_Destaque Chevrolet Hatches Lançamentos Sedãs Test Drive zslider

Onix e Prisma Joy: Impressões ao dirigir

chevrolet-onix-prisma-NA (1)

A GM decidiu criar uma nova versão de entrada para a dupla Onix e Prisma, que receberam atualização nas versões LT e LTZ, tendo ainda originado a opção aventureira Activ para o Onix. Chamada Joy, a gama de acesso dos compactos da Chevrolet vem com um pacote de equipamentos diferente do habitual e com mudanças importantes na mecânica.

Custando R$ 38.990 no caso do Onix Joy e R$ 42.990 no Prisma Joy, a dupla de acesso aproveita o visual do modelo 2016, destacando-se mudanças sutis nos para-choques, faróis com lentes claras e detalhes em preto, sendo eles grade, maçanetas, colunas e retrovisores. Além disso, os Onix e Prisma Joy ganharam novas calotas aro 14 e pneus verdes 185/70 R14.

chevrolet-onix-joy-internas-NA (2)

Por dentro, o acabamento foi simplificado e agora apresenta tons de preto e cinza, este último na parte central do painel e portas. Falando nas portas, o visual mudou no Onix Joy, que agora tem puxadores comuns e mais elevados, enquanto o Prisma Joy manteve os que já existiam. A GM diz que o cliente do hatch queria mudança nesse caso, mas os do sedã não ligam para isso.

As diferenças da dupla Joy também podem ser notadas no porta-malas, onde o Onix perdeu o revestimento das caixas de rodas, o que permaneceu no Prisma. Mas voltando ao interior, a coluna de direção não tem ajuste de altura e todos os detalhes não apresentam nenhum item que deixe o ambiente mais sofisticado. Até as maçanetas são de plástico sem acabamento.

chevrolet-onix-joy-NA (17)

Aliás, as portas dão o que falar na linha Joy da Chevrolet. Além da diferença visual, o Onix agora dispõe de um novo console entre os bancos. O motivo é que o ajuste no desenho das portas tirou os botões dos vidros elétricos, agora centralizados no hatch. O Prisma continua com os comandos nas portas. Por fim, apesar dos vidros elétricos de série, as travas elétricas são vendidas como acessórios.

O quadro de instrumentos tem bom visual, mas traz apenas o essencial: conta-giros analógico e display digital com velocímetro, hodômetro, relógio e nível de combustível. Não há computador de bordo e nem medidor de consumo, mas pelo menos há indicador de mudança de marcha.

chevrolet-prisma-joy-externas-NA (3)

Os bancos têm padronagem simples e o traseiro é inteiriço e com apenas dois apoios de cabeça e cinto subabdominal central. A direção agora é elétrica e vem junto com o ar-condicionado.

Os retrovisores são manuais, assim como os vidros traseiros. Nos acessórios divulgados, não há comandos elétricos para estes itens, mas há central multimídia com DVD, CD Player, sensor de estacionamento, alarme, rodas de liga leve aro 14 (diferentes para cada modelo) e chave com controle remoto, por exemplo. O sistema OnStar disponível para o Joy funciona através do aplicativo instalado no smartphone, possibilitando até medir a pressão dos pneus.

onix-prisma-joy-impressões-NA (17)

Impressões ao dirigir

As mudanças feitas pela engenharia da GM foram interessantes, já que Onix e Prisma Joy ficaram bem mais econômicos e mostraram um bom desempenho na pista de testes. O propulsor SPE/4 1.0 ECO tem pistões, anéis e bielas novas, além de reprogramação eletrônica, mudanças no arrefecimento e no sistema elétrico.

