Mercado

Os carros automáticos mais econômicos até R$ 100.000

vw-up-2-portas-imotion-impressao-32

A oferta de carros automáticos até R$ 100.000 é interessante, embora boa parte deles seja automatizada. Sabemos ainda que há compactos e utilitários que não dispõem de opção automática. Mas se você já viu quais são os mais baratos até R$ 100.000, agora pode conferir os mais econômicos.

Tomamos como base o consumo com gasolina, visto que ainda existem opções abastecidas somente com o derivado de petróleo. A média é a divulgada pela marca e também aquela indicada pelo Inmetro. Os valores são correspondentes aos consumos na estrada e na cidade, fornecendo assim a média geral. Os automatizados foram separados para melhor observação.

Confira abaixo os carros automáticos mais econômicos até R$ 100.000:

Automáticos, CVT e Automatizados de dupla embreagem

1) Toyota Etios 1.5 AT – 13,55
2) Honda City CVT – 13,40
3) Honda Fit CVT – 13,20
4) Ford Fiesta 1.6 Powershift – 12,65
5) Toyota Etios 1.3 AT/Suzuki S-Cross CVT – 12,55
6) VW Golf 1.4 TSI Tiptronic – 12,50
7) Honda Civic 1.8 AT5 – 12,45
8) Toyota Corolla 1.8 CVT – 12,30
9) Kia Picanto 1.0 AT – 12,25
10) VW Jetta 1.4 TSI Tiptronic – 12,10
11) Hyundai HB20 1.6 AT6 – 11,95
12) Honda Civic 2.0 AT5 – 11,75
13) Toyota Corolla 2.0 CVT – 11,60
14) Nissan Sentra 2.0 CVT – 11,55
15) Suzuki S-Cross CVT AWD/Hyundai Elantra 2.0 AT6 – 11,45
16) Ford Focus 2.0 Powershift – 11,35
17) Citroën C3 1.6 AT/Honda HR-V CVT – 11,30
18) Ford EcoSport 1.6 Powershift – 11,15
19) Chevrolet Onix/Prisma 1.4 AT6 – 11,10
20) Peugeot 308/408 1.6 THP AT6 – 11,05

Automatizados de embreagem simples

1) VW up! 1.0 i-Motion – 14,0 km/litro
2) VW Gol/Voyage 1.6 i-Motion – 12,15
3) Fiat 500 1.4 8V Dualogic – 12,00
4) Fiat Palio 1.6 Dualogic – 11,75
5) Fiat Uno 1.4 Dualogic – 11,70
6) Fiat 500 Cabrio 1.4 8V Dualogic – 11,50
7) Renault Logan 1.6 easy´R – 11,45
8) Fiat Grand Siena 1.6 Dualogic – 11,30
9) Fiat Punto 1.6 Dualogic/VW Fox/SpaceFox 1.6 i-Motion – 11,00
10) Fiat Weekend 1.8 Dualogic – 10,95





  • foraunimedglobo.

    Etios automatico é o mais economico

    • cepereira2006

      Interessante que o 1.5 AT é mais econômico que o 1.3 AT.

      • GPE

        E significativamente mais econômico

        • Do que adianta o Onix ter 6 marchas, se vem com motor jurassico, alem de custar 6 mil reais a mais, reprovado no latinncap, e para completar vem com vidros a manivela. kkkkkk. Etios automatico, o mais economico e barato do mercado, da-lhe Toyota, prevejo o Etios subindo no ranking de vendas. o/

          http://www.noticiasautomotivas.com.br/os-carros-automaticos-mais-baratos-do-brasil/

          • MMM

            Eu entendo. A questão aí é de motores, o bom da Toyota contra o ruim da GM. O câmbio de 6 marchas não consegue fazer milagres no consumo. Se o Onix tivesse um bom motor, seria um bom carro. Se o Etios tivesse um bom câmbio, também seria.

            • Ai que está a questao. O Etios é só o lider. Apenas dei uma bitucada aos que insistem em dizer que Onix ou Fiesta é muito melhor por ter 6 marchas e dupla embreagem, respectivamente. O Fiesta pelo menos está em quarto lugar, embora nao vou ficar comentando sobre o cambio defeituoso. Para os haters dos japas, os tres primeiros colocados são carros japoneses. Uhuu! kkkk. Não sou fanboy, ainda que pareça ser.

              • cepereira2006

                Cuidado, o que mais tem aqui é hater de japa, kkk

            • Edson Fernandes

              Só a exemplo o proprio Sonic com esse cambio é bem economico.

          • Ubiratã Muniz Silva

            isso não muda o fato que se o Etios tivesse um câmbio com mais marchas (ou então um CVT) seria AINDA melhor.

            • Tenho minhas duvidas. Pois se o consumo do automatico é quase identico ao manual, então o que o voce está dizendo é que com CVT teria consumo melhor que o Manual. Isso eu duvido.

              • Ubiratã Muniz Silva

                no uso prático e utilizando de condução econômica, donos de fit e city CVT (principalmente dos primeiros com motor 1.4) relatam consumo melhor que o do manual. já vi relatos similares de donos de Sentra (tanto da geração anterior, quanto da atual) também. Tanto é que uma das principais reclamações dos donos de Fit de 2ª geração era o câmbio automático (que segundo os donos deixava o carro muito beberrão quando comparado aos antigos com CVT), e depois a Honda voltou com o CVT.

                o fato é que as relações “infinitas” do câmbio CVT permitem que o motor trabalhe em seu regime de maior eficiência (desde é claro que o sistema todo seja bem calibrado e – principalmente – o motorista saiba usar desse “recurso”).

                tô bem curioso pelos nissans. Só não vou trocar o meu por dois motivos: }
                1 – ainda tenho 1 ano de garantia no carro; 2 – nunca compro nenhum modelo com grande modificação mecânica recém lançado;

              • Cristiano_RJ

                Pode até ser que não fizesse a diferença no consumo, mas com certeza melhoraria o desempenho (anda junto com o Onix) e a dirigibilidade.

              • Edson Fernandes

                O Fluence ao menos com cambio CVT tem consumo similar e por vezes superior ao cambio manual.

