Peugeot 208 BlueHDi 75 faz 50 km/litro e é o carro não híbrido mais limpo

08/02/2016

peugeot-208-bluehdi-75-1

Muito se fala no escândalo do diesel envolvendo a Volkswagen e a verdade por trás da aposta europeia no óleo combustível como alternativa. Mesmo assim, como também se sabe, a tecnologia SCR (Redução Catalítica Seletiva) permite reduzir os níveis de NOx ao patamar estabelecido por lei.

Como a PSA já havia dado o primeiro passo na introdução da tecnologia em escala mais ampla e prometendo agora testar as emissões no mundo real, o resultado não poderia tardar. O Peugeot 208 BlueHDi 75 se torna o carro não híbrido com menor emissão do mercado mundial.

peugeot-208-bluehdi-75-2

Disponível no Reino Unido, o Peugeot 208 BlueHDi 75 utiliza um motor diesel 1.6 BlueHDi com 75 cv e sistema Start&Stop. Com transmissão manual de cinco marchas, o hatch francês emite 79 g/km de CO2, um nível muito abaixo dos demais carros diesel ou gasolina, bem como até de alguns híbridos.

Com consumo médio de 50 km/litro (!), o Peugeot 208 BlueHDi 75 pode rodar 2.152 km com apenas um tanque de apenas 43 litros. Isso significa que um londrino pode em teoria alcançar Ibiza ou Granada no sul da Espanha ou mesmo Nápoles, na Itália, sem reabastecer. Isso sem contar o trecho não rodado do Eurotunnel. No Brasil, daria para ir de São Paulo à Aracaju non-stop. O preço no Reino Unido é de £ 14.995.

peugeot-208-bluehdi-75-3









  • CignusRJ

    50 Km/L. Meu bolso diz: “Que sonho bom…” :)

    • th!nk.t4nk

      O Peugeot 2008 em configuraçao mais potente faz 33 km/l. Com o litro do diesel a 95 centavos aqui na Europa, dá pra ser bem feliz e sem abrir mao de algum conforto/espaço.

  • Fabão Rocky

    Aki no Brasil faria em torno de 30km/l c/ a nossa mijolina.

    • V12aero

      Só que é a diesel e não gasolina.

      • Gavlan The BeerMaster

        Nosso amigo acima.
        kkkkkkkk

    • Luiz

      Na verdade rodaria somente alguns metros, visto que é um motor a DIESEL.

  • Senhora Liberdade

    Temos que ver o quanto é a durabilidade desse motor diesel frances

    • Racer

      Os franceses tem motores a diesel faz muito tempo. Não começaram hoje.

    • Vinicius

      Você acha que a Peugeot na Europa é a mesma daqui?

      • Edson Fernandes

        E motor PSa aqui tem motor sem durabilidade?

        • Vinicius

          Não quis dizer isso. Acho os motores da PSA muito bons. Eu mesmo utilizei muito um 307 2.0 04/05 como daily car. Hoje, é meu carro para viajar. Está com 106.000 km. E tem AL 4. Impecável. Bem manutenido, vai ainda mais longe.

    • Tarcio

      Vamos lembrar que os motores DIESEL usados pela Daimeler-Benz são frutos de parceria com a RENAULT. Galera sem descriminação.

    • Minerius Valioso

      Historicamente os carros franceses movidos à diesel sempre foram elogiados pela robustez e conforto, haja vista que muitos taxistas na Europa o utilizaram. Pode ir pesquisar nas revistas europeias da época, que serviram de fonte para o “Carros do Passado” do Best Cars.

      Que coisa feia esse preconceito.

    • oscar.fr

      Menos preconceitos. Os carros franceses são reconhecidos por terem motores duráveis, especialmente no diesel.

      • Senhora Liberdade

        para os europeus sim.

      • Senhora Liberdade

        alias nao houve preconceitos por aqui.

        • th!nk.t4nk

          Tem certeza que os motores da Peugeot brasileira são menos confiáveis que os concorrentes locais? Tenho minhas dúvidas. O que vejo de dono de Gol (o “super confiável”) com problemas mecânicos, não é brincadeira. Mas eles “esquecem” os fatos e descrevem o carro como inquebrável. No Peugeot se dá qualquer bobagem o povo já surta que o carro não presta. É muito mais questão de percepção hoje em dia do que realidade.

