Novo Citroën Grand C4 Picasso começa a ser vendido a partir de R$ 120,9 mil

01/02/2016

Citroën Grand C4 Picasso 2016 9

Depois do C4 Picasso, que estreou nas concessionárias em outubro do ano passado, a Citroën começou a vender a nova geração do Grand C4 Picasso, versão de sete lugares da minivan. O modelo chega importado da Espanha e em duas versões de acabamento: Seduction, por R$ 120,9 mil, e Intensive, com preço sugerido de R$ 127,9 mil.

Em comparação com a versão anterior, o novo Citroën Grand C4 Picasso está mais espaçoso, graças ao aumento de 11 cm na distância entre-eixos, agora de 2.840 mm, o que beneficiou também o volume do porta-malas, passando para 645 litros ou 700 litros quando a segunda fileira de bancos é avançada ao máximo (69 litros a mais).

A minivan dispõe de 271 mm de espaço para os joelhos na segunda fileira e 108 mm na terceira fileira. Para garantir melhor acesso aos dois últimos bancos, a Citroën otimizou as dimensões e ângulo de abertura das portas, com rodas traseiras recuadas em 55 mm em relação ao C4 Picasso convencional e maior comprimento de ajuste longitudinal da segunda fileira (150 mm).

Citroën Grand C4 Picasso 2016 4

O interior dispõe de quatro combinações de revestimentos: Tecido Ondulice, combinação preto e grafite; Couro e tecido Finn, em preto e grafite perolizado (opcional para ambas as versões); Couro Claudia Integral, em preto e grafite perolizado (opcional disponível somente para a versão Intensive).

São cinco as cores disponíveis para o novo Citroën Grand C4 Picasso: Blanc Banquise (branco) e Noir Onyx (preto), ambas sólidas; Rouge Rubi (vermelho), Gris Aluminium (prata) e Gris Shark (cinza), todas metálicas.

Na motorização, ambas as versões trazem o 1.6 THP, de 165 cavalos, a 6.000 rpm, e 24,5 kgfm de torque, entre 1.400 e 4.000 rpm, com transmissão automática de seis velocidades e paddle shifts para troca manual de marcha.

Citroën Grand C4 Picasso 2016 12

 

Entre os equipamentos, a versão Seduction dispõe de faróis com acendimento automático, luzes de neblina, ar-condicionado automático digital de duas zonas, sistema multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas, HD interno de 16 GB, Bluetooth, entradas USB e auxiliar e comandos no volante, sensor de estacionamento traseiro, para-brisa Zenith, rodas de liga-leve de 17 polegadas, volante revestido em couro, bancos traseiros individuais, reclináveis, dobráveis e com regulagem longitudinal, Pack Criança (cortinas das janelas traseiras e espelho convexo), para-brisa com limpador automático, retrovisores elétricos rebatíveis eletricamente com luzes de LED, controle de estabilidade, freios ABS, assistente de partida em rampas, entre outros.

Já o Intensive agrega frisos cromados laterais, câmera de ré, partida do motor e abertura das portas sem chave, lanternas traseiras em LED com efeito 3D e piscas dianteiros em LED, entre outros.

Como opcional, há teto panorâmico, bancos em couro, Pack Relax (banco do passageiro com apoio de perna e ajuste elétrico, luz de leitura em mesas do tipo avião nos bancos traseiro se bancos dianteiros com função massagem), faróis bi xênon, Park Assist com câmera de visão 360º, porta-malas com abertura elétrica. Com todos os itens, o Grand C4 Picasso pode chegar a cerca de R$ 150,5 mil.

Galeria de fotos do Citroën Grand C4 Picasso 2016













  • Tosca16

    Sabe aquele carro que deve ser maravilhoso mas que vai vender quase nada; és aí um exemplo. Não duvido que seja bom, mas duvido que venda 50 unidades no mês .

    • Whering Alberto

      Creio que não venderá expressivamente. Dá pra levar uma Freemon Precision por este preço. E como a onda agora é Renegade…dançou.

      • Tosca16

        Bom, descartaria a concorrência do Renegade; primeiro por que ele não é este estilo família, segundo por que acredito eu que nesta faixa de preço seja o Renegade com motorização diesel, bom, o que é de fato aventureiro ao meu ver, pois os que usariam para as cidades dificilmente iriam ter esta versão diesel . Venderá pouco pelo preço, pelo enfraquecimento do grupo PSA no país e sobretudo pelo estilo; particularmente acho muito bom mas não é nem perto o que o consumidor no modo geral está procurando .

