Home Finanças Peça original para meu carro custa três vezes mais – por que?

Todo proprietário de um carro, quer novo quer bem velhinho, sabe que comprar peça de reposição na concessionária é a pior opção possível, financeiramente falando. É claro que os componentes originais, feitos pela empresa contratada pela fabricante para fornece-las, são as de melhor qualidade, mas na maioria dos casos, isso não justifica um valor absurdo cobrado por elas.

O site UOL Carros fez uma matéria ontem falando sobre isso, e mostrando quais são os argumentos que os fabricantes apresentam para cobrar muito mais caro. Primeiro, temos que especificar quais tipos de peças existem no mercado.

Temos a original, feita por alguma empresa fornecedora e com a logomarca da montadora estampada tanto na embalagem quanto no produto em si, depois temos a chamada genuína, que tem a mesma qualidade, mas não vem com a marca do carro, e finalmente as paralelas ou genéricas, feitas por outras empresas, geralmente com qualidade inferior.

Entre a peça original e a genuína, que são as duas únicas que devem ser consideradas por alguém que quer cuidar bem de seu carro, existe uma diferença grande, que chega a ser de 200%. Se uma peça genuína sai por 100 reais, a original custa 300, por exemplo.

Os gerentes de marketing das fabricantes automotivas citam que as peças que não são originais tem menor eficiência e duram menos, mas nem sempre isso acontece. Um amortecedor por exemplo. Se você comprar um de marca boa, ele dura tanto quanto um original.

O discurso das montadoras costuma ser o mesmo. Fala apenas da qualidade das peças e também da garantia. Afinal, se você coloca um item que não é original, perde a garantia. Na prática, se você tem um sedã médio com garantia de três anos de fábrica, e coloca um amortecedor comprado na loja da esquina, todo o conjunto da suspensão pode estar perdendo a garantia, pois se você tiver um problema, a concessionária colocará a culpa na peça que você trocou, mesmo ela não sendo culpada do problema.

Mas nem sempre adianta cobrar muito caro. As fabricantes notaram que peças originais com preços menores seguram o cliente, e fazem com que ele faça a manutenção na rede autorizada por mais tempo, o que também é garantia de mais lucros para as concessionárias.

Segundo a Anfape, o faturamento do mercado paralelo de peças foi de R$ 70 bilhões no ano passado. Ainda de acordo com a entidade, 61% dos proprietários dos 27 milhões de veículos que circulam no Brasil recorrem aos serviços de oficinas independentes.

E nessa história toda, existe o outro lado. Se você precisa de uma peça que é pouco solicitada, ou se você tem um carro que foi vendido em pequenas quantidades, não consegue achar peças paralelas para ele.

No meu caso, um Ford Mondeo 2004 não tem peças disponíveis nem mesmo na rede de concessionárias. Você liga em uma concessionária de uma cidade pequena como a minha e só acha peça pra Ford Ka e Fiesta, nada mais.

Nesses casos, a pessoa acaba tendo de encontrar uma solução nas concessionárias, em cidades grandes. Ou acaba apelando para comprar componentes no exterior. Recentemente comprei 4 amortecedores e 4 molas para meu carro no eBay da Inglaterra e paguei 1.000 reais. Aqui no Brasil teria pago mais de 3.500. E olha que foram peças de qualidade, como amortecedores Monroe Gold sei lá o que.

Os exemplos de peças citados pelo UOL dão conta de componentes que não são normalmente comprados, como o vidro traseiro. Ao passo que o parabrisa de uma Hilux SW4 sai por 350 reais, o vidro traseiro custa 1.200.

O parachoque dianteiro de um Nissan Tiida custa 339 reais, e o traseiro 722. Tudo por causa da saída do item.

O que você acha desses preços? Como costuma fazer para conseguir peças mais baratas para seu carro?



  • T. Motta

    Recentemente fui comprar uma lâmpada pro farol e comprei uma que o cara falou que era paralela por 10 pila. Fui olhar a lâmpada tem ISO 14.001… fazer o que, nem o vendedor sabia o que estava vendendo, a lâmpada é perfeita, não perde em nada para uma Phillips ou Osram que custam na faixa de 30…

    Tive a oportunidade de hoje mesmo comprar o Pivo da bandeija do Siena 2005. Dois, um por 35 e o outro por 42… deu pra sentir a diferença até mesmo no peso dos dois. Acabei levando o da TRW (mais caro), que está na outra bandeija a mais de ano e nunca me deu problema.

