Chevrolet Lançamentos Sedãs Test Drive

Novo Cobalt 2016: Impressões gerais e ao dirigir

novo-cobalt-2016-elite-NA (4)

O Novo Chevrolet Cobalt 2016 chega ao mercado nacional com uma boa atualização visual, acabamento melhorado e maior conteúdo, destacando o MyLink de segunda geração e o sistema OnStar.

Com preços entre R$ 52.690 e R$ 67.990, o Novo Cobalt 2016 se distancia do irmão Prisma e passa a focar em um segmento mais intermediário entre o compacto e o médio Cruze. Mesmo com as alterações, o modelo preserva o bom espaço interno e o porta-malas generoso.

novo-cobalt-2016-impressões-NA-3

Na mecânica, o Novo Cobalt 2016 manteve os propulsores 1.4 e 1.8, além das transmissões manual de cinco marchas e automática com seis velocidades. A novidade é a versão Elite, que chega mais equipada e com o serviço OnStar. Ela se junta às já conhecidas LT e LTZ. A GM vai manter as vendas da versão LS para frotistas e taxistas.

novo-cobalt-2016-elite-NA (11)

Impressões gerais

O Novo Cobalt 2016 ficou mais interessante com o visual modificado. O estilo emprega detalhes da filosofia global da marca americana e chama atenção logo de cara. Os faróis de dupla parábola apresentam um acabamento melhor, assim como a grade dividida e ostentando frisos cromados nas bordas.

O para-choque ganhou um desenho mais moderno e também emprega frisos cromados, no caso da versão Elite, bem como faróis de neblina. Nas laterais, novas rodas de liga leve aro 15 polegadas com pneus 195/65 R15. No topo de linha, há emblemas “Elite” nas portas dianteiras. Também existem frisos cromados na base das portas e das janelas. Não há repetidores de direção nos retrovisores.

novo-cobalt-2016-elite-NA (9)

Na traseira, a GM mudou a tampa do porta-malas, assim como o para-choque e o principal, as novas lanternas bipartidas, que deixaram o visual mais leve, porém, passam a impressão (falsa) de que o Novo Cobalt 2016 ficou menor que o anterior. Em realidade, nada mudou. Ele continua medindo 4,47 m de comprimento e 2,62 m de entre-eixos. Falando em espaço, o porta-malas mantém seus bons 563 litros.

Por dentro, além do bom espaço já oferecido antes, o Novo Cobalt 2016 na versão Elite apresenta bancos em couro premium com tonalidade Brownstone. O volante multifuncional em couro tem costuras personalizadas e há detalhes em preto brilhante nos difusores de ar laterais, na base da alavanca de câmbio e no novo console central, que agora vem com a multimídia MyLink. As portas possuem novo acabamento macio nos apoios de braço. Mas há ressalvas.

novo-cobalt-2016-elite-inter-NA (1)

O comando dos espelhos retrovisores continua na coluna A e longe do alcance das mãos, assim como o botão para mudanças de marcha no modo manual, pouco ergonômico. O banco traseiro, apesar do acabamento em couro da versão Elite e de ser bipartido, não dispõe de apoio de cabeça central e nem cinto de três pontos para o quinto passageiro. A coluna de direção poderia ter regulagem em profundidade.

novo-cobalt-2016-mylink-NA (13)

MyLink e OnStar

Uma das principais novidades do Novo Cobalt 2016 é a multimídia MyLink, agora em sua segunda geração. O dispositivo sofreu uma repaginada e conta com os sistemas Android Auto e Car Play, respectivamente para aparelhos com OS do Google e da Apple. No primeiro caso, a GM informa que só estará disponível em 2016.

Nos dois sistemas, o MyLink importa os principais aplicativos para operação em sua tela sensível ao toque de 7 polegadas. É possível ter Whatsapp, Skype, TuneIn, Spotify, Google Maps, Google Play Música, entre outros, funcionando através da multimídia.

novo-cobalt-2016-mylink-NA (27)

No caso do Whatsapp, por exemplo, é possível ditar e ouvir mensagens por meio de comando de voz. O smartphone fica plugado ao carro pela porta USB, que ainda pode receber um hub com dois USB e um iPod.

O Bluetooth pode parear 10 aparelhos ao mesmo tempo. A interface é intuitiva e os aplicativos estão completamente integrados ao veículo. No Maps, por exemplo, se os faróis são ligados, o mapa passa para o modo noturno. O MyLink ainda reproduz a imagem da câmera de ré, bem como estações de rádio AM-FM e reprodução de mídias.

novo-cobalt-2016-mylink-NA (1)

Outro item que deve ser destacado no Novo Cobalt 2016 é o sistema OnStar, que permite ao condutor ou passageiro entrar em contato com uma central 24h para solicitar os mais variados serviços, incluindo assistência médica, busca por pontos de interesse ou orientação sobre o tráfego.

O OnStar permite identificar se o veículo está sendo furtado ou se envolveu em um acidente. A central analisará a situação e pode acionar as autoridades competentes. O sistema ainda possui um aplicativo para smartphones Android ou iOS que permite destravar o veículo, localiza-lo e até receber alertas em caso de velocidade limite ser ultrapassada. A GM oferece o serviço como cortesia por um ano.

novo-cobalt-2016-impressões-NA-1

Impressões ao dirigir

Rio de Janeiro/RJ – O Novo Cobalt 2016 não teve alterações em sua performance. Ele continua sendo oferecido com motores 1.4 ou 1.8, além de opção manual ou automática. Na versão Elite, disponibilizada para o evento de lançamento, o sedã vem exclusivamente com motor 1.8 8V Flex de até 108 cv e 17,1 kgfm, além de transmissão automática de seis marchas.

O propulsor continua entregando bom torque em baixa rotação, mas sua pouca potência é nitidamente percebida quando se exige um algo a mais. As respostas são medianas e não correspondem ao tamanho do motor.

novo-cobalt-motor-NA (3)

O câmbio tem trocas suaves e está melhor integrado ao velho propulsor da GM, mas com o veículo parado e em Drive, nota-se uma leve trepidação. O motor chegou a morrer durante uma manobra na rua. Rodando a 110 km/h, no entanto, a rotação fica em 2.400 rpm, o que é bom para o consumo e o conforto a bordo.

