_Destaque Europa Ford Hatches Segredos-Flagras

Novo Fiesta 2017 é flagrado na Bélgica

fiesta_belgium_1

O Novo Ford Fiesta 2017 é esperado para o ano que vem, quando finalmente começará o fim da atual geração – a sexta – que chegou ao mercado internacional em 2008.

Enquanto não chega, várias mulas e veículos de teste rodam sem descanso pela Europa, onde o Novo Fiesta 2017 está em gestação. O compacto será maior, mas com a reengenharia, ficará mais leve que o atual.

Nestas imagens feitas na Bélgica, podemos notar que o Novo Fiesta terá mais volume interno, pois será mais alto e com entre eixos ampliado. Provavelmente haverá ganho também no porta-malas.

fiesta_belgium_2

Visto apenas de traseira nesse flagrante, o Novo Fiesta revela parte das lanternas traseiras, agora divididas pela tampa do bagageiro. Outro detalhe que chama atenção são as colunas C bem largas, onde duas pequenas vigias completarão o visual lateral. Note que a área envidraçada aumentou também.

Comenta-se que o Novo Fiesta 2017 fará uso mais amplo dos motores EcoBoost, sendo o 1.0 com 95, 125 ou 140 cv, além de 1.6 de 180 cv para a versão ST, mantendo assim a disputa com o Polo GTI, embora uma opção com mais de 200 cv brigaria também com os hot hatches compactos mais potentes.

[Fonte: Autocar]





  • Self Made Man

    A pergunta que não quer calar…
    E o Power? Resolveram ou vão continuar na moita, como a Fiat ficou com o Stilo 3 rodas e a VW com Fox decepa-dedos?
    Já tem até imprensa especializada dizendo que é mau uso das pessoas e que a Ford não tem culpa de nada… Como sempre, o consumidor paga o pato.
    É que nem o policial que atende a vítima do estupro e diz: “Mas a senhora saiu na rua vestida assim???” , penalizando a vítima e homenageando a má-fé do delinquente.

    No mais, é um carro interessante. Não tem concorrentes no Brasil, só o Honda Fit, que é um perfil mais familiar, e os franceses C3 e 208, que não são tanto do meu gosto hoje. O 208 até é, mas falta um bom câmbio nele também. Poderia haver o Polo, se não fosse a incompetência que toma conta das decisões da VW nos últimos anos.

    No mais, o novo Fiesta, mais espaçoso, é uma opção mais barata em relação ao Focus. Seria ótimo mantendo a mesma faixa de preço do caro 1.0 Ecoboost. Porém, desde que aquele primeiro problema citado seja resolvido.
    E que resolvam no próprio DCT, pois é um câmbio bem legal, mais interessante que o automático comum, penso eu.

  • meneghelli1972

    Pelas projeções de alguns blogs devera ficar muito melhor que o atual, mas a pergunta que não quer calar, irão trocar o cambio ou deixa o problemashift do mesmo jeito?

    • Diego

      Além de melhor, maior tbm, e esperamos que com acabamento top, igual o Sedan.

    • Rômulo M.

      Provavelmente o powershift dança. A Ford ja começou a substituir por uma caixa automática convencional no Focus, duvido que não faça o mesmo no Fiesta.

      • Alessandro

        Acho pouco provável. É um excelente câmbio, só fala mal quem nunca testou um. Os problemas foram sanados em 2015. Carros mod. 2015-16 já não possuem mais o problema de vazamento.

        • Leandro

          Sim, concordo, é um ótimo cambio. Pra quem quiser sair do grupo de palpiteiros que nunca dirigiram um carro com o câmbio e saem falando mal, a locadora Hertz aluga Fiesta Powershift. #ficaadica.

        • Alexandre Cecchetti

          Discordo.
          Tenho um NF Titanium Powershift.
          Aos 15.000 km começou o problema, aos 28.000 finalmente trocaram o cambio inteiro (após meses de reclamação e espera), agora as 31.000 km já começo a sentir problemas com o novo conjunto trocado em julho.

          O produto é muito ruim e problemático.

          Exponho o problema aqui, mesmo sabendo que isso desvaloriza o veículo, pois não terei coragem de vende-lo para particular.

          PS nunca mais.