    O pior de tudo nem sempre é o valor das peças. Na Fiat Domani (Mato Grosso), uma pintura de 4 peças não sai por menos de 2.500 reais…

    Tem marcas que não são fornecedoras oficiais da montadora, mas fazem isso com outras (como a positron). Se ela se dispõe a fazer um produto para um veículo espontaneamente, o que haverá de ter de ruim neles?

    • Frank

      ISO 14.001 n é certificado de qualidade, mas sim de meio ambiente! :)

  • Jonathan

    É meu amigo na hora da manutenção ou de repor alguma peça, que tem um popular tem vantagens, seja pela facilidade em achar peças ou pelo preço, fica muito fácil!
    A vantagem de ter um popular é que em qualquer buteco de esquina se acha peças…

  • adriano

    importante eh saber qualidade da peca e nao se eh original balela

    • http://intensedebate.com/people/R2_ R2_

      Cara ja trabalhei em fabrica que era fornecedora… Te digo que as peças de reposição são feitas com uma série enorme de exigências e precisam atender diversas normas técnicas.
      Já as genericas, asvezes são da mesma fabrica, porem um lote que ficou "fora" das especificações, ou que por exemplo não atendeu 100% a uma norma de Dureza Minima…

      Eu não compraria qualquer componente genérico, talvez alguns mais simples… Mas mesmo coisas simples podem dar problema… Até um parafuso mal feito pode acabar soltando a sua lanterna traseira e causando um acidente, como ja sei que aconteceu heheeh.

  • Edu

    A melhor receita é essa.

    Compra-se um carro de seguro barato, ai se ele bater você manda pro seguro e eles compram tudo original e pronto.

    Quanto a peças de desgaste, usa se o mesmo exemplo anterior, porem você já compra um carro semi novo com no máximo 15 mil km, roda com ele 1 ,2 anos que é quanto ele terá por volta de 50, 60 mil km e precisará trocar algumas coisas de desgaste natural ( só troca óleo e filtro evidentemente) , nessa época você vende ele e compra outro semi novo e assim vai indo .

    Você anda sempre de carro novo e sem gastar 1 real com manutenção e problema com peças e tudo mais.

    • jr.

      Isso é que é respeito com o próximo a comprar o veículo e com os outros com quem divide as vias de tráfego. Tá de parabéns. Farinha pouca meu pirão primeiro.

    • Thor

      eu concordo com o Edu. Aos 60k km as manutenções passam a ser mais frequentes e dispendiosas. Tem um dono de oficina (isso mesmo!) que foi chamado pelo Best Cars para opinar sobre o Palio ELX Dualogic e que disse fazer praticamente a mesma coisa: comprar um carro novo e passar pra frente com 60k km para naum ter de ficar mexendo nele.

      Apesar de sair mais caro, vc naum fica com o saco cheio de ter de visitar oficina com frequência etc e tals.

      • Carlos Eduardo Guimarães

        Só queria saber da onde surgiu essa LENDA de que carro com mais de 60 mil km rodados dá manutenção! Tenho um palio 1.4 06, está com 100.000 km, está perfeito! As únicas coisas que gastei com ele até agora foram:

        – Óleo (3 litro a R$18,00)

        – Aditivo do radiador (7 reais o litro – acho q vão 2 litros)

        – Filtro de combustível (R$12,00)

        – Filtro de óleo (R$20,00).

        – 2 Trocas de correia dentada aos 50 e 100 mil km, (R$230,00 de peças de originais e R$120,00 de mão de obra). Ps: o manual indica troca da correia a 60 mil km.

        – Pastilha de freio (R$ 45,00).

        Agora se eu continuar com a manutenção preventiva, não faz diferença nenhuma se eu andar mais 100 mil ou 200 mil km. O gasto vai ser o mesmo!