Com posição de dirigir adequada e muito espaço para cinco passageiros, apesar da segurança do quinto ter ficado em segundo plano, o Novo Cobalt 2016 tem um bom comportamento no geral. A suspensão tem ajuste para o conforto, mas ainda com boa estabilidade. A direção é firme como antes, enquanto os freios atuam sem surpresas. O nível de ruído é mediano.

novo-cobalt-2016-impressões-NA-2

Em resumo, o Novo Cobalt 2016 avançou em estilo, bastante criticado no modelo anterior, assim como em alguns pontos do ambiente interno, mas tendo bons pontos positivos com MyLink 2 e OnStar. Precisa melhorar em alguns detalhes, especialmente na segurança e, é claro, na adoção de um propulsor mais potente, econômico e moderno.

Galeria de fotos do Novo Chevrolet Cobalt 2016:

Evento a convite da GM.





  • Rodrigo

    Pra quem tem o vício infernal de ter que usar Whatsapp o tempo todo, essa multimidia é uma mão na roda! Lê e envia mensagens por comando de voz, pelo o que entendi!
    No geral, o comportamento do carro não mudou.
    Até que é bom, pra falar a verdade. Mas antes.era tão feio que desanimava!
    Agora ficou 100%!

    • daniel.a.o.

      Não ficou 100%. Melhorou bastante, mas a frente não combina com o desenho da lateral. A adaptação estética dará uma boa sobrevida o carro. Quem sabe, até sofrerá outra reestilização sobre essa.
      Escrever o falado é uma função muito boa para enviar mensagens, mas ainda pouco confiável. Tem de dar uma olhada, para confirmar o escrito.

      • Bruno Wendel Marcolino

        exatamente o que achei, gosto bastante da lateral, mas agora destoou totalmente com essa re-estilização. Acho que a frente e a traseira ficou bem bonitos, mas destoou bastante da lateral.

        Talvez no Prisma fique mais bacana.

        • O branco fica mais estranho, e com as lanternas meio estanhas.Tamanho das rodas tambem é meio estranho.

          • RicardoP

            O problema foi eles manterem a lataria na lateral com o formato da lanterna antiga, pura gambiarra para diminuir os custos

            • Renato Freire

              Isso mesmo Ricardo Ricardo, um nojo , como se não pudessemos perceber esa coisa de reaproveitamento de quem não está com disnheiro disponível para fazer algo bem feito. Uma m…..da!

              • Bucco

                mas mistura de estilos pra reaproveitamento nem me incomoda tanto quanto mudança pra continuar a lesma lerda, prefiro que mantenham firme e barateando como fizeram outrora com o Monza; como está mantendo o Corolla.
                Mas a treta da GM não é nem exclusividade do Cobalt, este até que é um carro interessante comparado com o resto da linha GM..

          • David Diniz

            Muito pneu para pouca roda.

          • Diegooh

            Parece carro chines.

          • Ric53

            Imagina uma versão Fastback, esse sim seria um substituto do Astra!

            • Fabão Rocky

              Substituto do Astra foi o Cruze, q matou de uma vez só o Vectra e o Astra.
              Astra era da categoria hatch médio, Cobalt é da categoria compacto premium, porém com tamanho de médio.

              • Ric53

                Blza, blza.. Mas pensa como oq o Astra representava, um carro com custo benefício bom que não era um compacto.

          • Guily

            Nem a elite conta com aro 16, 17..brincadeira, parece pneuzinho borrachudo que não está ligado à proposta do carro.

          • Mr. On The Road 77

            Acho que ficou ótimo. Antes era uma coisa demoníaca.

            • joel

              concordo. Já melhorou o suficiente. Para uma família é uma boa pedida.

              • Marco

                Tbm concordo contigo Joel. Agora vamos combinar, a lateral desse carro continua horrível. Essas janelas claustrofóbicas em nada combinam com o carro. A janela traseira então é muito destoante. Mas em relação à marmota que era o modelo anterior, agora já dá até prá pensar na compra. Com o anterior, eu nem passava na porta de uma concessionária GM.

          • joel

            Pneus de perfil alto são aceitáveis no modelo, já que é focado pra família, “conforto”. O Prisma LTZ usa pneus de perfil baixo aro 15 e é nítida a diferença em relação ao LT 1.0. Falo por experiência própria.
            A Elite deveria usar aro 16 do Sonic.

          • Deadlock

            A cor escura esconde as verdadeiras formas.

            • Paulo Rebelo

              É eu percebi que o preto, esconde bastante a feiura das laterais e globais do carro, e com a reestilização ficou melhor que a bizarra anterior :D

          • Leandro Balmant

            Talvez rodas de 16″ melhorariam o aspecto da lateral, e com um desenho mais bonito.

        • Fábio S

          Se colocassem as maçanetas do cruze já melhorava muito…ahhhh, e tirar aquela antena da frente e colocar atrás.

      • Bittencourt

        Na verdade, essa lateral dele “vai-e-vem” não combina com nada, rs…

        • dogmarley

          nunca me desceu th!

      • Deadlock

        Abandonou o design medonho. Agora o que assusta são os preços.

        • Guily

          Fico satisfeito ainda ao montar o Logan e ver que o 1.6, mais completo que o Cobalt (Logan Dynamic), é mais barato que o Chevrolet 1.4, alem de mais harmonioso! Tem multimídia mais completa, ar automático, limitador e controlador de velocidade

          • Mr. On The Road 77

            O Logan voltou a ficar barato. rs

      • Vitor Barcellos

        Não vai sofrer mais reestilização, pq em 2019 vem a nova geração.

    • Marcelo Dias

      Meu Deus, a GM acertou uma finalmente!

      • th!nk.t4nk

        Olha a foto do Cobalt branco logo acima. Será mesmo?

        • Renato Freire

          kkkkk verdade!!!!!!

  • daniel.a.o.

    Deveria era mudar a motorização. Está aí uma coisa para a qual dou bastante atenção. Espero de um carro economia e bom desempenho. Os turbos serão muito importantes daqui para frente.

    • V12 for life

      Aparentemente só em 2019, e devem chegar exatamente com a segunda geração do Cobalt.

      • pedro rt

        em 2019 chega a nova geracao do cobalt mas antes disso em 2017 chegam os novos motores com injecao direta e turbo

        • Doyle

          injeção direta tem golf e focus ja

        • V12 for life

          Isso se o desgoverno não der uma maldita tolerância do dois anos, e pelo marasmo da indústria sobre esses motores, não duvido que aconteça.