        • Whering Alberto

          Citei o Renegade no sentido de dizer que todo mundo tá comprando, não em dizer que ele seria concorrente.

          • Tosca16

            Entendo .

      • Whering Alberto

        Dá pra levar uma Journey SXT – que custa os mesmos 119.990 da Freemont e é V6, tem Uconect de 8,4 polegadas e etc.

        • Gustavo73

          Prefiro o 1.6 thp.

          • Whering Alberto

            É mais econômico, mas prefiro o Dodge. :V

            • Gustavo73

              Contra isso não há argumentos. Afinal são fatores emocionais.

        • Caue

          Mas esse tem 2 telas de Led, uma de 12 Polegadas e outra de 7 Polegadas. Ganha de uma de 8,4 Certo? haha

          • Whering Alberto

            Como eu sei que nem só de tela vive um carro, considero seu comentário bem-humorado. Neste caso, porém, pode escolher a versão R/T, que vem com a tela de 8.4 no painel e a traseira, de 10. Ainda perde. kkkkkkk… Mas ainda tem rodas de 19″ e sistema de som “premium”.

      • Gustavo73

        Renegade a gasolina com bancos em couro e múltiplos aibags 131 mil reais, e nem de.longe tem o espaço e equipamentos.

        • Whering Alberto

          NÃO SÃO RIVAIS, coleguinha. Apenas quis dizer que com o pessoal vidrado no Renegade, não sobraria tanto espaço pra um monovolume de 120 mil.

          • Gustavo73

            Se não são rivais já que nem d longe tem características parecidas. O fato do Renegade vender é irrelevante já que auem precisa de um carro com esse espaço nem pensaria em um veículo compacto.

      • ObservadorCWB

        Freemon ? Explica ?

        • Whering Alberto

          Lindo, não conseguiu vislumbrar uma reles letra “t” ao final da palavra, que TODOS sabem existir, e que TODOS entenderiam se tratar de um equívoco NORMAL de acontecer? Não é “Freemon”, pra você que não conseguiu entender. É Freemont, eu só não percebi que “comi” o “t” do final. Satisfeito? Abraço!

          • ObservadorCWB

            Não foi este aspecto que levantei. É que não vejo a Freemont como concorrente da C4. A FIAT colocou um motor mediano, um câmbio ruim e agora menos ruim, e não soube nem calibrar a suspensão para o peso do carro, fazendo com que os pneus se desgastem precocemente. Não vejo, com exceção do “estilo minivan”, as duas como concorrentes.

            • Whering Alberto

              Você e mais alguns “entenderam” que eu quis dizer que são concorrente. Eu não disse isso. Apenas pela faixa de preço, um carro maior e tão completo quanto seria mais viável. Se o problema é motor, tem a Dodge, que tá vendendo a Journey SXT pelo mesmo preço da Freemont. E ainda é V6. Claro que não são concorrentes, mas seria mais bem pago.

    • Pacheco

      Isso é otimo… pq qm compra é aquele consumidor que cuida e roda pouco. Daqui 2 anos vc procura um usado em perfeito estado e mais desvalorizado que carro batido.

      Acredito que com 2 anos de vida, vai estar valendo uns 65 mil reais.

    • Zeca Piroto

      Pois é, o mesmo caso do DS5, fui ontem levar o carro na revisão e acabei olhando o DS5, entupido de equipamentos, faróis de led, toda aquela sopa de letrinhas de segurança e conforto, mas quando vi o preço… pensei logo, Vai Encalhar e feliz de quem achar usado…185k, é mole? ainda com o 1.6thp de 165cv, não era nem o de Duzentos e poucos Cv. Fora, que a PSA tem um marketing ruim…

    • pedro rt

      nenhum citroen vende bem, a unica excecao e o C3 e o aircross

    • Thiago Fernandes

      Igual ao DS5 … sem duvida um dos carros mais completos até 150 mil, porém vejo um por mês quando tenho sorte.
      Parece que a Citroen nao faz muita questão de divulga-lo

  • Fabio Marquez

    Apaixonei pela versão mais equipada. Se tivesse familia e essa grana, com certeza compraria a versão mais completa. Muito mais mimos e conforto que um SW4 ou Blazer tops de linha que custam 50 mil a mais. Pena que daqui dois anos os 150k pagos pela versão se tornem 50k no mercado de usados.