        Comprei meu carro em março de 2006 por R$32.500,00, hj se eu for vender o carro, vão me pagar por volta de 20 mil (lojista e chorando muito), daqui a 5 anos se eu quiser vender ele, pode apostar que vai estar valendo os mesmos 20 mil ou até mais. Ps: Ainda sim considerando a inflação do período.

        Por isso não aceito esse argumento de q carro com mais de 60 mil km dá manutenção! Simplesmente dá a manutenção q tem q dar, tanto fazer ser aos 60, 120 ou 180 mil.

        Esse é o mesmo argumento de quem fala que o carro fazer 10 km/litro de gasolina e acha q tá bom demais, supereconômico! Nem com meu outro carro, um marea 2.4 00/01 consigo fazer um consumo ridículo desses!

        • Geane

          concordo que veiculo é dono…não quilometragem.Tenho um fusca com 28 anos,e só agora é que precisou fazer aparte de força do motor.trocar aneis de seguimento e só custou 300 reais.o cabo de velas ainda era original…detalhe…
          Sempre andei leve,e fiz a troca de oleo de ano em ano.veiculo para mim é apenas um meio de transporte nada mais…Já os carros que compre para minha filhas,logo apresentam defeito…
          logo quer dizer 5 anos depois…

    • Rafael

      hj em dia uma das primeiras coisas que pesquiso na hora de comprar um carro é o preço do seguro…
      algums modelos tem preços exorbitantes!!!

  • Cleber

    Eu acho que peças de suspensão,cambio e motor,tem que ser original mesmo,pois tive problemas com um carro que as peças de suspensão não eram originais,ou seja,paguei pouco mas tbem a peça não durou nem 5.000KM,agora qto peças como correias,velas e outras compro mesmo em loja de autopeças.Eu mesmo depois dessa ruim esperiencia deixei de trabalhar e usar no dia a dia um carro bom e mais caro,ou seja,comprei um carro mais antigo para bater no dia a dia,e desde 1998 ando de seg a sab com uma caravan diplomata 90 e deixei o meu subaru impreza 09 só para domingos e feriados.

    • http://intensedebate.com/people/jeffersonld jeffersonld

      Acho certo o seguinte: quando uma peça envolve a segurança do motorista e passageiros, o melhor a se fazer é comprar as originais, tipo peças de freio e suspensão. O resto, o mercado paralelo resolve.

  • @Renan_Bueller

    é verdade o que diz a matéria.. aqui a BORRACHA, isso mesmo a BORRACHA do parabrisa do vectra elegance apartir do modelo 2008 custa 350 reáis!!!!
    achei um absurdo esse preço… mas não teve jeito tive que trocar pq a minha ja tava gasta.
    todas as peças do vectra são o olho da cara.. pqp… não tem uma baratinha sequer. e dificeis de achar ainda por cima… =/
    aqui em belém-Pa só tem nas concecionárias mesmo…
    as peças são carinhas mas não troco meu vecão por nada XD

    • Mendanha

      essa borracha seria a de vedação ou a paleta do limpador de parabrisas?

    • Carlos Eduardo Guimarães

      Tá fazendo quanto? 10 km/l na gasolina? PADROCA!

  • Rafael

    O preço das peças depende muito do modelo de carro também. No meu caso, na maioria das vezes compro as peças na concessionária e elas saem mais baratas do que as originais vendidas no mercado paralelo. Agora realmente, peças que tem pouca saída são bem mais caras e as vezes nem se acha para comprar. Citando um exemplo, certa vez precisei comprar um jogo de molas para o meu Santana; no mercado paralelo o par custava 90 reais e eu comprei as 4 (originais) por 102 reais na concessionária. Amortecedores eu também comprei por 390 os 4 na concessionária, em qto no paralelo o cada par sairia por mais ou menos 260 reais…

  • Kauai

    Exemplo:
    Corpo de borboleta (TBI) Fiat Punto 1.8 Original (DELPHI): R$ 980,00
    Corpo de borboleta na auto-peças da minha cidade: R$ 245,00 (Detalhe que é DELPHI também e ganhei até um copo de cerveja personalizado de brinde hehehe)

    Sabe como se explica isso??? O concessionário se aproveita do cara que é preguiçoso e não sai por aí pra procurar! Se colar, colou!