        • Renato Freire

          em 2019 a GM não vai mais existir se continuar fazendo porcarias como estas!!!!!

  • Douglas Pontes Silva

    mais de 50 mil num sedan 1.4? E esse motor velho e obsoleto 1.8? Antes eu comprava carro 0km, mas do jeito que tá, prefiro um bom usado.

    • Marcelo SR

      Esse motor 1.4 é fraco para o tamanho do carro e esse motor 1.8 é igualmente fraco. O motor 1.0 turbo + injeção direta do UP! TSi dá um coro nessas porqueiras.

      • Guilherme

        Vc tem um up tsi e é de SP? Se for, podemos ver se o Up tsi dá um coro nessa porquera.

        • Marcelo SR

          Ainda não tenho um TSi e não estou em SP.

        • dogmarley

          hahahahahaha meu nunca imaginei Cobalt vs Up.
          mas sendo o up! TSI será que o Monzatech puxa ??
          sei não, ein rapaz…civic VTi v-tec sofre pra pegar a caixa de leite-moça, imagina um GMzão véio de guerra

        • Na Dúvida, Acelera!

          Você não pode estar falando sério se acha que esse 1.4/1.8 8v da GM anda com o 1.0 TSI.

          • Guilherme

            O 1.4 tenho certeza que não anda junto. Agora o 1.8 não sei, fora q o Up tem aerodinâmica de pão de forma e entre eixos curto. Só pondo na serra pra saber. E longe de defender esse família 1, afinal já são 20 anos de mercado e a gm tem opções bem melhores pra ele.

            • Gustavo Cruz

              O 1.8 pode até ganhar do TSI na final. Mas arrancar junto, nem no sonho. O Up é leve e esse 1.0 TSI é o capeta. Meu amigo tem um civic 1.8 e tomou uma bucha sem dó de um UP TSI outro dia desses….

      • Paulo_Lustosa

        Já botou o Up TSI do lado de uma Montana Sport 2009 ou de um Astra pra ver se vai andar mais? Até porque o Up tem menos final do que os Celta 1.4 Econo-flex feito pra homologação no campeonato brasileiro de rallye e exatamente a mesma final de um Prisma 2009.

        • Na Dúvida, Acelera!

          Você não pode estar falando sério se acha que uma Montana ou Prisma vão andar com um up! TSI. Não tem como comparar, up! TSI anda mais e ainda consome menos combustível, todos os testes comprovam isso.

          • Paulo_Lustosa

            Tô falando da Montana antiga 1.8 do Corsa C e Prisma do Celta, até pq já puxei com um contra Up TSI e alcancei aos 160 por hora e um New Fiesta que tava deu um couro bonito nos dois após os 140… cadê o TSI agora?

            • dogmarley

              estranho já que tem vários videos no youtube de NF levando coro pro TSI

      • gustavo

        Motor 1.6 16v empura UP tsi !! um Honda 1995 vtec humilha um UP TSI !!

        • Edson Fernandes

          Em dois videos da internet, não foi bem o que aconteceu. O up foi embora literalmente.

          • gustavo

            Sim mas e Up depenado sem banco estepe e chipado etc etc !! mas se for original ? e na estrada sera que Up acompanha.

            • David Diniz

              Kra pior de tudo é ver um City CVT abrindo caminho na estrada… Modo S e paddle Shift manda abraços kkkk

              • MauroRF

                kkkk, sério, onde viu isso?
                Tenho um City desses e, na estrada, eu acho que ele anda muito bem para um 1.5 16V. E nem precisa usar as borboletas, mas se usar, a condução ficar mais divertida. No plano, ele dá máxima de 190 km/h, pois já testei uma vez. Uma coisa interessante do CVT nele na estrada é, se você estiver a 80, 100 km/h e afundar o pé, ele sobe a rotação para 6 mil rpm, trava nessa rotação, e o carro começa a ganhar velocidade legal, e vai subindo até chegar na máxima. Tive um New Fiesta 1.6 que na cidade andava melhor, mas acho que o City, mesmo sendo mais fraco, vai melhor na estrada (leia-se, em aceleração e retomadas).

                • David Diniz

                  O meu kkkk

                  • MauroRF

                    Hahahahaha. Eu vi uns vídeos de up tsi chegando a 210, será que é o original ou é chipado? Ou ainda os 210 são em descida? Mesmo assim, para um carro de 105 cv, embora leve, é bastante coisa.

            • dogmarley

              o carro era oem

            • Na Dúvida, Acelera!

              Que comece as desculpas.

            • Edson Fernandes

              Voce afirmou que o Civic anda mais. Eu respondi que já vi que não. Para mim, sinceramente eu procuro ter um carro que me atenda ao que procuro, mesmo que esse não seja o excepcional em motorização.

        • dogmarley

          hahaha filma e mostra pra gente

          • gustavo

            Em campinas tem dois vtec,que atropela o TSI !!

            • dogmarley

              filma e mostra pra gente. só acredito vendo.

      • Gabriel M. Vieira

        Vish começou… os pilotos piram!

        • Marcelo SR

          Pilotos de autorama…

      • João Cagnoni

        O motor 1.8 do Cobalt é bem mais forte que o do up TSI, mas nesse caso o peso X potência está bastante ao favor do up, por isso o up TSI anda mais. Aliás, acho que se colocar o up TSI do lado de um Corolla, o up leva também.

        • gustavo

          Corolla ? empurra UP TSI.

          • João Cagnoni

            Me refiro ao up TSI.

          • dogmarley

            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk sei não ein.
            Golf 1.4 sofre kkkkkkk

        • Na Dúvida, Acelera!

          Não vamos exagerar, dependendo do ano/versão do Corolla o desempenho é muito superior, eu tenho um Corolla 2.0 CVT e sinceramente duvido que um up! TSI consiga andar na minha frente, principalmente em velocidades mais altas.

          • João Cagnoni

            Eu tenho um carro mais potente que o Corolla, garanto que o up consegue. Nem precisa ir muito longe, um Palio 1.6 etorq já anda mais (devido ao peso X potência). É claro que depois dos 100km/h o Corolla tende a andar mais, mas saindo da imobilidade, o peso tem muita importância. Uma vez eu fiquei bravo quando falaram aqui que um Ka Sport 1.6 8v (modelo antigo) andava mais que qualquer sedan 2.0, fui testar e vi que realmente é verdade.

