Opel Ampera-e 2017 troca Volt pelo Bolt

11/02/2016

opel-ampera-e-1

Como o Novo Volt compartilha muita coisa com o Cruze, nada mais natural do que evitar sua comercialização na Europa, já que a Chevrolet saiu do velho continente. Assim, no caso do Opel Ampera-e, a mudança lógica foi substituir o antigo Volt pelo Novo Bolt.

O hatch elétrico da GM também será vendido na Europa e sua apresentação ocorrerá em Genebra. Visualmente, a mudança mais significativa é o novo estilo da grade falsa e a troca de logotipos. Por dentro, apesar de não mostrado, deve permanecer o mesmo do Chevrolet.

opel-ampera-e-2

O Opel Ampera-e também vem com motor elétrico de 200 cv e 36,5 kgfm. Suas baterias de lítio de 60 kWh permitem ao monovolume ir de 0 a 100 km/h em 7 segundos e ter máxima de 146 km/h. A autonomia é de 322 km.

A GM diz que em tomada de 220V, o Opel Ampera-e 2017 ganha 80 km adicionais em menos de duas horas plugado. No caso de carregador rápido, em 30 minutos é possível obter 144 km de alcance. Para carga completa, são necessárias 8 horas na tomada.













  • Louis

    322 km, excelente autonomia! Elétricos são o futuro! E devem dar menos manutenção que motores a combustão.

  • th!nk.t4nk

    Uma coisa é certa: a GM é insistente. Falhou com o Volt, e agora vem com esse Bolt.

    • Apopololo

      Esse estilo de carro vai se dar melhor na Europa.

      • No_Name

        Esse Bolt até o momento é o Chevrolet mais bonito dos últimos lançamentos da marca. Era de se esperar que os europeus (que têm bom gosto) iriam optar por ele hehe.

    • Mumm Rá

      Ela é brasileira: Não desiste nunca além de gostar de uma mamata do governo

    • MarcioMaster

      Falhou?? Para mim só falhou em não trazer para o Brasil.

      • th!nk.t4nk

        Cara, o carro tem fama de pegar fogo à toa nos EUA. Falhou miseravelmente.

    • Martini Stripes

      Assista aos Documentarios: Quem matou o carro elétrico? e The Revenge of Electric car
      ambos no Netflix, é bacana.

      • David

        Carros eletricos estao ai desde os anos 1930. O problema e que a facilidade de renovar uma energia que te leva por 500 kilometros sempre foi mais pratico no posto de gasolina. O carro de combustao interna pode ser consederado por muitos como antigo e poluiente mas ainda e economico com manutencao muito mais em conta. Nao vejo o eletrico passando esses motores a gasolina. O unico que pode destrona no meu ponto de vista seria o hidrogenio pois esse tem recarga rapida e uma boa autonomia. Aqui no Brasil teria que rever muitos conceitos para que o automovel eletrico se tornase viavel. Nos EUA existe um desconto enorme, algo em torno de $9500 dolores pra quem mora na California. La eu acredito, aqui enquanto existir essa mentalidade do PT pode esquecer pois os intersses sao multiplos sem dizer que falta energia eletrico no Brasil.

        • Martini Stripes

          Então, a maioria das pessoas só roda mais que 60km dia em viagens. Disse a maioria! O que daria tempo perfeitamente de carregar o carro a noite, ou no estacionamento que fica parado o dia todo.
          Manutenção de motor elétrico é quase zero. É manter rolamentos ok, graxa, e escovas. Se queimar um motor, talvez fique caro, mas é bem robusto. Vc viu os documentários?

    • David

      Como assim falhou com o Volt? Vc ja viu o Volt nova geracao? O carro e extremamente lindo. O Volt e mais hatch enquanto que esse Bolt e mais SUV.

      • th!nk.t4nk

        Falhou = micou. O carro ficou com a fama de pegar fogo do nada.