    • Christiano

      Não tem desculpa, não… É enfiada de faca mesmo ! E a FIAT (Outras tbém) paga bem menos na peça que o auto-peças ainda….

      Delphi ? Olha a FIAT usando peças GM !!!

      Gostei de ver ! Teve um tempo que (somente) o Tempra usava baterias AC DELCO (Equipa toda a linha GM em toda a história). Já que o contrário… Não acontece de jeito nenhum !

      Ah disfarça… O motor é GM ! hehehe ! Embora a injeção dele seja Magnetti Marelli e não BOSCH !

  • Luciano L

    Recorri por varias vezes ao Ebay, perdi uma calota de uma Dodge Ram 2500 08 e na concessionaria o item custava a bagatela de 1100,00, comprei no Ebay por apenas USD40,00 original em estado de Ok, comprei tb parachoque traseiro original para a mesma pick-up com excelente preço, mesmo pagando frete e impostos saiu muito em conta.

  • Cleber

    Foi mal dgitei a tecla errada e digitei esperiencia ao invés de experiencia.

  • http://intensedebate.com/people/TMotta T. Motta

    Recentemente fui comprar uma lâmpada pro farol e comprei uma que o cara falou que era paralela por 10 pila. Fui olhar a lâmpada tem ISO 14.001… fazer o que, nem o vendedor sabia o que estava vendendo, a lâmpada é perfeita, não perde em nada para uma Phillips ou Osram que custam na faixa de 30…

    Tive a oportunidade de hoje mesmo comprar o Pivo da bandeija do Siena 2005. Dois, um por 35 e o outro por 42… deu pra sentir a diferença até mesmo no peso dos dois. Acabei levando o da TRW, que está na outra bandeija a mais de ano e nunca me deu problema.

    O pior de tudo nem sempre é o valor das peças. Na Fiat Domani (Mato Grosso), uma pintura de 4 peças não sai por menos de 2.500 reais…

    Tem marcas que não são fornecedoras oficiais da montadora, mas fazem isso com outras (como a positron). Se ela se dispõe a fazer um produto para um veículo espontaneamente, o que haverá de ter de ruim neles?

  • T. Motta

    Recentemente fui comprar uma lâmpada pro farol e comprei uma que o cara falou que era paralela por 10 pila. Fui olhar a lâmpada tem ISO 14.001… fazer o que, nem o vendedor sabia o que estava vendendo, a lâmpada é perfeita, não perde em nada para uma Phillips ou Osram que custam na faixa de 30…

    Tive a oportunidade de hoje mesmo comprar o Pivo da bandeija do Siena 2005. Dois, um por 35 e o outro por 42… deu pra sentir a diferença até mesmo no peso dos dois. Acabei levando o da TRW (mais caro), que está na outra bandeija a mais de ano e nunca me deu problema.

    O pior de tudo nem sempre é o valor das peças. Na Fiat Domani (Mato Grosso), uma pintura de 4 peças não sai por menos de 2.500 reais…

    Tem marcas que não são fornecedoras oficiais de determinada montadora, mas fazem isso com outras (como a positron). Se ela se dispõe a fazer um produto para um veículo espontaneamente, o que haverá de ter de ruim neles?

  • jcesarcbr

    Infelizmente comprar uma não original se corre o risco de comprar uma falsa, mesmo com a embalagem aparentemente original.
    Nesse caso, entre original e genuína, o local de venda (procedência) conta bastante.

  • Cleber

    No meu caso tbem eu troquei recentemente os 6 cabos de velas e as velas paguei tudo 36,00,mas eu não coloco meu subaru impreza de 73k neste transito de sp,porque primeiramente já fui assaltado e sofri um sequestro relampago e depois disso fiquei com medo de ostentar,e depois no meu caso o meu mecanico me disse que peças de linha opala,chevette e monza ainda tão sendo produzidas pela gm para atender esse mercado de carros fora de linha,por isso nunca tive dificuldades de achar peças,apesar que até hoje só tive que trocar amortecedores,e agoras as velas e cabos e veja que é um carro com 20 anos de uso e até já passou pela inspeção veicular neste ano.