    • !Marcelo Surf!

      Só que SW4 e TrailBlazer (se é que você quis dizer isto) não são concorrentes desta minivan.

      • Whering Alberto

        Não são mesmo. E de fato, quem procura uma SW4 ou (Trail)Blazer não procura tão somente pelos 7 lugares. Tem toda aquela parada do “off-road” e tals. Vai da necessidade/gosto do comprador.

      • Fabio Marquez

        Para quem tem familia grande estes carros acabam entrando na lista de opções. Todos sabem que grande parte de Hilux, SW4, S10 e Blazer vão parar nas mãos de pessoas que não usam eles para seu real fim, e sim como carro “doméstico”. Por isso vemos a diminuição do mercado pde minivans e peruas.

        • Tosca16

          Peruas por que não se tem nem muitos exemplares a venda, creio eu que uma SW é mais a cara do consumidor local que este estilo de “mini-van”; mas como não se tem mais opções fica difícil dizer como seriam as vendas . Sim, concordo contigo, eu vejo aqui muitos comprarem a SW4 por ser supostamente um veículo “família” e alegarem que além do conforto tem a economia do motor diesel .

          • pedro acioli

            Principalmente aí em Itabaiana, hahahaha!

            • Tosca16

              kkkkkkkkkkkk…

        • !Marcelo Surf!

          O problema é que o consumidor de minivans de décadas atrás migrou, a maioria deles, para os SWs, e até o momento nenhum mercado indicou migração reversa. A família não pensa somente em 7 lugares, pensa também em um carro mais robusto, como maior distância do solo, para passar por uma enchente ou para ir a um sítio com uma estradinha de terra por exemplo, coisas que as minivans, com a mesma altura de solo de um sedãn ou sw, não possui

  • Tosca16

    Eu preferiria um Peugeot 308 SW.

    • Bruno Silva

      Você poderia falar isso num post da C4 Picasso que é 5 lugares. A Grand C4 Picasso com 7 lugares é outra proposta.

      • Pacheco

        Lembro de uma epoca que algumas SW tinham 7 lugares. A 307 SW vendida aqui tem cintos de segurança no porta-malas e a 406 SW vinha com os bancos até.

        • Junior Gouveia

          A 307 não tinha só os cintos Pacheco, tinha os bancos tb, eles retrateis para as laterais e tb podiam ser retirados e guardados na garagem…elas possuíam esses bancos pq o conceito do 307 e 308 (da primeira geração) é o mesmo das minivans…

      • Tosca16

        Eu enfatizei que era no estilo, mas bem que poderia é claro sem ter a mesma praticidade do Grand C4 ter uma versão 7 lugares deste 308 SW, pelas imagens e vídeos bom, daria para duas crianças como é de praxe neste tipo de veículo … Semelhante ao Arrizo M7 da Chery por exemplo.

        • Bruno Silva

          Opa opa, você alterou seu comentário amiguinho. Não queria me fazer passar por maluco. Deveria ter algo no Disqus igual ao Intense Debate que mostra-se quando um comentário é editado.

          • Tosca16

            Eu editei sim, desculpe-me; alterei poucos minutos, uns dois ou três depois de postado, por isso pensei que vc não tivesse visto antes, bom, desculpe … recebi as notificações de resposta só depois, com um certo atraso pelo Gmail .

          • Tosca16

            Eu não costumo editar não, só quando erro e tal alguma informação; vou a parti de agora não editar mais, vou tentar escrever outro comentário abaixo com as correções .

    • Martini Stripes

      Quero

  • Linkera

    Sem fanboyzismo, creio que a Citroen seja a marca que tem o lineup no Brasil mais atualizado com o que é oferecido lá fora.
    As demais marcas tem carros excelentes lá fora que nunca pisaram e nem pisarão por aqui.
    Que pena que a Citro não tem expressividade nenhuma em volume de vendas e acaba sendo mais uma marca de prateleira mesmo.

    • Gustavo73

      Essa seria a Ford. Mas a Citroën só fabrica dois modelos aqui. O resto é importado o que facilita.

      • Linkera

        Nao acho que a Ford esteja assim tao alinhada mas concordo que é sim uma das que tem a oferta de carros globais mais generosas no Brasil. Falta Faltam C-Max, Taurus, Mustang (!), Escape, Explorer, F150… esta certo que sao todos carros que nao venderiam bem se fossem importados para nosso pais. Mas oras, o C4 Picasso tb nao esta vindo para destruir o mercado
        E tb acho que ha lacunas no lineup da Citroen, como o C Elysee e DS6, mas ainda assim vejo a Citroen mais alinhada com o que ha la fora.

