Home Hatches Novo Hyundai i30: impressões ao dirigir


novo hyundai i30 primeiras impressoes 1 Novo Hyundai i30: impressões ao dirigir




Novo Hyundai i30 – Ao contrário do que ocorreu no Brasil, a primeira geração do Hyundai i30 nunca foi um grande sucesso na Europa, apesar de ter qualidades louváveis dentro do segmento de hatches médios. Agora, a marca sul-coreana praticamente recriou o modelo, que entrou de vez na mais recente filosofia da marca, tanto em design – adotou o estilo “escultura fluída” –, quanto em refinamento técnico e em conforto.

Com isso, a Hyundai espera ter um concorrente à altura do Volkswagen Golf, eterna referência do segmento no mercado europeu, que vai receber nova geração no Salão de Paris, no último trimestre do ano. O carro cresceu em todas as dimensões e ganhou propulsores aprimorados. Serão cerca de sete opções de motorização, oferecidas de acordo com cada mercado onde o novo Hyundai i30 será vendido.

Na Europa, o foco é nos diesel de alta eficiência, com um novo 1.6 CRDI de potências entre 90 e 128 cv. Há ainda um 2.0 a diesel com 140 cv. Todos receberam melhorias para reduzir o consumo e as emissões de poluentes. Os propulsores a gasolina têm 1.6 litro – que no Brasil virou “flex” para equipar o Kia Soul e rende 130 cv com etanol – e 2.0 litros do atual i30, de 145 cv, que também deverá se tornar bicombustível no mercado brasileiro.

novo hyundai i30 primeiras impressoes 2 Novo Hyundai i30: impressões ao dirigir

O design do novo Hyundai i30 foi bem mexido, e o hatch ganhou linhas mais elegantes e modernas. O visual lembra bastante o do Hyundai Elantra ­ tanto que nos Estados Unidos ele se chamará Elantra GT – e também remete bastante ao Kia Cee’d, com quem compartilha plataforma. A linha de cintura alta começa ainda na dianteira, e segue por toda a lateral do carro até terminar nas lanternas traseiras. É clara a intenção de dar um ar mais esportivo ao carro.

Por dentro do novo Hyundai i30, mais semelhanças com o Elantra e com o i40, o maior Hyundai de passeio vendido na Europa. O painel mantém a iluminação azulada e ganhou mais tecnologia. Como um sistema de entretenimento integrado com tela sensível ao toque, que mostra informações de todos os sistemas do carro, inclusive do navegador por GPS.

novo hyundai i30 primeiras impressoes 3 Novo Hyundai i30: impressões ao dirigir

A marca sul-coreana realmente quer fazer do i30 no mundo o sucesso que ele foi no Brasil, com uma nova geração inteiramente revista e elaborada para mirar diretamente a próxima geração do Volkswagen Golf. Tanto que chegou a até impressionar o presidente da fabricante alemã, Martin Winterkorn, durante a apresentação do modelo no último Salão de Genebra. A nova geração do i30 deve chegar ao Brasil ainda em 2012.

Primeiras impressões – Surpresa do Oriente

Sevilha/Espanha – A segunda geração do i30 surpreende pela maturidade. O modelo recebeu acabamento de ótima qualidade dos novos Hyundai e em nada lembra os antigos modelos da marca, que primavam pelo baixo custo e simplicidade extrema.

A sensação é de se estar num carro perfeitamente capaz de concorrer em pé de igualdade com os rivais alemães. Os revestimentos agradáveis ao tato e à visão, assim como todo o arremate da cabine, passam a impressão de algo bem elaborado.

novo hyundai i30 primeiras impressoes 6 Novo Hyundai i30: impressões ao dirigir

Dinamicamente, a direção precisa e rápida chama atenção. A frente do carro aponta para onde o motorista quiser com facilidade e o comportamento é quase esportivo. A suspensão se encarrega de segurar o carro nas curvas com competência e ainda assim lida bem com imperfeições no solo. Certamente irá agradar aos donos do antigo i30, que já continha características positivas nesse aspecto.

O motor 1.6 CRDI a diesel de 110 cv tem rendimento condizente com a proposta do carro e baixo consumo de combustível tanto com câmbio manual de cinco marchas quanto com o automático de seis. O propulsor vibra pouco e entrega boa dose de força em baixos regimes, o que contribui para um rodar agradável e elegante. É visível o investimento da Hyundai na nova geração do i30. É maior e – substancialmente – melhor.

Ficha Técnica – Hyundai i30 1.6 CRDI

Motor: A diesel, dianteiro, transversal, 1.582 cm³, quatro cilindros em linha, turbo, quatro válvulas por cilindro e sistema de abertura variável de válvulas. Injeção direta e acelerador eletrônico.

Transmissão: Câmbio manual com cinco marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Oferece controle de tração.

Potência máxima: 110 cv a 4 mil rpm.

Aceleração de 0 a 100 km/h: 11,3 segundos.

Velocidade máxima: 185 km/h.

Torque máximo: 26,5 kgfm entre 1.900 e 2.750 rpm.

Diâmetro e curso: 77,2 mm X 84,5 mm. Taxa de compressão: 10,5:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson e amortecedores a gás. Traseira do tipo barra de torção e amortecedores a gás. Barras estabilizadoras na frente e atrás. Oferece controle eletrônico de estabilidade.

Pneus: 215/55 R16.

Freios: Discos ventilados na frente e discos sólidos atrás. ABS, EBD, assistente de frenagem de emergência e controle de frenagem em curvas.

Carroceria: Hatch em monobloco, com quatro portas e cinco lugares. Com 4,30 metros de comprimento, 1,78 m de largura, 1,47 m de altura e 2,65 m de distância entre-eixos. Airbags frontais, laterais, para os joelhos dos ocupantes dianteiros e do tipo cortina.

Peso: 1.245 kg.

Capacidade do porta-malas: 378 litros.

Tanque de combustível: 53 litros.

Produção: Nosovice, República Tcheca.

Lançamento mundial: 2012.

Itens de série: Ar-condicionado automático, direção elétrica, trio elétrico, computador de bordo, volante multifuncional, partida por botão, rádio/CD/MP3/USb/iPod/Bluetooth, bancos dianteiros com ajuste de altura, airbags frontais, laterais e de cabeça, controle de estabilidade e de tração, ABS com EBD.

Preço na Europa: 16.300 euros (equivalentes a R$ 37 mil).

Por Auto Press


Se você não está vendo os comentários, desabilite extensões do tipo Adblock (que impedem a exibição dos comentários), ou adicione nosso site como exceção.