcionais e também agradam aos olhos por sua sofisticação.

Rodando na estrada em modo Auto, o Novo Q7 atinge 1.700 rpm em oitava marcha e à 110 km/h. O conforto nos modos Comfort e Auto é muito bom, pois a suspensão trabalha para privilegiar o bem-estar dos ocupantes. Outra característica do SUV alemão é o eixo traseiro direcional em funcionamento.

audi-q7-2016-impressões-NA (34)

É estranho ver a traseira “escapando” em manobras ou curvas em baixa velocidade. Acima de 60 km/h, a inclinação da carroceria é mínima em mudanças de direção, graças ao direcionamento das rodas traseiras no mesmo sentido das dianteiras. O conjunto fica mais neutro e agradável. O item também é muito bom para o estacionamento, que é automático no Q7.

No fora de estrada, o Novo Audi Q7 se comporta muito bem, mesmo com os enormes pneus 285/40 R18, cujo perfil é muito baixo. No modo Off-Road, a distribuição de força é melhor aplicada, garantindo a transposição de terrenos muito difíceis pelo caminho.

novo-audi-q7-impressões-NA (22)

O controle de descida é fundamental em muitas ocasiões. A suspensão adaptativa absorve boa parte dos desafios do terreno, ajudada pelo eixo traseiro direcional, que ajuda na realização de curvas bem fechadas, impossíveis sem o sistema. A grande oferta de potência e torque deixa o Novo Q7 bastante confortável no off-road. Só sentimos falta do ACC, um item que merecia estar a bordo do modelo. No mais, o SUV topo de linha da Audi agradou muito.

Galeria de fotos do Novo Audi Q7:

Evento a convite da Audi.





  • Marcelo Amorim

    Por fotos nao me agrada,acho que o Volvo XC90 e o GLE da MB mais interessante.

    • Foxtrot

      Concordo, aparenta estar muito quadradona por fora, mas eu aprovo o interior;

      • what_the_hell??

        Eu achava as anteriores lindas, desde aquela do filme Wanted, em q angelina jolie milagrosamente ligava o carro com uma faca! :))
        Mas essa aí achei bem pior em relação às anteriores no quesito design externo!!! Ficou parecendo aqueles Audi dos anos 80!

    • _William

      É bem sem graça por fora mesmo. Essa frente não possui nenhum “requinte”, visual bem xoxo. Traseira reta e quadradona bem pouco inspirada. O interior é muito bom, porém eu não gostei daquele monte de saída de ar (ou da impressão de ser). Pra mim ele não chega nem perto do XC90 em beleza exterior.

      • Eduardo Jara

        Eu também achei sem graça por fora. O desenho exterior da geração anterior (pra mim) era mais bonito.

      • Artur

        Traseira de Brasília:

        • _William

          ahaha

    • Eduardo Jara

      Concordo, a mim também não agrada. O exterior da primeira geração (pra mim) foi mais bonita.

  • DiMais

    Hyundai curtiu essa grade (blz, até levaram o Peter…)

  • Wald Queiroz

    Pelo que pude pesquisar, achei o interior idêntico as fotos do interior do Audi A4 Sedan 2016…. Mas por esse preço eu iria de Land Rover Sport.

    • radiobrasil

      Eu teria umas 10 opções antes de comprar esse Audi. E não consigo simpatizar com a idéia do “tablet” saltando no painel.

  • DTF

    Não possuir ACC e ParkAssit em um carro de meio milhão de reais é um absurdo…no demais a qualidade de construção de um AUDI

  • Alan Fernandes

    Gostei também do sistema de audio BOSE!

  • Baetatrip

    Curti o painel……. Tudo na mao!
    Mapas na sua frente sem desviar para os lados!
    Mas nao pego esse carro nem de graca….. Se der um piripaque eletronico…Ngm vai resolver!

    • Pacheco

      Esses carros atuais, tem data de validade.

      Porem a mulherada pira nesse carro, é o do Christian Grey.

  • Esse carro todo equipado custa 100 mil a mais que a versao topo do XC90, e eles se equivalem em tamanho, qualidade e tecnologia. Ou a Volvo ta perdendo dinheiro ou a Audi ta gananciosa, tem alguma coisa errada aí.

    • Pacheco

      Plataforma da Cayenne… então deve ser bem caro de produzir tbm. Mas não vale o q cobram.

  • João Martini

    As fotos são na Pedra Grande em Atibaia?

  • Cassio

    Ao meu ver, a geração anterior da Q7 parece mais nova do que a atual.
    Esse “aquadradamento” dos modelos da Audi me deixa uma impressão de retrocesso estético, mas gosto é particular.

  • octavio cesar godoy

    Só pra quem tem muito dinheiro, e tem gente que dá 200 de entrada e financia o resto, absurdo, depois não paga e vai p busca e apreensão