    • Pedro Rocha

      C3 e C4 Lounge não estão “em linha” com os modelos europeus, pois usam motores (flex), câmbio AT (C3) e plataforma (C4) defasados.

      • oscar.fr

        O câmbio 4 marchas ainda é vendido na Europa, o seis marchas chegou apenas na 1.2 THP.

      • Linkera

        Se for assim amigo, nenhuma marca esta em linha porque quase todos os carros oferecidos aqui sao flex… seguindo a sua linha de raciocinio nem a.Audi estaria em linha com que é vendido la fora pq aqui o motor é “flex”

        • Pacheco

          Na verdade nenhum motor está em linha com o mundo… cada pais tem seu nivel de gasolina. Aqui no Brasil, mesmo qm não tenha a opção flex, sofre ajustes para rodar com combustivel com alcool e adulteração.

          Só qm já dirigiu ou teve um modelo de importação independente sabe a droga q é ter q usar somente Podium e olhe la…

          Todo carro q vem pro Brasil sofre uma tropicalização. Porem, hoje é mais facil ja torna-lo flex e ponto final.
          Até pq, é melhor andar com alcool do que com a gasolina batizada q vendem por ai.

        • Pedro Rocha

          Os motores da PSA são defasados não por serem flex, mas por serem defasados mesmo. Na Europa eles usam o Puretech mas câmbio AT6, enquanto por aqui fica o resto.

          • Caue

            Eles também usam o motor 1.6 16v Aspirado na europa.

    • Pacheco

      A Citroen não tem pq viveu a sombra do grupo SHC. O cara nunca deixou a Citroen decolar e fez o mesmo com a JAC.

      A Citroen sempre teve excelentes carros. Quando lançou o C4 Pallas, ela poderia ter atingido otimos numeros, mas ele só pensava na parte comercial e esqueceu o pós-vendas e assistencia. E bem naquela epoca que o consumidor estava se permitindo sair da linha Japonesa.

      Atualmente ninguem consegue mais… pq o mercado travou e pra piorar as montadoras ja fizeram sua imagem.

  • Bartolomeu

    A antiga C4 Picasso era disparado a Mini Van mais vendida do mercado, pois não tinha concorrentes à altura. Agora, nessa faixa de preço, com sete lugares , espaço e sofisticação que oferece acho que continua praticamente sozinha. Uma Sorento ou Santa Fé passa de R$ 180 mil.

    • Túlio Leal

      A maior concorrente dela hoje no segmento 7 pax é a Journey mesmo. E ambas têm uma desvalorização enorme.

  • Mr. Car

    A única coisa que não gostei nesta beleza é o nome Picasso, que remete àquela coisa medonha (falo do design, o carro em si nunca experimentei) que era o Citroën Xsara Picasso, he, he, he!

    • Pacheco

      Toda minivan da Citroen recebe esse nome… acho legal. Eu sempre gostei desse carro. Tive a Xsara Picasso e sou apaixonado pela C4 Picasso.

  • Alvaro Guatura

    É um carro que eu gostaria de ter

  • Bruno Silva

    Já disse em outro site, bem que essa versão (Grand C4 Picasso) poderia ter porta corrediça.

    • Pacheco

      Tipo a C8?

  • Marcelo SR

    Vale tudo isso?!?

    • Não se preocupe, daqui 30 dias sobe uns R$ 5.000.

      • Túlio Leal

        Pior que é verdade…

  • Zé Mundico

    Carrão, vai vender uns 3 por mês.

    • Pacheco

      A propria Citroen não espera muitas vendas. Ela sabe q esse carro é nicho de mercado. Porem não deixa de ser excelente.

      Eu entrei na C4 5 lugares e me apaixonei.

  • Cesar

    Carro enorme esse

  • edgar__rj

    Excelente carro pra ser adquirido daqui a dois anos , pela metade do preço.

    • Zé Mundico

      O preço pode até cair, mas manutenção continua a mesma. Isso é carro bom de ter apenas na garantia.