            • Na Dúvida, Acelera!

              Sabe o que eu acho? Acho que vocês falam muito, tem muita teoria mas pouca prática. Teoria é uma coisa, prática é outra. Bem, vamos aos fatos:

              1) “Nem precisa ir muito longe, um Palio 1.6 etorq já anda mais (devido ao peso X potência). É claro que depois dos 100km/h o Corolla tende a andar mais”.
              A relação peso/potência de um Palio 1.6 E.torQ (na versão Essence equipado com câmbio manual) é de 9,1 kg/cv (1062 kg/117cv), a relação peso/potência de um Corolla XEi 2016 é de 8,4 kg/cv (1295 kg/153,6cv), onde a relação peso/potência do Palio é melhor? Há aproximadamente 2 anos atrás eu tive um Palio Sporting (1.6 E.torQ + câmbio manual), não anda nem próximo do Corolla, seja na saída, retomada ou velocidade máxima. Amigo, não se iluda por números, na prática as coisas podem ser bem diferentes.

              2) Relação peso/potência é sim um fator impotante para ser analisado mas nem sempre é o fator determinante. Quer um exemplo? Eu tive uma Saveiro Cross 2015 (1.6 16v de 120cv), a relação peso/potência dela é inferior ao do Palio (9,4 kg/cv para a Saveiro e 9,1 kg/cv para o Palio) e mesmo assim o desempenho da Saveiro era superior ao do Palio.

              3) Por fim, a relação peso/potência do up! TSI na versão Move up! TSI (a versão mais leve) é de 9,1 kg/cv contra os 8,4 kg/cv do Corolla.

              O up! TSI tem uma aerodinâmica muito inferior ao do Corolla, tem menos potência, menos torque, menos cilindrada e ainda por cima rende menos em altas rotações, fora o controle de tração que atrapalha a arrancada do up!. Na prática, meu Corolla anda quase a mesma coisa que o Golf Highline DSG que eu tive.

              • dogmarley

                fator turbo conta muito com entrega de torque já a baixas 1,500 rpm.
                aspirado leva pau de turbo e não é de hoje.

              • João Cagnoni

                Concordo com você, acho que o problema é muito mais complexo. Mesmo sem o up andar mais, acho que anda junto. Peso importa MUITO na arrancada de qualquer carro.

          • Gustavo Cruz

            De final não tenho dúvidas. Arrancar, nem no seu sonho você arranca junto com up TSI. O up! é muito leve, é turbo e o câmbio muito bem escalonado. E não estou na teoria. Eu presenciei meu amigo levar bucha que não dava pra ver nem a cor da placa de up! outro dia. E ele tem um civic 1.8.

            Mas imagino que na estrada a história deve ser diferente. Não precisa ir longe, procura no youtube que vai entender o que estou falando.

      • Edson Fernandes

        Eu acho que quem compra um up, não compra um Cobalt e vice-versa. Agora, eeu torço para atulaização de motores, andar mais ou menos, isso nem é tanto importante.

        • Marcelo SR

          Penso o mesmo que o Edson. Os caras ficaram mordidos à toa. Querem ficar brincando de arrancada por aí, vão pra um autódromo com carros próprios para esse fim. Mas que o três cilindros turbo + injeção direta 1.0 da VW dá um coro de tecnologia nesse 1.8 da GM, isso é indiscutível… Se formos falar de consumo então, Nossa Senhrora…

        • Gustavo Cruz

          Exatamente. Tudo é questão de foco. O up! TSI é um carro muito interessante, mas dificilmente estaria na minha garagem. O motor é excelente, boa tecnologia, mas o interior é sofrido, pobre, o espaço é terrível e o conforto nem se fala.

          Fico com meu sedã médio que não “anda nem perto”…..mas tem câmbio AT, ar digital, bom acabamento, som de primeira, bancos confortáveis, espaço de sobra para quem vai na frente e atrás e excelente isolamento acústico.

          • Edson Fernandes

            HEhehee vc tem um Fluence? rsrs
            Falo isso porque vc descreveu o que eu penso e foi minha escolha perante um compacto 0km.

            • Gustavo Cruz

              Rs não…tenho um Cerato 2011. Na época até cheguei a olhar o Fluence, mas o preço estava um pouco acima do que eu podia pagar.

              • Edson Fernandes

                Entendi. O cerato é um otimo carro e bem silencioso. Em materia de encaixes e fabricação de peças ele é superior ao fluence.

    • Alan Oliveira

      E pensar que em dezembro de 2013 paguei 52.000 em um LTZ automático, emplacado e com pintura metálica. Já modelo 2014….Meldels!!!

      • Hélio

        já tava caro

    • Raphael Sato

      Troquei de carro esse ano, tinha 42 mil, olhei pros 0km disponíveis, desisti! Peguei um Linea 2014 com 28.000km.

      • pedro rt

        pegou um mico

        • Rafael Yashiro

          Mico por que? Para um usado um Linea é bem servido.
          Desde que seja o manual, é um bom carro.

          • Gabriel M. Vieira

            E também depende do carro que o cara tinha antes… Tudo depende da referência.

            • Fábio

              Se o cara tinha Gol ou Palio, fez um bom negócio…

        • dogmarley

          bla bla bla

      • Marcio Santos

        Logo um linea ….

      • Raphael Sato

        Saí de um Classic kkkkkk Na época paguei 31 mil com os opcionais. Quando fui trocar de carro esse ano percebi que não vale a pena comprar 0km, pelo pra mim que não tenho dinheiro sobrando. E fiz um bom negócio, que outro carro do mesmo ano, desse tamanho, com motor 1.8, bancos de couro, todos os opcionais, eu compraria com 42 mil? Nem City achei por esse preço com a mesma quilometragem. Civic e Corolla então eu só compraria uns 3 ou 4 anos mais velho. 0 km só daria pra comprar um Prisma, Ka+, Voyage, sem metade dos opcionais. Tô super feliz com meu Linea!

        • dogmarley

          boa compra! subiu de categoria!
          o linea é um otimo carro, o qual um modelo usado tem um ótimo custo x beneficio, cheio de mimos e mt bonito, eu acho mt bonito, pretão.

          a Fiat arriscou uma estratégia com ele, que acabou minguando; e não quis saber de tentar de novo uma nova estrategia; deixando o carro de lado. dai vem os sabichões de internet falar de “mico” zZzZz

        • durango

          Faria o mesmo, nas mesmas condições.

