_Destaque Finanças Governamental/Legal

Pedágios federais podem aumentar – Projeto de Lei está em análise no Congresso

Pedágio Sem Parar (Foto Panorâmio)

O PL 8/2013 está em análise na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado e pode representar um aumento considerável nas tarifas de pedágio das estradas federais.

A proposta prevê que motoristas residentes ou com atividade profissional na região da praça de pedágio de estrada federal sejam isentos do pagamento de pedágio.

A questão é que a isenção de moradores nas regiões de pedágio poderá acarretar alta expressiva nas tarifas, visto que as concessionárias reajustariam os valores para equilibrar as finanças.

O temor é que o trânsito em determinados trechos federais se torne inviável por conta do aumento dos preços dos pedágios, onde o movimento é intenso.

As concessionárias de rodovias já avisam que estradas como Presidente Dutra, Fernão Dias ou Régis Bittencourt, por exemplo, se tornariam inviáveis, pois os custos dos pedágios seriam altíssimos.

Na Ponte Rio-Niterói, por exemplo, praticamente não haveria mais pagantes, pois a via é utilizada em sua grande maioria por moradores das duas cidades. Veículos de fora pagariam um valor astronômico com essa medida. O PL ainda não teve uma audiência pública, mas quando ocorrer, Ministério dos Transportes, concessionárias e municípios serão convidados a debater o tema.

[Fonte: Estadão]





  • Tereso

    Liberais gonna say:
    Bora privatizar! o/ Privatizar é bom, livre mercado!
    Até acho bonito, só que… Sabem quem são os donos da Nova Dutra/CCR, né?
    É, aquelas empresas envolvidas no petrolão-PT-PSDB-PMDB-PP, bem aquelas…
    Ou seja, sem limpar o sistema, toda e qualquer privatização é “kleptocracia”…
    E enquanto isso, certamente a decisão a ser tomada pela casa legislativa levará em conta tão somente os intere$$e$ dos donos da concessão, uma vez que os primeiros (nossos representantes) têm suas campanhas financiadas pelos segundos (os donos da grana, pois financiar campanha é um investimento dos mais lucrativos).
    “Kleptoidiotia” – a arte de discutir qual partido é o menos ladrão, se é o PTX, o PSDY ou PMDZ. Arte muito praticada pelos brasileiros, hodiernamente.

    • Bruno Góes

      Acho que o problema é exatamente o inverso. É o governo tentando mandar onde não deve. Às praças de pedágio devem ser para todos, salvo algumas exceções.

      • Tereso

        Ah, sim.
        As empreiteiras foram extorquidas pelo PODER divino do governo..
        Pobrezinhas…
        Compraram a Dutra e outras rodovias mediante uma ISENTA e HÍGIDA licitação, é claro.
        (até acho bonito, já disse, mas com o sistema kleptocrata que temos não é viável, pois muda-se tudo para tudo ficar exatamente igual)

        • Eduardo Brito

          Então o governo é isento agora?

          • Tereso

            Quem disse isso?
            Essa lógica do pessoal formado pelo socioconstrutivismo é fogo.

            • Eduardo Brito

              Meu, não quero defender empreiteira nenhuma não, elas são tão sujas quanto a maioria no governo. Só não entendo vc vir aqui falar de privatizações num tópico onde o assunto é um projeto de lei.

              • Rafaelprado

                Ele deve ter confundido concessão com privatização… Afinal enquanto as rodovias eram literalmente federais elas eram livres e não tinham pedágios.