  • Gustavo Miranda

    Olha, para desespero dos fabricantes nacionias, a queda do valor percebido por um carro em nosso mercado é uma questão de poucos anos. Muitos carros parcelados em 60 meses há três ou quatro anos atrás, já estão valendo na tabela fipe o mesmo ou até menos que o valor para quitá-lo, ou seja, ou se usa até sumir ou se vende por um valor simbólico para se livrar das prestações. Isso somado aos carros que depreciam violentamente por serem incompatíveis com o que a massa de compradores de usados procura estão forçando o mercado para isso.
    Quando um usado for pouco viável, as pessoas terão dificuldades em recuperar algum dinheiro com seu usado para comprar um novo, isso com o tempo vai forçar o mercado a baixar o valor do carro novo para atrair os compradores lesados e os usados vão despencar de vez e quando isso acontecer, os preços das peças de reposição vão disparar para as alturas, pois assim o mercado é forçado a comprar mais carros novos e a sucatear carros usados.
    Isso aconteceu com os eletrodomésticos nos anos 90 e com os eletrônicos nos anos 2000 e é a realidade dos carros em muitos países. O cara compara um DVD, ele queima e o leitor custa o preço do DVD + 20 reais… ou uma TV lcd, das que são desmontáveis, nem há tela ou alguns componentes vitais para reposição…

  • Christiano

    DEPENDE, NÉ ?

    1. Se são peças que envolvem a segurança do veículo (Freios, suspensões, etc) ou garantia do motor… Prefira sempre as originais… Mesmo assim, vc pode usar peças de fabricantes conhecidos… EX: Qquer peça da VARGA é muito melhor que da ATE (original da VW hoje) !

    2. Pra itens que não sejam de segurança… Vc pode optar por peças mais baratas. Pois a diferença de preço costuma ser muito grande. Pepino é pra quem tem carro importado (E vale em grande parte tbém p Honda, Toyota e Ford, q abusam de componentes importados)… Ou algum modelo que se fabricou pouco… Pois ai, quase não há peças paralelas no mercado ! Vc fica na mão da montadora e do preço que ela quiser cobrar!

    Um vidro traseiro de CHEVROLET TIGRA… R$ 7.500
    Vidro motorista CHEVROLET OMEGA NACIONAL… R$ 1.400
    Bomba combustivel de VW PASSAT… R$ 1.300 (Serve a do Santana)
    Cx. direção de C3… R$ 5.000
    Bloco de aluminio não dá retifica… chega ou até passa de R$ 10.000

    Então esse povo que tem golzinho, paliozinho, celtinha… Etc… E fica sonhando com Hyundai, Honda, Toyota, etc… Metendo a lenha na linha nacional… No mínimo, é melhor consultar o bolso antes…

    Nossos nacionais são assim… Exatamente por causa deste outro lado do mercado brasileiro ! Que o diga, o "regresso" só visto no Brasil, motores 16V voltando a casa dos 8V !!!

    Pois tem muito dono dos dinossauros STILO, GOLF e principalmente VECTRA (Tem gde mercado paralelo)… Morrendo de rir de gente que tem importado ou pseudo-nacional !

    • Christiano

      EBER !!!!

      Imagino que o q vc enfrenta… É o mundo REAL da grande maioria dos mortais, após vencida a garantia, de quem opta por um carro importado ou mesmo por algum pseudo-nacional (Caso dos CIVIC, COROLLA e FOCUS, onde quase toda a parte mecânica é importada. Pois, nestes casos, praticamente não existe fabricação de peças paralelas. Vc é obrigado a "achar" e "comprar" sempre a original !!

      Mas… Se seu carro foi importado oficialmente… A montadora tem que GARANTIR reposição de peças (Mecanicas) por, no mínimo, 8 ANOS !!!! É LEI ! Depois disto, vc realmente estará ao sabor do vendo e da sorte !

      Assim, um carro só sobrevive mais de 8 anos (por lei) se tiver um mercado paralelo de peças ! E só chega nos 8 anos… Se a montadora respeitar a lei… O que na verdade, é raro !! Vão te arrumar a peça… Mas o preço !!!

