Novo Fiat Tipo Hatch tem desenho de patente revelado

01/02/2016

fiat-tipo-hatch-patent

O Novo Fiat Tipo Hatch está bem perto de ser apresentado na Europa, sendo a segunda variante do novo compacto da marca italiana, já conhecido em sua versão sedã. Logo depois, será a vez da versão perua.

Todas as variantes estão em testes no Brasil, mas a Fiat diz que sua fabricação é cara demais para a realidade brasileira, onde o principal produto em desenvolvimento é o X6H/S, um novo compacto que será centrado no Projeto 326, o Novo Palio, que desde o fim de 2011 não é atualizado.

No caso do Tipo, mercados da Europa, Ásia, Oriente Médio e talvez Rússia ou Índia contarão com um modelo de dimensões que aqui são classificadas como de segmento médio, mas que lá é considerado compacto. Ou seja, com o fim do Bravo, a Fiat deve se retirar do segmento médio em definitivo no Brasil.













  • Gambaleão O Camaleão Daltônico

    A FIAT só se retira.
    E nos poucos lugares onde ainda está, mal se nota.

    • DTF

      Ela não é líder de mercado? Se é conseguiu chegar lá vendendo a linha mais desatualizada do país a preços absurdos, onde já se viu vender uma perua palio weekend por quase $90mil? E como vende chego a conclusão que a culpa é do consumidor brasileiro que compra…

      • Vinícius

        Nós brasileiros somos consumidores imaturos ainda. Em mercados mais maduros muitos dos veículos aqui vendidos jamais seriam vendidos por lá, ou já saíram de linha a muito tempo. Os poucos em sintonia com o mercado no exterior ou são “capados” em estrutura e itens de segurança ou são caros demais para o comprador mediano. Agora é claro, se tem quem compre, pra quê melhorar? Me dá lucro mesmo, é a lógica do mercado.

  • Wald Queiroz

    Deveria patentear só a dianteira, porquê a traseiro é do HB20!!!

    • Lobo

      Essa traseira me fez lembrar o série 1 novo.

    • Bittencourt

      Não.

    • Artur

      Acho que a traseira lembra os modelos da Alfa. Não vi nada de HB20 ali…

    • th!nk.t4nk

      Lembra Alfa mesmo, e até um pouco do novo BMW série 1 sim.

  • Eduardo Brito

    Até 2018 não é esperado nenhum sedan do segmento C para a América latina:

    • Thiago Maia

      Nesse plano, parece haver indicaçao de novos Palio e Punto. Mas em outro slide(apresentadono mesmo dia) aparece como futuros carros para o Brasil um hatch Punto/Palio, como se fosse um só sucessor (X6H) para dois carros

      • João Cagnoni

        Seria um Patunto ou um Puntalio?

        • Thiago Maia

          Boa pergunta.

          Mas o X6H terá medidas próximas ao Punto ( com entre eixos maior, inclusive)

          Rapaz, se aceita meu palpite eu diria que a Fiat venderá o X6H como “novo Punto” e manterá o “novo”(ainda é novo?) Palio em linha, como costuma fazer.

          Ficaria Mobi, Uno, Palio e X6H(Punto)

          Uno e Palio podem se emparelhar, porque tem estilos diferentes.Seria um risco tirar o Palio logo de linha , se oX6H fosse ficar bem mais caro, como Fiesta(que tá um absurdo).

          E a Fiat nao tira carro nem quando deveria. O Mille que odiga

      • Eduardo Brito

        Mas vão ser dois carros. Só nos Sedans é que vai ser um carro só, o novo Grand Siena(depois chega o novo Siena).

        • Thiago Maia

          Amigo, nessa mesma apresentação de slides, a Fiat mostra um slide contendo os “atuais Fiat” produzidos em LATAM e os futuro. No slide dos futuros modelos aparecem aStrada e outros carros cobertos; um carro está coberto e ao lado estão osdizeres “Palio/Punto

          Poste esse slide, se tiver. Eu so encontrei no site da fca(fiat plan) mas não dá pra colar de la

          • Eduardo Brito

            Lembro isso dai. Talvez por Palio e Novo Punto irão usar a mesma base.

  • Airplane

    Um SUV seria melhor opção para a fiat ao invés de hatches médios, que estão vendendo cada vez menos.

    • Raimundo A.

      Cada mercado tem suas necessidades. Observe no slide divulgado que há C-CUV no EMEA e B-CUV no LATAM. São crossovers para os segmentos B e C. O C-CUV é dito sucessor do Freemont, possivelmente baseado nos produtos da Jeep (Renegade e 551) e Fiat (500X e Toro).
      O B_CUV seria um crossover pequeno que ficaria abaixo do Renegade aqui. A Honda, por exemplo, deverá ofertar um crossover menor que HR_V. A Fiat já tem na Europa que é o Panda Cross. Aqui, alguns especulam suv baseado no Uno, outros algo para substituir Palio Wkd e Idea.

