Home Marcas Fiat Novo Fiat Punto 2013: marca injeta tecnologia e mexe no visual para...




A Fiat acordou para o Punto. Longos cinco anos após o lançamento no Brasil, a marca promoveu as primeiras modificações no hatch. Ele ganhou visual, interior renovados, além de uma pequena redução de preços em algumas versões e a adição de novos equipamentos.

Com isso, a Fiat espera ter um rival mais forte para Chevrolet Sonic, Ford New Fiesta, o renovado Citroën C3 e o futuro Peugeot 208 – além do antigo Volkswagen Polo. Na prática, a lista das mudanças é grande, mas pouco afetam o caráter do carro.

A carroceria ganhou os traços do Punto Evo europeu, com frente e traseira redesenhadas – com o “bigodinho” do 500, que se alastra por todos os novos Fiat brasileiros – visual já substituído na Europa, onde o Punto ostenta atualmente linhas mais suaves. A Fiat garante que, ao contrário dos europeus, o brasileiro prefere mais adornos, o que justificaria a escolha desta versão, de ar mais robusto, para ser produzida em Betim.

Na frente, o centro do para-choque vem sem pintura e divide a grade horizontalmente. Nas extremidades, ficam abrigadas as luzes de direção – antes acoplada aos faróis, que mantiveram basicamente o mesmo desenho. Atrás, as mudanças são mais sutis. As lanternas ganharam leds. O para-choque foi redesenhado e também ganhou uma larga faixa sem pintura. De perfil, nada mudou.

Os motores também continuam os mesmos, mas com pequenas atualizações. O 1.8 16V, de 132 cv e 18,9 kgfm, agora só é disponível na versão Sporting. Já o 1.4 da Attractive passa a ser o Evo, já usado em Uno, Palio e Grand Siena, que tem 88 cv e 12,5 kgfm de torque com etanol – antes os números eram 86 cv e os mesmos 12,5 kgfm. O 1.6 16V, de 117 cv e 16,8 kgfm, equipa a Essence. O câmbio automatizado, opcionais para os motores 1.6 e 1.8, passa a ser o Dualogic Plus, que já equipa Bravo e Linea, que tem um software mais moderno.

O modelo para as vitrines, no entanto, é mesmo o 1.4 turbo de 152 cv da versão T-Jet. Ele agora incorpora o seletor DNA, que permite alterar alguns parâmetros eletrônicos do motor de acordo com a escolha do motorista. O “D”, de Dynamic, prepara o 1.4 para entregar o torque mais bruscamente e deixa o motor mais “cheio”. O “N” é de Normal e o “A”, referente a Autonomia, amansa o propulsor e tem foco na redução de consumo – na Europa, essa opção é chamada “All Weather”, para pisos escorregadios.

Por dentro, o Punto também trouxe novidades. O painel foi totalmente redesenhado e agora se parece muito com o utilizado no Bravo. A Fiat diz ter melhorado a qualidade do acabamento, com o uso de materiais mais nobres. O quadro de instrumentos também foi modificado e ganhou mostradores distribuídos em dois círculos pronunciados, também muito semelhantes ao do hatch médio. A marca ainda colocou novos “spots” de iluminação interna, para dar ao Punto um ar mais requintado. Há pequenas fileiras de LEDs próximas às maçanetas e sob as saídas de ar dos cantos do painel.

A Fiat também se mostra agressiva em relação aos preços. A gama começa em R$ 38.570 para o Attractive 1.4 – o único sem ar-condicionado de série – e segue até os R$ 55.740 do T-Jet 1.4 – antes começava em R$ 40.380 e ia até R$ 65.830. Os preços de Essence e Sporting também estão menores – caíram respectivamente R$ 3 mil e R$ 5 mil – e custam agora R$ 41.750 e R$ 46.400.