      • Marcio Almeida

        Não concordo, imagina você ter que fazer um trecho de 5 km onde a única via é pedagiada e não desse para você ir por outro lugar. Me diga como vc se sentiria ? Imagina que vc tenha a necessidade de levar seus filhos ao colégio, ir na casa de um parente. Vc acha justo? O governo tem sim o dever de regular discrepâncias como estas. O que deve existir é uma remuneração justa para o pedágios, rodovias construídas pelo estado com dinheiro público, com contratos de 30,40 anos onde não ha risco de perda? Com reajustes anuais acima da inflação ? Isto sim é uma discrepância que o estado deve consertar. E quem são os donos das concessionárias ? vamos ver: Bancos, grandes construtoras as mesmas que estão envolvidas em escândalos que coincidência. Se andar na Dutra em SP no trecho de SJC, como pode ? Uma rodovia que liga dois dos maiores estados do Brasil ter apenas duas pistas e a Fernão Dias e Régis não deveriam ser nem privatizadas pois a qualidade é bem inferior a outras rodovias em SP.
        Este tipo de contrato ate eu gostaria de pegar kkk.

        • Rafaelprado

          Márcio, existe uma grande diferença no sistema de concessão das rodovias federais e paulistas….
          Pelo pouco que sei é algo mais ou menos assim, nas federais o governo entregou para que cobrasse o menor valor de pedágio! Já nas rodovias estaduais a concessão foi pelo o maior pago ao estado! Mas vamos ver se realmente está caro, uma viagem de campinas – SP campinas em 98 custava 8,60 reais, pela correção usada pelo TJ-SP estes 8,60 seriam 28,25, mas o custo da mesma viagem é 30,80. Leve em conta agora a bandeirantes tem um trecho de pelo menos 40KM de estrada com 5 faixas!!! Atendimento de emergência eficaz. Já as rodovias federais nunca tiveram pedágios, logo por si só o custo de viajar nelas é infinitamente maior que em São Paulo, comparando o valor de “ontem” e de hoje. Lembre que as concessionárias não são ONGs, então estão sim no negócio para obter lucro!! E ainda mais nos dias de hoje nenhum empresário é louco de investir valores astronômicos para ter um retorno abaixo de 90% da taxa SELIC, já que sem fazer nada ele brincando consegue 13% a.a.

    • cefaf

      Tem tanto espantalho aí que não sei nem por onde começar.

    • Tripé

      Não se tem concorrência para aquele tipo de serviço? Não privatiza. Não dá lucro sem ser injetado dinheiro público? Não privatiza. Empresa de político no poder? Não privatiza para aquela determinada empresa administrar. Essas deveriam ser as exigências primárias

  • Tereso

    Que K-hda? A de vender trechos de rodovias que dão dinheiro como água para seus amigos?
    Pior: sem desembolsar nada. Essas compras são feitas com dinheiro do BNDES…
    Bem legalzonas essas privatizações made in Brasil, que o povo tanto apoia!

  • Fabio Marquez

    Eu acho que realmente não é dever do estado ficar cuidando de rodovias. Mas nos impostos pagos, há a previsão que parte do valor seja revertido para a construção de vias publicas. Se o contribuinte paga para utilizar um serviço e também paga imposto por ele, acho eu que uma parte do valor seja restituído no IR, do mesmo jeito que eu tenho de pagar para ter acesso a saúde de qualidade, já que a saúde pública é um buraco sem fundo de recursos e não funciona….

    • th!nk.t4nk

      Independente se é dever do estado ou não, o grande problema é a corrupção. Pelo mundo afora há ótimas agências, ministérios e estatais que funcionam bem. No Brasil o privatizado é ruim, como diz o cidadão que comentou ali em cima, mas o estatal é pior ainda. Enfim, o problema é bem mais complexo do que só determinar quem deve pagar, embora eu concorde contigo em relação a pagar dobrado pelos mesmos serviços.

    • Roger Rosato

      Até nos EUA, o país do capital privado, há certa concordância que infraestrutura é responsabilidade principalmente dos governos federais e estaduais. A privatização de rodovias, portos, aeroportos etc, que vêm se tornando cada dia mais comuns no Brasil, é na verdade sintoma de país com governo tão corrupto que se torna inapto a administrar dinheiro público em grandes montantes. Na Itália, por exemplo, autoestrada privatizada é quase regra.