Com tudo isso, ele passa a ter funcionamento com menor atrito e mais economia. O nível de ruído foi levemente atenuado. Mas, apesar das mudanças, continua oferecendo 78/80 cv a 6.400 rpm e 9,5/9,8 kgfm a 5.200 rpm, respectivamente com gasolina e etanol. O câmbio de seis marchas tem as primeiras curtas e a sexta para manter um giro baixo em cruzeiro.

onix-prisma-joy-impressões-NA (38)

Assim, o conjunto permite boas retomadas e aceleração condizente com a proposta. A condução tem como ponto alto as trocas de marcha precisas e macias. Rodando a 110 km/h em sexta, o ponteiro marca 3.000 rpm. Mas, é apenas uma marcha de “descanso” do motor em cruzeiro, pois o SPE/4 1.0 não responde ao acelerador de forma alguma.

Mas, nesse caso, o objetivo é manter o consumo baixo e o nível de ruído também, gerando conforto e economia. Com até 30 kg a menos (25 kg no Onix), a dupla recebeu ajustes na suspensão, que ficou 10 mm mais baixa, mas ao contrário dos Novos Onix e Prisma 2017, o ajuste é voltado para o conforto.

onix-prisma-joy-impressões-NA (40)

Na pista de testes da GM em Indaiatuba/SP, tanto Onix Joy quanto o Prisma Joy se comportaram bem nos variados tipos de piso da pista, sendo o esperado para a proposta da dupla.

O Onix, por sua característica, é mais ágil. Já o Prisma é mais comportado. Ambos apresentaram boa estabilidade, mesmo com pneus altos. Os freios são suficientes, tendo sido atualizados também. A direção elétrica é muita leve e precisa, deixando a condução mais agradável.

onix-prisma-joy-impressões-NA (1)

No geral, em termos de condução, os Chevrolet Onix e Prisma Joy apresentam um comportamento melhor que os modelos anteriores. Em termos de acabamento, o visual ficou limpo demais e alguns itens que seriam esperados como de série, são oferecidos apenas como acessório. Pelo menos ar-condicionado e direção elétrica não foram cortados.

Galeria de fotos dos Chevrolet Onix e Prisma Joy:





  • Marco Antônio

    Nossa moeda está muitoo, mas muito doente. 40 mil é muita grana pra dar em um carro tão simples. Sem julgar se é bom ou ruim, mas é dinheiro demais. Os salários não crescem nas mesmas proporções da inflação.

    • ALVIN_1982

      Nesse caso eu acho que os equipamentos que antes eram opcionais e agora são de série também encareceram o produto. Se tirassem o AC, DH, só aí seriam uns 5 mil de diferença… e se tirassem os AB2 seriam mais uns 4 mil, ou seja, o Onix custaria em torno de R$ 29 mil. Mesmo assim, nossa moeda hipervalorizada e os salários hiperdefasados, faz com que achamos que está caro. Não sei dizer a fonte agora, mas um economista fez um cálculo e chegou na conclusão que descontando a inflação do Dólar, o Real era pra estar cotado em R$ 5,40/US$ 1,00, e o Salário mínimo em torno de R$ 2.200,00 para termos um poder de compra que tínhamos em 2008. Ou seja, as medidas que o Mantega adotou depois do segundo turno do Governo Lula, junto com o Banco Central, levou a uma drástica perda de poder de compra e acabou afundando o País nessa crise que estamos hoje.

      • Marco Antônio

        SIm, essa é a doença da nossa moeda. Não está valendo nada. Ai fica difícil mesmo mensurar o quanto “vale” um bem. Carros de 19,990 sendo vendidos a 40,000 é um absurdo, mas não é o carro que tá caro. é a moeda que já não vale mais nada.

        • Pacheco

          Ahhhhh… não to valendo nada. Vishhhh, a minha carne é fraca. KKKKK

          • Marco Antônio

            kkkkkkkkkkk desse jeitinho.

    • Oliveira17

      Esses carros nao valem mais que 20k e olhe lá se nao for menos.

      • Marco Antônio

        Não. Eles valem sim 40 mil. O real é que não valei mais 20 mil. Nossa moeda está doente, tem um câncer nela. AI só resta olhar carros que deveriam custar 20 mil ir para 40 mil. OBS: 19.990.