            • Caio Ferrari

              O HB20 AT4 é tão econômico quanto o AT6….

          • Marcelo Ceno Dutra

            Esse câmbio do antigo Corolla consegue fazer milagre

      • Ubiratã Muniz Silva

        dentro do esperado. o 1.3AT, por ser menos potente, sofre mais com o câmbio automático, e consequentemente vai gastar mais.

        Todavia, o 1.3 manual deve ser bem econômico viu.

      • PEDAORM

        Para ter o mesmo desempenho, o motor do 1.3 tem que girar em altas rotações, elevando o consumo.

      • Carlos Henrique Kroeber

        o motor é mais eficiente e dá conta melhor do peso do carro

    • BillyTheKid

      Isso que é um câmbio de 4 marchas. Seria melhor ainda se fosse um câmbio de 6 velocidades.

    • Ubiratã Muniz Silva

      vamos esperar o versa/march CVT? ainda acho que vai ser meio milagroso.

  • João Felipe Machado Silvestre

    a nossa captiva faz 9 na cidade e 13,5 na estrada…pra uma 2.4 com 185 éguas, tá ótimo!!!

    • fbl

      deve

    • GPE

      Amigo, 1 de abril passou. 9km/l na Captiva 2.4 só ladeira abaixo. 2 amigos tinham esse carro e nunca passaram de 6. Já tive um Cruze, q pesa mt menos e tem motor 1.8 ecotec (similar ao da Captiva, só q reduzido) e p fazer 8 era só em fim de semana. P chegar a 13km/l na estrada tinha q andar, no máximo a 110km/h.

      • Rodrigo Alves Buriti

        Depende muito do trajeto/trânsito, aqui antigamente num fox imotion eu fazia 9,5km/l indo para a universidade, já minha mãe quando ia ou voltava do trabalho não passava de 5.5km/l por causa do trânsito.
        Só resta saber como é o pé dele e o “trânsito”.

        • Filipe Augustus

          Meu amigo fazia 10, 11 com a Tucson, 2.0 automática, e dizia que era na cidade, só que ele vinha pelo rodoanel trabalhar todo dia, aí é obvio que faz, Minha Fielder faz em torno de 8 com ar ligado, mas no transito esquece, já calculei até 6 por litro.

        • GPE

          Colega, vc entendeu qnd eu disse q com um Cruze, q é obrigatoriamente mais econômico q uma Captiva, conseguir 8km/l na cidade era um sacrifício? Agora imagine isso num carro com motor bem maior, mais pesado uns 200kg pelo menos, menos aerodinâmico e com pneus mais largos dizer q faz 9,5 na cidade. Isso é ruim de conseguir até com alguns populares

          • Rodrigo Alves Buriti

            Sim, só trouxe um caso prático de comparação de consumo x trajeto para um mesmo carro, no qual vivenciei por uns 2 anos seguidos.

            Agora, meu chefe no cruze MT fazia aprox 10km/l na cidade (era de Manaus-AM) de acordo com ele, só não sei o trajeto que ele fazia, apenas sei que ele fugia de horário de pico.

      • É, se for andando só em via expressa e em horários de bom trânsito, até vá lá. Mas mesmo os 13,5 de estrada estão muito supervalorizados. Só mesmo se for andando a 90 km/h em pista dupla e livre. Em situações normais, ou seja, trânsito urbano pesado e rodovias em pista simples e com trânsito médio, 5 a 6 km/l e 9 a 11, em cidade/estrada respectivamente.

        • João Felipe Machado Silvestre

          não forçamos motor, deixamos ele trabalhar em giros baixos…

          • Certo. Aí as médias apresentadas são viáveis.

            • João Felipe Machado Silvestre

              Ubaldir, além do que usamos ela mais pra viagens longas, aqui em sp moramos próximo a metrô e usamos muito taxi, além dela ser 6 marchas (até 2010 eram 4)…

        • GPE

          Perfeito

      • Luiz

        captiva 2.4 com injeção direta 7 na cidade 11,5 no asfalto a 110.

      • João Felipe Machado Silvestre

        não tenho por que mentir, sei o carro que tenho e PRINCIPALMENTE sei como dirigi-lo…

    • BillyTheKid

      Vale lembrar que as medições do Inmetro são piores que no uso real, esses carros da lista certamente são mais econômicos na realidade.

      • João Felipe Machado Silvestre

        verdade!!!

    • Zé Mundico

      Menos, menos……

      • João Felipe Machado Silvestre

        hahaha

    • th!nk.t4nk

      Captiva 2.4 fazendo 9 km/l na cidade? Só se for em Brasília, ou se tá olhando pelo consumo instantâneo. Esse motor é super beberrão.

      • Franco da Silva

        Nessas horas sempre lembro que no lançamento do up! um blog famoso, sediado em Brasília, fez um “teste” do carro no circuito “urbano”. Só tinha avenida de 3 pistas, vazia… deu 18/L. Sim…! Vem aqui em casa, no anda-e-para a cada 50 metros, pra ver quanto dá!

        • João Felipe Machado Silvestre

          realmente, brasília é uma delícia de dirigir e o consumo vai lá na lua…aqui em sp cai bastante pelo imenso tráfego da cidade, mas, como usamos ela exclusivamente para viagens com ECON ativado e cruise control, conseguimos essas médias de 9-13,5 (urbano-rodoviário)

      • João Felipe Machado Silvestre

        sp-bsb, trajeto que já fizemos algumas vezes com ela, média 13,5

        • Edson Fernandes

          E para vc ver… eu faço no Fluence (fiz nesse fds para ser especifico) 11,5km/l no alcool na media limite da via 110km/h.

          Nem eu acreditei, mas foi tbm usando o cruise control.

          • João Felipe Machado Silvestre

            Nós também fazemos essa média no cruise control…CxB muito positivo!!! Saímos de um Idea 1.6 que fazia 8-14(cidade-estrada) pra um 2.4 com essa média de 8/9-13,5…penso até em fazer um “Opinião de dono” se for possível…deixa só eu voltar de uma (nova) viagem pra orizona/bsb e eu combino com vcs pra fazer o Opinião!!