O câmbio automatizado Dualogic Plus acrescenta R$ 2.370 aos dois modelos. Entre os opcionais, destaque para a adição dos airbags laterais e de cortina. Com as modificações, o bom conjunto ganhou um sopro de atualidade e mantiveram a elegância do desenho de Giugiaro. O Punto continua sendo uma opção maior e certamente mais refinada que o Palio.

Impressões ao dirigir – Equilíbrio constante

São Paulo/SP – Mais do que no visual externo, a atualização do Punto caiu muito bem no interior, que carregava linhas mais retas. O novo painel é mais elaborado e torna a vida a bordo do hatch um pouco mais agradável. Parece haver mais cuidado na finalização, nos encaixes e nos arremates. Ainda estão lá a ótima posição de dirigir e o rodar sólido, que contribuem para a boa impressão.

Ao volante, a Attractive 1.4 se mostrou surpreendentemente eficiente em trecho urbano. Os 12,5 kgfm a 3.500 rpm são suficientes para uma tocada tranquila, sem que seja necessário “esgoelar” o motor. Claro que em algumas subidas mais acentuadas, a esperteza dá lugar a alguma “preguiça”. Mas, ainda assim, o propulsor aceita giros altos sem passar a impressão de que está próximo do limite. E permite explorar bem a escala do conta-giros.

Já o Punto Sporting com motor 1.8 e o câmbio automatizado Dualogic Plus – recém-atualizado – dá ao modelo uma pegada bem mais “animada”. As mudanças na transmissão deixaram o carro mais suave e confortável, com trocas de marcha mais rápidas. O modelo “entende” melhor as intenções do motorista. Ficou mais fácil o uso no trânsito urbano. A nova função Creeping – que faz o carro andar vagarosamente ao soltar o pedal do freio – ajuda bastante na hora de manobrar.

No asfalto ruim das ruas da elegante região do Brooklin, Zona Sul da capital paulista, a suspensão deu conta de remendos e buracos na pista. No entanto, os solavancos são muito sentidos no interior, particularmente no banco traseiro.

Há pouca diferença no comportamento entre as versões, que diferem principalmente pelo tamanho das rodas – que vão de 15 a 17 polegadas. Os pneus de perfil maior do Punto Attractive atenuam um pouco a dureza do conjunto. A contrapartida é que em piso liso, o acerto se mostra equilibrado e dá ao carro boa estabilidade direcional nas retas e segurança em curvas rápidas.

Ficha Técnica – Fiat Punto

Motor 1.4: Gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.368 cm³, quatro cilindros em linha, duas válvulas por cilindro. Comando simples de válvulas no cabeçote. Injeção eletrônica multiponto e acelerador eletrônico.

Motor 1.6: Gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.598 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro. Comando simples de válvulas no cabeçote. Injeção eletrônica multiponto e acelerador eletrônico.

Motor 1.8: Gasolina e etanol, dianteiro, transversal, 1.747 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro. Comando simples de válvulas no cabeçote. Injeção eletrônica multiponto e acelerador eletrônico.

Motor 1.4 turbo: Gasolina, dianteiro, transversal, 1.368 cm³, quatro cilindros em linha, turbo, quatro válvulas por cilindro. Comando duplo de válvulas no cabeçote. Injeção eletrônica multiponto e acelerador eletrônico.

Transmissão: Câmbio manual de cinco marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Não oferece controle de tração.

Potência máxima:

Motor 1.4: 85 cv com gasolina e 88 cv com etanol a 5.750 rpm.

Motor 1.6: 115 cv com gasolina e 117 cv com etanol a 5.500 rpm

Motor 1.8: 130 cv com gasolina e 132 cv com etanol a 5.250 rpm.

Motor 1.4 turbo: 152 cv a 5.500 rpm

Aceleração 0-100 km/h:

Motor 1.4: 13,1 s com gasolina e 12,6 s com etanol.

Motor 1.6: 10,5 s com gasolina e 10,3 s com etanol.

Motor 1.8: 9,9 s com gasolina e 9,6 s com etanol.