        • invalid_pilot

          Exato! pessoal não se toca que não são os preços que sobem e sim o dinheiro que deixa de valer – se faz menos com o mesmo montante de grana

        • pedro rt

          o cancer do brasil e do real se chama POLITICOS e POVO IGNORANTE q nao tem educacao e nao sabe votar

    • Pedro Cunha

      Tão bagaceiro que faria jus á figurar no rol dos “peladassos” do falecido “BIZARRICES AUTOMOTIVAS”.
      Ok que tem A/C e DH, mas hoje em dia até furgão de entrega têm isso, logo não dá mais pra chamar de “acessório” nem “item de luxo”, é item básico pra qualquer automóvel permanecer no mercado atual.

  • D’Agostin

    Tudo bem que é para ser uma versão de entrada, mas qual o nexo de ter vidro elétrico e não a trava elétrica de série? E por que não ajeitar o puxado das por do Prisma? Só para parecer mais “requintado”? Ah, e deve custar muito a cobertura das caixas de rodas no porta malas, tá loco! Apesar disso, vai vender muito bem, obrigado.

    • Pacheco

      Ele tem trava de série. Não tem nem pino nas portas.

      A tudo isso que falta nele, custa sim. A Chevrolet economiza uma boa grana tirando esses detalhes. Porem ela não repassa ao consumidor.

      • D’Agostin

        Olhando os itens de série no site da Chevrolet, não constam as travas elétricas. Até o botão das travas não aparece no painel (ao lado do pisca alerta, próximo ao ar condicionado). Sei que custa, mas poderiam deixar aquelas forrações e a fiação para os auto-falantes. É a vida!

        • Pacheco

          Mas sem pino e sem indicador, como vc trava o carro?
          O que eles devem tirado é o travamento automático e colocado em algum outro lugar.

          • D’Agostin

            Pela própria maçaneta interna da porta, que deve ser a trava. No Palio é assim.

            • Pacheco

              Pensei isso tbm. Estava reparando as fotos e parece que a própria maçaneta é a trava.

              • ricmoriah

                não, mesmo com o veículo em movimento, não trava automaticamente e nem parado. o item é oferecido como um dos acessórios, mas já com chave de controle remoto.

                o porta-malas é aberto diretamente pela chave quando não há esse acessório.

  • Omega

    O bom negócio hoje é comprar carros usados. Com R$ 40mil, temos várias opções.

    • pedro rt

      hj com 40mil da pra comprar um sedan medio com uns 4 ou 5 anos ou um hatch pequeno muito equipado com 2 anos

      • ViniciusVS

        O famoso semivelho.

      • David Morais

        Até usado pegou preço. Carros 2014 que na época novos custavam 38mil agora são ofertados (com 2 anos de uso), por 41 mil. Como pode um carro usado ficar mais caro que o preço de sua época?
        Não é só os novos que estão inflacionados. É todo o mercado automotivo. Negócio é investir em aplicações e deixar sobrando os carros na concessionária.

        • Deivid

          Isso lembra o mercado automotivo da década de 90.

        • ViniciusVS

          De qualquer forma da quase no mesmo.

          Por exemplo se ele comprou o carro por 38mil 2 anos atrás e hoje o 0km ainda custa 38mil, o usado seria vendido por 29 mil +-

          Como o carro ficou mais caro se ele pagou 38 mil e hoje vende por 41 é porque o 0km custa mais de 50 mil hoje.

          Ou seja é ilusão achar que o carro valorizou, na prática terá que colocar mais uns 10 mil para comprar um carro exatamente igual porém 0km.

