Esportivos Híbridos Segredos-Flagras Toyota

Novo Toyota Supra chega em 2018 com motorização híbrida

Toyota FT-1 Graphite Concept 1

Descontinuado há 14 anos, o Toyota Supra vai ressuscitar em uma nova geração. O esportivo está sendo desenvolvido pela montadora japonesa juntamente com a BMW, graças a uma parceria firmada há quatro anos, e inclusive vai compartilhar a plataforma e uma série de outros componentes com o novo Z5, que chegará ao mercado para substituir o atual Z4.

Segundo fontes, o novo Supra terá visual inspirado no conceito FT-1 mostrado pela Toyota no Salão de Detroit em 2014, com direito a dianteira com formato agressivo, capô longo, vincos marcantes nas laterais e traseira pronunciada, e vai se posicionar acima do GT 86 (esportivo compacto de entrada) na linha da fabricante.

Toyota FT-1 Graphite Concept 2

Quanto a mecânica, tanto o Toyota como o BMW serão equipados com um sistema híbrido, com um propulsor a gasolina de origem alemã e outros dois elétricos, oferecendo tração nas quatro rodas, além de transmissão de dupla embreagem. Trata-se de uma configuração semelhante a do Honda NSX, que conta com um V6 biturbo e outros três elétricos, com potência combinada de cerca de 580 cv.

Por outro lado, o Toyota Supra será maior que o BMW Z5, com peso de aproximadamente 1.400 quilos.

Toyota FT-1 Graphite Concept 3

Ambos os modelos deverão ser produzidos em uma mesma fábrica, que segundo Ian Robertson, membro da diretoria de vendas e marketing da BMW, ainda não foi definida. O lançamento dos dois esportivos está previsto para meados de 2018.

[Fonte: Autocar]





  • ObservadorCWB

    Batmóvel ? Ficou bonito.

    • zekinha71

      Droga, vc foi mais rápido.
      Na primeira foto ficou bem imponente.

    • delvane sousa

      Realmente, ficou a cara do Batmóvel.

    • Bispo

      é a versão Robin… rs

  • Alexandre

    Pouco ergonômico esse volante! kkkkk

  • Bruno Silva

    Engenharia alemã + engenharia japonesa não tem como dar errado.

  • Mestre Fioda

    Meu sonho seria a retomada dos esportivos japoneses. Toyota Supra, Mitsubishi 3000 GT, Honda NSX, Mazda RX-7 e porque não Subaru SVX. Todos novamente no mercado para brigar com o Nissan GTR (que acho um dos melhores carros já feitos pela humanidade). Penso que as demais montadores japonesas tem condições de produzir esses clássicos com a tecnologia atual e fazer frente ao Nissan. Assim como a própria Nissan fez ao reviver o godzilla.

    • Ricardo

      Sempre achei o Supra o mais feio destes, NSX e 3000GT são lindos demais!

  • Ricardo Rangel Lirio

    Pode até ser um put@ carro, mas não gosto desses desenhos carregados, com excessos de linhas, como o do FT-1.

    • Gabriel

      Essa imagem na reportagem, e o modelo inspirador FT-1, o supra deve perder algumas linhas exageradas e ganhar uma aparência mais limpa, ai, vai ser um put@ carro com uma put@ beleza kkkk

  • fbl

    irado

  • Vattt

    Show de carro!!! Jeitão Viper!!!

  • CanalhaRS

    Esse FT-1 é um colosso, lembra até um batmóvel (quando eles eram carros e não tratores, como nos últimos filmes).

    • Mr Andrey

      Tanques de guerra puladores de pontes kkk

  • Filipe Calado

    Bonito…mas o Design não tem nadinha do DNA do Supra!

    • Gabriel

      A foto na reportagem nao e Supra e sim o FT-1 , um prototipo no qual o supra vai ser inspirado, e com certeza deve perder linhas e vincos exagerados, e quem sabe recuperar mais a identidade visual.

  • Ricardo Blume

    Perdeu sua identidade. Sem mais.

    • Gabriel

      A foto na reportagem nao e Supra e sim o FT-1 , um prototipo no qual o supra vai ser inspirado, e com certeza deve perder linhas e vincos exagerados, e quem sabe recuperar mais a identidade visual..