Motor 1.4 turbo: 8,3 segundos.

Velocidade máxima:

Motor 1.4: 168 km/h com gasolina e 170 km/h com etanol.

Motor 1.6: 181 km/h com gasolina e 184 km/h com etanol.

Motor 1.8: 190 km/h com gasolina e 193 km/h com etanol.

Motor 1.4 turbo: 203 km/h.

Torque máximo:

Motor 1.4: 12,4 kgfm com gasolina e 12,5 kgfm com etanol a 3.500 rpm.

Motor 1.6: 16,2 kgfm com gasolina e 16,8 kgfm com etanol a 4.500 rpm.

Motor 1.8: 18,4 kgfm com gasolina e 18,9 kgfm com etanol a 4.500 rpm.

Motor 1.4 turbo: 21,1 kgfm entre 2.250 e 4.500 rpm.

Diâmetro e curso:

Motor 1.4: 72,0 mm x 84,0 mm. Taxa de compressão: 12,3:1.

Motor 1.6: 77,0 mm x 85,8 mm. Taxa de compressão: 10,5:1.

Motor 1.8: 80,5 mm x 85,8 mm. Taxa de compressão: 11,2:1.

Motor 1.4 turbo: 72,0 mm x 84,0 mm. Taxa de compressão: 9,8:1

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson, com braços oscilantes fixados em subchassi, com molas helicoidais, amortecedores hidráulicos pressurizados e barra estabilizadora. Traseira com rodas semi-independentes, com barra de torção, barra estabilizadora integrada e amortecedores hidráulicos pressurizados. Não oferece controle de estabilidade de série

Pneus:

Attractive: 185/60 R15.

Essence: 195/55 R15.

Sporting: 195/55 R16.

T-Jet: 205/50 R17.

Freios: Discos ventilados na frente e tambores atrás (discos traseiros na versão T-Jet). Oferece ABS com EDB.

Carroceria: Hatch em monobloco, com quatro portas e cinco lugares. 4,06 metros de comprimento, 1,68 m de largura, 1,49 m de altura e 2,51 m de entre-eixos. Oferece airbags frontais de série e laterais e de cortina como opcional.

Peso:

Attractive: 1.141 kg.

Essence: 1.210 kg.

Sporting: 1.222 kg.

T-Jet: 1.263 kg.

Capacidade do porta-malas: 280 litros.

Tanque de combustível: 60 litros.

Produção: Betim, Brasil.

Lançamento no Brasil: 2007. Reestilização: 2012.

Itens de série:

Attractive: Vidros e travas elétricas, direção hidráulica, ar quente, airbags frontais, freios ABS, volante com regulagem de altura, computador de bordo, apoio de cabeça central traseiro. Opcionais: Ar-condicionado, vidros elétricos traseiros, rádio CD/MP3/USB/iPod, alarme com telecomando, rodas de liga-leve de 15 polegadas, retrovisores elétricos.

Essence adiciona: Ar-condicionado, faróis de neblina, retrovisores elétricos, chave canivete com telecomando. Opcionais: Rodas de liga-leve de 16 polegadas, iluminação interna “night design”, retrovisor interno eletrocrômico, sensores crepuscular e de chuva, sensor de estacionamento, câmbio automatizado Dualogic, controlador de velocidade de cruzeiro, teto solar Skydome, ar-condicionado digital.

Sporting adiciona: Rodas de liga-leve de 16 polegadas, rádio CD/MP3/USB/iPod. Opcionais: Airbags laterais e de cortina.

T-Jet adiciona: Rodas de liga-leve de 17 polegadas, sensores de estacionamento, controlador de velocidade de cruzeiro.

Preços do Novo Fiat Punto 2013:

Attractive 1.4 8V: R$ 38.570

Essence 1.6 16V: R$ 41.750

Sporting 1.8 16V: R$ 46.400

T-Jet 1.4 16V turbo: R$ 55.740.

Por Auto Press



Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.