          • David Morais

            Só que na hora de revender seu carro, eles não valorizam nada. Compram de você por um valor de no máximo 80% da FIPE e revendem muito acima (até mesmo do valor que ele tinha quando era 0Km). Ou seja: O carro valoriza quando é para o malandro vender a você. Quando é você que revende, jogam o preço lá embaixo.
            Moral da história: Melhor colocar mais 4 mil e pegar o modelo 0Km, e deixar o usado para o malandro “guardar” com ele.
            Ah, e o novo não custa 50 mil. Custa 44.900. O mercado automotivo brasileiro é uma vergonha.

            • ViniciusVS

              Sim, concessionária sempre lucra com seu usado. Mas o que tentei dizer é que a moeda perde o valor e o poder de compra.

              38 mil hoje não vale o mesmo que 38 mil 10 anos atrás. O que aconteceu nesses últimos anos foi o aumento da inflação mais evidente.

  • Ronaldo M

    Sem julgar os méritos do carro ou desmerecê-lo, e caso eu esteja errado, por favor, me corrijam, mas..

    ..esse motor GM vem com algumas partes com “ferrugem” de série mesmo?!

    • invalid_pilot

      A ferrugem naquelas peças são intencionais, é um tipo de aço que se oxida na parte exterior para proteger a peça… bizarro mas é assim

      Aqui em SP tem um parque com estruturas que usa esse tipo de aço, ela desde nova parece velha – porém integra

      • Ronaldo M

        Caramba, não sabia disso..
        Obrigado pelo esclarecimento!

    • Bruno@BRN.CS

      Tive um VHC e depois de um ano você não consegue mais ver o nível do líquido de arrefecimento porque a ferrugem já estampou a parede do reservatório. Tem que fazer limpeza sem muitos intervalos de tempo senão…

      • Brando

        Isso é normal em todo carro com bloco de ferro

      • Ronaldo M

        Ah sim, então parece ser normal do motor então, Bruno..
        Menos mau.. rs

        • Bruno@BRN.CS

          Ruim que parece normal mesmo, esteticamente não passa uma boa aparência, achei uma droga particularmente, mas se gerasse algum problema crônico com o tempo de rodagem desse motor já tinha gente com megafone.

          • Ronaldo M

            Com certeza, mas é melhor uma estética ruim e um bom funcionamento que o contrário.. rs

  • MauroRF

    O valor deste Onix é o mesmo do New Fiesta S 1.5 há um pouco mais de 3 anos. Minha cunhada pagou exatamente isso no dela e está contente com o carro até hoje.

    • Pacheco

      Hoje a Ford nem vende mais o Fiesta 1.5.

    • pedro rt

      hj o fiesta custa entre 52mil e 73mil

    • pedro rt

      eu paguei 40mil no meu punto 1.4 13/14 em 2013 hj o msm carro ta saindo por 49mil

      • Brando

        Os carros baratearam.

        Esse valor que vc pagou, corrigido para hoje dá R$ 51.329,08

      • Mário Leonardo Pires

        Nossa! Eu paguei 39 mil no meu 13/14, na cor prata e completo… Nem penso em trocar por agora…

      • Emerson Lima

        Meu Punto 2013 Attractive 1.4 foi 42 mil reais com cor sólida vermelho alpine devido aos kits, não lembro os nomes pois depois mudaram para Creative eu acho, que acrescentavam rodas de liga, som, retrovisores elétricos e farol de milha. Hoje essa configuração está por uns 52 mil, mais ou menos.

  • No_Name

    Eu havia reparado que o carro tinha diminuído a altura pelas fotos de apresentação. Agora veio a confirmação. 1 cm pode não parecer nada, mas é perfeitamente notável.

    • Pacheco

      Sim, da pra notar. Principalmente quem mora em SP e sabe da qualidade do asfalto e o tamanho das lombadas que o Jaiminho gosta de manter.

      Vai raspar bastante agora… tanto a frente quando o meio do carro.

      • Louis

        Talvez tenham diminuído 1cm para conseguir deixar mais confortável, pois o centro de gravidade abaixa, permitindo um acerto mais macio sem perder estabilidade.
        Percebo isso no 206sw, que é 0,5 cm mais baixo que o hatch, e fizeram um acerto de suspensão mais macio por conta disso. É por isso também que carros altinhos tendem a ser mais duros e desconfortáveis.