  • DiMais

    como falei outro dia, a PSA segue sendo exemplar (menor e menos gananciosa que a VW, colocou o sistema SCR em toda a linha).
    entre os franceses ainda tem a Renault e seu ótimo trabalho com os elétricos.

  • É por isso que não temos veículos de passeio a diesel no Brasil, imaginem o “prejuízo” do Estado sanguessuga.

    • Alligator

      Para o Brasil seria maravilhoso, alias se o Brasil não consumisse uma gota de petróleo todo ele seria exportado dando um grande UP nas exportações, mas por outro lado seria péssimo para os estados como o RS, que abocanha 1 Real por litro de combustível com o ICMS 25%

    • Raimundo A.

      Na Europa não há problema e eles costumam importar o combustível. Nós que produzimos, embora o produto final ainda depende de importação graças a lentidão na conclusão de várias refinarias, teria que saída certa. Quem poderia alegar prejuízo seria os produtos de etanol, mas isso ainda é relativo. Um veiculo a diesel é mais caro de toda a forma, então o uso deve ser intenso para cobrir o investimento maior e depois ver o retorno com autonomia maior.
      Num país como o nosso que ávido por arrecadação embora retorno dela que é bom é para lá de insuficiente, aqueles que citam a dependência do transporte rodoviário e assim subsídio para este no combustível, pode mantê-lo. Possível compensação poderia ser feita com tributos maior para a categoria de veículo, ou seja, se fosse passeio pagaria mais perante os utilitários e de transporte.
      Como os motores a diesel tem suas características, há quem prefira a suavidade da mecânica a gasolina/flex, e como estes tem avançado em eficiência, não teriam prejuízo nas vendas, pois seriam mais em conta que o similar a diesel, fora como falei, possíveis tributos mais caros.

  • Tripé

    Mas não são os franceses que só sabem fazer vinho e perfume?

    • Vinicius

      Pois é. A maioria que critica está limitada ao que acontece aqui, na eterna colônia.
      Se soubessem da reputação dos carros franceses na Europa, veria que o que estraga a PSA no Brasil, como tudo aqui, se resume a uma coisa: pessoas!

  • afonso200

  • Marcelo SR

    O carro tem dois tons? (repare na foto entre pára-lama traseiro e para choque)

    • Matheus Marques da Silva

      Eu tive um Celta Energy 1.4 2004 e ele vinha com dois tons de fábrica! hahaha pára-choques e tampa do tanque eram de um vermelho mais intenso do que o vermelho lyra da carroceria. Mas era um carrinho valente.. haha

      • Edson Fernandes

        Era diferente porque esse serviço para o Celta foi terceirizado. Cores vivas eram bem notadas.

        • Matheus Marques da Silva

          Sim.. Alguns me perguntavam se eu tinha batido o carro! Hehe era um carrinho valente, parecia um kart! Hehe

    • Edson Fernandes

      Eu acho que foi o efeito que quiseram colocar na foto… ferrou com ela…rs

  • Diego Sampaio Vieira

    Brasil: País ultrapassado !!!

  • Tom Costa

    E o meu c3 fazendo 5kml no anda e para de Belém…

    • Cristiano Moreira

      Então somos dois com o mesmo carro, na mesma cidade; fazendo a mesma média de consumo!!

      • Tom Costa

        Moro na Duque e trabalho na Marquês, saio de um engarrafamento pro outro.

        Uma lástima o trânsito aqui na minha área.

    • th!nk.t4nk

      Com gasolina? Mas é consumo instantâneo do computador de bordo. Se for consumo médio, você deve estar abastecendo com gasolina adulterada, caso contrário nao tem como.

    • RafaCtba

      O seu C3 possui motor V8? (IronicModOn)

      • Tom Costa

        É consumo de V8 apenas, infelizmente.

    • Edson Fernandes

      É automatico?

      • Tom Costa

        Manual. Vou trocar velas e limpeza da admissão ainda, pra ver se melhora. Comprei usado, 1.6 16v 66.000km. Troquei os filtros e correia por enquanto.

      • Tom Costa

        Um cara especialista em franceses que conheci diz que tem que fazer a atualização do software que dá uma melhorada. Em trajetos mais longos com um pouco menos de engarrafamento faz 6-7km/l.

  • Fábio

    Se o 2008 no Brasil tivesse tração 4×4 ele poderia, por lei, ser equipado com esse motor? Que sonho…

    • Pacheco

      Na verdade não só o 4×4 e sim Reduzida tbm.

    • Raimundo A.