          • Linkera

            Você não é o primeiro (e nem o segundo) que eu vejo relatar este mesmo problema.
            Um amigo tinha um NF PS e o cambio dele deu problema com menos de 15k. Transtornado com o problema (que persistiu após a troca do cambio) ele negociou na própria CCS e levou pra casa um NF MT.
            Tenho dó da pobre alma que comprou o NF que ele deixou lá… menos de 20k rodados… único dono… novinho…
            sqn…

          • Thales Sobral

            Ih cara, aí é ruim mesmo. Eu troquei o kit de embreagem duas vezes, parece que agora resolveu.

        • Rômulo M.

          Bom ou ruim a quantidade de processo que a Ford levou na Europa e EUA, ja fez a Ford equipar o Focus 1.0 Ecoboost com uma caixa automática convencional chamada Selectshift. Agora só esperando pra ver o que vão fazer com o Fiesta, mas eu acho que deve seguir o mesmo caminho do Focus ao menos fora do Brasil.

    • Alessandro

      O Powershift já foi arrumado no início de 2015. Atualiza ai.

      • Lucas086

        Disse que arrumou, pq continua do mesmo jeito, carros 2016 na concessionária sem conserto, esperando peças.

      • Alexandre Cecchetti

        Infelizmente não.
        Tenho um , recentemente trocado.
        O problema já tornou a aparecer.

        • Alessandro

          Alexandre, o seu é 2013. Conforme seu outro comentário. Volto a insistir, modelos 2015 em diante foram consertados, fora isso, qqr comentário q vc vê na internet ou é um problema pontual (acontece até com Corolla) ou é alguém mal intencionado mesmo

          • Marcos Souza

            Alessandro, ele tbm disse que trocou o câmbio inteiro pelo novo e o problema reapareceu.

            • Alessandro

              Marcos, não vou mais insistir, de fato é difícil discutir com hater e fanboy. A Ford não está trocando o câmbio inteiro e sim os kits de embreagem. Quem faz parte de clube de proprietários percebe-se que os problemas são das unidades ano fab. 13-14. Dos 15 em diante, foi consertado o problema definitivamente, se algum problema ocorreu foi pontual. o câmbio em si é ótimo, só quem realmente teve a oportunidade de dirigir que conseguiu entender q ele está a anos luz a frente de uma caixa convencional. Não sei nem pq estou tomando as dores pq não sou proprietário desse câmbio, meu fiesta é um titanium manual e sou um feliz proprietário.

    • c_eduardo

      Em alguns mercados já começaram a trocar por AT6… no caso no focus em alguns modelos nos EUA e na austrália (eu acho que é austrália).
      Enfim, espero que troquem, mais pelo péssimo marketing que o cambio deixou aqui. Apesar de mal falado tbm nos outros continentes la ainda vende muito ao contrario daqui.

      • Marcio Santos

        Estão instalando nos focus ecoboost 1.0 e 1.5 apenas, acho que também no fiesta 1.0 ecoboost.

    • pedro rt

      a ford no exterior ta mudando os cambios, saiu o powershift e entrou um novo automatico. parece q o primeiro a receber isso sera o focus americano

  • Gustavo73

    Está aí um carro que eu quero ver como vai ficar. O Fiesta sempre me chamou a atenção esteticamente, sei que muitos preferem a versão sem o facelift da atual geração. Pessoalmente gosto das duas, o “problema” desse modelo não só aqui era a forma acima da função que limitava o seu espaço interno. Isso parece ser um dos motes da nova geração. Mas espero que continue bonito. De resto vai manter a plataforma atual mas isso não é problema se ela evoluir no quesito segurança e peso. Os Ecoboost pelo menos na Europa lar do Fiesta já dominam a linha à algum tempo, apesar ee em alguns mercados (Europa) ainda se achar o Sigma em alguma versão. Falando em Ecoboost o 1.0 (Fox) deve continuar evoluindo já o 1.5/1.6 de 4 cilindros deve ganhar uma nova geração com 3 cilindros e 1.5 litros. Esse inclusive deve ter a mesma base do 1.5 3 cilindros(Dragon) que especulasse estreia agora no facelift da EcoSport.