      Infelizmente… Nenhuma montadora no Brasil faz questão de ser diferente ou respeitar o consumidor. Em todas, até a famosa empurroterapia na hora da revisão (Descarbonização, limpeza de bicos, etc) virou regra !

  • GUILHERME

    idependente se original ou nao, o sujeito tem que saber que vai comprar um carro que futuramente irá apresentar manutençao e substituiçao de peças. Eu sinceramente nào sou da linha do autor da matéria de comprar um carro que o mercado de peças seja incapaz de atender e se tornar comprador de ebay. Ja fiquei com mercadoria 3 meses na alfandega por causa de greve de fiscal, etc. a velha historia do barato q sai caro.
    Imagina se o pobre do meu carro dependesse dessa peça pra andar? Para isso existem os foruns. Pesquisar muito antes da compra é ainda é a opçao mais lógica.

  • http://intensedebate.com/people/GUIGANDRA GUIGANDRA

    idependente se original ou nao, o sujeito tem que saber que vai comprar um carro que futuramente irá apresentar manutençao e substituiçao de peças. Eu sinceramente nào sou da linha do autor da matéria de comprar um carro que o mercado de peças seja incapaz de atender e se tornar comprador de ebay. Ja fiquei com mercadoria 3 meses na alfandega por causa de greve de fiscal, etc. a velha historia do barato q sai caro.

  • Christiano

    Acho q tudo que o Eber diz… Procede !

    Mas o amigo Izael tbém não está errado ! Pois… Dependendo do tipo de problema que este motor dar na parte de baixo dele (Ter que trocar o bloco, por exemplo, q não dá retifica)… O conserto pode passar dos 15.000 reais ! Negócio vai ser apelar para o ferro-velho (Alias, já tá cheio de dono de Civic por lá tbém) !

    Nos modestissimos (Perto do Mondeo) Vectra ou Golf, em oficina particular, não passa dos 3 mil ! E qquer buraco conserta os motores deles !

    Assim, depende de cada um… Do tempo em que se pretende ficar com o carro…. Principalmente do uso de cada um…

    Conheço um cara que distribui filmes da Brasileiras, Buttman e Imagem… Que tem um PRISMA 2008 com 290 mil rodados !
    Feliz da vida mesmo… O carro anda, é economico e ele nunca teve nenhuma dor de cabeça com o carro ! As 3 grandes (E talvez únicas) vantagens do Prisma. Sem a menor duvida… Ele estaria ferrado se estivesse com esse Mondeo… Onde uma única peça, pode comprar um motor inteiro do Prisma !

    Eu… Como ando pouco com meus carros, média de 15 mil por ano… Acho que compraria o Mondeo tbém, se tivesse menos de 50 mil km, por exemplo.

    Pois como o Eber disse… O custo x beneficio é assustador ! Mas… É assim, exatamente pq a enorme maioria das pessoas temem o Mondeo !

    Eu "perdi" um Ford Taurus nesta situação… Intacto ! Nem risco tinha ! Fiquei com medo… Mas pra se ter uma idéia de como é complicado analizar isto…. Eu até hoje vivo sonhando com ele… Ainda na duvida se devesse ter comprado ou não !

    • http://intensedebate.com/people/eberdocarm23791 Eber

      com certeza, se der problema em um carro importado, o preju vai ser enorme. mas pra mim é aquilo… meu mondeo não roda nem 500 km por mês em uma média. só roda mais que isso quando eu viajo.

      no dia a dia eu e minha mulher usamos um ka clx 1.3 97, então o mondeo fica só na garagem hehe

  • Duente

    nem vou comentar o quanto já gastei com restauração no meu Omega 93… só posso dizer que nos 3 anos em que estou com ele já gastei o valor que paguei por ele (valor de tabela).