      • Rafaelprado

        A unica obrigação do estado deveria ser viabilizar estudos e facilitar, a expansão da malha de transportes. Se os estudos apontarem que deve-se criar novas rodovias/hidrovias/ferrovias, eles deveriam criar os planos providenciar as devidas desapropriações e conceder.

  • mariostefa

    Estradas privatizadas, e obviamente pedagiadas. e continuamos a pagar Ipva,carissimos, Prá que mesmo serve o Ipva ?

    • Pedro Rocha

      Para encher o caixa dos Estados e Municípios, pois impostos não possuem vinculação específica de despesa.

    • Lexfamulus

      Para pagar por saúde, educação, segurança pública etc. etc. e também pela conservação das vias.
      A receita dos impostos não pode ser vinculada, então dizer que a receita do ipva se destina à conservação das vias somente está errado. Princípio da não afetação, art. 167, IV, CRFB/88.

    • Rafaelprado

      Aulinha básica de direito tributário!! IMPOSTO é diferente de TAXA. Eles não precisa ser investido em algo relacionado

  • Mr. Car

    Isto é mais ou menos o mesmo princípio da isenção de impostos para taxistas comprarem carros a “preço de banana”: como não existe almoço grátis, o que eles deixam de pagar, alguém (quem seremos, he, he?) paga. O governo não deixa de arrecadar um centavo por conta desta “bondade” com a classe.

  • zeh

    …tava demorando…com os caixas sabotados pelas operações anti corrpção….vão atacar caixas menores….

  • Cidadão

    Mais um aumento indireto de carga tributária

  • Roger Rosato

    Esse congresso está determinado em entregar todo o nosso dinheiro de mão beijada “prozamigo” empreiteiros e outras empresas privadas… O governo atual é um dos mais corruptos da historia nacional e as panelas misteriosamente pararam de bater. Não batiam pela corrupção? Ué…

  • afonso200

    EUA, 50 cents, 75 cents, 1 doleta, e vaiii

    • Rodrigo

      Nem todos…
      Aqui uma lista dos 5 mais caros dos EUA:
      1. Chesapeapeak bay tunnel (Virginia) -> US$18
      2. Verrazano Narrow Bridge (New York) -> US$16
      3. Bayonne Bridge (N.Y – N.J.) -> US$14
      4. George Washington Bridge (N.Y – N.J.) -> US$14
      5. Goethal Bridge (N.Y – N.J.) -> US$14

      A diferença é que para todas essas vias existe uma alternativa mais barata (no caso das pontes há balsas). Aqui a alternativa (quanto há) é no meio de bairros periféricos ou no meio da roça, passando por estradas particulares.

      • Tosoobservando

        E la tambem o imposto deles que seria igual ao nosso IPVA aqui é baseado no peso do carro e nao chega a 10% do preço do nosso aqui, na maioria dos modelos, tem Mclaren Mercedes que paga pouco + de 100 dolares/ano. Aqui nem preciso comenta, IPVA é esse estupro e nao é usado onde devia.

  • Sassá

    Apareceu uma berinjela no final da minha página….

  • Sassá

    He he he. Pq motociclista não paga pedágio na maioria das praças de sp? Não é justo hein…….

  • animefriendsSP

    ja paga imposto

  • paulo sergio berezovski

    Maldito estado e ainda tem nego que defende esses bandidos

  • Boris

    E o salário ó…..

  • Tosoobservando

    Aqui alem de se pagar 50% do valor de alguns carros em impostos, tem o IPVA anual, onde vc paga sobre o valor total com impostos, ou seja, imposto sobre imposto, absurdo. E ainda temos vias porcas, um lixo, estradas boas sao aquelas que vc tambem paga, e nas cidades a infraestrutura é caotica e antiga, causando a maior parte dos engarrafamentos e transtornos (falta pontes, rodoaneis etc.. e tem estradas dos anos 60 ainda em uso). Brasileiro é muito trouxa ne? kkk Hue Hue Br