        • trombadinha
          • Parabens, “ricaço”, conseguiu ser banido por ofender o outro leitor e dizer que deve ser uma b—- ser pobre.

      • andre oliveira

        Mesmo caminho que vou fazer para trocar meu Corsa 1.8.

  • Pedro Henrique

    chega de internet por hoje.

    • Preetinho

      E olha que acabamos de completar apenas a primeira hora do dia

  • Lucas

    Pq não colocaram essa antena na parte de trás? Tem jeito não, melhorou mas pra ficar bonito mermo, só fazendo outro… um cruze tá sendo oferecido por 69.900 e um cobalt por mixaria a menos? E esse my link com cara de armengue, o lado esquerdo liso, deviam ter colocado algum botão para disfarçar. O que esse carro tem de bom é o cambio, que no onix salva o carro, mas no cobalt por causa do motor, é suficiente… deviam era lançar pelo menos um onix 1.8 aut pra vr se anda perto de hb20

    • wagner

      Antena na frente economiza em fiação…..se colocassem la trás teria no mínimo mais 1,20mts de fiação por carro produzido….isso em grande escala gera um custo muito alto!
      Repare que carros de produção “barata” possuem antena na frente…
      * tambêm prefiro antena na traseira dos veículos….

  • Matthew

    “Bem ou mal, falem de mim!”. Apesar das inúmeras críticas ao carro, a última notícia do site com os valores do carro renderam mais de 360 comentários.

    • Roger Bersch

      No caso da GM, só se fala mal. Junto com a Fiat é a que possui os piores veículos.

      • Fábio

        Qual marca tem os melhores veículos então? Nos diga senhor.

        • Ricardo

          Dono de GM detectado.

          • pedro rt

            dono de NENHUM CARRO, pobretao detectado

        • Matthew

          Das quatro marcas generalistas presentes no mercado brasileiro, GM, Fiat e VW só produzem carros do naipe do Cobalt, ou seja, caros e defasados, sobretudo a parte mecânica. As exceções ficam para a linha de importados da VW e para a Ford que é a que mais se esforça em entregar produtos globais, motores com tecnologia minimamente avançada e ampla lista de equipamentos, incluindo itens de segurança muito acima da média do mercado, como múltiplos air bags, controle de tração e estabilidade até nos modelos compactos da marca.

          • Robinho

            concorodo.

          • RicardoP

            É, mas a demora nesses EcoBoost 1.0 e 1.5 já está demostrando que a Ford não está se esforçando tanto assim…

            • Matthew

              Bom, comparada a GM que usa essa mesma família de motores do 1.8 L há mais de duas décadas, tá anos-luz à frente. Embora não sejam dowsing ainda, possuem comando variável duplo até no 1.0 3 cilindros do Ka, injeção direta no Focus, e por aí vai.

          • Edson Fernandes

            E os motores 1.6 16v da VW? 1.0 TSI no up? O proprio upw

            • Fábio

              E os motores 1.0 3 cilindros da Ford e Hyundai, modernos na sua concepção? E o 1.6 16V da Hyundai tão bom quanto da VW? E o 1.5 da Ford e Toyota? E o 1.3 da Toyota? Edit: agora vi que ele se referiu as 4 marcas generalistas, mas a Ford está aí para rivalizar com a VW. Ontem mesmo vcs anunciaram a vinda do 1.0 Ecoboost.

              • Edson Fernandes

                Comentei só o da VW pela descrição do Matthew.

            • Matthew

              São motores recentes, mas ainda pouco difundidos pela gama da VWB. Destinam-se apenas às (caras) versões da linha Gol e Fox. Mas sem dúvida alguma já é um passo além em relação à GM.

            • Marcio Santos

              Os motores 1.616v equipam apenas versões top de alguns modelos, e o 1.0 16v hoje é basicamente para o up, além disso fox e gol são projetos muito defasados, e são projetos para países pobres, não são carros vendidos no primeiro mundo.
              Hoje de bom mesmo a volks tem o up e no futuro o golf, que infelizmente será bem depenado na versão nacional, mas ao menos será um projeto moderno, mas empurrado por um mirrado motor 1.6 de 120cv nas versoes abaixo de 90k.

              • Edson Fernandes

                Ainda melhor que GM e Fiat nesse aspecto.

          • Fábio

            Ou seja: na faixa abaixo dos 60k-onde é acessível a grande maioria da população- as 4 grandes são tudo farinha do mesmo saco.

        • Robinho

          na boa de uns anos para ca, estou gostando muito da Ford, com algumas exceções, claro, mas acho que é que melhor se esforça. ah minha opnião OK?

  • David Diniz

    O carro melhorou nessa restilização. A GM fez um bom trabalho no principal problema que era o desing do carro.E fora que a atitude de manter os Motores 1,4 e 1,8(que já são bem conhecidos) foi correta nada de ficar inovando colocando motor novo e complicar a vida do consumidor na hora da manutenção.

    • zekinha71

      Esse é brasileiro mesmo.

      • Thiagusss

        troll detected!

      • David Diniz

        Sim sou mais especificamente Paulistano :D

    • Doyle

      e complicando sua vida na hora das ultrapassagens

    • Alessandro

      Esse é o típico cara que paga 60k em um Onix LTZ!

      • David Diniz

        Não cara eu já tenho o meu carro zero km…

  • Fanjos

    Ue…. Mas não iria ficar só o motor 1.8?

    • Thiagusss

      Exatamente!!!! várias notícias foram postadas falando somente do 1.8. E agora isso?!
      Sinceramente, esse 1.4 não dá! Não pode ser considerado como opção, muito carro para pouco motor…

      Então, resumindo os preços, temos:

      Manual: 60k
      Automático: 66k

      • visanpai

        O 1.4 ficou pra brigar com a versão semelhante do Gran Siena. Se acha esse 1.4 de 100 cv fraco, imagine o da Fiat com 80 e poucos.

        • Thiagusss

          sim, concordo, mas acho retrocesso. Tanto o 1.4 como o 1.8 monzatec!

          • Paulo_Lustosa

            Equipa um carro apenas 41kg mais leve que o Cobalt

            • Thiagusss

              Não defendo a fiat, não gosto inclusive.
              A crítica aqui é para a chevrolet!!!