  • http://intensedebate.com/profiles/lgmiranda Gustavo Miranda

    Olha, para desespero dos fabricantes nacionias, a queda do valor percebido por um carro em nosso mercado é uma questão de poucos anos. Muitos carros parcelados em 60 meses há três ou quatro anos atrás, já estão valendo na tabela fipe o mesmo ou até menos que o valor para quitá-lo, ou seja, ou se usa até sumir ou se vende por um valor simbólico para se livrar das prestações. Isso somado aos carros que depreciam violentamente por serem incompatíveis com o que a massa de compradores de usados procura estão forçando o mercado para isso.
    Quando um usado for pouco viável, as pessoas terão dificuldades em recuperar algum dinheiro com seu usado para comprar um novo, isso com o tempo vai forçar o mercado a baixar o valor do carro novo para atrair os compradores lesados e os usados vão despencar de vez e quando isso acontecer, os preços das peças de reposição vão disparar para as alturas, pois assim o mercado é forçado a comprar mais carros novos e a sucatear carros usados.
    Isso aconteceu com os eletrodomésticos nos anos 90 e com os eletrônicos nos anos 2000. O cara compara um DVD, ele queima e o leitor custa o preço do DVD + 20 reais… ou uma TV lcd, das que são desmontáveis, nem há tela ou alguns componentes vitais para reposição…

  • Gustavo Miranda

    Olha, para desespero dos fabricantes nacionias, a queda do valor percebido por um carro em nosso mercado é uma questão de poucos anos. Muitos carros parcelados em 60 meses há três ou quatro anos atrás, já estão valendo na tabela fipe o mesmo ou até menos que o valor para quitá-lo, ou seja, ou se usa até sumir ou se vende por um valor simbólico para se livrar das prestações. Isso somado aos carros que depreciam violentamente por serem incompatíveis com o que a massa de compradores de usados procura estão forçando o mercado para isso.
    Quando um usado for pouco viável, as pessoas terão dificuldades em recuperar algum dinheiro com seu usado para comprar um novo, isso com o tempo vai forçar o mercado a baixar o valor do carro novo para atrair os compradores lesados e os usados vão despencar de vez e quando isso acontecer, os preços das peças de reposição vão disparar para as alturas, pois assim o mercado é forçado a comprar mais carros novos e a sucatear carros usados.
    Isso aconteceu com os eletrodomésticos nos anos 90 e com os eletrônicos nos anos 2000 e é a realidade dos carros em muitos países. O cara compara um DVD, ele queima e o leitor custa o preço do DVD mais 20 reais… ou uma TV lcd, das que são desmontáveis, nem há tela ou alguns componentes vitais para reposição…

  • http://intensedebate.com/people/Quattroporte Quattroporte

    Mas algumas peças não justificam:
    Fui fazer o Seguro do meu carro(Picasso), e conversando com o cara da seguradora ele me revelou assustado que o Farol do Ford EDGE custa 10.000 Reais!!!!

  • http://intensedebate.com/people/NANNDO_SP NANNDO_SP

    Caros leitores, trabalho diretamente no mercado de auto peças a 15 anos e posso afirmar com todas as letras, comprar peça em concessionária não é garantia nenhuma de peça original, pois elas compram peças paralelas aos montes e já vi até peça pirata em concessionária. Não sei se pode citar nomes aqui mas tem muito fabricante que ostenta marca mas não é ele que fabrica…. sabe quem fabrica? Justamente uma fabrica PARALELA que tem sua marca no mercado paralelo, só muda a embalagem! E tem outra coisa, não é por ser paralelo que a peça é necessariamente ruim pois tem muita marca boa no mercado, o problema é o publico ter conhecimento em qual marca confiar pois depende muito do tipo de peça, bucha de suspensão por exemplo é fabricante que não acaba mais e é a peça que mais da problema, as vezes nem um bom mecânico conhece as boas marcas. Outra ponto importante é a diferença que existe entre peça que vem no carro de fabrica e a peça original do mesmo fabricante vendida no mercado de reposição, nem todas tem a mesma especificação, amortecedor e escapamento é um bom exemplo disso pois não tem a mesma durabilidade, e muitas vezes não justifica o preço que se paga. Quando compro uma peça em concessionária eu sempre pergunto quem é o fabricante, pois montadora não fabrica auto peças e voce tem o direito de saber quem é o fabricante daquele determinado item, caso contrário fica o risco de levar gato por lebre e te empurrarem uma peça paralela, outra dica é sempre se apresentar como profissional do ramo automotivo (mecânico/vendedor/distribuidor) pois voce pode conseguir bons descontos de até 50% (os preço são muito inflacionados em redes autorizadas), já consegui desconto de 70% em uma unica peça.