        • Pacheco

          Melhora a aerodinâmica e também reduz o consumo. É algo interessante, o problema é que nosso asfalto não colabora.

      • Brando

        As lombadas não vão raspar embaixo…
        O que eu vejo de problema em São Paulo são nos bairros de periferia, onde tem aquelas valetas gigantes p/ escoamento de água… E isso faz uns 20 anos, ou mais.
        Além das garagens de prédios, estacionamentos etc em subida muito íngrime e/ou não planejada, também em razão do crescimento sem organização.
        Já os calombos no asfalto sacrificam a suspensão e pneus, mas também não vai raspar

  • invalid_pilot

    Bizarro é quem comprar o Onix novo com o 1.0 – pagará mais caro pelo “melhor acabamento” e o MyLink…

    Ainda acho esse Onix Capado melhor negócio que Mobi e o Up! aspirado (apesar desse último ter desempenho bem superior – mas ta caro demais)

    • Pacheco

      A Fiat fazia isso com o Palio Fire e o Palio normal.

      • invalid_pilot

        Sim, podiam ter deixado o Novo Onix apenas com motor 1.4 e esse Joy só com 1.0

        Pessoalmente acho burrice comprar o Onix novo 1.0

        • pedro rt

          concordo, acho q 1.0 so poderia ter o joy. e alias essa sacanagem de oferecer carro 1.0 e so no brasil, a unica excecao e o up! nos outros mercados vizinhos do nosso

        • Pacheco

          Existe um publico que aceita pagar um pouco a mais por um design mais atualizado.

    • pedro rt

      tmb acho esse onix joy uma boa opcao mas a melhor nesse momento e o ETIOS X q ta saindo por 40mil na promocao

      • Tomtilt

        O Etios X 1.3 manual pode ser encontrado até por 38 mil, com motor mais moderno, construção melhor, excelente comportamento dinâmico e o pós-venda impecável da Toyota. É, de longe, a melhor opção do segmento mesmo, mas como você falou, o Onix Joy também é uma boa compra pra quem quer um meio de transporte e só.
        O “problema” das versões do Etios hatch e sedã com câmbio manual é que depois que a transmissão automática chegou os com transmissão mecânica simplesmente não vendem mais. Um vendedor da Toyota daqui me disse que uns 70% dos Etios vendidos hoje são com câmbio AT e que a loja precisa ser bem flexível na negociação pra não ficar com os MT mofando nos estoques, então dão descontos grandes e mesmo assim não é todo mundo que quer.

  • Rodrigo Sanvido

    Deveria substituir o Classic. O visual é melhor que o novo. Como todos os carros no Brasil ele tá caro… mas comparado com a concorrência até que é uma boa compra. Creio que vá continuar vendendo muito bem.

    • pedro rt

      o classic ja saiu de linha, quem quiser sedan 1.0 agora vai ter q comprar o prisma joy q custa 9mil a mais. nao tem jeito, sedan agora custa de 40mil pra cima

  • Lucas086

    Acho essa versão mais equilibrada que a LT, por ela já incorporad as melhorias. Quem pensa só em um meio de transporte, vai economizar ums 6 mil e ter a mesma direção, o mesmo câmbio. Acho justo, e caro sempre foi e só vai aumentar mais. Quanto a suspensão, gostei só trocar as rodas que fica top kkkkkkk

    • Pacheco

      É um carro bom pra quem usa diariamente. É um modelo econômico e tem boa revenda.

  • V12 for life

    Parece piada ter ar condicionado e vidros elétricos de série e as travas elétricas serem acessórios, mas no geral o pacote de equipamentos agrada e deve ajudar a manter a liderança de ambos.

    • Pacheco

      A trava é de série tbm. O que vc pode colocar depois é o fechamento automatico e o controle.