              • Paulo_Lustosa

                Também acho esse 1.4 no Cobalt porcaria, já andei três meses em um pra nunca mais, o Prisma derivado do Celta com esse mesmo motor parece um dragster de junto…

          • Retrato do Papai

            se não me engano esses 1.4 e 1.8 do cobalt fazem parte da família 1 da opel (bloco pequeno), então estariam mais para um corsatec hahaha

        • Retrato do Papai

          eu também achava isso, mas depois de ver (em pista, no canal acelerados) um onix 1.4 andar junto com um uno 1.4 dualogic, já não considero esse 1.4 gm lá essas coisas… sim, ele tem bons números, ótimos para propaganda, mas na prática…

          • Lucas

            Pois é, essa potência da chevrolet parece PMPO, e o grand siena 1,4 anda quase a merma coisa que o cobalt 1.8, imagina o 1.4…

            • Paulo_Lustosa

              Grand Siena 1.4 andar quase igual ao Cobalt 1.8 eu acho exagero já, ele anda quase igual ao Cobalt 1.4 por ser 41kg mais leve, e isso que os dois possuem desempenho comparável a hatch 1.0 moderno ou GM VHC (Celta e Classic), agora quase igual ao 1.8 é bem difícil, principalmente pelo 1.8 ter bem mais torque que o 1.4 da Fiat que deve 1kgfm pro 1.4, que já é insuficiente.

              • Edson Fernandes

                Tá bom…. o 1.6 16v anda jiunto do Cobalt 1.8… nossa … só o Versa mesmo par ter um motor melhor.

          • Paulo_Lustosa

            Rapaz, o Uno é bem mais leve que o Onix, é natural que ande bem e faça curva, embora o Uno trava a 170 e o Onix consegue avançar. Agora se comparar o Uno a um GM do mesmo peso (Prisma antigo e Corsa Hatch, Sedan e Montana), aí dá pra ver aonde o motor GM mostra pro que veio.

            • Retrato do Papai

              este não é um bom argumento, visto que a diferença de peso entre eles não é muito significativa, pouco mais de 40kg (onix effect e uno sporting)… mesmo que o peso extra faça alguma diferença, ela seria totalmente anulada pelo fato de o onix ser manual, em contraste com o uno ser dualogic (o rubinho inclusive reclamou)… some isso ao motor mais potente e com mais torque do onix e: wat? andam junto?

              não sei de quem é o demérito, do motor gm ou do onix (talvez dos dois haha)

              • Paulo_Lustosa

                E a suspensão? Já que o Uno é uma bucha de tão dura que é… Não defendo nenhum dos dois carros que eu não gosto, agora falar que o motor a potência é PMPO sendo que já tive Prisma derivado de Celta e já andei em Uno Way, a diferença de performance é sentido de longe.

                • Retrato do Papai

                  não sei como é este uno em específico, mas os carros fiat são bem molengas (tenho um palio e sei bem disso), mesmo assim a suspensão sozinha não faria uma diferença tão significativa quanto uma caixa manual vs automatizada…

                  • Paulo_Lustosa

                    Palio é macio e molenga, Uno não… palavra de quem já andou em vários a trabalho de aluguel na Localiza.

  • O Negociador.

    so de ler esse ELITE ja me da arrepios (vectra, zafira, astra)

    • radiobrasil

      Será que a GM vai voltar com as versoes Elegance, Expression? rss

      • Mr. On The Road 77

        O certo deveria ser como nos EUA: LTZ e LTZ II.
        Mas como na tampa traseira não viria escrito LTZ II, não ia fazer inveja no vizinho.

      • O Negociador.

        LT e LTZ economizam mais no letreiro kk

  • Louis

    Tá caro, como qualquer carro.
    Mas melhorou em desenho. Pessoal tá criticando muito , quem quer carro bonito e com motor mais moderno, vai de novo Cruze. Tamanhos semelhantes, propostas distintas.

    • Doyle

      filho, tem opções com motores decentes nessa faixa de preço do Cobalt, como o Fiesta Sedan

      • beto

        Tem sim, mas o fiesta é apertado e não leva uma família com conforto. Carro não é só motor, cada um tem suas prioridades.

        • Dp Som

          Tem o KA+, motor tb eh decente :)

      • Louis

        Ah sim, agora compara o espaço interno…

        • Mr. On The Road 77

          Tem também o Versa…

  • Tiago

    Esse carro é da mesma categoria do Versa?

    • Lucas

      Acho que sim, mas o Versa faltava um cambio aut por 60 mil, ai sim seria o melhor ou um dos melhores do segmento compacto medio grande hehehe

  • Murilo Soares de O. Filho

    Melhorou muito o visual, mas ficou caríssimo das versões TOP.

  • Fábio

    Continua mantendo motor de 8V? Um carro de 60 mil tinha que ter no mínimo um motor moderno de 16 válvulas. Minha opinião, o defeito do carro é esse.

  • Darwin Luis Hardt

    o chato é ter que pagar 65 mil se o cara quer o câmbio AT

  • Bittencourt

    A foto do antigo com o atual ficou 10! Dá para ver o quanto ele foi atualizado de uma forma muito mais contundente!
    Agora, R$ 70.000,00 num carro, para não ter repetidor lateral de pisca (que foi tirado) nem 3° encosto e cinto de 3 pontos, é muita economia porca!
    Nem vou falar do motor porque aí envolve questões de engenharia mias “sérias”, mas esses detalhes são imperdoáveis…

    • fredggp .

      Mais estranho ao meu ver é a falta deste terceiro encosto de cabeça tanto nele como na Spin, que se propõem a ser um carro familiar. Tem o My link e não tem o terceiro encosto, vai entender…

      • Lucas Vilanova

        Outras coisas que eu percebi – faltou um sistema de som melhorado com tweeters (deve ser o mesmo do Onix, auto falantes de 20 w RMS), ajuste de profundidade no volante, ar condicionado digital, ESP, pelo menos mais 2 AB e por aí vai…

        Muito caro pelo que oferece.

        • Mr. On The Road 77

          Isso tudo você encontra no Cruze… esse é o problema.
          Com o novo Cruze mais caro e equipado ano que vem, quem sabe a GMB resolve esses ‘probleminhas’.