  • http://intensedebate.com/people/NANNDO_SP NANNDO_SP

    Outro dado interessante que esqueci de falar, é que os itens de auto peças mais importantes relacionado a segurança do carro vão ser obrigados a passar por certificação do Inmetro, isso vai ser uma garantia a mais para os consumidores e uma ótima oportunidade pro mercado paralelo se firmar como opção confiável e barata.

  • http://intensedebate.com/people/AlexiussHc AlexiussHc

    eh os propietarios de carros da PSA, principalmente Peugeot (cmo eu) que o digam!

  • http://intensedebate.com/people/eberdocarm23791 Eber

    vc tá falando desse farol aqui?
    http://cgi.ebay.com/Ford-Edge-OEM-Left-Headlight-

    20 dólares nos EUA.

  • http://www.noticiasautomotivas.com.br Eber

    vc tá falando desse farol aqui?
    http://cgi.ebay.com/Ford-Edge-OEM-Left-Headlight-

    20 dólares nos EUA. funcionário de seguradora adora assustar os outros pra que façam seguro.

  • http://intensedebate.com/people/NANNDO_SP NANNDO_SP

    só pra complementar, se voce tem um varejão ou atacado de auto peças e comercializa itens de modelos recém lançados no mercado (principalmente lanterna/farol/lataria), a FIAT/FORD/VW tem a cara de pau de processar com busca e apreensão inclusive, alegando direitos de patente! E o pior disso tudo é que muitas vezes o fornecedor é o mesmo da montadora, mas o processo sobra para o varejo, o engraçado é que não fazem isso nos seus países de origem…

  • jorge

    É por isso que eu não compro carro usado pois quando o carro bomba explode abala até as estruturas do banco que possui a minha conta e aí já viu.E essa historia de peça original, autorizada, é só enrolação pra cima do consumidor.

  • Geane

    Só os acessórios do carro vale o que voce pagou….quanto ao motor,uma pessoa que possui um mondeo geralmente tem mais de 40 anos e usa carro com delicadeza,e faz manutenção em autorizada…esse carro só vai quebrar em 2012,quando cair aquele meteoro na terra…kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • http://intensedebate.com/people/eberdocarm23791 Eber

    Mondeo 2004 é antigo? Então pra vc só serve carro 2010, creio eu…. Bom, quais são as vantagens? Pra mim são as seguintes: pagar 33.000 em um carro com apenas 74.000 km rodados, super bem conservado, tratado a pão de ló. Impecável em todos os sentidos, levei em mecânicos e outros tipos de especialistas em importados, e me falaram só bem do carro, que estava inteirão e que eu podia comprar sem pensar duas vezes.

    Aí, chegamos em outras vantagens. Um carro que zero em 2004 custava 100.000 e que em 2009 paguei 33.000. Vantagem de 67.000 reais de desconto.

    Fora isso, eu tenho bancos com regulagens elétricas (o do motorista tem 8 regulagens diferentes) som sony com disqueteira original, ar-condicionado digital, quatro airbags, câmbio automático, computador de bordo, teto solar elétrico, etc.

    Mesmo se eu comprasse um sedã médio (que é menor que o mondeo, que é um sedã grande) nacional, feito em 2004, eu pagaria o mesmo preço, não pagaria mais barato.

    Um Vectra 2004 ou Corolla 2004 sairia mais ou menos o mesmo preço, não tendo nem metade dos equipamentos, mimos e qualidade de construção.

    Ah sim, manutenção. O motor dele é o mesmo Duratec do Focus, então não preciso falar mais nada.

    Será que são vantagens suficientes?

  • Edu

    Eu não acho, eu tenho certeza.

    Só gasto com combustível e seguro, logo não tenho desvantagem nenhuma nessa historia !

    Quanto ao próximo comprador, ema , ema , ema cada um com seus problema, o meu eu estou resolvendo !