    • Filipo

      Como vai ficar o posicionamento ainda a partir do nosso atual Fiesta, depois que o Dragon de 1,5L substituir o Sigma (de 1,6L)? Digo isso pois, pelo que dizem, este novo motor terá cerca de 125 cv e é a mesma potência do Ecoboost, rodando com gasolina. Sei que o Ecoboost é bem melhor que o Dragon, por diversos motivos, mas para o povão – consumidor leigo – ambos terão números de potência (fator que vende carro no país) similares, pendendo para o Dragon pelo menor preço.
      Ou seja, as versões com motor Ecoboost podem nunca decolar a curto ou médio prazo no país.

      • Gustavo73

        Olha os Ecoboost assim como outros motores desse tipo são mais caros de produzir e contam com o receio de parte dos compradores. Então creio que assim como o 1.6 MSi 16v da VW o Dragon teria espaço nos veículos mais simples/baratos e ou versões de entrada. Exemplo, no Focus todos usariam o Ecoboost 1.0 e 1.5, mas no Fiesta e EcoSport o 1.5 ficaria nas versões de entrada e opção na intermediária, o Ka não teria o Ecoboost ou só na versão top. Lá fora não foi diferente o downsizing começou de cima para baixo e também foi gradativo.

  • cepereira2006

    Engordaram esse terneiro…

  • Diego

    e que venha importado do México, pq fabricado aqui vira lixo!

    • Gustavo73

      Ele deixará de ser feito no México segundo algumas notícias, abrindo espaço para que o Focus americano seja feito lá. Segundo as mesmas notícias o Fiesta oferecido nos EUA viria da Tailândia. A América Latina seria atendida pela produção no Brasil.

      • Marcio Santos

        Exatamente, e por consequência o new fiesta sedan sai de linha aqui, negociei o meu em parte por este motivo, este era o verdadeiro new fiesta e será descontinuado.

        • pedro rt

          o new fiesta sedan e melhor q o hatch/ecosport produzido aqui

    • Marcio Santos

      O nosso new fiesta não é nem de longe lixo, é um ótimo carro e que depois do lançamento ficou sim com acabamento decente, não bom, decente e no mesmo nível dos concorrentes, o único que se destaca sobre o new fiesta neste ponto é o 208.
      Em compensação as qualidades dinâmicas e os equipamentos do new fiesta deixam seus concorrentes comendo poeira, por outro lado tem o espaço interno…

      • Alessandro

        O 208 tem os mesmos plásticos duro do New fiesta no painel e não vejo ninguém devendo a botina.

        • Marcio Santos

          Todos os carros são feitos com plástico por dentro, a diferença é a qualidade do plástico, a aparência e o tato, no caso do 208 é superior aos outros do segmento.
          Não se pode generalizar, a única semelhança entre os plásticos de um celta e os plástico do 208 é que são plásticos, mas são absolutamente diferentes.

      • c_eduardo

        acho o Fiesta ótimo. ja tive um. compraria de novo se não tivesse tão caro.
        Caro por caro, esperar o novo.

        • Marcio Santos

          c_eduardo, não está assim tão caro, ao menos não se comparado aos concorrentes.
          Um new fiesta hatch 1.6 SEL está custando 58k e um onix ltz custa apenas 4k a menos, perto do onix o fiesta está muito barato, veja a lista de equipamentos.
          Motor 1.6 de 128cv e que faz 17 na estrada a 100kmp/h(experiência própria)
          Direção elétrica
          Ar digital
          Alarme volumétrico
          Quatro vidros elétricos com um torque além de fechamento global
          Espelhos elétricos
          Faróis de neblina dianteiros
          Rodas liga leve 15
          Controle de estabilidade
          Controle de tração
          Hill holder
          Sensor de estacionamento traseiro
          Sistema sync, que não tem tela grande mas o áudio é muito superior
          Fora os equipamentos é um carro mais sólido, mais silencioso e com acerto de direção e suspensão muito superiores.
          E a diferença é de apenas 4k.

          Por 68k tu leva um new fiesta sedan 1.6SE. equivale ao sel, com powershift e sete airbags,
          O prisma ltz automático está custando apenas R$3300 a menos, perto do onix o fiesta está uma barbada.

          O new fiesta SE hatch que agora é o básico, tem motor 1.6 e custa 51.990 e o onix 1.4 parte de 49.590, R$1500 de diferença, só o motor já paga isso.