      • José Cardoso Ferrão Neto

        Vou mais longe !!! Se é carro familiar, tem priorizar a segurança,com o acréscimo de airbag lateral, e de cortina !!

  • No_Name

    Enquanto isso, no CAZAQUISTÃO, esse carro tem cintos de 3 pontos e apoios de cabeça para todos.

    • Mr. On The Road 77

      #partiuCazaquistão

  • Vattt

    Exelente facelift, resurgiu das cinzas o Cobalt, só falta Toyota Etios e Nissan Versa beber da mesma fonte, que começou com o Renault Logan!!! Quem sabe as ruas do Brasil fique um pouco menos feia.

  • oscar.fr

    Não ficou nada harmonioso o desenho desse carro. A GM trocou o conjunto ótico e já achou isso suficiente para subi-lo de categoria? Por favor. Isto chega a ser pior do que a Peugeot fez com 207 em relação ao 206. Mas bom, no caso da GM é perdoável, parece.

  • klaus

    2.400 rpm em 110 k/h tá melhor do que eu esperava

    • gveralonso

      Sexta marcha e motor com mais de 17 kgfm de torque a 2600RPM…

  • pedro rt

    se a versao LS vai contunuar pra quem e frotista entao o LT 1.4 e LTZ 1.4 sao pro consumidor comum NA?

  • AlemãoMoreira

    Nem de longe gosto dos carros da GM mas o Cobalt agora ficou com um bom conjunto. Deixou de ser feio e o interior já era bom. Falta um motor novo, possivelmente um 1.6 16V moderno seria suficiente.

  • Bernardo Brasil

    Só vejo uma discussão inócua sobre motorização (algo esperado, por óbvio, em se tratando de GM) mas ngm vai tecer comentários sobre segurança?? 2airbgs apenas e nada de ESP num cobalt de 67mil?

  • Pedro Cunha

    R$68mil numa coisa dessas??
    Não pode ser sério, definitivamente.

  • Hélio

    só uma palavra: city

  • “O Bluetooth pode parear 10 aparelhos ao mesmo tempo”… Isso ficou estranho. Geralmente ele permite parear até 10 aparelhos, mas apenas 1 de cada vez. E, pela omissão da informação no texto, acredito que o GPS ainda depende do celular. Na versão anterior era obrigatório usar o BringGo, acredito que agora qualquer um que o Android Auto / CarPlay suportem.

    • Edson Fernandes

      Depende sim. Só que agora vc pode usar um GPS offline (como o Here) do seu celular ou um Waze da vida.

      Eu gostaria que além dessa função tivesse como ouvir musicas com o Poweramp. Pois acho o melhor player de musica do Android. Com essa função de android ou car play da apple abriu-se a possibilidde de ver videos sem ser proibido.

      • Lucas Vilanova

        Como você falou o Here – exclusivo da Nokia/Microsoft -, então essa central é compatível com celulares com Windows Phone?

        • Jackson A

          Não, não é exclusivo, funciona normalmente no meu Zenfone 2.

          • Lucas Vilanova

            Ahh, tranquilo. Pensei que fosse.

        • Edson Fernandes

          Android também possui o Here :)

          • Lucas Vilanova

            Ahh, tranquilo. Pensei que fosse exclusivo da Nokia.

      • Obrigado pelo esclarecimento, @edsonfernandes:disqus!

      • Mr. On The Road 77

        Ainda acho que ele não deixa ver videos em movimento, mesmo pelo Android Auto.

        • Edson Fernandes

          Estranho, porque nas reportagens mostra o maps em uso.

  • Vai continuar vendendo porque a versão 1.4 é um excelente veículo para taxistas, fora isso iria micar igual ao Sonic.

  • Cebola Frita

    Segurança que é bom…. novos motores que é bom….. agora rechearam a CMM, que parece que é o perfil do brasileiro, se liga muito em eletronicos e conectividade, e os assuntos mais sérios ficam de lado. Não dá para reclamar do que tem aí no mercado, é a exigência do consumidor.

  • PrGirafales

    queria ver a versao inicial, em todo lugar só vejo a versao top

  • Carlos Polesello

    1 – Voltou a filosofia de um jogo de futebol. Escala errado, substitui certo. Isso é, lançam o carro muito feio, depois corrigiram e melhoraram o design. Idem ao Cobalt, Sandero, Logan e outros,

    2 – Li na internet diversas “cornetas” sobre as sinaleiras que invadem o porta malas. Todos estão indo para essa tendencia, seja hatch ou sedan….

  • RTEC30

    remendo menos feio, é o que tem disponível para nós.

  • Marllon Sousa

    O CARRO MELHOROU, MAS CONTINUA FEIO E CARO. DAVA PRA CHEVROLET APROVEITAR MELHOR O QUE ESSE CARRO TEM DE MELHOR, ESPAÇO. FAÇAM DELE UM CARRO BONITO E COLOQUEM MOTORES REALMENTE INTERESSANTES. QUE TAL 1.6 DO FINADO SONIC E 1.8 DO CRUZE!

  • Marcio Santos

    A prática de oferecer versões top de linha sem equipamentos que justifiquem o preço continua, exceção ao on star a versão elite tem, segundo o texto.

    “Por dentro, além do bom espaço já oferecido antes, o Novo Cobalt 2016 na versão Elite apresenta bancos em couro premium com tonalidade Brownstone. O volante multifuncional em couro tem costuras personalizadas e há detalhes em preto brilhante nos difusores de ar laterais, na base da alavanca de câmbio e no novo console central, que agora vem com a multimídia MyLink. As portas possuem novo acabamento macio nos apoios de braço. Mas há ressalvas.

    Ou seja, somente perfumaria, nada de interessante, hoje a única marca que está fugindo desta prática é a ford, que oferecer versões top de fiesta e focus caras como todos mas recheadas.
    O new fiesta sedan titanium de linha, concorrente do cobalt, tem bancos de couro, sete airbags, esp, ar digital, hill holder, central multimidia da sony com comando de voz para tudo, até ar condicionado, sensor de chuva e luminosidade, espelhos interno eletrocrômico, chave presencial, luz ambiente personalizável em sete cores,
    Tudo isso por 2k am ais do que o cobalt, mais 3k acrescenta-se o teto solar na versão titanium plus.
    É caro? É, mas ao menos tem conteúdo, todos os concorrentes top de linha do new fiesta não tem conteúdo, oferecem o mesmo que o cobalt, enfeitas, cromadinhos e outras bobagens, não são realmente versões top, apenas o preço é.