            • Edson Fernandes

              Tranquilo!
              Quanto ao Fluence, foi espetacular o consumo. Não conseguia fazer mais que 10,5km/l no alcool e ele agora faz isso.

              Para mim foi sensacional. Considerando meu carro anterior que tinha o costume de fazer de 12 a 14km/l de alcool na mesma circunstancia, achei que por ser um carro automatico 2.0 e com ar ligado (o C3 tbm ia com o ar ligado) muito bom! Confesso que é ruim na cidade (não chega no seu consumo) mas na estrada tem me impressionado.

              • João Felipe Machado Silvestre

                é tudo questão do pé…pé de pena, pé de chumbo…nós dirigimos ela muuuuuuuito tranquilo, raramente damos aquela “puxada” mais nervosa…então é bem tranquilo o consumo dela…

    • Uislei

      Captiva fazendo 9km/l na cidade? Só se for em BRB ou com kit GNV.
      Em cidade com muitos aclives (como Salvador), se ela fizer 7 é pra o dono se ajoelhar e louvar.

      • Marco Antônio

        Vem pra BH fazer essa média.!

      • João Felipe Machado Silvestre

        nós não pegamos muitos aclives, aqui em sp fazemos tudo (ou quase tudo) de metrô/taxi. Temos ela para viagens longas na função ECON ativada. Até 2010 ela era vendida com at4, a nossa já é at6, então o consumo dela é realmente mais baixo!!

    • Bruno Wendel Marcolino

      Cara, ela faz essa média guinchada?

      • João Felipe Machado Silvestre

        não, sabendo dirigir…

        • Bruno Wendel Marcolino

          se é bixaum ein!!!!

          Acho que só tu sabe dirigir então kkkkkk

          Meu colega aqui falou que a dele nunca passou de 8,5 km/l andando atrás de caminhão.

          • João Felipe Machado Silvestre

            “bixaum”? Tá faltando um pouco de português pra você, hein? Mas, assalto à língua portuguesa à parte, usamos esse carro em sua maioria para viagens longas (sp-bsb…sp-orizona goiás)…Isso sem contar que as revisões são feitas conforme necessário, troca de fluídos também na hora certa, pressão de pneus, deixamos sempre o motor trabalhando em giros baixos e com a função ECON ativada…Carro regulado e ajustado faz mais do que o esperado…Não tenho porque mentir, não sou pago pela chevrolet para defender seus produtos, sou apenas usuário de um de seus veículos…

            • Bruno Wendel Marcolino

              sim, faltou as aspas para informar que era sarcasmo na palavra que escrevi errado de propósito, mas ok cara, só nunca vi alguém conseguir essa média com uma Captiva.

              • João Felipe Machado Silvestre

                Não precisa de sarcasmo, se tem alguma dúvida, ou conhece alguém com números de consumo divergentes, comenta…Aqui é um blog automotivo, onde cada um conta a sua experiência com seu veículo, e essa é a nossa!!! Estamos com o carro há quase 1 ano, muito felizes. Não sei onde mora, mas, aqui em são paulo, fazemos tudo ou quase tudo com metrô/taxi. Temos a Captiva para viagens longas, como essa que faremos agora (hoje) pra Goiás/Distrito Federal. Todas as vezes que usamos ela, tivemos essa média de 9 na cidade e 13,5 com ar na estrada. Saímos de um Idea 1.6 que fazia 8-14…litragem 1/3 maior e consumo equivalente ao Idea…Novamente, não tenho porque mentir…Sempre ouvi que, de fato, a Captiva era gastona, mas, imagino que seja modelos até 2010, a nossa é 2011, já com 6 marchas. Talvez o carro desse seu amigo seja 4 marchas, aí ela, de fato, bebe mais que o Lula em festa junina!!! Grande abraço!!!

    • afonso200

      Azera V6 2011 6,7km/l na cidade e 13,7km/l na estrada a 80km/h e cruise control ligado….AC sempre ligado 100%

      • João Felipe Machado Silvestre

        entre 8 e 9 na cidade e 13,5 estrada a/c ligado e cruise control

      • Matheus Lelis

        Como consegue andar de 80 km/h em um azera?

    • Derek Chatter Phenon

      TA OTIMO PRA UMA CAPTIVA, TENHO UM PUNTO 2016 1.4 , ACREDITEM SE QUISER.. ELE FAZ 6 NA CIDADE COM O AR LIGADO…. :(

      • João Felipe Machado Silvestre

        tá ótimo mesmo…é um carro que eu recomendo!!!

    • IRA

      Está ótimo. Com o C4 Lounge 2.0, faço 6 na cidade (com ou sem ar) e na estrada, no plano a uns 85 km/h no máximo, mas com ar ligado, 14 km/l.

      • João Felipe Machado Silvestre

        putz…não sei diferença de custo na prática entre c4 lounge e captiva…não conheço muito bem os carros da citroen, mas, se tiver a possibilidade e o orçamento, recomendo captiva mas apenas de 2011 pra frente, quando ela passou a ser 6 marchas!!

  • Alex

    March e Versa com CVT vem ai!

    • th!nk.t4nk

      Pena que zoaram com o visual do Versa. Mas o March tá na direçao certa.

      • Bruno Wendel Marcolino

        Eu gostei do Versa, principalmente o Unique.

        • th!nk.t4nk

          Nao consigo aceitar aqueles faróis. O carro em si tem um custo x benefício ótimo.

        • Marco Antônio

          Só acho que o interior deveria ser Bege. kkkk Mas eu vi um ontem na rua, dei a velha espiada deselegante da viseira de cavalo. E até que o interior melhorou em relação ao mexicano, pelo menos visualmente.!

          • Bruno Wendel Marcolino

            É, o interior bege seria bacana. Poderia ter as duas opções de acabamento, pois tem gente que não curte.

            • Marco Antônio

              Verdade, a minoria da minoria que curte um tom mais claro de interior.!

          • Ubiratã Muniz Silva

            deveria ter a opção de bege, não ser a única. nem todo mundo curte.

            já que a idéia é economia de escala eles colocam o que agrada mais gente né.

            mas na real, é só não comprar o unique, pegar um SL padrão e colocar o couro na cor que quiser.