          Atualmente o new fiesta não está caro, todos os carros estão caros, um hb20 1.6 está partindo de 51.400.

          • c_eduardo

            ele está caro. O onix e os demais tbm.. pois seus preços subiram mas meu salario n aumentou.
            EU Tive um TITANIUM PS 13/14, custou 54 mil. Hj o mesmo está beirando os 70k. Em dois anos foram quase 15 mil reas. Meu salario só aumentou R$ 200,00.
            Prefiro esperar o novo se for pra pagar caro. Aí da pra juntar uma boa diferença. Dispenso o sedan pois n gosto.

            • Marcio Santos

              Eu já fiz diferente, se o país seguir como está não sei se no futuro poderia trocar de carro, então aproveitei o desconto de 9k que a ford estava oferecendo nos focus 15/16, peguei um 1.6 SE PLUS por menos do que custa hoje um new fiesta hatch titanium plus powershift, e ainda pagaram a fipe no meu sedan 2014.
              Troquei um pouco antes do que deveria para aproveitar este torra torra, e agora estou garantido com um carro novo por vários anos, até o pais se a jeitar, ou não…

              • c_eduardo

                ótimo desconto… na minha cidade dificil eu ver algo assim ser tem uma boa entrada pra dar.

                • Marcio Santos

                  c_eduardo, era uma promoção nacional para desovar os focus 15/16 que estavam encalhados, provavelmente ainda remanescentes dos tempos de vacas gordas quando a ford ainda não havia ajustado a sua produção, eles sobraram e foram torrados.
                  O focus 2.0 powershift SE PLUS estava sendo vendido por também quase 10k a menos, 77k, barbada também, mas te digo que era uma promoção nacional.

              • Janderson von Neumann

                Vc. tinha um Fiesta sedan ?, se tinha então trocou um ótimo carro por outro excelente, o Focus é um carrão, tenho um também, não tenho queixas, é daqueles carros que quando se chega em casa dá vontade de não largar ele na garagem , tem que achar um pretexto para sair novamente e dar mais uma voltinha, rsrsrs…, Parabéns pela compra racional, vc, vai se apaixonar pelo carro.

                • Marcio Santos

                  Realmente os dois são ótimos, o focus mais ainda, mas notei algo interessante.
                  Mesmo com o mesmo motor o focus tem potência mais alta, e por um acerto diferente o torque é maior e o pico ocorre a 3000rpm rodando com gasolina, no fiesta era acima de 4000rpm.
                  Isso fez com que apesar de ser 80kg mais pesado o focus seja mais ágil na cidade, claramente mais ágil, em baixas e médias rotações ele é mais forte e eu não esperava isso.
                  Em alta ainda não testei, o carro ainda está no período de amaciamento especificado pela ford e não fiz uma puxada mais forte,
                  Outro detalhe interessante, eu sempre fiquei um ponto descontente com o fiesta porque o rodar era um pouco áspero e também mais ruidoso do que esperava, como não tenho simpatia pela pirelli troquei os P7 do fiesta por um jogo de michelin xm2, mudou da água para o vinho, ficou mais agarrado no chão, mais silencioso e com um rodar bem suave.
                  No caso do focus alguns vem com michelin primacy 3 e outros com pirelli p7, a mesma porcaria do fiesta, eu fiz test drive em um focus com p7 e outro com o michelin e as percepções com o fiesta se mantiveram.
                  Com o michelin ele ficou bem mais confortável e silencioso, inclusive, pedi para que trocassem os pneus e eles trocaram, o meu veio com os primacy.
                  Chega a ser um mistério como um carro esta categoria pode ser tão estável e tão macio, ele é macio mesmo, mais do que focus mk1.5 e o new fiesta.
                  Mas indo direto ao ponto, quem for comprar um focus peça para que os pneus sejam trocados, o carro é muito menos com estes p7, perde muito do seu refinamento.
                  No caso do meu os pneus foram trocados por outro que estavam em exposição, mas se não houvesse nenhum com michelin a css havia aceitado trocar os p7 por um jogo de continental que a css vendia.
                  Basta pedir, a css não perde nada com esta troca, é apenas uma cortesia.