  • Junior

    Motor do milênio passado.

  • tirando airbag e abs me parece um carro de 20 anos atras

    • pedro rt

      vc acha q o sonic e um carro de 20anos atras? pra sua informacao ele foi lançado em 2011 no mundo

      • sonic? aqui se fala de onix

  • pedro rt

    nao acredito q a chevrolet teve a coragem de tirar o acabamento lateral do portamalas do onix e a capa plastica dos motores… e cada economia de palito q agente ve… daqui ha pouco vai tirar tmb a regulagem do encosto de cabeça q nem fzia com o celta

  • Neto ®

    Grande jogada da Chevrolet! Acertou em cheio! E bom pra quem já tem o carro, se já desvalorizava pouco, agora com a nova geração mantendo os dois estilos, melhor ainda.
    Considero, observando o mercado, que está num preço justo. O carro já vem completo por 39. Só n tem som. O único que bateria em custo benefício (das grandes marcas – Chery Celer ta ai por 34,9 ) seria o Ford Ka, mas a Ford já botou o carro por 42 temers. Fica difícil.

  • Fernando

    GM substituindo muito bem os velhos Celta/Classic. Por fotos, pelo menos, o aspecto interior está muito melhor do que o da defasada dupla, além de a tecnologia on star ser um ponto a favor de valores mais amigáveis na cotação do seguro, que já é boa nos modelos da Chevrolet. Tomara que, com o tempo, se mostrem realmente como uma boa opção de entrada, tal como parecem à primeira vista.

  • Brando

    Carro útil…
    Pelo menos já vem com D.E. + A/C + V.E., que são o mínimo para a dignidade.
    Pelo jeito faltou travas elétricas, que também deveria fazer parte do pacote mínimo…
    Mas enfim, está dentro do esperado para esse patamar de 40 mil (Take Up, Gol, Uno, Palio 1.0)

  • samuel

    Onde fica os comandos do vidro eletrico(ou manivela)????eu nem vi

    • lf_cestare

      No onix fica na parte central perto do freio de mão, devido ao novo painel das portas, no prisma continua nas portas, pois n alteraram os painéis das portas, pelo menos foi isso oq deu pra entender!!

  • Carlos Eduardo Avelar

    É, não em jeito, eu tenho um Corsa hatch 2004, queria trocar num ônix 0 Km, mas 38,000 temers nuns pé-de-boi não dá, melhor opção hoje em dia é ir em busca de um carro usado completo e em bom estado, é difícil, mas se procurar a gente acha.
    Nesse caso partirei em busca de um Vectra GT-X 2010 ( vulgo Astra né..kkkk ) ou um um astra sedãn 2011, a gente já acha eles na casa dos 25,000, 27,000 mil temers por ai.

    • ViniciusVS

      O que o seu Corsa Hatch tem a mais que esse pé de boi? é o Premium 1.8?

      • Carlos Eduardo Avelar

        maxx 1.0, mas ele tem banco de couro, volante revestido em couro, couro nos forros das portas, vidro elétrico nas 4 portas todos de 1 toque, TID, som original do corsa mesmo, que é o mesmo do vectra sabe, frisos, maçanetas e retrovisores na cor do carro, farol de neblina, além de ter indicador de temperatura, coisa que o onix pé-de-boi não tem.
        até 2004 vc conseguia configurar na chevrolet o Corsa Maxx 1.0 do mesmo jeito que um 1.8 premium.
        De 2005 em diante não dava mais.

        • ViniciusVS

          O Corsa Joy também não tinha nada, por sinal muito menos que o atual Onix Joy que tem de série AB2, ABS, Direção Elétrica, Vidros Elétricos Dianteiros, Ar Condicionado.

          Lembro que o Corsa Joy não tinha Ar Condicionado, não tinha AB e ABS, não tinha nem Direção Hidráulica… convenhamos, o Onix é pé de boi para os padrões de hoje mas levando em consideração Populares completos de 10 anos atrás como por exemplo o Corsa, o Onix não deve nada mesmo nessa versão Joy.