      • Thiago Maia

        Lembrando que o Freemont é um D-CUV.

        Claro, faz mais sentido tentarem um C-CUV 7 lugares, pra europa

        Rapaz, essa Honda vai lançar outro crossover? Vao tirar o tal Fit altinho?

        Sobre a Fiat, o ideal seria algo como o Peugeot 2008 ou com o Suzuki Vitara Brezza indiano.
        Mas não baseado no Uno, e sim na plataforma 326

      • Airplane

        Concordo plenamente: o B_CUV seriaé uma ótima opção!

  • pedro rt

    esse ano vai ter uma enxurrada de mortes na fiat… sai de linha;

    doblo, idea, weekend, new palio, grand siena, punto, linea, bravo, uno vivace e palio fire

    e pra substitui-los chegam;

    mobi, novo palio, novo grand siena, novo suv compacto baseado no uno ou novo palio

    • Autofahrer!

      Enfim, só ficará sub-produtos com uma mesma plataforma esticada ou encurtada.

      • pedro rt

        praticamente acontecera oq e tendencia no mundo, sai de linha muitos modelos pra ser substituido por um suv compacto derivado do uno ou do novo palio q sera lançado no 2° semestre e sera sucessor do bravo, weekend, idea e doblo

    • Thiago Maia

      o crossover compacto seria baseado na plataforma do X6H que é uma evolução dessa do palio e novo uno

      e só deve chegar depois do X6H e X6S

      Bravo, Idea e Weekend não terão sucessores diretos, mas indiretos

    • Pedro Henrique

      Não sei de onde tiraram que vão tirar o Bravo esse ano, um amigo que trabalha na fiat disse que ele fica por pelo menos 2 anos.

  • pedro rt

    daqui pra 2018 sai de linha tmb a strada e o siena EL

    • Thiago Maia

      Duvido.

      O Siena EL, talvez. Mas para esse também está previsto um sucessor. Depende doquanto o “novo Grand Siena” vai crescer. Se emparelhar com o Cobalt, haverá justificativa para um novo Siena EL, menor

  • FocusMan

    Caramba… muito genérico esse carro.

    Vai chegar aqui tarde e antigo para variar….

    • pedro rt

      ele nao vem, a fiat vai colocar o novo palio, novo grand siena e o derivado suv do uno ou desse novo palio como opcoes “top de linha da marca dos seus nacionais” acima deles so tera o 500 e o freemont

      • FocusMan

        Não faz sentido. O lucro em um carro médio é muito maior. Vender 1500 unidades de um carro C é melhor que vender 3000 carros B.

        • pedro rt

          os TIPO nao virao pro brasil e nao teremos mais nenhum hatch medio ou sedan medio da marca pois e muito mais vantajoso produzir e vender um suv compacto no mercado tanto no mundo como principalmente no brasil, e so ver as vendas do renegade, hr-v e duster

          • FocusMan

            Concordo, mas você não pode ter no portfólio só o que vende bem.

            • Artur

              Exato. Tem de ter representação em todos os segmentos. É claro que é obrigatório tem carros nos segmentos que vendem bem, mas também atender a outros para não deixá-los inteiramente para a concorrência.

      • Artur

        O duro é que a Fiat já tem esses carros prontos para a Europa e prefere não trazê-los para o Brasil. Gasta mais para desenvolver “produtos locais”. Sinceramente, eu não entendo!
        Tá certo que o segmento de hatches médios está em franca decadência, bem como a Fiat não tem tradição em sedans médios. Mas se trouxessem esse Tipo em suas variações hatch e sedan bem equipados e com preços condizentes com a proposta (menores do que Golf/Focus e na média do City/Cobalt/Logan, por exemplo), com certeza venderiam bem.

      • 0terceiro

        Uai, você trabalha na fábrica??
        Pra ter informação com tanta certeza assim,
        só estando lá dentro!

  • Chicão ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Espero que esse também não venha com o painel do Uno.

    • Artur

      Está bem claro na matéria que o Tipo Hatch não será ofertado no Brasil. E mesmo se for vendido aqui, todo mundo sabe que o interior não tem nada de Uno:

      • Chicão ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        Não tem nada? hahaha claro que tem.

        • Artur

          Especifique, por favor.