                  • Thales Sobral

                    Esses Pirelli P7 são desconfortáveis mesmo, pena que pro Titanium não tem muita opção. A Michelin não vende 195/50R16.
                    Mas o Focus 1.6 andar mais que o Fiesta eu não sei não hein…

      • João Martini

        Única vantagem sobre o 208 é o ESP (importantíssimo). Pq no resto, em equipamentos, o 208 leva.

        • Marcio Santos

          Esp não é a unica vantagem, vamos por partes.
          Esp, esc e hill holder.
          Agora que o powershift está corrigido leva uma grande vantagem sobre o auto 4 marchas do 208.
          O câmbio manual do fiesta também é muito melhor, o do 208 tem engates longos, um pouco pesados e imprecisos, no geral inferior ao IB5 do fiesta.
          O prazer de dirigir o fiesta com o ajuste perfeito de suspensão e direção também conta.
          Temos também o desempenho, em todas as avaliações o desempenho do new fiesta foi claramente superior, em todas, e na estrada eu fazia com o sedan 17 a 100km/h e 16 a 110km/h.
          Sobre detalhes sobre equipamentos atualmente não posso opinar, o 208 não está no configurador da peugeot.

          • Alessandro

            Além disso conta os 7 airbags e como o motor sigma é muito mais econômico que o Peugeot

    • c_eduardo

      Eu to esperando a restilização da ECO, pra ver se a linha de montagem do próximo fiesta mudaria tbm. DIZEM que o eco virá com acabamento melhorado.
      Mas n acho o do fiesta LIXO como vc ou outros falam.

    • Mauro Schramm

      O acabamento do Fiesta nacional aparenta ser pior do que é na realidade. Ao menos baseado em minha experiência. Temos um há dois anos aqui em casa e ele não apresenta ruídos (grilos) vindos do acabamento. O outro carro que temos em casa, um Honda City 6 meses mais novo, tem acabamento interno com uma aparência mais bonita, mas é um festival de barulhos. E no que diz respeito ao uso do Fiesta, não tenho queixas: econômico e com bom desempenho.

      • th!nk.t4nk

        É feinho por dentro, mas bastante sólido. Exatamente o oposto do Fox.

        • Marcio Santos

          LInha fox e gol depois de um tempo começam a bater tudo, o visual é bonito e as peças são alinhadas mas a fixação é péssima.

      • Marcio Santos

        Esta fiesta não é enfeitado, muito simples, mas ele atualmente é bem montado e os plásticos são sólidos, firmes, em alguns concorrentes o plástico é molenga, de qualidade inferior como no caso do onix.

      • #cheffer

        Idem.

    • pedro rt

      a producao no mexico vai sair de linha em 2017, esse novo sera importado da tailandia. no mexico vao substituir o fiesta pelo focus na linha de producao pra abastecer melhor os EUA

  • Janderson von Neumann

    Grande pequeno carro, excelente para o dia-a-dia na cidade e até mesmo para viagens de vez enquanto, hiper econômico, muito equipado, silencioso ao extremo, nenhum barulinho de painel, grilinhos, etc…tô muito satisfeito com o daqui de casa, tomara que venha melhor ainda e com o mesmo Powershift que é maravilhoso, etâ câmbio show de bola, se vier no começo de 2018 com central multimídia (e quem sabe, dona Ford poderia disponibilizar teto-solar no hatch) aí troco o Fiestinha.

    • Stark

      Estou muito satisfeito com o meu Fiesta, mas infelizmente ele está cheio de grilos, e parece que é um revezamento: uma hora faz barulho em tais lugares, noutra hora já muda as fontes dos grilos. Tem quase 2 anos e 16 mil km. Complicado…