          Rádio, farol de neblina e banco de couro são acessórios simples que você coloca depois.

          Eu tenho um Chevrolet Meriva Que era completo para sua época mas que hoje está no mesmo nível desse Onix ai em equipamentos, quanto a conforto e espaço interno meu carro é bem melhor, tem um rodar melhor, isolamento acústico melhor, bancos de melhor qualidade, mas não é o caso do Corsa.

          O meu carro veio com o rádio do Vectra novo e posso dizer que ele é bonito mas é muito ruim. O rádio não tem uma simples entrada USB, o leitor de SD somente consegue ler cartão de até 2GB e olhe lá… no meu carro ainda tinha Bluetooth para parear o celular mas o rádio do corsa 2004 não tem isso. então na prática é pouco funcional, mais vale tirar o original e colocar um Pioneer 2din como eu fiz e instalar TV Digital, GPS, Câmera de ré. coisa que muitos que vão comprar esse Onix/Prisma Joy vão fazer e garanto que ficará com um rádio mil vezes melhor que o original.

          Para ficar no lugar do Celta e do Classic fazem muito bem a função.

          • Carlos Eduardo Avelar

            Eu esqueci, ele também tem ar-condiconado, direção hidráulica e retrovisores elétricos também.
            Eu sei que são acessórios, mas veio de fabrica no carro.
            Eu sei também que o ônix é mais moderno com seu AB2, ABS e direção elétrica de série, afinal já era hora de se modernizar né?
            Só acho muito caro 38,000, simplificado internamente do jeito que foi tinha que custa mo maximo uns 32,000 que é caro ainda.
            Já o novo Ônix com facelift de 42,000 eu compraria fácil mas é caro também.
            Mesmo assim ainda acho que um usado completo em bom estado melhor do que muito carro zero, afinal nunca vou achar um Vectra com um Astra ou até mesmo uma Meriva como a sua com direção elétrica, mas gostos e preferências, cada um tem o seu.

  • Daniel Saraiva Vila Nova

    Se o câmbio foi bem escalonado o desempenho deve estar aceitável. Motor de 1 litro em um carro de 1000 kg já merecia um cambio de 6 marchas faz tempo. Pq da pra deixar a primeira curta e a sexta longa sem deixar buracos entre as marchas. Interessante! Era o câmbio perfeito pro meu celta! Hahahah

  • T1000

    e esses 2 buracos no para choques traseiro, porque a gm não fornece tampados?? Feio demais.

  • Deivid

    Esse Onix Joy lembra o Celta Life que meu pai teve na década passada

  • JCosta

    Peladasso… mas a multimídia está lá. ÊÊÊ Brasil!!!

  • oscar.fr

    Chevrolet ressuscitando os comandos dos vidros do Peugeot 206.
    Será que os “especialistas” vão reclamar tanto de sua posição agora quanto na época do 206?

  • Rene Imoveis

    Manolo, contrataram gente da VW não é possível!

  • Bernardo Danielli

    Nossa, acho isso horrível, vender o mesmo carro e colocar “joy” no nome, igual ao Palio Fire, e ainda 40.000 em um carro de 2012!? Nem sei oq falar, a chevrolet vacilou nisso, poderiam muito bem ter investido aqui com um carro pequeno e barato, igual a Fiat e a Volskswagen!

    • ViniciusVS

      Se for para fazer um Mobi da Chevrolet ou seja um mini onix, é melhor deixar assim mesmo.

  • rockrock

    Falta agora Onix Advantage, Onix Challenge, Onix GLS, Onix GL, Onix Expression, Onix CD, todos esses passando dos 50k, no fim do poço eles lançam Onix Wind e Super a 32 mil kkkkkkkkk

  • Victor Barrera

    Deus me defenda!



Send this to friend