  • pedro rt

    a fiat vai fzer com o new palio e com o grand siena a mesma coisa q a renault fez com o sandero/logan. mudou completamente a carroceria e parte da estrutura mas a plataforma e a mesma mas mais resistente

  • Mumm Rá

    Porque a Fiat não traz o Ottimo ?

    • Autofahrer!

      Já esta difícil fazer os mais o menos, imagina o Ottimo. Hahaha…

      • pedro rt

        nao vai ter nem TIPO nem OTTIMO oq teremos e um suv derivado da 3° geracao do palio ou do atual uno

        • Antonio Falm

          certamente com o antigo e vazador motor etorq…

    • pedro rt

      desistiram de trazer e vao preferir focar num segmento muito mais lucrativo, suv compacto

    • Thiago Maia

      O ottimo é pesado e grande demais (4,50metros) para a Europa. É exclusivo chinês.

      Só o Cruze parece isso. Mas a plataforma sobre qual ele é feita, a CUSW, vai ser reservada aos carros da marca Chrysler

      Todos os Fiat terão plataformas SUSW(a do Renegade e Tipo), além da pequena(500 e Panda), a brasileira( a 326 vai ser renovada pare “emergentes”); fora o Fiat 124 Spider, que é feito com o Mazda MX-5

    • Raimundo A.

      De acordo com notícia recente, o Viaggio e o Dart não deverão ter continuidade. O Ottimo teria uma atualização incluindo versão Cross.
      Todavia, eles são de plataformas diferentes do Tipo. Aqui, fazendo uma junção de especulações, o futuro novo Punto assumiria o lugar do Bravo.
      A Fiat não parece interessada na Europa em enfrentar em pé de igualdade produtos como Golf, Focus, etc, tanto que o Tipo é uma oferta melhor aos compactos espaçosos ou médios pequenos como Logan, C4 Elysee, 301, etc.

      Se o Viaggio/Ottimo não são vendidos na Italia, e um estaria para sair de linha, aqui não teria porque investir tanto, pois o mercado é muito tendencioso.

  • Mardem

    Poderiam vazar a da SW também? Por favor e obrigado!

  • DiMais

    topo de linha com marca Fiat no Brasil vai ser a Toro mesmo, a família Tipo só está por aqui para testes de resistência.. calor, estradas mal conservadas…

    • Artur

      Pior que é verdade. Nossos asfaltos lunares são perfeitos para esses testes! Rsrs

  • R1 – o comentário nº1

    Andei vendo alguns videos de testes com o novo Tipo, e sinceramente, é melhor que nem venha mesmo, o carro é pequeno, os faróis são simples demais, as lanternas traseiras também são pequenas e sem graça, a tela da central multimídia é minúscula, não vi nenhum com bancos de couro, e o hatch deve ficar menor ainda. Gosto da Fiat, mas se até agora não aprendeu a fazer um hatch que preste, que saía do segmento, afinal, já temos bons hatchs de outras marcas.

    • Alligator

      Esse carro vai ser Tipo um KIA Rio da fiat

  • Miguel

    Decepção só pra gente mesmo!
    A Fiat virou a GM de anos atrás, só tem velharia no portfólio, se salvando poucos modelos novos, claro.
    É porque é tão caro fabricar esses carros aqui? Porque é tão diferente das outras montadoras, que fazem os mesmos carros na Europa e aqui?

  • Marcelo SR

    Novo Palio… Medo…

  • awatenor

    “Muito caro para o Brasil”.
    A visão dessa fábrica para conosco sempre soa pedante e arrogante. Basta uma análise mais criteriosa em seus produtos e no pós-venda para que esse descaso com o consumidor fique patente. Será óbvio que a preferência do consumidor mais esclarecido tenda para as fábricas que investem mais em tecnologia, segurança e qualidade e menos em aparência e publicidade. Os números de vendas já começam demonstrar.

  • HugoCT

    Não há porque investir em um segmento dominado por corolla e civic, não investiria também. Independente do produto que a fiat investiria provavelmente não iria fazer frente aos rivais, pois o povo brasileiro é preconceituoso e vai lembrar do marea pro resto da vida. Hatch médio tambem, o Bravo é um carrão mas o povo prefere pagar 80 mil num golf e cruze – isso mostra que brasileiro tem grana pra torrar – pois um Bravo essence custa 66.000, com ótimo custo beneficio. Ai vem o Golf por 75.000 e motor 1.6 rs.

  • wilsonkikawa

    kkkk,aos pouco a FIAT vai desativando a sua linha, talvez querendo sair do mercado pela porta dos fundos….Eles deveriam realmente lancar o Tipo aqui pra apagar a impressão que esse veiculo deixou no Brasil…

  • Marcos Thadeu Sousa Arévalo

    logo que foi com o tipo que a fiat foi lider no segmento