Home Crossovers Novo Honda CR-V chegará ao mercado europeu em outubro


Honda CR V 2012 europeu Novo Honda CR V chegará ao mercado europeu em outubro




Apesar de ter sido lançada há tempos, a nova geração do japonês Honda CR-V chegará somente agora na Europa. O modelo destinado aos consumidores do velho-continente é praticamente o mesmo vendido no restante do mundo, como nos Estados Unidos e no Brasil, com pequenas alterações no visual e uma gama de motores mais ampla, incluindo blocos a diesel.

O novo Honda CR-V europeu traz um novo para-choque dianteiro, faróis com luzes diurnas em LEDs, lanternas com iluminação em LEDs e novas rodas, além de novos espelhos retrovisores. Sua chegada ao mercado europeu, porém, acontecerá somente em outubro, um mês após sua apresentação oficial no Salão de Paris.

A quarta geração do utilitário-esportivo será oferecida com três opções de motores, que inclui um a gasolina, o 2.0 litros i-VTEC, e dois a diesel, o 1.6 litro turbo e o 2.2 litros i-DTEC. O primeiro entrega 155 cv de potência e 19,5 kgfm de torque. De acordo com a Honda, o CR-V a gasolina, apesar de ter ficado mais potente, apresenta menores emissões de poluentes, de 174 g/km na versão manual 4×4 e 176 g/km na automática 4×4. O modelo equipado com tração dianteira emite 170 gramas por quilômetro rodado.

Honda CR V 2012 europeu 2 Novo Honda CR V chegará ao mercado europeu em outubro

O CR-V tem uma capacidade de inicialização de 589 litros ou 1.648 litros com os bancos traseiros rebatidos, um aumento de 148 litros sobre o modelo anterior. Comprimento de carga do carregador foi aumentado em 140 mm a 1, 570 mm, enquanto a altura do lábio carga foi reduzida em 25 mm. Além disso, há uma porta traseira de poder, que a Honda diz que é exclusivo para o modelo do mercado europeu.

Já o segundo, o 1.6 turbo, tem 120 cv de potência, que aparece aos 4.000 rpm, e 30,5 kgfm de torque, a 2.000 rotações, que chegará ao mercado somente no ano que vem. Já o 2.2 tem os mesmos 150 cv e 35,6 kgfm de torque, porém, agora mais “amigo do meio ambiente”, com emissões de CO2 de 153 g/km para o modelo manual e 175 g/km para a versão com câmbio automático, de cinco marchas.

Entre os novos equipamentos eletrônicos, destaque para o Hill Start Assist (HSA) e para o Hill Descent Control (HDC).


Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.