            • Marco Antônio

              Pretinho básico ta bom também. Importante é não ser fresco.

      • Franco da Silva

        A primeira versão não era linda, mas tinha bom preço e dava pra encarar (quase levei um no lançamento, não fosse o péssimo atendimento da concessionária), mas esse facelift piorou as coisas. Depois ainda colocaram o 1.0 pelo preço do 1.6…

    • lheu

      vêm? quando?

  • Douglas

    Pare quem tanto reclama de câmbio de 4 marchas, está ai, o mais econômico só tem 4 marchas.

    • ViniciusVS

      Corolla era a mesma coisa, mais economico da categoria.

    • Lorenzo Frigerio

      O escalonamento é bem feito. Fábricas francesas e a Fiat têm mania de câmbio curto, é aquela gritaria e consumo na estrada.

      • João Cagnoni

        Meu francês chega a quase 140km/h de segunda e você fala que o câmbio é curto?

        • Rod

          GT by Citroen?

    • invalid_pilot

      Mas imagina o cara chegando no bar e discutindo com os amigos que o carro dele tem só 4 marchas e nao 9 como um cambio moderno…

      • Marco Antônio

        É verdade, no Bar a virilidade do cidadão é posta a prova. Se beber menos que os demais, ou ter menos marchas no carro… acabou. kkkkkkk

        • invalid_pilot

          Pior que conheço gente assim, não com carro ,mas com celular e outras coisas… Sai pra conversar e sai falando das especificações do que tem e acha que é a melhor coisa do mundo kkkk

          • Marco Antônio

            kkkk eu nem ligo sabe, tem gente que necessita estar por cima, ou aparentar estar. kkkk

            • invalid_pilot

              Sim!! Eu compro o que julgar ser melhor ao meu bolso e ao meu gosto e que se dane o resto

              • Marco Antônio

                Apoiado.

        • Mas isso se você estiver no bar com colegas homens. Se estiver bem acompanhado (com mulher) aí muda a coisa kkkk

          • Marco Antônio

            kkkkk Verdade. To lá me lixando pra que o cara vai achar do meu carro lá no Bar. Quantas marchas tem, ou deixa de ter. Frescura.

      • lheu

        No bar vão falar que homem que é homem tem carro manual…

    • Zé Mundico

      Carro pequeno não precisa de mais de 4 marchas bem escalonadas.

    • KevinGR

      Ainda sim se tivesse 6 marchas seria ainda mais econômico e de quebra teria aceleração e retomadas mais rápidas e maior velocidade máxima.

  • Darwin Rigamonti

    Renegade diesel sport de 99 mil não entra?

    • Está tabelado no preço inicial de R$ 105.990. Passou de R$ 100.000 faz algum tempo.

  • Rafael Otero

    Cambio powershift ate onde sei é automatizado tbm!!

    • lheu

      mas é de dupla embreagem, conforme separado pelo autor do texto

      • Uber

        E não continua funcionando como um automatizado?

        • AlemãoMoreira

          Veja que o autor separou por “Automáticos, CVT e Dupla Embreagem” e “Automatizado”.

          • AlexM

            Classificação errada. O sistema de dupla embreagem sempre será automatizado.

            • Mauro Schramm

              Mas do ponto vista de uso, uma transmissão DCT tem comportamento mais parecido com um AT do que com um automatizado de uma embreagem.

            • Cristiano_RJ

              Tecnicamente falando os câmbios DCT não poderiam ser chamados de automatizados, porque simplesmente não existem câmbios manuais de dupla embreagem. Eles já nasceram automáticos. Mas é apenas uma questão semântica. O importante é você saber que, embora guarde algumas (poucas) semelhanças no princípio de funcionamento, a dirigibilidade dos DCT é muito superior à de qualquer automatizado monoembreagem, automático convencional ou CVT.

      • AlexM

        Classificação equivocada.

        • lheu

          concordo! mas não fui eu quem classificou

  • Bikudin

    Tem coisa errada ai, o Powershift não é automatico, nenhum cambio de dupla embreagem é automatico

    • Zé Mundico

      Se não é manual, é automático. Não existe ‘meio-manual” nem “meio-automático”.
      O que existe são processos diferentes com o mesmo objetivo, assim como existem diferentes maneiras de se fazer a mesma coisa.

      • Bikudin

        Automático é uma coisa, automatizado é outra, será q vou precisar desenhar?

        • Zé Mundico

          São coisas diferentes com o mesmo propósito. Será que vou ter que usar lápis de cor?….kkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Bikudin

            Até q em fim, agora vc explicou melhor

        • AlexM

          Exatamente. Brasileiro adora elevar o automatizado ao status de automático.
          Cada sistema tem suas vantagens, mas deve ficar claro para o consumidor o que ele está levando para casa.

          • Bikudin

            Verdade

        • Do ponto de vista técnico sim. Mas do ponto de vista de mercado não, pois ambos trocam as marchas sozinho , por sistemas diferentes. É como um velocímetro que pode ser digital ou analógico. Funcionam de forma diferente mas ambos fazem a mesma coisa , mostram a velocidade.

    • th!nk.t4nk

      Todo automatizado é automático. O sistema muda, sim, mas o resultado é o mesmo pra definiçao de “automático”. Só no Brasil mesmo pro povo ter preconceito com dupla embreagem, caramba.

      • Bikudin

        Eu jamais trocaria um automático por uma automatizado, seja de simples ou dupla embreagem. Se fosse tão bom assim Honda e Toyota ja tinha de velho. E não é preconceito, só ver o site reclame aqui, nem preciso falar mais nada.

        • Mauro Schramm

          Tenho um Fiesta PS e estou mais feliz do que pinto no lixo. hahahaha

        • A Honda do Alonso tem dupla embreagem e 8 marchas.

        • Honda e Toyota não usam, mas Porsche, Lamborghini, Ford, Mercedes, Audi, BMW… Sim…

        • Thiago

          Não custa lembrar que o corolla acelerava sozinho e chegou a ter as vendas suspensas em razão de decisão judicial, fato que nunca ocorreu com nenhum carro no Brasil nos últimos 20 anos.
          E o recall dos air bags? Vocês colocam a culpa na Takata, mas e a qualidade Toyota que vocês alegam ser melhor que a dos outros?
          Tudo farinha do mesmo saco.