  • Ricardo

    Não curti! Muito futurista!

  • Eduardo Santos

    Esse design me lembrou o Gillet Vertigo.

    • Robinho

      kkkkkkkkkkkkk, verdade.

  • Bispo

    Supra…imaginando a “delicia” que será.

  • PEDAORM

    Gostando ou não, se a versão de produção for similar é essa, a Toyota terá mostrado que ainda tem bolas.

    • DeTomaso

      Poxa, pra mim, já está mais que “amostrado”. Lançaram o LF-A, um dos melhores superesportivos do século 21, comprovado pelo tempo absurdo em Nurbürgring (décimo carro de produção mais rápido a correr por lá, se não me engano).
      Depois, lançaram o GT-86, que segundo os jornalistas, é um dos esportivos mais divertidos de todos os tempos, mesmo tendo pouca potência. E quanto ao Supra, podemos ter um alto nível de expectativa também, pois é uma junção da maior montadora japonesa com uma das melhores montadoras européias.

      • PEDAORM

        LF-A é um Lexus, é a mesma coisa que dizer que a VW ousou a lançar o R8… GT86 é um carrinho bacana, mas não tem design nem powertrain nem perto desse esportivo híbrido acima.

        • DeTomaso

          É um Lexus, mas veja quem esteve por trás do projeto e produção, Akyo Toyoda, o presidente da Toyota. Ele é um total aficionado por esportivos, e queria criar um esportivo que fosse lendário para a marca. Então para mim, o LF-A é um projeto Toyota. Quanto ao GT-86, sim, é outro nível, mas foi uma baita ousadia da Toyota lançar um coupé aspirado, com motor boxer e tração traseira e ainda em parceria com a Subaru. É isso que quero dizer…

          • PEDAORM

            Sou fã do LFA, além de tudo tem aquele ronco realmente impressionante, mas mantenho a opinião.
            Sobre o gt86 concorde que ousou, saio do lugar comum, porem ainda considero um projeto simples.
            Estou ansioso por esse Supra, esse realmente tem muito potencial.

  • Victor Hugo

    Caramba, 3 elétricos. Muita chance de dar problema em um deles.

    • DeTomaso

      Claro, por que a BMW e principalmente a Toyota nem tem experiência em carros híbridos…

      • Victor Hugo

        Percebi sua ironia. Mas o que você não entendeu, é que quanto mais componentes, ou no caso motores, maiores são as chances concorda? Em um veículo novo, claro que não… mas pensa em usadinho, um deles pode estar falhando, ou dois, ou três. Agora entendeu o que quis dizer?

        • Edson Fernandes

          Se for pensar assim…. esqueça a injeção eletronica, esqueça vidros eletricos, esqueça uma serie de itens funcionais que são embarcados na eletronica no carro.

          No nivel em que chegaram, de duas uma: Ouo carro já bem bixado de fabrica ou por descuido do cliente.

          Esses motores tem uma vida util gigante perto dos motores a combustão e para esses, em uma hora ou outra deverá sofrer sim necessidade de manutenção. Algo tão comum como precisar trocar a correia dentada de carros.

          • Victor Hugo

            Claro. Só é óbvio, pelo menos pra mim, que um motor elétrico bom e potente, dispensa 3, com risco maior pela quantidade, der dar problema.

            • Edson Fernandes

              Para mim, o que mais pega nessa solução é custo de manutenção. Concordo que parece exagero 3 motores, mas certamente será um carro bem restrito para compra. Por isso essa solução.

              Mas prefiro soluções “a lá” Tesla.

  • José Caio

    Ahhh cara, enfia esse motor híbrido no ** . Tem que Botar um v6 Bi turbo e tração traseira, pra esbagaçar.

    • Gabriel

      Apoiado tem que meter combustível fóssil mesmo, motor grande e sobrealimentado, tem que deixar esse papo de economia e poluentes pros carros populares do dia a dia,

  • Nando380

    Tanto supra e o Skyline quando é feito alteração na saída de exaustão ficam com um ronco muito louco. Pena que esses motores 6 cilindros bi turbo morreram pra sempre.



Send this to friend