      • Janderson von Neumann

        Pra não dizer que o meu nunca teve nada, teve sim, eu sou o tipo de cara mais chato possível com carro, daqueles hiper detalhistas, onde um carro pode ter 10 anos de uso mas mesmo assim tem que ser igual a zero km, e não aceito barulho interno, aí o meu notei que apareceu um grilo chatinho de vez enquanto, coisa pouca, andei uma semana assim e sempre parecia vir de algum lugar, levei na concessionária e prontamente me atenderam, acharam, era no acabamento interno do porta-malas lado esquerdo, passou uma tarde lá me entregaram num silencio absoluto, passou uns 3 meses voltou tal grilo,mas não parecia vir de lá, e cada vez mais chato, antes de levar novamente na concessionária e ficar dando “sopa” para aparecer algum risco no acabamento interno etc…eu pedi para meu irmão dirigir e eu sentei em vários lugares e achei o bendito, é aquele acabamento plástico interno triangular do vidrinho triangular,aquele que vai para o porta malas, tinha um pino de fixação solto, eu mesmo arrumei, agora pode-se cochichar dentro do carro, zero barulho, já faz um tempão, dá gosto de andar mesmo, vai “caçando”, anda com o carro e coloca a mão espalmada no painel e aperta (sem bater) só aperta, as vezes algum encaixe solta, é natural, não é defeito do carro, qualquer carro faz barulho com o tempo, até Mercedes nova 2015 C200 do meu amigo já tá cheia de grilos, é culpa de nossas ruas remendadas, não tem plástico ou pino que fique no lugar, pode até ficar um tempo,mas vai soltar.

        • Stark

          Problema também é que tem ruídos que escuto quando estou dirigindo, e quando estou de passageiro, magicamente alguns grilos desaparecem. Algumas fontes de ruídos que encontrei no meu: cobertura do painel de instrumentos, retrovisor externo do lado passageiro, painel da porta do passageiro, esse acabamento do vidrinho (não me incomoda tanto), coluna B (não lembro se do motorista ou passageiro), console central (aquela parte que envolve câmbio, porta-copos), rádio e encosto do banco traseiro (esse foi fácil de resolver, só colocar uma fita isolante no encaixe).

          Acho que como o Fiesta é bem mais silencioso internamente do que o Palio que eu tinha antes (em termos de isolamento acústico), os ruídos acabam me incomodando mais.

  • Janderson von Neumann

    Eu não tenho queixa alguma do carro, mas umas coisinhas realmente é o calcanhar de aquiles do Fiestinha, no caso do meu que é Titanium faz falta a central multimídia que já estou acostumado no Focus, é bom o que vem no carro é sim, o som é muito forte, não sei o que esconderam nele, mas o som é limpo e agradavel, não distorce de jeito algum, já no volume 10 é muito forte, mas uma central é bem vinda num carro de praticamente 70 mil, podiam melhorar os plásticos internos, não são ruins, não batem, mas uma melhor textura já seria bem vinda, e por último é realmente o espaço interno, na frente tudo bem, é grande, para andar na cidade tudo bem, mas atras é apertado para pessoas maiores, e quando se dá uma carona e vai 4 pessoas se nota que o carro poderia ser maior, além disso um pouquinho mais de litragem no porta-malas, aí fechou o pacote, resolveu isso será muito bem vindo o Novo Fiesta 2018 !!!

    • c_eduardo

      Pois é, central é a falta que faz. o Sedan mexicano vem com ela na titanium plus…. bem que poderiam por no SE tbm. Concorrência usa a uns anos já.
      To louco por esse novo pra comprar um pra mim.

      • Janderson von Neumann

        A central até existe genérica para vender na concessionária, me ofereceram, uma tal de AR70, mas PQP, além de nada a ver com a original tipo a que vem no mexicano com som Sony ela custa a bagatela de 4 mil, aí não rola, deixei do jeito que está, e outra, não gosto de ficar fuçando em carro, deixo ele do jeito que saiu da fábrica (no máximo lâmpadas diferentes, um jogo de tapetes melhor, etc…coisa que eu mesmo faça) pois depois tiram uma coisa acabam riscando painel, etc…esse é o segredo para se ter um carro legal, quando menos mexer nele melhor.

        • c_eduardo

          pois é.. 4 mil é dose….

  • Tomtilt

    Finalmente vai deixar de ser um “2+2”.

    • th!nk.t4nk

      Na Europa todo mundo anda sozinho nesse tipo de carro. Pro Brasil tem que algo tipo Sandero, Onix ou Ka, modelos que priorizam espaço em detrimento de tecnologia.

  • Mauro Schramm

    com a reengenharia, ficará mais leve que o atual.“.

    Reengenharia, até onde alcançam meus parcos conhecimentos, é um termo de administração de empresas, não de engenharia.