          • Ernesto

            Se não me engano, o Corolla não acelerava sozinho. O que ocorria era que o acelerador prendia no tapete, ou algo assim. Até por isso que os tapetes começaram a vir com uma presilha para fixá-lo.

          • Matheus Lelis

            Independentemente quem é o fornecedor, a toyota ou qualquer outra que tem que verificar a qualidade de suas peças usadas em seus carros. Mas como aconteceu com a toyota, é culpa da Takata, se fosse outra montadora, a culpa seria da montadora.

        • Matheus Lelis

          O critério pra dizer se um produto é bom ou não é ver se a honda ou a toyota usa?

        • PEDAORM

          Não é bom porque Honda e Toyota não usam? Kkkkkkk não sei por onde começo a risada.

    • Bruno Wendel Marcolino

      É automatizado de dupla embreagem, diferente dos automatizados normais e mais eficiente que automáticos normais. Eles só separaram os automatizados que são os piores.

      • Bikudin

        Pode ser, mas não deixa de ser automatizado. Eficiente? Não mesmo

        • Bruno Wendel Marcolino

          “Eficiente? Não mesmo.”

          Como assim? O carro além de ser econômico deixa o carro com desempenho muito superior e trocas mais rápidas, o equilíbrio entre desempenho e consumo é muito melhor nos automatizados de dupla embreagem.

          Além disso, para nós brasileiros ainda é uma tecnologia nova e é normal ficar com pé atrás quando algo novo surge ou uma mudança de pensamento é necessária para aceitar um produto.

          É só lembrar do Carburador x Injeção, 8v x 16v, etc, vários ficaram com pé atras…

        • Rodrigo Alves Buriti

          Só em não ter o conversor de torque (vulgo ladrão de potência) já o torna, teoricamente, mais econômico.

          • Bikudin

            É mesmo, pq será q o Etios e Honda estão na frente em economia???

            • Rodrigo Alves Buriti

              Tem muita coisa envolvida, curva de potência/torque, massa do veículo (como comparação, um N Fiesta pesa uns 1160kg e um Etios menos de 1ton), bloqueio do conversor, pneus (pressão, composição, largura, desenho), aerodinâmica, escalonamento do câmbio e gerenciamento (num antigo sandero AT4 de mãe, quando ia no modo manual ganhava até 1.5km/l na cidade comparado ao modo automático).
              Então câmbio por câmbio, teoricamente um Dupla Embreagem se sai melhor, porém ele só não faz milagres.

        • Mauro Schramm

          Pela lista apresentada, pode-se dizer que o câmbio DCT é sim eficiente, assim como o sistema CVT.

          Fiesta e Fit (usuários dos dois sistemas, respectivamente) ficaram atrás apenas do surpreendente Etios, que pesa uns 150Kg a menos.

          Note que HB20 e Onix (carros com sistema AT6) ficaram atrás no ranking, mesmo sendo marginalmente mais leves que a dupla da Ford e Honda.

          • Bikudin

            O CVT está tão atrás q a Nissan lançou o March e Versa e a GM tb esta querendo lançar CVT no Onix, porque será heim???

            • Mauro Schramm

              A Nissan sempre foi useira e vezeira do CVT, que é um ótimo sistema.

              Temos um Fiesta PS e um City CVT em casa. O único reparo que faço ao CVT do City é a lerdeza na arrancada. Nesse ponto, o Fiesta é bem melhor.

          • Thiago

            Vale dizer que o CVT é muito eficiente em trânsito com fluxo razoável, mas bebe mais que automático convencional no anda e para, por manter o giro do motor acima do necessário.

            • Mauro Schramm

              Não tenho conhecimento suficiente para opinar. Mas pelas minhas observações posso afirmar que o City CVT trabalha em um regime de rotações muito baixo no trânsito urbano.

              • Thiago

                Note que isso com o carro em movimento. No anda e para, ao sair da inércia o tempo todo, ao pisar no acelerador para se mover, o carro usa inicialmente um giro mais alto.

        • PEDAORM

          Amigo, eficiencia é palavra chave no conceito do cambio automatizado dupla embreagem. Menor peso, sem puxar força do motor com trocas super rápidas.

          • Bikudin

            Pode ser, menos peso, sem usar força do motor, trocas rápidas, e defeitos rápidos q vc esqueceu de dizer pois um automatizado se troca embreagem a cada 60 ou 70 mil, q seja um pouco mais, coisa q em um automático, q no caso ja vi, trocando oleo no tempo certo pode ficar sem abrir por mais d 250 mil km, e pode acreditar, trocar uma ou duas embreagen de um automatizado é uma paulada feia e em menos tempo então pra mim esse tipo de cambio tem eficiencia enquanto está funcionando depois disso, hummm.

            • PEDAORM

              Ai voce ja esta falando de manutenção, nada haver com o quesito eficiência que você levantou.
              Mas sobre esse assunto, vamos lá:

              Segundo os fabricantes, como os modelos DSG ou S-Tronic e o PowerShift, NÃO precisam de manutenção até o fim de sua vida útil, estimada em mais de 200 000 km, enquanto um câmbio manual precisa de uma troca de embreagem em menos da metade desse tempo. Porém na prática, a teoria pode ser outra.
              Alguns sistemas de dupla embreagem estão durando menos que o previsto devido ao uso muito severo, como acelerações bruscas, transito pesado ou segurar o carro na subida só no acelerador.
              Os defeitos mais comuns ocorrem por desgaste do conjunto de embreagens e pela elevação da temperatura do óleo do câmbio. Os sinais de defeito são marchas que não engatam ou patinam ou mesmo o travamento do câmbio

              Então, caso aconteça esse desgaste prematuro da embreagem, o consumidor esta coberto pela garantia do carro, como ocorreu em diversos modelos da Ford, se estiver fora da garantia é bomba mesmo.
              Mas essa troca nesse período que você citou não é prevista pelas montadoras, e só acontece em casos pontuais. Conheço quem tem A3 do modelo anterior desde 2009 e nunca precisou mexer no cambio. Troca de embreagem a cada 60 mil km é mito.