      • renanfelipe

        Esse motor tá em tudo que é carro da PSA… não diria que a manutenção seria tão mais cara assim… Aliás, francês de manutenção cara é coisa do passado…

  • A cada nova geração, o Picasso aumenta uns 30 mil reais. Assim vai concorrer com Rolls Royce, Lamborghini, Mclaren, rapidinho…lembrando que ela é a marca “popular” da PSA…imaginem se não fosse…

    • Caue

      Tem algum carro que mudou e não subiu o preço? Esses 30 mil pelo menos foram refletidos em equipamentos, acabamento e powertrain.. Tem alguns que aumentam 20 Mil e continuam com o powertrain desatualizado.

      • Pacheco

        Ela aumentou muito mesmo, mas tem equipamentos que muitos carros nem sonham em ter. A Citroen deposita nesse carro toda tecnologia. Pra mim, só falta a suspensão pneumatica.

    • Túlio Leal

      O problema é que TODOS os outros também estão subindo. É o país da Dilma, é o país da inflação.

  • Lindo! E dessa vez, a versão de 7 lugares ficou com a traseira mais bonita!

    Eu só queria saber se a reclamação (do BestCars) de que há pouco apoio para as coxas no banco traseiro procede.

    • Pacheco

      Na 5 lugares sim… e os bancos são estreitos e apertados.

  • O que sei é que vi uma C4 Picasso “normal” (5 lugares) na concessionária esses dias e a plaquinha de preços dizia R$ 140.000,00. É muito opcional.
    Agora, que o carro é impressionante sob todos os aspectos, isso é. Ele mantém a pegada heterodoxa da versão anterior, com um interior criativo, cheio de gadjets e soluções de espaço interessantes.

    • Pacheco

      Boa pra comprar daqui a 2 anos.

  • Jeanphil

    Oferece bastante…mas é um natimorto…

    • Ela tem vendas razoáveis no mercado europeu e argentino. Como para cá só vem em conta-gotas, é certo que o grupo PSA não conta com as vendas daqui para dar viabilidade ao modelo. É mesmo só para compor portfólio da marca no país. As vendas em termos de Brasil, ficam em segundo plano.

  • Fábio Macêdo

    Só digo uma coisa: mais uma Nave da Citroen! Eu compraria fácil a de 5 lugares.

  • RED883

    Mas minivan já saiu de moda, o barato agora é suvi e crósszovi.
    Falando sério, para a familia temos duas ótimas opções no mercado e que vendem/rão pouco.
    Se papai dirige Golf variant. Se mamãe guia, C4 Picasso.

  • Tosoobservando

    Ok mas kd o Citroen Cactus?

  • Túlio Leal

    Fico em dúvida entre ela e uma Journey.

  • Túlio Leal

    Aliás alguém já viu esse carro nas concessionárias? No site da Citroen, por enquanto só a versão de cinco pax.

  • Vinícius

    Infelizmente o carro vem em uma época de crise. O modelo anterior tem soluções bastante interessantes e muito conforto para a família inteira. Fiquei balançado a comprar um usado, mas pesquisei bastante e a questão do consumo (7 km/l em Brasília) e da suspensão me deixaram temeroso, além da questão das peças e manutenção… Mas é um carro com soluções muito inteligentes. De repente se tiverem melhorado os novos motores e câmbio melhorarem o desempenho e o consumo e a questão da suspensão for resolvida, compro um usado, não estou com pressa de trocar de carro mesmo…

    • Caue

      Leia a utilização no auto entusiastas.

  • Daniel dos Santos

    Ar condicionado é quadrizone e nao bi…

  • Marcio Lima

    Lindo carro, bem projetado… deve ser muito seguro como os carros citroen são. Sei que é perfil, mas só compraria usado. Claro, não “investiria” 150 contos num carro de jeito nenhum.

  • Diogo Oliveira

    160 Mil numa Minivan…
    A que ponto chegamos.

  • Jenner J Cruz

    Eu vou comprar. Tenho um da primeira geração. Excelente automóvel. Amo o para brisa panorâmico, o teto de vidro, o espaço interno e os opcionais tecnológicos. Com o novo motor deve estar ainda melhor e mais silencioso e econômico. O Freemont é comum, bobo, mal falado globalmente. Eu só trocaria o Grand pelo BMW X3, mas aí é outro nível de preço. O Grand é sucesso na Europa e a configuração completa oferecida no Brasil custa hoje na França €36 mil. O preço no Brasil está justo.

  • Jenner J Cruz

    Para quem quiser, minha Grand 2012 com teto de vidro e 147 mil km está à venda… $49 mil. Nunca foi batida, rodei o Brasil todo, fiz todas as revisões… (12)99715-2234