    • th!nk.t4nk

      Devem ter traduzido errado de “redesign” (reprojetar). Realmente ninguém usa o termo “reengenharia” na área.

    • Zé Mundico

      Acho que ele se referiu a utilização de novos materiais mais leves, que também são mais caros.

      • Edson Fernandes

        Mas a reengenharia está bem longe de ser no uso de materiais em um carro.

        Esse termo é unicamente utilizado para uma reestruturação administrativa. E no Brasil ele foi usado da pior forma possível: O termo serviria para um reajuste de processos numa empresa podendo ocorrer demissão com a otimização das tarefas diárias.

        No Brasil quando se iniciou foi uma desculpa para demissões e usado largamente para deixar funcionários super atarefados realizando mais tarefas (mesmo que se perca dinheiro com trabalhos inacabados e saude do funcionario trabalhando mais tempo até mais tarde)

    • Alexandre Cecchetti

      Perfeito.
      O termo é utilizado para remodelação de processos e não para revisão de projeto mecânico.

  • EJ

    Não creio que fiquemos sem Fiesta Sedan. Motivo:de muitos anos pra cá,sempre alguma subsidiária da Ford se encarregou de produzir. No tempo do Fiesta MK5, era o Ikon, desenvolvido na Turquia e que veio pra cá. Na geração 6 desenvolveram por aqui mesmo. Na 7 México. Na oitava geração, é questão de esperar ver de onde virá, Brasil,Argentina… não sei. O que quem tem Ford sabe,é que o Ka+ tem medidas de comprimento e entreeixos muito similares ao Sedan Rocam,porem é muito estreito. Por esse motivo, um Fiesta Sedan ainda tem espaço na linha, custando caro como o mexicano já custa,ou que o Cobalt já custa, sendo feito aqui no BR.

    • pedro rt

      pelo q li semana passada em outro site a ford nos paises de 3° mundo ta pensando seriamente em desistir de produzir o ka e fiesta numa proxima geracao e desenvolver 2 novos suv’s abaixo do ecosport, oq pra eles trazem muito mais lucro na producao e vendas. seria como se fosse um suv nos moldes do renault kwid e um outro maior entre esse e o ecosport

      • EJ

        Essa noticia existe de fato, Pedro, mas é mais antiga que semana passada. E mais recente que isso, já relataram que pelo menos por enquanto, não teremos nada no esquema Onix ou Palio , ou HB20 para a linha Ford. Planos engavetados por enquanto.

  • CanalhaRS

    Esse vai colar nos 100 mil aqui. E não estou falando de quantidade…

  • Peter Bishop

    Meio FIT esse Fiesta

    • pedro rt

      pelo q andei vendo a ford desistiu de trazer esse novo fiesta pra ca e o atual vai continuar pelo menos ate 2020 enquanto nao chegam os 2 novos suv’s abaixo do ecosport. o msm vai acontecer com o ka, so vai ter reestilizacao e depois saira de linha tmb

  • Filipo

    Uma coisa é certa: será mais caro que o atual!
    Gosto do Fiesta e com certeza o novo será melhor, até para se distanciar do Ka, que o incomoda bastante, desde que chegou, mas se o atual já é caro, imagina o novo.
    Terá preços de Focus 2014, mas terá dimensões parecidas com a do Focus I.

  • Pedro Cunha

    Posso estar errado, mas parece que vai virar uma espécie de “suvezinho”. Mais um. Mais um número só.

  • Carlos Sá

    VW/Audi quando nacionalizaram Jetta, Golf e A3, trocaram o DSG por um AT6 convencional.
    Não sei se por custos ou para não ter problemas como os Powershift.
    Eu prefiro um AT convencional ou CVT, do que os dupla-embreagem.
    Agora, queria saber se usariam esse 1.6 turbo no Focus, aposentando o Duratec.

  • Luis Burro

    Parece mais o B do qo fiesta!Prefiro as lanternas verticais.

  • Alvaro Guatura

    Passou da hora, pelo menos eu não aguento mais ver o Fiesta verve nas ruas, especialmente o branco.

  • Celso

    A Ford colocou uma frente similar à Aston Martin no Fiesta também, mas ainda prefiro a frente anterior + parecida com os Peugeot. Uma pena.



Send this to friend