    • AlemãoMoreira

      “Automáticos, CVT e Dupla Embreagem”

    • Thiago

      Só pra lembrar que o Golf TSI nacional é 6AT.

  • Bikudin

    Acho q estou desatualizado nem sabia q tinha Etios AT he he he

    • Andrew B.

      Lançamento semana passada.

      • Bikudin

        Então, acabei de ver no Carplace a pouco e achei legal.

  • Jônatas Abreu

    Chora no colo da Toyota haters

  • Rafael

    Estava esperando essa reportagem. No lançamento do Etios AT até tinha sugerido, por coincidência ou nao esse tema. Aguardando consumo do March e Versa Cvt

    • Marco Antônio

      Bicho, eu acho que vai surpreender no quesito consumo.

  • Leandro

    Vale lembrar que esses valores sao a media entre estrada e cidade, parece que nem todo mundo leu isso… Na estrada o consumo é menor ainda, dependendo do pé. Meu focus 2.0 se segurar a 100 km/h chega a fazer 16 e até 17 km/l. Na cidade que o consumo aumenta muito, fazendo entre 7 e 8 km/l. Valores na Gasolina.

  • Bruno Wendel Marcolino

    O Etios é uma boa opção de compra sim, ao contrário do que muitos falam.

    É econômico, tem motor esperto, revisões baratas(só perde pro March), é feio? Com certeza não é um carro para se apaixonar pelo visual e muito menos ser um sonho, mas dizer que é feio, terrível, lixo, etc etc é forçar a barra.

    Lembrando o seguinte, até dois anos atrás tínhamos em linha Uno Mille e vendia, Gol bola ficou até 2008 no mercado fazendo o pessoal acreditar que já estava na 4º geração, quando não passava da segunda, então acho que pelo menos o Etios é aceitável, por mais que parece desatualizado perante alguns concorrentes.

    Agora a ressalva, o Picanto continua sendo o único 1.0 com cambio AT de verdade?

    • Franco da Silva

      Já começo a achar o visual do Etios um diferencial. Nunca vai ser o carro da moda, não vai ficar muito visado. Vai entrar pra lista na próxima troca…

    • Daniel Barros

      Bruno, não estamos em 2008. O carro é muito feio mesmo, já o vi pessoalmente. E mesmo que tenha seus méritos, uma coisa não encoberta outra. Então da pra falar que o carro é feio, terrível (no visual). Falar que é um lixo sim, é forçar a barra.
      Não da pra justificar a feiura de um com a feiura de outros.

      • Bruno Wendel Marcolino

        Eu também já o vi pessoalmente e não achei feio, só achei normal.

        Isso é subjetivo, por isso disse que não dá pra chamar de feio, terrível e lixo pois isso é generalizar, achando que todos vão ter a mesma opinião.
        Acho que é um carro com mais pontos fortes do que negativos e não quis justificar com o Gol ou Uno Mille, até porque acho o Uno atual mais feio que o Etios por exemplo, porém o Gol e Mille na minha opinião tinham mais ponto negativos do que positivos, foi essa comparação que quis fazer.

        • Marco Antônio

          Amigo, vi um etios cross amarelo, e foi pavoroso.! QUe aberração. Detalhe, ontem foi o dia de ver aberrações. Vi um Uno “college”, aquele que tem um adesivo de ziper nas portas, um march vermelho com aquele kit colors que deixa uns candango branco… Achei que eram só aberrações de internet. Mas eles existem na vida real.!

          • Bruno Wendel Marcolino

            A sim, essas versões são tenebrosas mesmo, não se restringe só ao Etios…

            • Marco Antônio

              Quem dera fosse só com o Etios. kkkkk As aberrações são gerais.l

          • Mr. On The Road 77

            Pior que o amarelo, só o Cross laranja. Carro mais feio do Brasil.

            • Marco Antônio

              Noss. Que tragédia. AInda bem que Deus teve piedade dos meus olhos.!

  • Louis

    O interessante é ver que o dupla embreagem, que todos falam que tem menos perda de energia, ficou atrás de automáticos com conversor de torque.

    • th!nk.t4nk

      Compare o peso dos carros. O automatizado de dupla embreagem é sempre mais econômico sim, isso é fato. Mas nao adianta se o motor é beberrao ou se o carro é mais pesado (fora o próprio ajuste de relaçoes, do motor, potência, etc).

      • O pessoal comenta como se o câmbio de 4 marchas fosse mais econômico que o de 6. Desprezam peso do carro, aerodinâmica, potência do motor…

        • PEDAORM

          Só usam as variáveis que lhes convém. Imagina esse Etios com DCT6.

    • Leandro

      Tem que levar em conta o peso do carro e motorização…

    • Mr. On The Road 77

      Imagina o Etios com CVT, 6 marchas ou dupla embreagem.
      Seria ainda mais econômico.
      Pra mim, esse é o X da questão.

  • João Cagnoni

    Se não fossem Flex, veríamos um consumo superior.

    • cefaf

      Inferior, né?

  • Jaspion

    podiam ter colocado o preço…

  • V12 for life

    Que milagre tem Chevrolet na lista, e não é o último.

    • Bruno Wendel Marcolino

      kkkkkk

    • Mauro Schramm

      Está em penúltimo, junto de carros maiores mais pesados.

      • V12 for life

        Por isso a piada.

    • Marco Antônio

      Acho que está lá por falta de opções e limites, tipo um top 10. kkkkk Já é difícil achar 10 modelos automáticos. kkkk

    • Cristiano_RJ

      Era só liberar o limite de R$ 100 mil e o Onix sairia da lista, perdendo para carros bem mais caros, maiores e mais potentes. rsrsrs…

      • PEDAORM

        Ideal seria a lista dos 20 mais econômicos do Brasil.

  • Luis_Zo

    De uma maneira geral, todos são automáticos, se tratando da forma como a troca de marchas é feita.

    De maneira mais específica, os de dupla embreagem não deveriam ser considerados “Automáticos” (da maneira tradicional que tratamos), mas sim Automatizados.