      Não há com essa tração e aqui não teria liberação, pois EcoSport e Duster tem e não são vendidos com motor a diesel que possuem em outros países. É preciso ter dispositivo que faça papel de redutor de marcha. O Renegade pôde ser vendido porque sua 1marcha do AT é reduzida e o controle de tração atua nas quatro rodas graças aos modos de terreno. Se o Renegade diesel fosse vendido aqui com câmbio manual provavelmente não seria homologado porque sua 1 marcha não é reduzida e não tem caixa redutora.

      • Matheus Marques da Silva

        Ou no caso do Manual, eles teriam de “reduzir” a primeira marcha, como no Agrale Marruá, onde a primeira marcha sobe até parede (Lembram do Fusca Bala, nos anos 90? hehe). Dá pra arrancar sempre em segunda tranquilamente!

      • G.Alonso

        E a Toro manual diesel, o que a Fiat fez será? É mesmo conjunto do Renegade.

        • Turn Right

          Tem a capacidade de carga igual ou superior a 1000kgs, daí pode pela nossa legislação

  • Tiago Moraes

    Se rodasse com biodiesel b100 ficaria mais chique

    • Thales Sobral

      Do ponto de vista de estudo, verdade, mas o biodiesel é bem caro de fazer.

      • Tiago Moraes

        É vdd, mas é mais limpo, renovável e o preço é relativo, pode baratear com produção em larga escala, novas tecnologias ou até subsídios.

        • Thales Sobral

          Limpo e renovável, temos outra também limpa e renovável, e que não tomaria tanta terra cultivável (solar). Por que não investir nela?

          O preço pode cair com produção em larga escala (tirar mais terra cultivável pra fazer combustível) e novas tecnologias, mas isso significa custo num panorama que não favorece. Ninguém prevê petróleo batendo 140 dólares o barril mais…. Já o subsídio significa tirar dinheiro de saúde, educação (ou pior ainda: tirar mais dinheiro do bolso do cidadão), pra tentar baratear combustível. Não sei se é uma boa idéia. Quando ouço a palavra “subsídio” me dá arrepios.

          • Tiago Moraes

            Carro hidrogênio, solar, elétrico é excelente, mas impraticável no curto prazo é no médio também. Com a tecnologia de hoje, com investimentos razoáveis é possível ter uma gama de opções muito melhores de combustível pra carros, me refiro a gnv, etanol e biodiesel.
            Subsídio não é uma coisa ruim, não soa bem aos ouvidos de qq brasileiro por tem sido mal utilizado, mas é uma ferramenta. Sobre terra cultivável há controvérsias, nosso país tem muita terra subutilizada ou parada para fins especulativos, lazer, patrimônio, etc. Temos excelência em agricultura, que se traduz entre outras coisas, capacidade de financiar essa atividade, a oportunidade é boa. Preço do petróleo é imprevisível, mas independente disso, o mercado interno é bom.

            • Thales Sobral

              Pois é, o biodiesel também é inviável financeiramente no curto prazo, tanto quanto carro elétrico.
              Subsídio pode ser bom pra quem é subsidiado…

          • T1000

            Não entendo bem a vantagem de cultivar combustível ao invés de alimentos. O preço dos alimentos subiram vertiginosamente dada a alteração desta prioridade. Se antes no interior de SP você via muito pasto e alguma diversidade de culturas, hoje você só vê cana e eucalipto/pinus.
            E ainda por cima, nossa representante resolve exportar alimentos, agravando ainda mais o problema.
            Questão estratégica, tratada de qualquer jeito.

        • Edson Fernandes

          Pergunta…. se lá fora o diesel é usado em larga escala, porque iriam apostar para esse modelo biodiesel? (ok, um similar ao outro sendo esse até mais limpo, só que a proposta é de um carro para comercializar agora e não futuramente)

  • Louis

    Mas não é na França que estão querendo abolir carro de passeio a diesel?

    • Pacheco

      Pelo que entendi na materia, ele ja estava em desenvolvimento e a Peugeot até acelerou a apresentação.

    • th!nk.t4nk

      Abolir num futuro distante. Hoje mais da metade da frota é a diesel. Impossível banir tao cedo.

      • Junior dos Santos

        Mas a mecânica Diesel tem manutenção muito cara, o que de ser observado. Km rodado com baixíssima manutenção, só quando as baterias dos elétricos forem melhores e os carros muito mais barato, será praticamente manutenção FREE.