  • Ric53

    Faz uma versão Fastback e chama de Astra!!!!

  • Vinicius

    De Elite só o preço. O finado Vectra que era Elite de verdade, à sua época

    • Ediomar

      Cara,lembrei agora do Vectra B elite 2005 e do C 2.4 elite 2006,isso sim era elite,com direito a opcionais que muitos carros ditos elite nem sonham em trazer hoje em dia.

  • Sassá

    O motor 1.8 foi amassado por causa do indice de poluentes, a potencia original era de 112/114. Um ecotec 1.6 daria conta, mas aí é pedir demais da gm. Outro ponto é que a R/L desse motor é rídicula, vibra mais do que kombi diesel (haja coxim), limitando os giros e passando aquela sensação tosca de motor preso em altos giros. Antes fosse o 1.8 do astra.

  • Anderson Aps

    COBALT É FEIO ATE NO NOME MAS MELHOROU UM POUCO E COM TODA CERTEZA EU NÃO COMPRARIA.

  • Marcelo Dias

    Agora eu te pergunto: precisava ter feito aquela cagada na primeira geração?

  • FocusMan

    Essa lateral chapada para dar espaço interno é o grande problema desse carro.

    Visto de lado, continua parecendo ainda um desenho de uma criança.

  • Augusto Santos de Brum

    Não gostei dessa reestilização, a GM faz economia de custos ridículas e tenta disfarçar ainda, a extensão da sinaleira no porta-malas tá quase igual a do Versailles com exceção da lâmpada de freio/sinaleira, que funciona, no mais, na traseira nem mexeram na estrutura e sim nas partes moveis, observando bem dá pra transplantar tudo desse Cobalt para o antigo, mas, a frente até que ficou bonita, mas não teria um Cobalt.

  • Leonardo Balieiro

    Olhem só o Cobalt Americano em 2010:

  • dogmarley

    a sequência de fotos deveria ser desse grave erro da GM ao invés da CMM: várias e várias fotos da inexistência de 3º encosto traseiro numa carro cuja proposta e ser um sedan familiar.

  • Marcelo SR

    Esse pneu “biscoitão” + rodinhas tb fica muito estranho nesse carro por dois motivos básicos: 1) A linha de cintura dele é alta; 2) suspensão alta também. O carro merecia rodas maiores casadas com pneus de perfil mais baixo. Mas é só uma observação mesmo, pois eu nunca compraria esse carro nesse preço “ofertado”.

  • Tatiane Bonfá

    Design de tiozão com cores de tiozão, parece que o Cobalt achou seu nicho.

  • Renato Freire

    kkkkk 350 fotos do my link, como se o carro de fato e é isso mesmo se resumisse nessa novidade!!!! lamentável. Fica claro o corte antigo das lanternas traseiras, um horror, miserabilidade total misturado com falta de vontade (preguiça) de refazer um desenho mais digno de um carro que acabou de receber sua primeira atualilzação. aquele quadro de instrumentos cifrim continua lá, Eita economia porca. Coloquem um quadro de instrumentos mais apresentável como os quatro instrumentos e computador de bordo no mínimo. Uma nojeira esse painel desenxavido, uma coisa sem sal, quase tosca.

  • Bruno@BRN.CS

    Podiam ter colocado aquela roda do Último Agile, aro 16.

  • Valdemir Souza

    Esse carro é uma vergonha pra história da Chevrolet do Brasil que já fabricou aqui carros como Omega, Vectra (o primeiro modelo era igual ao europeu), Opala e outros. É triste ver uma marca que se importava de fabricar coisa boa se entregar a mediocridade dessa forma…

  • Leandro Balmant

    Como eu falei em 2 posts, tem bom torque mas falta potência. Enfim, o desenho ficou mais harmônico e digerível, mas pelo preço prefiro o City, que apresenta um conjunto bem melhor.

  • Henrique12

    Pode colocar um dvd player e uma Tv Digital da vida aí nesse mylink pra agregar, porque ainda não tá se justificando não kk.

  • Bucco

    impeachment, sedan pesado 1.6 e 1.8 8V… sejam bem vindos aos anos 90.

  • Marco

    Fico pensando uma coisa: se a General Monsters conseguiu deixar esse carro com essa aparência aceitável, porque diabos fêz um carro tão horripilante em sua primeira geração? Parece que a Chevrolet faz questão em ser do “contra” e só fazer coisa feia pro povo meter o pau. Só falta agora melhorar a traseira do Prisma, que é uma gambiarra do caramba e voltar com aquele funeral car do Spin prá prancheta. Eita carro medonho aquele.

  • Paulo Lopes

    Acertaram em cheio na dianteira e erraram na traseira. Não sei o que se passa na cabeça desses designers da GM. Pra eles parece que quanto mais o visual for controverso e polêmico melhor

  • Omega

    Ele já chegou com visual cansado….

  • Agnaldo Gastaldi

    Pra que tanta foto da multimídia?? Multimídia é só perfumaria

  • Dieggo

    frente e traseira na lateral errada

  • Darlan Soares Oliveira

    Mó legal esse “Prismão”!
    Não imagino pagar R$68 mil num Elite.

  • Darlan Soares Oliveira

    Essa lanterna traseira lembra a do C4 Lounge!

  • Marcos Wild

    Acho a traseira do antigo mais bonita

  • HugoCT

    A fiat tem que dar uma repaginada no grand siena urgente

  • Jean Lehn

    Feio??? seria um belo elogio a essa coisa estranha, CHEVROLET se acabou¹

  • Carlos Alberto

    “O motor chegou a morrer durante uma manobra na rua.” Que mal hein Chevrolet?

    • Carlos Alberto

      ainda mais em um carro para imprensa…

  • Rafael Diniz

    kade o novo cobalt, se trata do mesmo veiculo, é bizarro as novas lanternas terem a parte de cima da antiga e os farois terem o encaixe e o formato lateral do antigo, isso foi só uma maqueada bem mal feita. O carro tem 95% das peças do antigo, se mudou 8 peças foi muito, e as que mudaram, trazem elementos das outras.

  • Jorge Danilo de Oliveira

    Gostei no geral. O espaço interno e o porta-malas são imbatíveis no Cobalt. Falta uma aparência melhor e agora isso ele tem.



Send this to friend