    It can fundamentally be described as two separate manual transmissions (with their respective clutches) contained within one housing, and working as one unit. (wikipedia).

    Basicamente mesmo conceito do Easy R, I-motion e Dualogic, mas com duas embreagens.

    Discordo da classificação acima. Ela parece ser mais separada por critério de conforto/preconceito do que técnico.

    • Mauro Schramm

      Os câmbios automatizados de uma embreagem são adaptações sobe câmbios de trocas manuais. Já câmbios de dupla embreagem são concebidos para trocas automáticas. Nunca ouvi falar de um câmbio de dupla embreagem com trocas manuais.

      • Luis_Zo

        Mauro,

        Câmbios automatizados de uma embreagem são concedidos para trocas automáticas, assim como todos os outros (menos CVT que não troca marcha). Por isso que falo, que em concepção, seriam todos Automáticos.

        Temos vários modelos de Alfa Romeu e BMW mais antigas com esse tipo de cambio por exemplo. Eu até brinquei em um posto em outro blog, tinha uma BMW que foi do Fitipaldi, se não me engano, e estava a venda, com cambio Automatizado de uma embreagem. Postei: ninguém vai reclamar que ela é “Dualogic”? Mas não, parece que esse fato é deixado pra trás por seletividade mesmo… igual a seletividade desse post, que como disse, me parece ser baseada no preconceito/conforto da tecnologia.

        Nos de dupla embreagem, a troca manual da pra fazer da mesma forma que em qualquer um dos outros tipos, dando um tapinha na alavanca ou usando as borboletas (pros veículos que têm esse recurso). Até o CVT emula uma “troca manual” – que de fato não existe na pratica.

        • Mauro Schramm

          Mas vale a ressalva de que os botõezinhos e “borboletas” não são trocas manuais. São apenas comandos manuais para o sistema eletrônico.

          • Luis_Zo

            Sim, note que a ressalva vale pras trocas dos Dualogic, I-Motion e Easy-R, não são trocas manuais, são apenas comandos para o sistema eletrônico.

            • Mauro Schramm

              Sim, mas eu me referia ao fato de que essas são transmissões manuais adicionadas de componentes eletrônicos e mecânicos que fazem a troca pelo motorista.

              • Luis_Zo

                Exato, assim como uma dual clutch são duas transmissões manuais, adicionadas de componentes eletrônicos e mecânicos… nem por isso são trocas manuais. Ou seja, mono clutch, dual clutch usam ambas engrenagens “tradicionais”, sem conversor de torque = automatizadas..

                • Mauro Schramm

                  Hahaha, voltando ao início: alguém já viu uma transmissão DCT com trocas manuais? kkkkk

                  • Luis_Zo

                    SIm, voltamos! haehaeaehaehae

                    Mauro, define melhor o que tu chama de “trocas manuais”, quem sabe não ajuda melhor a eu entender onde perdi o fio da meada na minha tentativa de explicação do meu ponto de vista?

                    • Mauro Schramm

                      Trocas manuais (by Mauro): uma alavanca é conectada com o sistema de engrenagens. Essa alavanca é movimentada pela mão do motorista. hahahaha.

                      O que eu quero dizer é que as automatizadas de embreagem simples substituíram a alavanca pelo sistema automatizado (que faz a troca pelos motorista), mantendo todo o resto. As DCT já nasceram sem a alavanca. Só isso. hahahaha

        • Mauro Schramm

          Haha, tem até a Lamborghini usou transmissão automatizada de uma embreagem.

          • PEDAORM

            Pagani usa até hoje.

            • Mauro Schramm

              Já pensou se o troço resolve dar tranco com motor de Lambo ou Pagani? Capaz de “desnucar” o motorista. hahahaha

  • Rodrigo

    Senti falta do 208 Griffe automático. Certamente custa menos que R$100 mil (ainda).

    • Jurandir Filho

      Acho que não foi testado pelo inmetro

    • Davi Millan

      Ele não foi testado pelo inmetro. Somente a versão manual já foi testada.

  • Decio Antonio Bozo

    Esse Etios eh mais feio que encoxa a mae no tanque

  • Mauro Schramm

    Essa transmissão AT4 da Toyota nunca fez feio frente à concorrência mais moderna nos tempos do Corolla. E não é que a danada casou bem também com os motores menores do Etios?

    • Davi Millan

      Eu, particulamente, prefiro um cambio automático de 4 marchas que um automatizado mono-embreagem, ou até mesmo o Powershift.

  • Hugo Cavalcante Silva

    Esperando os testes com o March e Versa CVT. Acredito que ficarão entre os primeiros nesta lista.

    • Marco Antônio

      Dois que acham o mesmo!

      • Mr. On The Road 77

        Outro que acho que será muito econômico será o 208 1,2T com AT6.

        • Marco Antônio

          Esse eu não acho, tenho certeza “bisoluta”, como diz lá na roça!

  • AlexM

    O Fiesta é automatizado.
    Há uma boa diferença em usar duas embreagens e um conversor de torque…

    • Mauro Schramm

      Do ponto de vista técnico, certamente. Do ponto de vista do uso, nem tanto.

  • pgoytaca

    Que estranho o City ser mais econômico que o fit. Mesmo motor e câmbio, o City apenas simula marchas no mesmo cvt, mas o sedã pesa um pouco mais.

    • Davi Millan

      Como ele usa média de consumo, o City na estrada deve ter um consumo melhor devido a aerodinâmica dos sedan que tendem a gastar menos em estradas. Ex.: New Fiesta Sedan x Hatch (ambos Powershift).

  • NandoDias9

    Tem muitas pessoas equivocadas aqui em relação a km/l na cidade, isto é julgado por km/h, nao pelo para e anda do carro devido ao transito da cidade, ora, claro que toda cidade tem morros e engarrafamentos, voces acha justo , julgar o consumo do carro pelos engarrafamentos e morros , ou julgar pela quilometragem permitida dentro da cidade, que é 40km/h?

  • Mateus Barbieri

    Prefiro motor jurassico como alguns dizem do que motores modernos que em um momento de pane nenhum mecanico conserta.

    • Que motor nenhum mecânico conserta?
      Estava para comprar um Vitara V6. Esse motor consideravam mico, porque é uma versão que não existe no EUA, o que dificulta encontrar peças (Dizem que até o Honda 2.2 da década de 80 você consegue se virar por tratar-se de um carro norte-americano). Pois bem, o motor foi reparado pelo meu antigo mecânico que também consertou o 2.8 de um Audi e motor do Eclipse da década de 90.
      Pois bem, motores antigos, fora de linha, tecnológicos, caros… Todos foram consertados. Qual seria o carro que tem motor difícil de consertar. Sinceramente eu não conheço.

      • Davi Millan

        Também não conheço essa dificuldade de consertar carros (achar peças no mercado nacional pode até ser se caso o carro for importado). O cara mora no meio do mato ou então só “mexanico”.

        • Sério, queria entender de onde as pessoas tiram algumas coisas. Olhe para o básico de um motor: Cabeçote, pistões, virabrequim, anéis de vedação, bloco… algumas peças são mais sensíveis, outras não precisam de manutenção, outras são fáceis de achar e atendem uma gama de motores de modelos e fabricantes diferentes… E algumas podem até ser feitas “por fora”, como pistões. As coisas tem custo diferente, mas um mecânico que repara um cabeçote 8V também repara um cabeçote 16V/12V. Claro, as coisas tem preços diferentes, resistências diferentes mas isso não traz uma curva de aprendizado anormal para um profissional. E se trouxer… Mude de profissional porque esse com certeza irá ferrar até carro 8V carburado. Periféricos são outras coisas… Mas a não ser que você tenha um Lexus ES 300 com problema no módulo de injeção você não terá dificuldade de encontrar. Vejo muito isso para defender a opção “conservadora” de Fiat e GM quanto a seus motores.

    • Carlos Costa

      Passei por isso..Meu gol g6 deu problema no módulo da injeção e apagou no meio de uma viagem..não consegui resolver o problema na cidade que estava e o carro precisou ser guinchado até a concessionária VW…

    • Luiz Felipe Mello

      É o mesmo que culpar uma mulher por ser estuprada, os “mexânicos” que se atualizem!

      • Mateus Barbieri

        tem locais que se esta que nao existe tecnologia pra consertar certos problemas, por isso prefiro motores antigos estou muito satisfeito com o meu jurassico VHT 1.6 que nunca me deu problemas

  • MarcioMaster

    Só os carros dos outros fazem boas medias, os meus,credo…

  • tiago

    Tenho um Palio Sporting Dualogic, e o meu faz 5.8 no alcool, tem coisa errada ai

  • Celso

    Curioso q o único 1.0 automático de fato é o Picanto. É um mercado muito pouco explorado q está aí de bandeja pra montadora que for inteligente.

    • Cristiano_RJ

      Câmbios automáticos convencionais “roubam” potência do motor e pioram significativamente o desempenho. Carros 1.0 não tem sobre de potência. Na verdade, tem é falta mesmo. Um 1.0 com um automático convencional tem desempenho sofrível, mesmo considerando o segmento. E ainda por cima, acaba prejudicando o consumo; única vantagem de um 1.0. Assim, embora reconheça a superioridade dos automáticos, penso que um automatizado acaba sendo uma opção mais racional para esse mercado de carros de entrada. Ainda de quebra custam menos. Para colocar um automático mesmo, tem que aumentar a cilindrada.

  • O_Domador_d_Xana

    Cara, essas médias estão fora da realidade, provavelmente a simulação de consumo feita pelo Inmetro deve ser semelhante ao trânsito do Distrito Federal, que é similar a de Rodovias. Não há outra explicação pra médias tão fora da realidade quando se trata de trajeto urbano.

    • Fora da realidade de quem?

      • O_Domador_d_Xana

        Citarei meu exemplo: meu carango é um civic 2.0, automático, cinco marchas (civic LXR) ,o consumo médio dele gira em torno de 6,9 a 7 km/L, realidade bem distante do que a reportagem cita (11,75 km/L).
        Um amigo meu tem um civic tb, mesma mecânica, ele residia no DF, lá o dele fazia próximo de 11 km/L, agora ele tá morando aqui em Belém/PA, carango dele ta fazendo 6,7 a 6,9 km/L.
        Outros amigos e conhecidos tem cruze, sentra, S10, Amarok, corola… todos automáticos, e nenhum destes, segundo seus respectivos donos, chega a 9 km/L. Sei que a reportagem fala de carros ate cem mil mais inserir outros aí pra demonstrar que até os movido a diesel nao sao econômicos.
        Por isso afirmo que essa simulação é transito estilo rodovia. Já as informações repassadas pela fabricantes não da pra levar a sério.
        Quiçá os modelos de menor cilindrada tenha uma diferença menos discrepante das informações inseridas na reportagem.

        • Guilhe

          Mas vc está comparando consumo na cidade com consumo misto (cidade / estrada) conforme dito no texto.

    • Ubiratã Muniz Silva

      eu já acho o contrário, as médias do INMETRO são piores que as que eu consigo no trânsito de brasília. rsrsrsrsrrs

  • Bikudin

    Por aqui se le cada chupetisse q não da pra acreditar.

  • Luccas Villela

    9) Kia Picanto 1.0 AT – 12,25
    Vergonha da nação, né? Eu tive um manual e o consumo era assim, beeeem menos do que esperava, principalmente comparado com o old picanto que minha mãe teve e com a modernidade desse kappa 1.0.

  • Retrato do Papai

    bingo! agora eu entendo porque a chevrolata* não participa mais dos testes de consumo do inmetro… onix e prisma 1.4 bebendo mais que civic/corolla/sentra/elantra/focus, todos 2.0

    * oferecimento: the sims

  • PEDAORM

    Parabéns a Toyota pelo ótimo consumo, mesmo com o cambio antiquado.

  • Marco Antônio

    Meu pai tem um versa sv 20132014 . Aqui em BH, que é morro pra tudo que é lado, andando bem na maciota e sem trânsito eu já fiz 11 km/l no etanol. Imagino as médias desses carros com CVT. BH – Santa Luzia (RM).



Send this to friend